Tópicos | google stadia

Nesta terça-feira (15), aconteceu o ‘Made by Google’, evento que traz as novidades em dispositivos, produzidas pela gigante da internet. Entre os lançamentos mais esperados estavam a nova versão do Pixelbook, o Nest Mini e - a cereja do bolo - o Pixel 4. O que poderia ter sido uma apresentação incrível - cheia de produtos inovadores, soou fria por confirmar praticamente todos os vazamentos que acontecem há meses na web. 

O próprio Pixel 4, considerado o telefone mais vazado da história da internet, correspondeu às expectativas com seu design. A aparência do aparelho já havia sido confirmada pela empresa após dezenas de rumores e até mesmo suas cores foram descobertas antecipadamente. Recursos como o sistema Soli, de sensor de movimento também foram apresentados e, apesar de ser extremamente empolgante, não conseguiu arrancar suspiros da plateia. 

##RECOMENDA##

Mas isso não é necessariamente uma coisa ruim. Se você não se incomoda com spoilers ou estava evitando ler notícias relacionadas aos rumores sobre os aparelhos, vai poder saborear toda a tecnologia desenvolvida pela empresa com a mesma empolgação. O Stadia ganhou, finalmente, uma data de lançamento, O Pixelbook Go (que também havia sido vazado) chega com processador Intel Core m3, i5 ou i7 de 8ª geração, dependendo da quantidade de memória RAM (que varia entre 8GB e 16 GB) e o Nest Mini está disponível para os brasileiros.

Foi um caldo frio, se pensar que a empresa não conseguiu surpreender aqueles que já acompanhavam seus produtos, mas por outro lado, a confirmação dos rumores, de tecnologias realmente funcionais, devem empolgar o mercado a medida que os produtos forem sendo disponibilizados. 

[@#video#@]

Para quem estava se perguntando quais títulos seriam disponibilizados no novo serviço de streaming de jogos do Google, a empresa aproveitou o começo da semana para anunciar muitos nomes para gamer nenhum botar defeito. Em um painel chamado Stadia Connect, realizado nesta segunda-feira (19), o catálogo da companhia deu uma animada para quem ainda estava desconfiado se valeria a pena assinar o serviço.

A companhia aproveitou o primeiro dia da Gamescom 2019 - uma das mais importantes feiras de jogos da Europa - para divulgar títulos como Cyberpunk 2077, Watch Dogs, Kine, Orcs Must Die 3, Windjammers 2, Destroy All Humans!, Superhot, Attack on Titan 2: Final Battle e muitos outros. 

##RECOMENDA##

No começo do ano, 30 jogos já haviam sido divulgados, em uma apresentação da empresa na E3 2019. Os títulos apresentados hoje, devem ser conferidos entre o final do semestre e o início de 2020. Quem quiser assinar o serviço deve, além de adquirir o chromecast do Stadia, comprar os controles personalizados. A mensalidade ficará em US$ 10 (aproximadamente R$ 40) e a plataforma deverá começar a funcionar dia 6 de novembro.

Confira a lista completa de games

[@#video#@]

Cyberpunk 2077

Kine

Orcs Must Die 3

Windjammers 2

Destroy All Humans!

Superhot

Attack on Titan 2: Final Battle

Assassin's Creed Odyssey

Baldur's Gate 3

Borderlands 3

Darksiders Genesis

Destiny 2: The Collection

DOOM

DOOM Eternal

Farming Simulator 19

Get Packed

Ghost Recon Breakpoint

Gods & Monsters

GRID

GYLT

Just Dance 2020

Marvel's Avengers

Metro Exodus

Mortal Kombat 11

NBA 2K20

Rage 2

Rise of the Tomb Raider

Shadow of the Tomb Raider

The Crew 2

The Elder Scrolls Online

Thumper

Tom Clancy's The Division 2

Tomb Raider: Definitive Edition

Trials Rising

Watch Dogs Legion

Wolfenstein: Youngblood

O Google anunciou, nesta quinta-feira (6), detalhes sobre o lançamento do Google Stadia, o serviço de streaming de jogos da empresa. Em uma live, no YouTube,  o vice-presidente da companhia Phil Harrison explicou como será o serviço e mostrou valores e acessórios e quando chegará ao mercado.

Ao contrário do que estávamos esperando, o Google Stadia não funcionará como o Netflix, por exemplo. Os games disponíveis deverão ser comprados pelo usuário pelos mesmos valores das lojas. Eles ficarão guardados na nuvem para serem jogados em qualquer aparelho- smartphone, TV, desktop, etc. Eventualmente a gigante dos computadores deve lançar seus próprios títulos, mas isso ainda não é confirmado.

##RECOMENDA##

Preço e lançamento

Aqueles que tiverem interesse no serviço devem, além de adquirir o chromecast do stadia, os controles personalizados do serviço. Além disso, será cobrada uma taxa de US$ 10, por mês (aproximadamente R$ 40). Presente em 14 territórios diferentes, incluindo os EUA, Reino Unido e Canadá, o serviço chega com pelo menos 31 jogos de 21 diferentes editores.

Para empolgar os usuários com a novidade a empresa disponibilizou, a partir de hoje (6), a pré-venda do Google Stadia, que será lançado oficialmente em novembro. Chamada de “Edição do Fundador da Stadia” o usuário pode adquiri-la por US$ 130. O valor contempla um Chromecast Ultra para conectar à sua TV e uma edição azul-escura do e três meses de serviço premium grátis para você e um amigo. A empresa deve expandir o serviço, assim como lançar uma versão gratuita, em 2020.

O Stadia Pro oferece 4K, streaming de 60fps com HDR e som surround 5.1, para um mínimo de 35Mbps de banda larga, necessários para acessar catálogo gratuito. O lançamento de nível gratuito, em 2020, será limitado a 1080p60 com som estéreo e requer 10Mbps de largura de banda para transmitir a 720p. O serviço ainda não tem previsão de chegar ao Brasil.

LeiaJá também

--> Antes da E3: Confira os anúncios oficiais

--> Google lança Wi-Fi grátis no Brasil

Faltam apenas cinco dias para a conferência de jogos mais importante do mundo e muitas empresas já começam a soltar spoilers dos que vem por aí. Nesta quinta-feira (6), tanto a Bungie quanto o Google vão transmitir ao vivo informações do Destiny 2 e Google Stadia, respectivamente. Além deles, a Nintendo também aproveitou essa semana para divulgar a data de lançamento dos games de Pokémon Sword e Shield - grandes expectativas do seu stand no evento.

Para quem não sabe o Google Stadia é o próximo serviço de streaming de jogos do Google, que reproduzirá os títulos por serviço de nuvem e deve hospedar nomes como Doom Eternal e o próprio Destiny 2. Além dos jogos suportados, também é provável que a gigante da internet fale sobre preços e prazos de lançamento.

##RECOMENDA##

Playstation, presente

Apesar de não ir à E3 este ano, a Sony tem aproveitado para - sempre que há oportunidade - dar detalhes sobre seu novo console, chamado até agora de Playstation 5. Em entrevista ao site CNET, o CEO da empresa, Jim Ryan, revelou alguns detalhes sobre o videogame, que deve chegar ao mercado em 2020.

A novidade virá com um SSD padrão, ao invés do disco rígido do PS4. O novo console deve suportar gráficos 8K, com um processador de 8 núcleos, carregar games mais rapidamente e ser retrocompatível com a geração anterior. Vale salientar que, recentemente, a Sony assinou um acordo com a Microsoft, para trabalhar uma tecnologia de streaming de jogos, aparentemente para competir com serviços como Apple Arcade e Google Stadia.

A transmissão ao vivo do Google começa nesta quinta-feira (6), às 14h - horário de Brasília.

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando