Tópicos | Campeonato Inglês

O Arsenal estreou em casa no Campeonato Inglês neste sábado com todos os holofotes voltados para o show individual de Gabriel Jesus. O atacante marcou dois gols, um deles uma pintura, e ainda deu duas assistências na vitória do time por 4 a 2 sobre o Leicester no Emirates Stadium. O também brasileiro Martinelli brilhou e foi decisivo na partida.

Com o triunfo nesta segunda rodada, o Arsenal segue com 100% de aproveitamento e chega a seis pontos. O clube fica empatado com o Manchester City, que também chegou a seis pontos ao fazer 4 a 0 no Bournemouth. Já o Leicester segue sem vencer, com apenas um ponto.

##RECOMENDA##

Após brilhar na pré-temporada, Gabriel Jesus marcou pela primeira vez em jogos oficiais com a camisa do Arsenal aos 23 minutos do primeiro tempo. Jesus iniciou a jogada com Gabriel Martinelli, recebeu de Xhaka na área e finalizou colocado com muita categoria de forma indefensável para o goleiro do Leicester.

Jesus encontrou o caminho das redes e marcou mais uma vez aos 35 minutos. O camisa 9 ficou com a sobra após desvio em cobrança de escanteio de Martinelli e só completou de cabeça para o fundo do gol.

Jesus infernizou a defesa do Leicester até o fim do primeiro tempo. Após dominar de cabeça e deixar Evans no chão ao fazer o ‘pivô’, Jesus saiu na cara do gol e foi travado no último momento por Ndidi. Depois, o atacante tabelou com Martinelli na área e Ward fez a defesa na finalização.

Após o VAR voltar atrás com um pênalti a favor do Leicester, o time visitante conseguiu voltar para o jogo no segundo tempo, que começou com uma sequência de erros graves. Aos 8, Saliba cortou mal de cabeça um lançamento e mandou contra o próprio gol, diminuindo para 2 a 1. Mas Xhaka devolveu na mesma moeda um minuto depois. O goleiro Ward se atrapalhou e a bola sobrou para o meia suíço fazer 3 a 1.

Aos 28 minutos, o Leicester conseguiu diminuir para 3 a 2 e "colocou fogo" na partida. Maddison tabelou com Iheanacho e recebeu na linha de fundo para finalizar cruzado por baixo das pernas de Ramsdale. O filme voltou a se repetir e o Arsenal marcou de novo no ataque seguinte. Gabriel Martinelli recebeu de Jesus e finalizou cruzado para fazer 4 a 2.

Jesus ainda teve a chance de fazer o terceiro, mas finalizou para fora e desperdiçou grande chance. O time londrino dominou as jogadas de ataque nos minutos finais e confirmou a vitória por 4 a 2 sem maiores problemas.

MANCHESTER CITY DISPARA

O atual campeão Manchester City começou o campeonato sobrando mais uma vez. Estreando em casa contra o Bournemouth, o time de Pep Guardiola saiu na frente aos 19 minutos. Gundogan recebeu de Haaland, finalizou cruzado para abrir o placar e marcar mais um no Campeonato Inglês.

Aos 30, Kevin De Bruyne ampliou com um golaço finalizando de três dedos da entrada da área. O terceiro veio ainda no primeiro tempo, aos 37, quando Phil Foden dominou e finalizou rápido para ampliar a vantagem. No segundo tempo, um gol contra de Lerma definiu o 4 a 0 no placar e selou a vitória do Manchester City.

COUTINHO SE LESIONA

Sem grande destaque na vitória do Aston Villa por 2 a 1 sobre o Everton no Villa Park, o meia Philippe Coutinho deixou o campo por causa de uma lesão no segundo tempo. Após uma dividida, o brasileiro caiu no gramado sentindo dores, recebeu atendimento médico e foi substituído para a entrada de Buendía aos 15 minutos. O atleta passará por exames neste fim de semana, quando o time de Birmingham saberá a gravidade da situação. O time de Steven Gerrard marcou com Ings e com o próprio Buendía. O time de Frank Lampard descontou com gol contra de Digne.

EMPATE NOS OUTROS JOGOS

A igualdade prevaleceu no placar dos outros três jogos deste sábado. O Leeds empatou por 2 a 2 com o Southampton. Já Brighton & Hove Albion e Newcastle, que venceram na estreia, ficaram no 0 a 0, mesmo placar do empate entre Wolverhampton e Fulham na manhã deste sábado.

Um simples cartão amarelo pode levar o volante Xhaka ao banco dos réus da Agência Nacional Anticrime da Inglaterra. Em 2021, em um jogo do Campeonato Inglês contra o Leeds United, o suíço do Arsenal demorou para cobrar uma falta e acabou sendo punido pelo árbitro. O jogador está sob investigação pelo lance, sob acusação de envolvimento com esquema de apostas.

Minutos antes de o volante ser advertido pela arbitragem, um site registrou uma aposta de 52 mil libras (aproximadamente R$ 321 mil) na qual previa que o cartão amarelo seria mostrado ao jogador do Arsenal. As informações são do Daily Mail desta terça-feira.

##RECOMENDA##

A alta aposta era de que Xhaka seria advertido com cartão amarelo nos 10 minutos finais daquela partida na casa do Leeds. O Arsenal vencia por 4 a 1 quando uma falta na defesa acabou gerando a atual investigação. O jogador tomou distância para a cobrança e ficou parado, apenas ameaçando a cobrança, já aguardando o árbitro puni-lo com o amarelo.

A investigação é sobre um suposto esquema de manipulação em casas de aposta organizado pela Máfia Albanesa, país de origem do jogador do Arsenal. Xhaka ficou quase 20 segundos para cobrar aquela falta da jogada investigada. Só deu sequência à partida após levar o cartão. A defesa vai alegar que o jogador sempre é advertido nas partidas.

O alto volume da aposta realizada no site da Betfair levantou a suspeita e agora, um ano depois, a Agência Nacional Anticrime, em parceria com a Federação de Futebol da Inglaterra, resolveu investigar não apenas o lance, mas algumas outras jogadas suspeitas de manipulação no futebol inglês.

Com dois gols de Haaland, o Manchester City começou bem a disputa pelo tricampeonato do Campeonato Inglês ao vencer o West Ham, em Londres, por 2 a 0, neste domingo.

O norueguês foi o destaque da partida. Contratado por cerca de 60 milhões de euros em junho, junto ao Borussia Dortmund, da Alemanha, o jovem atacante de 22 anos, abriu o placar ainda no primeiro tempo de pênalti, que ele mesmo sofreu.

##RECOMENDA##

O segundo gol saiu aos 20 minutos da etapa final. Após receber um lançamento do belga De Bruyne, chutou com a perna esquerda. O técnico Pep Guardiola gostou da atuação do atacante e do entrosamento dele com os companheiros.

Ao final da primeira rodada quem lidera pelo saldo de gols é o Tottenham, que fez 4 a 1 no Southampton. O curioso ainda sobre a primeira rodada é que nenhum jogo acabou sem abertura de contagem. No total saíram 28 gols em 10 partidas.

Na próxima rodada, o City de Pep Guardiola, vai receber o Bournemouth no sábado. O West Ham vai jogar fora de casa e busca a sua primeira vitória diante do Nottingham Forest.

Mais cedo, o Leicester empatou com o Brentford por 2 a 2 após abrir 2 a 0 com gols de Castagne e Dewsbury-Hall. Toney e Dasilva fizeram para os visitantes.

Com um gol de Jorginho, no final do primeiro tempo, o Chelsea estreou com vitória no Campeonato Inglês ao derrotar o modesto Everton por 1 a 0, em partida disputada no Goodison Park. Mesmo jogando diante de sua torcida, os donos da casa tiveram dificuldade em furar a retranca adversária e o resultado apertado foi reflexo de um futebol com pouca inspiração.

Favorito para o jogo, o Chelsea partiu logo para o ataque, mas esbarrou em um forte esquema defensivo armado pelo técnico Frank Lampard. O Everton recuou as linhas de marcação e passou a apostar na ligação direta para o ataque.

##RECOMENDA##

O pênalti convertido por Jorginho aconteceu nos acréscimos da etapa inicial. Chilwell recebeu na área e foi derrubado por Doucouré. Acostumado a dar um pulinho momentos antes das cobranças penais, dessa vez Jorginho bateu firme e deslocou o goleiro rival.

Com poucas jogadas de penetração, a equipe do treinador Thomas Tuchel arriscou os chutes de meia distãncia. Ao final do primeiro tempo, foram 10 tentativas de finalização do Chelsea contra apenas três do Everton.

Mesmo em desvantagem, os visitantes foram tímidos em suas ações ofensivas e o Chelsea esteve sempre mais perto de ampliar o marcador. Na melhor chance da segunda etapa, Sterling escorou um cruzamento de Cucurella, mas Mykolenko evitou gol certo com um carrinho providencial aos 37 minutos da etapa final.

Logo após esse lance, a partida foi brevemente interrompida por um motivo inusitado. Um torcedor passou mal e policiais e médicos dos dois times foram até a arquibancada para prestar socorro. Somando a paralisação mais os acréscimos, a etapa final teve pouco mais de dez minutos de tempo regulamentar.

Com o jogo sob controle, o Chelsea administrou a vantagem e garantiu os primeiros três pontos na competição. Mais três partidas acontecem neste domingo como complemento da rodada inicial: Leicester x Brentford, Manchester United x Brighton e West Ham x Manchester City.

O renovado e motivado Arsenal abriu a temporada do Campeonato Inglês com vitória em visita ao Crystal Palace nesta sexta-feira. Um gol de cabeça do meia brasileiro Gabriel Martinelli abriu caminho para o triunfo por 2 a 0 do time de Mikel Arteta no Selhurst Park, no sul de Londres.

O Arsenal entrou em campo com seu trio brasileiro formado pelos xarás Gabriel Magalhães, Martinelli e Jesus. O trio sonha com vaga na Copa do Mundo e as competições europeias são a última chance de garantia de vaga no Catar.

##RECOMENDA##

Diferentemente da pré-temporada, Gabriel Jesus desta vez teve aparição bastante discreta - vinha de sete gols nos amistoso. Com um rival bem postado atrás, não conseguiu levar perigo e ainda acabou substituído por Nketiah na segunda etapa.

Saiu do jogo quando sua equipe tentava segurar a vantagem mínima no placar e se defendia diante do Crystal Palace. Ainda no primeiro tempo, Gabriel Martinelli abriu o marcador, de cabeça, após cruzamento preciso do lateral/meia Zinchenko, outra contratação de peso para a temporada, assim como o centroavante.

Pela terceira vez na história, um jogador sul-americano faz o gol de abertura de uma temporada do Campeonato Inglês. Antes de Gabriel Martinelli, haviam anotado o colombiano Asprilla, pelo Newcastle, em 1997, e o uruguaio Luis Suárez, com o Liverpool, em 2011.

O Arsenal ainda ampliou o resultado nos minutos finais, com um gol contra do capitão Ghehi. O Arsenal trocou passes até a bola chegar em Saka, pela direita. O ala/ponta foi ao fundo e bateu forte. A bola desviou no zagueiro e acabou nas redes, enganando o goleiro

Anunciado como reforço do Tottenham na última sexta-feira, o atacante Richarlison não poderá participar da estreia de seu novo clube no Campeonato Inglês da temporada 2022/2023. Isso porque a Associação Inglesa de Futebol (FA) decidiu puni-lo com um jogo de suspensão em razão do episódio em que atirou um sinalizador em direção à torcida ao celebrar um gol.

O caso ocorreu em maio deste ano, enquanto o brasileiro defendia o Everton em partida contra o Chelsea. Ele marcou o único gol do duelo, encerrado com vitória por 1 a 0 para o Everton, e comemorou de maneira bastante efusiva. Ao se deparar com um sinalizador atirado pela torcida ao gramado, abaixou para pegar o objeto e jogou-o de volta para a arquibancada do Goodison Park.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O ato foi classificado pela FA como "conduta inapropriada", por isso Richarlison recebeu a suspensão de um jogo e não poderá estar em campo no dia 6 de agosto, data do primeiro jogo do Tottenham no Inglês, contra o Southampton, em Londres. O atacante só estará livre para estrear na rodada seguinte, em duelo com o Chelsea. Além da suspensão, ele terá de pagar uma multa de 25 mil libras (pouco mais de R$ 161 mil reais na cotação atual).

Richarlison foi contratado pelo Tottenham após 53 gols em 152 jogos pelo Everton, equipe na qual foi protagonista em muitos momentos. Segundo a imprensa europeia, a diretoria do clube londrina teria desembolsado 50 milhões de libras (cerca de R$ 320 milhões) para contar com o jogador de 25 anos em seu elenco.

Antes de fechar com o novo time, chegou a estar na mira do Chelsea, mas preferiu se juntar ao elenco comandado por Antonio Conte, na companhia de outros brasileiros que já estão por lá: Emerson Royal e Lucas Moura. Com a mudança de time, o atacante vai disputar a Liga dos Campeões pela primeira vez na carreira, no mesmo ano em que deve disputar sua primeira Copa do Mundo.

Após a chegada do técnico holandês Erik ten Hag, o Manchester United inicia de vez sua reformulação no elenco para a próxima temporada. Buscando aliviar a alta folha salarial para investir em novas contratações, o time inglês anunciou na última sexta-feira uma lista com 11 jogadores que serão dispensados, incluindo nomes como Cavani, Pogba, Juan Mata e Lingard.

Todos os atletas da lista divulgada pelo clube têm contrato vencendo nos próximos dias e não renovarão o vínculo. No elenco principal serão seis dispensas: Pogba, Juan Mata, que já haviam sido anunciados anteriormente, além de Cavani, Matic, Lingard e Grant.

##RECOMENDA##

Repetindo o cenário de 2012, quando o Manchester perdeu o jogador de graça para a Juventus, Pogba está em negociações avançadas para voltar ao time italiano. Revelado pelo clube da Inglaterra, o francês foi repatriado em 2016 por cerca de 105 milhões de euros.

A lista ainda conta com alguns nomes das categorias de base, como os goleiros Paul Woolston e Lee Grant, o zagueiro Paul McShane, e os atacantes D’Mani Mellor e Connor Stanley. Desses, Woolston precisará se aposentar devido a uma lesão. O clube optou por renovar com Dylan Levitt, que estava emprestado ao Dundee United na última temporada. Martin Svidersky também recebeu oferta, mas deverá ser mais um a deixar o clube.

O zagueiro francês Kurt Zouma se declarou culpado à Justiça do Reino Unido, nesta terça-feira, por maus tratos aos seus gatosO jogador de 27 anos do West Ham, tradicional equipe da primeira divisão inglesa, foi flagrado chutando e batendo no animal de estimação em um vídeo compartilhado nas redes sociais.

O irmão de Kurt, Yoan Zouma, de 24 anos, também compareceu ao tribunal de Londres, onde reconheceu ter "ajudado, encorajado, aconselhado e incitado seu irmão mais velho a cometer um crime". Ele foi o responsável por divulgar as imagens na internet, no dia 6 de fevereiro. O vídeo gerou revolta entre a torcida do West Ham e a sociedade civil da Inglaterra, e Zouma veio a público se retratar.

##RECOMENDA##

"Quero me desculpar por minhas ações. Não há desculpas para meu comportamento, do qual me arrependo sinceramente. Gostaria de assegurar a todos que nossos dois gatos estão perfeitamente bem e saudáveis. São amados e queridos por toda a nossa, e esse comportamento foi um incidente isolado que não acontecerá novamente", afirmou Zouma em nota ao jornal The Sun.

Os gatos do jogador estão nas mãos da sociedade humanitária RSCPA, que iniciou processos para que Kurt e Yoan Zouma fossem acusados ????de acordo com a legislação de proteção ao bem-estar animal. Por sua vez, o West Ham não suspendeu o jogador, mas o multou em cerca de 300 mil euros (R$ 1,5 milhão), a mais alta possível. Ele também teve um acordo de patrocínio rompido pela Adidas.

O West Ham garantiu então que, de acordo com as informações disponíveis ao clube, os gatos não "sofreram nenhuma lesão física". A equipe de Londres garantiu mais tarde que a sanção financeira aplicada ao jogador foi doada a associações de proteção aos animais.

O Manchester City conquistou seu oitavo título do Campeonato Inglês neste domingo depois de uma disputa até o último suspiro com o Liverpool. Após estar perdendo por 2 a 0 para o Aston Villa, o time de Pep Guardiola buscou a virada no segundo tempo para confirmar o bicampeonato. O Liverpool conseguiu vencer o Wolverhampton de virada por 3 a 1, mas não foi suficiente para Jurgen Klopp e companhia levantarem o que seria sua 20ª taça.

Manchester City e Liverpool terminam a temporada com campanhas impressionantes. O time de Manchester chegou a 93 pontos, enquanto o Liverpool encerra o campeonato com apenas um ponto a menos. A 38ª rodada ainda definiu a classificação do Tottenham para a Liga dos Campeões, a sobrevivência do Leeds e o rebaixamento do Burnley.

##RECOMENDA##

OS DUELOS EM MANCHESTER E LIVERPOOL

Para jogar um balde de água fria no Liverpool, o Wolverhampton abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo. A zaga não interceptou batida do goleiro José Sá e Pedro Neto chegou sozinho para completar cruzamento de Raul Jiménez. Luís Diaz teve ótima chance de empatar no começo do jogo, mas desperdiçou a oportunidade.

Um passe brilhante de letra feito por Thiago resultou no empate do Liverpool aos 23 minutos. Sadio Mané saiu na cara do gol e tocou na saída de José Sá para empatar o jogo por 1 a 1. O Liverpool pressionou, mas não conseguiu chegar à virada ainda no primeiro tempo.

Enquanto isso, o Manchester City não desempenhou o que podia no Etihad Stadium. O Aston Villa se arriscava no ataque, enquanto o time da casa só conseguiu boa resposta na metade da etapa com um chute cruzado de Phil Foden.

Com o time da casa apático, sem conseguir criar, o castigo veio aos 36 minutos e o Aston Villa abriu o placar. Digne fez um ótimo cruzamento na área e Matty Cash chegou com tudo para cabecear com força e abrir o placar, 1 a 0. O time de Guardiola tentou pressionar nos minutos seguintes da primeira etapa, mas não conseguiu furar o bloqueio de Steven Gerrard.

A volta do intervalo foi muito agitada nos dos estádios. O Liverpool chegou a virar, mas o golaço de Mané foi anulado por impedimento. Enquanto isso, o City pressionou e quase marcou com Gabriel Jesus, mas levou um baita susto em contra-ataque de Watkins, que por pouco não ampliou.

Além de Gerrard, Philippe Coutinho também tratou de ajudar o ex-time. Aos 24 minutos, o brasileiro recebeu no ataque e, com muita classe, fez 2 a 0 para o Aston Villa. O gol de resposta do City finalmente saiu aos 30 minutos, em cabeceio de Gundogan, 2 a 1. O empate por 2 a 2 saiu três minutos mais tarde, com uma finalização primorosa de Rodri.

Nos minutos finais, os dois rivais buscaram a vitória. Mais do que decisivo, Ilkay Gundogan buscou a virada histórica aos 36 minutos. O meia alemão recebeu bola cruzada de De Bruyne e fez 3 a 2, definindo a virada do City. O Liverpool também fez sua parte, mas não adiantou muito. Após confusão na área, Salah empurrou para o fundo das redes e fez 2 a 1. Robertson chegou a fazer 3 a 1 aos 44 minutos.

TOTTENHAM FAZ DEVER DE CASA E VAI À LIGA DOS CAMPEÕES

A briga pela quarta colocação e última vaga na Liga dos Campeões não teve novidades. O Tottenham fez o dever de casa contra o Norwich fora de casa e, apesar da vitória do Arsenal sobre o Everton, os Spurs ficaram com a vaga, com 71 pontos. O Arsenal também venceu, mas fica em quinto, na Liga Europa, com 69 pontos.

Tanto Tottenham quanto Arsenal golearam e a briga pelo G4 não teve mudanças na última rodada. O Tottenham venceu o Norwich por 5 a 0, enquanto o Arsenal fez 5 a 1 para cima do Everton. O outro time na Liga dos Campeões será o terceiro colocado Chelsea (74 pontos), que venceu por 2 a 1 o Watford com gol de Havertz e assistência do brasileiro Kennedy.

MANCHESTER UNITED NA LIGA EUROPA

O cenário, que já era ruim para o Manchester United, quase ficou ainda pior. O time de Ralf Rangnick perdeu para o Crystal Palace com gol do seu ex-jogador Wilfried Zaha. Por sorte, o West Ham perdeu por 3 a 1 para o Brighton & Hove Albion e o United se manteve em sexto (58 pontos), na zona da Liga Europa. O time de Londres (56) irá para a Liga Conferência.

LEEDS SE SALVA DO REBAIXAMENTO

O Leeds United fez jogo nervoso fora de casa contra o Brentford e conseguiu uma vitória por 2 a 1 com gol de pênalti de Raphinha. O resultado salva o time de Manchester do rebaixamento e empurra o Burnley, que perdeu por 2 a 1 para o Newcastle, para a zona de queda. O Leeds fica em 17º, com 38 pontos, e o Burnley, com 35, é o 18º.

O Everton se livrou do rebaixamento no Campeonato Inglês, ao derrotar o Crystal Palace, nesta quinta-feira, por 3 a 2, de virada, em duelo válido pela 37ª e penúltima rodada. O triunfo foi festejado como um título pela torcida, que invadiu o gramado após o apito final.

Com os três pontos, o Everton alcançou os 39 e deixou o desespero para Burnley (só empatou com o Aston Villa por 1 a 1) e Leeds, que somam 35 pontos cada.

##RECOMENDA##

Na última rodada, domingo, o Leeds visita o Brentford, enquanto o Burnley recebe o Newcastle. O Everton fecha a temporada diante do Arsenal, em Londres.

O nervosismo atrapalhou demais o time do Everton desde os primeiros momento da partida. Pouco produziu o time de Frank Lampard nos 45 minutos iniciais, que tiveram domínio dos visitantes.

A cobrança de falta no travessão do brasileiro Richarlison foi o único momento de perigo dos donos da casa na primeira etapa, enquanto o Crystal Palace, com forte marcação na saída de bola do Everton, aproveitou para ficar com a bola quase 70% do tempo.

Aos 21 minutos, o desespero tomou conta do torcedor do Everton, quando Mateta abriu o placar para o Crystal Palace. A desvantagem descontrolou emocionalmente todo o time do Everton e isso acabou causando um segundo gol do rival em contra-ataque. Ayew marcou. O silêncio no Goodison Park foi impressionante.

O Everton voltou melhor para a etapa final e conseguiu seu primeiro gol logo aos nove minutos, com o zagueiro Keane, que demonstrou habilidade para bater de trivela na bola.

O clima ficou completamente diferente, mas o Everton abusou das bolas alçadas na área e acabou facilitando o trabalho do setor defensivo co Crystal Palace. Mas de tanto tentar, a bola acabou sobrando para Richarlison, que bateu rápido e empatou, aos 30 minutos.

Aos 40, a virada veio da mesma forma. Bola na área, mas desta vez foi Calvert-Lewin, que meteu a cabeça na bola para concretizar uma virada sensacional. Frank Lampard foi à loucura no banco de reservas.

CHELSEA

O atual campeão europeu e mundial só empatou com o Leicester, em Londres. Maddison, com um bonito chute de fora da área, abriu o placar, aos seis minutos do primeiro tempo. Marcos Alonso, aos 35, empatou para os donos da casa.

O Chelsea é o terceiro colocado, com 71 pontos, atrás de Manchester City (90) e Liverpool (89). Já o Leicester, com 49 pontos, e´o nono colocado.

A definição do título do Campeonato Inglês ficou para a última rodada. Nesta terça-feira, o Liverpool evitou a conquista antecipada do líder Manchester City ao vencer o Southampton, de virada, por 2 a 1, no St. Mary's Stadium. O jogo, válido pela penúltima rodada, não foi disputado no fim de semana porque o Liverpool disputou a final da Copa da Inglaterra - e foi campeão sobre o Chelsea.

O resultado desta terça manteve apertado o duelo entre líder e vice-líder da tabela. O City soma 90 pontos, contra 89 do Liverpool. Os dois times vão chegar com chances de título para a rodada final da competição, no domingo. O time de Pep Guardiola pode ser campeão mesmo se perder ou empatar, caso o segundo colocado da tabela sofra derrota no último jogo.

##RECOMENDA##

Ao Liverpool, somente uma vitória interessa na partida final. Se empatar e o City perder, os dois times ficarão empatados em pontos, mas a equipe de Guardiola leva vantagem no saldo de gols. Na rodada final, o Liverpool vai receber o Wolverhampton no Anfield, enquanto o Manchester City enfrentará o Aston Villa, do brasileiro Philippe Coutinho, em casa.

Campeão da Copa da Liga Inglesa e da Copa da Inglaterra, o Liverpool sonha com um feito inédito na Inglaterra: vencer quatro competições numa mesma temporada. Se está atrás do City na disputa pelo Campeonato Inglês, vai disputar ainda a final da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid, no dia 28.

Por conta desta grande decisão no fim do mês, o técnico Jürgen Klopp mandou a campo nesta terça um Liverpool quase todo reserva. Dos titulares, apenas o goleiro Alisson e o zagueiro Konaté começaram entre os 11. No segundo tempo, o capitão Henderson entrou em campo para substituir o lesionado Joe Gomez. Do outro lado, o Southampton tinha o zagueiro brasileiro Lyanco, naturalizado sérvio.

Mesmo com a formação alternativa, o Liverpool manteve a vocação ofensiva contra um rival sem ambições nesta reta final do Inglês - o Southampton entrou em campo sem chances de rebaixamento ou classificação para os torneios europeus da próxima temporada. Mas os visitantes erravam demais e exibiam natural falta de entrosamento, principalmente no meio-campo.

Diante destas fragilidades do favorito, o Southampton abriu o placar aos 12 minutos em lance polêmico. Lyanco roubou a bola na defesa numa jogada mais ríspida, em que o time do Liverpool pediu falta, e acionou Redmond em rápido contra-ataque. Ele investiu pela esquerda e bateu colocado, da entrada da área: 1 a 0.

Em desvantagem e perdendo o campeonato, o Liverpool foi para cima. Aos 17, Firmino chegou a balançar as redes, mas o árbitro anotou o correto impedimento. Na sequência, o brasileiro criou outro lance perigoso no ataque e o Southampton quase marcou contra. O empate acabou vindo aos 26, quando Minamino encheu o pé quase dentro da pequena área e acalmou a torcida visitante.

No segundo tempo, já com Henderson em campo, o time visitante passou a arriscar mais nos primeiros minutos. As chances surgiam com frequência até que veio o gol da virada. Aos 21, após cobrança de escanteio na área, o zagueiro Matip se abaixou para cabecear, numa "dividida aérea" com Walker-Peters, e levou a melhor. A bola encobriu o goleiro Alex McCarthy.

Com a virada, Klopp reforçou a equipe com Keita e Origi e assegurou a vantagem simples no placar até o apito final.

Há 10 anos, o Manchester City conquistou seu terceiro título inglês de maneira heroica, com virada sobre o Queens Park Rangers com dois gols no fim, o decisivo saindo dos pés de Kun Aguero nos acréscimos. O clube homenageou o argentino nesta sexta-feira pelo feito histórico com uma estátua na porta do Ettihad Stadium. O aposentado atacante agradeceu o reconhecimento do importante gol que acabou com jejum de 44 anos sem títulos da equipe e revelou que agora é mais um torcedor pelo sucesso de Haaland.

A estátua de Aguero divide espaço com as homenagens a David Silva e Vincent Kompany, outros dois jogadores com história bonita no clube. O Manchester City definiu o reconhecimento a Aguero como 93:20, tempo do gol do artilheiro naquele título, que comemorou virando a camisa no ar, imagem escolhida para a estátua.

##RECOMENDA##

"Aquele ano (2011/2012) mudou tudo para mim e para o Manchester City. Estou muito grato ao clube por fazer esta estátua em reconhecimento à minha carreira no futebol em Manchester. É algo muito especial", comemorou um emocionado Aguero, maior artilheiro do clube, com 260 gols.

"Na verdade, é uma coisa muito bonita para mim. Nesses 10 anos consegui ganhar muitos troféus e pude ajudar o clube a se tornar um dos mais importantes do mundo", seguiu o jogador, que no começo do ano teve de antecipar a aposentadoria por causa de problema no coração.

O argentino agora revela que se tornou mais um torcedor do City e não escondeu o entusiasmo com a contratação do norueguês Haaland, de somente 21 anos. O artilheiro veio do Borussia Dortmund e já está nas graças de Aguero.

"Ele é um bom atacante. Espero que se adapte bem ao time porque não é fácil jogar aqui na Premier League (Campeonato Inglês). Desejo-lhe tudo de bom porque agora sou torcedor do Manchester City e espero que ele marque muitos gols."

O presidente do City, Khaldoon Al Mubarak, fez questão de agradecer Aguero e reconhecer sua importância na história do clube. "A contribuição de Sergio Aguero para o Manchester City em uma era decisiva para o clube não pode ser exagerada. Ele é sem dúvida um dos maiores que já jogou aqui. Quando nossos torcedores pensam em Sergio, eles são imediatamente atraídos pelo momento icônico de 93:20", disse o dirigente.

"Esta estátua é em comemoração e homenagem às suas realizações em um dos capítulos mais importantes da rica e longa história do City. O gol garantiu o primeiro título da Premier League do clube em 44 anos, mas como demonstra seu recorde de 260 gols pelo clube, seu legado e impacto vão muito além disso. É justo que Sergio tenha sido reconhecido com uma estátua própria."

Pep Guardiola se negou a falar de Erling Haaland antes de o Manchester City golear o Wolverhampton, no Campeonato Inglês, quarta-feira. Queria o time concentrado na "decisão" pela manutenção da liderança. Após o triunfo, porém, rasgou elogios ao reforço estrelar, esbanjou confiança em rápida adaptação e prometeu fazer de tudo para que o norueguês brilhe pelo clube.

Haaland era cotado para acertar com gigantes como o Real Madrid e também o Bayern de Munique, mas optou pela proposta do City por já ter uma admiração pelo clube inglês desde a infância. Até já havia posado com a camisa da equipe quando ainda sonhava em ser um jogador profissional.

##RECOMENDA##

"Uma boa contratação para o futuro e vem por muitos anos (contrato de cinco anos). Eu gosto de trabalhar com bons jogadores, eles fazem de você um bom treinador. Jovem com incríveis talentos, vamos ajudá-lo a se acomodar o melhor possível", afirmou Guardiola, à Sky Sports.

"Tenho certeza de que ele vai se adaptar rapidamente à forma como queremos jogar", continuou o treinador. Com a temporada em reta final, Haaland terá um bom tempo de preparação para se ambientar aos novos companheiros, pois as novas competições na Europa só começarão em agosto.

No Borussia Dortmund, o centroavante era a única estrela, agora terá companheiros de alto quilate para brilhar ainda mais. E, se depender de Guardiola, fará muito rapidamente. "Acho que uma verdadeira decisão foi tomada para o futuro do clube. Espero que ele tenha muitos anos de sucesso. Faremos o nosso melhor para torná-lo bem-sucedido aqui."

A contratação de Haaland, de apenas 21 anos, custou aos cofres do City em torno de R$ 324 milhões, além dos quase R$ 3 milhões de salários semanais ao goleador. O alto investimento deve gerar a saída do brasileiro Gabriel Jesus, em conversas com o Arsenal e sob olhares do outros seis clubes europeus.

Kevin De Bruyne já colaborou com assistências para Agüero fazer quatro gols em um jogo do Manchester City e viu dia desses o brasileiro Gabriel Jesus obter a façanha. Nesta quarta-feira foi a vez do meia belga fazer história em um jogo do líder do Campeonato Inglês. Iluminado, o camisa 17 anotou os quatro primeiros gols da surra sobre o Wolverhampton, no Molineux, por 5 a 1, que garantiram a vantagem de três pontos sobre o Liverpool, restando duas rodadas.

O City agora sobe para 89 pontos e melhorou ainda mais o saldo de gols, primeiro critério de desempate. Soma 72, diante dos 65 do Liverpool. Cada time joga mais duas vezes. No fim de semana os comandados de Pep Guardiola visitam o West Ham, enquanto a equipe de Jürgen Klopp faz a final da Copa da Inglaterra com o Chelsea no sábado e só atua pelo Inglês na terça-feira, também longe de seus domínios, diante do Southampton.

##RECOMENDA##

Com os quatro gols anotados na visita ao Wolverhampton, De Bruyne se isolou na artilharia do time no Campeonato Inglês, com 15 gols. Sterling, que fechou o placar, agora tem 12. Ambos iniciaram a rodada com 11.

Em busca da quinta vitória seguida no Inglês, Guardiola mexeu na escalação. Fernandinho entrou na defesa, Gundogan no meio e Gabriel Jesus, convocado por Tite, iniciou no banco de reservas após brilhar nos últimos jogos.

Mesmo bem modificado, o City entrou em campo com espírito de disputar uma final. A ordem era voltar a ter três pontos de vantagem sobre o Liverpool. Na metade da primeira etapa o líder já tinha encaminhada sua vitória em show particular de Kevin De Bruyne. O meia fez três gols em intervalo de 18 minutos, aproveitando as falhas defensivas do Wolverhampton.

Logo com dois minutos, o belga cruzou e nenhum companheiro apareceu para desviar às redes. Aos seis, após roubada de bola no meio e tabela com Bernardo Silva, não decepcionou cara a cara, fazendo 1 a 0. O City sufocava e em um passe errado dentro da área de ataque, viu os donos da casa saírem em velocidade com Jiménez e empatarem com o também belga Dendoncker.

O dia, contudo, era do camisa 17. De Bruyne tentou dar toque pelo alto para Sterling e o desesperado goleiro José Sá, na tentativa de cortar, ajeita para o meia recolocar o City em vantagem, aos 16. Oito minutos se passaram e a defesa do Wolverhampton não conseguiu cortar um lateral. O herói da partida passou por dois marcadores e bateu forte, de fora da área, ampliando a vantagem e comemorando ao estilo de Haaland, futuro companheiro de equipe. Torcedores do City já apareciam com bandeiras na Noruega nas arquibancadas, festejando a chegada do atacante nórdico.

O City iniciou o segundo tempo desperdiçando a chance, para desespero de Guardiola, que dava show de caras e bocas no banco de reservas. O Wolverhampton deu alguns sustos, mas nada que ameaçasse a vitória parcial.

Não diminuiu e levou mais um gol de De Bruyne, que tocou, correu para a área e aproveitou a sobra, com o gol livre, para transformar a vitória em goleada. No fim ainda deu tempo para Sterling deixar sua marca e fechar a surra, também em rápido contragolpe e aparecendo livre para apenas escorar às redes.

QUASE LÁ

O Chelsea ficou muito perto de se garantir na próxima edição da Liga dos Campeões ao superar o Leeds, fora de casa, por 3 a 0. Pode até se garantir sem precisar de mais pontos, caso o Tottenham não vença suas três partidas (Arsenal, Burnley e Norwich). O time de Thomas Tuchel subiu para 70, diante de 62 do quinto colocado.

O destaque do jogo foi o atacante Mount, que abriu o marcador e deu passe para Pulisic ampliar. Lukaku fechou o marcador. O Leeds de Raphinha permanece na zona de rebaixamento, com 34, e com nova derrota, viu Newcastle e Brentford confirmar a permanência na elite.

Com dois de Vardy e um de Maddison, o Leicester passou fácil pelo Norwich, por 3 a 0, enquanto o Everton, com o convocado Richarlison em campo, não saiu do 0 a 0 com o Watford.

O Manchester City fez o dever de casa no Etihad Stadium contra o Newcastle neste domingo e deu um passo importantíssimo rumo ao título inglês ao vencer o jogo por 5 a 0. Sem sustos, a equipe de Pep Guardiola dominou a partida válida pela 36ª rodada e, com o tropeço do Liverpool, fica ainda mais perto do título, a três jogos do fim.

O time azul de Manchester chega a nove jogos sem perder no Campeonato Inglês, com sete vitórias e dois empates. Boa fase que leva a equipe aos 86 pontos, três a mais que o Liverpool, que empatou com o Tottenham no sábado. Agora, somente uma derrota ou uma sequência de empates do Manchester City nesta reta final poderá recolocar o Liverpool no topo da tabela.

##RECOMENDA##

Novo rico do futebol mundial, o Newcastle tem uma ótima sequência de quatro vitórias seguidas interrompida, que o livrou do rebaixamento. O time figura na 13ª colocação, com 43 pontos ganhos. As expectativas são de que o clube faça grandes investimentos para a próxima temporada.

As suspeitas de que a eliminação na Liga dos Campeões poderia afetar o Manchester City na luta pelo título inglês não demoraram muito para serem derrubadas. O time de Guardiola dominou o clube alvinegro, praticamente não sofreu no primeiro tempo e chegou muito ao ataque. Ao todo, foram 10 finalizações do City nos primeiros 45 minutos, chegando com muitos lançamentos precisos.

O gol saiu em uma jogada de videogame, aos 18 minutos. Gundogan fez uma enfiada de bola perfeita para a área, João Cancelo escorou de cabeça e Sterling, também de cabeça, completou para o fundo das redes, 1 a 0. O segundo gol saiu aos 38 minutos, após o goleiro Dubravka defender e Laporte pegar o rebote dentro da pequena área.

O cenário seguiu no segundo tempo e a forte bola aérea do Manchester City voltou a fazer estrago. Aos 26 minutos, Kevin De Bruyne cobrou escanteio na primeira trave e o volante Rodri cabeceou no cantinho para fazer 3 a 0. Novamente sem sofrer gols, Ederson se iguala a Alisson como goleiro que passou mais jogos sem sofrer gols no campeonato.

Nos minutos finais, ainda deu tempo do time mandante fazer mais dois gols. Zinchenko finalizou mal, mas a bola foi na direção de Phil Foden, que completou para o fundo das redes, aos 45 minutos. Dois minutos depois, um lindo trabalho coletivo terminou em finalização e golaço de Sterling. Os gols serviram para tornar o ataque do Manchester City o melhor da competição, com 89 gols.

O Manchester City encerra sua campanha com sequência diante de Wolverhampton, West Ham e Aston Villa. Já o Newcastle tem mais dois jogos pela frente para encerrar a campanha na Premier League, contra o Arsenal em casa e contra o Burnley fora de casa.

[@#video#@]

O Liverpool sofreu, mas conseguiu superar o Newcastle e dar mais um passo importantíssimo na briga pelo título inglês. Jogando em St. James' Park, os comandados de Jurgen Klopp venceram por 1 a 0 a partida da 35ª rodada. Com três vitórias consecutivas, o Liverpool assume a liderança provisória da competição.

O triunfo dá sequência à boa fase do Liverpool no torneio, levando o time aos 82 pontos, na primeira posição. A briga com o Manchester City é parelha, já que o time de Pep Guardiola possui 80 pontos e um jogo a menos, que será contra o Leeds United ainda neste sábado.

##RECOMENDA##

Após um começo ruim de campeonato, o Newcastle vive grande momento, apesar da derrota neste sábado. O time de Eddie Howe ocupa a nona colocação, com 43 pontos. O Newcastle teve uma sequência de quatro vitórias seguidas interrompida com a derrota para o Liverpool.

O Newcastle tentou pressionar o Liverpool nas primeiras movimentações do jogo, mas logo o time visitante conseguiu se encontrar em campo e fazer suas primeiras investidas de perigo. A primeira boa finalização do Liverpool foi com Naby Keita, em chute cruzado para fora. O meio-campista voltou a aparecer aos 19 minutos para marcar o gol que abriu o placar para o time de Jurgen Klopp. Keita ficou com a bola na área, driblou o goleiro e fez 1 a 0. Uma dividida no início da partida gerou muita reclamação por parte do Newcastle.

O Liverpool quase marcou o segundo gol em um contra-ataque muito rápido, mas a finalização de Sadio Mané parou nas mãos de Dubravka. Vivendo boa fase no torneio, o Newcastle também atacava e dava trabalho ao Liverpool. O time da casa chegou a marcar com o paraguaio Almirón, mas o gol foi anulado.

No último grande lance do primeiro tempo, o Liverpool teve nova chance de ampliar o marcador. Após levantamento para a área, Diogo Jota cabeceou bem para ótima defesa de Dubravka, mantendo o 1 a 0 no placar.

O Newcastle seguiu marcando muito forte no segundo tempo, mas o Liverpool mostrou estar muito bem treinado para seguir superior em campo. Uma grande jogada combinada entre Joe Gomez e Mané terminou em finalização perigosa do senegalês, que quase marcou o segundo gol do Liverpool.

Os visitantes voltaram a crescer na partida após a entrada de Mohamed Salah em campo. O egípcio criou boas oportunidades para movimentar o jogo. Mas o time da casa mostrava estar vivo em campo. Já perto da reta final, Alisson precisou fazer boa defesa em tentativa de Chris Wood, que estava impedido.

Com um grande volume de jogo, o Liverpool chegou a 22 finalizações aos 40 minutos, após o colombiano Luis Diaz fazer fila e finalizar para mais uma defesa do goleiro do Newcastle. A resposta do rival veio dos pés do brasileiro Bruno Guimarães, que vive grande momento. O meia chutou para boa defesa do também brasileiro Alisson. O duelo terminou com vitória do time de Klopp por 1 a 0.

O Liverpool agora foca na disputa da semifinal da Liga dos Campeões, contra o Villarreal. O time inglês possui vantagem de 2 a 0. Pelo Campeonato Inglês, o clube enfrenta o Tottenham no próximo confronto. Já o Newcastle terá mais um duelo difícil pela frente na próxima rodada, contra o Manchester City.

O técnico Jürgen Klopp assinou uma extensão contratual com o Liverpool, ampliando seu vínculo com o clube inglês até 2026. O treinador alemão sugeriu, em uma entrevista concedida em março, que considerava passar um tempo fora do futebol após o encerramento do seu contrato, em 2024, mas conversou com a diretoria e aceitou seguir no Liverpool.

"Há muitos motivos para amar esse lugar. Eu sabia disso antes de vir ao clube e agora sei ainda melhor desde então. Como em toda relação saudável, tem que ser sempre um desejo mútuo entre as partes: um deve ser a opção certa para o outro. Essa renovação foi diferente por causa do tempo que estamos juntos. Eu me perguntei: é certo para o Liverpool que eu continue por mais tempo? Junto aos meus assistentes Pep Lijnders e Pete Krawietz, chegamos à conclusão que sim", disse o técnico ao site oficial do clube.

##RECOMENDA##

Um dos diretores da Fenway Sports Group, dona do Liverpool, Mike Gordon rasgou elogios a Klopp e disse que técnico e clube compartilham a mesma visão ambiciosa. "Jürgen é a figura perfeita para o moderno Liverpool. Isso é especialmente verdadeiro para o que ele representa, dentro e fora do campo. Também se aplica ao líder que ele é e ao homem que ele é. Por causa de nosso extraordinário elenco de jogadores, excelentes treinadores, equipe de operações de futebol de classe mundial e equipe brilhante somos abençoados com o recurso mais valioso que uma organização poderia desejar: pessoas incríveis".

Klopp, de 54 anos, chegou à Inglaterra em 2015 e demorou quatro anos e três vice-campeonatos para levantar seu primeiro troféu. O alemão foi peça importante na reestruturação do clube, elevando o nível do elenco e conquistando cinco títulos. Venceu o Campeonato Inglês, a Copa da Liga Inglesa, a Liga dos Campeões, a Supercopa Europeia e o Mundial de Clubes.

Na atual temporada, a equipe, que conta com os brasileiros Alisson, Fabinho e Firmino, ainda disputa com o Manchester City a taça do Campeonato Inglês, separados por um ponto e com cinco rodadas a disputar. Na Liga dos Campeões, abriu 2 a 0 sobre o Villarreal na semifinal e conseguiu boa vantagem. O time também enfrentará o Chelsea na decisão da Copa da Inglaterra. Caso conquiste os três troféus, marcará a história do futebol inglês com um inédito "quarteto" (quadruple, em inglês) já que, em fevereiro, venceu a Copa da Liga Inglesa.

O Liverpool gravou outra goleada na história dos clássicos contra o Manchester United, na mais nova edição do chamado North West Derby. Passados seis meses da vitória por 5 a 0 no Old Trafford, em outubro do ano passado, o time comandado por Jürgen Klopp superou o abatido rival por 4 a 0, agora no Anfield, nesta terça-feira, em jogo atrasado da 30ª rodada do Campeonato Inglês, e assumiu a liderança.

Salah, duas vezes, Luis Díaz e Mané foram os responsáveis pelos gols que construíram a nova goleada diante de um United em fase instável nos gramados e vivendo um período de luto. O astro Cristiano Ronaldo não esteve em campo porque perdeu o filho recém-nascido, um dos gêmeos que esperava com a namorada Georgina Rodríguez - a outra criança, uma menina, nasceu saudável.

##RECOMENDA##

O drama vivido pelo craque rival motivou a torcida do Liverpool a puxar aplausos durante a partida para demonstrar apoio, exatamente no sétimo minuto, em referência ao número utilizado pelo português. O sentimento de compaixão foi dividido com a satisfação de ver o time assumir a primeira posição da liga nacional, com 76 pontos, dois a mais que o Manchester City, que tem 74 e joga na quarta contra o Brighton.

O United, por sua vez, ocupa a sexta colocação, com 54 pontos, em busca de juntar os cacos para tentar a classificação para a Liga dos Campeões, concedida aos quatro primeiros colocados. A reação precisa ser rápida e perfeita, pois faltam apenas cinco jogos para o clube de Manchester encerrar a participação no campeonato.

Sem a principal estrela e diante de um Liverpool em grande fase, os torcedores mais racionais do United provavelmente não nutriam grandes expectativas para a partida, mas a esperança por uma surpresa sempre está escondida em algum lugar. De qualquer forma, bastaram os primeiros lances após o apito inicial para o desânimo tomar conta até dos mais esperançosos.

O Liverpool abriu o placar logo aos quatro minutos, quando Luis Díaz recebeu assistência de Salah dentro da pequena área, na conclusão de uma troca de passes iniciada no campo de defesa, e empurrou para dentro. Pouco tempo depois, a alegria de um lado e a frustração do outro foram cessadas para dar lugar à comiseração.

No minuto 7 do jogo, número usado por Cristiano Ronaldo, torcedores do Liverpool puxaram uma salva de palmas e entoaram o tradicional canto "You’ll never walk alone" como forma de apoiar o craque português no momento em que ele lida com a morte do filho. Imagens da transmissão televisiva captaram até um torcedor do time da casa erguendo uma camisa do United estampada com o nome de Ronaldo. Adeptos do time de Manchester, em menor número, engrossaram os aplausos.

Ainda no primeiro tempo, aos 21 minutos, Salah ampliou o placar após receber um belíssimo passe de Mané e encerrou um jejum de seis jogos sem marcar. O Liverpool seguiu pressionando até os minutos finais antes do intervalo, enquanto o United encerrou a etapa inicial sem levar perigo ao gol defendido por Alisson.

O segundo tempo começou mais equilibrado, em meio a alguns sinais de que o United poderia oferecer algum tipo de reação. A possibilidade, contudo, foi destruída por Mané, que marcou o terceiro gol dos donos da casa aos 22 minutos, ao receber passe de Luis Díaz e tocar de primeira no canto esquerdo de De Gea. Na reta final, aos 39, Salah recebeu mais uma linda assistência, dessa vez de Diego Jota, e tocou de cavadinha para fechar a goleada.

O Chelsea voltou a dar motivos para seu torcedor sorrir ao golear o Southampton por 6 a 0 no St. Mary's Stadium neste sábado pela 32ª rodada do Campeonato Inglês. Em meio às sanções extracampo e após a derrota em casa para o Real Madrid pela Liga dos Campeões, o time de Thomas Tuchel reagiu e venceu o compromisso deste fim de semana.

Se antes da derrota por 3 a 1 para o Real Madrid o Chelsea havia perdido por 4 a 1 para o Brentford pelo Campeonato Inglês, agora o time de Londres chegará embalado para buscar uma reação na Espanha no jogo de volta.

##RECOMENDA##

A vitória deste sábado também é importante para que o Chelsea se aproxime de uma vaga na próxima Liga dos Campeões, com 62 pontos, na terceira posição. A vantagem para o quarto colocado é de oito pontos. O Southampton é o 13º colocado, com 36 pontos, e vive péssima fase na competição.

Com apenas seis minutos de jogo, o Chelsea já havia acertado a trave do Southampton duas vezes com Timo Werner. O atacante alemão desperdiçou duas ótimas oportunidades, uma com chute na trave esquerda e a segunda cabeceando alto demais na direção do travessão

O domínio persistiu e o gol finalmente saiu. Loftus-Cheek cruzou na área, Mason Mount dominou e deu linda assistência para Marcos Alonso chegar batendo e abrir o placar aos 8 minutos de jogo. A estratégia do Chelsea voltou a dar certo, com Loftus-Cheek sendo novamente acionado no lado direito do campo. O inglês cruzou para Mason Mount, que dominou e bateu para fazer o segundo aos 16 minutos.

O Chelsea recuperou a bola após erro na saída de bola do Southampton e marcou o terceiro ainda aos 22 minutos. Timo Werner recebeu em velocidade, driblou o goleiro e desta vez não desperdiçou a chance.

O time de Londres estava impiedoso e abriu 4 a 0 aos 31 minutos. Werner disparou em velocidade e finalizou na trave pela terceira vez, mas a bola sobrou para Kai Havertz pegar a sobra e fazer mais um. Na reta final do primeiro tempo, Fraser Forster ainda impediu que o placar fosse mais elástico ao fazer grande defesa em cabeceio com desvio do Chelsea.

O alemão Timo Werner estava realmente vivendo um grande dia e marcou mais um logo aos 4 minutos do segundo tempo. Após uma tentativa de cavadinha de Kanté, Forster espalmou e a bola sobrou para o atacante, livre, fazer 5 a 0.

O confronto se encaminhava para uma goleada histórica e o Chelsea fez 6 a 0 aos 9 minutos. Forster se complicou após tentativa de finalização do adversário e Mason Mount pegou a sobra para fazer outro gol, novamente com muita facilidade.

Após o sexto gol, o ritmo do Chelsea finalmente caiu e o Southampton conseguiu evitar uma humilhação ainda maior. O Chelsea volta a campo na próxima terça-feira para encarar o Real Madrid no Santiago Bernabéu, precisando vencer por dois gols de vantagem para avançar às semifinais.

ARSENAL PERDE EM CASA

O Arsenal recebeu o Brighton & Hove Albion no Emirates Stadium neste sábado e perdeu pontos importantes na luta pelo quarto lugar. O time de Mikel Arteta foi derrotado por 2 a 1 e fica na quinta colocação, com 54 pontos. O Brighton tem 37 pontos e está em 11º. O brasileiro Gabriel Martinelli chegou a marcar o gol da reação do Arsenal quando o jogo estava 1 a 0 para o adversário, mas foi anulado por impedimento.

O Arsenal saiu atrás do placar ao sofrer um gol aos 28 minutos. Mwepu chegou na linha de fundo e cruzou para trás, onde estava Leandro Trossard, que finalizou certeiro para fazer 1 a 0. Já nos acréscimos do primeiro tempo, o brasileiro Gabriel Martinelli marcou de cabeça após desvio de Gabriel Magalhães. Após longo tempo de consulta ao VAR, a arbitragem anulou o gol por impedimento.

A situação do Arsenal piorou ainda nos primeiros minutos do segundo tempo. Aos 11, o Brighton & Hove Albion fez uma linda tabela para invadir a área com Caicedo, que cruzou para trás. Enock MWepu chegou batendo de primeira, sem deixar a bola cair, e marcou um golaço.

O Arsenal se lançou ao ataque no fim em busca da reação e conseguiu diminuir com um golaço de Martin Odegaard aos 44, que arriscou um chute certeiro de muito longe. Nos acréscimos, o empate quase saiu com um cabeceio, mas o time visitante conseguiu se salvar.

RAPHINHA ABRE CAMINHO PARA O LEEDS

O brasileiro Raphinha voltou a se destacar com a camisa do Leeds United e abriu o placar no confronto do time contra o Watford. Após dividida de Daniel James, a bola sobrou nos pés de Raphinha, que dominou girando e bateu colocado da entrada da área para fazer um belo gol.

O Watford, do brasileiro João Pedro, ficou mais longe de uma reação depois de uma grande bobeada da sua zaga aos 28 minutos do segundo tempo. O espanhol Rodrigo se aproveitou da lambança para driblar o goleiro e fazer 2 a 0. Já no fim do jogo, Jack Harrisson bateu cruzado e fez 3 a 0 para selar o triunfo do time de Manchester.

O Leeds se afasta do rebaixamento e complica o Watford. O time de Raphinha é o 16º colocado, com 33 pontos. O Watford é o penúltimo colocado, com 22 pontos, na 19ª posição do Campeonato Inglês.

Em mais uma grande atuação da dupla Harry Kane e Son Heung-Min, o Tottenham entrou na zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões ao bater o Newcastle por 5 a 1, no tarde deste domingo, no Tottenham Hotspur Stadium, pela 31ª rodada do Campeonato Inglês. Um dos gols foi marcado pelo brasileiro Emerson Royal, ex-Ponte Preta e Atlético Mineiro.

O resultado levou o Tottenham para o quarto lugar, com 54 pontos, atrás apenas de Manchester City (73), Liverpool (72) e Chelsea (59). O Arsenal, com dois jogos ainda a fazer, é o quinto, com os mesmos 54.

##RECOMENDA##

O Newcastle, por sua vez, sofreu mais um duro golpe neste domingo com a terceira derrota consecutiva na competição. Tem 31 pontos, no 15º lugar, contra 22 do Watford, o primeiro dentro da zona de rebaixamento.

O Tottenham dominou a partida, terminou com 62% de aproveitamento e criou 19 oportunidades de gol, contra oito do rival. Foram ainda seis finalizações e apenas um do Newcastle, justamente a cobrança de falta de Fabian Schar, que abriu o marcador aos 39 minutos.

O gol, no entanto, apenas serviu como motivação para o Tottenham. O clube da casa foi para cima e igualou o marcador aos 43 minutos. Son cruzou como extrema categoria e Ben Davies desviou para deixar tudo igual.

O segundo tempo foi um massacre. O Tottenham engoliu o Newcastle e acabou com uma sonora goleada. Aos três minutos, Kane colocou a bola na cabeça de Matt Doherty, que dançou o vira. O terceiro foi logo na sequência em uma finalização magnífica de Heung-Min Son.

Aos 18 minutos, foi a vez do brasileiro Emerson Royal deixar o seu. Ele recebeu de Doherty e acertou um bonito chute para fazer o quarto. A goleada foi decretada com Steven Bergwijn, que fechou a festa dos mais de 53 mil torcedores presentes no estádio.

Ainda neste domingo, o West Ham bateu o Everton por 2 a 1 e ficou em sexto, com 51 pontos. Já a equipe do brasileiro Richarlison e companhia está em situação delicada. Com 25, briga diretamente contra o rebaixamento.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando