Carreiras

| Intercâmbio

Entre os dias 19 e 20 de outubro, a Universidade Guarulhos (UNG) promoverá o evento gratuito “Encontro de Recursos Humanos”, nas unidades do Centro de Guarulhos e Itaquaquecetuba, das 10h às 12h. Dia 19, no Anfiteatro F do campus centro e dia 20, no auditório da UNG Itaquá.

O encontro é destinado para: empresas, gestores, graduandos, empresários e colaboradores que integram o RH de instituições recrutadoras. Para participar, é necessário se inscrever no seguinte formulário: https://forms.gle/WMhyuxc1qoje3pkd7. 

##RECOMENDA##

A programação contará com a palestra “Inteligência Artificial e a Trabalhabilidade no século XXI", ministrada por: a gerente de Trabalhabilidade do grupo Ser Educacional, Vera Fidalgo; o advogado, psicólogo e professor, Antônio Braz de Lima; e a psicóloga e profissional de RH com foco em Gestão de Pessoas, Claudia Correa.

Também haverá a apresentação dos projetos da instituição voltados para a área, como a rede social gratuita Peixe 30, que promove networking e oportunidades, para usuários e empresas. Além da plataforma UNG Play, onde os alunos da universidade possuem acesso a conteúdo de diversas áreas.

Segundo o diretor da UNG Guarulhos, o professor Marcelo Rosa: “O evento traz um tema muito relevante para que profissionais responsáveis pelas áreas de Gestão de Pessoas e Recursos Humanos reflitam sobre atuação de forma mais estratégica. É o momento ideal para aprimorar e atualizar conhecimentos”, destaca.

Para outras informações, os interessados devem entrar em contato com a coordenadora de Extensão, Debora Gomes, através do e-mail extensao@ung.br ou o telefone (11) 2464-1151.

Serviço - Encontro de RH

Data: 19 de outubro de 2023

Horário: 10h às 12h

Local: UNG Centro 

Endereço: Praça Tereza Cristina, número 88 - Centro de Guarulhos/SP

 

20 de outubro de 2023

Horário: 10h às 12h 

Local: UNG Itaquaquecetuba

Endereço: Avenida Uberaba, número 251 - Vila Virgínia, Itaquaquecetuba/SP

A Prefeitura do Recife prorrogou as inscrições para o programa de intercâmbio, destinado aos estudantes da rede municipal de ensino, o "Recife no Mundo". De acordo com o novo cronograma, os interessados têm até 22 de setembro para lançar candidaturas, do Portal da Educação do Recife ou pelo Conecta Recife.

A iniciativa oferta cursos de língua inglesa atrelados ao intercâmbio para estudantes (ensino fundamental - anos finais) e professores da rede municipal de ensino. De acordo com a prefeitura, até o momento, Canadá, Estados Unidos e Inglaterra são os destinos já confirmados para o intercâmbio.

##RECOMENDA##

Ainda segundo a gestão, o quantitativo de vagas nos cursos para os estudantes será 1.000, e 50 para docentes. Já para o intercâmbio, serão selecionados 100 estudantes e 10 professores. Os cursos de inglês, para os alunos, serão no formato presencial e realizados no contraturno, quatro vezes por semana. Já as formações da língua estrangeira para os docentes serão no formato híbrido, com aulas em dois polos: Zona Norte e na Zona Sul da cidade.

O requisito para a participação dos professores é ter Licenciatura em Letras, estar a mais de dois anos da aposentadoria ao final do programa e não solicitar cessão, transferência ou exoneração por um período de dois anos após o término do intercâmbio. O 'Recife no Mundo' também oferecerá passaporte e visto, kit viagem, estadia em dormitório de universidade, curso de língua inglesa no exterior e seguro saúde.

O Prep Program, preparatório gratuito da Fundação Estudar, está com inscrições abertas. Os selecionados para a iniciativa podem receber apoio financeiro de até 1.200 dólares para os custos da candidatura, em caso de necessidade comprovada. Para concorrer a uma vaga, é necessário preencher formulário eletrônico até 10 de setembro.

"O diferencial do Prep Program está em sua abordagem holística na avaliação dos candidatos. O programa acredita que qualquer pessoa, independentemente de sua origem e experiência, pode se candidatar e ser aprovada em uma universidade estrangeira”, explica Anamaíra Spaggiari, diretora executiva da Fundação Estudar.

##RECOMENDA##

A proposta do programa é ofertar apoio individualizado aos candidatos que desejam ingressar em universidades estrangeiras, por meio de mentoria com estudantes ou de ex-alunos de universidades americanas e, em casos de necessidade comprovada, auxílio financeiro para cobrir os custos do processo.

Na última quinta-feira (10), o prefeito do Recife João Campos (PSB) lançou o 'Recife no Mundo'. A iniciativa tem como inspiração o 'Ganhe o Mundo', iniciado em 2011, durante a gestão de Eduardo Campos, morto em 2014. Atualmente, o programa de intercâmbio do Governo de Pernambuco está paralisado.

O projeto anunciado pela prefeitura vai ofertar cursos de língua inglêsa atrelados ao intercâmbio para estudantes (ensino fundamental - anos finais) e professores da rede municipal de ensino. De acordo com a prefeitura, até o momento, Canadá, Estados Unidos e Inglaterra são os destinos já confirmados para o intercâmbio. Ainda segundo a gestão, o quantitativo de vagas nos cursos para os estudantes será 1.000 e 50 para docentes. Já para o intercâmbio, serão selecionados 100 estudantes e 10 docentes.

##RECOMENDA##

Os cursos de inglês, para os alunos,  serão no formato presencial e realizados no contraturno, quatro vezes por semana. Já as formações da língua para os professores, serão no formato híbrido, com aulas em dois polos: Zona Norte e na Zona Sul da cidade. As inscrições começam nesta sexta-feira (11), através do Conecta Recife

O requisito para participar é ter Licenciatura em Letras, estar a mais de dois anos da aposentadoria ao final do programa e não solicitar cessão, transferência ou exoneração por um período de dois anos após o término do intercâmbio. O 'Recife no Mundo' também oferecerá passaporte e visto, kit viagem, estadia em dormitório de universidade, curso de língua inglesa no exterior e seguro saúde.

“Pela primeira vez, na história do nosso País, uma cidade lança um programa de intercâmbio para jovens do Ensino Fundamental e Anos Finais. O Recife no Mundo vai possibilitar que 100 jovens recifenses de escola pública tenham a oportunidade de estudar fora do país, 100% custeado pela Prefeitura do Recife. Curso extensivo de segunda língua para mais de 25% de jovens da rede. Com isso, a gente garante que oportunidades que eram vistas como algo impossível - através de política pública bem feita e bem construída - se torna possível”, explicou João Campos.

Paralisação do Ganhe o Mundo

Criado em 2011, o Ganhe o Mundo surgiu como uma possibilidade de intercâmbio educacional e cultural para alunos da rede estadual de Pernambuco. No segundo semestre de 2019, o programa foi suspenso temporariamente. A paralisação foi em decorrência de uma medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE).

Em março de 2023, o TCE emitiu parecer que determina a anulação do processo licitório já realizado e apontou uma nova licitação para que, assim, houvesse o retorno das viagens oferecidas pela iniciativa. Mesmo com a troca de gestão do Estado, saída de Paulo Câmara (PSB) e início de mandato de Raquel Lyra (PSDB), o Ganhe o Mundo segue parado.

O LeiaJá questionou a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SSE-PE) sobre a paralisação do programa. Por meio de nota, a SEE afirmou que "vem trabalhando na reestruturação do programa, com elaboração dos novos Termos de Referências e Editais, seguindo as determinações e recomendações do TCE para dar prosseguimento ao processo licitatório".

Além disso, a secretaria ressalta que foi "assegurado um orçamento de R$ 44 milhões para o programa ser retomado neste segundo semestre com a volta dos cursos de idiomas e a partir de 2024 iniciarem os embarques de alunos e professores".

As inscrições para o programa de intercâmbio Jurídico Plus Internacional, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), vão até esta sexta-feira (14). O curso será realizado na Espanha, entre os dias 26 e 29 de setembro. O investimento é de 500 euros, cerca de R$ 2,6 mil.

Na programação os intercambistas terão palestras, visitas guiadas e reuniões setoriais. As atividades serão em Valladolid, Tordesilhas e Madri.

##RECOMENDA##

Os participantes contarão com uma coordenação brasileira e espanhola, que será responsável por todo suporte, participação presencial no lançamento de uma revista em Tordesilhas, certificado internacional emitido pela Universidade de Valladolid com 15 horas de extensão e certificado simbólico ao modo medieval.

Para se inscrever, o candidato deve apresentar currículo e carta de motivação em espanhol, fotografia, cópia do passaporte e certificado de inscrição na OAB em 2023.

Os interessados em participar do programa devem se manifestar pelos e mails ri@oab.org.br ou oab.international@gmail.com para receberem a relação de documentos a serem enviados, além de informações para pagamento. As vagas são limitadas.

Por Mateus Moura, com informações de assessoria

No primeiro trimestre de 2023, a procura por intercâmbio para cursos de idiomas no exterior, conhecido como Language, cresceu cerca de 60% em comparação com o mesmo período de 2022 de acordo com o levantamento do Student Travel Bureau (STB), consultoria especializada em educação internacional.

Os dados apontam que a maior parte dessa demanda está ligada às pessoas que têm entre 25 e 30 anos, que são, justamente, as que já estão inseridas no mercado de trabalho e querem avançar na carreira. Entre elas, a alta foi de 32% nesse primeiro trimestre. O inglês segue como a língua de maior interesse, seguido do espanhol.

##RECOMENDA##

Ainda de acordo com o levantamento do STB, a maior parte das pessoas que embarcaram foram fazer um programa de idiomas com foco em profissões. Os assuntos mais procurados foram: Negócios; Marketing, Gerenciamento de Projetos, Inglês para Direito. Entre os destinos mais procurados estão Canadá, EUA, Austrália, Inglaterra e Irlanda.

“A procura continua alta por cursos que permitam aos estudantes conciliarem o período de estudos de idiomas com a oportunidade de trabalhar no exterior, como é o caso da Austrália, por exemplo. Após cursar um programa VET (Vocational Educational Training) ou um curso profissionalizante no país, é facilitada a inserção do brasileiro no mercado de trabalho australiano. Além disso, estudantes internacionais são autorizados a trabalhar no país ao se matricularem em cursos de idiomas a partir de 14 semanas de duração”, explica José Carlos Hauer, CEO do STB através da assessoria. 

Neste sábado (1), o Recife recebe a 4ª edição do Canadá RoadShow, evento que orienta sobre estudo, trabalho e imigração para o Canadá. A iniciativa reúne representantes de mais 40 instituições de ensino canadenses e empresas, além de consultores de visto e imigração.

Em três edições, o Canadá RoadShow já reuniu mais de 4 mil pessoas e agora, parceiros estratégicos se integram ao evento com o intuito de incentivar a escolha do destino, como a Air Canada, a maior linha aérea do Canadá; juntamente com consultores de vistos regulamentados pelo Regulated Canadian Immigration Consultants (RCIC); a Sidekick, Cartão de Crédito Pré-pago – Mastercard, e Cibelly Zedan, consultora de carreiras que trará muitas dicas sobre a inserção no mercado de trabalho canadense.

##RECOMENDA##

O Canadá RoadShow acontecerá no centro de eventos da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), localizado na avenida Imbiribeira, zona sul do Recife, das 14h às 19h. Para participar, é necessário se inscrever no site do evento e pagar uma taxa de R$ 20,00.

A capital pernambucana é a terceira cidade brasileira a receber o evento, que foi realizado nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro nos dias 25 e 26 de março, respectivamente. Depois do Recife, o encontro será realizado em Fortaleza, no dia 02 de abril. A feira de estudo e imigração é promovida pela Hi Bonjour, agência brasileira e canadense especializada em programas de intercâmbio e higher education no Canadá.

A SOS International Group, agência educacional canadense localizada nas cidades Toronto e Calgary, está realizando, no Recife, um seminário gratuito para discutir sobre os estudos de intercâmbio no ensino superior no Canadá.

O evento contará com a presença de três instituições da província de Ontário, a Sault College, Niagara College Canada e Conestoga International. Os temas abordarão os estudos superiores, cursos de certificados profissionais, técnicos, bacharelados, pós-graduações e imigração através dos estudos no Canadá.

##RECOMENDA##

O Mais Ontário acontecerá às 19h no dia 31 de março, na rua Buenos Aires, número 80, no Espinheiro, bairro do Recife. Para se inscrever, basta acessar a página do evento.

A feira de empregos on-line Jounées Québec Brésil está com mais de 420 vagas de emprego para brasileiros interessados em trabalhar no Canadá. Os interessados têm até o dia 30 de março para participar.

A iniciativa do governo do Quebec, por meio da agência de desenvolvimento econômico Québec International, está com inscrições abertas para recrutar brasileiros interessados em emigrar para o país, visando amenizar a escassez de mão de obra. O objetivo é atrair 447 mil imigrantes somente neste ano.

##RECOMENDA##

As vagas abertas são para setores como alimentício, engenharia, industrial, manufatura, mineração, saúde, serviços sociais, tecnologia da informação, hotelaria e restaurantes. Os interessados em participar devem se inscrever pelo site do programa.

Além das vagas fora do país, a plataforma oferece oportunidades no Brasil. Confira:

Raízen

A Raízen, empresa integrada de energia e produtora brasileira de etanol, está com 96 vagas abertas para estágio de nível técnico nos estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Podem participar do processo seletivo estudantes que se formarão entre dezembro de 2023 e dezembro de 2024, nos cursos técnicos de açúcar e álcool, alimentos, agroindústria, biocombustíveis, gestão ambiental, meio ambiente e química.

As inscrições podem ser feitas até o dia 19 de março.

Unipar

A Unipar, fabricante de cloro, soda e PVC, está com 23 vagas abertas para o programa de estágio 2023 nas operações das fábricas em Cubatão e Santo André e para o escritório em São Paulo. Há oportunidades para os níveis técnico e superior. Para participar, os candidatos devem estar regularmente matriculados nos cursos superiores de administração, ciência da computação, comércio exterior, contabilidade, direito, enfermagem, engenharia civil, engenharia da computação, engenharia de produção, engenharia elétrica, engenharia mecânica, engenharia química, logística & supply chain, marketing, psicologia, recursos humanos ou sistemas da informação, com formação entre dezembro de 2024 e junho de 2025.

As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de março.

O pernambucano Caio Henrique Gonçalves, de 18 anos, estudante da rede privada de escolas Salesiano no Recife, conseguiu ser aprovado em três universidades dos Estados Unidos, além de garantir três vagas na Universidade de Pernambuco (UPE) e na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

O jovem conseguiu a classificação no curso de Business nas instituições de Iowa State University, University of North Carolina Wilmington e Arizona State University. Além dessas conquistas, Caio ainda aguarda por respostas de mais 15 outras faculdades do exterior.

##RECOMENDA##

“Meu foco sempre foi entrar em uma universidade internacional. Além de ser um aluno de fácil aprendizagem, me preparei para fazer a prova do Scholastic Aptitude Test (SAT) e tive uma boa base no colégio”, conta o estudante.

Pensando em outros colegas que podem ter o mesmo sonho de estudar fora assim como ele, Caio destaca: “É importante ter muita vontade, principalmente por ficar longe da família e da zona de conforto. Mas, academicamente, a dica é aprimorar o inglês, chegando ao menos no nível intermediário e procurando cursos preparatórios para esse objetivo”, finaliza.

O banco Santander, em parceria com a British Council, abriu inscrições para o programa Santander Summer Experience 2023, que oferece 100 bolsas de estudo para estudar inglês no Reino Unido. A iniciativa tem como objetivo impulsionar a proficiência no idioma, uma competência importante para ajudar a melhorar a empregabilidade. 

A bolsa inclui viagem, acomodação, e o curso de três semanas em um campus universitário britânico, no período entre 1 de julho a 17 de agosto. Para se candidatar, não é necessário possuir diploma universitário ou ser cliente do banco, basta ter entre 18 e 30 anos e um conhecimento intermediário em inglês.  

##RECOMENDA##

Os 400 candidatos pré-selecionados na primeira fase seguirão para a próxima etapa, que inclui o preenchimento de um questionário, um texto motivacional, análise do perfil no LinkedIn, envio da cópia do passaporte ou identidade, e um teste de língua inglesa. No final, o British Council irá escolher 100 participantes e 25 suplentes para entrar na lista de espera.  

Os interessados podem se inscrever na página do programa até o dia 30 de janeiro. 

Trabalhar no exterior é um sonho de diversas pessoas. Além de aprofundar o contato com outras línguas e culturas, também vive grande aprendizado e desenvolvimento profissional. Apesar de contar com muita procura, poucas pessoas sabem realmente como ir atrás do seu intercâmbio profissional.

Para discutir sobre isso, Alexandre Argenta é presidente da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (BELTA) e conversou com o LeiaJá sobre os países e as diversas possibilidades que o profissional brasileiro tem de trabalhar no exterior.

##RECOMENDA##

Além do intercâmbio profissional, Argenta listou os vários tipos de intercâmbio mais populares no Brasil. Segundo ele, em primeiro lugar estão os cursos de idiomas, em que a pessoa vai para fora apenas para aprender uma língua. Em segundo lugar está o programa de férias para adolescentes. Estes costumam ir em meses sem aulas, como julho ou janeiro, e aprendem a língua junto com atividades divertidas de esportes e turismo. 

O terceiro tipo de intercâmbio mais popular é o High School, ou seja, o programa de ensino médio que conta com a transferência do aluno brasileiro para cursar no exterior durante um certo período de tempo. Além dos três tipos de programas mais populares aqui no Brasil, ainda há o intercâmbio de turismo, de graduação ou pós-graduação no exterior, e o intercâmbio profissional. 

Contudo, para todas essas visitas, é de extrema importância obter o visto conforme as normas burocráticas de cada país.

“Com certeza é possível trabalhar no exterior fazendo intercâmbio, mas a pessoa precisa ter o devido visto de acordo com o tipo de trabalho que ela quer fazer durante o intercâmbio”, explica Alexandre.

O presidente da Belta explica que há diferentes tipos de vistos. Um destes tipos conta com a visita para intercâmbio de curso de idiomas com a possibilidade de trabalhar de forma legal no país. Alguns dos principais países que permitem isso são a Austrália, Irlanda, Nova Zelândia, Tubar e em Malta.

Outros vistos, no entanto, só permitem a atuação profissional legal com um ensino de nível mais elevado, não apenas de curso de idiomas. É o caso, por exemplo, do curso superior. É possível conseguir o visto para trabalhar legalmente durante ou depois de finalizar o programa de graduação no exterior em países como o Canadá e a Inglaterra, a depender de qual curso de graduação ou pós-graduação que a pessoa esteja cursando.

Emprego fora

Sobre formas de conseguir um emprego no exterior, Alexandre Argenta afirma que não é obrigatório estudar fora ou já ter experiências passadas com intercâmbio. Também pode haver um convite especial vindo de acordo com a experiência acadêmica do profissional e o interesse do empregador.

“Existe a possibilidade de você conseguir estudar no exterior e, de acordo com a regra do visto daquele país e conforme o tipo de estudo que você faz lá fora, você pode ganhar uma liberação, uma autorização legal de trabalho. Porém, por outro lado, existem, também, processos difíceis onde uma pessoa que nunca estudou fora do Brasil, ou que não vai estudar, recebe uma oferta de uma empresa superior, de acordo com a experiência técnica ou acadêmica que ele tem. É difícil, mas pode acontecer”, analisa.

Entre os países com mais oportunidades para brasileiros, o presidente da Belta destaca o primeiro lugar para o Canadá.

“O Canadá tem sido o país número um do principal destino para brasileiros nos últimos anos. (...) A visão que a gente tem é que o Canadá é um país muito aberto e receptivo para receber pessoas de todo o mundo. Isso provavelmente deve-se à extensão territorial considerável, né? O Canadá tem praticamente o mesmo tamanho de território do que os Estados Unidos, por exemplo, mas ele tem 10% da população dos Estados Unidos, falando de grosso modo. Então, muitas vezes, existe uma falta de profissionais no país.”

Ainda de acordo com Argenta, outros países além do Canadá, que são muito populares para receber brasileiros, continuam sendo Estados Unidos, Austrália, Irlanda, Nova Zelândia e Inglaterra.

A Irlanda, por exemplo, trabalha com um sistema de vistos que não são exigidos obrigatoriamente antes de sair do Brasil, apenas ao chegar no país.

“Já outros países possuem um sistema de vistos viáveis, porém, eles possuem uma burocracia que é necessário estar junto ao consulado para obter o visto antes de sair do Brasil”, completa Alexandre.

Ao pensar nas áreas com mais oportunidades fora do Brasil, Argenta destaca a variedade de opções.

“É muito variado mas, geralmente, existe muita vaga ligada ao setor de turismo, né? E de trabalhar na parte de culinária, né? Como restaurantes… Ao mesmo tempo, quando você tem uma formação assim mais específica em algumas das áreas, por exemplo de engenharia ou nas áreas de informática, os brasileiros são muito benquistos no exterior nessas áreas também.”

Entender e ser entendido

Para se preparar para o mercado superior, deve haver muitos cuidados, mas Alexandre reforça, embora seja previsível, dominar o idioma deve ser a prioridade número um. Deve-se estar preparado para falar com confiança, tanto no processo de tentativa de matrícula, ou em casos de entrevista de emprego, se abriu alguma vaga ou oportunidade profissional, é preciso domínio.

“Na verdade, independente da sua formação profissional aqui no Brasil, se você pensa em buscar uma oportunidade de carreira ou experiência profissional lá fora, com certeza deve começar pelo estudo do idioma. Geralmente a gente fala das oportunidades em países de língua inglesa, mas obviamente existem oportunidades em países de língua espanhola, português, italiano, alemão e assim por diante. Então, com certeza o idioma é o número um em importância”, afirma Alexandre.

Dificuldades

O presidente da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio finaliza sua fala com alguns conselhos para os trabalhadores que sonham com um futuro profissional fora do Brasil. “Não é fácil você simplesmente ir trabalhar no exterior sem estar ligado a algum tipo de programa de intercâmbio ou um curso acadêmico. Então essa oportunidade se abre aos brasileiros através de programas de intercâmbio e países que liberam vistos com oportunidade de trabalho de forma legal”, explica.

“Eu acredito que no Brasil, a indústria da educação internacional e o mercado conta com muitas empresas especializadas há muito tempo, então é um mercado muito maduro. O que tem de melhor no mercado internacional e as oportunidades do mundo são possíveis encontrar aqui no Brasil, desde que a pessoa busque o assessoramento profissional correto”, aconselha Alexandre Argenta.

Viver e trabalhar nos Estados Unidos é a meta de muitas pessoas. Para que se torne real, é importante obter o Green Card, um sinal de residente permanente que permite que a pessoa more e trabalhe nos EUA sem nenhum problema por um longo período de tempo.

Para facilitar a vida de alguns empregados, o governo americano entendeu a dispensa de entrevista presencial para a emissão de alguns vistos pelos consulados e embaixadas, com intuito de diminuir a espera na entrega dos documentos aos estrangeiros. Essa permissão já existia em 2022 e, agora, foi estendida até o fim de 2023.

##RECOMENDA##

Alguns dos vistos que recebem essa possibilidade são os vistos de estudante, de turismo, de intercâmbio e de trabalho. Poderão ser dispensados da exigência de entrevistas quando o candidato estiver no primeiro pedido de emissão de visto de trabalho ou na renovação do visto H-2, para trabalhos temporários ou sazonais.

Fazem parte, também, os vistos de estudo e intercâmbio juntamente com os tipos de vistos  H-1, H-3, H-4, L, O, P e Q caso estes já tiverem recebido um visto americano e nunca tiveram pedido negado para ingressar nos Estados Unidos.

Vale ressaltar que, apesar dos casos estarem listados como parte da dispensa, os consulares ainda terão o direito de exigir a entrevista presencial a depender das condições de cada posto diplomático. 

Segundo o site Exame, a quantidade de brasileiros que conseguiram o Green Card em 2022 aumentou mais de 13 vezes quando comparado com o mesmo período no ano de 2021. Os interessados podem conferir mais detalhes sobre essa liberação em sites das embaixadas e consulados.

O Ministério da Educação abriu 30 vagas para o Programa De Desenvolvimento De Profissionais Da Educação Básica Na Irlanda, uma iniciativa que tem como objetivo selecionar educadores que atuem na rede pública para realizarem um curso de pós-graduação (lato sensu) em liderança e gestão educacional oferecido pelo Mary Immaculate College (MIC), na cidade de Limerick, Irlanda.  

A formação será composta por atividades intensivas de aprimoramento da língua inglesa e da redação acadêmica, além da programação voltada à temática de liderança e gestão educacional. O curso de inglês virtual terá uma duração total de 8 semanas, com início a partir de março de 2023. No fim, os participantes que cumprirem a carga horária e cumprirem todas as atividades receberão um certificado de participação.  

##RECOMENDA##

Para participar, é necessário possuir vínculo efetivo com a rede pública e não estar cumprindo estágio obrigatório; exercer a função de docente, coordenador, supervisor ou gestor; possuir diploma de nível superior, preferencialmente licenciatura; possuir currículo cadastrado na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), dentre outros requisitos.  

Os interessados podem acessar o site, preencher o formulário e anexar a documentação exigida no edital até o dia 20 de janeiro. O processo seletivo será realizado por meio de análise técnica e documental, análise de mérito e o curso intensivo de aperfeiçoamento da língua inglesa e teste de nivelamento. 

A pós-graduação na Irlanda acontecerá entre agosto de 2023 e maio de 2024. Os selecionados serão contemplados com passagens aéreas, auxílio instalação, ajuda de custo, seguro saúde, deslocamento, hospedagem, almoço e coffee break, taxas escolas e materiais didáticos.

A Organização Europeia de Pesquisa Nuclear (CERN) abriu seleção para o Summer Student Programme (programa de verão para estudantes, em português), que concede bolsas de estudo para alunos latino-americanos estudarem em Genebra, na Suíça. Os estudantes selecionados farão um contrato de associação de 8 a 13 semanas para trabalhar em projeto técnico avançado, programa de palestras de física e de tecnologia da informação, e assistência para encontrar acomodação. 

O programa é voltado para estudantes de bacharelado ou mestrado em física, engenharia, ciências da computação ou matemática. Os participantes receberão uma bolsa de aproximadamente 7 mil euros, que inclui o pagamento de ajuda de custo de 90 francos suíços por dia, para cobrir os custos de acomodação e alimentação; seguro-saúde; e 200 francos suíços para o transporte.

##RECOMENDA##

Entre os requisitos para participar, é necessário ter completado pelo menos três anos de estudos na graduação, até o verão europeu de 2023; possuir bom conhecimento da língua inglesa (conhecimento da língua francesa é considerado uma vantagem); não ter trabalhado na CERN por mais de três meses, e também não ter participado de edições anteriores.

Os interessados podem se inscrever até 30 de janeiro no site da CERN. Para efetuar a inscrição, os candidatos devem anexar currículo, cópia de histórico escolar recente e duas cartas de recomendação de docentes ou de supervisores de estágios anteriores.

O Ministério da Educação, por meio do programa Stipendium Hungaricum, está oferecendo 250 bolsas de estudo para graduação e pós-graduação na Hungria, país localizado no leste europeu, durante o período letivo de 2023 e 2024. Dentre elas, 100 bolsas dedicadas à graduação, 120 ao mestrado e 30 ao doutorado. 

Entre as modalidades de estudo disponíveis estão: doutorados pleno e parcial; mestrados pleno e parcial; One-Tier Master; graduações plena e parcial, e curso preparatório em língua húngara. 

##RECOMENDA##

Os interessados podem obter mais informações e realizar as inscrições gratuitamente no site da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), até às 14h do dia 12 de dezembro.

O Canadá é um destino muito procurado pelos brasileiros, especialmente por possuir um dos maiores índices de qualidade de vida do mundo, além de ser repleto de atrações turísticas e incríveis paisagens. O país oferece milhares de oportunidades para estudantes e profissionais que desejam se aventurar no território canadense.

Para entrar no Canadá é necessário o visto, que deve ser solicitado antes do embarque. Existem diferentes tipos de viagem e, consequentemente, de visto.

##RECOMENDA##

“A Eagle começou focada nos Estados Unidos, mas no último ano ampliamos a nossa atuação, passamos a oferecer pacotes para o Canadá e a adesão tem sido grande. As pessoas nos procuram em busca de qualidade de vida e se encantam com o clima agradável, as áreas verdes, a gastronomia e os excelentes locais para fazer compras disponíveis no Canadá, além claro, das instituições de ensino e os programas de emprego e estágio”, resume Claudio Cantamessa, diretor da Eagle Intercâmbio no Brasil.

É importante se preparar e pesquisar sobre qual o visto é ideal para você. Abaixo, o diretor da Eagle Brasil, traz algumas categorias.

Visto de turista: “Esse tipo de visto é emitido para pessoas que viajam ao país e desejam permanecer por um período menor que 6 meses. Mesmo que você esteja indo estudar, se a duração for inferior a um semestre, você irá aplicar para o visto de turista. Mas fique tranquilo, essa identificação de estudos não impede que você retorne como turista para o Canadá posteriormente, desde que o visto ainda esteja válido”, comenta o diretor da Eagle.

Visto de estudante com permissão de trabalho: “Muitas pessoas buscam o Canadá como destino pela possibilidade de depender do curso escolhido, receber um visto com permissão de trabalho. O visto de estudante vem classificado como categoria SW-1, chamado de “Student Worker”. Ele é emitido para aqueles que irão realizar um programa de estudo que inclui um período de trabalho", explica Cláudio Cantamessa.

Visto de trabalho: “Infelizmente, os programas de estudo de idiomas que davam direito a permissão de trabalho foram suspensos e, para obter seu visto de trabalho, agora você precisa preencher alguns requisitos básicos diferentes. Se você estiver vindo a convite de uma empresa, vai precisar obter um LMIA (Labour Market Impact Assessment): um documento formal emitido pelo Human Resources Canada (órgão público federal similar ao Ministério do Trabalho no Brasil)”, conclui o diretor.

Com informações da assessoria

De acordo com um estudo do grupo de pesquisa americano Brookings, imigrantes que vão para os Estados Unidos falando inglês fluentemente têm remunerações até 135% maiores do que aqueles que não dominam o idioma. Ter domínio da língua traz grandes benefícios para quem busca se destacar no exterior.  

Dados do Escritório de Estatísticas Trabalhistas de agosto de 2022 indicam que o percentual de pessoas empregadas está um ponto percentual abaixo do nível de fevereiro de 2020. Por causa disso, os setores de hotelaria e serviços, como agentes de aeroportos, enfermeiros domiciliares, vendedores, entre outras vagas permanecem em aberto por muito mais tempo. Em 2021, a taxa de vagas abertas para o setor de hotelaria e serviços foi de 86,3%. Essa porcentagem evidencia o volume de possibilidades aos profissionais estrangeiros, como para os brasileiros. 

##RECOMENDA##

“Procuramos capacitar as pessoas, fornecendo cursos profissionalizantes e entre eles o de inglês, para que todos que desejam ascender profissionalmente e conhecer novas culturas possam ficar mais próximos dessa realidade”, explica Larissa Marcelino, Supervisora de Marketing Digital do Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos). 

Por falta de mão de obra qualificada, determinadas empresas nos Estados Unidos oferecem bônus de contratação ou salários iniciais com valores mais altos que o mercado. Segundo a pesquisa Catho, a diferença salarial entre um profissional com e sem domínio do idioma pode chegar a 70%.

Será realizado, neste sábado (15), a ExpoCanadá, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, das 14h às 18h. O evento oferece uma apresentação com informações e dicas sobre como conseguir uma vaga de trabalho no Canadá.

Ao total, são cerca de 950 mil vagas de trabalho abertas nas terras canadenses que não são preenchidas principalmente por falta de qualificação necessária e adaptação ao estilo de vida e leis do país, além de um bom nível inglês. Estes são problemas que serão discutidos durante a exposição.

##RECOMENDA##

Os palestrantes irão abordar temas de como ingressar no mercado de trabalho, como imigrar para o país de forma mais rápida, quais são as mudanças que o Canadá tem oferecido para que os imigrantes consigam o visto de Residência Permanente e dicas com estratégias de aposentadoria e qualidade de vida.

As oportunidades disponíveis contemplam as áreas de saúde (enfermeiros e técnicos de enfermagem), assistentes sociais, cuidadores de idosos, profissionais de tecnologia da informação, construção, transporte, armazenagem, manufatura, comunicação, marketing, atendimento ao cliente e alguns outros. A organização reforça que no evento não serão ofertadas vagas de emprego, apenas dicas de como conseguir e se destacar nas seleções.

Mais informações sobre a ExpoCanadá você encontra neste site.

No próximo sábado (16), a ExpoCanadá irá realizar um evento gratuito no Recife com o objetivo de apresentar dicas para os profissionais que desejam ingressar no mercado de trabalho canadense. O encontro será realizado no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, das 14h às 18h.

O evento ainda irá esclarecer quais as mudanças que o Canadá tem oferecido para que os imigrantes obtenham o visto de Residência Permanente, como imigrar para o país de forma mais rápida e estratégias de aposentadoria e qualidade de vida. 

##RECOMENDA##

O Canadá possui mais de 950 mil vagas de emprego disponíveis. De acordo com os órgãos oficiais do país, o que impede o preenchimento dessas vagas é a falta de qualificação profissional. As áreas mais requisitadas no país pertencem à área da saúde (enfermeiros e técnicos de enfermagem), assistentes sociais, cuidadores de idosos, profissionais de tecnologia da informação, construção, transporte, armazenagem, manufatura, comunicação, marketing, atendimento ao cliente, entre outros. As províncias com mais oportunidades são Ontário, British Columbia, Quebec, New Brunswick e Newfoundland. 

A iniciativa acontecerá no Bugan Hotel, localizado na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, 4661 – Boa Viagem.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando