Tecnologia

| Gadgets

A Prefeitura do Recife (PCR) entregou nesta sexta-feira (13), Dia Nacional dos Cegos, 27 unidades do Orcam My Eye 2.0, um dispositivo assistivo para estudantes e professores que possuem alguma deficiência visual. A entrega simbólica dos aparelhos na rede de ensino da capital pernambucana aconteceu o Instituto dos Cegos Antonio Pessôa de Queiroz (IAPQ), nas Graças.

Ao todo, a rede possui 13 alunos cegos, 124 com baixa visão, oito professores cegos ou com baixa visão, além de dez servidores com o mesmo laudo. Deste total, dois professores atendem no IAPQ e serão beneficiados com a entrega, além dos alunos do Instituto que fazem parte do programa de Educação Especial da PCR.

##RECOMENDA##

Como funciona 

O aparelho consegue detectar textos em português, inglês e espanhol, com possibilidade de escolher entre voz masculina e feminina, além de ter comandos para pausar, adiantar ou retroceder a leitura. Outro recurso é que o dispositivo consegue ainda identificar cores e tonalidades, reconhecer pessoas e gêneros, rostos, informar a data e hora com um simples gesto de girar o pulso, cédulas de dinheiro (reais e dólares) e identificar produtos pelo código de barras.

Após o reconhecimento, ele retransmite a informação discretamente no ouvido do usuário, oferecendo uma maior independência às pessoas cegas e com baixa visão.

Entusiastas dos aparelhos da Xiaomi já podem comemorar. Um dos smartphones mais desejados da marca chega ao Brasil, no próximo dia 18 de dezembro. O Mi Note 10 aterrissa em terras tupiniquins, após uma parceria com a operadora Vivo, trazendo entre seus destaques cinco câmeras traseiras, entre elas uma lente grande angular de 108MP, duas teleobjetivas de 5MP e 12MP, uma lente ultra grande angular de 20MP e uma lente macro.

A princípio, o aparelho será comercializado nas lojas físicas da marca, localizadas nos shoppings Ibirapuera e Center Norte, em São Paulo, além do canal oficial de e-commerce e, com exclusividade, nas lojas da Vivo na capital paulista. A partir do dia 20 de dezembro o modelo estará disponível nas demais lojas físicas do país e também na Loja Online da operadora, com frete grátis. 

##RECOMENDA##

O smartphone possui display de 6.47'', AMOLED, com uma resolução de 2340x1080 pixel, memória interna de 128 GB, 6 GB de RAM, processador Snapdragon 730G e bateria de 5260 mAh, podendo permanecer carregado por até dois dias. O Mi Note 10 custará R$ 4.499 no Plano Vivo Família 60GB Anual, que ainda oferece um custo de R$ 320 mensal ao usuário.

Além das cinco câmeras traseiras, o novo smartphone possui uma câmera frontal de 32 MP. O aparelho oferece embelezamento por Inteligência Artificial (AI), modo retrato, detecção de cena e desbloqueio de facial, entre outras funções. O Mi Note 10 chega nas cores Midnight Black (preto), Aurora Green (verde) e Glacier White (branco).

Está chegando ao fim o prazo para que pessoas físicas e jurídicas consigam participar do leilão da Receita Federal, em Recife. A unidade do órgão presente na capital pernambucana vai leiloar mercadorias apreendidas no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, nesta quinta-feira (12). Quem quiser participar precisa enviar sua proposta de lance até às 21h (horário de Brasília), do dia 11 de dezembro.

Ao todo, são 62 lotes disponíveis nesta edição do pregão. No site do órgão é possível conferir valores, fotos e especificações dos aparelhos disponíveis. Caso você se interesse por algum dos produtos é preciso fazer um cadastro prévio para, então, enviar o lance. IPhones, MacBooks, videogames, entre outros eletrônicos estão disponíveis para serem adquiridos durante o processo. No caso dos smartphones, os preços variam de R$ 1.500 até 2.750. Em geral, os lotes contemplam mais de um aparelho.

##RECOMENDA##

Uma das ofertas mais chamativas para pessoas físicas é o lote 28, que conta com dois modelos de iPhone 7, pelo lance mínimo de R$ 1.500. Já o lote 50, por exemplo, traz um MacBook Pro e um iPad Pro em um combo de R$ 4 mil. Quem adquirir qualquer um dos produtos do leilão, se tratando de pessoas físicas, não poderá revender os aparelhos.

Se tem uma empresa no mundo que trabalhou na criação de novos smartphones com afinco em 2019 é, com certeza, a Motorola. Além de atualizar as já tradicionais linhas G e E de seus aparelhos, a companhia estadunidense ainda teve tempo de lançar o seu próprio modelo de tela dobrável - o moto Razr - e uma linha completa, com seis* smartphones de diferentes características da linha One. Se você não acompanhou todas essas novidades, confira quais são os número “Um” da companhia:

[@#video#@]

##RECOMENDA##

LeiaJá também

--> Motorola promete celular que carrega em 10 minutos

--> One Macro da Motorola investe em fotos 'de pertinho'

--> Motorola One Vision chega ao mercado brasileiro

A Apple enviou para os seus clientes um e-mail confirmando que o novo Mac Pro e sua tela Pro Display XDR, poderão ser encomendados a partir desta terça-feira (10). Anunciado para chegar em algum momento “neste outono”, que significava até o dia 21 de dezembro (no calendário norte-americano), essa é a primeira vez que a companhia oferece uma data, desde o anúncio do produto.

Tanto o dispositivo quanto a tela foram revelados na WWDC 2019, em junho, o evento oficial de lançamentos da maçã. O Mac Pro de nível básico está programado para custar US $ 5.999 (cerca de R$ 24.900, na cotação atual), e vem com 32 GB de memória, uma CPU Intel Xeon de núcleo octa, gráficos Radeon Pro 580X e um SSD de 256 GB. Já o Pro Display XDR, de 32 polegadas, fica a partir de US $ 4.999 (R$ 20.740). 

##RECOMENDA##

O desktop, que foi anunciado com uma série de melhorias em comparação com sua versão anterior, já foi chamado de "o ralador de queijo mais caro do mundo". Apesar do valor inicial é possível encomendá-lo com suas próprias especificações, o que deve encarecer o preço do produto da Apple. 

Para fechar o ciclo de lançamentos de 2019, a Motorola anunciou a chegada de um novo aparelho da família One. O smartphone chegou ao mercado brasileiro na última quarta-feira (4), com a promessa de uma super bateria que, além de durar o dia todo, consegue ser recarregada em apenas 10 minutos. Uma mão na roda de quem não gosta de esperar aquelas tantas horas para usar o telefone descarregado ou tem medo de ficar na mão por causa de uma carga curta.

Feito para os apressadinhos

##RECOMENDA##

A principal característica do aparelho é, sem dúvida, a agilidade no carregamento. Isso é possível por conta de um novo sistema de 45 W - intitulado pela empresa de  Hyper Charging - que permite ao usuário 12 horas de uso com apenas 10 minutos de carga. A bateria de 4.000 mAh também garante que, quando totalmente carregado, o telefone consiga durar mais de 24 horas funcionando.

Além disso, o smartphone também possui, na parte traseira, uma câmera principal de 64 MP e uma lente ultra wide de 118°, além de uma câmera selfie pop-up de 32 MP e tela Full HD+ de 6.5”. O dual Night Vision - ideal para fotos em ambientes sem tanta luminosidade, vem tanto na câmera principal quanto na de selfie.

O aparelho vem com um processador Qualcomm Snapdragon 675 octa-core com Inteligência Artificial, 4 GB de RAM, e 128 GB de armazenamento, expansível até 1 TB. O Android 10 vem puro, como é comum em aparelhos da Motorola, e permite o uso simultâneo de múltiplos aplicativos.

O preço sugerido do novo integrante da família One é de R$ 2.499. O aparelho fica disponível no mercado em três opções de cores: azul oceano, vermelho âmbar e rosa boreal.

Um dos irmãos do traficante colombiano Pablo Escobar lançou sua própria marca de smartphones e prometeu desafiar a Apple no mercado. Roberto de Jesús Escobar Gaviria apresentou nessa terça-feira (3) seu aparelho de celular, fabricado em tom de ouro e batizado de "Escobar Fold 1".

O aparelho custa US$ 350 (versão de 128 GB de armazenamento) e usa o sistema operacional Android 9.0. Alimentado por um chipset Qualcomm Snapdragon 8 Series, o celular tem duas câmeras fotográficas de 16 e 20 megapixels, duas telas AMOLED de 7,8 polegadas, sensor de biometria e é dobrável.

##RECOMENDA##

A campanha publicitária para o lançamento do produto conta com fotos e vídeos de mulheres de lingerie. "Eu disse a muitas pessoas que venceria a Apple, e vencerei", afirmou Roberto, que é irmão de Pablo Escobar, ex-líder do cartel de Medellín, morto em 1993.

Conhecido também pelo apelido de "El Osito", Roberto, de 72 anos, foi contador do cartel. Devido à sua associação ao narcotráfico, chegou a ser preso. Na cadeia, recebeu uma carta-bomba que o deixou cego. Em 2014, fundou a Escobar Inc.

Da Ansa

A gigante chinesa Huawei está fabricando smartphones sem os chips dos Estados Unidos. O último telefone da companhia, que foi lançado em setembro, não continha peças americanas, de acordo com uma análise do UBS e da Fomalhaut Techno Solutions, um laboratório de tecnologia japonês que desmontou o dispositivo para inspecionar seu interior.

Em maio, o governo Trump proibiu remessas dos EUA para a Huawei, à medida que as tensões comerciais com Pequim aumentavam. Essa medida impediu empresas como Qualcomm e Intel de exportar chips para a empresa da China, embora alguns envios de peças tenham sido retomados no verão depois que as companhias determinaram que não foram afetadas pela restrição.

##RECOMENDA##

Ainda que a Huawei não tenha parado totalmente de usar os chips americanos, a companhia reduziu sua dependência de fornecedores dos EUA, de acordo com a análise da Fomalhaut. Inspeções semelhantes feitas pela iFixit e pela Tech Insights chegaram a conclusões semelhantes.

Apesar desse progresso, a Huawei ainda possui uma grande vulnerabilidade na cadeia de suprimentos. Seus smartphones rodam no sistema operacional Android e fazem uso de vários aplicativos criados pelo Google. Embora o Android seja de código aberto e possa ser usado livremente, os aplicativos - incluindo YouTube, Google Maps e Play Store - não são. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os alto-falantes inteligentes chegaram ao Brasil. Nesta semana, o Google lançou o Nest Mini, caixa de som carregada com o assistente da empresa. Em outubro, a Amazon pôs no mercado o Echo, equipamento carregado com o assistente Alexa. À medida que os assistentes virtuais oferecem novas opções para os usuários brasileiros, levantam preocupações em relação à privacidade.

Os assistentes virtuais existem há vários anos. Eles consistem em sistemas inteligentes instalados em dispositivos, como computadores ou smartphones. Em 2011, a Apple inseriu a Siri nos iPhones 4. Em 2012 o Google lançou seu recurso, chamado de Now. No ano seguinte, a Microsoft anunciou o Cortana. Em 2014, foi a vez de a Amazon disponibilizar o Alexa ao mercado. Em 2016, o Google introduziu seu assistente e colocou no mercado um dispositivo específico com alto-falante, o Home. Em 2018, o Facebook entrou na disputa com o Portal.

##RECOMENDA##

Os alto-falantes inteligentes marcam o encontro entre os assistentes digitais e os dispositivos que podem não apenas tocar músicas, mas estabelecer “conversas”, respondendo a diversos comandos. De uma pergunta, como no mecanismo de busca, a operações em outro equipamento conectado, como ligar ou desligar uma lâmpada ou acionar um eletrodoméstico, como uma televisão.

Com essa habilidade, tais dispositivos podem tornar-se o “centro de comando” das casas conectadas, em um ambiente do que vem sendo chamado Internet das Coisas. Além disso, conectam outros dispositivos dos usuários, como smartphones e computadores, fazendo com que o consumo de informações e a gestão das rotinas seja feita por meio destes.

Gestão da rotina

O Nest Mini, do Google, permite que pessoas interajam com o equipamento acessando conteúdos e serviços, de notícias a agendas. Com o uso da conta Google, as ações conectam os diversos dispositivos. “Posso fazer um lembrete e ele me notificar em outro dispositivo, no celular”, exemplificou o chefe de parcerias em dispositivos do Google Brasil, Vinicius Dib, em evento de lançamento do produto realizado em São Paulo na segunda-feira (10).

O Nest começou a ser comercializado com conteúdos específicos para os usuários. “Já temos 20 feeds de notícias de diferentes veículos de imprensa”, informou Walquíria Saad, da equipe de parcerias para assistentes do Google Brasil, no evento de lançamento.

O grupo de produtos da Amazon – Echo, Echo Dot e Echo Show 5 – também funciona com interação por voz, fornecendo informações e possibilitando a conexão com eletrodomésticos e outros objetos conectados em casa.

“No Brasil, a Alexa é brasileira. Construímos uma experiência totalmente nova, que honra o idioma e a cultura únicos do Brasil, permitindo que os consumidores simplesmente peçam para tocar uma música, ouvir as notícias e ter informações sobre o clima, controlar sua casa inteligente e muito mais”, disse o vice-presidente da Amazon Alexa, Toni Reid.

Mercado mundial

Segundo pesquisa da consultoria Zion Maket Research, o mercado de assistentes virtuais inteligentes movimentou US$ 2,3 bilhões em 2018 e pode chegar a US$ 19,6 bilhões em 2025, com crescimento médio de 35% ao ano.

Os autores do estudo apontam que essa disseminação será ancorada sobretudo no uso doméstico de assistentes, bem como pelo crescimento dos dispositivos conectados à Internet das Coisas.

Em 2018, foram vendidas no mundo 98 milhões de unidades de alto-falantes inteligentes. Em 2019, a consultoria estima que o total de unidades comercializadas chegue a 164 milhões.

Levantamento realizado pela Microsoft com 2 mil pessoas em cinco países – Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Canadá e Índia – em 2019 mapeou as tendências desses equipamentos. No estudo, 72% dos entrevistados afirmaram já ter utilizado um assistente digital, sendo 35% por meio de alto-falantes inteligentes. Outros 75% contaram ter o desejo de adquirir esse tipo de aparelho.

Entre as pessoas ouvidas pelo estudo, 36% disseram fazer uso do assistente do Google e igual percentual relatou recorrer à Siri, da Apple. Outros 25% adotam o Amazon Alexa; e 19%, o Microsoft Cortana.

Privacidade

Entre os ouvidos, 41% relataram preocupações com privacidade e confiança, como o receio de o dispositivo ouvir e gravar conversas sem estar ativado. A inquietação mostrou-se procedente. Em abril deste ano, a Amazon admitiu que conversas de pessoas em casas com o Echo eram registradas e ouvidas por funcionários. À época, a companhia justificou que o monitoramento era feito para melhorar o reconhecimento de voz pelo sistema.

Em julho, o Google reconheceu que as conversas de pessoas próximas a seus alto-falantes inteligentes eram gravadas e verificadas por funcionários. Em publicação no site da empresa em setembro, o gerente sênior para o Google Assistente, Nino Tasca, afirmou que a empresa não armazena conversas. No entanto, se ativada a opção “Atividade de Voz & Áudio” o usuário permite tanto a guarda das conversas quanto a conferência por funcionários “para melhorar a tecnologia de fala”.

A Microsoft também admitiu a prática, realizada em seus serviços com interação por voz, como o assistente Cortana e o Skype. A empresa mudou a política de privacidade para contemplar esse tipo de conduta, afirmando a sua continuidade.

Conselhos

Para Luã Fergus, policy fellow na Fundação para a Liberdade de Prensa da Colômbia e pesquisador do tema, os riscos à privacidade são “enormes”. Ele cita a possibilidade de vazamento de áudios, compartilhamento de dados com autoridades policiais e “hackeamentos”, situação agravada pelo fato destes equipamentos estarem dentro do lar.

“Os usuários nem sempre entendem quando e de que maneira esses dispositivos estão realmente coletando informações. Por isso, é imperativo pensar e discutir adequadas garantias legais e técnicas à medida que os assistentes digitais se popularizam. Apesar de o Brasil ter um Código de Defesa do Consumidor, ainda não temos uma lei de proteção de dados pessoais em vigor, ou seja, possíveis abusos podem ser mais difíceis de serem remediados”, ressalta Fergus.

O pesquisador defende que os usuários conheçam como os dados coletados são utilizados, o que pode ser visto nas políticas de privacidade das empresas. Ele sugere alguns cuidados para quem adquirir esse tipo de aparelho: “apagar os registros de áudio periodicamente, não ter conversas sensíveis perto deles e desligá-lo em momentos íntimos”.

O Google anunciou nesta segunda-feira (11) o início das vendas no Brasil da sua nova caixinha de som inteligente, Google Nest Mini. O dispositivo estará à venda nas principais lojas físicas e online a partir da terça-feira (12) por R$ 349, mesmo preço da Echo Dot, caixa de som inteligente da concorrente Amazon.

Com o Google Nest Mini, o usuário pode acionar o Google Assistente,  que funciona em português desde 2017. Com o comando "Ok, Google" é possível saber a agenda do dia, do clima, criar lembretes, entre outras ações. Não só isso, o aparelho de 10 cm de diâmetro e 200 gramas de peso, pode conversar com TVs que possuem Chromecast, lâmpadas e plugues inteligentes,  além de controlar luzes e ar-condicionado. 

##RECOMENDA##

O Google contabiliza que há centenas de dispositivos inteligentes de marcas variadas, como Positivo, TCL, LG e Sony, que fazem parte do ecossistema do Google Assistente. Uma pipoqueira ou uma cafeteira elétricas, por exemplo, podem ser ligadas através do Nest Mini bastando ter um plugue de tomada inteligente, que se comunique via wi-fi. Aparelhos que funcionam via bluetooth também podem funcionar com a caixinha.

O hardware também pode tocar músicas em serviços como Spotify, iniciar uma série na Netflix ou trazer as principais notícias do dia em mais de 20 jornais brasileiros. O Nest Mini pode ainda contar histórias infantis e oferece jogos otimizados para voz, como o Perguntados, conhecido app mobile.

Utilizando a caixa de som, o usuário consegue configurar rotinas criadas no Google Assistente à casa conectada. "Ok, Google, boa noite" pode ser um comando para que todas as luzes sejam apagadas e a temperatura mude.

O Google acredita que a caixa de som pode interessar diversos perfis, mas, inicialmente, há um público alvo. "O primeiro público que pode se interessar são famílias,  casais jovens, pessoas com rotina agitada", diz Maia Mau, diretora de marketing de Hardware da empresa. A área de casa conectada teve um faturamento de US$ 7,9 bilhões em 2018 e a projeção do Google é que cresça para US$ 31,7 bilhões em 2023.

[@#galeria#@]

Com graves duas vezes mais fortes que a versão anterior,  o Home Mini - que não chegou oficialmente ao Brasil, a caixa tem uma cobertura de tecido fabricada com garrafas pet 100% recicladas pós-consumo. Uma única garrafa de plástico de meio litro produz tecido suficiente para cobrir dois Nest Minis. No Brasil, o hardware será vendido em apenas duas cores, cinza claro e cinza escuro (ou giz e carvão, como chamadas pela companhia).

Outra característica do produto é que ele foi projetado para ser pendurado na parede. O Google promete ajuste de som inteligente no Nest Mini. Caso um liquidificador esteja ligado e a pessoa solicitar a previsão do tempo,  a resposta virá em um volume mais alto. Luzes de LED acendem quando a mão do usuário se aproxima, indicando onde pode ser ajustado o volume.

A Apple lançou seus novos fones de ouvido com cancelamento de ruído, na última quarta-feira (30). Os Airpods Pro, são compatíveis com a nova linha de iPhones da companhia (iPhone 11 e 11 Pro) e possuem resistência a suor, água e um design intra-articular ou seja, dentro da orelha. Dessa forma nenhum ruído entrará nos seus ouvidos, além daquele que você queira escutar.

 Ao preço de R$ 2.249, eles não são os únicos fones de ouvido de luxo lançados, que prometem cancelamento de ruído e funcionam sem estarem conectados diretamente à um celular. Se você quer dar uma olhada nesses itens de desejo para suas orelhas confira nossa lista de novidades para os ouvidos mais exigentes.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O Xbox 360 chegou aos assuntos mais falados do Twitter, nesta segunda-feira (28), após usuários fazerem uma 'cronologia gamer', listando os primeiros consoles que tiveram e apontando aqueles que continuam em funcionamento. Nas listas divulgadas na plataforma é possível conferir também nomes como SNES, Atari, Master System e Mega Drive.

O console da Microsoft foi lançado em novembro de 2005 e se destacava principalmente pelo uso do Kinect. Atualmente descontinuado, o Xbox 360 demorou para ser substituído pela companhia de Bill Gates. O console recebeu suporte oficial até 2016, o que permitiu que pudesse coexistir com seu sucessor, o Xbox One - lançado em 2013. Para aqueles usuários nostálgicos ainda é possível encontrar versões do dispositivo à venda na internet. 

##RECOMENDA##

[@#video#@]

A série 5 do Apple Watch, relógio inteligente da maçã, foi - com certeza - um dos maiores destaque do Apple Event deste ano. Após apresentar uma verdadeira independência do iPhone, possibilidade de ligações internacionais de emergência e novos cuidados com a saúde do usuário, o wearable chega ao mercado para encantar também os brasileiros. Mas prepare-se: se o vestível virou seu sonho de consumo, após aparecer no evento, saiba que não sairá barato ter esse pedacinho do futuro no seu pulso.

Se você não viu a apresentação da Apple ou não prestou atenção no painel do Apple Watch Series 5, vai gostar de descobrir o que ele oferece. Muito mais do que um relógio de pulso, o dispositivo oferece uma tela Retina Always-On que nunca dorme, um sistema de GPS mais eficaz, uma bússola para ajudar os usuários mais aventureiros, Controle do Ciclo (menstrual), e até um aplicativo para medir o Ruído e Atividade de que o veste.

##RECOMENDA##

O grande destaque fica para as melhoria no sistema de detecção de quedas. Se o cliente da Apple cair bruscamente e o aparelho identificar que a queda foi forte ele poderá realizar chamadas de emergência internacionais, diretamente do Apple Watch, automaticamente, mesmo sem o iPhone por perto. O serviço está programado para funcionar em mais de 150 países. 

Mas não é barato ter toda essa segurança e funcionalidade à distância de um toque. Para ter um Apple Watch Series 5 é preciso desembolsar de R$ 3.999 até R$ 11.999 (os modelos com a caixa branca de cerâmica e a Pulseira loop esportiva), dependendo dos componentes do dispositivo. Os relógios inteligentes estão disponíveis em dois tamanhos 44 mm e 40 mm e podem ser adquiridos com ou sem acesso a rede de celular. No Brasil, até o momento, as operadoras compatíveis com o aparelho são Claro e Vivo.

Na última quinta-feira (24), a Motorola fez um lançamento global de suas novas gerações das linhas moto G, One e moto E. Os aparelhos chegam ao mercado nos modelos Moto G8 Plus, Moto G8 Play, Motorola One Macro e Moto E6 Play. Os preços são um grande destaque já que os dispositivos variam de R$ 1.099 até R$ 1.699. Para você conhecê-los um pouco melhor, separamos os detalhes de cada uma das linhas, para não deixar faltar nenhuma informação. Abaixo um dos queridos da marca, que promete imagens nítidas mesmo quando tiradas muito próximas: o Moto One Macro.

Questão de centímetros

##RECOMENDA##

O grande destaque do aparelho é a câmera Macro, que permite focar a uma distância de apenas dois centímetros do objeto, cinco vezes mais perto se comparado a uma lente de um smartphone comum. O sistema de câmeras promete aplicar o foco muito mais rápido, trazendo fotos mais nítidas.

A tela do Moto One Macro vem com 6,2 polegadas. Já a ficha técnica do aparelho conta com Android Pie, processador Mediatek Helio P70M, Octa-core, 4GB de memória RAM, 64GB de armazenamento, expansível para 512 GB via Micro SD. Internet 4G, bateria de 4000 mAh, entrada para USB-C e fone de ouvido de 3.5 mm, são outros destaques. 

Nas câmeras o usuário vai encontrar a principal de 13 MP e as outras duas de 2 MP com o foco a laser, para imagens nítidas, mas rapidamente. O Moto One Macro chega ao mercado a partir de R$ 1.399 e já está disponível para compra em todo país. 

A Motorola anunciou nesta quinta-feira (24), o lançamento global das novas gerações das linhas moto G, One e moto E. Os aparelhos chegam nos modelos moto G8 Plus, moto G8 Play, motorola One Macro e moto E6 Play. Os preços são um grande destaque já que os dispositivos variam de R$ 1.099 até R$ 1.699.

Para você conhecê-los um pouco melhor, separamos os detalhes de cada uma das linhas, para não deixar faltar nenhuma informação. A primeira parte fica com os queridinhos do público que procura os smartphones intermediários da companhia, a linha G:

##RECOMENDA##

Os novos Moto G

Só da linha Moto G são dois smartphones com design totalmente novos. A ambos com com câmera tripla, oferecendo recursos premium na categoria intermediária. O primeiro é o Moto G8 Plus, que garante fotos mais nítidas com um sensor principal de 48 MP, Night Vision e um sistema Quad Pixel inteligente,  para fotos em ambientes com baixa luminosidade.

O aparelho inclui uma grande angular de 117° dedicada para gravar vídeos e um sensor de profundidade de 5 MP, que permite fotos em modo retrato. Para selfies, a câmera frontal trabalha com 25 MP.

O display do Moto G8 Plus tem 6,3 polegadas e o aparelho vem com uma bateria de 4.000 mAh para você não precisar carregar mais de uma vez ao dia. Na ficha técnica temos Android 9 Pie com a experiência pura da Motorola, 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento, expansível até 512 GB via MicroSD, internet 4G, entrada USB-C e para fones de ouvido. O processador Qualcomm Snapdragon 665 Octa-Core promete não fazer feio no modelo intermediário. 

Para o Moto G8 Play a potência diminui um pouco. Apesar do sistema de câmera tripla ser (quase) o mesmo com a grande angular de 117°, a câmera principal tem 13MP e se une com o sensor de profundidade de 2MP. A frontal tem 8MP. tela também é um pouco menor com 6,2 polegadas, mas a bateria de  4.000 mAh promete uma duração de uso interessante.

Ele também conta com Android 9 Pie puro, 2GB de memória RAM, 32GB de armazenamento, extensível até 512GB, 4G, entrada USB-C, entrada de fone de ouvido de 3.5 mm. O Moto G8 Plus chega ao mercado a partir de R$ 1.699. Já o Moto 8 Play pode ser encontrado por R$ 1.099. Os modelos estão disponíveis a partir de hoje em todo o País.

A JBL lançou na última quarta-feira (23), a PartyBox 1000, uma caixa de som mais robusta, cheia de efeitos luminosos. O aparelho chega ao mercado brasileiro se diferenciando das “caixinhas” habituais, principalmente, pelo tamanho e potência de seus alto-falantes. Os 1100W RMS e o tecnológico painel frontal em LED, faz do produto a caixa de som mais potente da marca da Harman.

O DJ PAD 4x4 é um painel luminoso capaz de criar até 48 efeitos sonoros personalizados pré-setados e 16 personalizáveis - como percussão, teclado, piano e outras possibilidades de mixagens. Além disso, o dispositivo acompanha uma pulseira detectora de gestos para comandar os efeitos.

##RECOMENDA##

É possível plugar o microfone, violão ou guitarra no equipamento. Ele também pode se conectar com outra PartyBox 1000 via TWS (True Wireless Stereo) - e, com um fio de saída RCA, é viável unir várias caixas para amplificar o som, mesmo em grandes espaços. O preço sugerido para adquirir o aparelho é de Preço sugerido: R$ 7.499.

Confira Especificações técnicas:

Entradas de energia: 100-240V CA

Entradas: RCA L/R, USB, entrada auxiliar de 3,5 mm, microfone/guitarra/violão com controle de volume

Saída: RCA L/R

Reforço de graves: Sim

Resposta de frequência: 45 Hz-20 kHz

Transdutores: 1 driver de compressão, faixa média de 2x7", woofer de 1x12" direcionado para baixo

Potência: 1100Wrms

Versão Bluetooth: 4.2

Dimensões do produto (L x P x A): 397 x 390 x 1050 mm

Peso: 34,7Kg

Unir o digital, com espaços físicos e de uma forma educativa é um dos grandes desafios de quem faz produtos para o público infantil. Porém, as empresárias à frente da Finestra Cortinas e Decoração, Ana Karla Castro e Malu Castro parecem ter encontrado o equilíbrio para seus clientes. Pensando em como trazer a interatividade para os quartos infantis, as sócias resolveram apostar em um papel de parede tecnológico, que ajuda os pais a contarem histórias para seus pequenos.

O produto conta com tecnologia interativa e funciona através de um aplicativo criado especialmente para a marca. Dessa forma, é possível acessar o conteúdo do papel de parede apenas apontando o smartphone na direção dos elementos da estampa. E eles não são estáticos. Cada papel de parede pode ser personalizado tanto nas cores, quanto na posição dos desenhos interativos. 

##RECOMENDA##

Entre as opções de elementos interativos estão papéis que contam a história de João e o Pé de Feijão, Cinderela ou até mesmo ensinam o alfabeto ou os lugares do mundo. "São vários tipos de papéis e várias tendências, várias cores diferentes. Ele também não é por rolo, ele pode ser na medida que você deseja, então não tem desperdício", afirma Malu.

[@#video#@]

O relógio inteligente da Apple salvou a vida de mais uma pessoa, nos Estados Unidos. Um alpinista de 28 anos, chamado James Prudenciano, foi resgatado após cair em um abismo com sua namorada, Paige Paruso, no Hartshorne Woods Park, em Nova Jersey. O casal estava fazendo uma trilha quando acabou se perdendo e entrando em queda livre rumo ao rio, que ficava logo abaixo. 

O recurso de detecção de quedas do Apple Watch discou automaticamente para o 911, logo após a queda do casal. James e Paige caíram no rio e o rapaz bateu em uma pedra, fraturando as costas em três lugares. Felizmente, a garota teve apenas ferimentos leves. “Eu estava gritando que morreria porque realmente sentia que morreria", disse ele em entrevista ao News 12. "Não havia como escapar disso para mim. Eu literalmente disse meu último adeus", afirmou.

##RECOMENDA##

James estava usando o Apple Watch Series 4, que possui o recurso de detecção de quedas e possibilitou uma maior agilidade no resgate do casal. Por ter apenas 28 anos, o recurso não seria ativado automaticamente, mas o rapaz haviaf de forma manual.

A detecção de quedas também está presente na versão mais nova do gadget, o Series 5, podendo concluir chamadas internacionais para serviços de emergência, independentemente de onde o relógio inteligente foi originalmente adquirido ou do plano da operadora do usuário. 

A Asus lançou na última segunda-feira (21), no Brasil, dois de seus smartphones mais poderosos. O primeiro deles é o Zenfone 6, que vem com a astuta Flip Câmera, que permite um uso melhor do display do aparelho. O segundo é o ROG Phone II, pensado para o público gamer. Os dois chegaram ao topo da lista dos celulares mais poderosos comercializados em agosto - feita pelo site especializado Antutu.

A gente já tinha adiantado alguns dos detalhes dos modelos que foram lançados lá fora e a ficha técnica permanece com a mesma qualidade. No Zenfone 6, a Flip Camera é um destaque por permitir 100% da utilização da tela de 6,4 polegadas, do aparelho. O módulo de câmera flip-up motorizado traz a câmera dupla com lentes de 48MP e grande angular de 13MP, para fotografar tanto a parte traseira, quanto selfies.

##RECOMENDA##

O aparelho vem com processador Qualcomm Snapdragon 855 octa-core de 7 nm e 2,8 GHz com até 8 GB de RAM e bateria de 5000mA. Por ser um smartphone considerado top de linha, o valor chega um pouco mais salgado, a partir de R$ 2.699, à vista. Confira a ficha completa.

Já o ROG Phone II é o celular de quem gosta de jogos mobile. Ele vem com processador Qualcomm Snapdragon 855 plus, com um clock de até 2,96 GHz. Os gráficos são fornecidos pela nova GPU Qualcomm Adreno 640, que prometem imagens mais realistas, além do sistema de refrigeração de câmera de vapor 3D GameCool II, que sustenta o desempenho em velocidade máxima por mais tempo.

O telefone também apresenta a primeira tela AMOLED HDR de 10-bit de 6,59 polegadas de 120Hz/1ms do mundo. Por ser um smartphone voltado para jogos o ROG Phone II precisava de uma superbateria e entrega. Os aparelhos da Asus, em geral, não decepcionam quando se comparam os carregamentos e a duração de suas baterias, no ROG II a super bateria é de 6.000mAh. 

A tecnologia de carregamento ROG HyperCharge retira o circuito de carregamento do telefone e o coloca no carregador especial de 30 W que permite ao ROG Phone II tempos de carregamento mais curtos (acima de 66% carregado em apenas 58 minutos), usando um cabo USB-C. O smartphone chega ao mercado custando a partir de R$ 4.499, vendido - assim como o Zenfone 6 - na loja online da Asus.

A Asus apresenta nesta segunda-feira (21), dois de seus mais novos smartphones, que serão oficialmente lançados em terras tupiniquins. O Zenfone 6 e o ROG Phone II, já fizeram sua estreia no mercado internacional, há cerca de 5 meses, e agora adentram em território nacional após o anúncio que será feito nesta segunda-feira (21), a partir das 17h.

O Zenfone 6 chama atenção pela câmera dupla, que aparece com um flip. Ou seja, não ocupa espaço no display, surgindo apenas quando solicitada pelo usuário. Já o ROG Phone II chega como uma opção ainda mais potente para quem gosta de jogar no celular. Confira a ficha técnica dos modelos lançados lá fora:

##RECOMENDA##

Zenfone 6

Display: tela de 6.4 polegadas com Gorilla Glass 6

Processador: Qualcomm Snapdragon 855 Octa-core;

Bateria: 5000mAh e com carregamento rápido, que pode durar até 26 dias de espera em 4G;

Câmera dupla Flip: principal com 48MP Sony IMX586 e uma grande angular de 13MP;

Memória e armazenamento: até 8GB de RAM e até 256 GB de memória expansível via cartão microSD de até 2 TB;

Compatibilidade com Google Pay;

Sistema Operacional: Android Pie com o novo ASUS ZenUI 6

Cabo USB C.

ROG Phone II

Display: tela de 6.5 polegadas com Gorilla Glass 6

Processador: Qualcomm Snapdragon 855 Octa-core;

Bateria: 6000mAh e com carregamento rápido

Câmeras: traseiras com 48MP e uma grande angular de 13MP e a frontal com 24 MP

Memória e armazenamento: até 12GB de RAM e até 1TB de armazenamento interno;

Sensores: Impressão digital na tela, reconhecimento facial, acelerador, bússola eletrônica , giroscópio, sensor de proximidade, sensor Hall, sensor de luz ambiente, sensores ultrassônicos para AirTrigger II e prensa de pressão, vibradores duplos;

Sistema Operacional: Android Pie com nova interface de usuário ROG;

Cabo USB C

LeiaJá também

--> Asus ocupa topo dos celulares mais potentes de agosto

--> Câmera do novo Zenfone 6 não impressiona

--> Zenfone 6 chega às lojas com tela gigante

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando