Cultura

| (re)vista

O primeiro bailarino do Royal Ballet de Londres , Thiago Soares está em turnê pelo Brasil com o espetáculo inédito, “Thiago Soares e Amigos”. O espetáculo chega ao Teatro Guararapes, em Olinda, na quinta-feira (29).

A apresentação conta com a participação da primeira solista do Royal Ballet de Londres, Mayara Magri. Os dois dividirão o palco com dançarinos pernambucanos que serão selecionados por meio de uma audição a ser realizada no domingo (25). No mesmo dia da audição, haverá, ainda, workshops para o público.

##RECOMENDA##

Entre agosto e outubro, a turnê passará ainda por Curitiba (PR), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). A cada local, uma nova audição será feita. As cinco cidades que abrem o projeto foram escolhidas pelo primeiro bailarino convidado pelo Royal Ballet de Londres por serem locais em que ele nunca se apresentou, numa tentativa de descentralizar as artes cênicas, promover o intercâmbio entre bailarinos e de revelar novos talentos na dança.

A Audição

Thiago Soares selecionará, pessoalmente, os bailarinos (homens e mulheres), maiores de 11 anos, para integrar o elenco do espetáculo “Thiago Soares e Amigos”. Os interessados devem apresentar uma coreografia (solo, duo, pas de deux, grand pas de deux, trio ou conjunto) de seu próprio repertório nas modalidades balé clássico, dança contemporânea, jazz, sapateado, danças populares e danças urbanas.

A audição acontece no domingo (25) no Ballet Gonzales, em Jaboatão dos Guararapes. Mais informações e inscrições devem ser realizadas no site do Pantanal em Dança.

Após se consolidar como um dos maiores produtores de videoclipes no país, além de colaborar para a ascensão do funk, a produtora KondZilla lançou um portal de comportamento voltado para os jovens da favela. O Portal KondZilla já chega com uma marca inédita no Brasil, a de um milhão de seguidores inscritos antes mesmo da publicação do primeiro vídeo. 

Temas como funk, empreendedorismo, diversidade, tendências, dança, moda, educação e bastidores de videoclipes são alguns dos que irão nortear o conteúdo. Os personagens das histórias serão esses próprios jovens, como Rogerinho Original, dono de uma loja de customização de óculos da Oakley, que conta sua história de empreendedor.

##RECOMENDA##

Serão três vídeos novos por semana, com duração de até três minutos. Os vídeos podem ser assistidos no YouTube. Até o momento, o portal conta com 30 vídeos, sendo 10 deles exclusivos para os cadastrados.

Quando somos crianças, estudamos diversos aspectos da cultura e história brasileiras ao longo de toda a vida escolar. No Dia do Folclore, celebrado em 22 de agosto, professores costumam fazer festas e fantasias que encantam os alunos com inúmeros personagens, alegorias e lendas misteriosas. O que talvez vá se perdendo ao longo da vida desses estudantes, é o quanto dessas histórias e figuras dizem de nós mesmos sendo eles responsáveis diretos pela construção de uma identidade e auto-estima nacional. 

Todas as histórias e mitos do folclore são expressões que refletem pensamentos, sentimentos e a atuação de um povo. Construído a partir da combinação de diversas culturas - no Brasil as dos povos negro, indígena e europeus - e transmitido oralmente, de geração a geração, ele ajuda a formar a identidade e a memória de uma nação, dando aos seus uma consciência do quê somos enquanto povo além de contribuir para nossa auto-estima. 

##RECOMENDA##

[@#video#@]

 

“Teatro em cena – edifícios e casas de espetáculos do Recife” é o tema do livro de autoria da arquiteta pernambucana, Luiza Andrada, que será lançado nesta quinta-feira (22), às 18h, na Livraria Jaqueira. Na ocasião, a autora faz uma breve explanação da publicação que traz um levantamento tipológico dos edifícios e salas de espetáculos do Recife a partir do século XIX apresentando as variações das edificações, hierarquias e sua relação com o contexto urbano, o período histórico e a sociedade que produziu esse rico patrimônio material da capital pernambucana.

A obra foi escrita com base no trabalho de pesquisa desenvolvido na graduação em Arquitetura e Urbanismo, na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), em 2012, sob a orientação da professora e arquiteta, Amélia Reynaldo, e só agora será lançada com o incentivo do Fundo de Incentivo à Cultura do Estado de Pernambuco (Funcultura) e produção executiva assinada por Clarisse Fraga, do Bureau de Cultura.

##RECOMENDA##

De acordo com a autora, a escolha do tema se deu devido à importância dos edifícios e salas de teatro, e à singularidade destes exemplos enquanto tipologia. Além disso, ela destaca a carência de estudos mais aprofundados e específicos sobre as edificações, mesmo sendo algumas delas protegidas por uma legislação que, na teoria, garante a preservação.

Serviço

Lançamento Livro “Teatro em Cena” de Luiza Andrada 

Quinta-feira (22) | 18h

Livraria Jaqueira (R. Antenor Navarro, 138 - Jaqueira)

Livro: R$ 30

O pedido de demissão do Secretário Nacional de Cultura, Henrique Pires, após o presidente Jair Bolsonaro declarar que o governo iria vetar projetos audiovisuais sobre a comunidade LGBTQ+, continua gerando discussões. Em meio à polêmica, a Netflix resolveu colocar fogo na lenha sobre o assunto.

No Twitter, o serviço de streaming alfinetou a fala de Bolsonaro. O perfil da plataforma on-line publicou uma lista de filmes e séries com temáticas LGBTQ+. "Gente, deixei cair aqui uma lista de séries e filmes MA-RA-VI-LHO-SOS sobre LGBTQ+. Ah, sim, lembrando que só assiste quem quer, tá?", diz a legenda. Depois da postagem, usuários do microblog detonaram a postura da Netflix.

##RECOMENDA##

Diversas pessoas chegaram a comentar no conteúdo que deixariam de ser assinantes do serviço. "Cancelarei e recomendarei o cancelamento a tantos quantos eu puder. Mais cedo ou mais tarde esse pessoal vai se arrepender de fazer desaforos. Exibir os filmes é legítimo, o que não dá para aturar são as 'negaças e lacrações'. Algumas assinaturas a menos, um dia farão falta", detonou um dos internautas.

[@#video#@]

Com jornada de capacitação, Projeto de Patchwork Sustentável inicia nesta sexta-feira (23), com uma introdução teórica do projeto cultural a partir das 14h no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Sedec, no Bairro Novo do Carmelo, em Camaragibe, Região Metropolitana deo Recife.

As aulas da Oficina de Patchwork Sustentável estão previstas para acontecer no Instituto de Geração de Renda Mentes que Fazem, no bairro do Timbi na segunda-feira (16), quarta-feira (18) e sexta-feira (20) de setembro, das 8h às 12h; na Biblioteca Pública Penarol de Camaragibe, na Vila da Fábrica na segunda-feira (7), quarta-feira (9), e sexta feira (11) de outubro, das 8h às 12h; e no Ateliê Eliane Estylosa, também no Timbi na quarta-feira (14), quinta-feira (15) e sexta-feira (16) de outubro, às 14h.

##RECOMENDA##

Mais de 40 artesãs serão beneficiadas em Camaragibe através da Oficina de Patchwork Sustentável. A iniciativa conta com palestras sobre Sustentabilidade e Identidade Cultural, ministradas pelo consultor do Sebrae Alex Mont’Elberto, com entrada gratuita e contarão com acessibilidade em Libras para alunos com deficiência auditiva.

A ideia é que a prática do Patchwork seja difundida entre mulheres que possam encontrar no artesanato um modo de complementar ou mesmo manter a renda familiar. O projeto é incentivado pelo Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Fundo de Pernambucano de Incentivo à Cultura, Funcultura. Realizado pelo Ateliê Eliane Estylosa, com o apoio da Prefeitura Municipal de Camaragibe.

Serviço

Aula inaugural com Alex Mont’Elberto - Acessibilidade em Libras

Sexta-feira (23) | 14h

Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Rua Padre Oséas, 800, 2ª Travessa, Bairro Novo do Carmelo)

Oficina de Patchwork Sustentável - Turma A com Acessibilidade em Libras

Segunda-feira (2); Quarta-feira (4); Sexta-feira (6) de setembro | 8h

Escola Estadual Frei Caneca (Av. Dr. Belmino Correia, 1214 - Centro, Camaragibe)

Oficina de Patchwork Sustentável - Turma B

Segunda-feira (16); Quarta-feira (18); Sexta-feira (20) de setembro | 18h

Instituto de Geração de Renda Mentes que Fazem (Rua Ersina Lapenda, 349, Timbi)

Oficina de Patchwork Sustentável - Turma C

Segunda-feira (7); Quarta-feira (9); Sexta feira (11) de outubro | 8h

Biblioteca Pública Penarol de Camaragibe (Rua Severino Santos, 351, Vila da Fábrica)

Oficina de Patchwork Sustentável - Turma D

Quarta-feira (14); Quinta-feira (15); Sexta-feira (16) de outubro | 14h

Ateliê Eliane Estylosa (Rua Isabel Alves, s/n, Timbi)

Para inaugurar o projeto 'Recife Mais Cultura', a Prefeitura do Recife (PCR) instalou um novo letreiro na pracinha de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, nesta quarta-feira (21). A intenção do '#XODÓ' é atrair turistas e apaixonados ao local. Este é o terceiro letreiro da capital pernambucana, que já conta com um na própria região e outro na área Central. 

O pontapé inicial do Recife Mais Cultura foi dado pela sambista Gerlane Lops. A proposta é que todas as quartas-feiras ocorram apresentações de grupos culturais no local.

##RECOMENDA##

O letreiro #XODÓ mede dois metros e aguarda interessados em fotografá-lo ou preenchê-lo com cadeados. “Com este novo letreiro, as pessoas são convidadas a interagir e expressar o seu amor. Essa é mais uma iniciativa que convida o cidadão e o turista a vivenciar a cidade”, afirmou a secretária de Turismo, Esportes e Lazer, Ana Paula Vilaça.

Com temática sobre empoderamento feminino, a Escola Pernambucana de Circo realiza o I Festim Periferia Pensante: ELAS por Todos. O encontro acontece na noite do sábado (31) de agosto, às 19h, na sede da instituição, bairro da Macaxeira, reunindo os integrantes da Trupe Circus, artistas da EPC e convidados. Haverá números circenses, apresentações musicais, de dança e poesia, além de artesanato. A entrada é gratuita.

O diálogo com as questões do feminino faz parte da história da EPC. Em novembro de 2018, a Escola montou o espetáculo Flores Fortes que trazia números de circo, dança e teatro feitos por mulheres para mulheres. Em cena, seis atrizes circenses despiam-se de conceitos preconceituosos repletos de machismos e violência fazendo um convite para que, juntas, fossem mais fortes. Em cena, números de bandeiras, pirofagia, mão a mão, bambolês, malabares e, principalmente, a irmandade que emana da colaboração, do conjunto, da união, da percepção de um todo que se completa a cada cena.

##RECOMENDA##

Serviço

I Festim Periferia Pensante: ELAS por Todos

Sábado (31) de agosto | 19h

Escola Pernambucana de Circo (Av. José Américo de Almeida, 05 - Macaxeira)

Gratuito

A Sala Contemporânea do Palacete das Artes recebe a exposição “O Gênio dos Gênios”, na próxima terça-feira (27), às 19h, em homenagem aos 500 anos da morte do artista e cientista Leonardo Da Vinci. De autoria do engenheiro e artesão Thales de Azevedo Filho, a mostra é composta por cerca de 60 obras, entre maquetes, reproduções de pintura e de anatomia, além de uma “linha do tempo” de Da Vinci, e uma instalação de um Anemômetro de tubos cônicos, o modelo possui dois dutos cônicos com raios de aberturas diferentes, capaz de medir a intensidade do vento.

Até a última sexta-feira (27) de setembro, o público terá acesso a maquetes que retratam invenções como o parafuso aéreo, asa articulada, paraquedas, asa delta, rolamento tipo rolimã, armazenador de energia, engrenagem lanterna,mecanismo helicoidal, caixa de marcha, bate estaca, alicate, martelo de cames, macaco, máquina elevatória, navio com pás, boia, escafandro, stand up, caçamba d’água, canhão, roldanas, projetor; além de instrumentos de medição como relógio noturno, anemômetro de cubos cônicos, higrômetro e peças de Arquitetura como escada do castelo de Chambord e a ponte estaiada.

##RECOMENDA##

O Palacete das Artes é um Museu vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), Secretaria de Cultura e Estado da Bahia. Funciona de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h.

Serviço

Exposição “O Gênio dos Gênios – Leonardo Da Vinci”, de Thales de Azevedo Filho Terça-feira (27) | 19h

Palacete das Artes ( R. da Graça, 284 - Graça, Salvador)

Informações (71) 3117 6987

 

Com inúmeros trabalhos em xilogravura, J. Borges, de 83 anos, é o artista homenageado do Galo da Madrugada no Carnaval 2020. A agremiação anunciou nesta quarta-feira (21) o tema do seu Carnaval, "Xilogravuras no Cordel do Frevo". O artista homenageado criou um galo exclusivamente para a agremiação.

Com mais de 50 anos de trajetória, J. Borges produziu mais de 314 folhetos de cordel e inúmeras xilogravuras. O artista tem obras em diversos museus, como o Louvre, na França; o de Arte Popular do Novo México, em Santa Fé, EUA; no Museu de Arte Moderna em Nova York, EUA; e na biblioteca do Congresso norte-americano, em Washington, EUA.

##RECOMENDA##

Para Borges, ser homenageado e ter seus trabalhos no maior bloco de rua do mundo é imensamente satisfatório: “Me senti muito feliz, porque eu vou ilustrar, participar também do desfile do Galo. Ilustrar um clube muito animado, muito grande, um dos melhores do mundo e isso enriquece meu currículo… me sinto muito honrado em servir ao Galo”.

[@#video#@]

O galo da madrugada anunciou nesta quarta-feira (21) o tema do Carnaval 2020. Com o trabalho do artista J. Borges, o bloco enaltece em seu desfile a cultura popular nordestina com o tema Xilogravuras no Cordel do Frevo". 

Para o presidente do Galo da Madrugada, Rômulo Menezes, temos uma cultura rica em arte, destaques na poesia, musica e artesanato, e com esse desfile a agremiação vai fortalecer as raízes da cultura local, dando oportunidade e estimulando novos artistas.

##RECOMENDA##

O bloco, que todo ano leva mais de 1 milhão de de foliões às ruas da capital pernambucana, está em contagem regressiva pra festa carnavalesca. 

Mais informações em instantes.

O Réveillon Parador, no Recife Antigo, chega a sua quarta edição. O evento é realizado no Parador e no Itaipava Catorze, com vista para um dos principais cartões postais da capital pernambucana, e recebe nesta edição Xand Avião, Anitta e Matheus e Kauan.

A festa contará com open bar, buffet, mesa de frios e café da manhã. A festa segue até a manhã do dia 1º de janeiro. Os ingressos já estão à venda.

##RECOMENDA##

O público poderá escolher entre a área comum R$ 360; mesas R$ 2.200, para 4 pessoas; ou por gazebos R$ 13.500, para 20 pessoas, Os ingressos podem ser adquiridos nas lojas Empório HD, na Ticket Folia ou no site Reveillon Parador.

No próximo sábado (24), a Feira do Arruda vai oferecer algo além dos seus hortifruti. O 1º Encontro do Multiverso Cultural vai promover, no pátio da feira, um evento com desenho, música, kpop, cosplay e outras atividades ligadas ao universo Geek/Nerd. O festival é gratuito e começa às 10h.

Promovido pelo programa Multiverso Cultural e comandado por Heloisa Pimentel, o encontro vai contar com diversos parceiros de movimentos de cultura pop do cenário pernambucano. Este será o primeiro evento Geek ao ar livre da Zona Norte do Recife com atividades voltadas para os amantes dessa cultura. 

##RECOMENDA##

Entre elas, estão Artist Alley, ou Beco dos Artistas, com diversos ilustradores e roteiristas locais; Mercado de Pulgas, no qual colecionadores de quadrinhos poderão trocar, vender ou comprar HQs e gibis; e o Mercado Multiverso, com uma grande variedade de artigos e produtos da cultura pop. 

Além disso, o evento recebe o segundo Encontro de Automodelistas de Pernambuco, oferece oficinas de fotografia e cinema e atrações no palco com participações de Arenga Nerd e Paçocando do Conexão Nerdeste, grupos de rock e samba. A festa é gratuita, mas os organizadores pedem que o público leve donativos (roupas e alimentos), que serão encaminhados para os desabrigados das últimas chuvas. 

Serviço

1º Encontro do Multiverso Cultural

Sábado (24) - 10h

Pátio da Feira do Arruda

Gratuito

O poeta, pesquisador e crítico Carlos Gomes lança “Canções não”, obra formada por livro, disco e espetáculo, no próximo sábado (24), às 18h no Teatro Hermilo Borba Filho. O evento contará com o lançamento da publicação assinada pelo artista, show com as músicas do álbum e participação especial de Jomard Muniz de Britto, Nathalia Queiroz e Philippe Wollney. A entrada no espetáculo é gratuita e o livro custa R$ 20. O projeto de lançamento do livro tem incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE).

O livro de poemas “Canções não” começou a ser escrito em 2015. No ano seguinte, ao mesmo tempo que estreava como poeta com o livro “êxodo,” (CEPE, 2016), em que Carlos Gomes conquistou o primeiro lugar no III Prêmio Pernambuco de Literatura, o autor publicava dez poemas em diálogo com fotografias de Amanda Coutinho no site da Revista Cardamomo, e esses poemas viriam a fazer parte do livro “Canções não”.

##RECOMENDA##

Após o processo de escrita do livro, o autor resolveu musicar os poemas e reuni-los em um disco. O álbum tem direção artística do próprio Carlos, que canta e toca violão de aço, e direção musical de Hugo Linns, que toca viola dinâmica e assina os arranjos. Os disco é quase todo formado por músicas que misturam os poemas da publicação. Além dos poemas/músicas do autor, o álbum traz uma versão musicada de “Urbe”, poema de Cida Pedrosa musicado por Carlos, e cantada pela artista e poeta Nathalia de Queiroz. O disco estará disponível para download gratuito no site do artista e nas principais plataformas de streaming.

Serviço

 “Canções não” de Carlos Gomes

Sábado (24) | 18h

Teatro Hermilo Borba Filho (Cais do Apolo, 142)

Gratuito

Formatado como musical, “Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz” passa pelo palco do Teatro Guararapes nesta sexta-feira (23), às 21h. Com músicas ao vivo e histórias, o espetáculo retrata desde o nascimento do artista nos anos 1960, a vida durante a ditadura, os conflitos com o pai, Luiz Gonzaga, seus amores e seus anseios.

Protagonizado por Rogério Silvestre e dirigido por Breno Carvalho, o espetáculo mistura vida e obra de uma das principais vozes da música popular brasileira. A montagem conta com direção musical de Rafael Toledo e produção local de Alexandre Venâncio e Helvécio Nascimento.

##RECOMENDA##

No roteiro, 16 canções assinadas pelo próprio Gonzaguinha que misturam xote, samba, baião e música romântica que foram gravadas pelos maiores nomes da nossa MPB, como Maria Bethânia, Simone, Joanna, Zizi Possi, Raimundo Fagner, Ângela Maria, Cauby Peixoto e por Wagner Tiso, que já participou algumas vezes do espetáculo. 

Os ingressos variam entre R$ 41 (meia entrada) a R$ 122, e estão à venda pelo site da Bilheteria Digital.

Serviço

Musical “Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz”

Setxa-feira (23) | 20h

Teatro Guararapes (Av. Prof. Andrade Bezerra, S/N - Salgadinho, Olinda)

R$ 122 (Plateia Especial Central); R$ 102 (Plateia Alta Central); R$ 112 (Plateia Especial Lateral); R$ 92 (Plateia Alta Lateral); R$ 82 (Balcão)

Classificação 14 anos

O restaurante Seu Boteco, um dos points da gastronomia recifense, irá encerrar as atividades durante o resto do mês de agosto. A partir desta segunda-feira (19), as atividades já não serão mais realizadas, segundo a página oficial do bar, no Instagram.

O encerramento será temporário e tem como objetivo a reforma do espaço. As obras serão assinadas pelo arquiteto Humberto Zirpoli. Além disso, um novo cardápio será montado pelo chef Rapha Vasconcelos. O Seu Boteco está localizado na Avenida Alfredo Lisboa, sem número, no Recife Antigo.

##RECOMENDA##

O Museu do Mamulengo Espaço Tiridá recebe, na próxima terça (20), o lançamento do Catálogo do Mamulengo Pernambucano. A publicação tem o objetivo de divulgar essa tradicional arte nordestina e seus brincantes. Além do lançamento, também haverá palestras e oficinas recreativas. A programação começa Às 9h e segue até às 17h. 

O Catálogo do Mamulengo é formado por registros fotográficos dos trabalhos de 17 artistas de diversas regiões do estado de Pernambuco. As fotos mostram o universo do teatro de bonecos e são resultado de um trabalho coletivo, com textos assinados pelo ator, autor e diretor de teatro Romildo Moreira; assessoria artística do ator e mamulengueiro Fábio Castro; arte gráfica de Diego Amorim; além dos fotógrafos Alexandre Albuquerque e Hans Von Manteufell.

##RECOMENDA##

Além do lançamento, os visitantes do museu também poderão participar de palestras e oficinas recreativas. Crianças de escolas públicas e particulares poderão aproveitar a programação que tem o objetivo de ensinar mais sobre a tradição do mamulengo, uma manifestação cultural e artística. 

Serviço

Lançamento do Catálogo do Mamulengo Pernambucano

Terça (20) - 9h às 17h

Museu do Mamulengo Espaço Tiridá (Mercado Eufrásio Barbosa - Olinda)

 

Inspirado nas músicas do Racionais MC's, Hugo Cacique, um jovem do bairro de Campo Limpo, em São Paulo, criou um dicionário de gírias dos raps do maior grupo mdo gênero no Brasil. O Dicionário Capão é um projeto que toma forma no Instagram, em postagens de verbetes pichados sobre páginas de dicionário.

Hugo pretende com o projeto dar mais visibilidade e peso ao empoderamento trazido pela banda em suas letras. “Uma homenagem à melhor arma dos quatro pretos mais perigosos do Brasil: a palavra”. Diz ele na biografia do perfil na rede social.

##RECOMENDA##

Em entrevista para o Suplemento Pernambuco, Hugo contou que a ideia surgiu durante o trajeto de ônibus e trem entre Morumbi e Capão redondo, que ele fazia na época que ainda morava em Campo Limpo. “Nesses trajetos é muito marcante como o perfil das pessoas vai mudando. Um dia, vendo um mano falando no celular com outros, fiquei imaginando o que as tiazinhas do trem estavam pensando. Daí me veio o estalo para começar o projeto”.

Sobre a escolha do alfabeto fonético, Hugo ainda comenta que a intenção era credibilizar o dicionário. “Mesmo que não siga as regras normativas da gramática, é interessante para dar maior legitimidade. Claro que também tem o fato de enfatizar o caráter oral desta variante da língua. Mostrar que se trata e um dialeto". 

Tipicamente nordestino, o xaxado será protagonista de aulas-espetáculo que vão percorrer Pernambuco a partir da próxima quarta-feira (21). A iniciativa faz parte do projeto  “Tem forró na Ribeira”, com a participação do forrozeiro Assisão e do grupo de xaxado Cabras de Lampião.

De acordo com a programação, o pontapé inicial do projeto será na quarta, às 15h, Escola Ailton Barbosa, no município de Lagoa do Carro, na Mata Norte. Na mesma região do Estado, a aula espetáculo também deve passar por Itambé, já na Região Metropolitana os eventos vão acontecer em Goiana, Paulista, São Lourenço da Mata; enquanto no Sertão, nos municípios de Mirandiba e Exu.

##RECOMENDA##

Tendo como ponto de partida a musicalidade e o ritmo da obra de Assisão e a dança do grupo de xaxado Cabras de Lampião, a ação, segundo a presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião Cleonice Maria, busca reafirmar os valores fundamentados na identidade cultural sertaneja. 

“Além da dança e da música, que demonstram a força do Cangaço e do povo nordestino, o Xaxado atrai ainda uma riqueza de elementos como as indumentárias, as comidas, os hábitos e, principalmente, as histórias, narradas nas letras das canções”, afirmou Cleonice.

Veja a programação: 

Lagoa do Carro - 21 de agosto, 15h, na Escola Ailton Barbosa

Itambé - 22 de agosto, 10h, no Colégio Municipal Profº Nivaldo Xavier de Araújo

Goiana - 22 de agosto, 17h, na Escola Estadual João Alfredo

Paulista - 23 de agosto, 10h, na ETE – José Alencar Gomes da Silva

São Lourenço da Mata - 23 de agosto, 15h, na ETE – Governador Eduardo Campos

Mirandiba - 26 de agosto, 19h - na Escola Municipal Expedito Lopes de Barros

Exu - 27 de agosto, 15h, no Colégio Municipal Bárbara de Alencar

Com o objetivo de fazer as crianças começarem a consumir conteúdo cultural, a Caixa Cultural no Recife lança a iniciativa “Passaporte Cultural”. Durante o segundo semestre de 2019, uma programação diversa focada nas crianças será promovida pelo espaço.

São peças de teatro, oficinas, espetáculos de dança e concertos da Orquestra Criança Cidadã, para incentivar a assiduidade de crianças na primeira e segunda infância nas atividades do centro cultural. Ao participar de qualquer atividade no espaço, as crianças que tiverem o livreto recebem um carimbo e, ao final da programação, todos os pequenos que somarem cinco ou mais carimbos serão convidados a participar de uma atividade surpresa que ocorre em dezembro de 2019.

##RECOMENDA##

O Passaporte Cultural conta com um espaço de identificação da criança usuária e também é possível compartilhar nas páginas as impressões e reações dos pequenos durante os eventos. A ideia é que o material seja também um diário do que os pequenos puderam conferir nas programações e também o que mais gostaram.

O livreto é gratuito e será distribuído na bilheteria do centro cultural a partir deste sábado (17). Os eventos que acontecem neste final de semana já contam como os primeiros carimbos para o Passaporte Cultural. No sábado, às 16h, a Orquestra Criança Cidadã apresenta um concerto gratuito na Galeria do térreo da CAIXA Cultural Recife, e também a exibição da peça "La Cena", dentro da programação do projeto Pintando o 7, que também será exibida no domingo (18) às 11h, e tem ingressos disponíveis na bilheteria. O mesmo evento também promove uma oficina (gratuita) lúdica de processo criativo no domingo, às 14h. Para inscrições na oficina, basta enviar um email.

A CAIXA Cultural Recife fica na Praça do Marco Zero e funciona de terça a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos das 10h às 17h.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando