Tópicos | google

Acusado pela União Europeia (UE) de abuso de posição dominante nas buscas de conteúdos on-line, o Google iniciou, nesta quarta-feira (12), sua defesa na Justiça continental, argumentando que as sanções da Comissão Europeia ameaçam a inovação na Internet.

A disputa entre o Executivo europeu, que vela pela concorrência dentro do bloco, e o grupo americano já dura dez anos. O Google foi multado três vezes por Bruxelas por um valor total de 8,25 bilhões de euros, em três casos diferentes.

##RECOMENDA##

De quarta a sexta-feira, as audiências no Tribunal Geral da UE serão concentradas em apenas um caso, conhecido como "Google shopping".

Em junho de 2017, a Comissão Europeia aplicou uma multa de 2,424 bilhões de euros ao Google por abuso de posição dominante, ao favorecer em sua ferramenta de busca seu próprio comparador de preços - o Google Shopping.

De acordo com Bruxelas, o Google preteriu seus concorrentes na lista de resultados da busca, o que os deixava menos visíveis para os consumidores.

Dois meses e meio depois, a empresa americana recorreu ao Tribunal Geral da UE, por considerar a decisão "equivocada dos pontos de vista jurídico, factual e econômico", segundo uma mensagem da empresa, à qual a AFP teve acesso.

"Se o Google tivesse que enfrentar a decisão da Comissão em 2008, não teria tido outra opção a não ser abandonar suas tecnologias inovadoras", disse o advogado da empresa, Thomas Graf, durante a audiência.

James Killick, advogado do CCIA Europe, que representa o lobby da indústria digital em Bruxelas, saiu em defesa do Google e ressaltou que as exigências da Comissão "podem prejudicar consumidores e usuários de Internet".

Para o advogado da Comissão, Nicholas Khan, o "colosso" Google ofusca qualquer concorrente.

"Sua posição de colosso da era digital é inegável e até recentemente incontestável", disse, antes de destacar que a situação provoca um "grave prejuízo à concorrência".

A decisão dos magistrados europeus, que pode ser objeto de recurso no Tribunal de Justiça da UE (TJUE), vai demorar alguns meses.

A sentença representará um teste para a comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, que desde sua chegada a Bruxelas no fim de 2014 aplica uma política inflexível com os gigantes do Vale do Silício.

Além do Google, na lista da dinamarquesa também está a Apple, empresa que foi obrigada a devolver à Irlanda 13 bilhões de euros por vantagens fiscais indevidas. A empresa também levou o caso à Justiça europeia.

Rivais do Google em outros setores acompanham de perto o caso "Google Shopping". As agências de viagem on-line Expedia e Tripadvisor alertaram na segunda-feira, em uma carta enviada à Comissão Europeia, sobre o abuso de posição dominante da empresa americana.

"O comportamento do Google constitui um abuso grave de sua posição de líder, que deve cessar porque, caso contrário, vai destruir a concorrência em todos os mercados em que decidir entrar", afirmou nesta quarta-feira o advogado alemão Thomas Höppner, que representa à Federação de Editoras de Imprensa da Alemanha.

No dia 13 de março, o Google irá realizar mais uma edição do Cresça com o Google, desta vez em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Por isso, a empresa entra em parceria com o Women Will , um programa de capacitação para criar oportunidades econômicas e promover desenvolvimento e o sucesso de mulheres pelo mundo. O evento é gratuito e será realizada no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, das 7h às 12h, e espera receber 10 mil mulheres. 

Segundo o Google, o programa já treinou mais de 25 mil mulheres e passou por 12 cidades. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas por meio do site do programa. O objetivo é desenvolver nas participantes novas habilidades técnicas, comportamentais e pessoais, com uma agenda abrangente e pensada especialmente nas necessidades femininas.

##RECOMENDA##

Nesta edição, as mulheres terão a possibilidade de iniciar um plano de desenvolvimento pessoal e de negócios que servirá de guia para quem deseja empreender, impulsionar seus negócios ou mudar de profissão. Ao final do evento, todas receberão o certificado de participação. 

 Entre os temas escolhidos para esta edição, destacam-se ferramentas digitais, negociação, técnicas de vendas, e liderança feminina. O conteúdo será ministrado por Googlers e facilitadoras da Rede Mulher Empreendedora. A mestre de cerimônia de evento será a YouTuber Maíra Medeiros, do canal Nunca te Pedi Nada. Para mais informações, as interessadas podem consultar o site do programa.

A equipe do Google aproveitou o Dia da Internet Segura, celebrado nesta terça-feira (11) para lembrar aos usuários de suas plataformas estratégias para evitar riscos online. A empresa focou principalmente na interação das crianças com a tecnologia. Mas lembrou que tem ferramentas como a Verificação de Segurança, o gerenciador de senhas, o Family Link, e o Teste de Phishing - que ensina a não clicar em e-mails maliciosos. 

5 dicas práticas para você usar em plataformas do Google

##RECOMENDA##

1. Denuncie conteúdos inadequados no YouTube. A empresa afirma que, apesar de fazer um controle rigoroso sobre os conteúdos, alguma coisa pode passar despercebida e, por isso, precisa da ajuda dos usuários. Você pode acompanhar cada caso no seu histórico de denúncias para saber o andamento de cada uma, dentro da plataforma. 

2. Saiba mais sobre quais dados o Google está coletando sobre você. Há algum tempo a empresa anunciou que seria possível excluir sua atividade do YouTube e no Google Maps. Os usuários que querem uma navegação ainda mais privada podem entrar em modo anônimo, fazendo com que a empresa não rastreie seus dados.

3. Com novas atualizações na assistente de voz, também é possível fazer com que seu telefone para de prestar atenção no que você está dizendo. Caso a assistente do Google seja acionada por algo que você disse em voz alta, basta dizer “Ok, Google, isso não era para você” e ela pedirá desculpas e deixar de ouvir. 

4. Verifique suas configurações de segurança e mantenha suas senhas a salvo. Acesse a Verificação de Segurança do seu smartphone ou navegador, para ajudar a proteger seus dados e dispositivos. Nela é possível gerenciar quais aplicativos de terceiros têm acesso aos dados da sua conta e também realizar o Check-up de Senha, no qual você descobre se alguma das suas senhas é fraca e como alterá-la. O  Google também possui um Gerenciador de Senhas na sua Conta para ajudar a lembrar e armazenar com segurança senhas fortes para todas as suas contas online.

5. Experimente o YouTube Kids com controle parental. Por último, uma das preocupações da empresa vem sendo o conteúdo gerado para crianças e sua plataformas. Por conta disso, a empresa recomenda que os pais usem o YouTube Kids para permitir que crianças menores de 13 anos assistam vídeos aconselhados para sua faixa etária. O YouTube Kids é um aplicativo separado, com vídeos voltados para a família e com controle dos pais. 

O Google divulgou na última quinta-feira (7) que está com inscrições abertas para o Code Jam to I/O for Women, um desafio de programação voltado para mulheres. O evento pretende reunir mulheres estudantes e profissionais de diferentes partes do mundo para resolver desafios algorítmicos complexos em uma competição de programação com duas horas e meia de duração.

As participantes que ficarem entre as 150 primeiras colocadas receberão um ingresso para a conferência de desenvolvedores do Google, o I/O 2020, que acontece de 12 a 14 de maio, em Mountain View, nos EUA. Lá, elas terão acesso a todas as novidades envolvendo as infinitas possibilidades do mundo dos códigos.

##RECOMENDA##

No ano passado, cerca de 183 inscrições foram preenchidas por mulheres da América Latina, em que 74 eram brasileiras. As inscrições são gratuitas, mas é preciso acessar o link para fazer o cadastro. As provas acontecem no dia 15 de fevereiro, às 10h da manhã, horário local.

O aplicativo de mapas da gigante Google, o Google Maps, apresentará novos recursos e um design renovado, anunciou a empresa americana de tecnologia nesta quinta-feira (6), no 15º aniversário de sua popular ferramenta de navegação.

Entre as novidades estão melhorias para quem viaja diariamente para o trabalho, em seus próprios veículos ou em transporte público, e outras que facilitam a busca por serviços ou entretenimento, afirmou o vice-presidente do produto Dane Glasgow, no blog oficial da empresa.

##RECOMENDA##

Nos últimos anos, o Google dominou o mercado de aplicativos de navegação, mas essas últimas melhorias em seu Google Maps parecem ter o objetivo de permanecer à frente diante da crescente concorrência no setor, com concorrentes de peso como a Apple, que recentemente introduziu uma atualização abrangente de sua própria ferramenta de mapas.

Esta nova versão do Google Maps está organizada em cinco guias, incluindo “explorar”, que oferece detalhes e avaliações de restaurantes, lojas, centros culturais e outros serviços. Além disso, possui o chamado “commute”, verbo em inglês que define o deslocamento frequente de um lugar para o outro e onde o Google promete oferecer as melhores rotas de e para o trabalho em qualquer meio de transporte.

O Google Maps possui mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês e o serviço apresenta mapas de mais de 220 países e territórios e, em 171 deles, oferece atualizações em tempo real das condições de tráfego.

No ano passado, o Google adicionou um recurso que prevê o quão ocupado um ônibus, trem ou metrô pode estar. O sistema foi aprimorado para relatar também a temperatura no transporte e se possui acessibilidade ou seguranças à bordo.

Quanto ao design, os “pinos” vermelhos que indicam um local serão agora multicoloridos, de acordo com a paleta do logotipo do Google. Para comemorar o aniversário, o ícone de um carro substituirá por tempo limitado o ponto azul que mostra a localização do usuário no mapa.

Acontece no próximo dia 30, o Brazil-UK Tech Summit, seminário internacional que será realizado pela primeira vez no país. O evento contará com a presença de especialistas britânicos para falar sobre os desafios na defesa do espaço cibernético, proteção de dados, democracia digital e inteligência artificial.

 Os especialistas devem debater sobre temas como os impactos dos conflitos digitais no panorama político internacional, desafios da Lei Geral de Proteção de Dados pessoais (LGPD) e tendências de regulamentação para a democracia digital. O encontro será realizado no Google Campus, em São Paulo, o seminário conta com o apoio do Consulado Britânico e é aberto ao público.

##RECOMENDA##

 Entre os assuntos abordados o desafio sobre as propagandas políticas no ambiente digital vai considerar as eleições municipais, que acontecem em outubro deste ano. O diretor de políticas públicas e governança do Twitter, Fernando Gallo, será o palestrante convidado que irá debater a decisão recentemente anunciada pelo Twitter de restringir as propagandas eleitorais em sua plataforma. O diretor irá analisar os desafios caracterizar conteúdos de usuários como mensagem política sob a perspectiva da democracia digital.

O seminário conta com o apoio do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS), a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), DarkTrace e ISH Security. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do evento até esta sexta-feira (24).

Serviço:

Brazil-UK Tech Summit

Data: 30/01

Horário: 13h – 18h

Local: Google for StartUps Campus | São Paulo (SP)

Contato Organização: (27) 98824-2641 | (61) 99608-0708

Com apoio do Google.org e da BID Lab a Junior Achievement, instituição mundial sem fins lucrativos, realizará um curso profissional de Suporte em TI, gratuito. Voltadas para jovens de 18 a 29 anos, as aulas acontecem no Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro. Os interessados em ter o certificado têm até o dia 25 de janeiro para realizar a inscrição pelo link.

 O treinamento busca preparar jovens para iniciar uma carreira na área de TI em nível inicial, compartilhando conhecimento técnico e desenvolvendo habilidades socioemocionais. Para participar do projeto é preciso ter concluído o Ensino Médio em escola pública, não estar trabalhando nem estudando e ter a renda familiar de até um salário mínimo. Não é preciso ter treinamento ou experiência profissional na área.

##RECOMENDA##

 São 240 horas de aulas presenciais e 60 horas de conteúdo online. Além da disciplina de TI, o curso também trabalha comunicação, ética, pensamento crítico, resolução de problemas e criatividade. Pernambuco é um dos 12 estados que devem receber turmas piloto do projeto. Até 2022, serão realizadas nove turmas no estado.

  Na capital pernambucana, a primeira edição acontece no Compaz Ariano Suassuna. A previsão de início é no dia 5 de fevereiro, com aulas presenciais de terça a sexta, das 13h às 17h. O treinamento deve seguir até junho deste ano.

Depois de ter sido bastante prejudicada com sanções norte-americanas, que impediram o uso de softwares do Google em seus smartphones, a Huawei está cada vez mais decidida a se tornar independente da gigante da internet. A fabricante chinesa de telefones anunciou que vai trabalhar com a empresa holandesa de mapeamento digital TomTom para colocar mapas em seus dispositivos, informou a Reuters.

 Em entrevista ao periódico internacional, um porta-voz da TomTom disse que o acordo foi fechado "há algum tempo", mas tornou-se público no final da semana passada. A empresa tem aplicativos de marca própria feitos tanto para iOS quanto Android e agora deve ajudar na criação dos exclusivos da Huawei. De acordo com o The Verge, a Huawei estaria construindo um sistema de mapeamento completo conhecido como "Map Kit". O software destinado a desenvolvedores de aplicativos, deve usar dados da gigante russa de tecnologia Yandex e das próprias "estações base de telecomunicações" da Huawei. 

##RECOMENDA##

 Enquanto o app não fica pronto a Huawei continua contando com o Google Maps. Porém, a tendência é que essa parceria tome caminhos diferentes, sendo resultado das sanções à empresa no ano passado.  A rachadura que tornou incerto o futuro de seus smartphones fez com que a gigante chinesa começasse a trabalhar no próprio sistema operacional HarmonyOS. Agora é buscar uma nova trilha para seguir.

O Google lançou nesta sexta-feira (17), um botão para você controlar as músicas que tocam no seu navegador. A empresa brincou com as ocasiões em que você tem muitas guias abertas e - de repente - percebe que há uma música ou vídeo tocando, mas não sabe de onde vem. O novo recurso presente no Chrome é justamente para poder controlar o que você escuta sem precisar mudar de aba.

A atualização foi acrescentada automaticamente ao navegador. Para usar o recurso basta clicar no ícone no canto superior direito do Chrome, onde fica a barra de endereço, abrir o novo hub de mídia e gerenciar o que está sendo reproduzido a partir daí. Ícones de reprodutores de áudio e vídeo ficam um abaixo do outro, com o que está rodando sendo o primeiro da lista.

##RECOMENDA##

Com as notificações de mídia em um único local fica mais fácil gerenciar cada reprodução de áudio e vídeo, sem precisar sair procurando diferentes guias. O botão já estava disponível em computadores Chromebooks desde agosto, e agora o hub de mídia no Chrome já funciona para Windows, Mac e Linux.

A empresa pretende aumentar a experiência de usuários criando suporte para chaves de hardware de mídia, facilitando o acesso à mídia, além da extensão e API Picture-in-Picture e API para ajudar a realizar multitarefas no navegador. Recentemente, o Google também lançou um novo recurso para proteger seus usuários com verificação da conta em duas etapas.

O Google anunciou, na última quinta-feira (16), que está simplificando a proteção avançada de aparelhos que têm acesso a uma conta vinculada à empresa. Quem possui uma conta do Google poderá ativar o serviço mesmo que seu telefone principal seja um iPhone.

O Programa Proteção Avançada criado pela gigante da internet bloqueia o acesso fraudulento à conta do Google utilizando a verificação em duas etapas. Ele se propõe a fornecer uma melhor defesa contra phishing - já que cria uma chave de segurança, além de proteger os dados pessoais do usuário, limitando o acesso de diversos aplicativos a eles.

##RECOMENDA##

Alguns aplicativos como WhatsApp e Telegram já possuem a verificação em duas etapas como forma de evitar que terceiros tenham acesso às informações compartilhadas dentro das plataformas. Usuários de iPhone que quiserem fazer o download do recurso devem fazer login no aplicativo Google Smart Lock para ativar uma chave de segurança no smartphone e, em seguida, visitar o site da proteção avançada. Proprietários de aparelhos Android podem ativar a chave de segurança clicando neste link.

O Google está - aos poucos - atualizando o visual da sua página de resultados para buscas feita pelo desktop. Agora, nas pesquisas feitas com a ferramenta, as notícias mais relevantes sobre o assunto aparecem no topo, seguida pelo logotipo dos sites, com seu endereço ou domínio. Antes, eles ficavam na parte inferior de cada item listado, abaixo dos links patrocinados, que passam a ser sinalizados com a palavra “Anúncio” em negrito.

As alterações devem fazer com que o usuário identifique as informações fornecidas pela plataforma de forma mais rápida e clara. Ao fazer uma pergunta para o buscador, as respostas também passam a ficar mais evidentes. O nome e o ícone do site contendo a informação aparece no alto do cartão de resultados, assim como a resposta dada ao questionamento, que consta no site. 

##RECOMENDA##

Se você procurar por produtos ou serviços a busca fica ainda mais direta, com os anúncios destacados, endereços de onde conseguir o serviço desejado, sites sobre o assunto e perguntas feitas por outros usuários sobre o tema - tudo isso na primeira página de exibição. Ano passado, a empresa atualizou a versão mobile do buscador trazendo também melhorias na área de busca, para melhorar a experiência do usuário na plataforma.

As notícias mais pesquisadas no mundo no principal buscador em 2019 reuniram desde esportes como a Copa América (primeiro lugar), a igreja francesa de Notre Dame, em segundo lugar, que ficou em evidência após incêndio no começo do ano, e a Copa do Mundo de Cricket, esporte muito comum na Índia, país com mais de 1 bilhão de habitantes.

O Furacão Dorian, que atingiu as Bahamas em setembro e seguiu para os Estados Unidos, ficou em quarto lugar nas buscas de notícias disponibilizada pelo Google Trends, a ferramenta do buscador que indica o que tem sido mais pesquisado pelos usuários de acordo com a localização em um determinado período. Em quinto lugar o destaque foi a Copa do Mundo de Rugby.

##RECOMENDA##

Dentre os assuntos mais procurados apareceram, em primeiro lugar, Índia X África do Sul, seguida do ator americano Cameron Boyce (que morreu em julho de 2019), Copa América, Bangladesh X Índia e o celular iPhone 11. Todas as principais buscas realizadas em 2019 podem ser conferidas no link.

Copa América, tabela do Brasileirão, Gugu Liberato, vagas de emprego e Gabriel Diniz. O que os cinco temas tão diferentes tem em comum? Foram os principais assuntos buscados no Google no Brasil em 2019. A análise foi disponibilizada pelo Google Trends, a ferramenta do buscador que indica o que tem sido mais pesquisado pelos usuários de acordo com a localização em um determinado período.

Dentre as perguntas mais buscadas em 2019 em primeiro lugar ficou o WhatsApp, ou o motivo da rede de mensagens instantâneas ter parado de funcionar (Por que o WhatsApp parou de funcionar hoje?). A segunda pergunta foi um tanto curiosa “Por que são 21 tiros de canhão?”, que trata da homenagem que marca o início dos trabalhos do Legislativo. Na sequência, vieram as perguntas “Por que o Japão está na Copa América?” (a seleção asiática foi convidada pela federação sulamericana), um questionamento musical “Por que Carlinhos Brown saiu do The Voice?” (segundo a emissora em que o programa é exibido, a saída é normal e faz parte do “revezamento de técnicos”). Em último lugar, a pergunta foi de cunho religioso “Por que não comer carne na Sexta-Feira Santa?” (segundo a fé católica é um sacrifício que deve ser feito na quaresma).

##RECOMENDA##

Dentre os acontecimentos mais pesquisados no Brasil no último ano o futebol apareceu no topo com a Copa América em primeiro lugar seguida da Copa do Mundo de Futebol Feminino e Libertadores. Brumadinho ficou em quarto lugar e em quinto o Dia dos Professores. Para ver o que esteve em alta em 2019 no Brasil confira o link.

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública deu prazo de dez dias úteis ao Google para firmar um termo de ajuste de conduta (TAC) num caso de suposta violação de privacidade dos usuários do Gmail, que teriam suas caixas de e-mail monitoradas para que recebessem anúncios personalizados.

Se condenado, o Google pode pagar uma multa de R$ 9,7 milhões. O prazo começou a correr a partir da quinta-feira.

##RECOMENDA##

Em nota, o Google diz: "Não comentamos casos específicos em andamento. O Google reforça que não usa a informação disponível no Gmail para a personalização de anúncios desde 2017 e estamos seguros de que nossos produtos estão de acordo com a legislação brasileira".

O processo da Senacon tem origem numa ação civil pública de 2015 aberta no Piauí, que questionava a então prática da empresa de escanear e-mails sem consentimento.

Desde o ano passado, o Google vem apresentando uma série de novidades em relação ao seu assistente virtual. Inclusão de idiomas, possibilidade de realizar mais de uma pergunta dizendo “Ok, Google” apenas uma vez, enviar e-mail de forma mais ágil, entre outras coisas, já deixaram a ferramenta da companhia alguns passos à frente de suas 'rivais' como Alexa e Siri.

Para aumentar ainda mais a distância entre as assistentes, o Google aproveitou a Consumer Electronics Show (CES) 2020, que acontece durante esta semana, para anunciar atualizações que vão deixar seu assistente mais funcional. Se você é um usuário Android, ele dificilmente ficará fora da sua rotina dada as inúmeras possibilidades de uso - a não ser que, realmente, tecnologia usada para facilitar tarefas diárias não seja muito a sua praia.

##RECOMENDA##

Maior controle dos dispositivos inteligentes

A primeira mudança atinge, principalmente, quem possui dispositivos inteligentes como eletrodomésticos programáveis, luzes e repetidores wireless, por exemplo. Com um novo recurso chamado Ações Agendadas, que será lançado ainda este ano, o usuário poderá solicitar ao Assistente para ativar e desativar ou iniciar e parar um dispositivo inteligente compatível no momento da sua escolha. Por exemplo, você pode dizer: "Ok, Google, ligue a cafeteira às 6h da manhã", se sua cafeteira for digital e, às 6h30, é possível que você acorde com o café pronto.

 Para funcionar é preciso ter o aplicativo Google Home, que conecta seu smartphone com os dispositivos inteligentes que você possuir e que forem compatíveis com o sistema Android.É possível controlar mais de 20 novos aparelhos, incluindo, purificadores de ar, banheiras, cafeteiras, aspiradores e muito mais. 

Entra na minha casa, entra na minha vida

Unido com a linha Nest Hub, o Assistente Google pode também telefonar para pessoas usando o wi-fi e os alto falantes que você tiver espalhados pela casa, usando números salvos na discagem rápida. O tablet que conecta os aparelhos (e ainda exibe as fotos da família) passa a ter um bloco de anotações digital (como post-its) que funcionam como lembretes no Nest. Ambos os recursos serão lançados ainda este ano.

Quase um peixe-babel

Mas a grande cereja do bolo quando falamos no assistente é a possibilidade de tradução. No começo de dezembro, o Google anunciou que o assistente seria seu principal tradutor na hora de viajar. E é nesse ponto que suas funções parecem expandir. "Diferentemente dos leitores de tela tradicionais, essa experiência é construída em novos conjuntos de dados de voz para criar vozes com sons mais expressivos e mais naturais, por isso é mais fácil ouvir por um longo período de tempo".

O Assistente deve traduzir não apenas uma frase ou expressão, mas textos inteiros.  No smartphone, basta dizer "Ok, Google, leia-o" ou "Ok, Google, leia esta página" quando estiver visualizando um artigo e o aparelho fará a leitura completa, traduzia para 42 idiomas, como hindi, alemão ou espanhol.

[@#video#@]

No modo intérprete, um recurso de tradução em tempo real para telefones, Smart Display ou alto-falante inteligente, será possível conversar entre diferentes pessoas, mesmo que elas não falem o mesmo idioma. Empresas de todo o mundo podem trazer o modo de intérprete através dos parceiros Volara e SONIFI. Uma dessas companhias parceiras da gigante da internet é a América Airlines - companhia aérea norte-americana - que começou a testar o recurso nos saguões do Aeroporto Internacional de Los Angeles.

O Google espera que, como parte dessa nova solução, hotéis, aeroportos, estádios esportivos, organizações que auxiliam nos esforços humanitários e muitos outros estabelecimentos que recebem estrangeiros possam usufruir do recurso.

Privacidade parte 1

Por último e não menos importante o Google tenta acalmar aqueles usuários mais preocupados com conversas que estejam sendo ouvidas pela empresa. A companhia deixa claro que o Assistente não envia o que você está dizendo ao Google ou a qualquer outra pessoa, além de não reter gravações de áudio privadas e deixa à escolha do usuário se poderá ou não receber áudios para futuras melhorias de seu assistente. 

Qualquer dúvida pode ser tirada com o próprio Assistente, que responde perguntas como “Como você mantém minhas informações privadas?”. Se isso não for suficiente o usuário pode, apenas com sua voz, excluir a atividade do Assistente da sua Conta do Google dizendo coisas como "Ok, Google, exclua tudo o que eu disse esta semana".

Tirando o Google de trás da porta

Na CES, a empresa também anunciou duas novas ações de voz referentes à privacidade do usuário. Sabe quando você está conversando e o Assistente capta, “sem querer”, uma parte de alguma frase sua e responde? Agora você vai poder dizer "Ok, Google, isso não era para você", e o dispositivo vai esquecer o que ouviu. Também é possível perguntar "Ok, Google, você está salvando meus dados de áudio?", para saber mais sobre seus controles de privacidade e ir diretamente para a tela de configurações para alterar suas preferências.

O Google Assistente já está disponível em mais de 1 bilhão de dispositivos. Em breve o recurso chegará em novos displays inteligentes, alto-falantes, fones de ouvido e barras de som da Acer, Aftershokz, Anker Innovations, Belkin, Cleer, Harman Kardon, Konka, JBL, Lenovo, Philips, Seiki, LG, além de televisões smart e carros selecionados. No fim, você poderá até dizer “Ok, Google, cheguei ao fim dessa matéria” e a gente se vê em uma próxima oportunidade.

O Google anunciou que algumas empresas parceiras estarão lançando, durante a Consumer Electronics Show (CES) 2020, novos Chromebooks, notebooks que executam o Chrome OS - o sistema operacional da companhia para PCs. São três opções de aparelhos criados pela Samsung, Lenovo e ASUS. As empresa parceiras da gigante da internet já mostraram alguns computadores portáteis que deverão chegar em 2020 ao mercado, durante o evento. Confira aqueles que trarão o sistema do Google.

Chromebook Samsung Galaxy

##RECOMENDA##

Acompanhando a famosa canetinha da Samsung, o Chromebook da companhia chega com 9.9mm de espessura, sendo um dos mais finos dos três. O processador é Intel Core i5 da 10º geração e 256 GB de armazenamento. A tela 4K AMOLED vem com um sistema que se adapta à luz chamado EQ ambiente. Além disso, há também o Sensor de impressão digital para login rápido, tudo por US $ 999 (cerca de R$ 4.055).

 Lenovo IdeaPad Duet

Com teclado destacável, o Chromebook da Lenovo é na verdade um grande tablet. Com uma tela de 10,1 polegadas, ele vem com teclado, suporte e uma bateria que funciona por até 10h. Não há muitas informações sobre suas especificações, mas o que foi divulgado é que o Chromebook Lenovo IdeaPad Duet estará disponível para compra a partir de maio, por US $ 279 (R$ 1.133), incluindo teclado e suporte.

ASUS Chromebook Flip C436

Enquanto o aparelho da Lenovo funciona com um teclado destacável o modelo da Asus pode dobrar, como um caderno. Tido como o principal concorrente do Pixelbook, o aparelho vem com uma dobradiça de 360​​°, tela touchscreen sem moldura, com processadores Intel de 10ª geração. Suas especificações incluem 16 GB de RAM e um SSD de 512 GB, sensor de impressão digital e suporte para caneta, além de duas portas USB-C. Ele deve ser comercializado a partir de US $ 550 (R$ 2.233), chegando ao mercado no início de março.

Se você tem um smartphone antigo e usa muito o WhatsApp, talvez seja a hora de começar a pensar em um novo mensageiro - ou quem sabe um novo aparelho celular. O aplicativo de mensagens vai parar de funcionar em alguns celulares que continuam usando um sistema operacional antigo. A ferramenta deixou de funcionar no Windows Phone desde o dia 31 de dezembro e, a partir de 1º de fevereiro, deve encerrar também em dispositivos com Android e iOS desatualizados. 

Aparelhos rodando o iOS 8 - como iPhones 6S ou 4S - ou o Android 2.3, vão entrar na lista dos esquecidos pelo app. Já não é mais possível criar contas novas e nem confirmar novamente contas existentes em dispositivos com essas configurações e o funcionamento total deve ser interrompido em fevereiro. Mas nem tudo é ruim.

##RECOMENDA##

De acordo com o Google, uma quantidade mínima de usuários Android usam smartphones com essas configurações. O número também é baixo para os clientes da maçã, que têm a possibilidade de atualizarem seu sistema operacional sem precisar trocar de aparelho.

Já a sugestão da ferramenta para quem tem um smartphone com alguma destas versões é simples. Chegou a hora de trocar para um modelo mais novo. Principalmente porque dispositivos com o sistema operacional Android 2.3.3 são de 2011, e o iOS 8 de 2014. Nenhum deles recebe mais atenção de suas respectivas companhias. 

O WhatsApp segue compatível com aparelhos Android 4.0.3 (ou posterior), iPhone com iOS 9 (ou posterior) e Alguns aparelhos com KaiOS 2.5.1 (ou posterior), incluindo JioPhone e JioPhone 2.

O Google divulgou nesta sexta-feira (27), quais foram os produtos mais procurados pelos brasileiros em sua plataforma de busca. Para a alegria da Apple os iPhones 7, 8 e Plus, conquistaram os três primeiros lugares do pódio, seguidos por outro smartphone da maçã. Apesar da preferência por produtos da companhia - que totalizaram 7 dos termos mais buscados, o Moto G7 e o Xiaomi Mi9 também figuraram a lista. A única exceção é o PlayStation 4 que aparece sozinho, quase ao final do ranking. Confira todos:

[@#video#@]

##RECOMENDA##

O futebol segue como principal esporte do brasileiro. Para fortalecer essa conclusão, um levantamento recente do Google, que mostra as principais buscas de 2019, aponta que a modalidade encabeça a lista dos assuntos mais apurados pelos brasileiros.

De acordo com o site de pesquisas, “Copa América”, na primeira colocação, e “Tabela do Brasileirão”, logo em seguida, estão no topo do recorte “Buscas do ano”, conforme relação a seguir:

##RECOMENDA##

*Buscas do ano

1 - Copa América

2 - Tabela do Brasileirão

3 - Gugu Liberato

4 - Vagas de emprego

5 - Gabriel Diniz

O Google também destrincha, no âmbito do futebol, os times mais buscados pelos internautas. Atual campeão brasileiro e da Libertadores, o Flamengo surge como líder. Na relação de dez clubes, porém, outro rubro-negro figura como único representante do Nordeste. Confira:

1 - Flamengo

2 - São Paulo

3 - Palmeiras

4 - Grêmio

5 - Vasco da Gama

6 - Santos

7 - Cruzeiro

8 - Sport

9 - Atlético Mineiro

10- Fluminense

Em maio deste ano, o Ibope divulgou uma pesquisa batizada de “DNA Torcedor”, que aponta as maiores torcidas do Brasil. No que diz respeito ao Nordeste, o Sport, segundo o levantamento, tem a maior torcida, com um milhão e 890 mil leoninos, seguido do Bahia, com um milhão e 780 mil tricolores.

LeiaJá também

--> 'O que é golden shower?': veja buscas curiosas no Google

Dificilmente encontraremos alguém que não utilize a internet para realizar pesquisas. O Google é, sem sombra de dúvidas, a principal ferramenta de busca gratuita, abrangendo um imenso “baú” de respostas sobre os mais variados assuntos.

O site de pesquisas divulgou, recentemente, as buscas que estiveram em alta neste ano. Algumas perguntas inseridas no espaço de apuração da ferramenta são esperadas, a exemplo dos questionamentos sobre como é feita a inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), uma vez que milhões de estudantes utilizam as candidaturas para participar do processo seletivo e tentar uma vaga no ensino superior. Outras, no entanto, de tão inusitadas, são até consideradas engraçadas.

##RECOMENDA##

No recorte de pesquisas “O que é”, uma pergunta compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro em março de 2019 apareceu como quarta busca mais frequente na lista do Google. “O que é golden shower?” foi uma das principais dúvidas dos brasileiros.

Ainda sobre esse recorte, “O que é Shallow Now”, em alusão à versão musical “Juntos” interpretada por Paula Fernandes e Luan Santana, foi a quinta busca do Google. O cenário político e histórico também foi contextualizado em termos de busca, uma vez que, após indícios de apoio ao retorno do AI-5, um dos momentos mais terríveis do regime militar, “O que é AI-5” apareceu na sétima posição de pesquisas. Confira, a seguir, a lista completa do Google:

Buscas curiosas também marcaram a internet. No recorte “Como fazer”, o Google identificou que “Como fazer as pessoas gostarem de mim?” aparece na terceira posição. Não tão curiosa, mas provando a força comunicativa da internet via mensagens, “Como fazer figurinhas no WhatsApp” assumiu a quinta colocação. Veja a relação:

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando