Tópicos | Aplicativo

Um motorista de aplicativo foi surpreendido enquanto rodava com um cliente na Cidade do México, no início deste mês. Após ouvir um barulho estranho vindo do porta-malas, Chris Astudillo abriu o compartimento e viu a esposa e o filho escondidos. Após ser descoberta, ela revelou que se escondeu para saber os passos do marido.

"Imagina você estar num Uber e então descobrir que a mulher do motorista está escondida na mala do carro para espioná-lo!", escreveu o condutor nas redes sociais. Ele só percebeu que algo estava errado após ouvir o choro do filho, segundo a repórter Aranza Andrade.

##RECOMENDA##

Após ser descoberta espremida no porta-malas, a esposa começou a chorar e foi autorizada pelo passageiro de Chris a sentar no banco do carona junto ao filho.

 

O aplicativo de transporte 99 firmou uma parceria com os postos Shell que vai beneficiar os condutores integrados à plataforma com o desconto de 5% no abastecimento. Para conquistar o abatimento, os 600 mil motoristas da startup brasileira devem baixar o app de pagamento desenvolvido pela rede de postos de combustível, disponível para iOS e Android.

Os condutores interessados no desconto devem possuir o Cartão99 da bandeira MasterCard e vinculá-lo como forma de pagamento ao aplicativo Shell Box. Após o cadastro, a redução no valor do abastecimento de etanol e gasolina será permitida, segundo a 99. A promoção não se estende ao abastecimento de gás natural. 

##RECOMENDA##

 O objetivo é difundir a plataforma para proporcionar mais agilidade e segurança às viagens dos 18 milhões de clientes no país. Outros benefícios como o acúmulo de milhas também são prometidos na plataforma.

 

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou o Whatsapp como principal fonte de informação dos entrevistados: 79% disseram receber notícias sempre pela rede social.

O ambiente possui mais de 136 milhões de usuários no Brasil, sendo a plataforma mais popular juntamente com o Facebook.

##RECOMENDA##

Depois do Whatsapp, outras fontes foram citadas, misturando redes sociais e veículos tradicionais na lista dos locais onde os brasileiros buscam se atualizar. Apareceram canais de televisão (50%), a plataforma de vídeos Youtube (49%), o Facebook (44%), sites de notícias (38%), a rede social Instagram (30%) e emissoras de rádio (22%). O jornal impresso também foi citado por 8% dos participantes da sondagem e o Twitter, por 7%.

No caso da televisão, o percentual foi maior entre os mais velhos: 67% dos consultados com mais de 60 anos disseram se informar sempre por esse meio, contra 40% na faixa entre 16 a 29 anos.

Já o Youtube apareceu como mais popular entre os mais jovens. Os que afirmaram ver vídeos sempre na plataforma chegaram a 55% na faixa de 16 a 29 anos, contra 31% entre os com 60 anos ou mais.

No caso do Instagram, a diferença é ainda maior. Entre os jovens, 41% relataram buscar informações sempre na rede social. Já na faixa dos 60 anos ou mais, o índice caiu para apenas 9%.

A pesquisa também avaliou os hábitos dos entrevistados nas redes sociais. O tipo de ação mais comum foi a curtida de publicações, ato realizado sempre por 41% dos participantes da sondagem. Em seguida, vieram compartilhamento de posts (20%), publicar conteúdos (19%) e comentar mensagens de outros (15%).

Método

A pesquisa ouviu 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os estados e no Distrito Federal. As entrevistas foram realizadas por telefone no mês de outubro.

A amostra foi composta de modo a buscar reproduzir as proporções da população, como as de gênero, raça, região, renda e escolaridade. Segundo os autores, o nível de confiança é de 95%, com margem de erro de dois para mais ou para menos.

Os usuários que ativarem a nova função poderão receber lembretes, criados previamente, como se fossem mensagens normais.

O popular aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp ajudará seus usuários a não esquecer nada graças a uma nova parceria com o aplicativo de lembretes Any.do

##RECOMENDA##

Para criar uma nota basta enviar uma mensagem diretamente ao assistente virtual do Any.do no WhatsApp, ou então reenviar mensagens de qualquer conversa no aplicativo. A nova funcionalidade permitirá definir a hora exata em que o lembrete deve ser ativado.

"Uma maneira rápida e fácil de criar e organizar lembretes durante uma conversa! Crie facilmente lembretes e receba alertas no WhatsApp em qualquer dispositivo compatível", anunciou o serviço Any.do.

No entanto, a função só estará presente para quem optar por uma conta paga da parceira do aplicativo de mensagens, Any.do Premium, através das configurações do Any.do.

Da Sputnik Brasil

O Google divulgou, nesta segunda-feira (9), duas atualizações para usuários do Maps. Quem tem o aplicativo de mapas em telefones com iOS instalado agora poderá ativar o modo anônimo durante a navegação. Além disso, a empresa também anunciou que a ferramenta passará a permitir a exclusão de vários locais do histórico de navegação de uma vez só.

Modo Anônimo

##RECOMENDA##

O recurso já estava disponível para Android, mas deve chegar aos poucos para os usuários da maçã. Ao longo deste ano, por conta de uma mudança de estratégia da empresa em relação a preservação da privacidade de seus utilizadores, o Google passou a mudar a forma como seus aparelhos coletam informações das pessoas. Dando mais garantias de privacidade.

O modo de navegação anônima no iOS funciona da mesma maneira que no Android. Quando acionado tanto os lugares pesquisados, quanto a navegação de um lugar para outro, não serão salvos em sua Conta do Google. Também não será possível ver recursos personalizados no Google Maps, como recomendações de restaurantes com base nos lugares visitados anteriormente. O modo anônimo também não atualizará o Histórico de Localização. Assim, os lugares visitados não serão salvos na Linha do tempo.

Quem procura não acha mais

A outra atualização é referente à Linha do tempo. A ferramenta usa o Histórico de localização para ajudar o usuário a lembrar mais facilmente dos lugares e rotas que visitou. Agora, além de coletar os dados será possível excluir em massa todos os trajetos que você fizer usando o app.

É possível encontrar e excluir rapidamente vários locais da Linha do tempo e do Histórico de localização de uma só vez. O usuário ainda poderá escolher se vai excluir todo ou apenas parte da sua Linha do tempo, inclusive por período das configurações do Histórico de localização. 

Quem acredita ao menos um pouco em signos do zodíaco sabe que, quando se fala de geminianos, dificilmente um adjetivo bom entrará na mesma frase em que eles se fazem presentes. Tidos como os personagens mais odiados da astrologia, por conta de sua personalidade dual e eclética, os nascidos sob o sol de gêmeos são frequentemente citados como fofoqueiros, inconstantes e pouco confiáveis. Apesar disso, uma pesquisa feita pelo aplicativo de paquera Happn mostrou que, apesar de mal falados, os geminianos estão entre os maiores interesses dos solteiros que usam a ferramenta.

‘Deus me livre, porém, quem me dera’

##RECOMENDA##

O aplicativo fez uma análise de quais signos dão mais ‘Crush’ na plataforma, ou seja, quais estão presentes na maioria das combinações. Para surpresa total de quem só continua a conversa depois de saber o mapa astral do interessado, geminianos são a maioria dos matchs, seguidos por capricornianos e arianos - empatados no segundo lugar. 

O Top 10 das combinações mais frequentes no happn:

Capricórnio e Gêmeos

Áries e Gêmeos

Áries e Capricórnio

Gêmeos e Virgem

Gêmeos e Touro

Câncer e Gêmeos

Capricórnio e Virgem

Áries e Virgem

Áries e Touro

Capricórnio e Touro

Além disso, a pesquisa também mostra que estes signos se dão bem com todos os outros - ao menos no campo da paquera - estando entre aqueles que mais combinam com uma variedade de personalidades. Provavelmente, resultado da boa lábia dos nativos deste signo.

Mais de um milhão de estudantes já podem acessar a ID Estudantil, uma carteirinha estudantil digital e gratuita fornecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para ter acesso, os estudantes cadastrados no  Sistema Educacional Brasileiro (SEB) devem baixar o aplicativo “ID Estudantil” nas lojas virtuais de celulares. 

Segundo um balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até às 13h desta quarta-feira (27), 1.004.678 alunos, 2.197 instituições de educação básica e 408 de educação superior estavam cadastrados no SEB. Os usuários que ainda não baixaram o aplicativo e quiserem conferir as informações de seus cadastros devem acessar o site da ID Estudantil

##RECOMENDA##

O cadastro dos estudantes no sistema é realizado por gestores das instituições de ensino básico e superior e não tem um cronograma específico. Ele pode ser feito a qualquer momento. Confira, a seguir, um passo a passo da ID Digital, elaborado pelo Inep para gestores e estudantes: 

Se a instituição tiver enviado os dados, basta os alunos baixarem o app, encontrado na área "Governo do Brasil”, nas lojas virtuais. Os usuários vão precisar inserir o CPF, o nome completo, telefone para envio de SMS e e-mail. O próximo passo é aceitar os termos e políticas de uso do aplicativo. Depois disso, os estudantes deverão acessar “Minha ID Estudantil” para, então, obter o documento em formato digital.

A nova carteirinha estudantil tem custo zero ao usuário. Para o governo, custa R$ 0,15 a unidade. A emissão faz parte de contrato com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que também inclui o desenvolvimento do aplicativo, serviço de hospedagem na internet, manutenção, entre outros. O valor global do contrato é de pouco mais de R$ 12 milhões, com vigência de 12 meses, renováveis por mais 60.

O SEB será uma forma de controle. O ano de 2020 será de transição, mas a partir de 1º de janeiro de 2021 toda e qualquer instituição que for emitir a carteirinha deverá consultar o banco de dados antes. Isso serve para assegurar que o beneficiário da identificação estudantil é, de fato, um aluno.

Na ID Estudantil, a tecnologia vai combater as fraudes desde o início. Os estudantes de 18 anos ou mais devem tirar uma foto do próprio rosto para comparar com a da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) disponível no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Caso não seja habilitado, deve tirar foto de frente e verso da Carteira de Identidade (RG) para comparação da imagem da face. Isso servirá para coibir fotos falsas ou de terceiros.

O CPF é informado pelo representante da instituição de ensino no SEB. Tanto o CPF quanto o login único gov.br, onde constam diversos serviços do governo federal, são importantes para o serviço. No caso dos menores de idade, é preciso que o responsável legal baixe o app e permita que o jovem tenha acesso. Só aí é que os alunos poderão fazer o download da ID Estudantil.

LeiaJá também

--> MEC lança carteira de estudante digital

--> MEC lança portal informativo da ID Estudantil digital

Os usuários do WhatsApp estão ansiosos pela atualização que insira o aplicativo de mensagens na tendência de readaptações visuais que outros aplicativos de comunicação estão assumindo. Enquanto a versão não é lançada, uma possibilidade nas configurações dos smartphones com Android 10 pode transformar em 'modo escuro' a interface do app. As informações são do Tudocelular.

O primeiro passo é abrir as 'Configurações' do aparelho, selecionar a opção 'Sobre o telefone' e depois clicar sete vezes rapidamente no número de compilação da plataforma, para liberar as 'Opções de Desenvolvedor'. Em seguida, ative o recurso 'Override force-dark'cou 'Prevalecer modo escuro'.

##RECOMENDA##

Além do WhatsApp, os demais aplicativos do celular vão assumir a nova tonalidade. A “solução” do próprio sistema operacional é válida enquanto os usuários aguardam o modo escuro desenvolvido para o app.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta terça-feira (19) uma nova versão do Anatel Consumidor, ferramenta por meio da qual recebe queixas contra as operadoras que prestam serviços de telefonia móvel, internet e de TVs por assinatura.

As reclamações podem ser feitas tanto por meio do aplicativo Anatel Consumidor quanto pelo site da agência. Para quem não tem acesso à internet, há, ainda, um canal de atendimento por meio de call center, no telefone 1331.

##RECOMENDA##

Ao disponibilizar essas ferramentas, a Anatel busca fazer do consumidor um agente ativo para melhor regulação do mercado. A ideia é dar ao usuário cada vez mais informações e instrumentos para que, dotado de informações sobre preços e qualidade, ele “se torne um agente ativo na regulação do mercado”.

Anatel Consumidor

“A Anatel trabalha na perspectiva de empoderamento do consumidor, razão pela qual temos um canal de atendimento para que registrem suas reclamações. Esse canal tem se revelado efetivo, mas precisávamos aprimorá-lo”, disse à Agência Brasil o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Moraes, após a cerimônia de lançamento da nova plataforma do Anatel Consumidor.

A plataforma se integra a outros sistemas que tratam de questões envolvendo consumidores, “para trazer facilidades e mais interação do consumidor com a agência, de forma a registrar reclamações ou solicitações em relação às prestadoras de serviços de telecomunicações”, acrescentou Moraes.

O presidente da Anatel destacou que a apresentação do número do protocolo de reclamação obtido junto à empresa de telecomunicações é importante para facilitar a localização e o acompanhamento do caso, pela Anatel. “Mas, mesmo sem ele, é possível fazer a reclamação, de forma a colocar a Anatel como interlocutora na relação do consumidor com a empresa”, acrescentou.

Feita a reclamação junto à Anatel, as operadoras têm prazo de 10 dias corridos para dar um retorno, processo que pode ser acompanhado tanto por meio do aplicativo quanto por meio do site da agência.

Nível de satisfação

Outra novidade é que, a exemplo de aplicativos como o Uber, o consumidor informará seu nível de satisfação com a resposta apresentada pela operadora, dando a ela uma nota que varia de 1 a 5.

De acordo com a superintendente de Relações com os Consumidores da Anatel, Elisa Leonel, as mudanças devem-se também ao fato de a demanda de reclamações estar acima da capacidade suportada pelo sistema.

“Ele [o sistema] estava defasado do ponto de vista operacional. Nosso volume de atendimentos registra uma média de 3 milhões de reclamações por ano, já tendo apresentado pico de 4 milhões. Para se ter uma ideia do que esse volume representa, os Procons de todo o país, juntos, registram cerca de 500 mil reclamações por ano”, ressaltou.

Painéis de Dados

Na mesma cerimônia, a Anatel anunciou a disponibilização, em seu portal, dos novos painéis de dados de serviços de telecomunicações. Neles haverá dados sobre regulamentação, acessos, certificação, reclamações, demandas e diversos segmentos relacionados à competência legal da Anatel, respaldados por gráficos, mapas e indicadores do setor de telecomunicações, como quantitativos de acessos ou velocidade da conexão.

Segundo Moraes, o painel precisava ter uma configuração “mais amigável, inteligível e estruturada” sobre o setor regulado pela agência. “Trata-se de uma facilidade para quem acompanha o setor; para os investidores que querem ingressar no Brasil [inclusive para a oferta de equipamentos]; e para os acadêmicos que fazem estudos sobre o setor”, explica o presidente da Anatel.

 

Uma nova ferramenta da plataforma de táxi por aplicativo Uber passará a atender os usuários do transporte público de São Paulo. De acordo com anúncio realizado nesta quinta-feira (14) pela empresa e pelo Governo do Estado, o “Uber Transit” é o novo recurso inserido no próprio app que vai integrar os meios de deslocamento na região metropolitana da capital paulista. Com informações sobre linhas de ônibus, metrô e trens direto no dispositivo, os passageiros poderão comparar as opções disponíveis e planejar viagens completas ou parciais mesclando a utilização dos dois tipos de locomoção.
Ao digitar o local de destino no app, o usuário terá a opção “Transporte Público” junto àquelas já pertencentes à plataforma. Assim que o passageiro fizer a escolha, serão mostradas as melhores rotas para se chegar ao destino usando a rede pública de transporte, com horários de partida e chegada atualizados. O recurso também apresenta instruções de caminhada até os pontos de embarque e desembarque.
“A população deseja se deslocar de forma cada vez mais prática e um serviço como esse permite às pessoas planejar melhor suas viagens de ponta a ponta, podendo escolher o transporte público sempre que for mais conveniente e complementar com viagens de transporte privado no começo ou no final dos percursos”, considera o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.
A modalidade será disponibilizada durante as próximas semanas, conforme atualizações da própria plataforma. São Paulo é mais uma metrópole do mundo a ter a opção “Transporte Público” no aplicativo da Uber. O serviço já está presente em cidades como Londres (Reino Unido), Sydney (Austrália), Paris (França), Denver, Washington e Nova York (Estados Unidos).

Motoristas de transporte por aplicativo organizam uma carreata na manhã desta quinta-feira (14) no Recife. O ato ocorre após o homicídio de mais um motorista de aplicativo, na quarta-feira (13), no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife.

 A vítima, Eronides Albuquerque da Silva, de 39 anos, foi encontrada sem vida dentro do carro na Rua General Polidoro na madrugada da quarta. De acordo com a Polícia Civil, ele sofreu disparos de arma de fogo. Um inquérito foi instaurado para identificar os autores do crime.

##RECOMENDA##

 Nesta manhã, motoristas de aplicativo se concentram em frente ao Classic Hall, na divisa entre Recife e Olinda. Eles cobram medidas de segurança às empresas e ao governo do estado. Segundo o representante da categoria Thiago Silva, ocorreu uma reunião com o governo no início do ano, mas a situação não melhorou.

“Hoje a gente vai fazer barulho”, prometeu Thiago Silva. O percurso do ato não foi divulgado. Segundo Silva, foram seis homicídios de motoristas de aplicativo em Pernambuco em 2019.

Que Anitta é chegada a procedimentos estéticos e cirurgias plásticas não é segredo para ninguém. A cantora faz questão de falar sobre as intervenções pelas quais já passou em busca do visual dos seus sonhos. Na última quinta-feira (7), ela contou aos seguidores que seu novo objetivo é ficar com a boca igual ao efeito de um filtro do Instagram e que já passou por 'agulhadas' em uma clínica para chegar lá. 

Em seus stories, Anitta mostrou o resultado do procedimento que deveria deixar seus lábios tal qual o filtro que ela gosta de usar no aplicativo. Mas, ela não pareceu muito satisfeita com o resultado. "Eu queria mais! Está metida, mas não está. Queria mais pro alto. Vou voltar, doutor. Não acho que deu tanta diferença", disse. 

##RECOMENDA##

Ela também explicou para o público como foi a intervenção que fez. "Para quem quer saber, ele (o médico) não colocou nada embaixo, nem dos lados, foi só para dar uma arrebitada". Fazendo graça, Anitta ficou questionando os amigos que estavam junto a ela no momento se realmente precisava fazer mais aplicações. 

A Polícia Civil de Alagoas identificou um homem de 22 anos acusado de extorquir mais de R$ 13 mil de uma mulher que conheceu no aplicativo Tinder. Segundo a polícia, Paulo Cesar Gomes dos Santos Neto utilizava um perfil falso nas redes sociais para seduzir as mulheres.

A vítima é uma mulher de 41 anos de Maceió-AL. Paulo Cesar teria convencido ela a depositar R$ 13.510. O suspeito dizia que o dinheiro pagaria as despesas com o pai, que estava doente.

##RECOMENDA##

Paulo ameaçou divulgar fotos íntimas da mulher caso ela procurasse a polícia para denunciar o golpe. Ele foi indiciado por crime de falsa identidade, estelionato e constrangimento ilegal.

A gravadora Universal Music divulgou nesta segunda-feira (28) um jogo interativo sobre Sandy e Junior. Nas redes sociais, a Universal informou que a brincadeira inspirada na carreira da dupla vale prêmios. O site Sandy e Junior  - O Desafio reúne perguntas que marcaram a vida dos cantores, que disponibilizará para os fãs inscritos as moedas DigJoys.

Para participar, basta entrar com a conta do Facebook ou e-mail que está registrado no Spotify. Os interessados que acertarem a primeira etapa do desafio concorrerão a ingressos do último show dos artistas, no Rio de Janeiro, marcado para o dia 9 de novembro. Já no segundo momento, os fãs dos cantores poderão ganhar kits exclusivos.

##RECOMENDA##

Veja como funciona:

Ele serve para estudar o pensamento do presidente Xi Jinping e memorizar suas frases mais conhecidas, mas um popular aplicativo de propaganda do Partido Comunista Chinês (PCC) também poderia estar sendo usado para espionar seus usuários, de acordo com um grupo que defende a liberdade na Internet.

O aplicativo, cuja página principal mostra uma foto do presidente Xi em um fundo vermelho, chama-se "Xuexi Qiangguo". Segundo a mídia chinesa, foi baixado 130 milhões de vezes desde o seu lançamento em janeiro pelo Departamento de Propaganda do Partido Comunista.

##RECOMENDA##

Apresentado como uma ferramenta educacional, o aplicativo atribui pontos aos usuários quando eles compartilham artigos ou respondem a perguntas corretamente. Mas, por sua vez, os usuários também precisam fornecer uma infinidade de dados, como sua localização ou seu endereço de e-mail, diz o Open Technology Fund (OTF), um grupo financiado pelo governo americano que defende a liberdade na Internet.

As condições de uso do aplicativo também estipulam que os usuários podem ter que transmitir outros dados pessoais, como impressões digitais e o número do documento de identidade, dependendo das funções às quais desejam acessar.

Enquanto o Partido Comunista apresenta esse aplicativo como "um meio para os cidadãos demonstrarem lealdade e estudar seu país, o aplicativo os estuda", ironiza o OTF em seu site, referindo-se ao nome ambíguo do aplicativo.

Para chegar a essas conclusões, o Open Technology Fund se baseou em pesquisas da empresa alemã Cure53, especializada em segurança cibernética.

"Xuexi Qiangguo" escaneia o smartphone do usuário como se tentasse "averiguar quais aplicativos já foram instalados", aponta a empresa.

A investigação, realizada em agosto, limitou-se à versão Android do aplicativo. "É incomum ter tantos dados recolhidos", ressalta Jane Manchun Wong, especialista em segurança cibernética.

Suspeita-se que o governo chinês esteja recorrendo cada vez mais à tecnologia (câmeras de vigilância, reconhecimento facial) para vigiar sua população.

O governo também pede aos jornalistas chineses que utilizem o "Xuexi Qiangguo" para uma prova que deverão fazer no próximo mês para obter sua credencial de imprensa, segundo anúncio publicado semana passada.

Procurado pela AFP, o departamento de propaganda do Partido Comunista não respondeu sobre a questão.

Até às 19h desta quarta-feira (16), cerca de 2 milhões de estudantes já haviam consultado seus locais de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Isso significa que 39% dos 5,1 milhões de inscritos acessaram seus cartões de confirmação de inscrição no primeiro dia de consulta. Neste ano, as provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. 

Os participantes do Enem podem ter acesso aos cartões através da página do participante ou do aplicativo ENEM-INEP, disponível para download em aparelhos com os sistemas operacionais Android e IOS. Estudantes que precisem comprovar sua participação no exame podem expedir uma declaração, que também está disponível na Página do Participante.

##RECOMENDA##

O documento é personalizado, deve ser levado nos dois dias de prova e entregue ao aplicador do exame na porta da sala. As declarações para o primeiro dia de provas já estão disponíveis e o Inep não fornece essas declarações após a aplicação do certame.

LeiaJá também

--> Locais de prova do Enem já estão disponíveis

--> Enem: veja como recuperar senha e cadastrar novo e-mail

--> Mais de um milhão de Feras já sabem onde vão fazer o Enem

Embaixo dos escombros do prédio que desabou na manhã desta terça-feira (15), em Fortaleza, Ceará, o estudante David Sampaio resolveu enviar uma selfie para os seus familiares na tentativa de informar que estava tudo bem com ele. O jovem foi a oitava pessoa resgatada com vida pelos bombeiros.

Ainda não se sabe o quadro clínico de David, que foi encaminhado para um hospital particular da cidade. Ao G1, Albertine Felipe, primo da vítima, informou que Sampaio teve apenas ferimentos leves. "Tinha visto a notícia do desabamento e vi que poderia ter sido o prédio dele porque logo reconheci. Depois olhei no Google Maps para ver se era o mesmo prédio", confirma Felipe.

##RECOMENDA##

A foto, um tanto inusitada, foi enviada por David para o 'grupo da família' no aplicativo WhatsApp. O jovem morava no primeiro andar do edifício. Até o momento, 8 pessoas foram encontradas com vida entre os escombros pelo Corpo de Bombeiros. Uma outra pessoa foi socorrida já sem vida. Os bombeiros trabalham com a hipótese que ainda dez pessoas estejam desaparecidas.

Já está disponível o aplicativo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  A ferramenta contém informações pessoais dos candidatos, além de detalhes como datas e horários da prova, opção de língua estrangeira, atendimentos específicos e especializados, recursos de acessibilidade e, a partir do dia 26, os feras ainda terão os informes sobre locais de aplicação da prova.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o app podem ser encontrado na App Store (iOS) e na Play Store (Android). Também por meio da ferramenta, os candidatos poderão acessar, após o Enem, o gabarito e o resultado final do processo seletivo.

##RECOMENDA##

As provas da edição deste ano serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro. Para mais informações, acesse o site do Exame.

Desenhos animados a qualquer hora do dia, canais do YouTube focados em conteúdos infantis, jogos de celular feitos para faixas etárias menores de 5 anos. Vivemos tempos de conexão constante e este não é um privilégio apenas dos adultos. Todos os dias, milhares de crianças são influenciadas por conteúdos que assistem em tablets, smartphones e computadores. Dispositivos muitas vezes vistos como aliados dos pais, por distraírem os pequenos, mas que também podem ser grandes vilões do desenvolvimento infantil. Em meio a era ‘online’ você sabe qual o limite saudável do uso da tecnologia por crianças?

Danielle Clericuzi é mãe de Pietro, de 9 anos e defende o uso controlado dos dispositivos. “Eu comecei a dar acesso a ele usando o meu celular. Nunca permiti que ele tivesse o próprio tablet, sempre sob minha supervisão até para conseguir acompanhar o que ele acessa”, conta. Ela também estabelece limites de uso, dependendo do desempenho escolar ou das atividades extras que a criança precise realizar. “Hoje ele pode ficar uma hora, sempre bem controlada. Se estiver bem na escola, pode ficar mais tempo, mas se vai ter semana de prova não fica sob hipótese alguma”, afirma.

##RECOMENDA##

Apesar da vista grossa, ainda assim é difícil acompanhar tudo o que as crianças consomem online. “Nem sempre consigo assistir tudo o que ele assiste porque são muitos canais e é muita informação, mas sempre tento conversar com ele sobre o que ele tem visto”, diz e afirma que - quando o conteúdo é de um canal novo é importante sempre ver qual tipo de conteúdo é veiculado, para ter certeza que é apropriado para a faixa etária da criança.

Normas de criação de conteúdo mais rígidas

Para ajudar os pais nessa tarefa, no mês de setembro, o próprio YouTube - uma das plataformas mais usadas pelas crianças - tornou mais rígida a supervisão de conteúdos voltados ao público infantil. Em um comunicado oficial, a companhia afirmou que estaria mudando as permissões para os criadores de conteúdo. 

"Limitaremos a coleta de dados e o uso em vídeos feitos para crianças apenas ao necessário para apoiar a operação do serviço. Também deixaremos de veicular anúncios personalizados inteiramente sobre esse conteúdo, e alguns recursos não estarão mais disponíveis como comentários e notificações. Para identificar o conteúdo criado para crianças, os criadores serão solicitados a nos informar quanto o conteúdo deles se enquadra nessa categoria, e também usaremos o aprendizado de máquina para encontrar vídeos que visam claramente o público jovem, por exemplo, aqueles que têm ênfase em crianças personagens, temas, brinquedos ou jogos", diz o comunicado.

Essas restrições foram feitas após análises de especialistas e pais, tornando mais rígida a fiscalização em vídeos e canais com intuito de atingir o público infantil. "Com um boom no conteúdo da família e o aumento de dispositivos compartilhados, a probabilidade de crianças assistindo sem supervisão aumentou" diz a empresa.

Para a psicóloga Olga Miranda, esse não é apenas um papel das empresas, mas principalmente dos responsáveis pelo desenvolvimento dos pequenos. “Primeiro é preciso questionar o que vem acontecendo para os pais ou cuidadores estarem facilitando esse contato com celulares, tablets, TV”, diz. “O contato exacerbado da criança com as tecnologias é também uma forma de conforto para quem cuida delas. Hoje, parece que está sendo mais complicado fazer esse papel atencioso, mas completamente importante, que é de cuidar, brincar, ter esse tempo tão  precioso para criança”, afirma. 

O que diz a OMS

Em abril, a Organização Mundial de Saúde (OMS), lançou uma cartilha para ajudar os pais e responsáveis a entenderem qual é o limite saudável para uma criança ficar conectada. Para a agência de saúde crianças com até 5 anos não devem passar mais de 60 minutos assistindo a uma tela todos os dias. Já bebês com menos de 12 meses não devem ter nenhum acesso à dispositivos eletrônicos. Para a organização os responsáveis devem se esforçar para se envolver em brincadeiras interativas, principalmente para evitar a obesidade infantil.

Olga reforça esse posicionamento, alertando, inclusive para problemas neurológicos no futuro, mas ressalta que isso depende dos limites impostos por cada núcleo familiar.“Fala-se muito do sedentarismo, de alguns problemas neurológicos, todos resultantes do consumo passivo e excessivo de entretenimento, ou seja, recebe-se muitas informações ao mesmo tempo e isso pode acarretar, sim, em alguns sintomas. Mas não é uma regra”, diz a psicóloga. “Sair da zona de conforto é necessário, logicamente entendendo o limite de cada família”, afirma.

O WhatsApp admitiu o uso de envio massivo de mensagens -com sistemas automatizados contratados de empresas de marketing- durante a corrida presidencial de 2018. A confirmação foi feita pelo gerente de políticas públicas do aplicativo. Tal prática é considerada fraude, logo, é ilegal.

"Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas", afirmou o gerente de políticas públicas e eleições globais do aplicativo Ben Supple, em uma palestra no Festival Gabo.

##RECOMENDA##

De acordo com a Folha de São Paulo, ao decorrer das eleições, tanto empresários apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro (PSL), quanto apoiadores do candidato Fernando Haddad (PT), impulsionaram conteúdo desfavorável contra o adversário. Em março deste ano, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Edson Fachin chegou a multar o petista em R$ 176,5 mil por um site contrário ao líder do PSL.

Os gastos em contratos de softwares de disparos em massa contra candidatos, não foi declarado pelos empresários à Justiça Eleitoral, o que configura caixa dois. O TSE impede o uso dessas ferramentas.

Em relação ao uso do WhatsApp e a violação das regras das campanhas eleitorais, o representante acredita que "não viola desde que se respeitem todos os termos de uso [que vedam automação e envio massivo]. Todos estão sujeitos aos mesmos critérios, não importa se quem usa é um candidato à Presidência ou um camponês do interior da Índia".

 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando