Tópicos | bolsas remanescentes

Reprodução/Site do Prouni

##RECOMENDA##

O site do Programa Universidade para Todos (Prouni) saiu do ar nesta terça-feira (15). Nesta terça também é o dia em que começam as inscrições para as mais de 90 mil bolsas remanescentes, ou seja, que não foram ocupadas no decorrer do processo seletivo regular.

A disponibilidade dessas bolsas ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo. O prazo para inscrição termina em 30 de setembro e o estudante interessado deve acessar a página do Prouni na internet.

De acordo com o Ministério da Educação, nesta edição, o prazo de inscrição será único, tanto para candidatos não matriculados na instituição de ensino superior para a qual desejam se inscrever para disputar uma bolsa, como para candidatos já matriculados na mesma instituição para a qual querem fazer a inscrição.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Começam nesta terça-feira (15) as inscrições para o processo seletivo de bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni), para o segundo semestre deste ano. Ao todo, serão ofertadas cerca de 90 mil bolsas que não foram ocupadas no decorrer do processo seletivo regular.

A disponibilidade dessas bolsas ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo. O prazo para inscrição termina em 30 de setembro e o estudante interessado deve acessar a página do Prouni na internet.

##RECOMENDA##

De acordo com o Ministério da Educação, nesta edição, o prazo de inscrição será único, tanto para candidatos não matriculados na instituição de ensino superior para a qual desejam se inscrever para disputar uma bolsa, como para candidatos já matriculados na mesma instituição para a qual querem fazer a inscrição.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Candidatos interessados em participar do processo seletivo para as vagas remanescentes do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) poderão se inscrever a partir desta quarta-feira (4), na página do programa. As vagas remanescentes são as que não foram ocupadas pelos participantes durante o processo seletivo, seja por motivos de desistência ou falta da documentação. As vagas são referentes ao segundo semestre de 2019.

Os estudantes devem ficar atentos aos prazos. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), até sexta-feira (6), serão ofertadas vagas remanescentes para cursos nas áreas de saúde, engenharia, ciências da computação, licenciatura, pedagogia normal e superior. A partir de 7 de setembro, outras áreas estarão disponíveis para inscrição. O prazo geral para as inscrições é de 6 a 11 de setembro para candidatos não matriculados e até 29 de novembro para os já matriculados.

##RECOMENDA##

Podem participar da seleção o requerente deve ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, obtido nota superior a 450 pontos e não pode ter zerado na redação. O candidato também deve comprovar renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.

Não poderão concorrer às vagas os alunos que já possuem o Fies ou que estão inadimplentes perante o programa. 

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) é um programa criado pelo MEC que custeia cursos de graduação em instituições de ensino superior privado para estudantes que tenham avaliação positiva no processo seletivo. 

Para outras informações sobre o processo seletivo, confira o edital.

Alunos que não estão matriculados nas instituições de ensino superior têm até esta segunda-feira (19), para se candidatar a uma das vaga nas bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni). O ProUni oferece bolsas parciais e integrais para ingresso em instituições privadas. 

Podem participar professores da rede pública de ensino ou qualquer pessoa que tenha o realizado o Exame Nacional do ensino Médio (ENEM) a partir de 2010 e que tenha obtido nota a partir de 450 pontos, além de não ter zerado na redação.

##RECOMENDA##

Ao concorrer à bolsa integral (100%), o participante deve comprovar renda amiliar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já no caso das bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal do candidato deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Clique aqui para realizar a inscrição.

  Candidatos terão nova chance de ingressar no ensino superior privado por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni). Estão abertas, a partir desta segunda-feira (5), as inscrições para as vagas remanescentes do programa que oferece bolsas parciais e integrais  em cursos de graduação. Requisito principal é que o aluno tenha feito qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ter obtido nota a partir de 450 pontos.

Aos participantes que não estão matriculados em alguma instituição de Ensino Superior, terão até 30 de setembro para efetivar a inscrição. Para os estudantes que já estão matriculados, o prazo é de até 16 de agosto. As bolsas remanescentes são  as vagas que não foram ocupadas nas duas primeiras chamadas e lista de espera.

##RECOMENDA##

Também podem se inscrever professores da rede pública de ensino que estejam em exercício da educação básica e que não tenham participado do Enem. Neste caso, os educadores só poderão concorrer às bolsas de estudo em cursos de licenciatura.

Critérios para concorrer às bolsas

Para as bolsas integrais (100%) o candidato deve ter renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio, conforme determina o Ministério da Educação (MEC). A opção de bolsas parciais (50%) é destinada aos participantes com renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Clique no site do ProUni para fazer a inscrição

 

As inscrições para as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre podem ser feitas a partir de hoje (20) pelo site do Ministério da Educação. Serão oferecidas 106.252 bolsas de estudo em cursos de graduação de instituições privadas. Dessas, 18.070 são integrais e 88.182 parciais de 50%.

Podem concorrer brasileiros que não possuem diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010. É necessário ter obtido no mínimo 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação, além de ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral. Pessoas com deficiência e professores da rede pública também têm direito a concorrer.

##RECOMENDA##

Todas as bolsas disponíveis não foram preenchidas no processo de seleção regular. As integrais são destinadas a estudantes com renda de até um salário mínimo e meio. Já as parciais são para candidatos com renda familiar de até três salários mínimos.

Os alunos que já estão matriculados em instituições de ensino superior devem se inscrever até 28 de setembro. Os demais interessados têm um prazo menor e precisam realizar a inscrição até 24 de agosto.

Na próxima segunda-feira (20), serão abertas as inscrições para as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni). Segundo o Ministério da Eduação (MEC), as oportunidades são referentes ao segundo semestre deste ano.

Ainda de acordo com o MEC, os estudantes matriculados nas universidades precisam se inscrever até 28 de setembro, enquanto os não matriculados devem realizar o procedimento até o dia 24 de agosto. Entre os critérios do programa, os candidatos devem ter participado da edição 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo exigida nota mínima de 450 pontos, bem como não é aceitável nota zero na redação.

##RECOMENDA##

]“O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior. As integrais se destinam aos estudantes com renda per capita de até 1,5 salários mínimos. Já as bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos”, detalha o MEC em seu site oficial. A quantidade de bolsas ainda não foi levantada pelo órgão.

Outra exigência, segundo o Ministério da Educação, é que o estudante tenha feito o ensino médio em escola pública ou em colégios privados na condição de bolsista. Mais informações podem ser encontradas no site do ProUni.

O prazo de inscrição para bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) termina hoje (9) para os alunos que ainda não estão matriculados nas instituições de ensino superior. Para os que já estão matriculados, o prazo termina no dia 30 de abril. 

As bolsas remanescentes são aquelas que não foram ocupadas no decorrer do processo regular do ProUni. Para se candidatar, é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e acima de zero na redação, ou ser professor da rede pública de ensino. Ao todo, serão ofertadas 112.800 bolsas remanescentes.

##RECOMENDA##

As inscrições devem ser feitas pela internet na página oficial do programa. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior.

Na próxima segunda-feira (31), o Programa Universidade para Todos (ProUni) inicia inscrições para vagas remanescentes. Segundo o Ministério da Educação (MEC), das mais de 147 mil oferadas de início, 77 mil podem ser ocupadas. 

As candidaturas deverão ser feitas até 25 de agosto pelos candidatos que não estiverem matriculados em instituição de nível superior. Já os matriculados poderão fazer o procedimento até 30 de outubro, por meio do endereço virtual do programa.

##RECOMENDA##

O programa permite as participações de candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição 2010 e que alcançaram nota igual ou superior a 450 pontos, bem como não é aceita nota zero nas redações. As bolsas são oferecidas em instituições de ensino superior. 

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, em seu site, os procedimentos e o calendário para as inscrições às vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) para o primeiro semestre de 2017.

O ProUni é destinado à concessão de bolsas de estudo integrais e parciais (50%) para estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas, com ou sem fins lucrativos. A bolsa integral é para estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. A bolsa parcial é destinada aos estudantes com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos.

##RECOMENDA##

Poderão se inscrever os que tiverem participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 e que tenham obtido nota igual ou acima de 450 pontos, além de superior a zero na redação. Professores da rede pública de educação básica, integrantes do quadro permanente da instituição, também podem se inscrever para os cursos de licenciatura, independente da renda.

As inscrições devem ser feitas nas seguintes datas:

De 27 de março a 5 de abril: para quem não estiver matriculado na instituição;

Até 5 de maio: para os já matriculados.

Para mais informações, acesse: http://prouniportal.mec.gov.br/.

O edital do Programa Universidade para Todos (ProUni) foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (18). Segundo informações do Ministério da Educação (MEC), as candidaturas às vagas remanescentes devem ser feitas de 23 a 31 deste mês, através da internet.

Podem concorrer às bolsas integrais e parciais estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado, assim como os professores da rede pública de ensino. É preciso que os participantes não tenham zerado a redação do Enem, bem como a média mínima exigida é de 450 pontos, entre outras exigências.

##RECOMENDA##

De acordo com o MEC, as bolsas remanescentes não terão efeito retroativo. Isso quer dizer que elas serão válidas a partir da data de emissão do correspondente Termo de Concessão. Mais informações podem ser obtidas na página virtual do ProUni.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) inicia, na próxima segunda-feira (18), as inscrições para as bolsas remanescentes. O prazo se estenderá até o dia 7 de setembro ou 1º de dezembro próximo, de acordo com a situação do candidato. As inscrições devem ser feitas na página do ProUni.

Para concorrer às bolsas, o estudante deve cumprir os requisitos estabelecidos pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, e atender a uma das condições seguintes: ter efetuado inscrição, em todas as suas opções, em cursos com registro de não formação de turma no processo seletivo regular do ProUni.

##RECOMENDA##

Ser professor da rede pública, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente de instituição pública de ensino. O professor que se inscrever para bolsas em cursos de grau de licenciatura não precisa comprovar renda nem ter feito o ensino médio em escola pública ou ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Todos os candidatos terão dois dias úteis, subsequentes ao da inscrição, para comprovar as informações na instituição de ensino na qual pretendem ingressar. A instituição terá o dia útil seguinte ao final do prazo de comparecimento do candidato para registrar o resultado da comprovação das informações no Sistema Informatizado do ProUni (SisproUni). Caso o estudante não compareça ou a instituição não registre o preenchimento da bolsa, a mesma voltará a ser oferecida pelo sistema.

Brasília - O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (1º), no Diário Oficial da União, as regras para a ocupação das bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) que não forem ocupadas no processo seletivo do segundo semestre de 2013. O processo encerra-se no dia 15 de agosto com a comprovação das informações dos candidatos selecionados na segunda chamada da lista de espera.

As bolsas remanescentes deverão ser concedidas em cada instituição de ensino de acordo com a classificação em processo seletivo próprio, inclusive vestibular, para as turmas que começam no segundo semestre deste ano. Caso ainda restem bolsas, elas serão oferecidas de acordo com o desempenho acadêmico dos estudantes de turmas iniciadas antes do segundo semestre. As bolsas que ainda não forem distribuídas serão ofertadas no próximo processo seletivo.

As instituições poderão oferecer o benefício também a estudantes matriculados cujas bolsas não foram regularmente concedidas no decorrer do processo seletivo por impedimentos operacionais.

A portaria estabelece que terão prioridade na ocupação das bolsas os estudantes que sejam também professores da rede pública de ensino matriculados em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia.

A instituição que optar por seguir esses critérios de concessão de bolsas deverá divulgá-los em locais de grande circulação, assim como o número de bolsas disponíveis em cada curso e turno. A lista dos estudantes inscritos e posteriormente a dos aprovados e reprovados também devem ser divulgadas. As bolsas não terão efeito retroativo, o estudante receberá apenas o correspondente ao período que já estiver com a bolsa.

O ProUni oferece bolsas em instituições particulares de ensino superior. Nesta edição, são oferecidas 90.045 bolsas – dessas, 55.693 são integrais e 34.352, parciais, no valor de 50% da mensalidade. As bolsas integrais do ProUni são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa. Nesta edição do programa, 436.941 candidatos fizeram a inscrição.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta-feira (23) as regras para bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni). De acordo com o MEC, as instituições de ensino superior que aderiram ao programa e ainda não tiverem bolsas disponíveis para o primeiro semestre deste ano poderão realizar o processo seletivo próprio para selecionar candidatos. Essa seleção deverá ocorrer a partir da próxima segunda-feira (23) e o prazo de concessão de bolsas se encerrará no dia 5 de abril.

O processo seletivo poderá ser feito através de vestibular, para as turmas iniciadas no primeiro semestre deste ano, ou ainda de acordo com o desempenho acadêmico, avaliado pela própria instituição de ensino, referente às turmas iniciadas anteriormente ao primeiro semestre de 2012.

Os estudantes interessados em candidatar-se às bolsas de estudo deverão atender a todos os critérios exigidos pelo programa em relação à escolaridade e renda. As bolsas são disponibilizadas a estudantes que tenham renda familiar per capita de até três salários mínimos e tenham cursado o ensino médio em escola pública ou em instituição privada na situação de bolsista integral. No que diz respeito aos professores da rede pública ensino, que realizaram candidatura em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia, não é exigido a comprovação de renda.

O MEC também informou que as instituições que optarem por disponibilizar as bolsas remanescentes de acordo com as regras definidas na portaria desta sexta-feira, deverão seguir as normas para todas as bolsas que ainda restam em todas as graduações. As bolsas que não foram preenchidas serão oferecidas no próximo processo de seleção do Prouni, que será realizado, de acordo com o MEC, no começo do segundo semestre deste ano.

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando