Cultura

| Cinema

Alegria aos DCnautas! Segundo informações da Variety, a sequencia do filme The Batman, já tem data marcada e titulo confirmado! Intitulado The Batman: Parte II, o filme será lançado em 2025. O projeto faz parte do novo selo DC Elseworlds, que pretende trazer filmes independentes, fora do universo principal da DC, como Coringa 2, com Joaquin Phoenix e Lady Gaga, com previsão para 2024.

The Batman II faz parte de uma trilogia idealizada pela DC Comics. O longa conta com a permanência de Robert Pattinson no papel do super-herói, e Matt Reeves na direção. O diretor não deu detalhes do filme, mas prometeu que haverá emoção

##RECOMENDA##

- Não vou responder a essa pergunta, mas estamos trabalhando em um filme. Vou colocar para você dessa maneira. Estamos envolvidos nisso e meu parceiro e eu estamos escrevendo, Mattson [Tomlin] e eu estamos escrevendo, e é realmente emocionante, e estou muito animado com o que estamos fazendo.

Mesmo com a data distante, os fãs vão ao delírio!

Hoje (31) é comemorado o Dia Internacional do Mágico. A data está relacionada ao falecimento de São João Bosco (1815-1888). Considerado padroeiro dos mágicos, ele ajudava a completar a renda da família ao fazer apresentações de malabarismo e mágica. E para celebrar a data, a equipe do LeiaJá separou quatro filmes disponíveis nos streamings sobre mágicos. Confira a seguir:  

O Grande Truque (2006) - Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale) se conhecem há muitos anos, desde que eram mágicos iniciantes. Desde então eles vivem competindo entre si, o que faz com que a amizade com o passar dos anos se transforme em uma grande rivalidade. Quando Alfred apresenta uma mágica revolucionária, Robert fica obcecado em descobrir como ele consegue realizá-la. Disponível na HBO Max, Prime Video, YouTube e Apple TV. 

##RECOMENDA##

O Incrível Mágico Burt Wonderstone (2013) - Burt Wonderstone (Steve Carell) é um mágico bastante popular, que frequentemente apresenta seu show em Las Vegas. Entretanto, ele enfrenta sérios problemas quando, subitamente, perde seu parceiro de cena. Burt inicia uma busca para encontrar logo um substituto, já que terá que enfrentar seu maior rival, o também mágico Steve Haines. Disponível na HBO Max, Prime Video, YouTube e Apple TV. 

Oz: Mágico e Poderoso (2013) - Oscar Diggs (James Franco) é um mágico de circo de ética duvidosa que sai do Kansas e vai parar na Terra de Oz. Quando chega, se encanta e acha que tirou a sorte grande, até que ele encontra três feiticeiras. Elas não estão convencidas de que ele é o grande mágico que todos estão esperando. Disponível no Disney+. 

Truque de Mestre (2013) - Os agentes do FBI acompanham uma equipe de ilusionistas que encantam o público e fazem assaltos a bancos durante suas performances. Além dos ladrões, os policiais também são sempre recompensados com esses roubos. Disponível na Netflix, Prime Video, Lionsgate+, HBO Max, Star+, YouTube e Apple TV. 

O astro Michael Jackson (1958-2009) será representado por seu sobrinho, Jaafar Jackson, em filme dirigido por Antoine Fuqua (O Culpado). O longa estrelado pelo filho de Jermaine Jackson será uma cinebiografia do Rei do Pop.

Em seu Instagram, o ator de 26 anos publicou a sua primeira foto caracterizado como Michael Jackson. “Sinto-me honrado em dar vida à história do meu tio Michael. Para todos os fãs de todo o mundo, vejo vocês em breve”, afirmou.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O filme se chamará "Michael" e ainda não possui previsão de estreia. O roteiro ficará por conta de John Logan, enquanto a produção fica com Graham King, responsável por Bohemian Rhapsody, cinebiografia de Freddie Mercury lançada em 2018.

O ator Willem Dafoe pode estrelar o novo filme de Nosferatu, de Robert Eggers (A Bruxa; O Farol). De acordo com informações do Deadline, o ator entrou para o elenco da produção e se une a Bill Skarsgard (It – A Coisa), que viverá o vampiro protagonista. Até o momento, não há informações sobre o papel de Dafoe no filme.

O ator trabalhou ao lado do diretor Eggers em produções anteriores como O Farol (2019) e O Homem do Norte (2022). Além disso, Dafoe recebeu uma indicação ao Oscar ao interpretar Nosferatu em A Sombra do Vampiro (2000).

##RECOMENDA##

A trama do novo Nosferatu é ambientada na Alemanha do século 19 e segue uma jovem assombrada, interpretada por Lily Rose-Depp e o antigo vampiro da Transilvânia (Skarsgard), que a persegue.

Nosferatu, de Robert Eggers, ainda não tem previsão de estreia.

 

Hoje (27) é celebrado o Dia Internacional em Memórias às Vítimas do Holocausto, conforme a Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, aprovada em 2005. A data escolhida marca a libertação dos prisioneiros do maior campo de concentração nazista, Auschwitz, na Polônia. Porta-vozes da ONG destacaram que a data é observada no contexto de um “aumento alarmante de antissemitismo” e consideram que o mundo assiste à tentativa de reescrever a história e de distorcer os fatos do Holocausto.

Alguns filmes retratam sobre a perseguição aos judeus, que viviam em condições de vida deploráveis, escravizados até a morte nos campos de extermínio ou em constante fuga, como “A lista de Schindler” (1993), “O Menino do Pijama Listrado” (2008) e “O Diário de Anne Frank” (1959), que retraram esses horrores. Mas há outros longas que também abordam o tema. Confira:

##RECOMENDA##

A amarga sinfonia de Auschwitz (1980) - Capturada pelos nazistas e enviada para Auschwitz, uma musicista é responsável pela tarefa terrível de amenizar a caminhada dos condenados à câmara de gás. O drama ganhou o Prêmio Emmy do Primetime de Melhor Atriz Coadjuvante em Filme, Melhor Roteiro em Filme ou Especial Dramático e Melhor Especial de Drama. Disponível no YouTube. 

A Vida é Bela (1997) - Durante a Segunda Guerra Mundial na Itália, o judeu Guido e seu filho Giosué são levados para um campo de concentração nazista. Afastado da mulher, ele precisa usar sua imaginação para fazer o menino acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência ao redor. O drama recebeu indicações ao Oscar de Melhor Ator, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Filme Internacional, Melhor Direção, Melhor Roteiro Original e Melhor Montagem. Disponível no YouTube e Apple TV. 

Noite e Neblina (1955) - Dez anos após o Holocausto, Alain Resnais (1922-2014) documenta os locais abandonados de Auschwitz enquanto reflete sobre a ascensão da ideologia nazista e as vidas angustiantes dos prisioneiros do campo usando imagens assustadoras de guerra. Disponível na Amazon Prime Video.  

O Fotógrafo de Mauthausen (2018) - Um prisioneiro em campo de concentração, o fotógrafo espanhol Francisco Boix (1920-1951), que conseguiu guardar, esconder e depois mostrar ao mundo uma imensa série de negativos de fotos das atrocidades cometidas no campo de concentração de Mauthausen, na Áustria. O filme recebeu indicações ao Prêmio Goya de Melhor Direção de Produção, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem e Cabelo e Melhor Direção Artística. Disponível na Netflix. 

O Pianista (2002) - Um pianista judeu polonês vê Varsóvia mudar gradualmente à medida que a Segunda Guerra Mundial começa. Szpilman (1911-2000) é forçado a ir para o Gueto de Varsóvia, mas depois é separado de sua família durante a operação Reinhard. A partir desse momento, até que os prisioneiros dos campos de concentração sejam liberados, Szpilman se esconde em vários locais entre as ruínas de Varsóvia. O drama recebeu indicações ao Oscar de Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Figurino e Melhor Montagem. Disponível no YouTube. 

 

Hollywood se tornou "totalmente disfuncional" – afirma o aclamado cineasta indo-americano M. Night Shyamalan, que volta às salas de cinema com um filme que, mais uma vez, mexe com os nervos do público.

Conciliar "arte e comércio é complicado", disse o rei dos filmes de suspense, em uma entrevista em Paris, que coincide com o lançamento de seu filme "Batem à porta", adaptado de um romance de Paul Tremblay.

##RECOMENDA##

Na Hollywood de hoje, "falando em termos gerais, há filmes que são simplesmente incestuosos, masturbatórios, que falam apenas consigo mesmos. Hollywood fala consigo mesma", disse o diretor de "Sinais" e "Tempo".

"E também há filmes que dizem que são feitos para o público, e [acham] que o público é estúpido. Eles tiram toda a alma disso e se limitam a fazer seu filme por cálculo", acrescentou.

"Estes são sinais de que nossa indústria é totalmente disfuncional", observou.

Segundo ele, os estúdios americanos mudaram muito desde a época de "O Sexto Sentido", seu primeiro grande sucesso, estrelado por Bruce Willis e lançado em 1999, ano de "Matrix" e "A Bruxa de Blair", que se tornaram "clássicos".

"A indústria era diferente naquela época. Tudo se resumia a encontrar os melhores narradores de histórias para contar histórias para o grande público, e todos trabalhavam com esse objetivo", lembrou.

- Um diretor independente -

Para manter sua liberdade, o cineasta, de 52 anos, explica que a única solução que ele encontrou foi “sair do sistema”.

"Pago eu mesmo e faço eu mesmo meus filmes", afirmou.

Em "Batem à porta", M. Night Shyamalan retoma um de seus temas favoritos com a história de uma família isolada em uma cabana na floresta que vê quatro estranhos chegarem. Segundo eles, o fim do mundo está próximo e a única maneira de evitá-lo é sacrificando um deles.

O filme parece ecoar a preocupação contemporânea com as "fake news", nas quais as teorias mais malucas podem provocar atos violentos.

Por ser independente, o cineasta não precisa pedir permissão para “colocar um casal gay no centro da história”, como é o caso dessa família homoparental, nem perguntar se é “uma boa ideia contratar um lutador profissional”, como Dave Bautista, que interpreta o líder dos cavaleiros do Apocalipse que ameaçam a família.

A chave é saber falar com o público, explica M. Night Shyamalan, acrescentando que esta é sua "maneira de se manter saudável nesta indústria doente".

Anitta está de mudança! A funkeira comprou uma nova mansão que custa mais de nove milhões de reais. A casa fica em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, e tem um terreno de mais de mil e 900 metros quadrados, segundo informações do jornal Extra.

Com quatro quartos e grande sala com as paredes de vidro, a mansão é menor que a antiga casa na Barra da Tijuca, que Anitta colocou à venda. Ainda de acordo com o jornal, um dos pontos principais que fizeram a cantora se interessar pelo imóvel foi a cascata na área externa.

##RECOMENDA##

O projeto que une a natureza com as facilidades do mundo moderno já foi vencedor de dois prêmios por revistas especializadas na área, In Magazine e Casa Shopping Magazine.

O ator Claudio Da Passano, que integra o elenco de  ‘Argentina, 1985’, filme argentino indicado à estatueta de melhor longa internacional no Oscar, morreu nesta quarta (25), um dia após a indicação. Ele tinha 65 anos e seu falecimento foi confirmado  pela Associação de Atores da Argentina. 

No longa, Claudio interpretou Carlos Somigliana, dramaturgo e colaborador de Julio César Strassera, que processa a Junta Militar que governou o país entre 1976 e 1983. Ele era filho de pais também atores, Maria Rosa Gallo e Camilo Da Passano. O artista atuou no teatro, na TV e no cinema.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O longa ‘Argentina, 1985’ concorre com Close (Bélgica), EO (Polônia), Nada de Novo no Front (Alemanha) e The Quiet Girl (Irlanda). Os indicados foram anunciados na última terça (24). Já a premiação acontece no dia 12 de março.

O longa "Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo" é o grande destaque do Oscar 2023, com 11 indicações. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou nesta terça-feira (24) a lista de indicados à premiação.

Entre as indicações, o filme aparece em dez categorias, incluindo Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Roteiro Original. Michelle Yeoh foi indicada na categoria de Melhor Atriz, enquanto Jamie Lee Curtis e Stephanie Hsu aparecem em Melhor Atriz Coadjuvante, o que eleva para 11 o núme4ro de indicações. Confira todas as categorias abaixo:

##RECOMENDA##

Melhor Filme

Melhor Atriz — Michelle Yeoh

Melhor Atriz Coadjuvante (duas indicações) — Jamie Lee Curtis e Stephanie Hsu

Melhor Ator Coadjuvante — Ke Huy Quan

Melhor Direção — Daniel Kwan e Daniel Scheinert

Melhor Roteiro Original 

Melhor Figurino

Melhor Edição

Melhor Trilha Sonora Original

Melhor Canção Original — Ryan Lott, David Byrne, Mitski – “This Is a Life”

O ator Ke Huy Quan foi indicado por sua performance na categoria de Melhor Ator Coadjuvante e concorre ao lado de nomes como Brendan Gleeson (Os Banshees de Inisherin), Brian Tyree Henry (Passagem), Judd Hirsch (Os Fabelmans) e Barry Keoghan (Os Banshees de Inisherin).

Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo é escrito e dirigido por Dan Kwan e Daniel Scheinert.

A cerimônia de entrega do Oscar 2023 acontece em 12 de março.

Astro da trilogia A Múmia, Brendan Fraser recebeu a primeira indicação ao Oscar da carreira por papel em A Baleia. Ele concorre na categoria de Melhor Ator ao lado de Austin Butler (Elvis), Colin Farrell (Os Banshees de Inisherin), Paul Mescal (Aftersun) e Bill Nighy (Living).

No filme de Darren Aronofsky (Mãe!), Brendan Fraser interpreta um professor sofrendo com a obesidade mórbida. Isolado de família e amigos, ele tenta reconquistar o carinho da filha, vivida por Sadie Sink (Stranger Things).

##RECOMENDA##

O longa recebeu elogios em festivais de cinema ao longo de 2022, além de colocar Fraser de volta aos holofotes após anos longe de grandes projetos. O retorno do ator foi celebrado pelos fãs na internet, sempre citados por Fraser em discursos de agradecimento.

A Baleia chega aos cinemas brasileiros em 23 de fevereiro. Samantha Morton e Hong Chau completam o elenco. A cerimônia do Oscar 2023 será realizada em 12 de março.

Estes são os indicados nas principais categorias da 95ª edição do Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que acontecerá em Los Angeles, no dia 12 de março.

O sucesso de ficção científica "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo" lidera a corrida com 11 indicações, seguido do filme sobre a Primeira Guerra Mundial "Nada de Novo no Front" e da comédia "Os Banshees de Inisherin", ambos com nove.

##RECOMENDA##

- Melhor filme -

- "Nada de Novo no Front"

- "Avatar: O Caminho da Água"

- "Os Banshees de Inisherin"

- "Elvis"

- "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- "Os Fabelmans"

- "Tár"

- "Top Gun: Maverick"

- "Triângulo da Tristeza"

- "Entre Mulheres"

- Melhor direção -

- Martin McDonagh, "Os Banshees de Inisherin"

- Daniel Kwan e Daniel Scheinert, "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- Steven Spielberg, "Os Fabelmans"

- Todd Field, "Tár"

- Ruben Ostlund, "Triângulo da Tristeza"

- Melhor Ator -

- Austin Butler, "Elvis"

- Colin Farrell, "Os Banshees de Inisherin"

- Brendan Fraser, "A Baleia"

- Paul Mescal, "Aftersun"

- Bill Nighy, "Living"

- Melhor Atriz -

- Cate Blanchett, "Tár"

- Ana de Armas, "Blonde"

- Andrea Riseborough, "To Leslie"

- Michelle Williams, "Os Fabelmans"

- Michelle Yeoh, "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- Melhor Ator Coadjuvante -

- Brendan Gleeson, "Os Banshees de Inisherin"

- Brian Tyree Henry, "Passagem"

- Judd Hirsch, "Os Fabelman"

- Barry Keoghan, "Os Banshees de Inisherin"

- Ke Huy Quan, "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- Melhor Atriz Coadjuvante -

- Angela Bassett, "Pantera Negra: Wakanda para Sempre"

- Hong Chau, "A Baleia"

- Kerry Condon, "Os Banshees de Inisherin"

- Jamie Lee Curtis, "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- Stephanie Hsu, "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo"

- Melhor Filme Internacional -

- "Nada de Novo no Front" (Alemanha)

- "Argentina, 1985" (Argentina)

- "Close" (Bélgica)

- "Eo" (Polônia)

- "The Quiet Girl" (Irlanda)

- Melhor Animação -

- "Pinóquio por Guillermo del Toro"

- "Marcel the Shell With Shoes On"

- "Gato de Botas 2: O Último Pedido"

- "A Fera do Mar"

- "Red: Crescer é uma Fera"

- Melhor Documentário -

- "All That Breathes"

- "All the Beauty and the Bloodshed"

- "Vulcões: A Tragédia de Katia e Maurice Krafft"

- "A House Made of Splinters"

- "Navalny"

- Filmes com sete ou mais indicações -

"Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo" - 11

"Nada de Novo no Front" - 9

"Os Banshees de Inisherin" - 9

"Elvis" - 8

"Os Fabelman" - 7

Os indicados ao Oscar no ano em que o cinema parece ter se recuperado da pandemia serão revelados nesta terça-feira (24), com a expectativa de que a Academia considere filmes como 'Top Gun: Maverick' para ajudar a salvar as bilheterias mundo afora.

A sequência do sucesso de Tom Cruise de 1986 deve ser indicada à categoria de Melhor Filme, a mais cobiçada da premiação, na qual também podem concorrer outras grandes produções como 'Avatar: O Caminho da Água' e 'Pantera Negra: Wakanda Para Sempre'.

##RECOMENDA##

Eles competirão com filmes de gêneros diversos, como o aclamado de ficção científica 'Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo', até o quase autobiográfico 'Os Fabelmans', de Steven Spielberg, bem conceituado entre os críticos de cinema, mas que não parece ter despertado o mesmo sucesso nas bilheterias.

Outras produções no radar dos membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas são a comédia 'Os Banshees de Inisherin', o filme que conta a vida do astro do Rock 'Elvis' e o drama de Cate Blanchett, 'Tár'.

"Esse é um dos anos mais incertos", disse Clayton Davis, editor da revista Variety especializado em premiações.

"Esse é provavelmente o ano em que mais me esforcei em conversar com os membros da Academia para ver onde vai corrida (...) mas é o que eu menos sei", contou à AFP.

"Disputa" internacional 

Um fator que influencia nas previsões do Oscar é o crescimento maciço de votantes estrangeiros na Academia. Aspecto que parece ter sido considerável na consagração do sul-coreano 'Parasita' como o Melhor Filme de 2020 e na indicação do japonês 'Drive My Car' (sem tradução para o português) no ano passado.

"Essa disputa pode continuar", considerou Davis.

Um dos favoritos da corrida deve ser o drama 'Nada de Novo no Front', que na semana passada recebeu 14 indicações no BAFTA, premiação britânica.

Outra forte candidata é a produção indiana 'RRR (Revolta, Rebelião, Revolução)', que, no entanto, não pode concorrer como Melhor Filme Estrangeiro, pois a Índia já foi selecionada através do drama 'The Last Film Show' (sem tradução para o português).

"Sem querer ofuscar o filme que escolheram, que na verdade é muito bom, mas 'RRR' é uma jogada de mestre", disse Davis.

Favoritos

Nas categorias de atuação, Brendan Fraser ('A Baleia'), Colin Farrell ('Os Banshees de Inisherin') e Austin Butler ('Elvis') são os favoritos a serem indicados ao Oscar de Melhor Ator.

Vencedora de duas estatuetas, Blanchett se apresenta como um dos destaques ao prêmio de Melhor Atriz, categoria que também deve contar com Michelle Yeoh, que pode reescrever a história por seu filme 'Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo'.

"Seria a segunda mulher de origem asiática indicada à Melhor Atriz em 95 anos" da premiação, considerou o editor.

Seu parceiro no filme, Ke Huy Quan, que apareceu quando criança em 'Indiana Jones e o Templo da Perdição' a quase quatro décadas atrás, provavelmente estará entre os favoritos à Melhor Ator Coadjuvante.

Angela Basset, indicada à Melhor Atriz Coadjuvante, também pode se tornar a primeira personagem de um filme de super-heróis da Marvel a ser indicada ao Oscar por 'Pantera Negra: Wakanda Para Sempre'.

Já Spielberg está cotado para ser um dos eleitos à estatueta de Melhor Direção.

A produção baseada em fatos reais 'Argentina, 1985', que conta a história do julgamento que condenou militares durante a ditadura no país sul-americano (1976-1983), se apresenta como uma das favoritas ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro após ter sido pré-selecionada pela Academia em dezembro.

"Filme salvador"

O ator de 'O Som do Silêncio' Riz Ahmed e a atriz de 'Girls' Allison Williams irão anunciar os indicados nesta terça-feira em Los Angeles.

A audiência televisiva para as cerimônias de premiação, como o Oscar, vem caindo à medida que os membros da Academia nos últimos anos têm se voltado para filmes independentes menos conhecidos, como 'Nomadland' (sem tradução para o português) e 'No Ritmo do Coração'.

Muitos do setor cinematográfico esperam que o evento faça uma boa distribuição de indicações entre as grandes produções de 2022, sobretudo pelo momento em que gigantes como a Cineworld, segunda maior rede de cinemas do mundo, entrou com pedido de concordata.

O filme épico de ficção científica de James Cameron, 'Avatar: O Caminho da Água', ultrapassou US$ 2 bilhões em bilheteria mundial no fim de semana passado.

Já 'Top Gun: Maverick' gerou cerca de US$ 1,5 bilhão.

Segundo Davis, o filme de Cruise "É o que parece poder ganhar o prêmio de melhor filme".

"Que história melhor do que o filme que salvou os cinemas ser considerado o Melhor Filme (do Oscar)? Essa é uma boa história para se contar", concluiu o especialista.

O diretor James Cameron mais uma vez deixou sua marca na indústria cinematográfica. No último domingo (22), seu novo filme “Avatar: O Caminho da Água” ultrapassou US $2 bilhões de bilheteria, tornando-se a 6ª maior arrecadação da história do cinema. O título ainda está em cartaz nos cinemas, portanto, o valor pode aumentar.

O longa é a sequência da maior bilheteria de todos os tempos, lançada em 2009 e, segundo Cameron, precisava atingir tal marca para cobrir os custos da produção. Além disso, ele disse que o futuro da franquia dependia do sucesso do segundo filme. Ao ter assegurado isso, há de se esperar novos conflitos no universo de Pandora.

##RECOMENDA##

É a terceira vez que James Cameron atinge tal marca – que não é tão comum quanto ele faz parecer. Apenas seis filmes conseguiram conquistar mais de US $2 bilhões em arrecadação - e três deles são do diretor canadense: “Titanic” (1997), em 3º lugar; “Avatar" (2009), em 1º lugar; e "Avatar: O Caminho da Água”, em 6º lugar.  Os demais filmes do ranking são: "Vingadores: ultimato (2019), em 2º lugar; "Star Wars: o despertar da força" (2015) em 4º lugar e "Vingadores: guerra infinita" (2018) em 5º lugar.

Recentemente, a 20th Century Studios anunciou que o filme “Titanic” irá retornar aos cinemas em fevereiro deste ano, em comemoração aos 25 anos da produção. Com isso, assim como seu último lançamento, “Titanic” pode aumentar ainda mais a sua arrecadação. Foi o que ocorreu com “Avatar”, que havia perdido a liderança para “Vingadores: Ultimato”, mas com o retorno às telonas passou o filme da Marvel.  

Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania tem a responsabilidade de apresentar Kang, O Conquistador. Próximo grande vilão da Marvel nos cinemas, o personagem foi inspirado por ninguém menos que o Homem de Ferro.

A influência do herói vivido por Robert Downey Jr. foi revelada por Jonathan Majors, ator que interpreta o Kang em Homem-Formiga 3. O astro explicou que considera importante pensar em como seu personagem reage ao mundo ao seu redor, e estabeleceu Tony Stark como uma espécie de rival para o Conquistador:

##RECOMENDA##

“Você pode olhar para o Homem de Ferro do Robert Downey Jr, ele é o super-herói dos super-heróis. Para ser o super-vilão dos super-vilões, como eu contra-ataco isso no momento em que vivemos?”

Além do herói da Marvel, Majors citou personalidades históricas como inspiração para Kang: “Alexandre, O Grande, Genghis Khan, Júlio Cesar. Comecei por aí”.

Com direção de Peyton Reed, Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania chega aos cinemas brasileiros em 16 de fevereiro. Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas e Michelle Pfeiffer retornam ao elenco.

 

 

Alec Baldwin está passando por um momento turbulento em sua vida após ser indiciado por homicídio involuntário, parecido ao homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, pela morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de filmagem do filme Rust, em 2021. Em sua primeira publicação no Instagram após a acusação, o ator exibiu um registro filho Leo com as mãos nas costas da mãe, Hilaria Baldwin, e escreveu na legenda:

"O velho truque de deixe-me fazer uma massagem nas costas em você."

##RECOMENDA##

Após receber inúmeras críticas de seguidores, o artista alterou o texto e adicionou no final a frase: Batatas fritas a seguir. Nos comentários, ele explicou que precisou fazer a alteração devido ao fato de as pessoas estarem entendendo errado o que foi escrito.

"Eu ajustei o texto. Acho que porque... vocês sabem... tem muito desse lixo do Reddit por aí."

Uma internauta ficou incomodada com a publicação e escreveu:

"Imagine ser indiciado por homicídio involuntário e a primeira postagem que você fizer após o anúncio incluir uma foto de sua esposa em busca de atenção, posada com seu filho pequeno e legendada com uma insinuação sexualmente sugestiva."

Outras pessoas também criticaram:

"Alguém mais acha isso assustador com a legenda? A foto é doce. A legenda torna estranho."

Além disso, Alec Baldwin escondeu o rosto durante a primeira aparição pública após ser indiciado por homicídio culposo. O ator usou papeis e correspondências para esconder o rosto dos fotógrafos.

O Prêmio Framboesa de Ouro revelou os indicados de sua 43ª edição nesta segunda (23). O filme ‘Blonde’ lidera a lista de indicações aparecendo em oito categorias. 

‘Blonde’, produzido pela Netflix,  revisita a história de Marilyn Monroe e foi intitulado como uma cinebiografia. O filme foi indicado no Framboesa de Ouro nas categorias Pior Filme, Pior Roteiro e Pior Diretor, entre outras. 

##RECOMENDA##

Outro destaque na lista foi o ator Tom Hanks, que recebeu três indicações: pior ator (por Pinóquio), pior ator coadjuvante (por Elvis) e pior casal (Tom Hanks & sua cara coberta de látex, em Elvis). A lista dos ganhadores será divulgada um dia antes da festa de entrega do Oscar, no dia 11 de março.


 

Amigos dentro e fora das câmeras! Desde que Jeremy Renner compartilhou a notícia de que sofreu um acidente grave, Chris Evans vem mandando boas energias para o colega de cena através das redes sociais. Tanto é que, na públicação mais recente do Gavião Arqueiro no Twitter, o intérprete de Capitão América não deixou de fazer um comentário elogiando a força do amigo.

Como você acompanhou, no último sábado, dia 21, Jeremy revelou que quebrou cerca de 30 ossos. Ao ver esse Tweet, Evans comentou:

##RECOMENDA##

Filho da p**a forte. Alguém aí já checou como ficou a snowcat?", fazendo referência ao trator que esmagou as pernas de Renner.

E continuou:

"Estou te enviando muito amor."

Brooke Shields revelou que foi estuprada quando era uma jovem atriz de Hollywood no novo documentário "Pretty Baby: Brooke Shields", que estreou na sexta-feira no Festival de Cinema de Sundance.

A ex-supermodelo não revelou a identidade de seu agressor, mas disse que se encontrou com o homem - que já conhecia - logo após se formar na faculdade, acreditando ser uma reunião de trabalho para discutir sua participação em um novo filme.

##RECOMENDA##

Ele a levou para seu hotel alegando que chamaria um táxi para ela de seu quarto. Ao invés disso, desapareceu no banheiro antes de voltar nu e agredi-la, contou Shields.

"Não lutei tanto. Não lutei. Fiquei totalmente paralisada. Achei que meu único 'não' deveria ter sido suficiente. E pensei 'fique viva e vá embora'" lembra no documentário.

Após o incidente, Shields se lembra de ter ligado para seu amigo e chefe de segurança Gavin de Becker.

"Isso é estupro", ele disse, ao que ela respondeu: "Não estou disposta a acreditar nisso".

Shields não havia falado publicamente sobre o incidente até agora.

Fazendo eco ao movimento MeToo, a revelação é um dos vários momentos chocantes do filme, que estreará na plataforma de streaming Hulu em duas partes.

A primeira parte examina a intensa sexualização que Shields experimentou quando criança, incluindo uma provocante sessão de fotos nua aos 10 anos, e sua aparição como prostituta infantil no filme "Menina Bonita", aos 11.

O documentário mostra uma jovem Shields sendo submetida a perguntas obscenas de jornalistas muito mais velhos do que ela sobre seus papéis em filmes como "A Lagoa Azul" e "Amor sem fim", além da série de polêmicos comerciais de jeans da Calvin Klein em que ela estrelou.

Após alcançar a fama mundial na adolescência, Shields frequentou a Universidade de Princeton, inicialmente tendo dificuldade em encontrar papéis de atriz novamente após a formatura, o que a levou a um encontro com seu suposto estuprador.

O documentário, que rendeu a Shields aplausos de pé em sua estréia em Sundance, também narra a subsequente obsessão da mídia com sua virgindade, o alcoolismo de sua mãe e seu primeiro casamento, com o astro do tênis Andre Agassi.

Shields, de 57 anos, disse que "sentiu que era o momento certo da minha vida" para se envolver em um documentário.

"A indústria em que eu estava prepara você para ser excluído e eu não queria me perder nisso. Não queria me tornar essa vítima."

Neste sábado, dia 21, Jeremy Renner fez uma publicação nas redes sociais para falar sobre a recuperação do acidente que o deixou em estado grave. O intérprete do Gavião Arqueiro, da Marvel, foi esmagado por um Snowcat, uma espécie de trator para neve.

O ator exibiu um registro no Instagram em que aparece realizando exercícios para a perna e contou que quebrou mais de 30 ossos. O artista também aproveitou para agradecer todo o carinho e amor recebido.

##RECOMENDA##

Os treinos matinais e as resoluções mudaram neste ano novo em particular… Nasceu da tragédia para toda a minha família e rapidamente se concentrou em unir o amor acionável. Quero agradecer a TODOS por suas mensagens e consideração por minha família e eu... Muito amor e gratidão a todos vocês. Esses mais de 30 ossos quebrados vão se consertar, ficar mais fortes, assim como o amor e o vínculo com a família e os amigos se aprofundam. Amor e bênçãos para todos vocês.

A Netflix possui atualmente 230,75 milhões de assinantes, superando com folga as previsões e expectativas do mercado para o último trimestre, e virando a página de um ano de 2022 difícil para o serviço de streaming, segundo um comunicado de resultados publicado nesta quinta-feira (19).

A plataforma também anunciou que Reed Hastings, fundador da empresa e co-CEO ao lado de Ted Sarantos, deixará o cargo e será substituído por Greg Peters.

##RECOMENDA##

"Estou muito orgulhoso de nossos primeiros 25 anos, e muito esperançoso com os próximos 25", declarou Hastings, que originalmente criou um serviço de aluguel de DVDs por correio. Ele permanecerá na empresa como "presidente executivo".

A Netflix sofreu um baque no ano passado. O serviço perdeu quase 1,2 milhão de assinantes no primeiro semestre.

A plataforma voltou a atrair milhões de clientes no terceiro trimestre e ganhou 7,66 milhões de novos assinantes entre outubro e dezembro, um número bem acima do esperado.

A plataforma se beneficiou das novas temporadas de séries de sucesso como "The Crown", sobre a família real britânica, e "Emily in Paris", mas também de novos programas, como a série documental "Harry & Meghan" e a popular série "Wandinha".

Mas a Netflix continua "sob forte pressão para corrigir a rota e entregar melhores resultados para seus acionistas", disse Paul Verna, analista da Insider Intelligence, depois que "suas ações perderam mais de 50% de seu valor em 2022".

No quarto trimestre, a empresa californiana teve receita de US$ 7,85 bilhões, mas gerou apenas US$ 55 milhões de lucro líquido, bem abaixo dos US$ 257 milhões esperados pelo mercado.

A Netflix colocou em prática no ano passado medidas para gerar novas fontes de receita, que devem dar frutos este ano.

Especificamente, a plataforma lançou um plano de assinatura novo, mais barato e com anúncios em novembro, uma alternativa menos glamorosa que a empresa evitou durante muito tempo.

"Este é o início de uma virada para a empresa", disse Verna. "Esperamos um começo relativamente fraco, com receita de publicidade de US$ 830 milhões em 2023."

"Porque a Netflix, como outras empresas de streaming, enfrenta forte concorrência, ventos econômicos contrários e uma necessidade urgente de se concentrar na lucratividade em vez do crescimento das assinaturas", explicou.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando