Tópicos | futebol

O Paris Saint-Germain segue sobrando no Campeonato Francês, mas tem muitos problemas a resolver. Neste domingo, viu Neymar ser expulso nos acréscimos do segundo tempo, por uma entrada dura, em nova ação polêmica nos últimos dias. Além disso, a defesa não tem exibido a segurança esperada para alçar voos mais altos, tanto que o time sofreu para derrotar o Bordeaux por 4 a 3, em partida válida pela 26ª rodada e disputada no Parque dos Príncipes. Marquinhos foi o destaque ao marcar duas vezes e Cavani chegou aos 200 gols pelo clube.

Neymar recebeu dois cartões amarelos, nos acréscimos de cada tempo. No primeiro, por reclamação, logo após o segundo gol do Bordeaux. E o segundo por entrada dura em Adli. O duelo foi apenas o segundo do atacante após se recuperar de lesão nas costelas, o que o levou a retornar ao time apenas no meio da última semana, na derrota por 2 a 1 para o Borussia Dortmund, em que ele marcou uma vez, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

##RECOMENDA##

Por causa do problema, Neymar ficou de fora de quatro partidas do PSG. O brasileiro reclamou da cautela do técnico Thomas Tuchel em utilizá-lo, afirmando que poderia ter retornado na segunda da série de partidas em que desfalcou o time.

Já no último sábado, o treinador criticou o elenco pela divulgação nas redes sociais de um vídeo com a participação de quase todos os atletas na festa de aniversário do uruguaio Cavani e dos argentinos Di María e Icardi nesta semana.

Mas independentemente dos problemas extracampo, o novo triunfo levou o PSG aos 65 pontos, na liderança do Francês e com 13 de vantagem para o segundo colocado Olympique de Marselha, que no sábado perdeu para o Nantes. Mas o time levou nove gols nos últimos três compromissos na competição e ainda perdeu Thiago Silva, lesionado, neste domingo. Além disso, o goleiro reserva Sergio Rico cometeu falha no gol marcado por Pablo. Já o Bordeaux parou nos 35 pontos, em 12º lugar.

O PSG entrou em campo com uma mensagem de apoio aos chineses, que sofrem com o surto de coronavírus no país. Tuchel escalou o time parisiense com Thiago Silva, Marquinhos e Neymar como titulares, enquanto o Bordeaux começou a partida com os brasileiros Otávio e Pablo em campo.

E o início da partida foi difícil para o PSG, que perdeu Thiago Silva, lesionado, nos minutos iniciais e ficou em desvantagem aos 17, quando o sul-coreano Hwang Ui-Jo colocou o Bordeaux em vantagem, com um gol marcado de cabeça. Só que o time parisiense respondeu na sequência, aos 24, com Cavani completando, também de cabeça, um cruzamento de Di María, chegando aos 200 gols com a camisa do clube.

O PSG passou na frente nos acréscimos graças a um lance em que contou com alguma sorte e teve novamente a participação de Di María. Aos 47, o argentino cobrou falta, Marquinhos buscou se antecipar e marcou com o ombro esquerdo. Só que outro lance estranho igualou o placar. Aos 50, depois de outra cobrança de falta, e corte errado da zaga do PSG, Verratti recuou para Sergio Rico, que chutou em cima de Pablo, com a bola entrando na sua própria meta.

Mas Marquinhos voltaria a aparecer no segundo tempo. Aos 17 minutos, Mbappé cruzou fechado, Cavani cabeceou para a defesa parcial de Costil, mas Marquinhos, na pequena área, tocou para as redes: 3 a 2. E o quarto gol veio aos 23, após vacilo da defesa do Bordeaux na saída de jogo. Mbappé aproveitou para tabelar com Cavani, chutando rasteiro para marcar. O Bordeaux ainda diminuiu com Rúben Pardo, aos 37, em chute de fora da área, após corte parcial de Marquinhos. O placar não se movimentou mais, mas Neymar acabou chamando os holofotes para si com a expulsão nos acréscimos, pela entrada dura em Adli.

OUTROS JOGOS - Com gols de Niang, o Rennes venceu o antepenúltimo colocado Nîmes por 2 a 1, em casa, e ascendeu para o terceiro lugar, com 44 pontos. Já Saint-Étienne e Reims empataram por 1 a 1 neste domingo.

Desde que assumiu o comando do Athletico-PR em janeiro deste ano, o técnico Dorival Júnior tem convivido com um desmanche no elenco do clube rubro-negro. A transferência do atacante Rony para o Palmeiras, confirmada nesta semana, aumentou para 14 o número de jogadores que deixaram o time desde dezembro do ano passado, ainda antes da chegada do novo treinador.

A situação foi mais uma vez lamentada por Dorival Júnior, que usou o bom humor para explicar o que está acontecendo. Depois da goleada por 5 a 0 sobre o Cascavel CR, pelo Campeonato Paranaense, o técnico comparou a realidade rubro-negra, às vésperas da estreia na fase de grupos da Copa Libertadores, com o reality show Big Brother.

##RECOMENDA##

"É uma pena. Desde que iniciei os trabalhos nós fomos perdendo um (jogador) a cada semana. Eu estava até brincando com o Paulo (André, diretor de futebol) que estava parecendo o Big Brother. Toda semana a gente eliminava um atleta que nós já estávamos adaptando às funções que nós queríamos, mas acontece. Tenho que olhar pra frente e não ficar lamentando e na torcida para eles serem felizes nos clubes", disse o treinador, reconhecendo que a "debandada" influencia na condução dos trabalhos e montagem da equipe.

"Nós tivemos a saída de vários jogadores e isso quebra um pouco porque tudo isso aconteceu no mesmo momento. Não perdemos um elemento e dali a cinco meses mais um. Tivemos a quebra daquela equipe que tinha uma característica própria, um conceito muito bem desenvolvido e gerando resultados. Por isso que falo em paciência porque não encontraremos isso do dia para a noite", comentou.

Entre as saídas de jogadores, as principais foram do volante Bruno Guimarães (vendido ao Lyon), do atacante argentino Marco Ruben (retornou ao Rosario Central) e do zagueiro Léo Pereira (vendido ao Flamengo, além de Rony.

Dorival Júnior reforçou a confiança que o clube vai conseguir trazer novas peças ao elenco. Até agora, foram quatro reforços - o goleiro Jandrei, o atacante Carlos Eduardo e os meias Fernando Canesin e Marquinhos Gabriel.

"Tenho certeza que a diretoria está se mexendo para que tenhamos jogadores chegando, que estejam dentro daquilo que o clube vem fazendo nos últimos anos. O que eu quero é que essa equipe adquira rapidamente e desenvolva uma condição que nos dê segurança. Não tenho dúvidas que vou encontrar um caminho e resultados a média e longo prazo", completou.

A proposta do governo britânico de reforma no sistema de imigração a partir de 2021 deve provocar forte impacto no Campeonato Inglês e pode dificultar a contratação de jogadores brasileiros. O projeto foi apresentado na última quarta-feira ao Parlamento, que decidirá se aprova o novo modelo.

Para receber o visto de trabalho, estrangeiros, inclusive da União Europeia, terão de atender a uma série de requisitos e atingir pontos estipulados pelo governo britânico. Ter uma oferta de trabalho já aprovada vale 20 pontos, por exemplo. Se o estrangeiro comprovar aptidão, são mais 20 pontos. Quem falar bem a língua inglesa ganhará outros 10 pontos, assim como o trabalhador que receber acima de um salário mínimo e meio.

##RECOMENDA##

Para jogadores de futebol, o maior desafio será ganhar os 20 pontos dados a quem ocupar uma "vaga de trabalho escassa". A nota mínima para ter o visto é 70"Infelizmente ninguém sabe quais serão as consequências dessas mudanças, mas estou certo de que algo será feito para combater a nova legislação", disse ao Estado Howard Wilkinson, presidente da League Managers Association, o sindicato de dirigentes esportivos da Inglaterra.

O centro da discussão envolve a inclusão ou não de atletas no novo sistema. "Nas regras atuais de imigração existem exceções para ocupações específicas, que incluem líderes religiosos, esportistas e artistas. A legislação que deverá entrar em vigor em janeiro de 2021 provavelmente manterá essas exceções para cidadãos de fora e da União Europeia", disse, otimista, Bobby Barnes, vice-presidente executivo da Associação de Jogadores Profissionais.

A Associação de Futebol da Inglaterra concorda em afrouxar as regras e permitir que jogadores estrangeiros não precisem se submeter às mesmas regras de trabalhadores de outros setores desde que os clubes da primeira divisão não excedam o limite de 260 atletas de fora do Reino Unido - o equivalente a 13 jogadores por time. "A federação acredita que liberar o acesso, mas impedir o aumento no número atual de jogadores estrangeiros beneficiaria todo o futebol inglês", afirmou o porta-voz da entidade.

BREXIT - Somado a isso, o Reino Unido saiu da União Europeia no mês passado. Por enquanto, não existem proibições de inscrições para jogadores europeus, pois há livre circulação dentro da União Europeia. As regras, porém, serão mantidas somente até a próxima janela de transferências de junho a agosto, quando os clubes britânicos poderão ir às compras sem qualquer tipo de restrição.

Mas, após o período de transição, passam a valer as regras estabelecidas pelo governo do Reino Unido: cidadãos da União Europeia terão de cumprir os mesmos critérios que os trabalhadores de fora da comunidade. Ou seja, precisarão também atender à lista de exigências e pontuação para obter o visto de trabalho no Reino Unido.

Em uma situação inédita em sua carreira, o craque argentino Lionel Messi entrou em campo neste sábado com um jejum de quatro jogos sem marcar pelo Barcelona no Campeonato Espanhol. Contra o Eibar, no estádio Camp Nou, em Barcelona, pela 25.ª rodada, ele precisou de apenas 14 minutos para encerrar essa seca de gols. E ainda fez outros três, sendo dois ainda no primeiro tempo, para comandar a goleada por 5 a 0, que deixou o time da Catalunha na liderança provisória.

A mais nova atuação de gala do atual melhor jogador do mundo o coloca disparado na ponta da tabela de artilheiros do Campeonato Espanhol. São agora 18 gols, bem à frente do centroavante francês Karim Benzema, do Real Madrid, que tem 13. E Messi confirmou ser um carrasco para o Eibar, já que chegou à marca de 19 gols marcados contra o adversário deste sábado.

##RECOMENDA##

Com a vitória, o Barcelona subiu para 55 pontos e ultrapassou o Real Madrid na luta pela primeira colocação. Ainda neste sábado torcerá por um tropeço do rival da capital, que está com 53, na partida contra o Levante, em Valência. O Eibar, na briga para evitar o rebaixamento, é o 16.º colocado com 24 pontos, dois a mais que o Mallorca, o primeiro na zona da degola.

O jogo começou com um atraso de cinco minutos por conta de problemas no sistema de comunicação da arbitragem. Sem se incomodar com esse problema, o Barcelona começou o duelo pressionando o Eibar e Messi deu início ao seu show com um belo gol, aos 14 minutos. Deu uma caneta no zagueiro rival e tocou na saída do goleiro Dmitrovic.

Mesmo em desvantagem, o Eibar não teve coragem de atacar o Barcelona e se preocupou mais em se defender. Foi castigado na parte final da etapa com mais dois gols de Messi. O primeiro, aos 37 minutos, veio após assistência do chileno Arturo Vidal e toque rasteiro no canto esquerdo da meta rival. O outro, aos 40, saiu depois de uma falha da zaga.

Com a vitória do Barcelona praticamente garantida, o segundo tempo começou morno e o técnico Quique Setién aproveitou para promover a estreia do atacante dinamarquês Martin Braithwaite, contratado recentemente depois da lesão do francês Dembélé. E o novato se destacou ao dar a assistência para o quarto gol de Messi, aos 42 minutos, e participar do tento anotado pelo brasileiro Arthur, aos 45. Seu chute foi defendido por Dmitrovic e o rebote ficou para o volante mandar para as redes.

CELTA - Em outro jogo deste sábado, o Celta derrotou o Leganés por 1 a 0, em Vigo, com gol do atacante Iago Aspas, aos 17 minutos do segundo tempo. O resultado positivo levou os mandantes aos 24 pontos, agora fora da zona de rebaixamento em 17.º lugar. O rival é o 19.º e penúltimo colocado com 19.

O Palmeiras anunciou nesta sexta-feira a contratação do atacante Rony, que estava no Athletico-PR. O vínculo assinado é válido até dezembro de 2024. A negociação se arrastava desde janeiro, quando o clube alviverde fez uma proposta de R$ 28 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador de 24 anos.

[@#video#@]

##RECOMENDA##

A pendência que atrasou a negociação foi a falta de acordo entre Rony e o Athletico-PR sobre o valor a ser repassado ao atacante em caso de venda. O jogador entendia ter direito a embolsar 50% do valor, enquanto que o clube defendia que só daria 1 milhão de dólares (R$ 4,4 milhões). Para solucionar o impasse, Rony e o seu agente alinharam receber um outro valor, superior à exigência inicial do time de Curitiba.

A transferência de Rony ainda contou com idas e vindas, inclusive com a proposta do Athletico-PR de renovar contrato para segurar o jogador. O acordo foi redigido, mas não assinado. Depois disso, a diretoria rubro-negra voltou a procurar o Palmeiras.

Rony é o segundo reforço do Palmeiras para a temporada de 2020. Antes do atacante, o clube alviverde já havia contratado o lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña.

Com Rony, o técnico Vanderlei Luxemburgo ganha mais uma opção para atacante de beirada de campo. Os jogadores com essa características à disposição no elenco alviverde são: Dudu, Gabriel Veron, Wesley, Luan Silva e o colombiano Angulo. Willian também pode atuar na posição, mas vem sendo utilizado como centroavante.

A diretoria do Corinthians confirmou nesta sexta-feira a contratação do meia Éderson, que estava livre no mercado após deixar o Cruzeiro. O jogador de apenas 20 anos acertou vínculo com o clube paulista até o fim de janeiro de 2025.

De acordo com o clube, o meio-campista já foi aprovado nos exames médicos e fará seu primeiro treino na equipe na segunda-feira, na reapresentação do elenco após o jogo contra o Água Santa, sábado, fora de casa, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

##RECOMENDA##

"Tenho muitos familiares que torcem para o Corinthians e é um sonho vestir essa camisa. Quero ser muito feliz aqui", afirmou Éderson, formado na base pelo Desportivo Brasil. Ele se transferiu para o Cruzeiro, ainda por empréstimo, em 2018, quando passou a atuar pela equipe sub-20. No ano passado, foi contratado pela equipe mineira em definitivo.

Diante das dificuldades vividas pelo Cruzeiro desde a temporada passada, o jovem meia passou a ganhar espaço na equipe principal e se tornou titular na reta final do Brasileirão. Em 220, porém, ele entrou em atrito com o clube para tentar deixar a agremiação em razão da forte crise financeira. Acabou fazendo um acordo extrajudicial no início desta semana.

Éderson é o sexto reforço do time para a temporada 2020, todos contratados pelo técnico Tiago Nunes. Ainda tentando impor seu estilo de jogo ao Corinthians, o treinador já havia contratado os meias Cantillo e Luan, o lateral-esquerdo Sidcley e os atacantes Davó e Yony González.

A longa experiência dos técnicos Joel Santana e René Simões estará neste ano a serviço de um reality show voltado a revelar novos talentos do futebol. Os dois vão orientar e selecionar os garotos participantes do programa "Uma Vida Um Sonho". A atração irá ao ar no SBT entre maio e julho, com a participação de garotos de 18 a 20 anos. O vencedor terá a oportunidade de assinar contrato com um clube europeu. O nome da equipe não foi revelado.

O programa terá a apresentação da jornalista Glenda Kozlowski, será gravado no Rio de Janeiro e terá transmissão nas manhãs de domingo. Após uma fase preliminar com milhares de inscrições e peneiras, 22 jovens vão participar do início da atração. Os dois experientes treinadores contam com a ajuda da tecnologia para avaliar os garotos. Um programa de computador analisa cada participante e atribui notas para fundamentos, habilidade e técnica.

##RECOMENDA##

A produção do programa vetou a presença de candidatos que tenham vínculo com empresários e está à procura de jogadores com qualidade técnica. "O perfil que a gente quer é simples. Estamos analisando a qualidade técnica, o que ele faz com a bola, os fundamentos. A parte tática a gente coloca rapidamente do jeito que a gente gosta. É um projeto novo, mas com muitos objetivos", disse Joel Santana ao Estado.

Aos 71 anos, o técnico tem se divertido nas gravações ao lado do companheiro René, de 67. Os dois entendem ser necessário realizar mais trabalhos de orientação e formação nas categorias de base. "Os jogadores estão saindo cada vez mais cedo do Brasil, mas às vezes não estão preparados para sair, vão sem experiência e aí voltam porque não tiveram a oportunidade de serem trabalhados corretamente", comentou Joel.

A fase atual do programa é de organizar peneiras com os inscritos. A primeira série de avaliações foi em Barueri, na última semana, com as presenças em campo dos dois treinadores. Joel e René têm sido rigorosos nas avaliações, mas garantem que não baseiam as definições dos escolhidos apenas na pontuação do programa de computador auxiliar. Vale muito a experiência da dupla.

"Alguns controlam bem a bola, mas na hora do jogo não consegue aplicar o fundamento à dinâmica da partida. O trabalho é legal porque nós discutimos e escolhemos. Depois a gente olha lá no computador e geralmente quem escolhemos é o que tem a maior pontuação", contou René. A seleção para o programa teve etapas de testes físicos, técnicos e simulação de jogos.

René afirmou que o programa vai procurar trabalhar em cima de lacunas que existem por vezes nas categorias de base, como a excessiva preocupação com parte tática em vez privilegiar o desenvolvimento dos garotos. "Faz falta para os jogadores terem mais 'peladas', para aprenderem a fazer as coisas por eles mesmo. Tem momentos do jogo que não é o que o treinador falou. No um contra um, é você que tem de se virar", disse.

O Brusque é o quinto time classificado para a terceira fase da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (20), o time catarinense goleou o Remo, por 5 a 1, no Estádio Augusto Bauer, para avançar. Eliminado, o Remo ainda perdeu o treinador.

Em curta nota oficial divulgada no site do clube, depois da partida, a diretoria remista informa: "O Clube do Remo informa que o técnico Rafael Jaques não permanecerá como treinador do Leão para o restante da temporada. A diretoria azulina trabalha para anunciar novo treinador em breve.

##RECOMENDA##

O primeiro tempo foi todo dominado pelo Brusque. Vinícius fez grande defesa em cabeceio de Éverton Alemão e depois impediu o gol de Thiago Alagoano. O Remo não conseguia jogar.

Aos 23, o árbitro marcou pênalti para o Brusque ao ver puxão de Lailson em Alex Sandro. O artilheiro Edu cobrou mal e Vinícius defendeu. No entanto, aos 38, o goleiro do Remo não conseguiu impedir o gol de Thiago Alagoano.

O panorama do jogo não mudou no começo do segundo tempo, tanto que o Brusque ampliou aos 13. Airton cobrou falta fechada, ninguém desviou e a bola entrou. Vinícius impediu o terceiro ao defender chute de Thiago Alagoano.

O Remo diminuiu aos 25 em chute forte de Giovane Gomez, mas a alegria durou pouco. Seis minutos depois, Edu escapou em velocidade e cruzou. Neguete mandou contra o próprio gol.

No minuto seguinte, Edu tocou com categoria na saída do goleiro e fez o quarto do Brusque. Festa da torcida, que passou a gritar "olé" a cada toque de bola do time catarinense. Aos 47, Thiago Alagoano deu números finais ao placar: 5 a 1.

Antes do Brusque, que vai enfrentar Brasil de Pelotas ou Manaus na próxima etapa, Botafogo, CRB, Figueirense e Ceará haviam carimbado a passagem para a terceira fase.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Após a eliminação precoce na Copa Sul-Americana, apesar da vitória sobre o argentino Unión, por 2 a 0, no Independência, os jogadores do Atlético-MG bateram na mesma tecla: nada de fazer caças as bruxas. Titular na partida desta quinta-feira (20), o goleiro Michael pediu paciência com o trabalho do técnico Rafael Dudamel. "Todos têm culpa, não somente um".

Já o treinador elogiou seus jogadores pela luta e viu evolução no futebol apresentado pelo Atlético. "Depois desta demonstração, não espero nada menos da minha equipe. O time foi bem. Cada jogo vai marcando uma evolução da equipe. Foi uma partida de tudo ou nada e tínhamos que apostar. Os jogadores entenderam a ideia. Ganhamos o jogo, mas lamentavelmente estamos fora", explicou.

##RECOMENDA##

Segundo o treinador, faltou perna para o time na segundo etapa, após abrir 2 a 0 no primeiro. "Fomos bem no primeiro tempo, mas depois cansamos. Nossa eliminação, porém, foi sacramentada na Argentina (o time perdeu por 3 a 0 em Santa Fe)."

O Atlético só volta a jogar próxima quarta-feira, contra o Afogados-PE, fora de casa, pela segunda fase da Copa do Brasil. Em caso de empate no tempo regulamentar, a vaga será decidida na disputa de pênaltis.

Para esta partida, o Atlético pode ter a estreia do atacante Diego Tardelli. Ele teve o nome registrado no BID da CBF nesta quinta-feira.

Com a presença de nove tricampeões da Copa do Mundo de 1970, a CBF inaugurou nesta quinta-feira uma estátua em tamanho real de Pelé. A peça ganhou lugar de destaque no Museu da Seleção, que fica na sede da entidade, no bairro da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. Com problemas de mobilidade, Pelé não pode participar da cerimônia, mas gravou vídeo agradecendo a homenagem.

[@#video#@]

##RECOMENDA##

A inauguração da peça marca o início de uma série de homenagens que a CBF pretende fazer este ano para recordar os 50 anos da conquista da Copa do Mundo do México, feito atingido por uma seleção que é apontada como a melhor de todos os tempos.

A estátua de Pelé chama a atenção pela semelhança com o Rei do Futebol. Colegas da seleção de 1970 se impressionaram com o trabalho. "Muito parecido com ele. Como ele mesmo disse, melhor do que é na realidade", brincou Emerson Leão, um dos goleiros daquela equipe.

A peça levou quase um ano para ser produzida e contou com a participação do próprio Pelé, que frequentemente foi consultado para opinar sobre detalhes. Na homenagem, o eterno camisa 10 está sorrindo e vestindo o uniforme da seleção de 1970.

"A estátua dele vai ser um ícone do nosso museu", afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo. Desde que assumiu, o dirigente tem procurado reaproximar ídolos do passado que andavam afastados - ou mesmo rompidos - com a entidade. Um exemplo notório é do ex-atacante e atual senador Romário (Podemos-RJ), crítico ferrenho da CBF que, no mês passado, aceitou participar do jogo festivo entre as seleções de másters de Brasil e Itália.

"Nossa gestão não herda inimigos. A CBF está aberta para dialogar com todos os ex-atletas, os atuais atletas, ex-treinadores e atuais treinadores. A gente reconhece neles o grande sucesso da CBF e do futebol do Brasil", disse Caboclo. "Eles têm que estar inseridos no contexto da nossa gestão. Pra nós, os críticos são tão bem-vindos quanto os demais".

JULES RIMET - Contando com a presença de nove tricampeões do mundo, a inauguração da estátua de Pelé teve outro momento marcante. Ao fim da cerimônia, o ex-atacante Jairzinho foi convidado a repetir o gesto do capitão Carlos Alberto Torres em 1970 e ergueu a Taça Jules Rimet - ou, pelo menos, a réplica dela, uma vez que a original foi furtada em 1983, em um dos episódios mais pitorescos (e tristes e bizarros) da história do futebol brasileiro.

A repetição da cena emocionou os ex-jogadores. "Quando você faz uma homenagem, é por mérito. A equipe de 1970 teve um mérito bravo porque até hoje é considerada a melhor seleção que passou por aqui", considerou Leão.

CRB e Ceará se classificaram nesta quarta-feira (19) para a terceira fase da Copa do Brasil em duelos definidos nos pênaltis. Na Curuzu, em Belém, o time da casa ficou no 1 a 1 contra o CRB. Nas cobranças, o time alagoano levou a melhor: 5 a 3. Na Arena Barueri, Oeste e Ceará empataram por 1 a 1. Nos pênaltis, a vaga ficou com os cearenses por 4 a 2. Com a queda em casa, o Paysandu perdeu a chance de embolsar uma premiação de R$ 1,5 milhão. 

Com a classificação, o CRB embolsou mais R$ 650 mil e chega a R$ 1,19 milhão arrecadado pela sua participação até agora na Copa do Brasil. O adversário da terceira fase vai sair do confronto entre Boa Esporte e Cruzeiro, no dia 4 de março, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha. O Ceará aguarda agora o ganhador do confronto entre Lagarto-SE e Vitória para conhecer seu próximo adversário na Copa do Brasil.

##RECOMENDA##

Depois da eliminação em Belém, a diretoria do Paysandu disparou críticas à arbitragem. Em nota oficial publicada no site do clube, os dirigentes bicolores lamentam e repudiam "os erros gravíssimos que constantemente têm sido cometidos pela arbitragem contra a equipe de futebol profissional bicolor em jogos de grande importância".

"Mesmo depois da escandalosa e desastrosa atuação do trio que dirigiu a partida contra o Náutico-PE, na Série C 2019, caso que ganhou ampla repercussão nacional, o time ainda tem sido penalizado por marcações equivocadas que causam sérios prejuízos morais e financeiros para a instituição", diz a nota.

Os dirigentes alegam que o Paysandu foi prejudicado nas duas partidas que disputou pela Copa do Brasil. "Na primeira fase, diante do Brasiliense-DF, no último dia 6 deste mês, em Luziânia (GO), o árbitro do Rio de Janeiro, Pathrice Wallace Corrêa Maia, marcou um pênalti inexistente de Micael a favor dos donos da casa. Apesar do equívoco, o Papão saiu de campo classificado", afirma a nota. "Já diante do CRB-AL, em jogo disputado na noite da última quarta-feira (19), no Estádio da Curuzu, os erros foram ainda mais grotescos", completa. 

Seguno o Paysandu, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior, do Paraná, anulou um gol legal do time bicolor, após cobrança de escanteio de Vinícius Leite, por alegar falta de Micael no goleiro, "quando na verdade o jogador adversário sequer foi tocado no lance e o zagueiro bicolor estava de costas para ele". Antes do intervalo, diz ainda a nota, "para piorar ainda mais a situação, o juiz deu pênalti de Tony, que se antecipou ao adversário e tocou a bola, em uma jogada totalmente legal".

A diretoria do Paysandu assinala que os erros cometidos nos jogos contra Náutico-PE e CRB-AL causaram prejuízos milionários para o clube, que deixou de arrecadar a cota de participação da Série B e a premiação da terceira fase da Copa do Brasil.

Na próxima semana, informa o clube, o presidente bicolor Ricardo Gluck Paul vai se reunir com o presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para cobrar medidas efetivas para evitar que o time seja novamente prejudicado pelo apito. Uma das medidas propostas é arbitragem Fifa e utilização do VAR em todos os jogos eliminatórios da Série C, além de um observador da CBF nessas partidas.

Com informações do Estadão Conteúdo.

O Atlético Mineiro jogará nesta quinta-feira (20), no estádio Independência, dividido entre a busca por uma façanha e a pressão por uma eliminação precoce em uma competição vista como prioridade no início da temporada. A partir das 21h30, o time vai encarar o Unión precisando reverter a ótima vantagem do time argentino no confronto de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana.

Há duas semanas, em Santa Fe, o Atlético-MG foi facilmente batido por 3 a 0, com uma atuação pífia, o que incluiu a perda de um pênalti no fim do segundo tempo. Por isso, precisa de uma goleada por ao menos quatro gols de diferença para avançar de fase. Ou devolver os 3 a 0 e levar a definição do confronto para os pênaltis.

##RECOMENDA##

Na história da Sul-Americana, criada em 2002, apenas duas vezes um time teve êxito na missão atleticana desta quinta-feira. Foi em 2003, quando o Libertad devolveu o placar diante do Nacional do Uruguai, depois triunfando nos pênaltis, e em 2017, com o Huracán fazendo 4 a 0 no venezuelano Deportivo Anzoátegui.

Se o retrospecto da competição indica a dificuldade da missão atleticana, ela se torna ainda mais improvável pelo começo de temporada irregular do time. A produção ofensiva vem sendo ruim, com apenas nove gols marcados em oito partidas, sendo que apenas em uma delas fez mais de um.

No fim de semana, perdeu para a Caldense por 2 a 1, no Mineirão, em partida que era visto como teste para o confronto com o Unión. O resultado fará o time terminar a quinta-feira fora da zona de classificação às semifinais do Campeonato Mineiro e aumentou a pressão sobre o recém-iniciado trabalho do técnico Rafael Dudamel. E a eliminação da Sul-Americana só iria piorar esse cenário.

Para o confronto com o Unión, Dudamel não poderá utilizar o volante Allan, expulso na Argentina, além de Savarino e Diego Tardelli, reforços para o setor ofensivo que não foram inscritos na primeira fase da Sul-Americana. E pela necessidade de aplicar uma goleada, deve realizar mudanças na escalação.

O goleiro Michael, o lateral Maílton e o zagueiro Réver, poupados no último domingo, devem retornar ao time. E a aposta na ofensividade deverá promover outras alterações na formação: Guilherme Arana assume de vez a titularidade na lateral esquerda, com Jair realizando a função de primeiro volante, como indicou preferir atuar durante a semana, ocupando a vaga de José Welison, visto como vilão da derrota para a Caldense.

Isso abrirá espaço para a entrada de Otero, visto como importante opção para jogadas de bola parada diante de um adversário que deverá jogar retrancado, disputar seu primeiro jogo como titular no Atlético-MG em 2020.

"É o jogo mais importante pra gente no ano, sabendo que vamos entrar com um 3 a 0 abaixo. Com nossa torcida, a gente pressionando desde o primeiro minuto, se a gente fizer um gol nos primeiros 15 minutos e com a torcida ao nosso favor, acredito que a gente pode virar esse jogo, sim. A motivação está excelente, o grupo está bastante focado no que tem que fazer, nos treinamentos", afirmou Otero.

Classificado à Sul-Americana após ser o oitavo colocado no Campeonato Argentino da temporada 2018/2019, o Unión quer evitar o a repetição do desempenho na competição do ano passado, quando abriu vantagem no jogo de ida da primeira fase, vencendo o Independiente del Valle por 2 a 0, mas depois caindo na disputa de pênaltis para o time equatoriano, que se sagraria campeão.

Agora, o placar conquistado no primeiro confronto foi ainda melhor, mas o Unión vem em momento ruim no Argentino, com três derrotas consecutivas e em 18º lugar. E o técnico Leonardo Madelón deve apostar em uma formação fechada, no esquema tático 4-5-1, para conseguir uma classificação que seria histórica para o clube de Santa Fe.

O Fluminense junta os cacos depois da eliminação precoce na Copa Sul-Americana. Com o empate sem gols contra o Unión La Calera, na terça-feira (18), no Chile, o time carioca se despediu da competição continental ainda na primeira fase e agora já pensa em um novo duelo decisivo, desta vez pela Copa do Brasil. A missão do técnico Odair Hellmann é reanimar o elenco para encarar o Moto Club, no Maranhão, na próxima quarta, pela estreia no torneio nacional. O confronto é em jogo único e o empate dá a vaga aos tricolores.

"Não conseguimos dessa vez. Está todo mundo muito dolorido, chateado com a eliminação. Temos que retomar o mais rápido possível para as próximas competições. Semana que vem temos uma competição parecida, mata-mata. Essa eliminação tem que doer em todos nós. Estamos criando uma identidade de buscar as classificações, os objetivos. Não deu nessa, infelizmente. Temos que voltar a trabalhar, para que na próxima entrevista possamos estar em uma situação feliz", disse o treinador.

##RECOMENDA##

Odair Hellmann reconheceu que é necessário melhorar a contundência na parte ofensiva, podendo mudar algumas convicções que apresentou neste início de trabalho à frente do Fluminense.

"Precisamos melhorar ao enfrentarmos adversários que baixam a linha de marcação. Precisamos ter o domínio, ter a posse, mas precisamos ser mais contundentes, mais definidores, incomodar mais o goleiro adversário. Criamos três ou quatro situações perigosas, de chance de gol. Mas com esse volume de passe e posse, precisamos criar mais, para incomodar mais. Porque, senão o time adversário vai se sentindo confortável dentro do confronto e foi o que aconteceu", comentou.

A Copa do Brasil é uma competição que dá boas premiações aos clubes que vão passando de fase. A diretoria esperava o mesmo na Sul-Americana, mas a eliminação precoce vai atrapalhar bastante os planos para esta temporada.

Dos US$ 6,5 milhões de dólares (cerca de R$ 27,6 milhões) possíveis de ganhar no torneio continental com premiações, o Fluminense levou apenas US$ 300 mil (R$ 1,26 milhão) pela participação na primeira fase. A competição era a chance de dar um "respiro" aos cofres, mas nada disso acontecerá. Se tivesse passado pelo time chileno, já receberia mais US$ 375 mil (R$ 1,57 milhão) só pela classificação, valor que equivale a quase metade da folha salarial do atual elenco.

A derrota do Paris Saint-Germain por 2 a 1 para o Borussia Dortmund, nesta terça-feira (18), no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, também ficou marcado pela volta de Neymar aos gramados. O atacante ficou fora de quatro partidas por causa de uma fissura na costela e exibiu insatisfação com a comissão técnica e o departamento médico do clube francês por isso.

Neymar avaliou que tinha condições de voltar a atuar pelo PSG antes, criticando a cautela do comando do clube em utilizá-lo, optando por poupá-lo em partidas por competições nacionais. "Tive de acatar. Tive várias discussões, não curti o que propuseram. Mas respeitei. Isso acaba sendo ruim para mim e os companheiros", disse, após o duelo na Alemanha.

##RECOMENDA##

Por causa do problema na costela, Neymar não atuava desde 1º de fevereiro. Ele afirmou que poderia ter voltado a jogar pelo PSG na segunda da série de quatro partidas - contra o Lyon - em que desfalcou o time.

"Tinha uma fissura, mas não era nada que me impedisse de jogar. Para o jogo contra o Lyon (9 de fevereiro), já meio que estava preparado para jogar, já queria jogar. Mas adiaram e adiaram novamente", acrescentou.

A cautela do PSG com Neymar tem relação com as lesões sofridas pelo atacante. Afinal, nas duas temporadas anteriores, ele só participou do jogo de ida das oitavas de final contra o Real Madrid na 2017/2018 e nem enfrentou o Manchester United na 2018/2019. E o clube parisiense foi eliminado da Liga dos Campeões nesses confrontos.

Em seu retorno ao PSG, Neymar teve boa atuação, com um gol marcado e uma bola na trave, mas não evitou a derrota por 2 a 1. O confronto de volta, na França, será disputado em 11 de março.

O Athletico-PR terá o desfalque do goleiro Santos, titular da posição desde o ano passado, para os primeiros jogos da Copa Libertadores. O clube paranaense revelou nesta terça-feira que o atleta sofreu uma lesão no joelho direito na derrota para o Flamengo, no último domingo, em Brasília, na decisão da Supercopa do Brasil, e passará por uma artroscopia na próxima semana. Assim, ficará fora dos gramados de 4 a 6 semanas.

"No último domingo (16), na partida diante do Flamengo, pela Supercopa do Brasil, o goleiro Santos sofreu uma lesão no joelho direito. Após a realização de exames, foi constatada uma lesão de menisco. Na próxima semana, o jogador passará por uma artroscopia. O tempo médio de recuperação é de 4 a 6 semanas", informou o Athletico-PR em uma nota oficial.

##RECOMENDA##

Com o prazo de recuperação estipulado, Santos deve ficar fora das três primeiras rodadas da Libertadores: contra o Peñarol (em 3 de março), Colo-Colo (dia 11) e Jorge Wilstermann (dia 17). O recém-contratado Jandrei é o favorito para herdar a vaga no gol - só precisa ter seu nome inscrito no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para poder estrear. Anderson e Léo são outras opções.

A ideia do departamento médico do Athletico-PR é que Santos volte a ficar à disposição do técnico Dorival Júnior na partida contra o Colo-Colo, em 8 de abril, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quarta rodada da Libertadores.

Pensando na estreia pela competição continental, Dorival Júnior decidiu escalar o time principal na próxima partida pelo Campeonato Paranaense. Será contra o Cascavel CR, em Curitiba, neste sábado.

Mais uma promessa do futebol brasileiro foi apresentado nesta terça-feira (18) pelo Real Madrid. Depois de Vinicius Junior, que começou no Flamengo, e Rodrygo, do Santos, o clube espanhol deu as boas vindas a Reinier, de 18 anos, outra cria das categorias de base do clube rubro-negro carioca. Emocionado, o atacante foi às lágrimas no salão nobre do estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

"Boa tarde a todos! Hoje (terça-feira) é um dia muito feliz para mim. Um dia que realizo um sonho de infância! Muito obrigado presidente e diretoria e a minha família, que sempre esteve comigo e acreditaram que seria possível chegar até aqui. Quero fazer parte da história desse clube. Hala Madrid!", afirmou Reinier, que se esforçou para fazer o pronunciamento em espanhol.

##RECOMENDA##

Antes da apresentação oficial, o ex-jogador do Flamengo assinou um contrato até 2026 e posou para fotos ao lado do presidente Florentino Pérez. Depois do evento no salão nobre, Reinier foi ao gramado do Santiago Bernabéu para saudar os torcedores presentes e fazer as tradicionais embaixadinhas e jogar bolas para arquibancada.

Flamengo e Real Madrid acertaram no final do ano passado a venda de Reinier por 30 milhões de euros (cerca de R$ 136 milhões), valor referente à multa rescisória. O clube rubro-negro ficará com 80% do valor (aproximadamente R$ 109 milhões) e os outros 20% pertencem ao jogador e seus representantes. O anúncio oficial da contratação só aconteceu em janeiro, quando o atacante completou 18 anos.

Em um primeiro momento, Reinier ficará à disposição do ex-atacante espanhol Raúl González no Real Madrid Castilla, o time B merengue, que disputa a terceira divisão espanhola. Vinicius Junior e Rodrygo fizeram o mesmo caminho antes de ganharem chances na equipe principal com o técnico francês Zinedine Zidane.

"Uma das obsessões desse clube é a busca pelo talento onde ele está. Por isso vamos incorporando jovens jogadores que possam ser as grandes figuras do futuro", ressaltou Florentino Pérez durante a apresentação de Reinier.

Antes de se apresentar ao novo clube, o atacante campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores pelo Flamengo em 2019 esteve na disputa do Pré-Olímpico com o Brasil, na Colômbia, e garantiu a vaga nos Jogos de Tóquio-2020.

Com o título do Campeonato Inglês bem encaminhado, o Liverpool inicia nesta terça-feira sua tentativa de defender o título da Liga dos Campeões. Mas que o status de atual campeão, o time inglês carrega a imagem de time a ser batido no futebol europeu. O adversário é o Atlético de Madrid, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, a partir das 17h (horário de Brasília). A volta será em Anfield Road, no dia 11 de março.

A equipe de Jurgen Klopp possui um estilo de jogo consolidado, entrosado e eficiente. Na Premier League, o time ostenta a segunda maior sequência invicta da história do torneio. Conquistou 76 pontos dos 78 possíveis e assegurou com 12 rodadas de antecipação a classificação para edição 2020/2021 da Champions League. São 25 pontos de vantagem sobre o Manchester City, segundo colocado. As principais dúvidas são quantos recordes ainda serão quebrados até o final da temporada. O título está praticamente certo.

##RECOMENDA##

O técnico Jurgen Kloop escalou equipes reservas na Copa da Liga da Inglaterra e na Copa da Inglaterra. Na primeira fase, o Liverpool foi o primeiro colocado do Grupo E com 13 pontos. Com essa boa campanha, a equipe pode poupar atletas e planejar seus compromissos para a Liga dos Campeões. O time deve ter o regresso de Fabinho e Joel Matip depois de longas ausências.

O Atlético de Madrid encontrou inúmeras dificuldades para superar a fase de grupos. Precisou suar até a última rodada para garantir a segunda colocação da chave D com a vitória, por 2 a 0, sobre o Lokomotiv Moscou, em casa, o que lhe permitiu alcançar dez pontos. Foram seis a menos que a líder Juventus.

A campanha reflete as oscilações da temporada. O time foi eliminado de forma precoce da Copa do Rei da Espanha pelo pequenino Leonesa, da terceira divisão, e perdeu a Supercopa da Espanha para o Real Madrid. A equipe ainda não conseguiu se recuperar da saída do francês Antoine Griezmann. Por outro lado, o português João Félix, contratado por 120 milhões, não está cumprindo as expectativas.

O técnico Diego Simeone também vive um período de pressão. Ele recebeu altos investimentos para contratações nos setores de meio-campo e ataque, mas o time cria pouco. No sábado passado, empatou por 2 a 2 com o Valencia depois de estar ganhando por 2 a 0. Com 40 pontos, a equipe ocupa a quarta colocação no Campeonato Espanhol.

O surto de coronavírus que atinge a China tem causado indecisão no futebol local. Os campeonatos estão paralisados por tempo indeterminado e os clubes treinam em outros países ou até liberaram o elenco. Os jogadores passam por exames médicos diários, em uma rotina que gera angústia e atrapalha o planejamento para a temporada. Dos 16 clubes da Primeira Divisão, 13 estão treinando fora da China. Os outros três deram folga a seus atletas.

O meia Renato Augusto atualmente está na Tailândia com os companheiros do Beijing Guoan. O elenco fazia pré-temporada na Espanha quando o surto de coronavírus teve início na China. Desde então, os jogadores não retornaram ao país. "Vamos ver como estará a situação na China mais para a frente. Ninguém sabe exatamente o que vai acontecer. Em princípio, os campeonatos por lá estão adiados por tempo indeterminado", disse Renato Augusto ao Estado.

##RECOMENDA##

Mesmo fora da China, as equipes convivem com o medo de contágio. O Beijing Guoan, por exemplo, só pode fazer amistosos na Tailândia se o elenco passar por exames antes de entrar em campo. O Chongqing Lifan teve dois amistosos cancelados pelos adversários. Já o Manchester United, da Inglaterra, mudou de hotel na Espanha para não ficar hospedado no mesmo lugar do Dalian Yifang.

O Guangzhou Evergrande é um dos clubes que liberaram seus jogadores, e o meia Talisca e o atacante Elkeson aproveitaram para retornar ao Brasil. Talista treina por conta própria, enquanto Elkeson mantém a forma física no Vitória. No último fim de semana, o Shanghai SIPG dispensou o elenco da pré-temporada em Dubai. O atacante Hulk veio ao Brasil e domingo foi ao Allianz Parque para acompanhar a partida entre Palmeiras e Mirassol.

O brasileiro José Jober, preparador de goleiros do Chongqing Lifan, conta que o time está em Okinawa, no Japão, desde 28 de janeiro. A previsão inicial era retornar para a China no último dia 14, mas a viagem de volta não tem data. O que está certo é apenas que o período de treinos no Japão vai ser ampliado pelo menos até o dia 26.

"É ruim trabalhar sem uma direção, sem uma previsão. Nós, que trabalhamos com esporte de alto rendimento, sempre temos que nos planejar. Por exemplo, tínhamos planejado três amistosos aqui no Japão, mas duas equipes desmarcaram. Não podemos afirmar o real motivo da desistência, mas talvez o receio de expor seus jogadores contra uma equipe que veio da China", conta Jober.

No Japão, o elenco Chongqing Lifan é monitorado de perto. "O médico do clube e sua equipe diariamente verificam se estamos com febre e fazem o controle e monitoramento. Usamos máscara quando saímos do hotel e tomamos os cuidados de higiene. "Em todos os lugares tem álcool gel", disse.

A epidemia do coronavírus ainda pode causar mais mudanças envolvendo jogadores e clubes da China. No domingo, Marcelo Moreno foi anunciado pelo Cruzeiro após ter rescindido contrato com o Shijiazhuang Ever Bright. O jogador tinha vínculo por mais dois anos e abriu mão de cerca de R$ 50 milhões que tinha a receber. O surto de coronavírus pesou na decisão do atacante, que estava treinando com o elenco em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

O Campeonato Chinês começaria no dia 21 de fevereiro, mas está suspenso por tempo indeterminado. Outros eventos esportivos também foram paralisados. A expectativa é de que o país volte a ter as competições partir de abril, mas pode não se confirmar. A Fórmula 1, por exemplo, adiou na semana passada o GP da China que aconteceria no dia 19 de abril.

Lanterna do Grupo B e também da classificação geral do Campeonato Paulista, com apenas dois pontos em seis jogos, o Botafogo, de Ribeirão Preto (SP), anunciou nesta segunda-feira a contratação do técnico Claudinei Oliveira, que substitui Wagner Lopes, demitido no último domingo.

O profissional de 50 anos está sem clube desde o início de agosto do ano passado, quando deixou o Goiás. Seu contrato com o Botafogo-SP vai até o final do ano e o primeiro objetivo é livrar o time do rebaixamento para a Série A2 paulista.

##RECOMENDA##

Apresentado ao elenco nesta segunda-feira, Claudinei Oliveira vai estrear na sexta contra a Inter de Limeira, às 16 horas, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela sétima rodada do Paulistão. "É um momento difícil. Conheço alguns atletas do grupo e acho que se todos estiverem juntos conseguiremos resgatar a equipe", disse o novo treinador tricolor.

Claudinei Oliveira iniciou a sua carreira no Santos em 2013 e depois passou por Paraná, Athletico-PR, Vitória, Avaí, Sport e Chapecoense, além do Goiás.

Depois de apresentar o seu uniforme com modelos de biquíni em 2016 e de colocar jogadoras do time profissional como gandulas em jogo do Campeonato Mineiro deste ano, o Atlético-MG voltou a ter o seu nome envolvido em uma polêmica sobre machismo e assédio. Na apresentação do elenco do time feminino para a temporada, a mascote do clube, o "Galo Doido", no domingo, no estádio do Mineirão, fez a zagueira Vitória Calhau dar uma "voltinha" para olhar o corpo da atleta.

Pelas redes sociais, a namorada da jogadora se manifestou. "A reação dele esfregando as mãos e passando a mão na boca me dá nojo, já me incomodaria sendo uma pessoa que não conheço, mas me incomoda mais ainda sendo minha namorada. São atletas profissionais, estão ali pela profissão, serem reconhecidas como jogadoras não por corpo ou beleza!", disse Lorraynne Macedo, atleta do Flamengo.

##RECOMENDA##

Em nota, o Atlético-MG lamentou o ocorrido e disse que o funcionário que dá vida ao "Galo Doido" foi "sumariamente afastado" de suas funções. "O Atlético-MG lamenta e repudia o comportamento do funcionário, que foi sumariamente afastado. Pedimos desculpas à atleta, às demais jogadoras e a todas as torcedoras e torcedores pelo lamentável ato".

O fato ocorreu durante o intervalo da partida que terminou em derrota do Atlético-MG para a Caldense por 2 a 1, em confronto válido pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. No mesmo evento, o centroavante Diego Tardelli foi apresentado aos torcedores para sua terceira passagem pelo clube mineiro.

Já o time feminino do Atlético-MG estreia no Campeonato Brasileiro A-2 no dia 15 de março, em casa, contra o Vila Nova-ES. Local e horário dos jogos da competição serão divulgados pela CBF.

RECORRENTE - No começo desta temporada, o Atlético-MG foi criticado por colocar seis atletas do time profissional como gandulas na vitória da equipe sobre o Tupynambás por 5 a 0, pelo Campeonato Mineiro. O clube alegou que o convite para a função também foi feito para os jogadores do time masculino sub-20. Como as jogadoras dividem o mesmo espaço de treinos, tanto masculino como feminino tiveram as mesmas oportunidades.

Em 2016, o time alvinegro também se envolveu em polêmica ao lançar o seu uniforme com modelos trajando biquínis. Para piorar, nas instruções de lavagem, a empresa Dry World colocou como instrução: "Dê para sua esposa". Na época, o presidente Alexandre Kalil, atual prefeito de Belo Horizonte, tentou deslegitimar a discussão gerada: "Num país com tanta roubalheira, implicar com bunda de fora parece sacanagem. Esse assunto já deu", escreveu em seu Twitter.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando