Tópicos | Elias Carioca

O Santa Cruz anunciou nesta segunda-feira (16), que concretizou a transferência de Elias Carioca, em caráter definitivo, ao Athletico Paranaense. O atacante foi um dos destaques corais no início da temporada, mas caiu de rendimento ainda no primeiro semestre e amargou o banco de reservas durante a maior parte do ano.

Segundo o clube coral, o Furacão adquiriu o percentual de 80% dos direitos econômicos do atleta, pelo preço total de R$ 1.641.009,82. Só que, desse montante, R$ 741.009,82 dizem respeito ao valor atualizado para quitação do processo CNRD 2018/O/096 movido pelo CAP em face do Santa Cruz Futebol Clube, devido ao não repasse do percentual de 50%, quando da transação do ex atleta André Luis realizada em 2017, conforme constante no termo protocolado junto ao CNRD.

##RECOMENDA##

O Santa esclarece que "a continuidade do processo na CNRD poderia causar diversas penalidades ao clube tais quais multas, impossibilidade de inscrição de novos atletas e suspensão de competições". Ainda, de acordo com o comunicado, o saldo restante, no valor de R$ 900.000 servirá para o pagamento de débitos trabalhistas, acordos judiciais e extrajudiciais, manutenção da folha de atletas e funcionários e investimentos em infraestrutura da sede e do gramado do Arruda.

[@#video#@]

Vencer o Sinop nesta quinta-feira (14), ou pelo menos empatar, era primordial para o Santa Cruz. A cota por passar de fase seria um desafogo financeiro para o clube. No estádio Gigante do Norte, no Mato Grosso, a Cobra Coral se impôs e venceu por 2 x 1, carimbando a vaga. Na próxima fase, os tricolores encaram o Náutico, em partida única no Arruda. Vai ser jogão.

O JOGO

##RECOMENDA##

Elétrico, o Santa Cruz abriu o placar logo aos 5 minutos. Escanteio cobrado a meia altura, a bola passou por todo mundo dentro da área, menos por Elias Carioca que, de carrinho, abriu o placar para os pernambucanos.

A partir daí os corais relaxaram e viram o Sinop ganhar mais volume de jogo. Porém, sem muita qualidade a equipe não levou muito perigo à meta do goleiro Ricardo Ernesto. O arqueiro tricolor, porém, se machucou e não voltou para a etapa final.

Segundo tempo, inclusive, que começou embolado no meio de campo. Até que aos 27 minutos, Pipico foi derrubado dentro da área. O próprio atacante foi para a cobrança do pênalti e fez 2 x 0 para tranquilizar o time. Nos minutos finais, Igor descontou para o Sinop.

FICHA DE JOGO

Competição: Copa do Brasil

Local: Gigante do Norte (Sinop-MT)

Sinop: Guilherme Santiago; Léo Coman, Bruno Boré, Gustavo Henrique e Jefferson Arroz; Daniel Lucini (Igor), Natan, Fabiano Menezes (Michel) e Cleucio Riquelme; Deivison Pikachu e Fernando (Elber). Técnico: Gianni Freitas

Santa Cruz: Ricardo Ernesto (Anderson); Marcos Martins, Danny Morais, Vitão e Bruno Ré; Charles, Diego Lorenzi, Allan Dias (Guilherme Queiroz) e Jô (Cesinha); Elias Carioca e Pipico. Técnico: Leston Júnior

Gols: Igor (SIN); Elias Carioca e Pipico (SAN)

Arbitragem: Adriano Milczvski (PR)

Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Joao Fabio Machado Brischiliari (PR)

Cartões amarelos: Michel (SIN); Anderson, Diego Lorenzi e Elias (SAN)

Cartão vermelho: Elias (SAN)

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando