Tecnologia

| Mobilidade

A Uber anunciou nesta terça-feira (19), iniciativas para proporcionar ganhos extras para os motoristas parceiros. A primeira se chama Grana Extra, que oferece um valor adicional para todos os motoristas que completarem um número mínimo de viagens a cada semana.

A promoção tem duração de 11 semanas, e os valores adicionais podem variar de R$ 150 a R$ 500 por semana, de acordo com a missão proposta em cada etapa. Os motoristas que completarem todas as etapas podem receber em um mês até R$ 1.500 em valores adicionais, além dos ganhos com as viagens em si.

##RECOMENDA##

A segunda iniciativa anunciada é a Campanha "Indique-e-Ganhe", em que motoristas que já dirigem com a plataforma ganham um valor pela indicação de novos parceiros. A promoção oferece aos motoristas até R$ 1.500 por cada novo parceiro que se cadastrar e realizar viagens a partir de uma indicação. 

À medida que o novo parceiro completa as primeiras viagens, quem fez a indicação já recebe uma parte do valor, assim como o novo motorista, que pode ganhar até R$ 500. Ao completar 100 viagens, a indicação resulta no valor integral para o indicado e para quem indicou.

A campanha da empresa tenta atender ao rápido crescimento da demanda pelos serviços, normal para esse período do ano. As iniciativas, segundo a empresa, também buscam preservar o equilíbrio de oferta e demanda no curto e longo prazo. 

Pela primeira vez fora de São Paulo, o Festival Welcome Tomorrow Experience ocorre em Salvador, capital da Bahia, a partir da próxima segunda-feira (4). Com programação híbrida até a quarta (6), o evento internacional debate a proposta de 'cidades inteligentes' com foco em tecnologia e mobilidade.

As experiências presenciais serão distribuídas em diversos pontos ao ar livre da capital com passeio ciclístico e teste drive de carros elétricos, o que confere maior segurança sanitária. Também são esperados shows musicais e palestras gratuitas para convidados em locais fechados. O Festival retoma o circuito de eventos presenciais em Salvador.

##RECOMENDA##

“Será uma mescla entre shows culturais, apresentações de conteúdo e interação com a cidade. As interações são voltadas a criar um ambiente de conexão para a gente pensar de que forma podemos construir uma cidade melhor do que ela já é, e mostrar, também, o que Salvador pode ensinar ao mundo”, anunciou o fundador do festival, Flávio Tavares.

Já o formato remoto disponibiliza palestras e apresentações gratuitas referentes à temática. Todo Welcome Tomorrow será transmitido para mais de 20 países, incluindo Dubai na Expo 2020, uma das maiores feiras sobre mobilidade e sustentabilidade no mundo.

“Salvador é um local de grande efervescência cultural, capital das startups no Nordeste, segundo Associação Brasileira de Startups, reconhecida como a cidade da música pela Unesco e a primeira capital com plano diretor de tecnologia [...] A ideia é mostrar Salvador como referência para os países que a gente vai transmitir. É mostrar que é uma cidade que vibra, efervescente, se conecta e tem propósito”, explicou o idealizador sobre a escolha de Salvador para sediar o evento após nove anos em São Paulo.

[@#video#@]

As duas principais empresas de transporte por aplicativo, Uber e 99 anunciam reajustes nos ganhos dos motoristas. A mudança é uma forma de compensar os impactos causados pela alta dos preços do combustível. Com esse reajuste, a tarifa da 99 terá um aumento entre 10% a 25%.

De acordo com uma publicação da CNN Brasil, a Uber afirmou que não repassará o aumento para os usuários do aplicativo. No entanto, haverá reajuste de até 35% destinado aos colaboradores que atuam na Região Metropolitana de São Paulo. Ainda é esperado que outras cidades também realizem a mesma mudança.

##RECOMENDA##

Nas últimas semanas, muitos clientes dos aplicativos de mobilidade compartilharam queixas sobre cancelamentos e demora na aceitação de corridas nas redes sociais. A alta do combustível, que em algumas regiões do país chega a R$ 7 o litro, teria motivado essa reação dos motoristas. 

A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, e a Ascent Flights Global anunciaram nesta segunda-feira, 23, o aprofundamento da parceria para desenvolver um "ecossistema robusto" de mobilidade aérea urbana na região da Ásia-Pacífico. A partir de 2026, a Eve fornecerá à Ascent até 100 mil horas de voo no veículo elétrico de decolagem e pouso na vertical (eVTOL), o "carro voador". A Eve planeja colocar até 100 aeronaves para serem comercializadas pela plataforma da Ascent em suas rotas atuais e futuras.

A empresa de Cingapura, que atua como um aplicativo sob demanda, pagará pelo tempo de voo nas aeronaves da Eve ao mesmo tempo em que vai operar em conjunto com outros parceiros na Ásia-Pacífico e de outros mercados.

##RECOMENDA##

A aeronave será utilizada em grandes cidades como Bangcoc (Tailândia), Manila (Filipinas), Melbourne (Austrália), Tóquio (Japão), e também em Cingapura.

O acordo é parte da estratégia abrangente de mobilidade da Eve para se posicionar como líder na indústria. A implementação das aeronaves da Eve na rede da Ascent está sujeita à celebração de acordos finais entre as partes.

"A Ascent é uma das maiores empresas de mobilidade aérea urbana na Ásia-Pacífico e sua forte presença na região a torna a parceira ideal para as operações da Eve. A região possui uma enorme demanda por soluções inovadoras de transporte, que pode ser atendida com nossa aeronave de baixa emissão. Este é o caminho certo para um crescimento sustentável", disse o presidente e CEO da Eve, Andre Stein, em nota.

"A tecnologia inovadora de Eve, combinada com sua experiência em manufatura e serviços de cobertura global por meio da Embraer, nos dá a certeza de que teremos uma solução adequada aos complexos requisitos da região", disse o fundador e CEO da Ascent, Lionel Sinai-Sinelnikoff.

Em comunicado, a fabricante brasileira destaca que a Eve apresenta "proposta de valor única", apoiada em mais de 50 anos de experiência da Embraer na fabricação de aeronaves e na expertise em certificação.

Segundo a companhia, o veículo aéreo de zero emissões e baixo ruído, com design simples e intuitivo, continua a atingir marcos relevantes de desenvolvimento, incluindo o primeiro voo do simulador de engenharia em julho de 2020 e o modelo em escala em outubro de 2020.

Além disso, o projeto de Gerenciamento de Tráfego Aéreo Urbano da Eve atingiu uma nova marca em sua colaboração com a Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido (CAA, Civil Aviation Authority na sigla em inglês), para o desenvolvimento das condições necessárias para voos UAM com alto potencial de expansão.

Para contribuir com o controle da Covid-19 no Brasil, a Uber disponibilizou um banco de dados próprio às secretarias de Saúde para facilitar o rastreio de casos. O manual com informações de acesso ao levantamento feito pelo aplicativo já está sendo distribuído aos gestores.  

"Por meio do portal, as autoridades de saúde podem obter dados de usuários ou parceiros que possam ter sido contaminados em poucas horas, ajudando na rastreabilidade dos casos de uma forma escalável", explica o gerente de Relações com Autoridades Policiais e de Saúde Pública para o Brasil, Marcello Simões.

##RECOMENDA##

O gerente da empresa ressaltou que os dados pessoais de usuários, motoristas e parceiros serão preservados. "Estamos sempre à disposição para colaborar com o poder público, respeitando sempre a legislação de privacidade", acrescentou.

Devido a iminência da variante Delta no país, a Uber destaca que mantém uma equipe de profissionais com experiência em Saúde Pública para auxiliar os órgãos públicos a qualquer horário e em qualquer dia da semana.

O fundador da Amazon e homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, se tornou nesta terça-feira (20) mais um bilionário a chegar ao Espaço com recursos próprios.

Ao lado de outros três passageiros, incluindo seu irmão Mark, o magnata embarcou no veículo suborbital New Shepard, de sua empresa Blue Origin, e chegou a uma altitude de 100 quilômetros, quase 20 a mais do que seu rival nessa corrida espacial dos bilionários, Richard Branson.

##RECOMENDA##

Além dos irmãos Bezos, a cápsula levou a pioneira americana da aviação Wally Funk, de 82 anos, e o holandês Oliver Daemen, 18, que se tornou a primeira pessoa a ir ao Espaço com um bilhete comprado - o voo foi realizado de forma autônoma, sem necessidade de pilotos a bordo.

Além disso, Funk e Daemen se tornaram, respectivamente, a mais velha e o mais jovem na história a cruzarem a fronteira espacial. Se Branson foi ao Espaço em uma nave levada inicialmente por um avião, o lançamento da New Shepard foi mais tradicional, feito na vertical e com auxílio de um foguete.

A cápsula se desacoplou a cerca de 75 quilômetros de altitude e continuou subindo até ultrapassar a Linha de Kármán, 100 quilômetros acima do nível do mar.

Para a maior parte das organizações internacionais, essa linha imaginária delimita a fronteira espacial, embora os EUA considerem que o Espaço inicia a 80 quilômetros de altitude, patamar alcançado por Branson com a VSS Unity, da Virgin Galactic, em 11 de julho.

Tanto o foguete quanto a cápsula New Shepard pousaram em segurança em um deserto no Texas, concluindo um voo que durou pouco menos de 10 minutos e meio. Assim como Branson, Bezos também pretende explorar o turismo espacial.

Nos dois casos, os voos foram suborbitais, ou seja, sem velocidade suficiente para escapar da gravidade da Terra. O terceiro concorrente nessa corrida é o bilionário Elon Musk, da SpaceX, que usa foguetes orbitais e já levou astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS). 

Da Ansa

Os carros voadores serão uma realidade nas cidades ao redor do mundo até 2030 e ajudarão a reduzir o congestionamento e as emissões dos veículos. Essas declarações foram feitas por Michael Cole, o chefe executivo das operações europeias da marca sul-coreana Hyundai, uma das maiores fabricantes do mercado mundial. O CEO disse que a empresa fez alguns “investimentos muito significativos” em mobilidade aérea urbana, acrescentando: “Acreditamos que realmente faz parte do futuro”.

Cole admitiu que “ainda falta algum tempo até que possamos realmente fazer isso decolar”, mas que a mobilidade aérea urbana oferecerá uma grande oportunidade para liberar o congestionamento nas cidades, para ajudar com as emissões, seja na mobilidade intra-urbana no ar ou mesmo entre as cidades.

##RECOMENDA##

As informações foram passadas em uma conferência do grupo da indústria Society of Motor Manufacturers and Traders: “É parte da nossa solução futura oferecer soluções de mobilidade inteligentes e inovadoras”, acrescentou.

A Hyundai apresentou seu conceito de carro voador, desenvolvido em conjunto com o Uber, no Consumer Electronics Show realizado em Las Vegas em janeiro de 2020. A empresa também está envolvida no projeto do primeiro aeroporto sem pistas convencionais, projetado para veículos elétricos capazes de decolar e aterrissar verticalmente (eVTOL), que tem inauguração prevista para este ano e fica em Coventry, Inglaterra.

O “aeroporto urbano” poderia ser usado por aeronaves, incluindo táxis aéreos e drones de entrega autônomos.

A confirmação de negociações pela Embraer com a americana Zanite para uma combinação de negócios visando à capitalização da subsidiária Eve, responsável pelo desenvolvimento de seu "carro voador" (ou eVTOL, na sigla em inglês), foi vista como uma bem-vinda injeção de ânimo para a fabricante brasileira após longo período de dificuldades. O mercado reagiu positivamente à negociação, que analistas veem como um possível "ponto de virada" para a brasileira. As ações da empresa subiram 15,61% ontem, na B3, a Bolsa paulista, cotadas a R$ 20.

A informação vem depois de uma fase difícil. Logo no início da pandemia de covid-19, a companhia assistiu à demolição da combinação bilionária de negócios que havia firmado com a americana Boeing, após um longo período de negociações e aprovações regulatórias em todo o mundo.

##RECOMENDA##

Em meio a um mercado em crise, por causa da redução dos voos naquele início de pandemia, a Embraer se viu sozinha e tendo de arcar com os custos de reunificar suas operações: isso porque o contrato com a Boeing se concentrava no segmento comercial, com as áreas militar e executiva ficando na companhia "velha". O fim do negócio virou uma briga na Justiça entre as duas fabricantes.

As dificuldades ficam transparentes nos resultados recentes da Embraer. Em 2020, a empresa acumulou prejuízo líquido de R$ 3,6 bilhões, uma alta de 174% sobre as perdas de R$ 1,3 bilhão do ano anterior. No ano passado, a empresa entregou 148 aeronaves, ante 208 de 12 meses antes. Em relação aos pedidos, a carteira somava US$ 14,4 bilhões em dezembro último, ante US$ 16,8 bilhões um ano antes.

Diante das dificuldades, a busca de parceiros para novos projetos virou uma necessidade, e não uma opção. O projeto do eVTOL, iniciado em 2017, não previa inicialmente aportes financeiros de terceiros. A intenção era que parcerias fossem criadas apenas para ajudar no desenvolvimento de tecnologias que fogem do escopo da Embraer.

Hoje, a Embraer tem um endividamento alto (US$ 4,4 bilhões) e uma geração de caixa baixa que dificulta a criação de novos empreendimentos de forma independente. O presidente da companhia, Francisco Gomes Neto, afirmou ao Estadão, em 2020, que até o projeto de uma nova aeronave turboélice que vinha sendo programado não se concretizará se não houver um parceiro.

Credibilidade

O interesse de um estrangeiro pelo "carro voador" da Embraer foi visto por analistas como uma boa notícia em um período difícil. Ele também pode ajudar a reavivar na memória do mercado a grande capacidade de engenharia que a empresa tem - com a vantagem de um viés de inovação. Além disso, com a economia se recuperando mais rapidamente do que o esperado, há a expectativa de que a demanda por novas aeronaves cresça, favorecendo também o negócio principal da companhia.

Analista da Terra Investimentos, Régis Chinchila destaca que a busca por novas oportunidades em tecnologia tem sido um movimento crescente dentro da Embraer. "Soluções disruptivas de mobilidade aérea urbana podem trazer o mesmo tipo de benefício que a aviação já trouxe para viagens mais longas, dando aos passageiros urbanos mais opções para se deslocarem pela cidade", afirma.

"A notícia pode ajudar a companhia a recuperar valor de mercado enquanto seus mercados tradicionais ainda se encontram sob condições disfuncionais (por causa da pandemia)", comenta o analista da Ativa Investimentos Ilan Arbetman.

Previsto para ser uma alternativa para trajetos curtos, o eVTOL vinha ganhando tração ao longo das últimas semanas. Recentemente, a Embraer anunciou duas encomendas: uma de 50 veículos para a Helisul Aviation, que opera helicópteros na América Latina, e uma de 200 unidades para a Halo, que fornece serviços de helicópteros e mobilidade aérea urbana privada nos EUA e no Reino Unido.

A Embraer confirmou ontem a negociação com a Zanite, sem dar detalhes sobre o projeto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Uma empresa pernambucana acaba de lançar um aplicativo de transporte voltada exclusivamente para motoristas de táxi. O app Ei Táxi promete recolocar os taxistas em pé de igualdade com a concorrência dos carros particulares que rodam com outros aplicativos. A ideia é oferecer o serviço de transporte, com a segurança do cadastro municipal voltada para a categoria, e até 30% de desconto nas corridas, sem tarifa dinâmica.

O Ei Táxi é uma criação da FRH Technologies Mobile, que aposta na procura de usuários por mais segurança na hora de se locomover.

##RECOMENDA##

“Nosso maior diferencial é que trabalhamos exclusivamente com carros e motoristas cadastrados e credenciados junto ao município. Não operamos com carros particulares e ainda assim garantimos preço acessível, qualidade e excelência na prestação do serviço”, explica Felipe Martins, CEO da Ei Táxi.

Ainda de acordo com Martins, o app terá um rigoroso cadastro, alinhado à Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). O aplicativo já está disponível para Android e iOS.

A Uber anunciou, nesta terça-feira (27), que usuários poderão se deslocar no Recife utilizando seus serviços via motocicletas. Batizada de “Uber Moto”, a modalidade já é utilizada em Aracaju desde novembro do ano passado e, segundo a empresa de transporte, oferta serviços mais baratos na comparação com os deslocamentos por meio de carros.

A companhia promete que checará os antecedentes criminais dos motociclistas que pretendem aderir ao serviço. Os usuários poderão ter acesso, antes de iniciar as corridas, aos dados dos condutores, como placa das motos, identidade dos motoqueiros e localização no mapa em tempo real.

##RECOMENDA##

A previsão é que o Uber Moto fique disponível aos usuários em “algumas semanas”, informou a empresa. De acordo com o gerente de operações da Uber, Tiago Lambuca, a nova opção é resultado de um cenário cotidiano da mobilidade brasileira. "As viagens de moto já fazem parte da rotina de muitos brasileiros, então, para que sejamos realmente o app que faz parte do dia a dia das pessoas, era importante que também tivéssemos essa opção", disse, conforme informações da assessoria de imprensa da companhia.

Entregadores já cadastrados na modalidade Uber Eats poderão usar, também, o serviço de transporte por motos. Ter a partir de 21 anos e possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com a observação de atividade remunerada são alguns dos critérios para a formalização do vínculo.

Covid-19

Segundo a Uber, para definir um protocolo de segurança contra os riscos de contaminação do novo coronavírus, um especialista foi contratado. O trabalho foi conduzido pelo médico Alexandre Naime Barbosa, chefe do Departamento de Infectologia da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e consultor para Covid-19 da Sociedade Brasileira de Infectologia.

“Entre as recomendações que serão informadas aos usuários e parceiro estão a limpeza de mãos e superfícies da moto com álcool em gel, que os usuários levem seus próprios capacetes, ou que capacetes extras sejam higienizados com produtos específicos e usados com toucas higiênicas - que podem ser fornecidas pelos condutores e reembolsadas pela Uber”, garantiu a empresa de transporte via aplicativo.

Com apenas um capacete para prevenir os riscos da alta velocidade, um homem atravessou uma avenida no interior dos Estados Unidos em cima de um 'hoverboard'. O planador gigante lembra o desenvolvido pelo vilão Duende Verde dos filmes de Homem Aranha no início dos anos 2000 e faz referência ao famoso 'skate voador' da franquia De Volta para o Futuro.

"Este homem está vivendo 2030", publicou a página que repercutiu o passeio. O vídeo mostra alguns carros na mesma avenida, enquanto o veículo totalmente sinalizado com luzes sobrevoa a pista a pouco mais de dois metros do chão.

##RECOMENDA##

O drone gigante possui oito hélices e, apesar do ar futurístico, é comercializado desde 2015 pela Omni Hoverboards. O modelo do vídeo custa cerca de R$ 108,73 mil, mas existem opções mais em conta, em torno de R$ 54,37 mil.

O fabricante não possui lojas físicas e a compra do drone é feita diretamente com seus representantes. A Omni Hoverboards é indicada pelo Guiness como a criadora da primeira "prancha elétrica" do mundo e , em 2015, o presidente Catalin Alexandru Duru realizou o voo mais longo com o veículo ao percorrer 275 metros.

[@#video#@]

O Projeto de Lei 118/21 dá permissão à Polícia Civil para que faça o rastreamento de aparelhos celulares furtados ou roubados a partir do número do IMEI do equipamento. O IMEI (International Mobile Equipment Identity), ou identidade internacional de equipamento móvel, é um código único de identificação do aparelho celular.

O aparelho só poderá ser rastreado se estiver ligado com o GPS ativo. Além disso, de acordo com a proposta, deverá conter conta do e-mail do proprietário.

##RECOMENDA##

O deputado Boca Aberta (Pros-PR), autor do projeto, lembra que, com o crescente número de casos de roubo e furto de aparelhos telefônicos, o bloqueio não é a solução, já que os criminosos descobriram uma maneira de liberar o telefone para uso e posteriormente colocar à venda. "A minha proposta é criar um sistema que permita o rastreio dos aparelhos com a identificação contida em cada celular", disse.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

*Da Agência Câmara de Notícias

 

O Google liberou um aplicativo para gravar conversas a partir de ligações com números desconhecidos. A função foi descoberta em um Xiaomi Mi A3 e, por enquanto, se limita a celulares Google Pixel, alguns modelos da Xiaomi e outros da Nokia, segundo o portal Techtudo. Há também a opção de gravar sempre as ligações de alguns contatos salvos já selecionados de forma prévia. 

Para funcionar, o sistema exigirá uma autorização prévia do usuário, concordando que o aplicativo faça esse tipo de operação e só será disponibilizado em países cuja legislação permita a gravação de chamadas telefônicas. Mesmo com o aplicativo disponível em todas as play stores, o recurso de gravação não funcionará em todos os celulares.

##RECOMENDA##

Para quem quiser ativar a ferramenta, tem que ter um Android a partir do 9, acessar as configurações do aplicativo, selecionar “sempre gravar” e ativar a opção “números que não estão nos contatos”. Em seguida, será exibido um alerta sobre privacidade.

Elon Musk, fundador e CEO da SpaceX, disse nessa terça-feira (23), em sua conta no Twitter, que a empresa irá pousar naves em Marte “bem antes” de 2030. O post foi em resposta a um artigo da Ars Technica que dizia que a Europa começaria a se concentrar em sistemas competitivos em 2030 e que as empresas europeias estavam atrás da SpaceX.

"A SpaceX pousará Naves Estelares em Marte bem antes de 2030. O limite realmente difícil é tornar a Base Alfa de Marte autossustentável", postou Elon Musk.

##RECOMENDA##

[@#podcast#@]

O plano de Elon Musk é construir pelo menos 1 mil foguetes e lançar três deles por dia para enviar um milhão de pessoas à Marte.

Musk também disse que a Europa estava "mirando muito baixo" com seus esforços de lançamento, dizendo que "apenas foguetes totalmente e rapidamente reutilizáveis serão competitivos".

Em fevereiro, a SpaceX fez um teste, lançando seu foguete protótipo “Starship”, que acabou explodindo no meio do lançamento de alta altitude.

Mas isso não impediu a empresa de levantar cerca de $ 850 milhões de dólares e continuar seus planos. Um primeiro voo orbital do foguete está previsto para o fim deste ano.

O engenheiro de pesquisa aeroespacial norte-americano, Jean-Paul Reddinger, desenvolveu uma nova dobradiça na base da hélice utilizada em drones, que amplia sua capacidade de carga. Em modelos grandes, o dispositivo garantiu que objetos fossem elevados acima de 7,5 metros em dois segundos.

O artigo publicado no Science Daily indica que a nova dobradiça vai acoplada no apoio da lâmina e faz com que um drone do tamanho de um colchão king-size levante o peso de um ser humano. A diferença está na inclinação da pá que muda com a velocidade do rotor, o que deixa o empuxo mais sensível às variações na RPM e proporciona maior força e controle.

##RECOMENDA##

A descoberta estimula o uso de veículos aéreos não-tripulados (VANT's) para entregas. A demora para que os motores elétricos leves alterem a velocidade e o empuxo impacta na estabilidade e alcance do voo, o que não garantia a segurança no transporte. 

 

O próximo Tesla Roadster deverá vir equipado com dez pequenos propulsores de foguete para aumentar o desempenho do carro. Porém, o magnata e CEO Elon Musk já estaria planejando utilizar o "pacote SpaceX" para fazer com que o modelo "voe" com o "modo flutuar".

Ainda em 2019, Musk respondeu a um usuário do Twitter que pediu algo semelhante ao que foi apresentado no teste da SpaceX Starhopper. O CEO indicou que o modelo com o 'modo flutuar' poderia ser apresentado no fim de 2020.

##RECOMENDA##

"Vamos lançar alguma tecnologia de foguete naquele carro. Eu quero que ele paire. Temos que descobrir como fazê-lo pairar sem matar pessoas", explicou em entrevista ao podcast de Joe Regan. O objetivo é fazer com que o veículo alcance até 1,8 metros de altura e atinja uma alta velocidade enquanto estiver flutuando. "Se você despencar, a suspensão irá explodir, mas você não vai morrer", acrescentou o empresário sul-africano.

Musk contou que a função ainda será limitada e o volante do Roadster vai ser parecido com um de Fórmula 1. A velocidade máxima deve ser de 402 km/h e o modelo, que conta com uma bateria de 200 kWh, vai precisar de 1,9 segundo para chegar a 100 km/h. O objetivo é comercializar o carro mais rápido do mundo, que chega de 0 a 160 km/h em apenas 4,2 segundos.

Passageiros da Uber em todo o estado de Pernambuco poderão contar com descontos em viagens ao se dirigir aos postos de vacinação contra a Covid-19. A plataforma anunciou, nesta sexta-feira (12), que vai fornecer códigos promocionais para apoiar o deslocamento dos grupos prioritários, após parceria com o Governo do Estado.

A empresa vai disponibilizar um código promocional, no valor máximo de R$ 30, para viagens de ida e volta feita por grupos prioritários, escalados para tomar o imunizante. O código precisa ser adicionado no aplicativo da Uber antes das viagens. Além disso, a empresa passou a mostrar, dentro do aplicativo, informações e dicas produzidas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) sobre as vacinas.

##RECOMENDA##

Veja como ativar o código de desconto:

1. Abra o aplicativo e selecione o menu (três linhas verticais no canto superior esquerdo)

2. Entrar no item "Wallet" e rolar até a parte de baixo

3. Em "Promoções", selecionar a opção "Adicionar código promocional" (Não vai funcionar como "voucher")

4. Digite o código fornecido e, em seguida, solicite a viagem

A Uber anunciou, na última sexta-feira (5), que seu serviço de entrega de objetos, Uber Flash, passou a funcionar em todas as cidades brasileiras em que o aplicativo de mobilidade está presente. Entre elas, mais três cidades pernambucanas receberam a modalidade, Caruaru, Garanhuns e Petrolina. 

O serviço passou a funcionar no Brasil em maio de 2020 e, de acordo com a Uber, já conseguiu entregar mais de um milhão de itens até agora. De acordo com a empresa, a opção foi criada com o objetivo de contribuir com as novas demandas de mobilidade por causa da pandemia de Covid-19.

##RECOMENDA##

Mais enviados

Segundo pesquisa com usuários realizada pela empresa, os itens mais enviados pelo Uber Flash são presentes - principalmente em datas comemorativas -, flores, comida, documentos, roupas e chaves.  O usuário que solicitar a viagem precisa informar os dados de quem vai receber ou entregar o item, para que tanto quem envia quanto quem recebe uma encomenda tenha acesso às informações da viagem e ao mapa do trajeto, atualizado em tempo real. Porém, não é permitido o envio de itens de alto valor ou cujo transporte seja proibido por lei ou pelas regras da categoria.

Quem transita pela capital pernambucana usando a linha do BRT, corredor Leste/Oeste, poderá pagar suas passagens usando apenas o celular. O aplicativo Cittamobi, conhecido por fornecer o itinerário dos ônibus da região metropolitana do Recife (RMR), ganhou uma carteira digital para que passageiros possam utilizar o smartphone como cartão de passagem. 

A compra de saldo é feita diretamente no telefone e a passagem pode ser adquirida também com cartão de crédito. Para utilizar o serviço basta encostar o aparelho no leitor das estações e a catraca é liberada. A novidade acaba sendo uma comodidade, já que tira a necessidade de ir até os centros de recarga do VEM e não cobra o pagamento de tarifas adicionais para seu uso. Em fevereiro, além do BRT, a linha CDU/Boa Viagem/Caxangá também passará a aceitar a tecnologia. 

##RECOMENDA##

Usuários precisam apenas encostar smartphone no leitor. Imagem: Leo Caldas/Divulgação

Modo de usar

Para usar a carteira digital do Cittamobi, o usuário deverá primeiro fazer o download do aplicativo. Em seguida, preencher um cadastro com dados pessoais, adicionar uma imagem de si mesmo e enviar outra de um documento com foto, como carteira de identidade, carteira de motorista, etc. Confirmadas as informações, ele já pode adicionar saldo via boleto bancário ou cartão de crédito.

No caso do boleto bancário, a passagem pode ser disponibilizada em até 24h. Na utilização do cartão, o valor deve ser creditado na mesma hora. A carteira digital está disponível para download dentro do Cittamobi apenas para aparelhos Android. A versão para IOS tem previsão de lançamento ainda no primeiro semestre, mas não possui data oficial.

Motoristas de todo o Brasil devem ficar atentos às novas regras para o uso do Certificado de Registro de Veículo (CRV) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) anunciou, nesta segunda-feira (4), que motoristas deverão apresentar a versão virtual dos documentos, caso sejam parados por agentes. A medida é válida para todo o território nacional.

De acordo com o Órgão, o CRLV (documento de porte obrigatório) deixará de ser emitido, seguindo a resolução 809 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Após quitar todos os débitos, não havendo restrições ao veículo, o motorista deverá acessar o CRLV Eletrônico (CRLV-e). 

##RECOMENDA##

 No caso do CRV (recibo/DUT), o documento deixará de existir em papel-moeda. As informações gerais que constam no registro, com exceção da Autorização para Transferência de Propriedade (ATPV), passarão a fazer parte do CRLV Eletrônico (CRLV-e), incluindo o número de segurança necessário para baixar o documento virtual no celular ou no Portal de Serviços do Denatran.

Para usar o CRLV-e no smartphone basta fazer o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) e Acessar o CRLV-e no Portal de Serviços do Denatran. Quem não conseguir emitir o CRLV Eletrônico ou não tiver computador, smartphone ou impressora, deve agendar atendimento de “Análise para Emissão de CRLV” no site Detran.

DPVAT

Além da mudança para a documentação virtual, o Órgão também informou que o seguro obrigatório DPVAT não precisará ser pago em 2021. A decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), junto ao Ministério da Economia. Apesar da isenção, tanto motoristas quanto passageiros e pedestres devem ficar despreocupados. O Governo afirma que não irá retirar nenhum benefício do segurado, ou seja, as indenizações continuam sendo pagas em caso de acidente no Brasil.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando