Tópicos | tomada

Uma adolescente de 14 anos de idade morreu no sábado (28), no Cazaquistão, devido à explosão da bateria do seu celular enquanto o carregava sobre almofada de noite.

Aparentemente, a jovem estava ouvindo a música no celular e adormeceu com o aparelho ligado, informam veículos de comunicação locais. Na manhã do dia seguinte, o corpo da garota foi encontrado na sua casa, em Bastobe.

##RECOMENDA##

Algumas horas depois, peritos confirmaram que o celular explodiu nas primeiras horas da manhã depois de superaquecimento por estar sendo recarregado. Não foi revelada a marca do celular e nem foram dados detalhes sobre se o carregador utilizado era original ou não.

Carregadores assassinos

O caso se soma a dezenas de acidentes similares reportados nos últimos meses de vários cantos do mundo. O risco de carregadores celulares já foi alarmado inúmeras vezes, principalmente quando são usados perto dos donos.

Um estudo realizado no Reino Unido pela organização Electrical Safety First ressaltou que de 64 carregadores genéricos da Apple, 58% falharam no teste de resistência elétrica. O relatório recomenda prestar atenção a dispositivos enquanto são recarregados.

Da Sputnik Brasil

O modelo de tomada com três pinos se transformou em uma preocupação real do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Após anunciar o fim do horário de verão, que foi instituído no Brasil em 1931, as tomadas estão, agora, no alvo do governo.

De acordo com o Valor Econômico, o assessor internacional da Presidência, Filipe Garcia Martins, defendeu outras medidas de impacto: “Temos que nos livrar agora da tomada de três pinos, das urnas eletrônicas inauditáveis e do acordo ortográfico”, escreveu em seu perfil oficial no Twitter.

##RECOMENDA##

No início do mês de junho, Bolsonaro foi pessoalmente ao Congresso entregar o projeto que modifica leis de trânsito, incluindo o fim da exigência de cadeirinha para crianças no banco traseiro.

Agora, apesar de opositores afirmarem que o governo deveria ter outras prioridades, a gestão federal prepara uma norma para revogar o uso compulsório da tomada de três pinos – também chamada, por diversos assessores presidenciais, de “tomada do PT”.

“A sociedade brasileira, com toda legitimidade, rejeitou a tomada de três pinos”, disse o secretário especial de Produtividade e Competitividade, Carlos Alexandre da Costa.

O líder opositor e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou nesta terça-feira (30) que conta com o apoio de um grupo de militares para "restaurar a democracia" e "acabar com a usurpação de poder" - como os opositores se referem ao governo de Nicolás Maduro. O anúncio foi feito em um vídeo gravado de uma base aérea de Caracas e publicado nas redes sociais.

Guaidó também convocou outros militares a se juntarem a seu movimento e pediu que a população saia às ruas, "de forma pacífica" para apoiar sua reivindicação. "Hoje, valentes soldados, valentes patriotas, valentes homens apegados à Constituição vieram ao nosso chamado. Nós também viemos ao chamado, definitivamente nos encontraremos nas ruas da Venezuela", disse o líder opositor.

##RECOMENDA##

"Neste momento precisamos ter calma e coragem (...) para restaurar a calma na Venezuela", afirmou Guaidó.

Além disso, o político opositor Leopoldo López, que aparece ao lado de Guaidó nas imagens publicadas nas redes sociais, afirmou que foi libertado por militares e também pediu que os venezuelanos tomem as ruas pacificamente contra o governo socialista.

Por telefone, o pai de López afirmou à Associated Press que espera uma resposta militar e popular depois do chamado feito pelos opositores.

"Veremos um chamado para acabar com a usurpação (da presidência) e, bem, eu espero que o governo usurpador acabe hoje", disse.

Leopoldo López, condenado a 14 anos de prisão pelos protestos antigovernamentais de 2014, estava em prisão domiciliar. Nas redes sociais, ele afirmou que foi libertado pelos militares que apoiam Guaidó. (Com agências internacionais).

Um projeto de lei quer tornar obrigatória a disponibilização gratuita de adaptadores de tomada universal nos estabelecimentos comerciais que ofereçam serviço de hospedagem. Pelo texto, o descumprimento sujeitará os infratores às medidas previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). A proposta é de autoria do deputado Lincoln Portela (PR-MG).

A proposta prevê que o adaptador fornecido – no mínimo um por hóspede – deve ter certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Devem ainda ser afixadas etiquetas em português, inglês e espanhol que informem sobre a disponibilidade dos acessórios eletrônicos.

##RECOMENDA##

Segundo Lincoln Portela, a adoção dos novos padrões de plugues e tomadas tem sido gradual no Brasil, de modo que o consumidor ainda vem ajustando a sua rotina para se adequar aos modelos atuais "Em hotéis, o consumidor ainda enfrenta dificuldades, e para o turista estrangeiro o contratempo é maior", disse.

A proposta tramita na Câmara dos Deputados e ainda precisa passar pelo Senado Federal e ser sancionada para virar lei. Conforme o texto, o projeto entrará em vigor 120 dias após a publicação no Diário Oficial da União (DOU).

LeiaJá também

--> Ligações de orelhões continuam gratuitas em 11 estados

Um adolescente de 14 anos morreu após levar um choque elétrico nessa sexta-feira (16). O acidente ocorreu na casa onde Douglas Raphael Porto Souza morava, no Bairro Severiano de Morais Filho, em Garanhuns, Agreste de Pernambuco.

Segundo noticiado pelo G1, testemunhas informaram que o jovem estava ajudando o pai a lavar a casa. Com os pés descalços e molhados tentou retirar o celular da tomada e recebeu a descarga elétrica.

##RECOMENDA##

O adolescente ainda foi socorrido para o Hospital Regional Dom Moura, que fica em Garanhuns, mas não resistiu. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, também no Agreste.

Uma estudante de 17 anos morreu após sofrer uma descarga elétrica através de um celular que estava carregando na tomada. O caso ocorreu no fim da tarde do domingo (18) no município de Riacho Frio, a 865 km de Teresina, no Piauí. 

A vítima foi identificada como Luiza Fernanda. De acordo com a imprensa local, a Polícia Militar (PM) disse que a jovem estava deitada no chão frio usando o celular e com fone de ouvido. 

##RECOMENDA##

De acordo com as informações, a estudante ainda foi levada ao hospital, mas não resistiu. A PM informou que no momento da ocorrência não chovia, mas havia relâmpagos. 

Um jovem sofreu queimaduras de segundo grau no braço e no ombro após seu celular explodir enquanto ele dormia em Palmas, no Tocantins, na madrugada desse sábado (2). O aparelho estava conectado à tomada e debaixo do travesseiro dele quando o fato ocorreu. Parte do colchão pegou fogo.

O estudante de medicina Frederico Luiz Quixabeira Camargo, de 22 anos, contou ao G1-TO que acordou no susto. susto. "Acordei como se fosse um pesadelo. Só vi o clarão e ouvi o barulho. Meus irmãos acharam que tivesse sido um tiro. Começou a pegar fogo no meu colchão e o celular ficou destruído tanto que a bateria afundou para dentro do colchão". 

##RECOMENDA##

Segundo o médico que atendeu o jovem, caso o travesseiro não protegesse o rosto dele, a explosão poderia ter causado queimaduras ainda mais graves e comprometido a visão do mesmo.

Já o Corpo de Bombeiros, alertou para o fato de que a imprudência de Frederico poderia ter resultado em um estrago ainda maior. "O ideal é recarregar esses tipos de aparelhos com o aparelho desligado por causa do aquecimento. Se tivesse queimado mais o colchão o fogo poderia ficar incontrolável e atingir a casa dele", disse a tenente Ollyana Manzi.

Ao tentar empreender ou enveredar por uma área profissional, há quem não identifique que o sucesso do negócio pode estar no que a pessoa faz melhor durante o dia a dia. Na hora de apostar num empreendimento, é interessante fazer uma reflexão sobre nossas habilidades, pois elas podem ser a fonte da ideia. A baiana Jaqueline Pinheiro, 33, que há seis anos reside no Recife, resolveu investir na sua habilidade de consertar objetos e criou um serviço prático e necessário, cuja finalidade é ajudar mulheres e afeminadas. 

Apesar de recente, a ideia de Jaqueline - também chamada pelos familiares de Jaque conserta tudo - agradou amigos e vem conquistando clientes. Habilidosa com as ferramentas nas mãos e feminista, Jaque sempre consertou os objetos de sua casa, como lâmpadas, tomadas e móveis. Formada em cinema e atuante em projetos feministas, ela exalta a importância da autonomia das mulheres, além de se mostrar disposta a dar dicas de como o público feminino pode resolver problemas de reparo em suas residências.

##RECOMENDA##

No início desta semana, Jaqueline divulgou seu serviço nas redes sociais e prontamente muitas pessoas passaram a elogiar e compartilhar a ideia. "Muito bom! Uma oportunidade de emprego e de quebra de tabus", escreveu uma internauta. Mulheres, pessoas trans e homossexuais que residem no Recife podem solicitar o serviço de Jaque, bastando apenas fazer uma ligação para o seu celular. Ela vai até as casas, resolve o problema e ainda se dispõe a mostrar ao cliente como é possível consertar o objeto sem a necessidade de chamar outra pessoa. "Sou militante feminista e estou envolvida em outros projetos. Estou sempre na luta! Claro que esse serviço é também para gerar renda, mas o meu principal interesse é ensinar às contratantes, se tiverem interesse, a fazer os reparos, para que elas desenvolvam sua autonomia. Troco tomada, bocal, lâmpada, chuveiro, resistência... Esses dias fui chamada para vedar box. São serviços simples, mas que para algumas pessoas parecem mistério", conta Jaque, em entrevista ao LeiaJá.

A namorada de Jaqueline, a empreendedora Késia Salgado, foi quem mais incentivou a ideia. Pela convivência com Jaque, percebeu sua habilidade para consertar objetos, bem como identificou a necessidade que muitas mulheres têm em relação a pequenos serviços. "Ela conserta tudo mesmo! A gente já tinha visto essa ideia em outros estados, mas no Recife não vi nada parecido. Ela sempre estava desmontando alguma coisa, montando algo. Ela gosta disso, é visível como fica feliz consertando as coisas. Por isso comecei a insistir para ela montar o negócio porque tem público. Toda mulher que mora só ou que vai receber sozinha um homem em casa tem medo. A ideia é passar segurança com esse serviço", explica Késia.

Para qualificar ainda mais seu trabalho, Jaque revela que pretende fazer cursos de capacitação na área elétrica. Quem tiver interesse em contratar o serviço pode entrar em contato via WhatsApp pelo número (81) 99652-1091. O custo inicial é de R$ 50, com possibilidade de pagamento via cartão de crédito ou débito. Por enquanto, os atendimentos são realizados apenas em residências situadas no Recife.

Foi anunciado que a partir do início do próximo ano, mais especificamente no dia 1 de janeiro, os eletrodomésticos produzidos no país devem receber adaptação aos novos plugues de três pinos. Isso obriga que os aparelhos já ganhem as novas tomadas já nas fábricas.

A fiscalização e orientação a respeito do cumprimento do novo modelo serão realizadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). 

##RECOMENDA##

O motivo para a mudança dos plugues se dá pela maior segurança aos usuários, afinal, o terceiro pino, o central, funciona como aterramento, no entanto, essa função somente é útil se a tomada estiver conectada a um fio-terra. De qualquer modo, o novo formato evita maiores riscos de choques elétricos. 

Essa mudança pode causar certo transtorno para os Brasileiros, pois a maioria das casas possui instalações elétricas antigas, isto é, com apenas dois pinos, isso leva a utilização de adaptadores, o que, muitas vezes, tornará o terceiro pino de segurança inútil.

As forças revolucionárias do governo interino da Síria cercaram a cidade natal de Muamar Kadafi, Sirte, preparando-se para mais uma tentativa de tomar a cidade, um dos últimos focos de apoio ao líder fugitivo. As forças anti-Kadafi chegaram a menos de 500 metros do local onde estão concentrados os defensores de Kadafi, aos arredores do centro de conferências de Ouagadougou e da Praça Verde, no coração de Sirte.

Sirte é a última grande cidade com defensores do regime de Kadafi desde sua queda em agosto. As forças revolucionárias cercam a cidade costeira mediterrânea do oeste, leste e sul com armamento pesado, tentando espremer os leais a Kadafi em um pequeno espaço. Residentes que abandonaram Sirte dizem não haver eletricidade, água ou alimentos. As informações são da Associated Press.

##RECOMENDA##

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando