Tecnologia

| Internet

Apple, Applis, Xaiomi, Xiaomi, você sabe qual a pronuncia correta das marcas de celular? Será que está todo mundo falando errado? O Hi!Tech foi para rua saber se a galera está com a língua afiada na hora de falar suas marcas favoritas. Além disso, notícias da Gamescom 2019 e YouTube também estão por aqui. Ficou curioso? Confere o vídeo!

[@#video#@]

##RECOMENDA##

LeiaJá também:

--> Top 6 destaques da Gamescom 2019 até agora

--> Nintendo confirma Ori and the Blind Forest e outros

--> Google Stadia anuncia novos títulos para seu catálogo

--> Diga adeus ao recurso de mensagens do YouTube

O perfil do Google Photos no Twitter anunciou na última quinta-feira (22) um novo recurso para o Google Lens. Agora será possível pesquisar por fotos ou capturas de tela que contenham textos diretamente na biblioteca de imagens. Usando de inteligência artificial o aplicativo encontrar as imagens que possuam as palavras buscadas. Além disso, o usuário poderá copiar e colar facilmente esse texto em uma nota, documento ou formulário.

Para quem não conhece, o Google Lens é uma excelente ferramenta de reconhecimento de objetos. Com ela é possível obter informações sobre produtos, pessoas, plantas, animais e outras coisas que estiverem na frente das lentes do seu smartphone. A técnica descoberta por usuários no Twitter e confirmada pela empresa, que transforma texto em foto, é chamada de reconhecimento ótico de caracteres (OCR). Ela tem a opção copiar e colar baseada na capacidade do Lens de entender e extrair o texto encontrado nos arquivos de imagens (já que ele consegue identificar as imagens e fazer pesquisas sobre elas, por exemplo).

##RECOMENDA##

[@#video#@]

“Você descobriu! A partir deste mês, estamos lançando a capacidade de pesquisar suas fotos pelo texto contido nelas. Depois de encontrar a foto que você está procurando, clique no botão Lens para copiar e colar facilmente o texto. Tome isso, senhas wifi impossíveis”, disse a conta, em resposta a um usuário.

Uma das coisas que é possível fazer com o Google Lens é apontar a câmera do smartphone no adesivo de senha de um roteador, por exemplo, para que o celular conectar-se automaticamente ao Wi-Fi. A ferramenta entende através do software que se você está apontando é porque gostaria de se conectar à rede usando-a. A novidade deve ser liberada, aos poucos, para os usuários.

Se você acessou a Play Store nesta quinta-feira (22) já deve ter percebido que ela mudou de visual. O Google deu uma repaginada na sua loja virtual que conta uma interface mais enxuta e intuitiva, ícones maiores e muito mais informação sobre como pesquisar ou filtrar pesquisas na plataforma. Mas essa não foi a única novidade, a gigante da internet trouxe novidades na nomenclatura das novas versões do Android, Google Go em versão mais “lite”, Nest com contas da companhia e mais. Confira tudo!

A nova play store

##RECOMENDA##

A primeira mudança que impactou todos os usuários Android nesta quinta-feira foi, sem dúvidas, a nova versão da Play Store. A loja online da gigante da internet apareceu com novo visual em sua versão mobile, mais claro, com ícones maiores e muito mais intuitiva. Agora ficou ainda mais fácil encontrar novos aplicativos, principalmente, porque as categorias estão mais diretas, assim como os filtros de conteúdo - no caso da aba “família”. Por hora, a mudança ocorre apenas na versão mobile, com o Google play ainda no antigo visual. 

Nest com contas Google

Outro anúncio feito pela gigante da internet é a possibilidade de seus usuários, donos de um Google Nest. A partir desta quinta-feira, o usuário que utilizava o Neste antes da fusão com o Google poderá migrar sua conta para uma conta da gigante. Para fazer isso é preciso receber um convite por e-mail, porém, que não quiser esperar poderá selecionar a opção "Fazer login com o Google" na versão mais recente do aplicativo Nest e colocar seu e-mail e senha.

A única observação feita pela empresa é se o usuário utilizar o Works with Nest com outros parceiros. Nesse caso o melhor é esperar para migrar a conta até receber um convite. Caso decida migrar antes de receber seu e-mail, as integrações do Works with Nest não funcionarão mais e não será possível recuperá-las.

Google Go quase lite

Existem vários recursos do Google que as pessoas não costumam usar tanto no dia a dia ou que - por algum motivo - não ficam tão em evidência quanto outros. Um deles é o Google Go, o buscador mais levinho da empresa.Ele ajuda você a acessar informações mesmo com uma conexão instável. 

Apesar de já existir desde 2017, em alguns países, o recursos foi disponibilizado para todos os usuários Android essa semana. O Google Go também oferece um recurso de leitura de voz com alimentação artificial que permite ouvir qualquer página da web, com palavras destacadas conforme elas são lidas para que você possa acompanhar e está disponível na Play Store, gratuitamente.

Novo Android

Por fim, a gigante da internet vai fazer uma mudança que ninguém esperava. Quem é fã do Android sabe que a cada atualização um nome de sobremesa surge para identificar a nova versão do sistema operacional. Porém, mesmo sendo feito em ordem alfabética, parece que os usuários de outros locais do mundo não entendiam muito bem as nomenclaturas, por isso, a empresa tomou a decisão de mudá-las.

Nada de nada de Lollipop, KitKat, Pie. De acordo com a companhia “Com um sistema operacional global, é importante usar nomes que sejam claros e façam sentido para todo mundo. Por isso, para a próxima versão do Android, usaremos apenas um número e será chamada de Android 10”. Além disso, os executivos aproveitaram para atualizar a marca, que traz o robô mais discreto e o nome em destaque. 

[@#video#@]

A equipe de suporte do Google anunciou na última terça-feira (20) que, a partir de 18 de setembro, não será mais possível enviar mensagens diretamente no YouTube. A decisão foi tomada porque - aparentemente - a maioria das pessoas não utiliza o recurso, que permite compartilhar também vídeos entre os usuários. Alguns recursos serão desativados antes do prazo final.

Mas como funcionava o recurso? Quando você compartilha um vídeo ou recebe a mensagem de um amigo no YouTube, uma conversa privada era criada. Dessa forma ambos poderiam assistir e falar sobre o vídeo. Porém, a atividade está com os dias contados.

##RECOMENDA##

Apesar do aviso prévio, a equipe do YouTube resolveu ensinar os usuários a salvar suas mensagens antes que elas sejam apagadas por completo. A intenção da companhia é estimular as pessoas a usarem cada vez mais a plataforma de modo público, com comentários apenas nos vídeos, postagens e Stories (disponível apenas para usuários com mais de 10 mil seguidores).

Se você possui mensagens que deseja salvar siga estas etapas e garanta uma cópia das suas conversas (via support Google):

Acesse https://takeout.google.com/settings/takeout/custom/youtube.

Na seção "YouTube", selecione "Todos os dados do YouTube incluídos" para escolher os dados que você quer manter.

Desmarque todos os dados, exceto "Chats".

Selecione OK. 

Selecione Próxima etapa.

Selecione “Criar arquivo”.

Você receberá um e-mail quando o arquivo estiver pronto.

Faça o download de todos os seus chats como um arquivo .zip.

Quando você compartilha um vídeo ou recebe a mensagem de um amigo no YouTube, uma conversa privada é criada. Nela vocês podem assistir e falar sobre o vídeo. É possível assistir vídeos compartilhados diretamente na conversa.   

Clientes da TIM vão ganhar mais um canal para agilizar o contato com a operadora. A empresa de telefonia anunciou na última terça-feira (20) que clientes de contas pós-pago e controle poderão solicitar o envio de suas faturas pelo WhatsApp. Para ter acesso basta enviar uma mensagem para o número da operadora.

Quem quiser solicitar o pagamento da conta deve salvar o número da TIM (041 4141-4141) como um contato, abrir uma conversa no app de conversas WhatsApp e enviar uma mensagem com a palavra FATURA. Para os mais desconfiados quanto à golpes que podem ser aplicados durante o processo de pedido, a empresa solicita uma senha que só o usuário tem acesso. Depois disso, o código de barras é enviado na mesma conversa em formado PDF.

##RECOMENDA##

Além da conta do mês é possível ter acesso às seis últimas cobranças geradas no sistema da empresa. De acordo com a companhia as faturas entregues por meio de canais digitais cresceram 66% no segundo trimestre, na comparação com o mesmo período de 2018. Já o total de clientes pagando a conta online aumentou 31% ano a ano. Este não é o primeiro serviço lançado pela empresa para a plataforma. Em julho, a operadora lançou a recarga, consulta de saldo e de consumo no pré-pago.

LeiaJá também

--> Plataforma "nãomeperturbe" recebe 620 mil inscrições

--> Na corrida para o 5G, TIM vai virtualizar 37 datacenters

--> TIM faz demonstração do 5G em Florianópolis

O sequestro de um ônibus com 37 pessoas feitas reféns dentro do veículo dominou a lista dos assuntos mais comentados do Twitter brasileiro nesta terça-feira (20). Das 10 expressões mais publicadas na rede social, nove dizem respeito ao caso, que ocorreu na manhã de hoje e interditou a ponte Rio-Niterói.

No começo da tarde, o sobrenome do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), ocupava o primeiro lugar dos termos mais publicados no Brasil. No ranking mundial, Witzel estava na sétima posição, a frente das palavras "BOPE" e "Tragédia", também relacionadas ao sequestro. Usuários debatiam a comemoração de Witzel feita diante das câmeras ao chegar no local do crime.

##RECOMENDA##

No fim da manhã, a polícia fluminense deu fim ao sequestro quando um atirador de elite matou o suspeito. Todos os reféns foram libertados sem ferimentos.

Usuários relembraram outro sequestro de ampla repercussão midiática: o caso Eloá, ocorrido em 2008, no qual a Eloá Cristina, então com 15 anos, foi mantida em cárcere privado e morta pelo ex-namorado Lindemberg Alves. O nome de Eloá também figurou no ranking de trending topcis brasileiro.

Usuários de aparelhos Android estão, aparentemente, numa fase de mudanças. Apesar do aplicativo da Caixa Econômica ter ficado entre os mais baixados - principalmente por conta da proximidade do pagamento do FGTS e PIS, apps como Mercado Livre e OLX aparecem em segundo e quarto lugar, respectivamente. 

Outro que está entre os 10 mais procurados é o game dos Irmãos à Obra. O joguinho simula os desafios do programa de reformas, para ajudar os usuários a transformar ambientes como se fossem os irmãos Drew e Jonathan Scott. O que deixa a dúvida se os usuários estão se inspirando no app para buscar melhorias para suas próprias residências, com o combo feito junto aos aplicativos de compras.

##RECOMENDA##

Já no lado iOS, a novidade é um jogo de futebol chamado Cool Goal. O game põe à prova a capacidade o jogador de ter uma pontaria certeira na hora de marcar um golaço. As outras nove posições continuam com redes sociais, aplicativos de comida, entre outros. Confira os rankings completos.

Google Play

Apple Store

LeiaJá também

--> Pretende sacar o FGTS? Cuidado com novo golpe

--> App para consultar o FGTS está entre os mais baixados

--> Aprenda a colocar a verificação por digital no WhatsApp

O Hi!Tech dessa semana traz o maior crossover de redes sociais da internet: Orkut, pedindo ajuda no Twitter, para voltar para o Tinder. Além disso, notícias sobre a Amazon Prime, impostos de games e muito mais. Confira o vídeo!

[@#video#@]

##RECOMENDA##

LeiaJá também

--> Decreto reduz imposto sobre jogos eletrônicos

--> Criador do Orkut vem ao Brasil e é bloqueado no Tinder

--> Amazon Prime tem queda de servidor no mundo todo

Quem não se lembra da febre do Orkut? Uma das redes sociais mais populares entre brasileiros, em meados dos anos 2000, voltou a ser lembrada após um fato um tanto inusitado. O fundador da plataforma, Orkut Büyükkökten, teve sua conta no Tinder bloqueada depois que vários usuários da rede acharam se tratar de um perfil fake.

O criador do Orkut participará de um evento em Porto Alegre e resolveu usar o aplicativo de paquera para fazer “novas amizades”. Porém, parece que os brasileiros não acreditaram se tratar de uma pessoa real e resolveram denunciar o perfil do engenheiro de software por pensarem se tratar de uma mentira. 

##RECOMENDA##

Por causa disso, Orkut resolveu pedir uma ajudinha do Tinder pelo Twitter. O fato foi eleito por muitos usuários como o caso mais aleatório da internet em 2019 e chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

[@#video#@]

[@#podcast#@]

Os serviços de vídeo por streaming e de música da Amazon (Prime Video e Amazon Music), sofreram uma queda em seus servidores, na noite da última quarta-feira (14). Usuários de todo o mundo reclamaram que, a partir das 21h, não estavam mais conseguindo acessar os títulos disponíveis nos serviços.

Ao tentar acessar qualquer obra disponível no catálogo da Amazon os clientes recebiam a mensagem que não eram assinantes e deveriam inscrever-se antes de conseguir assistir às séries ou filmes. Na página do site downdetector, que registra o funcionamento das principais empresas do mundo, muita gente reclamou que não conseguia reativar o pacote.

##RECOMENDA##

"Prime video falando que minha conta não é elegível ao prime. Pensei ter algum problema com cartão ou algo do gênero, mas não é. Fala que não há planos disponíveis para contratar", informou um usuário na página do site. 

A falha não atingiu o site de compras da empresa e, apesar do susto, assinantes do serviço voltaram a ter suas contas disponíveis após uma hora de queda. Países como Estados Unidos, Brasil e Japão, foram alguns dos afetados pela indisponibilidade.

LeiaJá também

--> Ex-mulher de dono da Amazon vai doar metade de sua fortuna

--> Jovem ganhará prêmio mensal de R$ 48 mil por 30 anos

--> Amazon está desenvolvendo um MMO do Senhor dos Anéis

O Facebook anunciou que haverá mudanças nos botões de privacidade dos grupos criados na plataforma. Antes, os usuários podiam escolher entre público, fechado ou secreto, para decidir como seria a visibilidade da página. Agora, para tornar essas configurações mais fáceis de entender, as opções serão resumidas a público e privado.

"No ano passado, trabalhamos com especialistas em privacidade de várias partes do mundo, que buscam conscientizar as pessoas a respeito de como gerenciar suas informações online. Esses especialistas contribuíram com informações essenciais para nos ajudar a garantir que as novas configurações de privacidade fossem precisas e mais simples de usar", disse Jordan Davis, gerente de produto de Grupos do Facebook.

##RECOMENDA##

Entre as novidades está a possibilidade dos administradores escolherem se querem ou não que o grupo seja encontrado na ferramenta de pesquisa e em outros locais do Facebook. Páginas que tinham o status como “secreto”, agora serão “privado” e “oculto”. Aqueles grupos que antes eram “fechado”, agora serão “privado” e “visível” e os que são “públicos”, continuarão “públicos” e “visíveis”. 

Os administradores encontrarão os novos controles nas Configurações do Grupo. Restrições em relação a se e quando um administrador pode alterar as configurações de privacidade continuaram e sempre que uma mudança for permitida os membros receberão uma notificação informando sobre a ação. 

LeiaJá também

--> Twitter testa recurso para usuários seguirem interesses

--> Você sabe qual o emoji mais usado no Brasil?

--> Facebook elimina contas vinculadas à Arábia Saudita

A utilização de produtos que carregam direitos autorais é sempre uma discussão complexa na internet. Criadores de conteúdo no YouTube, muitas vezes usam músicas presentes em filmes e jogos para ajudar a ilustrar seus vídeos. Tentando acabar com a prática, a Nintendo está derrubando canais na plataforma que usam trilhas sonoras de seus games. 

Quem usar alguma das faixas musicais presentes nos jogos produzidos pela companhia terá o conteúdo suspenso. A prática de usar propriedade intelectual produzida por outra pessoa, sem autorização, é ilegal e - neste caso específico - chamada de music rip, que acontece quando alguém usa o conteúdo para fazer vídeos para terceiros, mesmo que de forma gratuita. 

##RECOMENDA##

De acordo com usuários do Reddit, a queda desses conteúdos começou com o lançamento de Fire Emblem: Three Houses, mas a empresa resolveu estender a prática para outros títulos. A Nintendo não comercializa suas trilhas sonoras em plataformas de compra como as do Google ou Apple, porque vende CDs físicos, no Japão. A desvantagem para os fãs é que essas mídias não são vendidas em outros lugares, sendo necessário importar o conteúdo de lá.

LeiaJá também

--> Hi!Tech: Galaxy Note 10, impostos e Pokémon Sword e Shield

--> Nintendo revela novidades em Pokémon Sword e Shield

--> Nintendo vai lançar Switch mais barato

Usuários do Twitter vão poder seguir os temas que lhes interessam assim como seguem outras pessoas. O recurso foi anunciado na última terça-feira (13), em um evento da empresa, e permitirá que tuítes sobre os tópicos escolhidos apareçam dentro da linha do tempo. Será possível acompanhar informações referentes à esportes, celebridades e programas de televisão, como a divisão feita no “Moments” da plataforma, só que com o conteúdo misturado com o das contas seguidas.

O conteúdo será selecionado pelo Twitter, com tuítes individuais sendo identificados através de aprendizado de máquina. Dessa forma, a empresa espera ajudar os usuários a se conectar com outras contas de seu interesse, que ficam perdidas entre milhões de pessoas. Na fase inicial, apenas conteúdos de esportes podem ser seguidos, e somente em telefones Android.

##RECOMENDA##

A empresa também está pesquisando a respeito de conteúdos mal-intencionados, que serviriam para promover a indignação e a polarização na plataforma. Porém, ainda não dá para saber se a promoção desses interesses irá se comportar de maneira diferente dos retweets promovidos por algoritmos. De acordo com o site The Verge, Kayvon Beykpour, que lidera os esforços de produtos do Twitter, informou que a companhia não pretende criar tópicos de conteúdo para todos os seus usuários, para evitar mau-uso do recurso.

Além de seguir o tópico desejado, o usuário também poderá ocultar temporariamente aqueles tuítes sobre conteúdos que ele deseja ter uma pausa - como spoilers de filmes, séries ou programas de TV, por exemplo. Há também a possibilidade de listas separadas serem configuradas para atender a interesses individuais. 

Outros planos futuros da companhia incluem adicionar mensagens diretas pesquisáveis, reordenamento de fotos em um após de anexá-las a um novo post e suporte para as Live Photos da Apple.

LeiaJá também

--> Spotify apresenta ferramenta especial para podcast

--> Você sabe qual o emoji mais usado no Brasil?

--> Brasil está entre os países que mais tuítam sobre games

Todo mundo que usa redes sociais tem aquela figurinha para chamar de sua. Seja um sticker, um gif ou um emoji a verdade é que - na era digital - expressar-se apenas por palavras não é suficiente. No ano passado, o Google fez uma pesquisa que reuniu informações sobre o uso dos emojis ao redor do mundo. E pasmem, o brasileiro anda amando muito online, ou pelo menos é o que dizem as suas figurinhas.

A empresa elaborou um ranking de dez posições da média dos emojis mais usados pelo mundo e registrou o “chorando de rir” como primeiro lugar da lista, seguido pelo “mandando beijo carinhoso” e “olhos de coração”. No Brasil, o pódio é ocupado pelo “coração vermelho”, que pulsa gigante quando enviado fora de alguma frase, seguido dos “olhos de coração” e “batendo palmas”. Indicando que tem muito brasileiro apaixonado nas redes sociais.

##RECOMENDA##

Além do Google, a Adobe também fez - em 2019, um estudo mundial sobre as figurinhas mais usadas pelas pessoas. A empresa levou em consideração as emoções que os entrevistados gostariam de expressar e descobriu que 79% preferem demonstrar amor. O último lugar do ranking ficou com a emoção orgulho, em que 37% dos entrevistados responderam que usam emojis como “cara com óculos de sol”, “sorridente” e “carinha sorridente com olhos risonhos”.

A Unicode, responsável pelas figurinhas utilizadas em plataformas como WhatsApp e Facebook, garantiu que até o final do ano serão lançados cerca de 230 novos emojis, para engrossar a lista dos escolhidos pelos usuários. O ranking completo foi disponibilizado no site do Cuponation

LeiaJá também

--> Casa rosa e com emojis causa briga em vizinhança nos EUA

--> Dez motivos para o Telegram ser melhor do que você imagina

--> Extensão permite ler mensagens apagadas no WhatsApp

O Spotify divulgou nesta terça-feira (13), uma nova plataforma para criadores de conteúdo que usam o formato podcast. A ferramenta traz dados mais detalhados, insights e opções para impulsionar a descoberta dos materiais produzidos na plataforma de streaming. O Spotify for Podcasters já conta com mais de 100 mil podcasts cadastrados durante o período de testes.

Agora é possível ter acesso a um novo blog para criadores, fluxo de verificação aprimorado, conta dedicada no Twitter, suporte a equipes e capacidade de ver os principais artistas que os ouvintes consomem no Spotify. 

##RECOMENDA##

A expansão do aplicativo, assim como o Spotify for Artists, é uma das formas da empresa de atingir todos os seus usuários com novas ferramentas e recursos com base na orientação da comunidade de criadores.

[@#video#@] 

LeiaJá também

--> Spotify lança oficialmente versão lite do aplicativo

--> Spotify abre inscrições para projeto focado em mulheres

--> Spotify cria Hub com músicas originais da Disney

O universo dos jogos eletrônicos parece estar conquistando cada vez mais o brasileiro. Dados levantados pelo Twitter apontaram um crescimento de conversas sobre jogos eletrônicos entre os usuários da plataforma, que escreveram mais de 700 milhões de tuítes desde o início do ano, no mundo, sobre o assunto.

No primeiro semestre de 2019, foram registrados globalmente mais de 500 milhões de menções aos games, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado. Em uma contagem recente, o número saltou para os 700 milhões. A quantidade de pessoas falando sobre games na plataforma também aumentou, sendo 15% maior do no ano anterior. 

##RECOMENDA##

Na pesquisa, o Brasil ficou em 5º lugar. Ficamos atrás apenas de Japão, Estados Unidos, Coreia do Sul e Reino Unido, respectivamente. Além disso, a @mibr, equipe brasileira que disputa competições de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), figurou entre os times de eSports mais mencionados no último mês.

Os brasileiros também foram bastante participativos no Twitter durante a edição de 2019 da Evolution Championship Series (EVO), principal competição de jogos de luta do mundo, realizada entre os dias 2 e 4 de agosto. O Brasil foi, novamente, o quinto país que mais comentou sobre a EVO na plataforma.

Depois de algumas semanas agitadas nas lojas de aplicativos, com pessoas buscando ferramentas para ver como ficariam mais velhas ou ver como ficariam se fossem bonequinhos de olhos grandes, as redes sociais voltaram a ficar entre os apps mais procurados pelos usuários. Porém, além das plataformas tradicionais como Instagram, Facebook e WhatsApp, outro aplicativo que tem crescido semana após semana entre os usuários de celulares Android é o Nubank.

O banco digital, que recentemente atingiu a marca de 4 milhões de clientes espalhados pelo país (dados de abril de 2019), teve seu aplicativo - e principal meio de controle de gastos dos seus usuários - em segundo lugar no ranking dos mais baixados da Play Store. O pódio não se repete em telefones iOS, que não possui nenhum app de banco entre os 10 mais procurados e continua com as redes sociais entre as ferramentas com maior número de downloads. Confira a lista completa:

##RECOMENDA##

Google Play

 

Apple Store

LeiaJá também

--> Apps: usuários começam agosto se preocupando com finanças

--> Cliente do Nubank terá nova opção de aplicação

--> Nubank lança comunidade online para seus clientes

Por essa ninguém esperava: Sony lança dois smartphones da linha Galaxy Note, Senado aprova PEC que isenta jogos e consoles brasileiros de impostos, LG pode trazer celular com três telas e novidades em Pokémon Sword e Shield. Ficou curioso? Então clica no vídeo e aproveita!

[@#video#@]

##RECOMENDA##

LeiaJá também:

--> Senado aprova PEC que beneficia games e consoles nacionais

--Samsung anuncia novo Galaxy Note 10 em dois tamanhos

--Convite para evento da LG sugere celular com três telas

--> Nintendo revela novidades em Pokémon Sword e Shield

 

Há um provérbio que diz que três coisas na vida nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida. No caso da Samsung, a propaganda lançada também poderia fazer parte desta lista. Isso porque a gigante coreana resolveu apagar alguns vídeos promocionais antigos em que “tirava uma onda”, da Apple. O motivo? A falta de um plugue P2 para conectar fones de ouvido, que agora também está ausente do novo smartphone da companhia o Galaxy Note 10.

A retirada dos comerciais do canal da empresa aconteceu no dia do lançamento dos novos aparelhos da linha Note. A empresa sul-coreana vinha apontando a ausência do conector como motivo de chacota, desde 2016, quando a maçã lançou o iPhone 7. Isso porque a falta de um conector impediria, por exemplo, o usuário de recarregar o celular e usar fone com fio ao mesmo tempo. 

##RECOMENDA##

[@#video#@]

As peças publicitárias, retiradas de alguns dos canais da companhia, sugeriam que a característica era uma limitação da rival e que, por isso, o usuário deveria trocar o seu o iPhone por um Galaxy S9 (smartphone lançado na época). Porém, com o lançamento do Galaxy Note 10 e do Note 10 Plus, a brincadeira perdeu um pouco do sentido.

De acordo com a Samsung, a retirada do conector foi necessária para que o desempenho da bateria fosse melhorado e é provável que a ausência continue nos próximos modelos top de linha da marca. Para compensar a falta do encaixe tradicional o aparelho traz na caixa um fone de ouvido AKG com conector USB-C, que é acoplado no mesmo conector do carregador.

Quem quiser carregar o smartphone e ouvir música ao mesmo tempo terá que fazer igual a propaganda do iPhone e comprar um adaptador de USB-C para P2 nas lojas da Samsung. O preço varia entre US$ 8 e US$ 10 (cerca de R$ 31 e R$ 39) nos Estados Unidos e nem os aparelhos, nem os adaptadores têm data para chegar ao Brasil.

[@#podcast#@]

Foi-se o tempo em que se acreditava que os indígenas não convergiam com o ambiente tecnológico. Fugindo de estereótipos e abraçando as diferentes necessidades dos povos originários plataformas mobile, ou feitas para desktop, promovem a integração de uma população que precisa, cada vez mais, elevar sua voz para garantir seu lugar em uma sociedade que tem que reaprender a dar valor às suas pautas. Para celebrar o Dia Internacional dos Povos Indígenas e dar um pouco mais de luz à essa cultura tão rica, separamos cinco plataformas com conteúdos e soluções voltados à essa parcela de brasileiros. Confira:

Alerta Clima Indígena 

##RECOMENDA##

Um dos vencedores do prêmio Desafio de Impacto Social Google 2016, o aplicativo foi pensado para solucionar a dificuldade dos povos indígenas em terem informações frequentes e de qualidade sobre os impactos das mudanças climáticas. Criado pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia - IPAM, o Alerta Clima Indígena envia informações sobre focos de calor, desmatamento e risco de seca para as Terras Indígenas da Amazônia brasileira. 

Avañeʼẽ - Dicionário Guarani - Português

Como o próprio nome já diz é um app que se propõe a traduzir palavras do Guarani para o Português e vice-versa. A ferramenta ainda permite a possibilidade de incluir palavras, fazer buscas por grupo de palavras usando as iniciais da letra, além de também funcionar off-line, após a primeira vez em contato com a internet para carregar o banco de dados.

Kiriri

Kiriri ou Quiriri é um povo indígena que habita na região norte da Bahia e serviu de inspiração para a criação de um aplicativo que ensina a valorizar a água. Como a população do Quiriri é ribeirinha o app foca em ensinar sobre o uso racional do elemento e, por meio de jogos e quebra-cabeças, aborda temas como o ciclo hidrológico associado à conservação de solos.

Vídeo nas Aldeias

Saindo um pouco dos aplicativos para mobile e indo para outras plataformas online, nos deparamos com o Vídeo nas Aldeias. Funcionando como uma espécie de locadora online, onde é possível comprar e alugar produções, o site disponibiliza mais de 88 filmes resultado da formação de cineastas indígenas. Mantido por um projeto homônimo que busca a produção e difusão de seus filmes, a plataforma é uma das mais importantes, funcionando como arquivo audiovisual da realidade indígena contemporânea.

Rádio Yandê

A webrádio é, talvez, um dos projetos mais importantes de visibilidade indígena dentre todos. Feita por indígenas para a população de povos originários o veículo de comunicação traz programas informativos e educativos abordando um pouco da realidade indígena brasileira. A intenção é levar não apenas um conteúdo confiável para as aldeias, mas também desfazer antigos estereótipos e preconceitos ocasionados pela falta de informação especializada em veículos de comunicação não indígenas.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando