Esportes

| Futebol

O Santa Cruz se manifestou de forma oficial sobre a confusão que aconteceu após o jogo contra a Jacuipense nessa segunda (21), que terminou 2 x 2 e manteve o clube na zona do rebaixamento da Série C. Na ocasião, houve um enfrentamento entre membros de torcida organizada do clube e funcionários que fazem a segurança do Arruda. Segundo a TO, eles foram recebidos a tiros, quando realizavam um protesto pacífico.

Na manhã desta terça (22), o Santa Cruz repudiou os acontecimentos do pós-jogo e disse que já abriu sindicância interna para apurar "os verdadeiros fatos". Um afastamento dos funcionários da segurança do clube que estavam presentes também foi anunciado. "Antes mesmo de qualquer apuração pedimos desculpas à torcida pelo ocorrido e asseguramos que providências já foram adotadas para evitar repetições de tais fatos", escreve em trecho.

##RECOMENDA##

O Santa Cruz disse ainda que o clube é "conhecido por ser democrático historicamente" e que “o direito de protesto é legítimo e a torcida do clube é seu maior patrimônio”.

A acusação

Segundo a versão divulgada em nota pela G.R.T.O. Inferno Coral, seus membros estavam fazendo a rotina pós jogo, que é recolher o material que decora o estádio, bandeiras e faixas, quando alguns deles resolveram protestar pacificamente, quando a polícia militar foi acionada. Na saída, após se exaltar com a situação, alguns bateram no portão e foram recebidos de imediato com "10 disparos vindo de funcionários do Santa Cruz que fazem a segurança do clube".

Confira a postagem:

[@#video#@]

Confira a Nota do Santa Cruz na íntegra:

O Santa Cruz vem a público repudiar os acontecimentos ocorridos após a partida de ontem, entre Santa Cruz x Jacuipense. O clube está através da vice-presidência jurídica, abrindo uma sindicância para apurar os fatos que estão sendo propagados. A equipe de segurança já foi orientada para afastar os funcionários que estavam presentes na ocasião dos fatos, para dar lisura a apuração.

Antes mesmo de qualquer apuração pedimos desculpas à torcida pelo ocorrido e asseguramos que providências já foram adotadas para evitar repetições de tais fatos. Até o final do dia o vice-presidente André Frutuoso se pronunciará em vídeo dando mais detalhes sobre as ações que serão tomadas em conjunto com o Conselho Deliberativo.

O direito de protesto é legítimo e a torcida é o maior patrimônio deste clube. Já entramos em contato com as lideranças da torcida para manifestar nossa solidariedade sobre o ocorrido e garantir que as providências cabíveis serão adotadas.

O volante Arturo Vidal se desculpou pela quebra de protocolos contra a covid-19 por parte dos jogadores da seleção do Chile antes da partida contra o Uruguai, na segunda-feira, em Cuiabá, pela terceira rodada do Grupo A da Copa América. No último domingo, um cabeleireiro furou a "bolha" da competição para atender os chilenos no hotel na capital do Mato Grosso.

Após o empate por 1 a 1 contra o Uruguai, na Arena Pantanal, o volante da Internazionale admitiu o erro e se desculpou por receber visita de uma pessoa não autorizada na concentração chilena. No entanto, ele minimizou a gravidade do atendimento aos jogadores em meio à pandemia do novo coronavírus.

##RECOMENDA##

"No Chile, já estamos acostumados. Sempre procuram coisas onde não há. Sabemos que cometemos um erro com o (caso do) cabeleireiro. Não quisemos fazer com maldade. Não há o que fazer e não voltaremos a errar assim", afirmou Vidal, em entrevista para a imprensa chilena.

Após a nota da Associação Profissional de Futebol do Chile (ANPF, na sigla em espanhol), revelando a quebra da "bolha" da Copa América, a imprensa do país chegou a especular que os jogadores teriam recebido mulheres ao invés do cabeleireiro. Vidal negou os boatos e garantiu que o técnico Martín Lasarte não deixaria o cargo, como também foi apontado.

"Nunca houve um problema com o técnico. É incrível o que se fala. Estamos muito unidos, demonstramos hoje (segunda-feira), que lutamos até o final com um jogador a menos (o volante Pulgar se machucou e não pôde ser substituído)", disse o volante.

Depois da visita não autorizada na delegação chilena, o Uruguai chegou a pedir que a Conmebol suspendesse os quatro jogadores atendidos (Gary Medel, Eduardo Vargas, Pablo Aránguiz e Vidal) antes do jogo de segunda-feira. A solicitação foi negada pela entidade, que deve multar os atletas.

Na noite de domingo, o capitão e goleiro chileno Claudio Bravo já havia admitido o erro em entrevista coletiva. "Assumimos nosso erro com total personalidade. Acredito que estamos numa situação em que a pandemia é muito forte. Se falhamos estamos alimentamos coisas erradas. O mais importante é assumir os erros. Somos responsáveis nesse sentido. Assumimos que erramos por termos permitido a entrada de uma pessoa, mesmo tendo avisado", comentou.

A notícia de que Cristiane não estará em campo pela seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 pegou muita gente de surpresa. Depois de comentar este fato, a jogadora do Santos voltou às redes sociais para falar sobre respeito. Em um pequeno desabafo, a atacante pediu para que as pessoas respeitassem os nomes que foram escolhidos pela técnica sueca Pia Sundhage para fazerem parte do time olímpico e que não desmerecessem alguém com a intenção de exaltar o outro.

"Pessoal, queria pedir um favor a todos que me seguem aqui. Não desmereçam o trabalho de algumas atletas para enaltecer o de outras. Escolhas e decisões não são nossas. Trabalhamos arduamente para alcançar nossos objetivos e conquistas", disse a jogadora de 36 anos em uma postagem na sua conta no Instagram.

##RECOMENDA##

Cristiane ainda deu exemplos de algumas situações, relacionadas à convocação, que estariam causando constrangimento às atletas da seleção. A jogadora contou que desde que seu nome não foi citado por Pia Sundhage, muitas comparações foram feitas. "Fazemos tudo e um pouco mais por melhorias e crescimento da modalidade. Então, não é justo que uma atleta seja obrigada a ler um monte de m**** e ainda ficar calada", apontou antes de completar.

"Não gosta dela, ou do seu futebol, não a ofenda, não desmereça sua luta. É só não seguir e não acompanhar. E quando acharem que tem direito a opinar sobre algo, tenha certeza absoluta do que você está falando. Torçam e acreditem naquilo que ela é capaz", concluiu.

Ao ser questionada sobre o motivo pelo qual Cristiane não foi convocada, durante a entrevista coletiva na última sexta-feira, Pia Sundhage deu seus motivos.

"Geralmente, eu não comento sobre jogadoras que não estão na convocação porque é quase que um insulto a quem está na lista. Mas mesmo assim vou responder por respeito. A Cristiane jogou diversos jogos com a seleção e fez muita diferença. Ela ajudou muito a equipe e hoje acho que existem outras jogadoras que vão ajudar o time a jogar um bom futebol", justificou a treinadora.

Após o empate em 2x2 contra a Jacuipense, no Arruda, em partida válida pela quarta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, o técnico Roberto Fernandes deu entrevista coletiva e fez sua avaliação sobre a sua estreia no comando da equipe e disse não ter entendido o time recuar após marcar o primeiro gol do jogo. “Não entendi, não foi pedido”, explicou.

Retranca após o gol

##RECOMENDA##

Roberto Fernandes avaliou que a equipe conseguiu criar várias chances, mas a falta de confiança atrapalhou, o que ficou explícito após o time marcar o 1x0. “Acho que é muito clara é a falta de confiança. O maior exemplo foi a gente ter feito o gol e inexplicavelmente o time já baixou as linhas. Não entendi, não foi pedido, mas é aquele medo de ter mais um revés. Falta de confiança atrapalha, de concentração atrapalha. A gente vive aquele momento que precisamos fazer uma partida perto da perfeição pra tentar vencer. Todo erro nosso vem sendo castigado”, iniciou o treinador.

Dificuldade na criação de jogadas

O treinador comparou a quantidade de chances criadas pelo Santa Cruz com a Jacuipense, alegando ser normal, já que um se defendeu e o outro propôs o jogo, mas disse que o Santa precisa trabalhar para melhorar o aspecto ofensivo, para não sofrer resultados negativos dessa forma. “Quem joga na construção, tem muito mais dificuldade, a Jacuipense veio jogando com linha baixa, marcando do meio pra trás e jogando no nosso erro. Mas ainda assim tivemos volume de jogo suficiente pra construir a vitória, acabamos desperdiçando e a Jacuipense acabou encaixando sua proposta de jogo e em dois contra ataques fez o resultado. Trabalhar para evoluir nesse aspecto”, avaliou.

Preocupação do treinador

Roberto Fernandes fez questão de citar o que mais lhe preocupava antes da partida. “O que mais me preocupa é a gente ter começado a quarta rodada como a única equipe que não marcou nenhum gol, é terrível. Se você observar o líder que é o Altos, sofreu 5 gols. O Manaus que é o quarto, hoje classificaria, sofreu 9 gols. O Santa Cruz chegou pra rodada tendo tomado apenas 3 gols, agora não fez nenhum. Hoje a gente continuou pecando com a falta de definição de jogada”.

Roberto Fernandes responde no Instagram

Após a partida, o treinador também foi as redes sociais e respondeu diretamente a torcida em publicação do Santa Cruz após a partida. Com milhares de comentários negativos de torcedores reclamando do empate, Roberto Fernandes deu a cara e tapa e comentou: “Não foi o resultado que gostaríamos de dar ao torcedor e trabalhamos muito esses 3 dias para isso. Dos males o menor, ao menos não perdemos (muito pouco para o Santa) e finalmente marcamos nossos primeiros gols. Agora é continuar trabalhando para corrigir erros e melhorar nosso desempenho. Avante!”.

A atitude do treinador foi muito elogiada nas respostas do seu comentário, mostrando a preocupação que Roberto Fernandes está tendo de ser transparente com a torcida e a vontade que demonstra de tirar o Santa Cruz da situação atual, zona do rebaixamento e penúltimo lugar do grupo A da Série C.

 

Desde que foi inaugurada, em 2014, a Neo Química Arena, casa do Corinthians, já recebeu o Sport seis vezes pela Série A do Campeonato Brasileiro. E, em nenhuma delas, o Leão saiu com a vitória. Na verdade, o time rubro-negro sequer pontuou lá e ainda tem um histórico de sofrer com o ataque adversário: são 18 gols sofridos e cinco marcados

Na quinta-feira (24), os pernambucanos têm uma nova chance de conquistar alguma coisa em Itaquera, no duelo válido pela sexta rodada do Brasileirão. E, mesmo com o retrospecto ruim, um fato pode deixar o time e os torcedores do Sport esperançosos. Nas duas vezes que jogou em casa nessa Série A, o Timão sofreu duas derrotas: uma para o Atlético-GO e outra para o Red Bull Bragantino.

##RECOMENDA##

Por outro lado, o Sport não é lá um bom visitante, pois só conquistou um ponto, no empate com o Internacional, na largada da competição. Confira todos os resultados do Leão na Arena Corinthians:

2014: Corinthians 3 x 0 Sport

[@#video#@]

2015: Corinthians 4 x 3 Sport

[@#podcast#@]

2016: Corinthians 3 x 0 Sport

2017: Corinthians 3 x 1 Sport

2018: Corinthians 2 x 1 Sport

2020: Corinthians 3 x 0 Sport

O Flamengo ingressou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na segunda-feira, com uma liminar solicitando o direito de escalar o atacante Pedro nas competições nacionais durante o período da convocação e realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. O clube argumenta que não possui obrigatoriedade de ceder o atacante para o torneio.

No pedido, o clube rubro-negro pede ainda que a CBF libere o registro do jogador no sistema até o julgamento da liminar e que a confederação seja intimada para se manifestar sobre o caso.

##RECOMENDA##

A liminar será analisada pelo presidente do STJD, Otávio Noronha. Anteriormente, o jogador fez uma postagem nas redes sociais agradecendo a convocação para os Jogos de Tóquio-2020, contrariando a posição da diretoria. Ainda neste mês, o Flamengo entrou com um pedido no STJD para tentar paralisar o Campeonato Brasileiro durante a realização da Copa América, mas a solicitação foi negada.

Confira o requerimento do Flamengo:

"Considerando a não obrigatoriedade de cessão do atleta PEDRO, requer a Vossa Excelência a concessão da liminar, em tutela de urgência, no sentido de conferir ao FLAMENGO o direito de escalar o atleta Pedro Guilherme Abreu dos Santos, nas partidas a serem realizadas no período de 08.07.2021 até 09.08.2021, pelo Campeonato Brasileiro (Série "A") e pela Copa do Brasil, determinando que a CBF libere o registro do atleta no sistema "Gestão WEB" até o julgamento final desta Medida Inominada.

Requer, ainda, ao final, a procedência da presente Medida Inominada, nos termos da fundamentação anteriormente exposta, confirmando-se a liminar a ser deferida, ou, mesmo sendo a liminar indeferida, requer a procedência do pedido na forma da fundamentação ora exposta, como medida da mais lídima Justiça!

Pugna pela intimação da Confederação Brasileira de Futebol para responder ao feito".

Hulk deixou o gramado do Mineirão, após empate por 1 a 1 entre Atlético Mineiro e Chapecoense, irritadíssimo com a arbitragem de Rodolpho Toski Marques. O camisa 7 da equipe alvinegra afirmou com todas as letras que está sofrendo marcação dos árbitros brasileiros e chegou a falar de ameaças que teria sofrido dentro das quatro linhas.

"Na Europa e em todo lugar do mundo, existe o diálogo com a arbitragem. Não é falta de respeito, é apenas diálogo. Ele (Toski) veio e disse que não quer que eu fique caindo. Depois ele me diz que eu dei carrinho por trás, em um lance que eu não achei nem que foi para amarelo. Toda hora o árbitro diz para eu não ficar caindo. O fato de eu ser forte impede que eu sofra falta? Já está virando marcação", argumentou o atacante, indignado com a postura do juiz.

##RECOMENDA##

Antes de Hulk parar para atender a reportagem do SporTV, o microfone flagrou uma conversa dele com Rodolpho Toski Marques, já próximo do túnel para o vestiário. "Não é criticando o trabalho, mas a verdade tem que ser dita. Não estou criticando o trabalho do senhor, isso é respeito. Você não sabe escutar, fica só ameaçando", disse.

O camisa 7 ficou inconformado com o cartão amarelo recebido em um lance de falta em cima de Ravanelli. Os atleticanos contestaram também o pênalti marcado, após consulta do VAR, em Fernandinho, cometido por Allan. As reclamações não impediram que o Atlético cedesse o empate frente à Chapecoense. Hulk enxergou o resultado como derrota.

"A responsabilidade é toda nossa, perdemos o jogo, porque o empate em casa para nós é uma derrota. Temos que melhorar nos próximos jogos", reconheceu o atacante.

O resultado deixou o Atlético-MG na quinta posição, com dez pontos, dois atrás do líder Athletico. Na próxima rodada do Brasileirão, a sexta, o desafio é diante do Ceará, quinta-feira, às 19h, na Arena Castelão.

O departamento de competições da CBF agendou para esta terça-feira a realização do sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil. O evento está previsto para começar às 16 horas, na sede da entidade, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Além da definição dos confrontos, já será conhecido todo o chaveamento da competição até a final, marcada para os dias 20 e 27 de outubro.

Para o sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil, a CBF colocará todas as equipes em um pote único. Diferentemente das etapas anteriores, não haverá separação dos clubes, de acordo com suas posições no ranking nacional. Ou seja, qualquer time pode enfrentar algum dos outros 15 classificados.

##RECOMENDA##

As equipes serão representadas por bolinhas e, uma a uma, serão retiradas para a definição dos jogos. Além de definir os confrontos, o sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil organizará o chaveamento dos embates até a grande final do torneio.

Segundo o calendário da entidade, a fase de oitavas de final começará no final do próximo mês. Os duelos de ida estão previstos para os dias 28, 29 e 30 de julho. Os de volta acontecerão em 4, 5 e 6 de agosto. Os mandos de campo também serão sorteados. A partir de agora haverá a utilização do árbitro de vídeo (VAR).

Das equipes classificadas, 10 são da Série A, três da Série B, um da Série C e dois da Série D. As oitavas de final da Copa do Brasil contam com jogos de ida e volta, assim como a anterior, e sem o gol marcado fora de casa como critério de desempate. Atual campeão, o Palmeiras foi eliminado na terceira fase ao cair para o CRB nos pênaltis.

Cada um dos 16 participantes receberá R$ 2,7 milhões pela presença nesta fase da competição.

Confira os classificados às oitavas de final da Copa do Brasil:

ABC-RN

Athletico-PR

Atlético Goianiense-GO

Atlético-MG

Bahia-BA

CRB-AL

Criciúma-SC

Flamengo-RJ

Fluminense-RJ

Fortaleza-CE

Grêmio-RS

Juazeirense-BA

Santos-SP

São Paulo-SP

Vasco-RJ

Vitória-BA

Na estreia de Roberto Fernandes como treinador, o Santa Cruz parecia que ia deslanchar, mas a primeira vitória não veio. O time chegou a sair na frente da Jacuipense, no Arruda, nesta segunda-feira (21), mas tomou a virada e só reagiu para buscar o empate.

Os dois times ocupam as últimas posições do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C, com apenas dois pontos em quatro jogos. O Santa Cruz só leva vantagem no saldo de gols. 

##RECOMENDA##

Pressão Coral

Logo com dois minutos o Santa Cruz já mostrava algumas mudanças na sua postura e criou a primeira chance com França pelo lado direito. Com mais aproximação e melhor ocupação dos espaços, o time foi abrindo a defesa adversária criando diversas chances, a melhor, aos oito, com Lucas Batatinha não alcançando a bola cruzada. A Jacuipense respondeu em transição rápida e contou com erro de Bambam em boa chance.

O Tricolor seguiu em cima todo primeiro tempo, quase sempre pelo lado direito com Werinton. Criando também na bola parada, o time martelou, teve ótima chance aos 39 com chegada de França, mas o gol não saiu. A Jacuipense ainda voltou a levar perigo com uma falta cobrada por Charles, que passou ao lado de Jordan, mas também não foi capaz de abrir o placar na primeira etapa.

O gol, a virada e o empate

Aos 6, minutos do segundo tempo Lucas Batatinha, de cabeça, abriu o placar, após cruzamentod e Madson. Mas não demorou e a Jacuipense empatou. Em boa triangulação pelo lado, o atacante Bambam chegou de carrinho para empurrar a bola pro fundo do gol.

O jogo ficou mais equilibrado com ambos criando e por pouco o volante Vicente não entrega de bandeja o gol para o Tricolor em recuada para o goleiro. Em seguida, a bola longa da Jacuipense achou Thiaguinho nas costas de Werinton. Ele dominou, invadiu a área e virou o jogo no Arruda.

Mas a estrela de Léo Gaúcho, que entrou no segundo tempo, brilhou e, em uma cobrança deescanteio, aos 43, ele empatou de cabeça. O Santa ainda teve chance de virar, mas o jogo terminou empatado.

Ficha de jogo

Competição Campeonato Brasileiro - Série C

Local: Estádio do Arruda - Recife, PE

Santa Cruz: Jordan; Weriton, Breno Calixto, Willian Alves, Julinho (Eduardo); Derley (Madson), Vitinho, Chiquinho; França (Frank), Lucas Batatinha (Léo Gaúcho) e Wallace Pernambucano. Téc. Roberto Fernandes. 

Jacuipense: Vitor; Gedeilson, Tiago Alves, Railon, Vicente; Charles, Luis Fernando (Kanu), Peixoto (Josa), Jeremias (Railan); Thiaguinho (Renato Henrique) e Bambam (Geovane Itinga). Téc. Jonilson Veloso.

Gols: Lucas Batatinha, Léo Gaúcho (SAN), Bambam, Thiaguinho (JAC)

Arbitragem: Leonardo Ferreira Lima (PR)

Cartões amarelos: Vitinho, Derley (SAN), Vicente, Thiaguinho (JAC)

A seleção do Uruguai fez o primeiro gol e conquistou seu primeiro ponto, mas ainda não venceu na Copa América, após empatar, por 1 a 1, com o Chile, nesta segunda-feira, em Cuiabá, pela terceira rodada do Grupo A. Com este resultado, os chilenos somam cinco pontos e voltam a atuar quinta-feira, em Brasília, diante do Paraguai. Já os uruguaios jogam no mesmo dia, de novo em Cuiabá, diante da Bolívia.

Em menos de dez minutos de partida, o Uruguai conseguiu criar três boas oportunidades para abrir o placar, todas articuladas pelo meia Arrascaeta. Em duas delas, o goleiro Bravo realizou belas defesas. Apesar do domínio uruguaio, foi o Chile que abriu o placar, aos 26 minutos.

##RECOMENDA##

Em rápida tabela, Vargas tocou para Brereton, que devolveu para o atacante. O jogador do Atlético Mineiro invadiu a área e emendou uma bomba, sem defesa para o goleiro Muslera. Foi o 14º gol do atleta, que se aproxima dos lendários Noberto Mendéz, da Argentina, e Zizinho, do Brasil, autores de 17 gols na competição sul-americana.

Mesmo à frente no placar, o Chile permaneceu recuado, sofrendo uma pressão menor por parte do Uruguai, ressentido por ter sofrido o gol. Cavani, nos acréscimos, finalizou pela primeira vez com perigo, mas errou o alvo.

A etapa final foi muito mais interessante. O Uruguai se lançou ao ataque, mas mostrou problemas na recomposição do setor defensivo. Já o Chile ficou sem Vargas, machucado, e não teve habilidade para aproveitar os contra-ataques. Brereton e Arriagada falharam.

Mas contou com o oportunismo de Suárez para acabar com jejum de quatro jogos sem marcar. O atacante do Atlético de Madrid venceu a disputa com Vidal e empatou a partida, aos 21 minutos. O experiente chileno acabou deixando o gramado contundido.

A vitória esteve mais perto do Uruguai, após oportunidades desperdiçadas por Cavani e Suárez, mas o empate foi o resultado mais justo.

FICHA TÉCNICA:

URUGUAI 1 X 1 CHILE

URUGUAI - Muslera; Giovanni González (Cáceres), Giménez, Godín e Viña (Jonathan Rodríguez); Vecino (Torreira), Valverde, Arrascaeta (Facundo Torres) e De La Cruz (Nández); Luis Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

CHILE - Bravo; Isla, Sierralta, Medel e Maripán (Roco), Mena; Vidal (Alarcón), Pulgar e Charles Aránguiz; Vargas (Meneses) e Brereton (Arriagada). Técnico: Martín Lasarte.

GOLS - Vargas, aos 26 minutos do primeiro tempo. Suárez, aos 21 do segundo.

ÁRBITRO - Rapha Claus (BRA).

CARTÕES AMARELOS - Valverde e Sierralta.

LOCAL - Cuiabá.

A Câmara Municipal de Munique, na Alemanha, pediu nesta segunda-feira à Uefa autorização para iluminar a Allianz Arena com as cores do arco-íris para o próximo jogo da seleção alemã, contra a Hungria, pela Eurocopa, em clara demonstração de apoio à comunidade LGBTQI+. A iniciativa foi criticada pelo ministro das Relações Exteriores húngaro, Péter Szijjártó, que considerou o pedido "nocivo e perigoso".

"É muito nocivo e perigoso quando alguém tenta misturar política e esporte. Houve algumas tentativas de fazer isso na história mundial e essas acabaram muito mal", disse Szijjártó em entrevista a um canal de televisão em Luxemburgo.

##RECOMENDA##

Em seu pedido, Munique acrescentou que condena a política do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, considerada discriminatória contra as minorias sexuais. Szijjártó considerou a atitude da cidade alemã uma resposta à lei proibindo conteúdos considerados pró-LGBTQI+ em escolas aprovada pelo parlamento húngaro na última semana.

"Aprovamos uma lei para proteger as crianças húngaras e há protestos contra isso na Europa Ocidental. Eles tentam trazer política para um evento esportivo quando esse evento não tem nada a ver com a legislatura nacional", completou o chanceler.

Por sua vez, a Federação Alemã de Futebol (DFB) concordou com a iluminação do estádio de Munique com as cores da bandeira do arco-íris. Entretanto, o porta-voz da seleção nacional, Jens Grittner, disse que o gesto não precisava ser feito necessariamente na partida contra a Hungria.

No domingo, a Uefa abriu uma investigação contra a federação pelo fato do goleiro Neuer usar, desde o início da competição, uma braçadeira de capitão com as cores da bandeira LGBTQI+. A entidade tentou avaliar um possível uso político do adereço, mas não puniu o jogador por entender ter se tratado de uma "boa causa".

Também neste fim de semana, a Uefa informou que irá abrir uma investigação sobre "possíveis atos discriminatórios" racistas e homofóbicos da torcida da Hungria na Eurocopa. A seleção húngara enfrentou Portugal e França na Puskas Arena, em Budapeste, com o estádio lotado nas duas ocasiões.

Segundo a imprensa francesa, a cada vez que Mbappé tinha a bola no jogo contra a Hungria, gritos de macaco eram entoados nas arquibancadas. Benzema, que tem raízes argelinas, também foi alvo de atos discriminatórios da torcida húngara. Faixas e cartazes com dizeres 'anti-LGBT' também foram levados para a arquibancada.

Na Allianz Arena, Alemanha e Hungria se enfrentam quarta-feira, às 16 horas (de Brasília), pela terceira e última rodada da fase de grupos da Eurocopa. As duas seleções integram o Grupo F.

Afastado de suas funções desde o dia 6 de junho, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, se pronunciou nesta segunda-feira sobre a aquisição de um jato por US$ 14 milhões (R$ 71,7 milhões na cotação atual) para a entidade. Paga à vista, a compra foi realizada no mesmo dia em que uma funcionária formalizou denúncia de assédio sexual e moral contra ele.

Por meio de nota divulgada nesta segunda-feira, Caboclo afirma que a decisão de comprar o avião foi "planejada por diversos meses" e teve como objetivo "atualizar o patrimônio" da entidade", além de ter sido feita em "condições vantajosas".

##RECOMENDA##

O mandatário também ressaltou que a transação foi realizada com a anuência da diretoria financeira e jurídica da CBF - tendo sido orientado a fazer a compra de forma "imediata" -, e antes das denúncias de assédio contra ele.

"O contrato foi aprovado e assinado pelos diretores jurídico da CBF, Luiz Felipe Santoro, e financeiro, Gilnei Botrel. Sem essas assinaturas o negócio jamais poderia ter sido fechado. Foi Gilnei Botrel que recomendou e realizou o pagamento imediato naquela data", diz Caboclo no comunicado.

A informação da compra do Legacy 500, prefixo PR-HIL, de 16 lugares, foi publicada inicialmente pelo UOL Esporte, e confirmada pelo Estadão. Atualmente, a CBF possui um jato particular (um Citation, de 12 lugares) que é utilizado para deslocamentos da cúpula da confederação - em especial, do presidente Rogério Caboclo.

Segundo bastidores, a compra do jato não havia sido discutida com o restante da diretoria, que tentou se desfazer do negócio por entender ser mais uma "herança maldita" da atual gestão.

Segundo o comunicado, o processo de venda da antiga aeronave, Cessna 680 modelo Sovereign, por US$ 6,150 milhões, "ainda não foi concluído em razão do afastamento do presidente, de forma unilateral e sem direito à defesa pela Comissão de Ética da CBF".

Rogério Caboclo foi afastado por 30 dias da CBF após decisão do Comitê de Ética, que recebeu a denúncia de assédio contra o presidente no dia 4 de junho. O mandatário nega as acusações. Quem assumiu seu lugar foi o vice-presidente Antônio Carlos Nunes, de 82 anos. Ele é o mais velho na função, e homem de confiança do ex-presidente Marco Polo del Nero, banido do futebol pela Fifa.

A Conmebol publicou nesta segunda-feira um novo relatório para atualizar o número de casos de covid-19 relacionados à Copa América. De acordo com a comissão médica da entidade o Ministério da Saúde, mais de 99% dos 15.235 testes de detecção do coronavírus realizados desde o início do torneio até o momento foram negativos e 140 testes foram positivos, um número que representa 0,9% do total.

A maioria dos afetados é formada por trabalhadores, membros de delegações e pessoal terceirizado. O último relatório, divulgado na quinta-feira passada, informava que havia 66 casos de covid-19 entre os envolvidos na competição disputada no Brasil.

##RECOMENDA##

Segundo a Conmebol e o Ministério da Saúde, a incidência do coronavírus diminuiu. "É um sinal claro de que as medidas preventivas e os protocolos de saúde estão funcionando conforme o esperado", diz nota da entidade que comanda o futebol sul-americano.

De acordo com Jorge Pagura, apenas um caso precisou de hospitalização por precaução, mas já teve alta. O membro da comissão técnica da Venezuela não necessitou de cuidados de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

"Após o número grande de contaminações da equipe da Venezuela, está tudo sob controle em relação aos novos casos", diz o especialista. "Nós estamos trabalhando numa América do Sul com um índice muito alto de transmissibilidade. O número de casos na Copa América é alto porque ele é alto em toda a América do Sul", afirma Pagura.

A pandemia continua fora de controle no País. Com lentidão na vacinação, baixa adesão às medidas de isolamento social e sem políticas nacionais de testagem em massa, o Brasil atingiu no último sábado a marca de 500 mil mortes pela covid-19.

Até o momento, as seleções da Venezuela, Colômbia, Chile e Bolívia já registraram casos de membros de suas delegações infectados. O Peru teve um diagnóstico detectado antes de a equipe chegar ao Brasil.

Bélgica e Dinamarca são as seleções representantes do Grupo B nas oitavas de final da Eurocopa. Nesta segunda-feira, os belgas derrotaram a Finlândia, por 2 a 0, em São Petersburgo, enquanto os dinamarqueses golearam a Rússia, por 4 a 1, em Copenhague.

Com estes resultados, a Bélgica somou nove pontos, ficou na liderança da chave e agora vai enfrentar um dos terceiros colocados, domingo, em Sevilha, na Espanha. Já a Dinamarca, segunda colocada, com três pontos, atua no sábado, em Amsterdã, frente ao País de Gales. A Finlândia, terceira colocada, espera pelos demais resultados para ver se continua na disputa. A Rússia está eliminada.

##RECOMENDA##

Em São Petersburgo, o domínio belga foi total nos primeiros 45 minutos. Os finlandeses não tiveram a menor intenção de atacar. Com isso, a seleção terceira colocada na última Copa conseguiu criar boas oportunidades, principalmente quando a bola passava pelos pés de De Bruyne.

O craque do Manchester City deixou Lukaku em dois momentos importantes, mas o atacante não teve sucesso nas finalizações. Doku e Witsel forçaram o goleiro Hradecky a fazer boas defesas. Um detalhe: foram feitas apenas sete faltas, sendo duas da Finlândia.

A Bélgica voltou mais agressiva na etapa final, a ponto de deixar espaços para o adversário, que até obrigou o goleiro Courtois a fazer uma defesa, aos 16 minutos, após finalização de Kamara. Mas o domínio foi muito grande e Lukaku teve um gol anulado pelo VAR, aos 20 minuto. Aos 28, não teve jeito. De Bruyne bateu escanteio pela esquerda, Vermaele tocou de cabeça, a bola bateu na trave e o goleiro Hradecky acabou tocando para dentro do gol. O juiz deu gol contra.

Daí até o final os belgas poderiam até construir uma vantagem bem maior, mas estavam satisfeitos com mais uma vitória. Mesmo assim, Lukaku deixou sua marca, aos 36, após novo passe recebido de De Bruyne.

GOLEADA - Em Copenhague, a Dinamarca, empurrada pela barulhenta torcida, teve a iniciativa no ataque, mas não conseguiu furar a retranca dos russos, que foram mais perigosos nos contra-ataques. Aos 17, Golovin quase abriu o placar, mas Schmeichel foi bem no lance.

O susto fez os anfitriões acordarem e aí a pressão foi maior até que Damsgaard, aos 37, acertou bonito chute colocado de fora da área, sem defesa para Safonov.

No segundo tempo, os russos se atiraram ao ataque, mas receberam um golpe muito duro, aos 13 minutos, quando Zobnin tentou recuar para Safonov, mas acabou dando uma 'assistência' para Poulsen fazer o segundo gol dinamarquês.

Mesmo desanimada, a Rússia diminuiu com Dzyuba em cobrança de pênalti, aos 24, mas não suportou a pressão do adversário, que alcançou a goleada, após belos gols de Christensen e Maehle.

A federação chilena de futebol reconheceu que houve uma quebra do protocolo sanitário de prevenção à covid-19 com a presença não autorizada de um cabeleireiro em Cuiabá (MT), onde a seleção do Chile está concentrado para a disputa da Copa América. A seleção brasileira também recebeu a visita de um cabeleireiro na Granja Comary, em Teresópolis, na semana passada, mas a CBF não confirma oficialmente. A entidade informou que não vai se pronunciar.

"A Federação e a comissão técnica reconhecem o rompimento da bolha sanitária da delegação com a entrada não autorizada de um cabeleireiro que, apesar de ter um teste PCR negativo, não deveria ter entrado em contato com os jogadores", informou a federação chilena em um comunicado publicado nas redes sociais.

##RECOMENDA##

O caso chileno foi encaminhado ao Comitê de Disciplina da Conmebol por infração ao protocolo, que é parte integrante do Regulamento de Competições. Deve haver punições. "Por garantia, toda a delegação chilena fez testes de antígeno hoje (segunda-feira), além do teste PCR de ontem (domingo) e estão todos negativos. Aqui a tolerância é zero e o controle, máximo", afirmou Jorge Pagura, chefe da comissão médica da CBF.

O especialista afirmou que ainda não foi informado sobre o episódio do Brasil, mas diz que a "regra é para todos".

A entidade chilena indicou que "os envolvidos serão sancionados financeiramente". O meia Arturo Vidal, o atacante Eduardo Vargas e o zagueiro Gary Medel publicaram fotos em suas redes sociais com um cabeleireiro, provavelmente nos quartos do hotel. As imagens foram publicadas antes do jogo contra a Bolívia, na sexta-feira.

Na noite de domingo, o capitão e goleiro chileno Claudio Bravo admitiu o erro da delegação em entrevista coletiva. "Assumimos nosso erro com total personalidade. Acredito que estamos numa situação em que a pandemia é muito forte. Se falhamos estamos alimentamos coisas erradas. O mais importante é assumir os erros. Somos responsáveis nesse sentido. Assumimos que erramos por termos permitido a entrada de uma pessoa, mesmo tendo avisado", disse Bravo.

Um cabeleireiro também esteve na concentração da seleção brasileira antes da partida contra o Peru, na sexta-feira, na Granja Comary, em Teresópolis. Ele pintou e cortou o cabelo dos jogadores. O profissional fez um teste rápido para detecção de covid-19, que deu negativo. A CBF ainda não se pronunciou sobre o episódio. Os últimos testes da seleção continuam resultados negativos.

A derrota no dérbi 200 para o Guarani, no último sábado, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, não foi bem digerida pela torcida da Ponte Preta. Nesta segunda-feira, a diretoria do clube alvinegro revelou que bombas foram atiradas no CT do Jardim Eulina durante o treinamento do elenco.

"A Ponte Preta condena e refuta veementemente o ataque criminoso ocorrido nesta manhã ao CT do Jardim Eulina, no final da manhã, durante o treinamento dos atletas. A instituição enfatiza que não se trata de nenhuma ação de torcedores insatisfeitos, mas, sim, de vandalismo praticado por marginais que, de posse de um veículo de cor vermelha, pararam na rodovia Anhanguera e jogaram bombas e morteiros no gramado do CT", disse parte da nota da Ponte Preta.

##RECOMENDA##

Ainda segundo o clube paulista, a segurança interna já havia recebido informações de que isso poderia acontecer e acionou a Polícia Militar, que perseguiu os bandidos.

"Um dos artefatos passou bem próximo e estourou perto dos atletas em treinamento. A segurança da Ponte Preta já tinha recebido informações anônimas sobre possibilidade de ataque e antecipadamente acionou a polícia, que estava na entrada do CT quando ocorreu o ataque e perseguiu os bandidos, que escaparam pela Rodovia Anhanguera", prosseguiu a nota oficial.

"Todas as medidas legais já estão sendo tomadas pela Ponte Preta. A Polícia está esclarecendo os fatos e levantando a identificação do quarteto, inclusive junto a testemunhas que viram de perto a ação na pista, e um segundo carro que teria participado da ação, "escoltando" o primeiro veículo, já teve as placas identificadas", completou a Ponte Preta.

A Ponte Preta amarga a lanterna e, sem vitórias, soma apenas um ponto na Série B. Em busca da reabilitação, o time do técnico Gilson Kleina receberá o Operário-PR nesta terça-feira, às 19 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela sexta rodada.

A diretoria do Palmeiras anunciou que vai multar o volante Patrick de Paula em 40% do salário por ter sido flagrado por torcedores em uma festa clandestina na madrugada desta segunda-feira, no bairro do Tatuapé, na zona leste de São Paulo. Medida igual já tinha sido tomada na semana passada com o meia Lucas Lima pelo mesmo motivo.

O Palmeiras soltou um comunicado oficial nas redes sociais no qual lamenta a postura do volante e trata como "inadmissível" a quebra do protocolo sanitário contra a Covid-19. A nota ainda falta em "falta de empatia". No último sábado, o Brasil ultrapassou a marca de 500 mil mortos pela doença.

##RECOMENDA##

"Lamentavelmente, o Palmeiras se deparou com um novo caso de quebra de protocolo sanitário por parte de um de seus atletas. Desta vez o episódio envolveu Patrick de Paula. Da mesma forma com que tratou a situação envolvendo o jogador Lucas Lima, o clube aplicará as sanções administrativas máximas determinadas pelo seu regulamento interno. Ambos os atletas ficam afastados dos treinamentos até determinação do Departamento de Futebol", informou o clube.

"Lamentamos que casos de falta de empatia e de responsabilidade ainda ocorram em um momento tão difícil para a sociedade. São atitudes inadmissíveis e que receberão o devido tratamento", finalizou o Palmeiras em sua nota oficial.

O incidente foi filmado e divulgado nas redes sociais. Diferentemente de Lucas Limas, o volante estava de máscara quando foi cercado pelos torcedores. Patrick de Paula conseguiu deixar o local com ajuda de seguranças. "Você joga no Palmeiras, está de palhaçada?", afirmou um dos torcedores. Apenas alguns no grupo estavam com máscaras.

O jogador não respondeu ao grupo em nenhum momento. Ele inclusive tentou esconder o rosto para não ser identificado no vídeo, mas, um dos integrantes da torcida organizada, puxou o capuz da blusa do volante.

"Ao verdadeiro torcedor palmeirense, fica meu pedido de desculpas, e a certeza de que sempre foi e será uma honra defender e respeitar esse manto que é a minha segunda pele", disse Patrick de Paula através de sua assessoria de imprensa.

Aglomerações do tipo são proibidas no Estado de São Paulo durante a pandemia do novo coronavírus. Na semana passada, em Assunção, no Paraguai, os jogadores do Palmeiras receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A imunização foi realizada com doses recebidas pela Conmebol.

Um segurança da Seleção do Uruguai foi preso, na madrugada dessa segunda-feira (21), suspeito de assédio contra mulher que está hospedada no mesmo hotel que a equipe, em Cuiabá. Segundo o portal G1, a polícia foi chamada pela gerência do hotel e o suspeito foi preso em seu quarto.

A vítima está trabalhando para a Conmebol como segurança e disse a polícia ter conhecido o suspeito no 2º andar do hotel, quando apenas o cumprimentou. A partir daí passou a sofrer o assédio, ouvindo perguntas como que horas largaria do trabalho; além disso, o segurança teria pedido um beijo e colocado algumas notas de dólares em cima do banco ao lado em que a vítima estava sentada e depois dentro do bolso do seu jaleco, mesmo com a negativa constante por parte dela.

##RECOMENDA##

O funcionário da seleção do Uruguai negou ter assediado e disse apenas ter conversado sobre suas famílias, mas após descobrir que todas as cenas foram gravadas pelas câmeras do hotel, confirmou que ofereceu notas de 10 dólares, duas vezes, para a mulher.

O suspeito foi encaminhado para uma audiência de custódia na capital mato-grossense. Enquanto isso, o Uruguai entra em campo contra o Chile às 18h desta segunda (21), na Arena Pantanal.

 

Mais um jogador do Palmeiras foi flagrado em balada clandestina. Depois de Lucas Lima, na madrugada de sexta-feira, agora foi Patrick de Paula. Ele foi interceptado nesta segunda por membros de uma torcida organizada do time alviverde na saída de um local no Tatuapé, na zona leste de São Paulo.

O incidente foi filmado e divulgado nas redes sociais. Diferentemente de Lucas Limas, o volante estava de máscara quando foi cercado pelos torcedores. Patrick de Paula conseguiu deixar o local com ajuda de seguranças. "Você joga no Palmeiras, está de palhaçada?", afirmou um dos torcedores. Apenas alguns no grupo estavam com máscaras.

##RECOMENDA##

O jogador não respondeu ao grupo em nenhum momento. Ele inclusive tentou esconder o rosto para não ser identificado no vídeo, mas, um dos integrantes da torcida organizada, puxou o capuz da blusa do volante.

Aglomerações do tipo são proibidas no Estado de São Paulo durante a pandemia do novo coronavírus. Na semana passada, em Assunção, no Paraguai, os jogadores do Palmeiras receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A imunização foi realizada com doses recebidas pela Conmebol.

O Palmeiras ainda não se manifestou sobre mais um caso de jogador flagrado em balada clandestina, mas deve tomar a mesma atitude que teve com Lucas Lima. O meia foi afastado das atividades por quebra de protocolo de saúde.

O Juventude enfim conquistou a sua primeira volta nesse retorno à elite do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho derrotou o Sport por 1 a 0, na noite deste domingo, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela quinta rodada. De quebra, saiu da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Juventude terminou a noite na 14ª posição, com cinco pontos, respirando na luta contra o rebaixamento. O Sport, por outro lado, voltou a perder, ficou com quatro e parou na 15ª colocação.

##RECOMENDA##

A neblina tomou conta do jogo em Caxias do Sul. No entanto, ela não foi forte o suficiente para adiar o embate. No primeiro tempo, o Juventude, acostumado com essas condições, ficou com a posse de bola, mas o Sport foi mais perigoso. O time pernambucano criou as melhores oportunidades, mas não foi eficaz o suficiente para inaugurar o marcador.

Dois lances chamaram atenção, ambos nos minutos finais do primeiro tempo. Castilho recebeu de Michel e exigiu boa defesa do goleiro Maílson. A resposta foi com o zagueiro Sabino. Ele aproveitou o rebote, após cobrança de escanteio, e obrigou Marcelo Carné se esticar todo para salvar o Juventude.

O panorama do segundo tempo não foi muito diferente. O jogo continuou amarrado e foi ganhar em emoção apenas nos minutos finais. Aos 37 minutos, Matheus Jesus jogou a bola na pequena área, Matheus Peixoto aproveitou a sobra e chutou rasteiro para colocar o Juventude na frente do placar.

Atrás do placar, Louzer foi obrigado a mexer no time e colocou poder de fogo para tentar buscar o empate. Tréllez, Patric e Everaldo entraram em campo, o Sport foi com tudo para cima, mas de forma desorganizada e não conseguiu impedir mais um revés no Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Juventude enfrenta o América Mineiro na quinta-feira, às 16h, na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG). No mesmo dia, às 19h, o Sport visita o Corinthians, na Neo Química Arena, em São Paulo (SP).

FICHA TÉCNICA:

JUVENTUDE 1 x 0 SPORT

JUVENTUDE - Marcelo Carné; Michel, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Elton, Guilherme Castilho (Matheus Jesus) e Wescley (Didi); Chico (Capixaba), Paulinho Bóia (Marcos Vinícius) e Matheus Peixoto(Fernando Pacheco). Técnico: Marquinhos Santos.

SPORT - Maílson; Hayner (Patric), Rafael Thyere, Iago Maidana (Tréllez), Sabino e Sander; Marcão Silva, Thiago Lopes (Ricardinho) e Marquinhos (Everaldo); André e Paulinho Moccelin (Maxwell). Técnico: Umberto Louzer.

GOL - Matheus Peixoto, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Guilherme Castilho, Marcos Vinícius, Rafael Forster e Vitor Mendes (Juventude).

ÁRBITRO - Edina Alves Batista (SP).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando