Notícias

| Cidades

Depois de um ano com todas as atividades suspensas e pensando na viabilidade sanitária de realizar o Carnaval, representantes do Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte se reunirão na noite desta segunda-feira (29), às 19h.

 Representado a Prefeitura do Recife nesse primeiro encontro estarão o secretário de Planejamento, Gestão e Transformação Digital, Felipe Matos, a secretária de Saúde, Luciana Albuquerque, e o secretário de Cultura, Ricardo Mello.

##RECOMENDA##

A Prefeitura do Recife aponta que, nesse primeiro encontro, secretários e secretárias apresentarão o panorama geral sobre o avanço dos seus planos municipais de vacinação contra a Covid-19. Será possível conhecer algumas iniciativas para garantir que a população se vacine e alguns indicadores que auxiliam nas tomadas de decisões locais na flexibilização das medidas de convivência.

O objetivo central dessas discussões, que são consultivas, é a troca de informações que ajudem na construção de consensos sobre a possível realização do Carnaval. Outros dois encontros deverão acontecer para aprofundar e avançar na temática.

“A reunião não tem caráter deliberativo. Esse primeiro momento é importante para conhecer os dados gerados a partir da contenção da Covid nessas cidades, que são polos importantíssimos do Carnaval. Trocaremos ideias e informações considerando a prudência como o principal indutor das decisões que serão tomadas mais adiante, independente de quais sejam elas”, explica o secretário Felipe Matos.

Na ocasião, os secretários municipais do Recife apresentarão os dados relacionados ao avanço da vacinação na capital pernambucana. 

“Recife avança na vacinação contra a Covid, mas precisamos estar atentos às recomendações das autoridades sanitárias e estar preparados para atender todas as exigências que forem apontadas. O momento é de cautela e precisamos considerar todos os cenários, inclusive o cenário da possibilidade de realizar a festa", pontua a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque.

Na reunião também será abordado alternativas para auxiliar os produtores culturais, a exemplo do Auxílio Municipal Emergencial (AME), além dos incentivos fiscais como adiamento de impostos e tributos municipais.

O Sindicato dos Policiais Penais de Pernambuco (Sinpolpen-PE) suspendeu a convocação de uma assembleia geral no mês de dezembro após o Governo de Pernambuco reabrir as negociações com o sindicato.

A entidade cobra o acordo coletivo assinado sobre o reajuste salarial, novos enquadramentos por tempo de serviço, alteração do plano de cargos e criação do Departamento Policial Penal.

##RECOMENDA##

As negociações foram retomadas após representantes do sindicato serem recebidos no último dia 22 de novembro, após a realização de uma manifestação no centro do Recife.

No entanto, foi remarcado para o dia 20 de janeiro do próximo ano uma nova assembleia para analisar as propostas que serão analisadas nestes próximos cinquenta dias. 

João Batista de Carvalho, presidente do Sinpolpen-PE, confirmou que a categoria irá analisar as propostas e, caso não ocorra um bom encaminhamento, o sindicato poderá deliberar por uma nova mobilização, podendo até paralisar as atividades não essenciais dos policiais penais.

Em comemoração ao Mês da Consciência Negra, a Ong Paratodos inaugurou o Espaço Cultural 11 Negras, na Comunidade Quilombola Onze Negras, no Cabo de Santo Agostinho, no sábado (27). O ambiente, cuja reforma foi 100% financiada pela ONG Paratodos, foi entregue às mulheres da comunidade para ser utilizado como um espaço de emancipação social e financeira. Na ocasião, também foram firmadas três parcerias que apoiam o processo emancipatório da Associação Onze Negras: com o Instituto Travessia, cujo objetivo será a erradicação da pobreza por meio do empreendedorismo social sustentável; cooperação com a Secretaria de Assistência Social do Município do Cabo de Santo Agostinho para implantação da Cozinha Comunitária, já co-financiada pelo Governo Estadual; e com a Paratodos, a partir da disponibilização de consultoria para o fortalecimento institucional e promoção da educação tradicional.

“Ao conversarmos com as mulheres que utilizavam aquele espaço, não quisemos fazer uma imposição do que a gente imaginava que elas precisavam. Pelo contrário, ouvimos todas elas e buscamos entender a real necessidade. Nosso objetivo era entregar um espaço de transformação social”, afirmou a presidente da Ong Paratodos, Marina Maciel. 

##RECOMENDA##

O Espaço Cultural 11 Negras foi viabilizado pela Ong Paratodos por meio do Projeto Arquitetura Paratodos, que consiste na elaboração de projetos e reformas para oferecer condições básicas de dignidade e moradia de pessoas em vulnerabilidade social. Na Comunidade Quilombola Onze Negras, o projeto atuou num galpão já utilizado pelo grupo. O ambiente será utilizado para fomentar o empreendedorismo entre as mulheres, que poderão contar com palestras, cursos e ambiente próprio para realização de artesanatos e comidas típicas. 

A Ong Paratodos e seus parceiros realizaram a reforma completa do galpão seguindo a descrição conforme as necessidades eram relatadas pela comunidade. A partir disso, foram instaladas novas louças sanitárias, janelas,pontos elétricos e ventiladores de teto. Também foram recuperadas as madeiras do telhado, sendo realizada dedetização contra cupins, e colocadas novas telhas translúcidas para iluminação natural do espaço.

Para fortalecer a segurança alimentar das crianças e a autonomia das mulheres da comunidade, na ocasião também foi assinado o termo de parceria para estruturação da cozinha comunitária, através do Programa Tá na Mesa PE,com recursos do governo do Estado de Pernambuco específicos para as comunidades quilombolas. A iniciativa recebeu o apoio da Ong Paratodos na interlocução das Onze Negras com o Governo de Pernambuco e tem o intuito de combater a insegurança alimentar e nutricional, além de fortalecer a ação coletiva e a identidade comunitária das Onze Negras. 

Outra cooperação assinada foi com o Instituto Travessia, que ficará responsável por formar uma cooperativa de mulheres para desenvolver competências e empreendedorismo no ramo têxtil. A ideia é que futuramente seja lançada uma coleção moda praia inspirada nas cores e cultura  utilizada pela mulher quilombola. 

A Ong Paratodos ficará responsável por oferecer consultoria para o fortalecimento institucional da Associação Quilombo Onze Negras. O objetivo é a organização institucional inicial e geração de capacidades locais para autonomia na gestão e criação de competências para o  mapeamento e retenção de parcerias que fomentem a sustentabilidade das  ações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida na comunidade quilombola Onze Negras. 

A entrega do Espaço Cultural 11 Negras  e as assinaturas dos termos de cooperação ocorrem em um dia repleto de ações e debates. A programação extensa foi desde apresentação musical, a debates, homenagem e reconhecimento de quilombolas que têm feito a diferença na transformação social do local. “No evento em comemoração à Consciência Negra, precisamos falar sobre quem somos verdadeiramente, de onde viemos, para onde queremos ir. A igualdade não é um prêmio, é reconhecimento, do grego anagnórise, descobrimento de sua essência, oculta até então. O que é consciência negra? Primeiro saber-se negro ou sabê-lo negra e entender as lutas, vitórias, riquezas , angústias,tristezas e potencialidades. Em seguida, apoiar-se ou apoiá-lo a reencontrar o caminho de retorno à vida, à oportunidade, ao orgulho, à riqueza, à liberdade, sua África! Precisamos muito reparar. A consciência negra deve sera ponte para a reparação. À maioria do povo negro, remanescente do escravidão no Brasil, foi negada a identidade e oportunidades mínimas para a integração social, econômica e cultural Precisamos resgatar e devolver o direito de ser livre e prover a própria liberdade”, explicou diretora de Igualdade da Ong Paratodos, Sabrina Lira. 

ONZE NEGRAS - A comunidade quilombola Onze Negras está localizada no Engenho Trapiche, no município do Cabo de Santo Agostinho, a 35 quilômetros do Recife.Atualmente, estima-se que vivem no local cerca de 600 famílias, que formam a comunidade composta por pessoas negras remanescentes da escravidão no município.  Segundo a Onze Negras, a concepção do local ocorreu em meados de 1940, com a formação de uma pequena comunidade composta por negros remanescentes da escravidão no município. Nessa mesma época, famílias migravam para o Cabo de Santo Agostinho com a intenção de trabalhar nas usinas de cana-de-açúcar. Três grandes famílias foram originadas e seguiram morando no Engenho Trapiche, comprando as terras posteriormente e iniciando as construções de algumas casas. Ao longo dos anos, a comunidade recebeu vários nomes: Burrama, Pista Preta e, por fim, Onze Negras. Do grupo pioneiro que fundou a associação de moradores, quatro mulheres já faleceram,sendo substituídas por outras, sempre com a intenção de manter o trabalho coletivo em prol da comunidade. 

PARATODOS Tem como missão contribuir com o acesso dos mais vulneráveis a oportunidades de transformação de vida, semeando a esperança de um futuro melhor através do cuidado integral das pessoas. Fazemos isto combatendo as desigualdades sociais e econômicas, protegendo as crianças e os mais vulneráveis e trabalhando em parcerias para transformação de vidas, sendo o exemplo de mudança que queremos ver na sociedade.

Da assessoria

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou, nesta segunda-feira (29), mais três mortes e 28 casos de Covid-19 em Pernambuco. O estado soma 20.235 mortes pela doença.

Entre os casos confirmados nesta segunda-feira, sete são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Os demais 21 são leves.

##RECOMENDA##

Pernambuco totaliza 639.507 casos confirmados de Covid-19, sendo 54.986 graves e 584.521 leves. Os três óbitos ocorreram entre 22 de novembro de 2021 e o último domingo (28).

Um motociclista morreu após colidir na traseira de um carro nesta segunda-feira (29) em Palmares, Mata Sul de Pernambuco. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima estava sem capacete, não possuía CNH e a moto não tinha placa.

O motorista do carro não ficou ferido. Ele realizou o teste do bafômetro e não foi constatada a ingestão de álcool.

##RECOMENDA##

Além da PRF, o Instituto de Criminalística (IC) esteve no local para realizar perícia. A Polícia Civil vai investigar o caso.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou, neste sábado (27), mais nove óbitos e 373 casos de Covid-19 em Pernambuco. O estado soma 20.226 mortes pela doença.

Entre os casos confirmados neste sábado, 11 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Os demais 362 são leves.

##RECOMENDA##

Pernambuco totaliza 639.373 casos confirmados de Covid-19, sendo 54.971 graves e 584.402 leves. Os nove óbitos ocorreram entre 22 de janeiro de 2021 e a última sexta-feira (26). 

Um carro caiu do viaduto da BR-101, em Dois Irmãos, Zona Norte do Recife, na manhã deste sábado (27). O motorista do veículo ficou ferido e foi socorrido.

O acidente ocorreu por volta das 6h30. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor perdeu o controle do veículo, saiu da pista e caiu do viaduto. O automóvel ficou capotado na via local.

##RECOMENDA##

O motorista estava sozinho no carro. Ele foi socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, na Zona Oeste da capital.

No momento do acidente, uma equipe de agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) estava entre a Rua Dois Irmãos e a Avenida da Recuperação, em virtude da mudança de circulação planejada para a área embaixo do viaduto.

A equipe presenciou o momento da queda. Os agentes auxiliaram na mobilidade no local até a retirada do veículo. Só após o fim da ocorrência, por volta das 9h30, a operação para mudança de circulação foi iniciada. 

Carros com vacinas contra a Covid-19 vão circular por bairros e comunidades de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, para imunizar a população sem necessidade de agendamento nestes sábado (27) e domingo (28) . Os munícipes poderão receber a primeira, segunda ou terceira dose nos locais em que as unidades móveis passarem.

Neste sábado (27), das 9h às 12h, os carros vão passar pelas ruas dos bairros João de Deus, Vila da Fé e na ocupação Santa Terezinha. Já das 13h às 17h, os veículos trafegarão pela Vila Chocolate e Vila Dilma.

##RECOMENDA##

No domingo (28), das 9h às 12h, será a vez das ocupações nos Carneiros, Vila Militar e Nossa Senhora dos Milagres. À tarde, das 13h às 17h, serão contemplados os moradores do assentamento Luiz Inácio Lula da Silva e da ocupação Santa Helena.

A vacina transportada nos carros é a da Pfizer. Para receber a primeira dose é necessário ter 12 anos ou mais. Para o público entre 12 e 17 anos é exigida a presença de um responsável, munido de documentação oficial com foto, para assinar o termo de consentimento de recebimento da vacina. Pessoas com mais de 18 anos devem estar com documento com foto, portar comprovante de residência, CPF ou cartão do SUS. 

Para receber a segunda dose da Pfizer, é necessário estar com intervalo de 60 dias do recebimento da primeira. Já a dose de reforço será aplicada no público de 18 a 54 anos que tomou a segunda dose há cinco meses. No caso da população a partir de 55 anos, o intervalo entre a terceira e segunda dose deverá ser de quatro meses.

A Prefeitura do Recife vai abrir, na próxima segunda-feira (29), dois pontos de vacinação contra a Covid-19 em shoppings. Segundo a gestão municipal, essa será uma nova estratégia em busca de ampliar a cobertura vacinal na cidade.

A imunização vai ocorrer de segunda a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos, das 12h às 20h, no térreo do Shopping Tacaruna, em Santo Amaro, área central do Recife, e no piso L2 do Shopping RioMar, no Pina, Zona Sul da capital. A partir da terça-feira (30), o serviço passa a ser oferecido no térreo do Shopping Boa Vista, na área central da cidade; e no piso superior do Shopping Recife, em Boa Viagem, Zona Sul. 

##RECOMENDA##

"A iniciativa coincide com o início das festividades de fim de ano, quando uma maior quantidade de pessoas circula nesses espaços", explica a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque. Para receber a vacina, é necessário apresentar um comprovante de residência em seu nome, além de um documento oficial com foto. Para aqueles que forem receber a segunda dose ou a de reforço, também é preciso levar o cartão de vacinação ou o certificado de vacina, disponível no Conecta Recife. 

Pernambuco recebeu mais 452.790 doses da vacina Pfizer/BioNTech na madrugada deste sábado (27). A carga chegou ao Recife por volta de 0h45 e seguiu para checagem e armazenamento na sede do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE).

Os imunizantes serão utilizados para aplicação de primeiras doses em adolescentes, além de segundas doses e reforço para a população em geral, de acordo com a necessidade de cada município. Desde o início da campanha de vacinação, foram recebidas mais de 6,6 milhões de doses da Pfizer.

##RECOMENDA##

Do início da campanha, em janeiro deste ano, até o momento, Pernambuco recebeu 16.175.653 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 5.044.420 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 4.287.253 da Coronavac/Butantan, 6.670.170 da Pfizer/BioNTech e 173.810 da Janssen.

Um motorista da Prefeitura de Escada, na Mata Sul de Pernambuco, teve o contrato rescindido após ser flagrado fazendo sexo dentro de um ônibus escolar nesta semana. O vídeo do flagrante circula nas redes sociais.

No vídeo, o homem responsável por fazer a filmagem critica a situação, afirmando que iria mostrar a gravação à prefeita da cidade, Mary Gouveia. 

##RECOMENDA##

"É para isso que serve o escolar, não é? Minha filha está lá em Conceição com falta de ônibus, ela me ligou agorinha, e você fazendo isso com o ônibus da prefeitura", diz. "Vou mostrar à prefeita o que você está fazendo com o ônibus da prefeitura", completa o homem. Em seguida, o servidor sai com o ônibus do local.

A Prefeitura de Escada decidiu demitir o servidor por conduta indevida. A gestão municipal informou que não compactua com o ocorrido e que "tomou as medidas administrativas cabíveis, exonerando imediatamente o servidor contratado."

[@#video#@]

Nesta sexta-feira (26), o Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) recomendou que festas e aglomerações sejam evitadas neste final de ano por conta da nova onda de contágio pela Covid-19 que se espalha pelos países da Europa, Américas e África do Sul.

Além disso, o Coren chama a atenção para a descoberta de uma nova variante do novo coronavírus descoberto no continente sul-africano. Essa cepa é considerada potencialmente muito contagiosa e com múltiplas mutações.

##RECOMENDA##

O conselho salienta que os cuidados com o uso de máscara, higienização das mãos e manutenção de adequado distanciamento social deve ser reforçado, até que haja um estado de controle efetivo da pandemia.

O município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, terá uma casa de acolhimento para a população LGBTQIA+. O espaço, que terá o nome de Casa Cores da Resistência, será voltado para vítimas de violência por sua identidade de gênero ou orientação sexual e que se encontram em situação de vulnerabilidade.

O projeto foi proposto pela militância que defende os direitos da população LGBTQIA+ à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Garanhuns. O custeamento se dará a partir de uma emenda parlamentar das codeputadas das Juntas (Psol).

##RECOMENDA##

Neste sábado (27), ocorrerá a 3ª Parada da Diversidade de Garanhuns. Na ocasião, as parlamentares das Juntas vão anunciar a destinação de R$ 120 mil para a casa de acolhimento. O recurso será gerenciado pela prefeitura em parceria com o coletivo Cores da Resistência. 

“Ela servirá para acolher inúmeros LGBTQIA+ que são expulsos de casa na cidade de Garanhuns. Lá eles terão um local para dormir, comer e se especializarem com cursos profissionalizantes”, disse a deputada Robeyoncé Lima, integrante das Juntas. A expectativa é que a casa esteja em funcionamento ainda em 2022.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (26), mais cinco óbitos e 405 casos de Covid-19 em Pernambuco. O estado soma 20.217 mortes pela doença.

Entre os casos confirmados nesta sexta-feira, 10 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Os demais 395 são leves.

##RECOMENDA##

Pernambuco totaliza 639.000 casos confirmados de Covid-19, sendo 54.960 graves e 584.040 leves. Os cinco óbitos ocorreram entre 15 de maio de 2021 e a última quarta-feira (24).

A caminho de mais um dia de trabalho, na manhã dessa quinta-feira (25), uma jovem de 27 anos foi vítima de importunação sexual por um motociclista que passou a mão em suas partes íntimas em uma rua deserta no bairro de Tejipió, Zona Oeste do Recife. Câmeras de vigilância registraram a ação e ela denuncia para conseguir identificar o criminoso.

A consultora de moda Beatriz Lucena conta que sempre passa na Rua Augusta Bamberg de Melo, mas nunca havia sofrido nenhum crime contra sua dignidade. 

##RECOMENDA##

Nas imagens captadas por estabelecimentos comerciais, o motociclista surge em suas costas, alisa suas nádegas e foge em seguida. "Fiquei tão desnorteada que não acreditei que isso ‘tava’ acontecendo comigo. Sabe aquela sensação de impotência? A primeira coisa que fiz quando peguei meu ônibus foi ligar para minha mãe", relata. 

Sem reação, ela conta que chegou a gritar, mas não havia ninguém próximo. "Não tinha ninguém. Eu ‘tava’ sozinha na rua. Eu gritei 'o que é isso?!', mas foi muito rápido", comenta.

[@#video#@]

Ao chegar no trabalho, Beatriz desabafou sobre o que tinha sofrido com as amigas, mas a conversa não foi suficiente para amenizar o constrangimento decorrente desse tipo de agressão. 

"Todo mundo ficou horrorizado. Eu passei o dia inteiro mal e não almocei direito porque você se sente um lixo, né? Você se sente muito mal, como se fosse culpada, mas eu não tenho culpa", aponta. "É como se eu não fosse nada. Como se eu [como] mulher não tivesse autonomia do meu corpo”, reforça.

Após o expediente, a vítima foi à Delegacia da Mulher, em Santo Amaro, bairro da área central da capital, mas conta que o sistema de registro estava fora do ar. 

Além da queda do sistema, ela comenta que é muito difícil comprovar esse tipo de crime às autoridades: "Eu tive sorte de ter provas, de ter a filmagem".

Na manhã desta sexta (26), ela voltou à unidade por volta das 7h30, mas só conseguiu formalizar a queixa às 8h50. A jovem deixou o local por volta das 10h, apenas com a intimação para retornar à delegacia na próxima quarta (1º), quando deve expor detalhes da sua versão e os vídeos.

A Lei 13.718/2018 expressa que a prática de ato libidinoso com objetivo de satisfazer a própria libido sem anuência é configurado como importunação sexual, que determina a pena de reclução de um a cinco anos.

Marília Parente, Caio Lima e Nathan Santos, finalistas do 26º Prêmio Cristina Tavares de Jornalismo. (Danilo Galindo)

LeiaJá conquistou o 26º Prêmio Cristina Tavares de Jornalismo, a mais importante premiação do setor em Pernambuco. O documentário "Paulo Freire: o legado", assinado pelos jornalistas Marília Parente e Nathan Santos, com edição de Caio Lima e Danillo Campelo, venceu a categoria "radiojornalismo". Promovido na noite desta quinta-feira (25), o prêmio é organizado anualmente pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco (Sinjope) em parceria com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

##RECOMENDA##

Publicado no dia 10 de setembro deste ano, o documentário "Paulo Freire: o legado" celebra o centenário do pedagogo recifense, Patrono da Educação Brasileira desde 2012. O trabalho é dividido em quatro blocos, partindo do processo de alfabetização do próprio Paulo Freire, em Pernambuco, e de suas primeiras vivências como professor, trazendo ainda detalhes da lendária experiência de Angicos, cidade localizada no sertão do Rio Grande do Norte, em que o pedagogo e sua equipe alfabetizaram 300 adultos em apenas 40 horas.

A jornalista Marília Parente destaca a escolha pelo formato de rádio ao abordar a vida de Paulo Freire. "Trata-se de um veículo muito democrático, que permite que a gente fale sobre educação inclusive com pessoas que não sabem ler. No mais, esse reconhecimento mostra como é importante a gente se desafiar profissionalmente. Apesar de ter mais experiência no jornalismo online e impresso, foi muito gratificante produzir, escrever e fazer locução para rádio", comenta Marília.

O jornalista Nathan Santos também celebrou o reconhecimento. "Para mim, o Cristina Tavares é o maior prêmio de jornalismo do Nordeste. É uma conquista que nos deixa muito orgulhosos e nos inspira a buscar, sempre, pautas que promovam o bom jornalismo. Estamos muito felizes", afirma Nathan.

Nesta edição, o Prêmio Cristina Tavares recebeu mais de 150 inscrições de trabalhos jornalísticos, em 7 categorias entre profissionais e estudantes, contando o 2º Prêmio de Jornalismo Cultural. Durante 30 dias, a Comissão Julgadora, formada por mais de 15 profissionais da área, professores e mestres em comunicação, analisou fotografias, vídeos, textos e áudios inscritos. A premiação conta com patrocínio da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe).

[@#video#@]

Os casos das lesões cutâneas, que causam coceiras nas pessoas, só estão aumentando no Grande Recife. Esse surto, que começou com 79 casos no Recife, já passa dos 300, em seis cidades da região. Como tratar de algo que ainda não se sabe o que é? A dermatologista Márcia Horowitz fala sobre os cuidados que os pacientes devem ter.

Evitar ao máximo coçar

##RECOMENDA##

Márcia salienta que deve-se evitar ao máximo coçar. “Pode lesionar a pele, criando uma porta de entrada para a contaminação por bactérias, podendo ter que fazer o uso de antibióticos por conta dessa infecção”, diz.

Também deve-se evitar passar álcool, usar sabonete de aroeira e sabão amarelo, já que esses produtos podem acabar irritando a pele e ocasionar uma lesão por cima da coceira, atrapalhando o diagnóstico e o tratamento médico. 

Evitar a automedicação

A dermatologista detalha que de nenhuma forma os pacientes devem se automedicar. “Principalmente com pomadas com corticóide, porque elas vão tirar um pouco a vermelhidão, o inchaço das lesões e nós, dermatologistas, trabalhamos com a hipótese e diagnóstico justamente observando as lesões”, explica.

Como diminuir as coceiras

Até conseguir uma ajuda médica, Márcia Horowitz aconselha que o paciente procure por locais mais arejados, porque o calor pode piorar as lesões. Além disso, também é indicado fazer compressas frias nos locais, sem gelo, para uma sensação de maior alívio. 

No entanto, a especialista aponta que é essencial que as pessoas procurem uma ajuda médica para poder ser prescrito o tratamento indicado para os sintomas. 

“Esse tratamento deve ser a base de antialérgicos, que vai depender do quadro do paciente e, principalmente, excluir outros tipos de coceira como a própria escabiose, infecção por fungo ou dermatite”, salienta a dermatologista. 

Qual profissional devo procurar?

Márcia orienta que qualquer médico está apto a tratar essas lesões cutâneas que estão acontecendo, mas é importante que o paciente se dirija a uma unidade de saúde, mesmo que esteja medicado, para que o profissional notifique a Secretaria de Saúde, que está investigando os casos.

 Para marcar o Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher, o Levante Feminista convocou, para esta quinta-feira (25), uma vigília nacional para cobrar justiça pelos crimes de feminicídio no país. No Recife, as manifestantes se concentraram na Praça do Diário, no bairro de Santo Antônio, às 16h30, realizando passeata até o Palácio do Campo das Princesas, também na área central da capital pernambucana, onde chegaram por volta das 18h. Lá, a mobilização se uniu ao ato de mulheres transexuais e travestis contra o transfeminicídio.

Além de girassóis e velas, as manifestantes carregaram placas com os nomes das mulheres vítimas de violência. “Muitos crimes cometidos contra a mulher e as mulheres que foram assassinadas ainda não tiveram justiça. Os processos são lentos e o número de mulheres vítimas de violência aumentou na pandemia”, comenta Itanacy Oliveira, que atua junto à Rede de Mulheres Negras e a Casa da Mulher do Nordeste.

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

Também presente no ato, a vereadora do Recife Dani Portela (Psol) ressaltou a importância do encontro entre as mobilizações de mulheres negras e mulheres transgêneras. “Os dois atos denunciam o aumento da violência contra as mulheres e contra os corpos LGBTQIA+. O Brasil é o quinto país mais violento do mundo para as mulheres, mas se essa mulher for transexual ou travesti é o primeiro. Nossa luta é contra violência contra as mulheres, sejam elas cis, trans ou travestis”, pontua a parlamentar.

Nesta quinta-feira (25), Pernambuco recebeu mais 165 mil doses de vacinas da Astrazeneca. O avião com os imunizantes pousou no Aeroporto Internacional do Recife por volta das 15h45 e a carga seguiu para checagem e armazenamento na sede do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE).

As vacinas serão utilizadas para a segunda dose na população em geral que ainda não completou o esquema vacinal. Até o momento, 13.300.312 pernambucanos receberam doses de vacinas contra a Covid-19, desde o início da campanha de imunização no Estado. 

##RECOMENDA##

Nesta quinta-feira (25), mulheres transexuais e travestis protestam contra o extermínio desse grupo social na área central do Recife. O ato, marcado às 16h, em frente ao Palácio do Campo das Princesas, tem a intenção de entregar uma carta com propostas de combate à violência contra travestis e transexuais no Estado.

[@#video#@]

##RECOMENDA##

Integrante da Rede Autônoma de Pessoas Trans e Travestis do estado de Pernambuco (Ratts), Juno Pedro Albuquerque destaca a importância do documento a ser entregue a representantes do Governo do Estado. "A gente conseguiu fazer uma proposta de política-pública para cada grande área de necessidade (...) A gente conseguiu fazer uma proposta sobre empregabilidade, uma proposta sobre moradia também e uma proposta sobre segurança pública", pontua.

Diante dos últimos casos de transfeminicídio em Pernambuco, Juno afirma que as respostas dadas pelo Governo do Estado foram "vergonhosas". "Apesar da cobrança, desde o outro ato, a gente solicitou uma reunião que não foi atendida esses meses todos e a gente está aqui tanto pra tentar esse novo diálogo, como também, trazer esse conjunto de proposta que a gente elaborou", ressalta.

Participando também da movimentação, a co-deputada, Robeyoncé lima, da Juntas (PSOL), reforça a necessidade das demandas apontadas na carta serem atendidas pelo Estado. "O Brasil está há doze anos como o país que mais mata pessoas LGBTQIA e Pernambuco está incluído nesse contexto obviamente, né? A gente cobra do governo do estado ações em relação a essa questão. Desde o mês de junho, quando tivemos o caso emblemático da Roberta, que teve 40% do corpo queimado".

E complementa: "Hoje, a gente traz o documento pra ver se a gente vai ser recebido aqui, junto com o movimento social, com relação a pauta de violência, de segurança pública, de saúde, da educação, de empregabilidade, de renda e diversos outros fatores, que o movimento trans vem pleiteando há mais de dez anos diante do Governo do Estado", aponta.

[@#galeria#@]

*Com informações de Marília Parente

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando