Tópicos | gêmeos

Fabiula Nascimento informou aos seguidores do Instagram, nesta terça-feira (11), que os gêmeos Roque e Raul nasceram. Casada com o ator Emílio Dantas, Fabiula informou aos internautas que os bebês vieram ao mundo no último domingo (9). A atriz publicou uma foto do parto para contar a novidade no seu perfil da rede social.

Matheus Nachtergaele, Fernanda Paes Leme, Ingrid Guimarães, Astrid Fontenelle, Giovanna Lancellotti, Iza, Bruno Gagliasso, Fernanda Rodrigues, George Sauma, Paulo Miklos, Marco Pigossi, entre outros famosos, ficaram em êxtase com a notícia divulgada. A atriz Mônica Iozzi comentou: "Parabéns! Toda saúde, proteção e felicidade do mundo! Vocês merecem".

##RECOMENDA##

Confira:

[@#video#@]

Gêmeos surpreenderam a equipe médica e nasceram em dias, meses e anos diferentes no condado de Monterey, na Califórnia, Estados Unidos. O evento raro foi protagonizado pelos irmãos Alfredo Antonio e Aylin Yolanda Trujillo.

"É uma loucura que eles sejam gêmeos e tenham aniversários diferentes", relatou a mãe Fátima Madrigal no comunicado emitido pela maternidade Natividad Medical Center.

##RECOMENDA##

Alfredo foi a última criança a nascer na maternidade em 2021, por volta das 23h45 do dia 31 de dezembro. Cerca de 15 minutos depois, às 00h do dia 1º de janeiro, a irmã Aylin veio ao mundo, sendo a primeira nascida em 2022.

Ele pesava 2,75 kg e a caçula 2,66 kg. "Fiquei surpresa e feliz por ela ter chegado à meia-noite", comentou Fátima, que tem outros três filhos.

Como a média anual de nascidos gêmeos nos Estados Unidos é de 3%, a maternidade estima que as chances de gêmeos nascerem em anos diferentes é entre 1 e 2 milhões.

"Este foi definitivamente um dos partos mais memoráveis da minha carreira", definiu a médica Ana Abril Arias, que celebrou a saúde dos pequenos: "foi um prazer absoluto ajudar esses pequeninos a chegarem aqui, com segurança, em 2021 e 2022. Que maneira incrível de começar o ano novo!".

Após o anúncio de que estão esperando gêmeos, Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez foram ao Instagram compartilhar um vídeo fofíssimo na última quinta-feira, dia 16. Nele, o casal reúne a família em um momento emocionante para revelar o sexo dos bebês que estão a caminho.

Com a decoração de Natal ao fundo, os outros filhos do casal estouraram balões com as cores azul e rosa, representando cada um dos bebês. No vídeo filmado pela mãe, as crianças aparecem sorridentes e em clima de comemoração.

##RECOMENDA##

"Onde a vida começa e o amor nunca termina! #Abençoados", escreveram na legenda.

O jogador já é pai de quatro filhos. O primeiro foi Cristiano Ronaldo Júnior, nascido em 2010 e cuja identidade da mãe é mantida em segredo até hoje. Logo após, por barriga de aluguel, o português se tornou pai de outro par de gêmeos, Eva e Mateo. Georgina é mãe biológica de Alana, nascida em 2017, sendo o novo casal de gêmeos um novo fruto do relacionamento com a modelo argentina.

A data do nascimento dos mais novos membros da família está prevista para abril de 2022.

[@#video#@]

No último dia 8, a Globo lançou em sua programação a novela Um Lugar ao Sol. Escrita por Lícia Manzo, a trama inédita da emissora foi bem recebida pelo público, principalmente pela interpretação de Cauã Reymond no papel dos irmãos Renato e Christian. A entrega em dose dupla do ator nas cenas vem gerando elogios de muita gente, o que faz lembrar histórias que tiveram a mesma proposta. Pensando nisso, o LeiaJá destaca personagens gêmeos que agitaram o universo dos folhetins.

Quinzinho e João Victor

##RECOMENDA##

Em 1981, Manoel Carlos encantou o público com os dramas da novela Baila Comigo. Com Lilian Lemmertz vivendo a primeira Helena do autor, a obra deu o que falar na época quando os gêmeos Quinzinho e João Victor cresceram sem que um soubesse da existência do outro. Criados separados, os personagens interpretados por Tony Ramos emocionaram o público quando finalmente se encontraram pela primeira vez. 

Ruth e Raquel

Não dá para falar de remake, de gêmeos, e não citar as irmãs mais adoráveis do Brasil. Sucesso na década de 1970, Mulheres de Areia ganhou uma versão em 1993 com Gloria Pires no papel principal. Na obra de Ivani Ribeiro, a atriz viveu Ruth e Raquel, gêmeas que tinham corações bem diferentes. Enquanto uma era boa demais, a outra já transitava pelos caminhos da maldade. No papel que já foi defendido por Eva Wilma, Gloria é lembrada até hoje por seu carisma com a dupla interpretação.

Paulina e Paola Bracho

Saindo do universo Globo, o SBT deixou muita gente grudada em frente à televisão com a novela A Usurpadora. A trama mexicana, protagonizada por Gabriela Spanic, abordava o encontro inesperado das gêmeas Paulina e Paola Bracho. Nos moldes de Mulheres de Areia, os embates entre a irmã sensata e a maquiavélica movimentavam a história.

Paula e Taís

O autor Gilberto Braga causou muita histeria no telespectador ao trazer para o horário nobre as gêmeas Paula e Taís. Ambas vividas pela atriz Alessandra Negrini, as irmãs separadas durante o nascimento se conhecem após o acaso juntar as duas em meio às revelações polêmicas. Reprisada atualmente pelo Canal Viva, a novela Paraíso Tropical, de 2007, prende a atenção daqueles que não dispensam um bom enredo, mais especificamente dos rumos das irmãs/rivais Paula e Taís.

Paco e Apolo

A novela Da Cor do Pecado foi um tremendo sucesso na faixa das 19h da Globo. A obra desenvolvida por João Emanuel Carneiro, o mesmo que assinou Avenida Brasil, abordou novamente a separação de gêmeos. Os personagens Paco e Apolo (Reynaldo Gianecchini), filhos do poderoso Afonso Lambertini (Lima Duarte) com a ex-copeira Edilásia/Mamuska (Rosi Campos), só se conhecem na fase adulta. De maneira inesperada, o encontro dos dois afasta todos os mistérios e mentiras do passado.

Cristiano Ronaldo anunciou, na manhã desta quinta-feira (28), que sua família terá dois novos membros. O craque português disse que sua esposa Georgina está grávida de gêmeos.

O jogador do Manchester United, cujo relacionamento com a modelo Georgina Rodriguez vem de 2017, apareceu junto à amada para fazer o anúncio.

##RECOMENDA##

“É um prazer anunciar que esperamos gêmeos. Os nossos corações estão cheios de amor, mal podemos esperar para conhece-los”, publicou.

[@#podcast#@]

Cristiano já tem quatro filhos: Cristiano Ronaldo Jr (11), Mateo Ronaldo (4) e Eva Maria (4), também gêmeos, e Alana Martina (3), única filha com a atual esposa. Os três primeiros filhos do craque têm a identidade da mãe mantida em sigilo.

O cantor Lance Bass, ex-vocalista do 'N Sync, está sorrindo à toa. No último dia 13, nasceram os gêmeos Violet Betty e Alexander James, filhos dele com o marido Michael Turchin. Em uma postagem no Instagram, Lance vibrou ao dar a notícia aos fãs. "Os bebês dragões chegaram!! Não consigo expressar quanto amor sinto agora", disse.

Ainda na publicação, o artista agradeceu o carinho dos internautas: "Obrigado por todos pelas mensagens. Significou muito. Agora, como se troca uma fralda??! Ahhhhhhhh!". Michael também não ficou de fora da euforia. Feliz com a chegada dos bebês, ele falou brevemente sobre o assunto.

##RECOMENDA##

"Apresentando os membros mais novos da família Turchin-Bass: Violet Betty e Alexander James!!!! Eles são pura perfeição e, sim, isso inclui as dezenas de cocôs com os quais já lidamos. Nossos corações estão cheios!!! Obrigado a todos pelos votos de boa sorte", declarou. Lance Bass e Michael Turchin confirmaram que iriam ser pais em junho. Os dois estão casados desde 2014.

[@#video#@]

Huan Huan, a panda fêmea emprestada da China ao zoológico ZooParc de Beauval, no centro da França, deu à luz dois gêmeos saudáveis na madrugada desta segunda-feira(2), revelou um jornalista da AFP.

Os dois pequenos nasceram logo após 1h de segunda-feira (horário local, 20h de Brasília, no dia 1º).

Os bebês são parte da família de pandas do zoológico, que já inclui o pai Yuan Zi e seu irmão Yuan Meng, nascido em 4 de agosto de 2017.

"Os dois bebês são rosas. Ambos estão em perfeita saúde. Eles parecem bem grandes. Eles são lindos", disse o presidente do ZooParc de Beauval, Rodolphe Delord.

Uma cuidadora chinesa do Centro de Pesquisa Panda Gigante de Chengdu assistiu ao parto e conseguiu resgatar um dos bebês para colocá-lo em uma incubadora. O primeiro pesava 149 gramas.

O segundo também será examinado assim que um dos dois cuidadores chineses conseguir pegá-lo.

No final de março, os dois pandas gigantes, Huan Huan e Yuan Zi, uma das principais atrações do zoológico, copularam. Por precaução, também foi feita uma inseminação artificial, já que a panda fêmea só é fértil entre 24 e 48 horas por ano.

Graças a esta técnica, Huan Huan teve seu primeiro filho. Agora com quatro anos, o primeiro panda nascido na França pesa mais de 100 quilos. Seu gêmeo não sobreviveu.

Os recém-nascidos receberão nomes em 100 dias, uma tarefa que ficou a cargo da primeira-dama chinesa, segundo o zoológico.

Nesta quarta-feira (7), a jornalista Andréia Sadi participou do Mais Você e bateu um papo com os apresentadores Fabrício Battaglini e Talitha Morete, falando um pouquinho sobre sua experiência como mãe de primeira viagem além de comentar sobre os três meses dos filhos gêmeos, que nasceram em 7 de abril e são fruto de sua relação com o jornalista André Rizek.

De início, a jornalista entrega que a maternidade se mostrou algo muito diferente do que ela imaginava, mas afasta qualquer possibilidade de decepção com a quebra de expectativas: "Vim aqui contar um pouco desse começo da maternidade, que eu chamo de eita atrás de vixe todo dia [risos] porque tudo que a gente esperava, tudo o que a gente imaginava, não é nada disso. É muito melhor e também muito mais bagunçado. Todo dia a gente aprende, todo dia é um aprendizado com o João e com o Pedro".

##RECOMENDA##

Além disso, Andréia - que de acordo com a reportagem do programa já teria eliminado os dez quilos que ganhou durante a gestação além de outros nove - entrega que a maternidade está longe de ser algo idealizado como a maioria das pessoas imagina, mas destaca que ainda assim a experiência é gratificante.

"A maternidade real é difícil, é complexa, mas ela é maravilhosa. Eu amo tudo o que está acontecendo aqui com os meninos, estou completamente apaixonada", disse.

E se engana quem pensa que, apesar da pouca idade, as crianças nã não começam a esboçar traços de suas personalidades - algumas vezes de maneira bem evidente, como conta a mamãe de dois.

"É muito engraçado também que, mesmo tão pequenininhos, o Pedro e o João já dão todos os sinais, todos os indícios de como serão as personalidades deles. Porque por exemplo, o Pedro, as vezes ele está mamando no meu peito e se eu estou mexendo no celular, lendo alguma coisa, ele para de mamar e começa a me olhar, tipo: Minha filha, é exclusivo aqui você olhando e dando atenção pra mim, é muito engraçado. O João, que a gente de JoJo, ele não tem isso, mas ele tem essa coisa da exclusividade com os brinquedos dele. O André já elegeu alguns brinquedos que são específicos do João, e se o João ver que esse brinquedo está sendo usado para distrair o Pedro, ele também fecha a cara. Então a gente vai descobrindo as características deles aos poucos", contou.

Nas redes sociais, é claro, Andréia e André publicaram fotos ao lado dos filhos para comemorar os três meses dos garotos.

Uma mulher da província sul-africana Gauteng, na cidade de Pretória, deu à luz 10 bebês, quebrando o recorde mundial do Guinness da Malian Halima Cissé, que deu à luz nove crianças em Marrocos no mês passado. Gosiame Thamara Sithole, de 37 anos, pariu 10 crianças, sendo duas a mais do que os médicos haviam detectado antes, durante os exames de rotina em um hospital local. A notícia se espalhou após ser publicada por um portal de Pretória e logo passou a dividir opiniões de curiosos e também de especialistas.

O marido, Teboho Tsotetsi, disse que Sithole, natural do município de Tembisa, em Ekurhuleni, deu à luz sete meninos e três meninas por cesariana. A mulher que também já tem gêmeos de seis anos, disse anteriormente ao Pretoria News que sua gravidez foi natural, pois ela não estava em tratamento de fertilidade. O parto foi feito após 29 semanas de gravidez.

##RECOMENDA##

“São sete meninos e três meninas. Ela estava grávida de sete meses e sete dias. Eu estou feliz. Eu estou emocionado. Eu não posso falar muito. Vamos conversar novamente pela manhã, por favor ”, disse Tsotetsi.

Em entrevista concedida à casa da família em Tembisa no mês passado e cuja publicação foi adiada a pedido do casal por questões de segurança e culturais, Sithole disse que ficou chocada e fascinada com a gravidez.

Ela disse que ficou em um estado de descrença quando os médicos disseram a ela no início deste ano que ela estava esperando seis filhos (sêxtuplos) antes que novas varreduras mostrassem que eram, na verdade, óctuplos.

Dois outros não puderam ser detectados inicialmente porque estavam dentro do tubo errado, disse Sithole.

“Estou chocada com a minha gravidez. No começo foi difícil. Estive doente. Foi difícil para mim. Ainda é difícil, mas estou acostumado a isso agora. Não sinto mais dor, mas ainda é um pouco difícil. Eu apenas oro para que Deus me ajude a entregar todos os meus filhos saudáveis, e para que eu e meus filhos saiamos vivos. Eu ficaria satisfeito com isso”, completou.

Os jornalistas André Rizek e Andréia Sadi estão contentes. Nessa quarta-feira (7), nasceu os filhos gêmeos do casal, João e Pedro. Pesando 2,8 quilos e 3,1 quilos, os meninos já foram apresentados pelo pai em uma postagem no Instagram. Rizek celebrou com os seus seguidores o nascimento dos bebês.

"Estamos todos super bem, mamãe e os moleques - que são gigantes. Nossa gratidão eterna, doutor Renato Kalil, a você e toda a equipe que nos atendeu, maravilhosa. A trilha sonora 'viva o povo brasileiro' já começou aqui no quarto, com Gil, Caetano, Bethânia, Chico, Tom Zé, Mutantes, Zé Ramalho, Chico Science e Tim Maia. Obrigado", escreveu ele na rede social.

##RECOMENDA##

Após publicar imagens do parto, André Rizek recebeu os parabéns de Clayton Conservani, Thiago Lacerda, Lucio Mauro Filho, Maria Ribeiro, Patricia Pillar, Ana Paula Araújo, Fernanda Gentil, Ana Canãs, Nalbert, Caio Ribeiro, Rita Lobo, João Bosco, entre outros famosos.

[@#video#@]

Dois irmãos gêmeos morreram de Covid-19 em um intervalo de dois dias em Ponta Grossa-PR. Segundo a família, Genilton e Jailson Rodrigues, de 47 anos, não tinham comorbidades. As informações são do G1.

Genilton foi o primeiro a ser internado com a doença. Ele foi hospitalizado em 14 de fevereiro. Na madrugada do sábado (13), quase um mês depois, ele faleceu. Ele era casado e tinha três filhos.

##RECOMENDA##

O irmão, Jailson Rodrigues, foi internado em 21 de fevereiro. Ele não resistiu à doença e morreu na segunda-feira (15). Jailson era trabalhador autônomo. 

De acordo com a família, Jailson não tinha plano de saúde e não havia leito disponível quando adoeceu. Foi internado no hospital particular onde estava o irmão. Os gastos com a hospitalização foram de R$ 110 mil.

LeiaJá também: Gêmeos morrem de Covid-19 com apenas 6 dias de diferença

Nunca nasceram tantos gêmeos no mundo, um fenômeno que se deve à disseminação da reprodução medicamente assistida e à idade mais tardia das gestações - afirmou um grupo de pesquisadores nesta sexta-feira (11).

Mais de 1,6 milhão de pares de gêmeos nascem a cada ano no mundo, ou seja, "quase um em cada 40 bebês", segundo estudo publicado na revista especializada Human Reproduction.

Desde os anos 1980, a taxa global de nascimentos de gêmeos aumentou em um terço, de 9,1 para 12 por cada 1.000 partos, ou seja, em apenas três décadas, diz Gilles Pison, professor do Museu Nacional de História Natural e pesquisador associado do Instituto Nacional de Estudos Demográficos (INED), com sede na França.

Esse boom de gêmeos é preocupante, porque com frequência eles nascem abaixo do peso correto, são prematuros, apresentam mais complicações durante o parto e sofrem mais mortalidade do que os demais. Sem falar das dificuldades dos pais de cuidarem de dois bebês ao mesmo tempo.

O aumento da frequência mundial de gêmeos se deve unicamente ao aumento sem precedentes de gestações dos chamados "falsos gêmeos" (de dois óvulos diferentes), que varia entre os continentes e de um período para outro.

Os gêmeos autênticos (monozigóticos) nascem em todas as partes nas mesmas proporções, com "uma taxa constante - de quatro partos de gêmeos autênticos por 1.000 partos - que não varia com a idade da mulher, nem entre as regiões", aponta Pison.

A reprodução medicamente assistida, que começou nos países ricos na década de 1970, contribuiu para esse aumento de nascimentos múltiplos, assim como para as gestações tardias.

O nível sanguíneo de um hormônio que intervém no amadurecimento do óvulo e na ovulação, o FSH, aumenta com a idade e faz subir a probabilidade de uma gravidez de gêmeos, até alcançar um pico aos 37 anos.

A partir dessa idade (se não se recorrer à procriação medicamente assistida), a taxa de gêmeos falsos diminui rapidamente, devido às falhas da função ovariana e ao aumento da mortalidade embrionária, explica o pesquisador.

- Por continentes -

Os avanços técnicos na reprodução assistida permitem, há anos, uma gravidez bem-sucedida, implantando-se um único embrião e congelando os restantes. Isso significa que "talvez tenhamos alcançado um pico em termos de taxas de gêmeos, sobretudo, nos países ricos", afirma o estudo.

Os autores deste trabalho - Gilles Pison, Christiaan Monden (Universidade de Oxford) e Jeroen Smits (Radboud University, Holanda) - se basearam em todos os dados disponíveis para estimar a taxa de gêmeos em diferentes países e descrever as mudanças em três décadas, comparando os períodos 1980-1985 e 2010-2015.

Dos 3,2 milhões de gêmeos que nascem a cada ano, 1,3 milhão deles nascem na África (650.000 pares), outros tantos, na Ásia, e o restante, cerca de 600.000 crianças, em outros continentes.

Se a Ásia conta com tantos nascimentos de gêmeos, é principalmente porque abriga 60% da humanidade.

O grande número de gêmeos na África (17%) se deve a uma taxa de natalidade muito maior do que em outros lugares e porque, além disso, o índice de gêmeos já era o mais alto do mundo.

No continente africano, a taxa é de 17,1 partos gêmeos a cada 1.000, enquanto na América do Sul é de 9,3 para o período 2010-2015, e na Ásia, de 9,2.

A taxa de nascimentos de gêmeos na Europa e na América do Norte há 30 anos era quase a metade da registrada da África. Aumentou de forma significativa, porém, chegando a 14,4 e 16,9 partos de gêmeos por cada 1.000, respectivamente.

Uma mulher, de 27 anos, deu à luz a gêmeos durante uma viagem de ônibus que saiu de Sobral, no Ceará, com destino ao Rio de Janeiro, no último domingo (7). O parto das crianças foi auxiliado pelos passageiros do transporte, segundo a polícia, há 78,1 km de Sobral, no município de Irauçuba.

O motorista do ônibus conduziu o coletivo até o hospital para que a mulher pudesse receber atendimento. Porém, quando a polícia e os profissionais de saúde entraram no veículo os bebês já haviam nascido. 

##RECOMENDA##

Já no hospital, a mãe e o casal de gêmeos receberam assistência da equipe médica.

O advogado Felipe Cuiabano Barbosa, de 56 anos, morreu neste domingo, 14, vítima da covid-19. Ele estava internado em uma clínica na zona sul do Rio de Janeiro desde o dia 24 de dezembro do ano passado. A morte de Felipe Cuiabano Barbosa aconteceu apenas seis dias após a morte de seu irmão gêmeo, o dermatologista Fábio Cuiabano, que também estava com covid-19.

Fábio e Felipe Cuiabano eram gêmeos univitelinos. Além de ambos morrerem em virtude da doença provocada pelo novo coronavírus, outro detalhe que chamou a atenção é que eles precisaram ser internados com apenas um dia de diferença.

##RECOMENDA##

A Polícia Civil de Minas Gerais abriu inquérito, nesta quarta-feira (20), para investigar o estupro de uma menina de 10 anos que está grávida de gêmeos em Governador Valadares-MG. O suspeito dos abusos é o padrasto da criança, de 26 anos. 

As investigações começaram após a mãe estranhar o atraso na menstruação da criança e a levar ao hospital, que constatou a gravidez. A menina está com três meses e meio de gestação, segundo o jornal O Tempo.

##RECOMENDA##

De acordo com a Polícia Civil, a mulher, que também está grávida, foi agredida na noite noite da terça-feira (19) ao confrontar o marido. Ela procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), que fez buscas, mas não localizou o homem.

A criança relatou que os abusos começaram quando tinha seis anos. A polícia continua realizando diligências para encontrar o suspeito. 

Uma única chance em 200 milhões e a australiana Allana Allard acertou em cheio. Aos 29 anos, ela deu à luz trigêmeos idênticos após uma gestação totalmente  natural, um fenômeno considerado raríssimo pelos médicos. Os bebês nasceram em maio deste ano, mas a notícia só veio à tona nesta segunda (16). 

Allana e o marido, Tim, moradores de Davistown, em Nova Gales do Sul, Austrália, descobriram a gestação em outubro de 2019. Segundo a nova mamãe contou ao Daily Mirror, eles estavam tentando conceber há apenas duas semanas quando o exame positivo para a gravidez chegou. A surpresa da rápida concepção - sem qualquer tipo de tratamento -,  só não foi maior do que a descoberta de que a família cresceria tanto em tão pouco tempo. “Inicialmente, ouvimos dois batimentos cardíacos, e nos disseram que eram gêmeos. Mas depois de fazer um ultrassom interno, recebemos a notícia de que eram trigêmeos. Tim ficou branco como um fantasma. Eu entrei em choque".

##RECOMENDA##

Sem histórico de nascimentos múltiplos nas famílias, os dois mal puderam acreditar que sua estréia no mundo parental seria com o reforço de três bebês. Jaxon, Zac e Zavier nasceram no dia 19 de maio, durante a quarentena do coronavírus, no sétimo mês de gestação. Os gêmeos nasceram grandes e saudáveis.  “Depois que a surpresa inicial passou, nós ficamos muito animados. Na verdade, estamos um pouquinho assustados como todos pais de primeira viagem, mas estamos muito felizes”, disse a mãe dos trigêmeos 

A jornalista Andréia Sadi, de 33 anos, está grávida de gêmeos. Casada com André Rizek, ela confirmou a notícia enquanto participava ao vivo do programa Estúdio i, na GloboNews. A revelação da gravidez ficou a cargo da apresentadora Maria Beltrão. "A minha amiga Andréia Sadi está grávida de gêmeos que eu irei esmagar depois da pandemia, quando o distanciamento deixar", disse.

Envergonhada, Sadi declarou brincando: "Quando a gente vira notícia é ruim, a gente gosta é de contar a vida dos outros". De acordo com informações do colunista Maurício Stycer, do Uol, a jornalista contou hoje a novidade para os colegas de trabalho. Ela está no quarto mês de gestação.

##RECOMENDA##

Assim como Andréia Sadi, André Rizek ficou sem jeito durante sua participação no SporTV. O comentarista esportivo Lédio Carmona anunciou aos telespectadores que o amigo será pai de gêmeos. "Desde já me intitulo tio-avô dos 'Rizekinhos'", disse Lédio. O locutor Galvão Bueno, que também estava na atração, puxou aplausos para celebrar a notícia.

O professor Júlio César dos Reis Martins, de 27 anos, morreu em razão do novo coronavírus nesse domingo (7), em Caridade, cidade do interior do Ceará. Um dia depois, a esposa Andrelice Fernandes, de 25 anos, deu à luz aos filhos do casal, os gêmeos Téo e Bento.

"Ela está muito abalada, emocionada, tentando entender tudo que aconteceu, mas tem muita fé e vai superar", comentou Maria Luciene, diretora da Escola de Ensino Médio Nilton Franco, em entrevista ao G1. Ela conta que Júlio César lecionava aulas de Português, Redação e Espanhol na instituição há aproximadamente dois anos, e era querido pelo engajamento em projetos escolares.

##RECOMENDA##

A prima do professor, Lucivânia Rodrigues, diz que todos acreditavam que ele iria se recuperar da Covid-19, pois o quadro era estável. No entanto, Cesinha - como era conhecido - era asmático e não suportou a piora. "Tudo isso é tão sofrido, não deu tempo de ele conhecer os filhos, mas são os planos de Deus, que não conseguimos entender", lamentou.

Inserido no grupo de risco, mesmo doente, ele preferiu ficar em casa. Porém, em apenas três dias a doença evoluiu e ele precisou ir ao hospital. Júlio César chegou a ser transferido de unidade e depois foi internado na UTI de Crateús, pois necessitava de hemodiálise.

Ele morreu e foi sepultado no domingo (7). Moradores foram às calçadas para homenagear e se despedir do professor.

Mundo afora, a proliferação do coronavírus continua causando preocupação. Embora os órgãos de saúde informem à população que a maneira mais justa de controlar o aceleramento da doença é ficando em casa, um fato inusitado sobre a pandemia deu o que falar em Raipur, na Índia. Os pais de um casal de gêmeos resolveram batizar os filhos de Corona e Covid.

Segundo os pais das crianças, a ideia de registrá-las com o nome do vírus foi baseada em virtude da pandemia. "De fato, o vírus é perigoso e potencialmente fatal, mas seu surto fez as pessoas concentrarem a atenção no saneamento, na higiene e incorporarem outros bons hábitos. Assim, pensamos sobre esses nomes", explicou a mãe dos bebês, segundo informações do Press Trust of India.

##RECOMENDA##

"Quando a equipe do hospital também começou a chamar os bebês de Corona e Covid, finalmente decidimos dar seus nomes em razão da pandemia", completou ela. Corona e Covid nasceram no dia 27 de março. Os médicos informaram que os gêmeos são saudáveis.

[@#galeria#@]

Um caso raro de maternidade foi registrado em 2019, em West Palm Beach, na Flórida, Estados Unidos. Alexzandria Wolliston, de 25 anos, deu à luz a dois pares de gêmeos no mesmo ano. Segundo a associação britânica de parteiras - Royal College od Midwives - a incidência desse caso é de um a cada 700 mil. 

"Eu senti que ganhei na 'loteria dos gêmeos'", comentou à CNN. Vale destacar que as duas barrigas foram de meninos. Os primeiros - Mark e Malakhi - vieram em março. Cerca de dois meses depois, Alexzandria foi surpreendida com a nova gravidez gêmea. Kaylen e Kaleb nasceram no fim de dezembro.   

##RECOMENDA##

Antes de ganhar na 'loteria dos gêmeos', a jovem já tinha uma filha de três anos. Nos EUA, a chance de acertar os números da loteria são de 3,42%.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando