Cultura

| (re)vista

Laerte Coutinho, de 69 anos de idade, foi internada no Instituto do Coração do Hospital das Clinicas da FMUSP após ser diagnosticada com coronavírus. Na UTI, a cartunista apresenta um quadro estável. As informações foram reveladas pela assessoria do hospital:

“Com quadro clínico estável, a cartunista Laerte Coutinho continua internada na UTI Respiratória do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clinicas da FMUSP), sob tratamento medicamentoso, associado a suporte ventilatório não invasivo, cateter de oxigênio e fisioterapia respiratória. Laerte permanece consciente e comunicativa.”

##RECOMENDA##

Além disso, em um perfil de Instagram autorizado por ela, e que recebeu as informações do filho dela, Rafael Coutinho, há o seguinte texto:

“Laerte continua na UTI, está no oxigênio, sem intubação, e apresentou uma pequena melhora de ontem pra hoje. (...) Continuemos nesta corrente linda de energia pra ela, pois ela recebe todas as vibrações!”

No post da rede social há ainda uma foto projetada em um prédio que traz o rosto de Laerte junto com uma mensagem:

[@#video#@]

A Universidade Guarulhos (UNG) realizará, em 30 de janeiro, um evento focado no turismo, com um ônibus que passará por diversos pontos históricos da cidade da Grande São Paulo. A participação é gratuita. Para se inscrever, o interessado precisa entrar em contato pelo WhatsApp (11) 97213-4494.

Denominado de Gru Experience, a excursão passará pelos seguintes locais: Igreja Matriz e Calçadão, Santuário Bonsucesso, Lago dos Patos, Sanatório Padre Bento e Praça IV Centenário. O ponto de encontro será na sede da UNG, localizada na Rua Engenheiro Prestes Maia, 88, às 8h. O término do passeio está previsto para às 12h. Podem participar pessoas entre 18 e 59 anos, que não estejam no grupo de risco da Covid-19.

##RECOMENDA##

"Guarulhos é uma cidade que possui inúmeros pontos históricos e importantes, mas que, por vezes, o próprio residente do município desconhece. Nosso objetivo é apresentar a estas pessoas a história da região, seus monumentos e curiosidades, criando um sentimento de pertencimento a cidade", pontua o professor do curso de Turismo da UNG e responsável pelo evento, Danilo Ramalho.

Serviços

Gru Experience

Quando: 30 de janeiro, das 8h às 12h

Inscrições: via WhatApp (11) 97213- 4494

Gratuito

 

*da Assessoria de Imprensa

Um manuscrito ditado e corrigido por Napoleão, no qual o imperador se vangloria relatando a batalha de Austerlitz, a maior de suas vitórias, foi colocado à venda nesta quarta-feira (27) em Paris por um milhão de euros (1,2 milhão de dólares).

De 74 páginas, o texto escrito durante seu exílio na ilha de Santa Elena foi ditado ao seu mais fiel colaborador, o general Henri-Gatien Bertrand, e corrigido por Napoleão, que risca palavras e coloca seus comentários nas margens com uma letra minúscula.

##RECOMENDA##

No total, são 11 anotações. O texto está acompanhado de um plano da batalha em papel vegetal desenhado pelo general. A venda coincide com o ano do bicentenário da morte do imperador, em 5 de maio de 1821.

A batalha de Austerlitz de 1805 é considerada uma genialidade estratégica, já que o exército de Napoleão, apesar de sua inferioridade numérica, derrotou a coalizão austro-russa ao fingir estava em retirada, atraindo-a para o planalto de Pratzen, a 100 km ao norte de Viena.

Existem vários escritos sobre a batalha, mas este manuscrito em particular mostra um imperador que se esforça para morrer com imensa glória. O "Dia dos Três Imperadores" - Napoleão, Francisco I da Áustria e o czar Alexandre I -, ocorreu no dia do primeiro aniversário da coroação de Napoleão.

Na véspera da batalha, Napoleão Bonaparte parece atormentado por sua consciência, mas seu lado guerreiro se impõe: "Lamento pensar que perderei boa parte desta gente valente, sofro porque que são realmente meus filhos. Na verdade, às vezes me censuro por esse sentimento porque temo me tornar incompetente para a guerra".

O manuscrito foi adquirido nos anos 1970 por Jean-Emmanuel Raux, proprietário da galeria "Arts et autographes" de Paris. O texto não emprega a primeira pessoa, mas sim a fórmula: "O imperador diz, faz, decide..."

Toda a campanha que antecedeu a batalha, as retiradas, as negociações para divulgar a ideia da fragilidade do exército napoleônico, são detalhados no texto, assim como o combate.

O heroísmo e o entusiasmo são exageradamente exaltados: "Não havia um só oficial, general ou soldado que não estivesse decidido a vencer ou morrer". Quando, depois dos combates, o imperador caminha pelo campo de batalha coberto de mortos e feridos, "nada mais comovente do que ver essas pessoas corajosas reconhecendo-o. Eles esqueceram seu sofrimento e diziam: a vitória estava pelo menos garantida?"

Os russos foram derrotados em apenas nove horas, alguns deles se afogando nos lagos congelados. O inimigo foi tratado com misericórdia e generosidade, segundo o manuscrito, por exemplo quando o imperador se dirigiu a um soldado russo ferido: "Você não deixa de ser valente por ter sido vencido".

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, teve sua primeira conversa por telefone com seu contraparte russo, Vladimir Putin, na qual expressou seu apoio à Ucrânia diante da "agressão" de Moscou e sua preocupação com o "envenenamento" do opositor russo Alexei Navalny.

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse nesta terça-feira (26) que Biden ligou para Putin para discutir sua disposição de estender o tratado de desarmamento nuclear New START e que na conversa ele expressou preocupação com o "envenenamento de Navalny".

##RECOMENDA##

Navalny foi preso em 17 de janeiro ao retornar a Moscou, depois de passar mais de cinco meses na Alemanha se recuperando de um quadro que, segundo ele, foi resultado de um envenenamento realizado por serviços russos por ordem do presidente, o que o Kremlin nega.

Nesta terça, os países do G7 condenaram sua detenção "por motivos políticos" e pediram sua "libertação imediata e incondicional", assim como a de seus apoiadores detidos no sábado durante manifestações em toda a Rússia.

Biden também se referiu ao "forte compromisso" de Washington com a soberania ucraniana frente à "contínua agressão da Rússia".

Os dois líderes também abordaram questões como a suposta interferência russa nas eleições americanas de 2020 e relatos de que Moscou está distribuindo recompensas ao Talibã por matar soldados americanos no Afeganistão.

“Sua intenção era deixar claro que os Estados Unidos agirão com firmeza na defesa de nossos interesses nacionais, em resposta a ações maliciosas por parte da Rússia”, concluiu a porta-voz.

Por sua vez, o Kremlin indicou que o presidente russo apoiava a "normalização" das relações russo-americanas e afirmou que isso "atenderia aos interesses de ambos os países e também de toda a comunidade internacional".

Começam nesta quinta (28) as inscrições para o 6° Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco, oferecido pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE e da Fundarpe. A edição deste ano terá participação 100% on-line, estreando na plataforma digital Prosas, em respeito ao distanciamento social provocado pela pandemia do coronavírus. A premiação, que tem como objetivo reconhecer e premiar a atuação de fazedores e fazedoras de bens culturais de natureza material e imaterial, vai distribuir R$ 90 mil em recursos.

As inscrições seguem até 5 de maio. Os beneficiados do prêmio serão os responsáveis por ações de proteção, preservação, conservação, salvaguarda e outras formas de acautelamento do Patrimônio Cultural em todas as macrorregiões do Estado de Pernambuco. Para se inscrever, é preciso ser pessoa física ou jurídica cujo trabalho de preservação inscrito tenha sido desenvolvido integralmente ou parcialmente em Pernambuco.

##RECOMENDA##

A premiação está dividida em três categorias:  Formação (Ações Educativas); Promoção e Difusão; e Acervos Documentais e Memória Cultural. Para cada uma delas, o primeiro colocado receberá R$ 20 mil e o segundo, R$ 10 mil.

Acesse abaixo o edital e seus anexos:

Edital do 6º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco [2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Edital-do-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-Ayrton-de-Almeida-Carvalho-de-Preserva%C3%A7%C3%A3o-do-Patrim%C3%B4io-Cultural-de-Pernambuco-2020.pdf

Anexo I Resolução Nº 01 do CEPC-PE e Plano Estadual de Cultura [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-I-Resolu%C3%A7%C3%A3o-N%C2%BA-01-do-CEPC-PE-e-Plano-Estadual-de-Cultura-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.pdf

Anexo II Decreto 42.050 de 17 de agosto de 2015 [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-II-Decreto-42.050-de-17-de-agosto-de-2015-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.pdf

Anexo III Declaração de Cessão de Direitos [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-III-Declaracao-de-Cessao-de-Direitos-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.docx

Anexo IV Formulário para Recurso Administrativo [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-IV-Formulario-para-Recurso-Administrativo-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.docx

Anexo V Modelo de Recibo [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-V-Modelo-de-Recibo-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.docx

Anexo VI Ficha de Avaliação das Candidaturas [6º Prêmio AAC 2020]

http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2020/12/Anexo-VI-Ficha-de-Avalia%C3%A7%C3%A3o-das-Candidaturas-6%C2%BA-Pr%C3%AAmio-AAC-2020.pdf

*Via Assessoria de Comunicação

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) convida os produtores culturais do Estado, interessados em submeter projetos nos editais do Funcultura deste ano (Microprojetos Culturais, Música, Audiovisual, Geral), a realizarem ou renovarem seu Cadastro de Produtor Cultural (CPC). Os produtores devem regularizar seus cadastros até 14 de março de 2021 para estarem aptos a participarem dos editais. A novidade neste ano é que a documentação necessária para a inscrição e a renovação do CPC deverá ser enviada, exclusivamente, por e-mail, em formato PDF, por meio do endereço: cpc.funcultura@gmail.com.

Clique aqui e confira o passo a passo para inscrição do CPC. Já o passo para renovação do CPC está disponível aqui. Em caso de dúvidas ou mais informações, os interessados podem acessar o Manual do Produtor Cultural ou entrar em contato com pelo telefone (81) 3184.3023.

##RECOMENDA##

FUNCULTURA SEM PAPEL - Atendendo a uma demanda da produção cultural pernambucana e cumprindo uma promessa do Governo de Pernambuco, a Fundarpe irá digitalizar todos os processos de inscrição de projetos no Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) já para os próximos editais 2020-2021 do Audiovisual, Geral, Música e Microprojetos Culturais.

A digitalização acontecerá por meio da plataforma online Prosas, utilizada em inúmeros editais nacionais, tanto governamentais como de empresas privadas, inclusive multinacionais. O objetivo é, antes de tudo, facilitar e democratizar o acesso aos recursos públicos da cultura.

Principal e mais democrática política de fomento à cultura em nosso Estado, o Funcultura reúne mais de 9 mil produtores culturais cadastrados, que na última década concorreram a cerca de R$ 330 milhões em fomento a projetos no total. Nesse mesmo período foram cerca de 4 mil projetos aprovados em todas as regiões do Estado, muitos com alcance nacional e internacional.

Por meio dos editais, são incentivados projetos das áreas culturais de Artes Integradas, Artes Plásticas, Artes Gráficas e Congêneres (Artes Visuais), Artesanato, Audiovisual, Circo, Cultura Popular e Tradicional, Dança, Design e Moda, Gastronomia, Literatura, Música, Ópera, Patrimônio e Teatro.

*Via Assessoria de Comunicação

 

A Turma da Mônica é parte da vida de diferentes gerações de brasileiros. Os personagens, criados por Maurício de Souza, são tão queridos pelo público que alguns fãs chegam a marcar para sempre esse amor através de tatuagens. Uma postagem no Twitter oficial da turma, no entanto, revelou que Maurício fica preocupado com aqueles que decidem eternizar sua criação no próprio corpo. 

Com um tuíte bastante simpático, o perfil da Turma da Mônica compartilhou a foto de um fã que tatuou Mônica e seus amiguinhos na perna e avisou: “Seu Maurício sempre fica preocupado quando vê tatuagens da Turma. Ele diz: "Que bonito, mas não faça mais isso”. A mensagem acabou recebendo muitas respostas, várias delas com fotos de outras tatuagens”.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Nos comentários, os fãs explicaram suas escolhas de tattoo. “Amo melancia e amo Magali, não podia deixar de eternizar”; “Avisa ele que um dia eu vou tatuar esse Cebolinha”; “Tanta lindeza que a gente quer estampar no corpo”. Alguns dos fãs foram além e tatuaram a própria assinatura do criador da turminha. "Na primeira vez que eu mostrei, ele disse: "Estou literalmente aos seus pés’. Mas nas outras vezes ele fez uma cara de "pq vc fez isso garota?" kkkkkkkk”, disse uma fã que tem o nome do cartunista tatuado no pé.  

 

Com a fase de execução dos projetos selecionados nos sete editais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco, a Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) volta a realizar os Encontros LAB PE nesta próxima segunda-feira (25). A iniciativa tem o objetivo de informar a sociedade civil e gestores municipais sobre a Lei Federal 14.017/2020, e nos próximos dias irá tirar dúvidas e esclarecimentos sobre o relatório de execução previsto para os projetos com recursos da Lei. Os encontros serão transmitidos pelo Youtube da Secult-PE (youtube.com/secultpe), sem a necessidade de inscrição prévia, e com tradução em libras.

A primeira edição na segunda-feira (25), às 9h, abordará detalhes dos Relatórios de Execução dos Editais - Propostas Artísticas e Culturais do Arquipélago de Fernando de Noronha e Aquisição de Bens e Contratação de Serviços Culturais. Também estão previstas outras edições nas próximas quarta (27) e sexta-feira (29) de Janeiro e, 1º e 3 de fevereiro, sempre a partir das 9h. (Confira a programação abaixo).

##RECOMENDA##

De acordo com Márcia Branco, coordenadora dos Encontros LAB PE, “a iniciativa é aberta ao público, mas com foco naqueles que submeteram projetos nos editais promovidos com recursos da Lei Aldir Blanc pela Secult/PE”, destaca.

“Esperamos fortemente a participação do público em geral assim como dos representantes dos três Conselhos (Conselho Estadual de Politica Cultural, Consultivo do Audiovisual e de Preservação do Patrimônio Cultura), e dos representantes das Comissões Setoriais (Dança, Artes Visuais, Fotografia, Música, Cultura Popular, Gastronomia, Design e Moda, Circo, Ópera, Teatro, Literatura e Artesanato), fortalecendo assim essa ação de interesse social”, explica Márcia Branco.

O Encontro LAB PE é mais uma ação da Secretaria Estadual de Cultura no sentido de prestar assistência ao público em geral e aos municípios sobre a Lei Aldir Blanc. De agosto de 2020 pra cá, foram realizados mais de 40 encontros virtuais, que reuniram cerca de 1.500 participantes, entre artistas, fazedores de cultura e gestores municipais.

Atendimento

A Secult-PE realiza, nesta quinta (21) e sexta-feira (22), um treinamento voltado para a equipe do Atendimento da LAB PE pelo Whatsapp. A iniciativa tem o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre os Relatórios de Execução da dos Editais LAB, tornando a equipe apta a responder as dúvidas do público. Participam desse treinamento a equipe de atendimento, coordenada por Andréa Mota (GPC), e assessores jurídicos e de finanças da Secult-PE.

De agosto de 2020 até aqui, foram realizados mais de três mil atendimentos pelo Whatsapp. Para entrar em contato com a Equipe de Atendimento, basta enviar uma mensagem para o telefone (81) 3184-3018 ou acessar o link: bit.ly/3hrtlPE (Web Whatsapp). Outras informações sobre a Lei Aldir Blanc estão disponíveis no Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br/leialdirblanc). 

Serviço:

Encontros LAB PE

Quando: 25, 27 e 29 de janeiro/ 1 e 3 de fevereiro, sempre no horário das 9h

Onde: Canal do Youtube da Secult-PE (youtube.com/secultpe), com tradução em libras

Gratuito

 

Confira a programação dos próximos Encontros LAB PE:

(Sempre às 9h)

 

Segunda-feira (25/01)

Editais - Propostas Artísticas e Culturais do Arquipélago de Fernando de Noronha e Aquisição de Bens e Contratação de Serviços Culturais

 

Quarta-feira (27/01)

Edital - Festivais / Aba de Eventos

 

Sexta-feira (29/01)

Editais - Formação e Pesquisa e Criação, Fruição e Difusão

 

Segunda-feira (1º/02)

Editais - Prêmio de Salvaguarda e Registro Audiovisual de Saberes Tradicionais e da Cultura Popular e Prêmio Sustentabilidade Emergencial dos Circos Itinerantes

 

Quarta-feira (3/02)

Preenchimento on-line dos formulários do Relatório de Execução no Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br)

 

*Via Assessoria de Comunicação

Na última sexta (22), a capa da edição especial de aniversário da capital paulista da Revista Veja São Paulo causou um verdadeiro tumulto nas redes sociais. Trazendo o título “São Paulo, a capital do Nordeste”, a publicação gerou reações negativas por parte do público e até mesmo perfis oficiais de algumas prefeituras de cidades nordestinas se manifestaram. 

A revista trazia na capa seis personagens nordestinos que vivem atualmente na capital paulista, chamados de “novos migrantes”. Alguns acharam a matéria lisonjeira e a interpretaram como uma homenagem ao Nordeste, como por exemplo no comentário: “São Paulo é a maior cidade nordestina sim, e com muito orgulho. Param de mi-mi-mi. Devemos muito ao povo nordestino”.  Porém, boa parte dos comentários acusavam a publicação de ter sido preconceituosa e xenofóbica. 

##RECOMENDA##

Entre os que não gostaram muito da abordagem, estavam alguns perfis oficiais de prefeituras de capitais da região Nordeste. A de Salvador repostou a capa e escreveu: “Sextou com S de só rindo, viu?”. Já a de Fortaleza postou uma brincadeira: “Enquete rápida aqui. Qual o melhor comentário sobre a capa de aniversário de SP da Veja SP: arriégua, aí dentu, ieeeiiii”. 

[@#video#@]

Na postagem da própria Veja, os comentários foram muitos e, em boa parte, negativos. “Como nordestina que mora em SP eu me sinto extremamente desrespeitada”; “Zero surpresa com a prepotência do paulista de se achar o umbigo do brasil e a capital do Nordeste”; “Nordeste não é um Estado. É uma região que tem 9 capitais e nenhuma delas com certeza se chama São Paulo, que por sinal adora humilhar e rebaixar os nordestinos. Vão se lascar!”.

Dirigido por Patrizia Landi e Vincent Rimbaux, o documentário 'Ressaca' estreia nas plataformas de streaming NetNow, Oi Play e Vivo Play no dia 28 de janeiro. O filme é uma é uma coprodução entre Brasil (Cafeína Produções) e França (France Télévisions / Babel Doc) e recentemente conquistou o Emmy Internacional 2020 na categoria Arts Programming.

O longa acompanha o corpo artístico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro quando os salários são suspensos. 'Ressaca' percorreu importantes festivais internacionais e foi vencedor de Melhor Documentário e Melhor Direção de Documentário no Festival do Rio 2019 e conquistou o prêmio de Melhor Som no 29º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema.

##RECOMENDA##

Participação do 'Ressaca' em festivais: 

FIPADOC 2019 (competition), Biarritz/France;  

FIGRA 2019 (competition), Saint-Omer/France;  

FULL FRAME 2019 (competition), North Carolina/USA;  

DOKFEST München 2019 (competition / Included in the section "cinema at its best"), München/Germany;  

CINE CEARÁ 2019 (Best sound design), Ceará/Brasil;  

PRIX ITALIA 2019 (Special Mention of the Jury), Rome/Italy;  

FIFAC 2019 (Special Mention of the Jury), Saint-Laurent du Maroni/French Guyana. 

FESTIVAL DO RIO 2019 (Melhor Documentário e Melhor Direção de Documentário) 

Emmy Internarional Awards 2020 – Arts Programming 

*Da assessoria

Adaptado para atender aos protocolos de segurança relativos à pandemia do novo coronavírus, o festival Janeiro de Grandes Espetáculos transformou sua 27ª edição em JGE Conecta. té o dia 28 de janeiro, o público poderá conferir 35 espetáculos - sendo 13 deles presenciais -, de Teatro Adulto, Teatro para Infância e Juventude, Dança e Música. Confira alguns dos destaques da programação até o próximo domingo (24). 

Quinta - 21 de janeiro

##RECOMENDA##

TEATRO ADULTO

Ópera D’água

Com a Reduto  CenaLAB (Surubim/PE)

Serviço:

19h, no Teatro do Parque

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$10 (meia), à venda no Sympla

Classificação: 16 anos

DANÇA

Mestiçagem (Manaus)

Serviço:

19h, online através do Youtube do festival

Gratuito com reserva de ingresso através do Sympla

Classificação: 18 anos

Sexta - 22 de janeiro 

ESCOLAS DE TEATRO, DANÇA E CIRCO

Processo Medusa

Com o Núcleo Biruta de Teatro (Petrolina)

Serviço:

16h, online através do Youtube do festival

Gratuito com reserva de ingresso através do Sympla

Classificação: 12 anos

MÚSICA

Lua Costa Canta Vanessa da Mata (Jaboatão dos Guararapes)

Sinopse: Homenagem a Vanessa da Mata feita por uma banda de mulheres que busca 

Serviço:

19h30, no Teatro Luiz Mendonça

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda na Sympla

Classificação: Livre

TEATRO ADULTO

Jogo do Bicho

Com o Grupo Garagem (Manaus)

Serviço:

21h, online através do Youtube do festival

Gratuito com reserva de ingresso através do Sympla

Gênero: Drama

Classificação: 16 anos

Sábado - 23 de janeiro 

ESCOLAS DE TEATRO, DANÇA E CIRCO

Contos em Dor Maior

Com Escola de Teatros Fiandeiros (Recife)

Serviço:

16h, online, através do Youtube do festival

Acesso gratuito

Classificação: 10 anos 

TEATRO ADULTO

Desatinos

Com Cia Capela Alquímica (Recife)

Serviço:

20h, no Teatro de Santa Isabel

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda na Sympla

Classificação: 18 anos

MÚSICA

Istmo Digital

Com Sargaço NightClub (Recife)

Serviço:

21h, online, através do Youtube do festival

Ingressos: R$ 20, à venda na Sympla

Classificação: Livre

Domingo - 24 de janeiro 

PALAVRAÇÃO

Conversas virtuais que reforçam as pontes e ampliam os diálogos.

Serviço:

10h, online, através do Youtube do festival

Acesso gratuito

Classificação: Livre

TEATRO ADULTO

O Botequim da Elizeth Cardoso | INGRESSOS ESGOTADOS

Com Amotrans – Articulação e Movimento Para Travestis e Transexuais de PE (Recife)

Serviço:

19h30, no Teatro do Parque

Ingressos esgotados

Classificação: Livre

 

A programação completa pode ser vista no site oficial do festival. 

 

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) realiza, nesta quinta (21) e sexta-feira (22), um treinamento voltado para a equipe do Atendimento pelo Whatsapp da Lei Aldir Blanc em Pernambuco – disponível por meio do telefone (81) 3184-3018 ou pelo link: bit.ly/3hrtlPE (Web Whatsapp). A iniciativa tem o objetivo de subsidiar a equipe sobre as perguntas relacionadas ao relatório de execução dos sete editais promovidos pela Secult-PE com recursos da Lei Federal 14.017/2020.

O treinamento será realizado no Youtube da Secult-PE (http://www.youtube.com/secultpe), exclusivamente para os participantes, e também ficará à disposição para consulta da equipe.

##RECOMENDA##

De acordo com Andréa Mota, responsável pela equipe do Atendimento pelo Whatsapp da Lei Aldir Blanc, o treinamento será voltado para dez pessoas. “Teremos também a participação de cada coordenador de edital, além de uma pessoa da Gerência Administrativa Financeira e da Gerência Jurídica da Secult-PE, para o levantamento de perguntas de cunho operacional, de conteúdo, financeiro e jurídico”, explica.

Na quinta-feira (21), a partir das 9h, a equipe de Atendimento do Whatsapp da Lei Aldir Blanc em Pernambuco terá um treinamento a respeito dos editais de Aquisição e Fernando de Noronha. Na sexta-feira, às 14h, será a vez dos participantes serem treinados sobre os editais de Fruição, Formação, Circo, Festival e Salvaguarda.

De agosto de 2020 pra cá, mais de três mil atendimentos foram realizados pela Equipe de Atendimento da LAB PE. Para entrar em contato, basta enviar uma mensagem para o telefone (81) 3184-3018 ou acessar o link: bit.ly/3hrtlPE (Web Whatsapp).

Para mais informações sobre a Lei Aldir Blanc em Pernambuco, acesse www.cultura.pe.gov.br/leialdirblanc.

 

*Via Assessoria de Imprensa

Já diz o ditado que “o melhor do Brasil é o brasileiro”. O bom humor do povo é capaz de transformar os problemas mais difíceis e preocupantes em situações cômicas e se a ‘memelândia’ pudesse ter um comitê presidencial, esse certamente seria encabeçado por alguém do Brasil. 

Em Olinda, um problema no abastecimento de água da cidade, que assola alguns de seus bairros há algumas semanas, deu o mote para o reality show humorístico Largados e Cagados, publicado nas redes sociais. Apesar da dor de cabeça, Thiago Ferreira, mais conhecido como Thiago Goiaba, da página 4 Cantos News, transformou em humor a crítica e o apelo para a abastecedora de água da cidade, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). 

##RECOMENDA##

No primeiro episódio do reality, cujo nome faz uma paródia com o programa Largados e Pelados, Thiago mostra o ‘perrengue’ do olindense que já está no décimo dia sem água. Em entrevista ao LeiaJá, ele explicou a motivação para o roteiro. “A gente tá vivendo esse reality show aqui em casa, a pia tá cheia de louça, banheiro sujo, a gente tá usando água mineral pra fazer as coisas, eu só fiz colocar na telinha o que a gente tá vivendo mesmo”, diz o humorista que mora no bairro do Bonsucesso.

A ideia é  publicar um episódio por dia até que o abastecimento de água volte ao normal na região. Pelos comentários na primeira publicação, é possível ver a identificação do público que aproveita para denunciar em quais outros bairros da cidade também há falta de água. Segundo alguns seguidores, em algumas regiões a água não aparece há cerca de um mês.  

[@#video#@]

Thiago, que também é advogado, diz que o humor o ajuda na sua profissão e também pode ajudar em momentos críticos como esse vivido pelos olindenses. O reality surgiu para ar um  pouco mais de leveza ao tema, além de chamar atenção para ele. “Ajuda a  divulgar a situação também. O que é mais revoltante não é só a falta da água, é porque a Compesa não fala o que tá acontecendo, quando vai chegar, a gente fica sem saber”. 

O LeiaJá procurou a Compesa para esclarecer a falta de água em Olinda mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria. O espaço segue aberto. 


 

Após 50 dias de inscrições, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, anuncia o total de 1096 projetos inscritos nos editais 2020/2021 do Sistema de Incentivo à Cultura (SIC). O número é mais que o quíntuplo das inscrições registradas nos editais passados, lançados em 2019. E o investimento será o dobro. Os novos editais irão assegurar R$ 11,6 milhões para a produção cultural do Recife, em suas mais variadas linguagens e desdobramentos, da literatura ao audiovisual.

O Fundo de Incentivo à Cultura, que contará com R$ 7,3 milhões, provenientes da dotação orçamentária do poder público municipal, foi o mecanismo que registrou mais inscrições, com um total de 959 projetos submetidos até a meia-noite do último dia 15, quando se encerraram as inscrições.

##RECOMENDA##

Outras 137 inscrições foram registradas para o Mecenato de Incentivo à Cultura, que totalizará R$ 4,3 milhões em investimentos privados, a partir da garantia de isenção de impostos para quem investir na cultura da cidade. A cada patrocinador/investidor, a renúncia será de, no máximo, 20% do Imposto Sobre Serviços (ISS) que incide sobre suas atividades. Cada projeto poderá ter mais de um incentivador.

Os projetos serão agora avaliados por uma Comissão Deliberativa, formada por especialistas culturais, entre representantes do poder público e do Conselho Municipal de Políticas Culturais. No próximo mês de março, a Prefeitura do Recife divulga a primeira lista de projetos aprovados por mérito cultural, assegurando, em seguida, um prazo para recursos e outro para entrega da documentação.

O anúncio dos projetos aprovados nos editais 2020/2021 do Sistema de Incentivo à Cultura (SIC) se dará no mês de abril, com novo prazo para recursos e eventual chamada de suplentes no início de maio, quando será divulgado o resultado final dos editais.

Aumento nas inscrições  

Em relação aos editais 2019/2020, a quantidade de inscritos registrada agora mais que quintuplicou. Para os editais passados, foram contabilizadas 205 inscrições, com foco em música, artes cênicas, audiovisual, fotografia, literatura, artes visuais, artesanato, cultura popular e patrimônio artístico e cultural.

Além disso, a procura pelos dois mecanismos de incentivo se deu na ordem inversa nos editais passados do SIC, com 127 inscrições para o Mecenato e 78 inscrições para o Fundo.

O SIC 2019/2020 destinou R$ 5,6 milhões à produção artística no Recife, garantindo variadas alternativas de trabalho e fruição cultural diante de um cenário nacional de desmonte e estagnação. Somados, os editais 2019/2020 e 2020/2021 totalizam um investimento de R$ 17,2 milhões na cultura da cidade.

*Via Assessoria de Imprensa

 

A Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) divulgou, nesta terça-feira (19), a lista dos proponentes habilitados no Edital de Credenciamento de Propostas de Oficinas para o Programa Jornada de Formação para a Promoção e o Fomento da Cultura de Pernambuco. Das 61 inscrições registradas no certame, 47 foram habilitadas. Confira aqui o resultado.

Caso ainda não tenham feito, os proponentes habilitados devem enviar toda a documentação solicitada no edital, inclusive as certidões, até o próximo sábado (23). O envio deverá ser através do e-mail editaljornadaformacao@gmail.com. As propostas habilitadas só serão credenciadas com a entrega completa da documentação solicitada.

##RECOMENDA##

Já os candidatos que tiveram as propostas desabilitadas poderão apresentar, desta terça-feira (19) até o dia 25 de janeiro (segunda-feira), um pedido de reconsideração para o e-mail editaljornadaformacao@gmail.com, conforme descrito no calendário do edital.

"Por se tratar de um edital de credenciamento de propostas, a habilitação não significa necessariamente contratação. Quem vai escolher os cursos que serão executados são os gestores municipais, a partir da demanda de formação e capacitação das cidades. Se não contratarmos nesse primeiro momento, a proposta habilitada poderá ser executada posteriormente", diz Priscilla Marques, gerente de Territorialidade e Equipamentos Culturais da Secult-PE, responsável pela coordenação do edital.

A ideia é que os cursos comecem a partir do mês de abril. "Por conta da pandemia, precisamos definir ainda se o formato será virtual ou presencial. Tudo vai depender da evolução dos casos aqui em nosso Estado", ressalta Marques.

Programa Jornada de Formação para a Promoção e o Fomento da Cultura de Pernambuco 

A iniciativa, que é fruto de um convênio firmado entre a Secult-PE e a Secretaria Especial da Cultura, vinculada ao Ministério do Turismo (MTur), por meio de uma emenda parlamentar do deputado federal Renildo Calheiros (PCdoB), desenvolverá entre os meses de abril e outubro de 2021 ações (presenciais ou virtuais) voltadas para a capacitação e qualificação em atividades artístico-culturais, técnicas de gestão, produção e sustentabilidade para artistas, produtores, técnicos, gestores e agentes culturais de cinco cidades do Estado: Recife, Olinda, Camaragibe (RMR), Palmares (Mata Sul) e Nazaré da Mata (Mata Norte).

Ao todo, serão realizadas 20 propostas de oficinas. As vagas serão ofertadas prioritariamente para mulheres, visando a geração e ampliação de renda no setor, o incentivo à criação de Arranjos Produtivos Locais – APLs, e o desenvolvimento das cadeias produtivas ligadas à economia da cultura local de cada município.

O resultado final do edital será publicado até o dia 29 de janeiro de 2021. Confira aqui o certame e seus anexos na íntegra.

*Via Assessoria de Comunicação

 

A primeira bailarina negra do Staatsballett de Berlim, Chloé Lopes Gomes, afirma ter sofrido racismo dentro da companhia, uma acusação que levou a direção a ordenar uma investigação interna.

Um dia, a professora de balé da renomada companhia distribuiu um véu branco para as bailarinas usarem em uma cena de "La Bayadera", uma obra do repertório clássico do século XIX.

##RECOMENDA##

Quando chegou a vez da francesa de 29 anos, a professora "soltou, rindo: 'Me recuso a te dar, porque este véu é branco e você é negra'", conta a bailarina à AFP.

Uma outra dançarina da companhia, que pediu anonimato, confirmou: a professora de balé "disse isso como se fosse uma piada (...). Fiquei muito chocada".

'Assédio moral'

Chloé Lopes Gomes, formada na escola de Bolshoi, sentiu-se humilhada, mas não surpresa. Desde que chegou em Berlim em 2018, ela afirma ser vítima de "assédio moral" por parte dessa professora.

"Durante o primeiro ensaio do 'Lago dos Cisnes', éramos seis novas bailarinas, mas todas as correções eram direcionadas a mim", insiste.

Os comentários duraram meses. "Ela me dizia: 'quando você não está na fila, só você é vista porque você é negra'". A outra bailarina também confirmou esse comentário.

A jovem, de mãe francesa e pai do Cabo Verde, seguiu em frente porque é uma "batalhadora" que quer provar "que merece seu lugar".

Mas o estresse cobrou seu preço. Ela acabou machucando o pé, o que provocou oito meses de descanso e um tratamento com antidepressivos.

Quando voltou, em fevereiro passado, a professora quis forçá-la a usar maquiagem branca mesmo depois de um co-diretor se opor a esta prática e ir embora.

"Branquear a minha pele era como renunciar à minha identidade", protesta a ex-bailarina da Ópera de Nice e do Béjart Ballet de Lausana.

Quando tomou ciência dos acontecimentos no outono, a direção da Staatsballett, que emprega pessoas de 30 nacionalidades diferentes, ficou atônita.

"Pela nossa diversidade simplesmente não pensávamos que pudéssemos ser afetados pelo racismo no dia a dia. Realmente nunca pensamos nisso. Mas estávamos equivocados", reconheceu a diretora interina, Christiane Theobald, em uma entrevista por telefone na qual se opôs a forçar os artistas negros a usar maquiagem branca.

Em dezembro, a Staatsballett criou uma célula de investigação interna. "Todos os funcionários podem apontar anonimamente todos os eventos de discriminação", afirmou Theobald.

A professora de balé se recusa a comentar o ocorrido e, por motivos legais, a direção não quis se pronunciar sobre possíveis medidas disciplinares.

Apesar de tudo, Chloé Lopes Gomes deixará a Staatsballett em julho porque seu contrato não foi estendido.

Neste ambiente "muito elitista e fechado", ela sabe que há vários obstáculos pelo caminho. Mesmo assim, quer acabar com o racismo sofrido por bailarinos pardos ou negros no balé clássico, quase exclusivamente branco.

Ela não é a única. Bailarinos da Ópera de Paris, incluindo seu irmão Isaac Lopes Gomes, reivindicam mais diversidade.

'Kirikú'

"Não conheço uma pessoa que não tenha que aguentar comentários racistas como: 'você tinha que alisar o cabelo porque tem uma juba de leão, tem que colocar sua bunda de negra para dentro, você pula como Kirikú (menino africano de um filme de desenho animado)".

Desde que calçou as primeiras sapatilhas de balé quando era pequena em Nice, Chloé Lopes Gomes sentiu que era diferente.

"Nunca tinha maquiagem adaptada para o meu tom de pele, eu tinha que levar a minha", explica. "Também era a única que tinha que fazer meus próprios penteados" porque as cabeleireiras não gostam de cabelos crespos.

Ela queria tanto se encaixar, que aceitava. "Mas são os detalhes que te fazem se sentir excluída", continua.

É uma batalha difícil. O balé romântico é regido por regras estritas que datam do século XIX e que foram projetadas para dar uma impressão de homogeneidade.

Chloé Lopes Gomes é contra isso. "Estou cansada de ouvir que não se pode contratar negros porque não temos os corpos para a dança clássica. É só um pretexto".

A Disneyland Paris, a maior atração turística da Europa, adiou sua reabertura para 2 de abril, sete semanas depois do planejado inicialmente, devido à pandemia da Covid-19.

"Dada a atual situação de saúde na Europa, a Disneyland Paris não reabrirá em 13 de fevereiro, como se havia anunciado anteriormente", anunciou o parque no Twitter.

##RECOMENDA##

"Se as condições permitirem, reabriremos a Disneyland Paris em 2 de abril de 2021", acrescentou.

Depois de paralisar suas atividades entre 13 de março e 15 de julho, a Disneyland Paris, que emprega 17.000 pessoas, voltou a fechar em 30 de outubro.

A administração não prevê um retorno às atividades normais antes de 2022, disse uma fonte sindical em dezembro.

Em nível mundial, o grupo Disney planeja cortar 32.000 postos de trabalho em suas atividades de parques de atrações até o final do primeiro semestre de 2021, incluindo 28.000 nos Estados Unidos. A justificativa é o impacto econômico da pandemia.

Com a chegada da terceira temporada de Cobra Kai na plataforma streaming Netflix, spin off de Karatê Kid, virou febre no Brasil. Por causa disso, na internet, as buscas sobre a prática de karatê aumentaram entre os brasileiros, segundo uma pesquisa feita pela Ketchum. As informações são do site Omelete.

Mesmo com os episódios disponíveis no Youtube desde 2018, ao que parece, a mudança de plataforma despertou o interesse dos jovens em fazer aulas de karatê, em 2020, sendo este um dos assuntos mais buscados no Google, apontou a pesquisa. Além disso, de acordo com a Ketchum, a procura por escolas de karatê subiu em 75% neste período, em relação a dezembro de 2020. Ou seja, janeiro tornou-se o mês de maior interesse na arte marcial no País, desde 2014.

##RECOMENDA##

Ainda segundo a pesquisa, essa tendência, inclusive, é global, com recorde mundial de buscas por termos como “karatê perto de mim”. Outros dados também são levados em consideração em relação à arte marcial japonesa, com um aumento de mais de 670% nas buscas sobre onde assistir o filme original Karatê Kid, de 1984, assim como as sequências e o reboot de 2010, que está disponível no catálogo do streaming HBO Go.

Também houve um aumento de 610% no interesse nas buscas sobre o ator Pat Morita, que interpretou o sábio sensei Sr. Miyagi nos quatro filmes clássicos.  Esse percentual superou até mesmo o recorde de buscas de 2005, quando o ator faleceu.

A série Cobra Kai é ambientada 30 anos após o filme Karatê Kid. Na história, a rivalidade entre os personagens Johnny Lawrence, interpretado pelo ator William Zabka, e o Daniel LaRusso, com atuação do ator Ralph Macchio, é reaquecida com os dois reabrindo seus dojos para uma nova geração de praticantes das artes marciais.

Nesta terça-feira (12), o ator e comediante mexicano Carlos Villagrán completa 77 anos. No Brasil, o humorista ficou marcado por interpretar o personagem Quico, do seriado "Chaves" (1971-1980), que começou a ser exibido pelo SBT em 1984. Em "Chapolin" (1973-1979), ele também teve atuações de sucesso, como o bandido Quase Nada, o Honorável Medidor de Luz e Seu Trocadeiro.

Desde pequeno, Villagrán sonhava em ser comediante ou jogador de futebol, mas iniciou uma carreira como fotógrafo de esportes, aos 23 anos, no jornal mexicano El Heraldo. Paralelo à fotografia, começou a fazer teatro e atuou pela primeira vez no papel de um menino de bochechas grandes, característica que marcaria muitos dos personagens do humorista.

##RECOMENDA##

Por muito tempo, Villagrán conciliou a carreira de fotógrafo com a de ator, até o dia em que foi convidado para uma festa na casa do intérprete do Professor Girafales, Rubén Aguirre (1934-2016). Lá, o comediante conheceu Roberto Bolaños (1929-2014), que o convidou a participar de suas obras.

Carlos Villagrán durante show com o personagem Kiko | Foto: Wikimedia / Horus Curcino

Em 1979, Villagrán deixou o elenco dos seriados de Chespirito (nome artístico de Bolaños). Os motivos são incertos até os dias de hoje, e muitos fãs ainda tentam entender o que ocorreu entre os comediantes. O intérprete de Quico levou o personagem para programas solos e, para não ter problemas com direitos autorais, mudou a escrita do personagem para Kiko.

Entre as diversas tentativas de emplacar o personagem, a que mais se destacou foi o seriado "¡Ah qué Kiko!" (1987-1988), que chegou a ser dublado e exibido no Brasil pela emissora NGT. O programa não conquistou a audiência da época e teve apenas uma temporada de 29 episódios.

Com o tempo, Villagrán resolveu sair da TV e começou a se apresentar com o personagem Kiko em circos e teatros. O show do comediante já passou diversas vezes pelo Brasil. Além disso, ele também participou de programas de TV, como "Programa Livre" (SBT, 1991-2001), "Programa do Jô" (Globo, 2000-2016) e "The Noite" (SBT).

Villagrán está prestes a iniciar uma nova fase em sua vida, pois no último domingo (10), o ator anunciou pré-candidatura a governador do estado de Querétaro, no México.

O trabalho que marca gerações

O trabalho de Villagrán marcou a vida de muitas pessoas em diferentes gerações, e o sucesso continua nos dias de hoje. O estudante e responsável pelas redes sociais do "Fórum Chaves", Igor Borges, 16 anos, lembra com carinho do episódio em que Quico comemora o próprio aniversário. "O personagem passa por grandes conflitos com os vizinhos e, no final, ainda demonstra uma esperança de que a empatia continue na vizinhança. Isso é quase uma aula de sociologia, que o Carlos Villagrán brilhantemente representou", lembra.

Igor Borges é responsável pelas redes sociais do "Fórum Chaves" | Foto: Arquivo Pessoal

Para Borges, Villagrán ganhou destaque na série, no momento em que a intérprete de Chiquinha, Maria Antonieta, saiu do elenco de "Chaves", e isso fez com que Bolaños desse mais destaque a Quico e o tornasse o melhor amigo do protagonista. "A dupla feita pelos dois personagens era magistralmente cômica e transmitia uma química bastante forte. Ninguém tinha uma sintonia tão boa com o Chespirito quanto o Villagrán", comenta.

O ator e dublador Nelson Machado | Foto: Arquivo Pessoal

No Brasil, os trabalhos de Villagrán foram marcados pela dublagem do ator Nelson Machado, que até hoje recebe o carinho dos fãs de "Chaves" e "Chapolin". "Se eu não tivesse sido escolhido pelo Marcelo Gastaldi e alguém chegasse para mim e mostrasse todos os personagens para eu escolher, eu teria escolhido o Quico. Considero ele o mais engraçado e o mais versátil dos personagens", declara Machado.

Atualmente, Machado possui um canal no YouTube, o "Papo com Machado" onde realiza lives e conversa com os inscritos sobre diversos assuntos. Em vários momentos, os fãs perguntam ao dublador sobre os tempos de dublagens de "Chaves".

Nesta terça (12), o presidente do bloco Homem da Meia-Noite, Luiz Adolpho, anunciou, através de uma coletiva de imprensa online, o tema e os homenageados da agremiação para o Carnaval de 2021. Em respeito às normas de segurança referentes à pandemia do novo coronavírus, o calunga não ganhará as ruas de Olinda este ano, fazendo uma saída simbólica transmitida pela internet, no dia 13 de fevereiro. Sob o tema Faltam 365 Dias, a celebração vai focar no 90º aniversário do boneco gigante, em 2022.

O anúncio de que o calunga não desfilaria em 2021 foi feito desde dezembro do último ano. “Todas as ações projetadas para 2021 foram realizadas com respeito à vida, nossa prioridade sempre será vidas”, disse Luiz Adolpho. Sendo assim, no dia 13 de fevereiro,  sábado de Carnaval, dia do tradicional desfile da agremiação, será realizado um evento online, com transmissão pelas redes sociais do bloco, a partir das 23h. 

##RECOMENDA##

Para garantir a segurança dos envolvidos, a saída simbólica do calunga será em uma espaço do Shopping Patteo de Olinda, com uma equipe de cerca de 60 pessoas. Adolpho frisou que todos passarão por testes para o coronavírus e trabalharão sob os protocolos de segurança referentes à pandemia. A celebração online, segundo o presidente, tem como objetivo “levar alegria e esperança para todos os pernambucanos''.

Homenageados

Em 2021, o Homem da Meia-Noite homenageia três artistas pernambucanos. São eles os cantores Ed Carlos e Silvério Pessoa, além da sambista Karynna Spinelly.  “Eles abraçaram a ideia com todo carinho, com todo o respeito pelo Homem da Meia-Noite. Nosso carinho, nosso respeito, nosso abraço virtual a esses três grandes artistas e três grandes seres humanos”, disse Luiz Adolpho. 

Figurino

Todos os anos, a roupa com a qual o calunga vai brincar o Carnaval é um dos destaques do desfile. Em 2021, a responsável pelo figurino do gigante será a estilista Carol Frexeira, da gripe Menina dos Olhos. 

Além disso, a camisa do ano da agremiação também traz, em sua padronagem, a contagem regressiva para o aniversário de 90 anos do boneco gigante. As peças já estão disponíveis para os foliões, com vendas na sede do bloco e, também, pela internet. 


 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando