Tópicos | Juventude

O Atlético-MG confirmou o seu favoritismo mesmo jogando fora de casa, derrotou o Juventude por 2 a 1, e chegou à vice-liderança do Brasileiro beneficiado pela derrota do Corinthians para o Fluminense no Rio. Com o resultado, o atual campeão chegou aos 27 pontos na classificação. Os gols vitória foram marcados por Hulk e Eduardo Sasha, com Moraes diminuindo.

O resultado marcou ainda a volta por cima do principal nome do elenco mineiro. No meio de semana, o tanque atleticano desperdiçou uma penalidade no final da partida contra o Emelec, em Guayaquil, pela Libertadores. O erro acabou custando a vitória como visitante, já que o duelo terminou empatado em 1 a 1.

##RECOMENDA##

No intervalo, o camisa 7 falou sobre o fato de ter dado a volta por cima. "Futebol é assim, tem que provar e se superar a cada dia. Para chegar aqui não é fácil. O sucesso é como o aluguel: tem que pagar no dia a dia sem deixar nenhuma parcela", disse o artilheiro. Em grande fase, foi ele quem iniciou a jogada que terminou nos 2 a 0 em gol do atacante Eduardo Sasha.

Já o Juventude vive o drama de permanecer na zona de rebaixamento. A equipe gaúcha segue estacionada nos 11 pontos. Em 15 rodadas, o time teve apenas duas vitórias até aqui.

O Atlético-MG agora vira a chave para a Libertadores. Na terça-feira, o time mineiro decide a sua classificação na partida de volta das oitavas de final do torneio e se mantém na competição em caso de vitória. Empate leva a definição para os pênaltis.

Pelo Campeonato Brasileiro, a equipe do técnico Antonio Mohamed recebe o São Paulo, no Mineirão, no próximo final de semana. Já o Juventude sai de Caxias e enfrenta o Coritiba no estádio Couto Pereira.

Em um jogo amarrado e com poucas chances criadas, o gol acabou saindo em uma jogada característica do time mineiro. Ademir foi lançado em velocidade e entrou na área. William Matheus perdeu na disputa e acabou empurrando o atacante atleticano cometendo pênalti.

O atacante Hulk, que no meio de semana perdeu uma penalidade contra o Emelec, bateu forte, no canto, e colocou o Atlético-MG em vantagem: 1 a 0, aos 29 minutos.

O Juventude procurou responder rápido, adiantou a marcação e buscou a pressão na saída de bola do adversário. Os donos da casa tiveram duas boas chances de empatar, mas os mineiros souberam administrar a vantagem mínima no placar para o intervalo.

No segundo tempo, Hulk voltou a fazer a diferença. E logo no reinício de jogo. Em arrancada pela esquerda, ele passou pela marcação e cruzou para Vargas escorar e Eduardo Sasha rolar para o gol vazio: 2 a 0 aos 10 minutos.

O Juventude conseguiu descontar graças a uma boa dose de sorte. Rubens chutou de meia distância, a bola desviou na defesa e enganou Éverson, que não conseguiu fazer a defesa aos 30 minutos.

A partir daí, a pressão por parte dos donos da casa foi total, mas o Atlético-MG recuou para se segurar. Até Hulk esteve na área para ajudar os zagueiros a aliviar o perigo. No final, o time mineiro garantiu o 2 a 1 e a vice-liderança no Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 x 2 ATLÉTICO-MG

JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares, Thalisson Kelven, Rafael Forster e William Matheus (Moraes); Jadson, Yuri Lima, Chico (Pitta) e Oscar Ruiz (Edinho); Ricardo Bueno e Capixaba (Paulo Henrique). Técnico: Umberto Louzer.

ATLÉTICO-MG - Everson; Guga, Rever, Igor Rabello e Guilherme Arana; Allan, Calebe (Nacho Fernández), Vargas (Rubens); Ademir (Otávio), Eduardo Sasha (Mariano) e Hulk. Técnico: Antonio Mohamed.

GOLS - Hulk, aos 29 minutos do primeiro tempo; Eduardo Sasha, aos 10, e Moraes, aos 30 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - William Matheus (Juventude) e Mariano (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA - R$ 84.840,00

PÚBLICO - 6.565 presentes.

LOCAL - Estádio Alfredo Jáconi, em Caxias do Sul.

O espanhol Pablo Picasso (1881-1973) é um dos maiores nomes das artes plásticas no século XX. “A Pomba da Paz”, “Guernica” e “Les Demoiselles d’Avignon” são algumas de suas principais obras. Um dos criadores do “cubismo”, Picasso estreou uma grande exposição em Paris em um dia 24 de junho, no Grand Palais.

Pablo Ruiz y Picasso nasceu em Málaga, Espanha, no dia 25 de outubro de 1881. Filho de José Ruiz Blasco, professor de História da Arte e de desenho, e de Maria Picasso y López. Ainda menino, mostrou seu talento para as artes e recebeu o incentivo de seu pai para continuar. 

##RECOMENDA##

A obra de Picasso foi representada por outros olhares, em filmes, documentários e outros. Um dos principais registros da sua obra foi “O mistério de Pablo Picasso”, documentário que retrata o artista durante a criação de obras que posteriormente foram destruídas.

Dirigido pelo cineasta francês Henri-Georges Clouzot, o filme concentra-se em apresentar o processo criativo do artista, sem se aprofundar em aspectos da vida pessoal. Cada quadro é apresentado em uma tela aparente, para que o espectador possa ter um olhar atento da produção, desde o papel em branco até a obra finalizada.

Considerado como um tesouro sobre a obra do artista, “O mistério de Pablo Picasso” também chama a atenção por sua estética rebuscada. Embora o artista apareça em diversos momentos, o documentário foca principalmente em suas obras. Neste sentido, o uso de películas em preto e branco, além do recurso do stop-motion, cooperam para realçar o tema.

Sinopse

Em 1955, o cineasta Henri-Georges Clouzot convence seu amigo e artista Pablo Picasso a deixar-se filmar em seu ateliê, durante a produção de suas obras de arte. O documentário revela o momento real de todo mistério criativo de Picasso. Utilizando papel e tintas, sobre um vidro transparente, Picasso desenha 20 quadros, que são captados, um a um, pelo olhar atento da câmera de Clouzot. 

Entre uma reunião e outra que se estendeu por quase todo o dia, o Juventude optou pela demissão do técnico Eduardo Baptista e do executivo de futebol Marcelo Barbarotti. O anúncio oficial aconteceu na noite desta segunda-feira via nota no site oficial do clube.

A passagem de Eduardo Baptista foi rápida, tendo durado pouco mais de dois meses. Neste período foram 17 partidas, sendo três vitórias, cinco empates e nove derrotas, com aproveitamento de apenas 27,5%.

##RECOMENDA##

"O Esporte Clube Juventude reforça o sentimento de gratidão para com Eduardo Baptista e Marcelo Barbarotti, que ao longo de toda passagem pelo Verdão, se mostraram profissionais da mais intensa dedicação e do mais alto nível e, por este motivo, detém extremo respeito de todos dentro do estádio Alfredo Jaconi. O clube deseja aos profissionais sucesso e sorte na sequência da carreira", publicou o clube.

A permanência do treinador vinha sendo debatida há alguns dias, mas ficou insustentável após a derrota para o Atlético-GO, por 3 a 1, em Goiânia. O fato de o Juventude ter caído para a lanterna do Brasileirão também pesou na decisão da diretoria do clube.

Nos bastidores, o nome de Umberto Louzer, com passagem por Chapecoense, Sport e Atlético-GO, é o que mais ganha força para assumir o clube para o restante da temporada.

O Juventude é o lanterna do Brasileirão, com dez pontos ganhos. São duas vitórias, quatro empates e sete derrotas até agora.

Neste sábado (20), Juventude e Palmeiras se enfrentam pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. O jogo ocorre no estádio Alfredo Jaconi, no Rio Grande do Sul, a partir das 19h (horário de Brasília).

##RECOMENDA##

O governador Paulo Câmara (PSB) empossou, nesta terça-feira (3), em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, os novos secretários estaduais de Cultura, Oscar Barreto, e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilázio Wanderley. Na solenidade, ele destacou a importância das duas pastas para o Governo de Pernambuco e pontuou os desafios para os próximos meses. 

Paulo Câmara salientou que a equipe está à disposição e que os secretários terão “condições de fazer o que precisa ser feito para Pernambuco avançar”.

##RECOMENDA##

“Quero ressaltar que essas duas áreas foram muito negligenciadas pelo governo federal, mas aqui no Estado não permitimos que isso acontecesse. Vocês vão fazer a diferença para que a gente possa mostrar ao Brasil que é olhando para as pautas estratégicas e ampliando as políticas sociais que a gente vai entregar o que a população precisa”.

Substituindo Joelson Rodrigues, que volta a responder pela secretaria executiva de Assistência Social, Edilázio Wanderley ressaltou que, apesar do tempo curto, há muito trabalho a ser realizado.

“Precisamos aperfeiçoar os programas e ações que já estavam em andamento na secretaria, para que possamos contribuir para o desenvolvimento social do Estado”, frisou o novo secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude. 

“Nós vamos integrar a equipe do governador, integrar as ações do mandato e trazer essa identidade popular, em conjunto com os trabalhadores. Vamos colocar o governo mais perto da cultura popular”, disse o secretário de Cultura, Oscar Paes Barreto, um dos quadros do PT.

Ele substitui Gilberto Freyre Neto, que assume a secretaria-executiva de Relações Internacionais da Assessoria Especial do Governo. 

Em uma partida que teve o VAR como protagonista, o Cuiabá comprovou a fama de visitante indesejável e ganhou do Juventude, por 1 a 0, na noite deste domingo, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Essa é a segunda vitória como visitante do Cuiabá, que chegou aos seis pontos e subiu para o quarto lugar. Ainda sem ganhar, o Juventude figura na zona de rebaixamento, em penúltimo, com apenas um ponto. O time foi vaiado pelos torcedores.

##RECOMENDA##

Empurrado pela torcida, o Juventude dominou o primeiro tempo e merecia ter ido para o intervalo na frente do placar. Capixaba fez Walter trabalhar em chute de fora da área logo aos três minutos, enquanto Pitta e Yuri Lima erraram o alvo para desespero do técnico Eduardo Baptista.

Apesar de ter ficado pouco tempo com a bola nos pés, o Cuiabá chegou a assustar o torcedor alviverde. André invadiu a área, driblou o goleiro César e, sem ângulo, bateu na rede pelo lado de fora. Na melhor oportunidade, já nos acréscimos, Felipe Marques cruzou e Valdívia cabeceou no travessão.

O segundo tempo começou com polêmica. João Lucas acertou as costas de Óscar Ruíz dentro da área em dividida pelo alto e o árbitro mandou o lance seguir, mas voltou atrás após consultar o VAR. Pitta cobrou forte e a bola explodiu no travessão de Walter.

O Juventude não se abateu com o pênalti perdido e continuou em cima. No entanto, uma alteração mudou o rumo da partida. Após substituir Valdívia, Rodriguinho fez fila e só não marcou porque César defendeu. Na sequência, o meia fez o goleiro adversário trabalhar em chute de fora da área.

Aos 35 minutos, após cobrança de escanteio, a bola acertou o braço de Vitor Mendes dentro da área e o árbitro assinalou pênalti após checar o VAR. Na reclamação, o zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Diferente de Pitta, Elton deslocou César e abriu o placar para o Cuiabá.

Pela quarta rodada do Brasileirão, os dois times voltam a campo no próximo final de semana. O Juventude encara o Botafogo, às 11 horas, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), e o Cuiabá recebe o Atlético-GO, às 19 horas do sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 0 X 1 CUIABÁ

JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares, Vitor Mendes, Rafael Forster (Paulo Miranda) e William Matheus; Yuri Lima (Jean), Jadson, Chico (Guilherme Parede) e Óscar Ruíz (Bruninho); Capixaba e Pitta (Ricardo Bueno). Técnico: Eduardo Baptista.

CUIABÁ - Walter; João Lucas, Marllon, Alan Empereur e Uendel; Marcão Silva, Pepê e Valdívia (Rodriguinho); Felipe Marques (Marquinhos depois Paulão), André (Elton) e Everton (Alesson). Técnico: Pintado.

GOL - Elton, aos 38 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Júnior (PR).

CARTÕES AMARELOS - Jadson e Vitor Mendes (Juventude); Marllon, João Lucas, Alesson e Elton (Cuiabá)

CARTÃO VERMELHO - Vitor Mendes (Juventude).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

O São Paulo voltou do Rio de Janeiro com o sentimento de frustração pela derrota por 3 a 1 para o Flamengo, no Maracanã, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Rogério Ceni tem outro desafio, agora pela Copa do Brasil, contra o Juventude, nesta quarta-feira, às 19h30, no Alfredo Jaconi, pelo jogo de ida da terceira fase.

O time tricolor sabe que precisa melhorar o desempenho atuando como visitante contra adversários da Série A: foram quatro derrotas e apenas uma vitória nos últimos cinco confrontos atuando longe do Morumbi. O único triunfo recente foi no convincente 3 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, pelo Paulistão.

##RECOMENDA##

A alternância entre atuações convincentes e outras abaixo do esperado tem sido constante neste início de ano. Ceni deve seguir com o rodízio na equipe, mas não revelou quais mudanças fará na equipe titular.

"Vamos fazer o melhor time que nós tenhamos para enfrentar o Juventude. É uma competição importante financeiramente para o clube pelo momento que atravessa. Vamos fazer trocas para fazer um time equilibrado pensando também no jogo de sábado (Red Bull Bragantino)", disse o treinador.

Outro sinal de alerta para o São Paulo é a marcação pelos lados do campo. Na goleada por 4 a 0 sobre o Palmeiras na final do Paulistão e na derrota para o Flamengo por 3 a 1, os dois adversários exploraram jogadas pelas laterais e encontraram muito espaço nas pontas. Diante do time carioca, no domingo, o adversário chegou a dois dos três gols dessa forma: explorando as costas de Rafinha no primeiro e Wellington no segundo.

Se a defesa precisa de ajustes, o ataque, em especial Calleri, vive ótimo momento. O argentino já marcou 12 gols em 19 partidas e vem sendo peça decisiva para Rogério Ceni. Seu recorde é uma temporada foi em 2015 quando balançou as redes 21 vezes com a camisa do Boca Juniors.

Adversário do São Paulo, o Juventude vem de uma goleada sofrida para o América-MG por 4 a 1 , em Belo Horizonte, pelo Brasileirão, e o técnico Eduardo Baptista pode fazer trocas no time titular. Novos reforços do clube gaúcho, o zagueiro Vitor Mendes e o volante Jean Irmer devem fazer suas estreias nesta quarta-feira. O Juventude eliminou Porto Velho e Real Noroeste nas duas primeiras fases da Copa do Brasil.

Quatro equipes asseguraram vaga na segunda fase da Copa do Brasil na tarde desta quarta-feira (2). Enquanto Juventude e Sampaio Corrêa fizeram valer o favoritismo, Tuna Luso e Ceilândia surpreenderem clubes que estão à frente no cenário do futebol nacional.

O Alviverde gaúcho derrotou o Porto Velho por 2 a 1 no estádio Aluísio Ferreira (Aluizão), na capital rondoniense. Os visitantes saíram na frente aos 47 minutos do primeiro tempo, com Pitta. O empate da Locomotiva do Norte, que está na Série D do Campeonato Brasileiro, veio dois minutos depois, com Yan. Aos 36 minutos da etapa final, o também atacante Ricardo Bueno, cobrando pênalti, decretou a vitória do Ju.

##RECOMENDA##

O time da Série A assegurou uma premiação de R$ 1,19 milhão pela classificação e terá pela frente quem avançar no confronto entre Real Noroeste e Operário-PR, que se encaram nesta quarta, às 19h (horário de Brasília), no estádio José Olímpio da Rocha, em Águia Branca (ES). Os paranaenses têm a vantagem do empate, por serem mais bem colocados no ranking de clubes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Outro visitante a se dar bem foi o Sampaio, que superou o Operário Várzea-Grandense por 2 a 1 no estádio Dito Souza, em Várzea Grande (MT). A Bolívia Querida abriu 2 a 0 entre os 18 e os 23 minutos do segundo tempo, com gols do zagueiro Nilson Júnior e de Eron. Aos 31, o também atacante Luan Viana descontou para o time da casa, que disputará a Série D deste ano.

Os maranhenses garantiram R$ 750 mil por seguirem adiante na Copa do Brasil. Na próxima fase, o Tubarão (que está na Série B) pega o classificado entre Portuguesa-RJ e CRB, que também duelam nesta quarta, às 21h30, no Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. Os alagoanos avançam em caso de empate.

No Baenão, em Belém, a Tuna, da Série D do Campeonato Brasileiro, fez valer o fator-casa e derrotou o Novorizontino, da Série B, por 1 a 0. O zagueiro Lucão, aos 12 minutos da primeira etapa, fez o gol que deu a classificação à Águia Guerreira, também com direito a R$ 750 mil de prêmio. Na segunda fase os paraenses pegam quem passar de São Raimundo-RR e Ceará, que jogam às 19h desta quarta, no Canarinho, em Boa Vista, com vantagem do empate para o Vozão.

Em outro duelo entre clubes de Séries B e D, o Ceilândia, da quarta divisão, fez 2 a 0 no Londrina, da segunda, no estádio Maria de Lourdes Abadia (Abadião), em Ceilândia (DF). O meia Cabralzinho abriu o marcador para o Gato Preto aos 15 minutos da etapa inicial, enquanto o atacante Gabriel Pedra fechou a conta aos 19 do segundo tempo. Na próxima fase a equipe do Distrito Federal, mais uma a garantir nesta quarta a premiação de R$ 750 mil, mede forças com o Avaí.

Para seu 118º aniversário nesta sexta-feira (11), Lucile Randon, mais conhecida como a irmã André, deseja "morrer logo", mas, enquanto isso não acontece, esta anciã deixa sempre a porta aberta para que possam cumprimentá-la.

Uma cama individual, uma imagem da Virgem Maria e um rádio desligado há meses... Em seu quarto, a idosa, sempre vestida com seu hábito de freira e véu azul, apenas espera, sentada em sua cadeira de rodas, com a cabeça baixa e os olhos, que já não enxergam, fechados.

Seu dia começa cedo. "Às 07h00 me levantam e me sentam à mesa". Em seguida, é levada à capela, onde a idosa, que se tornou freira depois dos 40 anos, ouve a missa todas as manhãs.

"É horrível não poder fazer nada sozinha", se queixa Lucile, que trabalhou até o final da década de 1970, e que, aos 100 anos, ainda se ocupava de residentes mais jovens do que ela.

"Gosto quando alguém vem me fazer companhia, como o David. David é um amor, você o conhece?", pergunta a irmã André.

David Tavella, animador no lar de idosos de Toulon, no sudeste da França, às margens do Mediterrâneo, é também seu assessor de imprensa, que recebe os pedidos de jornalistas de todo o mundo, além de presentes e cartas.

122 anos

Lucile Randon nasceu em 11 de fevereiro de 1904 em Alès, no sul da França. É a mulher mais velha do país e da Europa, sendo apenas superada no mundo pela japonesa Kane Tanaka, de 119 anos.

Quando se trata de esperança de vida, o Japão é um dos países mais citados. Contudo, a pessoa que mais tempo viveu na história da humanidade com registro civil verificado foi na Provença francesa. Jeanne Calment morreu em Arles em 1997, aos 122 anos.

André Boite também vive no sul da França. Aos 111 anos, é um dos poucos homens do mundo "supercentenários". Com mais de 110 anos, segue morando em sua própria residência em Nice.

Segundo o escritório de estatísticas Insee, cerca de 30 mil centenários vivem na França e 40 superam os 110 anos. No mundo todo, havia meio milhão de centenários em 2015, segundo a ONU, que projeta 25 milhões até o fim deste século.

Esperando o fim

Quando é lembrada que tem 110 anos, Hermine Saubion responde: "Estou aguentando firme".

A supercentenária vive em um lar de idosos em Banon, no sudeste francês. Não tem problemas de saúde, apenas incapacidades físicas e uma surdez severa.

Só compreende fragmentos de frases, mas não renuncia à vida em sociedade. "Se passa muito tempo sozinha em um lugar, não hesita em manifestar seu descontentamento", confirma Julien Fregni, um assistente social.

A irmã André tampouco tem problemas de saúde, apenas rigidez muscular e articular ligada à sua imobilidade. Ela toma poucos medicamentos por dia, o que, segundo a médica Geneviève Haggai-Driguez, sem dúvida é "um de seus segredos de longevidade".

A idosa sobreviveu sem problemas à covid-19, que lhe provocou apenas cansaço. "Quando falamos [sobre a covid], ela responde: 'tive a gripe espanhola'", conta Geneviève.

De fato, os especialistas constataram que os nascidos antes da epidemia de gripe espanhola de 1918 resistiram melhor à covid que os idosos nascidos depois.

Apesar da resistência comprovada pelo tempo, essas pessoas viram a partida de muitos a seu redor e já não têm com quem compartilhar sua história de vida.

Assim, falam sobre a morte sem qualquer tabu. "Esperamos o fim, a morte, que um dia chegará", diz Hermine, enquanto a irmã André afirma estar preparada.

"Passar todo o dia sozinha com suas dores não é divertido", mas "Deus não me escuta, deve estar surdo".

Otimismo e estilo de vida

A ciência ainda não descobriu o segredo desta longevidade. "Não temos nenhuma certeza, apenas hipóteses", garante Jean-Marie Robine, demógrafo e gerontólogo.

O especialista cita a riqueza econômica, a democracia "e, inclusive, a social-democracia", além dos fatores nutricionais com "dois grandes regimes alimentares: o japonês [peixes, verduras] e o mediterrâneo".

A isso se somam as características próprias do indivíduo, como a genética ou a ausência de genes vinculados a fatores de risco.

Ademais, Daniela S. Jopp, professora de psicologia do envelhecimento da universidade de Lausanne, na Suíça, cita o "otimismo", que está vinculado a "mecanismos do sistema imunológico".

Em seus estudos com centenários de Alemanha e Estados Unidos, a pesquisadora encontrou traços comuns: são extrovertidos, têm carisma, desfrutam das relações sociais, têm paixões, são capazes de dar sentido à vida e sabem se adaptar.

Pois, como diz a irmã André, a coisa mais importante na vida é "compartilhar um grande amor e não comprometer suas necessidades".

O atacante argentino Depietri foi o herói improvável do Fortaleza na noite desta sexta-feira na Arena Castelão. Foi dele, aos 36 minutos do segundo tempo, o gol que deu a vitória ao time cearense por 1 a 0 e colocou o Fortaleza pela primeira vez na sua história na Copa Libertadores da América.

Com o resultado, o Fortaleza fica em quinto lugar com 55 pontos. O Juventude se complica na luta contra o rebaixamento. Com 43 pontos, na 15ª posição, está apenas três pontos distante do Bahia, primeiro clube na zona de rebaixamento.

##RECOMENDA##

O Fortaleza partiu para cima do Juventude e antes do primeiro minuto o árbitro Bruno Arleu de Araújo consultou o VAR para verificar um possível pênalti para o time cearense em toque de mão após cabeçada de Yago Pikachu. Após consulta, ele assinalou falta para o Juventude de David em cima de Vitor Mendes.

Mais intenso, o Fortaleza seguiu pressionando e chegando ao ataque com velocidade. Aos 13 minutos, David lançou Robson, que desperdiçou na cara de Douglas.

Apesar do domínio e da maior posse de bola, o Fortaleza chegou pouco de forma objetiva ao gol do Juventude na primeira etapa. O time gaúcho se limitou a apenas se defender na primeira etapa.

Se não atacou no começo, no segundo tempo foi o Juventude quem criou a primeira chance de gol. Aos oito minutos, após cruzamento de Guilherme Castilho, Sorriso escorou e Jadson quase fez de fora da área.

Após este lance, o Fortaleza voltou a comandar as ações e Douglas apareceu para salvar o Juventude duas vezes. Aos 13, defendeu conclusão de Robson após cruzamento de Yago Pikachu. Na sequência foi a vez do goleiro afastar chute de Osvaldo.

Aos 19, foi a vez de Marcelo Boeck trabalhar. Após cruzamento ela direita, Sorriso cabeceou no chão e o goleiro fez excelente defesa. Após esta chance, o time gaúcho ditou o ritmo do jogo e teve a chance de abrir o placar aos 33, quando Chico cruzou e Vitor Mendes cabeceou na trave.

Quando o Juventude era melhor, o Fortaleza marcou. Aos 36 minutos, após Douglas cobrar mal o tiro de meta, Depietri aproveita, avança e marca na saída do goleiro.

Depois disso, foi só festa tricolor nas arquibancadas do Castelão com mais de 45 mil torcedores. Ao apito final, foram mais de 15 minutos de comemoração da torcida e com a participação dos jogadores.

Os dois times voltam a jogar na segunda-feira, pela penúltima rodada do Brasileirão. O Fortaleza encara o Cuiabá na Arena Pantanal, às 20h. O Juventude, às 19h, visita o São Paulo no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 1 X 0 JUVENTUDE

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Tinga, Matheus Jussa e Titi; Yago Pikachu, Ederson, Felipe (Lucas Lima), Matheus Vargas (Romarinho) e Lucas Crispim (Osvaldo); David (Depietri) e Robson (Wellington Paulista). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

JUVENTUDE - Douglas; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jadson (Capixaba), Dawhan, Guilherme Castilho (Bruninho) e Wescley (Chico); Ricardo Bueno e Sorriso. Técnico: Émerson Ávila (auxiliar).

GOL - Depietri aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Crispim e Robson.

RENDA - R$ 802.862,00.

PÚBLICO - 45.398 total.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Separados por apenas um ponto, Atlético-GO e Juventude fazem confronto direto contra o rebaixamento nesta terça-feira (23), às 19h, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), em partida atrasada da 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O perdedor pode ver sua situação se complicar ainda mais na briga contra a Série B.

O Atlético-GO está invicto há quatro partidas como mandante, mas não vence há seis jogos. Ao empatar por 1 a 1 com o Ceará, o Atlético-GO parou na 15.ª colocação, com 40 pontos, um a mais do que o Juventude - derrotado pelo líder Atlético-MG por 2 a 0 - e três acima da zona de rebaixamento.

##RECOMENDA##

No Atlético-GO, o técnico Marcelo Cabo, ao menos, terá praticamente todos os jogadores à disposição. A ausência fica por conta do lateral-esquerdo Jefferson, que se lesionou na rodada passada. Arthur Henrique, que esteve em campo na última partida, deve assumir a vaga, uma vez que Igor Cariús não está 100% recuperado.

"A gente sabe do tamanho do jogo, da importância que é. É o famoso jogo de seis pontos. Mas é enfrentar cada jogo como se fosse uma final porque a gente só depende da gente. Se fizermos nosso dever de casa, vamos conseguir alcançar nosso objetivo", disse o atacante André Luís, com passagens por Corinthians e Ponte Preta.

No Juventude, o técnico Jair Ventura terá as voltas dos meias Bruninho e Guilherme Castilho e do zagueiro Vitor Mendes. O trio não atuou na rodada passada por pertencer ao Atlético-MG. Dos três, só Bruninho não deve ser titular. O Juventude pode ser escalado no 4-2-2-2, esquema que garantiu três vitórias seguidas.

A vitória sobre o Bahia, na última quinta-feira, deu uma sobrevida ao Sport na luta contra o rebaixamento. Mas a situação rubro-negra ainda é complicada. O time segue no Z4, com 33 pontos, ocupando a 18ª colocação. Por isso, o clube precisa torcer para que alguns resultados o ajudem.

De 'folga' neste fim de semana, já que a partida diante do Bragantino foi adiantada, o Sport liga o secador na rodada na expectativa de que seus rivais não se distanciem. Já neste sábado (20), seria uma boa para o Leão que o Juventude (39 pontos) não pontuasse diante do Atlético-MG. Como o jogo é no Mineirão e o Galo é líder disparado, secar o time gaúcho está até fácil.

##RECOMENDA##

Também no sábado, o Grêmio (32 pontos) encara a já rebaixada Chapecoense em Santa Catarina. É torcer para os donos da casa, mesmo só cumprindo tabela, complicarem a vida do Imortal. No mesmo dia, o Atlético-GO (39 pontos), primeiro time fora da zona de rebaixamento, recebe o Ceará. Vitória do Vozão seria o resultado ideal para o Sport.

No domingo, o Bahia (36 pontos) vai tentar se recuperar da derrota na Arena de Pernambuco pegando o Cuiabá na Fonte Nova. Claro, que a torcida rubro-negra tem que mandar energias positivas para o time do Mato Grosso. 

Já na quarta-feira da semana que vem, tem São Paulo x Athletico-PR no Morumbi. Os dois times têm 41 pontos, estão um pouco longe da zona de rebaixamento, ocupando, respectivamente, 14° e 13° lugares. Não é um jogo para o torcedor do Leão se preocupar no momento, mas como toda ajuda é bem-vinda, um empate seria bom.

Juventude e Ceará fizeram um jogo nervoso para saírem das últimas posições do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, se enfrentaram no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, e empataram sem gols pela 28ª rodada. Os dois grandes responsáveis pelo resultado, ruim para ambos os times, foram os goleiros Douglas Friedrich e João Ricardo.

Com o resultado, os dois times não conseguem dar fim ao jejum de vitória, que agora é de seis partidas. Com 32 pontos, o Ceará aparece em 14º lugar, e pode ver adversários da zona de rebaixamento colarem. O Juventude, que teve a estreia do técnico Jair Ventura, chegou a 29 pontos, em 15º lugar, mas pode ser ultrapassado por Bahia (28), Sport (27) e Grêmio (26).

##RECOMENDA##

Como esperado, por se tratar de confronto direto contra o rebaixamento, o começo do primeiro tempo foi bastante nervoso, até mesmo com princípio de confusão entre os jogadores, controlado pelo árbitro na base da conversa. Depois disso, o Juventude dominou as ações do jogo e teve quatro boas oportunidades no primeiro tempo. Logo na primeira chance, Sorriso só não abriu o placar porque o goleiro do Ceará, João Ricardo, fez um milagre após cabeçada dentro da pequena área.

Principal jogador dos mandantes, Sorriso teve mais duas finalizações perigosas, mas para fora. Em outro lance, Roberson deu carrinho, mas não conseguiu completar cruzamento rasteiro.

No segundo tempo, os gaúchos seguiram no ataque e tiveram a primeira chance novamente com Sorriso, de cabeça, mas o goleiro fez outra grande defesa. O Ceará enfim conseguiu assustar o Juventude e teve duas finalizações perigosas no mesmo lance. Erick chutou após cruzamento, mas Douglas Friedrich salvou. No rebote, o meia ainda tentou de novo, mas mandou para fora.

Com a entrada de Jael, o Ceará teve mais duas chances. Na primeira, ele acertou o alvo no cantinho, mas Douglas caiu muito bem para defender. Já na segunda, a bola passou com perigo, mas para fora. O final do jogo voltou a ficar tenso e, apesar de duas chegadas do Juventude, com Paulinho Boia e Sorriso, o zero não saiu do placar.

O próximo adversário dos dois times será o Bahia. Na quarta-feira, às 19h, o Ceará estará na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), para encarar os baianos em jogo atrasado da 23ª rodada. Já o Juventude recebe o Bahia no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, no sábado, às 19h15, pela 29ª rodada.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 0 X 0 CEARÁ

JUVENTUDE - Douglas Friedrich; Michel, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jadson (Chico), Dawhan e Guilherme Castilho; Sorriso, Roberson (Paulinho Bóia) e Capixaba (Rafael Bilu). Técnico: Jair Ventura.

CEARÁ - João Ricardo; Igor (Gabriel Dias), Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Fernando Sobral (Jorginho), Lima (Mendoza), Marlon (William Oliveira) e Erick; Cléber (Jael). Técnico: Tiago Nunes.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - William Matheus (Juventude) e João Ricardo e Igor (Ceará).

RENDA - R$10.275,00

PÚBLICO 3.680 pagantes

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

O que era rumor foi oficializado na noite desta terça-feira (19). O Juventude, que chegou a negociar com Umberto Louzer, ex-Sport, confirmou a contratação de Jair Ventura para a sequência do Campeonato Brasileiro.

No começo da semana, a diretoria do time de Caxias do Sul (RS) anunciou a demissão de Marquinhos Santos, que no mesmo dia acertou com o América-MG.

##RECOMENDA##

Sem ganhar há cinco partidas no Brasileirão, o Juventude abre a zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 28 pontos. A estreia de Jair Ventura será no sábado diante do Ceará, pela 28ª rodada do Brasileirão, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

O último clube de Jair Ventura foi a Chapecoense. No início de agosto, ele foi demitido com apenas 9,5% de aproveitamento, com quatro empates e dez derrotas.

Jair iniciou sua caminhada no futebol como jogador, atuando por clubes do interior do Rio de Janeiro. Em 2006, encerrou a carreira como atleta, mas seguiu estudando, hábito que já tinha desde que jogava.

Em 2009, assumiu como auxiliar técnico do Botafogo. Após passagens ainda pela base do clube carioca, Jair assumiu a equipe principal em 2015. Em 2016, foi o responsável pela grande arrancada do clube no Campeonato Brasileiro, garantindo a vaga na Libertadores do ano seguinte. Além do Botafogo, ele tem passagens ainda por Santos, Corinthians e Sport.

O Juventude anunciou nesta segunda-feira a saída do técnico Marquinhos Santos. A mudança de comando vem um dia após a derrota no duelo gaúcho para o também ameaçado Grêmio por 3 a 2, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e a entrada do clube de Caxias do Sul (RS) na zona de rebaixamento.

"Agora, o Departamento de Futebol passa a procurar por um novo treinador e anunciará o nome nos próximos dias", informou a diretoria do Juventude em um comunicado oficial.

##RECOMENDA##

O Juventude não vence há cinco jogos no Brasileirão. No geral, nesta segunda passagem iniciada em 4 de fevereiro, Marquinhos Santos realizou 41 jogos com 13 vitórias, 12 empates e 16 derrotas. Teve um aproveitamento de 41,4%.

"Pelo seu esforço, comprometimento e lealdade, o Esporte Clube Juventude agradece e reforça o sentimento de extremo respeito para com o profissional Marquinhos Santos", finalizou o clube do interior gaúcho.

O Juventude, que tem 27 jogos, segue com 28 pontos, abrindo a zona da degola na 17.ª colocação. Na 28.ª rodada, receberá o Ceará no sábado, às 17 horas, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

O técnico Vagner Mancini terá neste domingo o primeiro de 14 jogos para tentar livrar o Grêmio do rebaixamento para a Série B. O duelo será contra o Juventude, às 18h15, na Arena, em Porto Alegre, pela 27ª rodada. O tricolor gaúcho soma apenas 23 pontos e só faz campanha melhor que a lanterna Chapecoense.

Apesar de todas as dificuldades, Mancini não considera este trabalho o seu maior desafio na carreira. "O maior desafio é sempre o próximo. O que é feito vira experiência. Este é o desafio do momento e conto com todos. O Grêmio não é formado só pelos 11 que entram em campo. Há a direção, funcionários, uma torcida apaixonada. Isso fará o Grêmio ter êxito. Precisamos ter uma sinergia muito grande. Imediatamente, preciso atacar em campo, mas que o feito contagie a todos. A energia positiva é importante a todos. O torcedor não quer ouvir sarro na rua e o jogador em campo. É o trabalho dele. Precisamos arrumar os conceitos. A equipe precisa ter cabeça, emocional em dia para desenvolver o que sabe", disse o treinador.

##RECOMENDA##

Os dois treinos orientados para o elenco não proporcionam condições para o novo treinador fazer alterações profundas na equipe. "A mudança precisa ser de dentro para fora, de mentalidade, atitude. Isso se consegue com treinos, concepção de jogo. Preciso atuar na parte emocional do atleta. Todos já jogaram e fizeram boas atuações neste ano. Precisamos resgatar o que eles têm de melhor. Um resgate coletivo, não individual. O torcedor está ansioso, mas precisamos passar confiança para ele jogar conosco. Sei que no começo ele tentará nos incentivar, mas é dentro de campo que ele fará o coro ser mantido para iniciar no domingo a reação."

A situação desconfortável não parece incomodar Mancini. "Os números não são favoráveis, mas já estive em outros lugares assim e rapidamente conseguimos. Precisamos mostrar ao atleta que é possível. Quando entra em campo, é como quando você acorda, abre a janela e o Sol aparece. Não podemos perder a convicção. Temos um jogo domingo e cada partida precisa ser encarada em decisão. Os números estão aí e precisamos transformá-los."

JUVENTUDE - O time inicia, neste domingo, a sequência de confrontos diretos na luta contra o rebaixamento. Depois da partida contra o Grêmio, o Juventude vai ter pela frente Ceará (casa), Bahia (casa) e Atlético-GO (fora). Conseguir bons resultados nestas próximas rodadas é importante para o alviverde de Caxias do Sul (RS), que não ganha há quatro jogos e se aproximou da zona de rebaixamento, com 28 pontos.

Não é a toa que, depois da derrota para o Flamengo, por 3 a 1, no Maracanã, na última quarta-feira, a diretoria se reuniu com o elenco e prometeu um incentivo financeiro em caso de resultados positivos durante as próximas rodadas.

"Toda derrota é um sentimento de frustração, mas ali dentro vestiário começamos a citar a sequência que se inicia contra o Grêmio. As ações são diárias, no trabalho com comissão técnica e atletas, inclusive com incentivo econômico. Além de um clássico e toda a rivalidade regional, o jogo vai ser tratado como uma final", disse o diretor de futebol Marcelo Barbarotti.

No entanto, o técnico Marquinhos Santos corre o risco de perder dois dos seus principais jogadores. Contra o Flamengo, o meia Guilherme Castilho sofreu problemas gastrointestinais e foi substituído no intervalo, enquanto o atacante Ricardo Bueno deixou o campo no final do segundo tempo por causa de um desconforto muscular.

As boas notícias para o treinador são os retornos dos volantes Dawhan e Jadson, que cumpriram suspensão automática contra o Flamengo. Assim, Ricardinho e Juan Quintero devem deixar o time titular.

O Conjuve, Conselho Nacional da Juventude, formado por estudantes, enviou ao Governo Federal e ao Congresso um pacote de medidas em prol das juventudes. A iniciativa visa oferecer propostas sobre como enfrentar desafios, apontando soluções e caminhos para melhorar a qualidade de vida dos jovens brasileiros.

O documento conta, por exemplo, com a criação de mecanismos que ajudem o estado a melhorar a empregabilidade dos jovens no país. A iniciativa foi tomada a partir da percepção sobre a realidade desanimadora vivida pela juventude no Brasil. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mesmo em uma idade produtiva, 54% desses jovens estão desocupados.

##RECOMENDA##

Outra pesquisa, agora do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que 1/4 das pessoas nesta faixa etária estão sem oportunidade de estudo ou trabalho. A situação é ainda mais crítica por falta de uma política de inclusão, que afeta as populações negra, indígenas, mulheres, pessoas com deficiência e LGBTQIA +.

O Relatório de Riscos Globais do Fórum Econômico Mundial 2021 aponta que a desilusão dos jovens é um risco para o desenvolvimento do planeta em diversos sentidos, seja social, econômico, político e até em relação à sustentabilidade. Os impactos e reflexos desse desânimo serão claramente sentidos nos próximos dois anos.

Além das crises sociais, econômicas e ambientais, a atual geração enfrenta desafios relacionados à educação e saúde mental. Em paralelo a essa realidade, o Brasil concentra hoje a maior geração de jovens da história do país, são 47,2 milhões de pessoas, representando um terço da população total. 

Entre as atribuições, o documento do Conjuve tem como objetivo formular e propor diretrizes voltadas para as políticas públicas de juventude. A iniciativa tem uma ampla agenda social, mobilizando mais de 20 organizações da sociedade civil que trabalham em prol da juventude e sua inclusão produtiva no mercado de trabalho. O Pacote de Medidas conta com propostas dentro de eixos, como desafios do primeiro emprego, educação: qualidade e evasão, competências do futuro, fomento ao empreendedorismo jovem, acesso aos centros de trabalho, inclusão digital e mobilidade urbana, diversidade no mercado de trabalho, enfrentamento à desigualdade social, entre outras frentes.

Por Thaynara Andrade

Após a vitória contra o Juventude na última quarta-feira (6), o Sport teve três atletas na seleção da rodada 24 do Brasileirão 2021. Rafael Thyere, Zé Welison e o atacante Mikael figuraram entre os melhores do Brasil.

O volante Zé Welison fez por onde estar escalado, já que marcou um gol e deu uma assistência, sendo o principal jogador do Sport na partida. Mikael, que também deixou sua marca em um golaço segue sendo destaque rubro-negro na competição. Já o zagueiro Rafael Thyere segue sendo importantíssimo no comando da defesa do Sport, segunda melhor do Brasileirão. 

##RECOMENDA##

O próximo compromisso do Sport será neste sábado (9), em seus domínios, buscando manter a boa fase contra o Corinthians. Em caso de vitória, tem tudo para deixar a zona do rebaixamento.

[@#podcast#@]

Afastando a má fase, o Sport conseguiu sua segunda vitória consecutiva na noite dessa quarta-feira (6) por 3x1 contra o Juventude e se aproximou de sair da zona do rebaixamento, agora com apenas um ponto atrás do Santos, primeiro fora do Z-4. Em entrevista pós-jogo, o treinador Gustavo Florentín taxou a partida como a melhor da equipe sob seu comando e se disse esperançoso na recuperação. “Orgulhoso pelos jogadores”, declarou.

Florentín considerou a partida como muito difícil, mas elogiou a paciência da equipe para furar a defesa adversária e marcar gols. ”Juventude estava muito bem postado taticamente, estava fechando todos os espaços e tivemos muita paciência para conseguir penetrar na linha defensiva deles”, iniciou. “Quando trocamos Everaldo com Gustavo de posições, na primeira boa conexão, saiu um cruzamento de Ewerthon para o gol de Zé”, avaliou.

##RECOMENDA##

O treinador rubro-negro falou sobre uma fala anterior, de que tinha vergonha pela má fase que o Sport passava. “Na verdade, agora me sinto orgulhoso pelos jogadores, porque nós víamos a força que estavam fazendo e naquele momento não estava saindo. Agora estamos tendo continuidade de vitórias e estou muito contente pelo que o grupo está realizando”. 

Finalizando, Florentín falou sobre a torcida do Sport, que conseguiu presenciar pela primeira vez dentro de campo. “Agradeço a torcida pelo apoio. Estava ansioso de poder desfrutar deles, de poder sentir o calor. De minha parte, por eles, vou defender até a morte, o escudo e a instituição”, concluiu.

O Sport recebeu sua torcida na volta da melhor forma e venceu o Juventude com segurança em duelo que aconteceu nesta quarta-feira (6), na Arena de Pernambuco. O placar foi de 3x1 com gols de Zé Wilson, Mikael e Chico; Paulino Boia diminuiu. Com a segunda vitória seguida, o Sport chegou aos 23 pontos e deixou, pelo menos por equanto, a vice-lanterna da Série A.

Jogo truncado

##RECOMENDA##

Com as duas equipes priorizando não sofrer gol, o primeiro tempo na Arena de Pernambuco foi truncado. As duas equipes se defendiam quase que de forma idênticas e não permitiam espaços entre as linhas que criassem algum perigo. Nos primeiros 20 minutos, não houve nenhuma chance real de gol. Mas aos poucos o Sport foi crescendo e rondava mais a área do Juventude.

Mas foram os jaconeros que chegaram pela primeira vez em boa arrancada de Castilho que chutou por cima do gol. No lance seguinte, aos 28, o Sport respondeu com uma bomba de Hernanes que passou ao lado. E aos 37, já com mais volume de jogo, ainda que faltasse criatividade, o Leão chegou ao gol com cabeceio de Zé Welison em bola que Everaldo cruzou. Até o fim do primeiro tempo, os gaúchos não conseguiriam responder ao gol sofrido. 

Ataque desencanta

Mal começou a segunda etapa e Mikael, após um passe alto de Zé Welison, mandou uma bomba e ampliou. Com isso, o Juventude se lançou ao ataque e até assustou com Paulinho Boia mandando uma bola no travessão aos 12, mas depois disso parou na forte marcação do Sport. Com poucos espaços, os donos da casa começaram a roubar bolas e sair  com velocidade como em lance individual de Everaldo que raspou a trave.

O Juventude ficava mais com a bola, mas foi o Sport quem ampliou aos 24. Chico, após falta cobrada, mandou de cabeça para fazer o terceiro. Os visitantes esboçaram uma pressão e acabaram, aos 32 tendo, uma penalidade, cometida por Chico, que Boia converteu. Mas a equipe gaúcha foi incapaz de voltar a incomodar e a vitoria ficou com Leão no retorno da torcida ao estádio. 

Ficha de jogo

Competição: Campeonato Brasileiro - Série A

Local: Arena de Pernambuco

Sport: Mailson, Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino, Sander; Marcão, Zé Welisson, Hernanes (Pedro); Everaldo (Paulinho Moccelin), Gustavo (Chico) e Mikael (Tréllez). Téc: Gustavo Florentín.

Juventude: Douglas; Macedo, Quintero, V. Mendes, Willian, Jadson (Wescley), Dawhan, Castilhon (Ricardinho); Sorriso (Vagner), Capixaba (Paulinho Boia), Roberson (Nico Castilho). Téc: Marquinho Santos.

Gols:Zé Welisson, Mikael e Chico (SPO), Paulinho Boia (JUV)

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado-FIFA

Cartões amarelos: Macedo (JUV) Everaldo, Chico, Hernanes (SPO)

Público: 1.219

Renda: R$ 75.275,00

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando