Tópicos | Palmeiras

A final da Copa São Paulo de Futebol Júnior  esta semana foi marcada pela inédita conquista do Palmeiras sobre o Santos.  Além de ser campeão pela primeira vez, o Verdão bateu alguns recordes na competição. O LeiaJá relembra toda a trajetória do campeão:

##RECOMENDA##

O Palmeiras caiu no grupo 28 da competição e se classificou em primeiro lugar, com sete pontos. O verdão somou duas vitórias e um empate na fase e marcou dez gols e sofreu apenas dois. A outra equipe classificada do grupo foi o Água Santa, também com sete pontos e ficando atrás pelos critérios de desempate.

Na segunda fase da competição e a primeira em Mata-Mata, o Verdão vendeu o Mauá-SP por uma goleada de quatro a zero. Já na terceira fase, a equipe enfrentou o Atlético Goianiense e vendeu por três a zero contra o clube goiano. Nas oitavas de Final, a base do Palmeiras enfrentou o Internacional em dos jogos mais complicados para o Alviverde. O Verdão passou pelo Inter por 2 a 1, mas sofreu nos minutos finais da partida.

Já nas quartas de final, o Palmeiras passeou e Endrick protagonizou o gol mais bonito da competição na partida. O verdão venceu por 5 a 2. Na semifinal, as crias enfrentaram o poderoso São Paulo, uma partida dada como uma final "antecipada" por alguns especialistas. Com isso, o Verdão marcou logo no começo da partida e garantiu o resultado por 1 a 0.

O Palmeiras possui uma base vitoriosa nos últimos anos, sendo pentacampeão do Campeonato Paulista sub-20. A equipe de Paulo Victor Gomes possui uma experiência fora da curva, comparado aos outros times da Copinha. Isso porque grande parte dos jogadores que atuaram na Copinha jogaram as últimas partidas do Campeonato Brasileiro de 2021, e não perderam nenhuma das quatro partidas que atuaram.

Outra marca dessa equipe de crias é a intensidade, das nove partidas da competição, o Palmeiras marcou nos primeiros dez minutos de jogo em seis confrontos.

O Verdão teve o craque da competição, Endrick, de apenas 15 anos. Além disso, o garoto também levou o prêmio de gol mais bonito da competição. O Alviverde também bateu o recorde de gols marcados na competição, com 29 gols.

Grande destaque da conquista inédita do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior, com a goleada sobre o Santos por 4 a 0 nesta terça-feira no Allianz Parque, o atacante Endrick, de apenas 15 anos, afirma que não tem pressa para jogar entre os profissionais. Torcedores cogitaram a convocação do atleta para a disputa do Mundial de Clubes, no próximo mês. Ele poderia ser inscrito, mas o técnico Abel Ferreira descartou a possibilidade.

"Estou tranquilo. Vou torcer pelo time no Mundial. Tento pensar na base, tento não pensar no profissional para não atrapalhar minha carreira. O Abel está certo. Tenho de concordar. Vou torcer muito pelo Mundial", afirmou o atacante após a decisão.

##RECOMENDA##

Para Abel Ferreira, Endrick, depois da final da Copa São Paulo, precisa brincar e, quem sabe, viajar para a Disney. Questionado sobre a sugestão do treinador, Endrick desconversou.

A Fifa permite que jogadores da idade de Endrick sejam inscritos no Mundial. No Brasil, o garoto só pode assinar um contrato profissional quando fizer 16 anos, no dia 21 de julho.

Além da questão contratual, outro fator já afastava Endrick do Mundial. Se decidisse levar a promessa, o Palmeiras precisaria cortar um jogador da lista de inscritos.

Endrick foi o grande nome da primeira conquista do clube na Copinha, coroando um longo trabalho da base do clube, que soma cinco títulos estaduais seguidos. Em votações populares, ele foi escolhido o destaque do torneio e autor do gol mais bonito - aquela puxada, quase uma bicicleta, diante do Oeste nas quartas de final que encobriu o goleiro.

O jovem atacante destaca a força do grupo para conquista. "Esse é um título muito importante para a nossa sociedade. A gente não tinha. Os títulos são consequência. É o grupo sobre o indivíduo. Não ganhei esse prêmio sozinho. Não ganhei o título sozinho. Primeiro foi Deus. Ele está fazendo coisas importantes na minha vida e só tenho a agradecer", afirmou no final do jogo.

Logo no início da decisão, Endrick aproveitou a primeira chance que teve. Após boa jogada de Vanderlan pela esquerda, o atacante aproveitou a falha dos zagueiros e abriu a goleada no Allianz Parque. Ao longo da final, ele não se intimidou com as chegadas fortes dos defensores do Santos. Ainda no primeiro tempo, tentou dar uma carretilha quando o time já vencia por 3 a 0 e fugiu da pressão dos jogadores do Santos, que viram desrespeito no drible. Ele levantou os braços e fugiu das discussões.

No segundo tempo, Endrick foi ovacionado pelos 20 mil torcedores no estádio do Palmeiras ao ser substituído. Artilheiro do time no torneio com seis gols, Endrick virou o grande xodó da torcida palmeirense. Sua fama e a expectativa em relação ao seu desenvolvimento devem aumentar nos próximos meses após o título inédito da Copinha.

O Palmeiras finalmente tem a sua Copinha. Depois de décadas de provocação dos adversários, o time alviverde conquistou pela primeira vez o título da Copa São Paulo de Juniores com uma goleada sobre o Santos por 4 a 0, na manhã desta terça-feira, no Allianz Parque, na capital paulista.

Os versos "Palmeiras não tem Mundial, não tem Copinha, não tem Mundial", criados a partir da canção "História pro Sinhozinho", de Dorival Caymmi, perderam o sentido na manhã quente de terça. O Palmeiras começou o torneio como favorito, confirmou essa condição e foi o grande time do torneio. A festa dos 468 anos da cidade de São Paulo é verde.

##RECOMENDA##

Maior e mais visível torneio das categorias de base por causa das férias do futebol profissional, a Copinha marca a conquista de uma grande geração. É a continuidade de um longo trabalho do pentacampeão estadual da categoria. Vários atletas, como Wesley, Danilo e Patrick de Paula têm presença constante no time principal. Dos 30 inscritos na competição, 13 atletas atuaram no profissional em 2021. Dos que entraram em campo na final, só dois atletas - Endrick e Mateus - nunca foram relacionados para o time de cima. Além de encerrar o jejum, o time alviverde celebra a revelação de atletas como Endrick, talento de 15 anos, Giovani e Gabriel Silva - todos fizeram gol na final.

Campeão da Copinha em 1984, 2013 e 2014, o Santos buscava seu quarto título na Copinha, mas cometeu erros defensivos e mostrou falta de organização no ataque que prejudicaram a reação no jogo.

Com atletas que atuaram nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro do ano passado, o time de Paulo Victor se mostrou maduro, consciente e sem se importar com a pressão. O primeiro tempo foi um massacre, com 3 a 0 nos primeiros 15 minutos. O Santos não conseguiu igualar o jogo, nem técnica nem fisicamente, em nenhum momento do jogo.

A atmosfera para o título inédito era favorável. A final foi disputada com torcida única do Palmeiras no Allianz Parque - 50% do estádio foi liberado para o público. Desde 2016, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo só permite torcedores de uma equipe nos clássicos para evitar eventuais confrontos. Na Copinha, o regulamento previa que o dono da melhor campanha teria o apoio da torcida. Essa conjunção de fatores - contestada pelos santistas - deixou o estádio pronto para a festa alviverde.

Não houve tempo para dúvidas de que o Palmeiras levaria a taça. O Santos tentou adotar a tática de se defender e explorar os contragolpes, mas não conseguiu se segurar. Havia uma "avenida" no lado direito. A exemplo do que aconteceu na semifinal com o São Paulo, o Palmeiras saiu na frente cedo. Logo aos 5 minutos, após cruzamento de Vanderlan da esquerda, dois zagueiros do Santos falharam e Endrick finalizou de perna esquerda.

Seis minutos depois, uma pintura. Giovani - um dos grandes jogadores do time e autor do gol na semifinal - acertou um chute que encobriu o goleiro Diógenes. Coisa de gente grande. Vale lembrar que, neste ano, a Copinha permitiu jogadores até 21 anos, mas os dois primeiros gols foram marcados por garotos de 15 e 18 anos, respectivamente.

O terceiro gol foi uma bela cobrança de falta, aos 15. Colocando por cima da barreira, como se fosse com as mãos, Giovani praticamente definiu a final aos 15 do primeiro tempo. Na comemoração, o jogador que fez gol no Brasileirão do ano passado diante do Cuiabá e já atuou 13 vezes entre os profissionais fez reverências para a torcida. Na verdade, foi o estádio todo que se encantou com jogador maduro e consciente mesmo tão jovem.

Santistas e palmeirenses levaram a rivalidade dos profissionais, com a decisão recente da Copa do Brasil e da Libertadores, para a base. Saíram faíscas das divididas, como diziam os antigos narradores. Por isso, Ed Carlos recebeu cartão amarelo com menos de cinco minutos. Irritados com a derrota, os santistas perderam a cabeça e os cartões foram se somando. No final do primeiro tempo, Derick foi expulso.

Com mais espaço, o Palmeiras ampliou o placar com facilidade no segundo tempo. Vanderlan deu sua segunda assistência no jogo ao cruzar na cabeça de Gabriel Silva, que fez mais um. Jogando fácil e sem encontrar uma marcação organizada, o time poderia ter feito mais gols - um gol deles, que seria o terceiro de Gabriel Silva - foi anulado corretamente por impedimento.

Os palmeirenses esperam agora que o título inédito da base seja um prenúncio da conquista do Mundial de Clubes, em fevereiro, para enterrar de vez a gozação dos rivais. A primeira parte da missão está concluída.

 

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 4 x 0 SANTOS

PALMEIRAS - Mateus; Garcia, Naves, Lucas Freitas e Vanderlan (Ian); Fabinho, Pedro Bicalho (Pedro Lima) e Gabriel Silva (Lucas Sena); Giovani (João Pedro), Endrick (Vitinho) e Jhonatan (Kevin). Técnico: Paulo Victor.

SANTOS - Diógenes; Andrey (Rafael Moreira), Jair Paula, Derick e Lucas (Nycollas); Jhonnathan, João Victor (Mateus Nunes) e Ed Carlos; Fernandinho (Pedrinho), Rwan Seco e Weslley Patati. Técnico: Elder Campos.

GOLS - Endrick, aos 5, Giovani, aos 11, e Gabriel Silva, aos 15 minutos do primeiro tempo. Gabriel Silva, aos 8 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ed Carlos, Lucas Pires, Jhonnathan.

CARTÃO VERMELHO - Derick.

ÁRBITRO - Gustavo Holanda Souza.

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 20.814 pagantes.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Poucos minutos após a Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciar a final da Copa São Paulo de Juniores no Allianz Parque, a direção do Santos emitiu uma nota de repúdio nas redes sociais. c.

"O Santos FC lamenta e repudia a decisão da Federação Paulista de Futebol (FPF) de marcar a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, nesta terça-feira (25/01) para o Allianz Parque. O Peixe considera que tal decisão, que no regulamento da competição está sob responsabilidade do Departamento de Competições da FPF, privilegia o outro finalista e não atende ao princípio de isonomia", registrou o clube.

##RECOMENDA##

A FPF anunciou na noite deste domingo que a final da Copinha, entre Palmeiras e Santos, será disputada às 10 horas de terça, no Allianz Parque. E justificou a decisão ao explicar que o time da capital detém a melhor campanha da competição e lembrou que os clássicos em São Paulo vêm sendo disputados com torcida única nos últimos anos.

"Considerando a melhor campanha entre os finalistas e a regulamentação de torcida única entre os clássicos paulistas, o Palmeiras naturalmente teria sua torcida. Portanto, a grande final acontecerá no Allianz Parque", disse a FPF.

Para o Santos, a entidade poderia ter escolhido um estádio neutro para a final, ainda que contasse somente com torcedores do Palmeiras nas arquibancadas. "Desde o término das semifinais, na noite de sábado, o presidente do Santos, Andres Rueda, manteve contato com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, argumentando que nosso adversário tinha o direito de jogar com torcida, mas que o estádio deveria ser neutro."

"Rueda apontou diversas alternativas para que a final ocorresse seguindo o tradicional princípio da neutralidade nesta competição de base e reitera seu descontentamento com a decisão", completou o Santos.

A discordância acontece porque tradicionalmente a final da Copinha é disputada no estádio do Pacaembu. O local, contudo, passa por um ampla reforma e modernização após ter sido concedido à iniciativa privada.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) definiu na noite deste domingo (23) que a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, entre Palmeiras e Santos, será disputada no Allianz Parque, às 10 horas. Como tradicionalmente acontece, a decisão do torneio ocorrerá em 25 de janeiro (terça-feira), data do aniversário da capital paulista.

Anteriormente prevista para às 16h, a final teve seu horário remanejado para a manhã de terça-feira para evitar a possibilidade de confronto entre torcedores de Palmeiras e Corinthians. A equipe do Parque São Jorge atua no mesmo dia, às 21h, diante da Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. Como o jogo será na Neo Química Arena, havia a possibilidade de encontro, e possível confronto, entre grupos de torcedores dos dois times na linha vermelha do metrô paulistano.

##RECOMENDA##

Diferentemente dos últimos anos, em 2022, o Pacaembu não estará disponível para receber a final da Copinha, como geralmente acontece. O estádio está passando por um amplo processo de reforma e modernização após ter sido concedido à iniciativa privada.

Com a impossibilidade de contar com o Pacaembu, a FPF deixou a definição do palco da final em compasso de espera até que se confirmassem seus participantes. Como o Palmeiras é o time de melhor campanha, terá o privilégio de atuar em sua casa com o apoio da sua torcida, que será a única presente no Allianz Parque.

A FPF também emitiu uma nota explicando os motivos que levaram à mudança do horário inicialmente previsto e explicou que a decisão foi tomada em conjunto com autoridades e a Polícia Militar.

"Após análise minuciosa de todas variáveis envolvidas na grande final da Copa São Paulo e diálogo com a Polícia Militar de São Paulo, a FPF anuncia horário e local da partida entre Palmeiras e Santos. Enfrentamos a impossibilidade de utilizar o Pacaembu, tradicional palco da final da Copinha, e, por motivos de segurança, outras instalações na capital paulista. Considerando a melhor campanha entre os finalistas e a regulamentação de torcida única entre os clássicos paulistas, o Palmeiras naturalmente teria sua torcida. Portanto, a grande final acontecerá no Allianz Parque", diz a FPF, em um trecho do comunicado.

A faca encontrada no gramado da Arena Barueri, na noite de sábado, durante a invasão de torcedores do São Paulo nos acréscimos do segundo tempo da partida com o Palmeiras, pela semifinal da Copa São Paulo de Juniores, foi atirada das arquibancadas. É o que aponta investigação inicial realizada pela Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade) com base em depoimentos e imagens de TV e celulares.

"No instante da invasão, alguns objetivos foram arremessados em campo. Depois de muito analisar, recorrer a imagens da TV, torcedores e as próprias câmeras do estádio, ouvir arbitragem e atletas, nós conseguimos perceber que essa faca foi arremessada no gramado junto com os outros objetos", informou o delegado Cesar Saad, da Drade.

##RECOMENDA##

Ele disse que o próprio árbitro da partida, Matheus Delgado Candançan, apresentou a ele uma imagem que mostrou a faca sendo atirada no gramado. O artefato estava dentro de uma marmita de plástico.

Saad ressaltou que cabe à polícia apurar como a faca entrou no estádio, quem fez e como foi feita a revista. "Agora cabe à Polícia Civil identificar quem atirou essa marmita."

O Palmeiras venceu o São Paulo por 1 a 0 e se classificou para a final da Copinha. Na terça, a decisão do título será um clássico com o Santos. O horário e local da partida ainda não foram confirmados pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Sob forte calor na cidade de Novo Horizonte (SP), o Palmeiras estreou no Campeonato Paulista com vitória por 2 a 0 sobre o Novorizontino na tarde deste domingo (23), no estádio Jorge Ismael de Biasi, pela quinta rodada. O jogo foi antecipado devido ao calendário do time alviverde, que viajará nos próximos dias para disputar o Mundial de Clubes.

Esta foi a primeira vez que Palmeiras e Novorizontino se enfrentaram na fase de grupos. O time do interior subiu à elite do Estado em 2016 e desde então caiu no mesmo grupo do rival deste domingo, com exceção da atual temporada. Os confrontos no Paulistão foram todos nas quartas de final. Contando com esta partida, foram sete partidas, com seis triunfos da equipe alviverde e um empate.

##RECOMENDA##

Com a vitória, o Palmeiras larga na frente por vaga nas quartas de final no Grupo C, que conta ainda com Botafogo, Ituano e Mirassol. O Novorizontino está no Grupo B, ao lado de Ferroviária, São Bernardo e São Paulo.

Diferente do que vinha ensaiando na pré-temporada, Abel Ferreira não escalou o Palmeiras com três zagueiros. Murilo, um dos reforços para a temporada, ficou como opção no banco de reservas. No entanto, em vários momentos do jogo, o treinador recuou Piquerez e colocou Gustavo Scarpa atuando como uma espécie de ala, bem semelhante à tática usada na final da Copa Libertadores contra o Flamengo.

A escalação, inclusive, foi a mesma, até porque Marcos Rocha não foi relacionado, pois vinha fazendo um cronograma físico individual. Mayke foi novamente a aposta pela direita e deu conta do recado. O Palmeiras não sofreu nos primeiros 45 minutos e conseguiu sair na frente com um gol já nos acréscimos.

Zé Rafael recebeu na entrada da área e acertou um bonito chute para fazer 1 a 0. O gol foi um prêmio para o time que mais buscou o ataque. O Novorizontino tentava apostar no contragolpe, sem sucesso. Fora o gol, o Palmeiras ameaçou com Dudu. O camisa 7 teve algumas chances de marcar, porém faltou acertar o alvo.

No segundo tempo foi diferente. Logo na primeira oportunidade, aos 35 segundos, Dudu recebeu na entrada da área e bateu bonito para fazer 2 a 0. Em vantagem, o Palmeiras começou a se resguardar. O técnico, então, começou a rodar o elenco e colocou em campo o estreante Atuesta, um dos destaques na pré-temporada.

[@#video#@]

Mais tarde, também entraram Murilo e Rafael Navarro. O jogo continuou morno e foi ganhar em emoção nos acréscimos, quando o goleiro Giovanni pegou a bola fora da área e foi expulso após Luiz Flávio de Oliveira consultar o VAR. Léo Baiano foi para o gol, mas a cobrança de falta de Atuesta foi rente à trave.

O Palmeiras volta a campo na quarta-feira, às 21h35, no Allianz Parque, em São Paulo (SP). No mesmo dia, às 19h, o Novorizontino visita o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

FICHA TÉCNICA:

NOVORIZONTINO 0 x 2 PALMEIRAS

NOVORIZONTINO - Giovanni; Lucas Ramon (Lucas Mendes), Wálber, Bruno Aguiar e Reverson; Léo Baiano, João Pedro (Lepu), Danielzinho e Marcinho (Léo Tocantins); Cléo Silva (Welinton) e Michel Douglas (Douglas Baggio). Técnico: Léo Condé.

PALMEIRAS - Weverton; Mayke, Luan (Murilo), Gustavo Gómez e Piqueres; Danilo, Zé Rafael (Atuesta), Dudu (Gabriel Veron), Raphael Veiga (Rafael Navarro) e Gustavo Scarpa (Wesley); Rony. Técnico: Abel Ferreira.

GOLS - Zé Rafael, aos 47 minutos do primeiro tempo. Dudu, ao 1 minuto do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Zé Rafael (Palmeiras).

CARTÃO VERMELHO - Giovanni (Novorizontino).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

O São Paulo pode receber dura punição da Federação Paulista de Futebol (FPF) por causa dos atos de vandalismo de seus torcedores durante a semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, diante do Palmeiras, sábado à noite, na Arena Barueri. O árbitro do jogo revelou quatro paralisações na partida, com invasão de campo duas vezes e diversos objetos atirados no gramado, o mais grave deles, uma faca, já nos acréscimos.

Matheus Delgado Candançan revelou que as confusões começaram ainda no fim do primeiro tempo, com o arremesso de uma garrafa plástica, terminando com a faca atirada que poderia ferir até mesmo atletas do próprio São Paulo. O jogo foi disputado com torcida única para evitar confusões e, mesmo assim, ficou parado por oito minutos.

##RECOMENDA##

"Aos 45 + 2 do primeiro tempo, paralisei a partida devido ao arremesso de uma garrafa plástica dentro do campo de jogo oriundo da torcida do São Paulo F.C. Aos 11 minutos do segundo tempo paralisei novamente a partida, devido ao arremesso de copos plásticos próximo ao assistente de número 2 Sr. José Lucas Candido de Souza, também vindo da torcida do São Paulo FC", começou a escrever a súmula Matheus Candançan.

A partir daí, os problemas se intensificaram com invasões ao gramado. "Aos 27 minutos do segundo tempo houve invasão no campo de jogo de um torcedor da equipe do São Paulo F.C, sendo prontamente retirado pelo policiamento. Este torcedor foi identificado pelo Delegado do Jecrim Dr. Cesár Saad como o Sr. Williams Cristiano da Silva RG 44.183.038", seguiu.

"Aos 45 +5 minutos do segundo tempo paralisei a partida devido a invasão de torcedores da equipe do São Paulo F.C, sendo identificados pelo JECRIM os seguintes torcedores: Sr. Gabriel Bazarello Caires de Jesus RG 52.277.200-6, que chegou a atingir com uma peitada e um empurrão o atleta de n. 04 da equipe do S. E. Palmeiras sr. Lucas de Freitas Molarinho Chagas; o sr. Fábio Cristiano da Silva RG: 44.183.013-4; e mais um torcedor, que não pôde ser identificado. Os mesmos foram contidos pelos atletas do São Paulo FC e pelo policiamento", explicou o árbitro.

Matheus Candançan foi além. "Neste momento da invasão foram arremessados vários objetos dentro do campo de jogo, dentre eles: pedaços de assentos, chinelos, copos plásticos, e também uma faca, a qual foi entregue para equipe de arbitragem e encaminhada para o JECRIM do estádio. Após tal fato, solicitamos ao policiamento, tendo como responsável o Sr. Cap PM Alexandre Rodrigues Abbara RE 940004-4, a garantia para a continuidade da partida, na qual o mesmo garantiu a segurança de todos os atletas e torcedores do estádio. Informo que toda esta paralisação deu um total de 08 (oito) minutos até o reinício da partida."

BANIMENTO DOS ESTÁDIOS - A Federação Paulista de Futebol pediu medidas rígidas contra os invasores e sugere até que sejam banidos dos estádios após o lamentável episódio na Arena Barueri que terminou com a classificação do Palmeiras para a final após vitória por 1 a 0.

"A Federação Paulista de Futebol repudia veementemente as lamentáveis cenas de invasão de certos indivíduos, arremesso de objetos e o flagrante de uma faca no campo da semifinal da Copa São Paulo, entre São Paulo e Palmeiras, em Barueri, neste sábado. A FPF cobrará das autoridades que os criminosos travestidos de torcedores que praticaram tais atos sejam punidos com o maior rigor da lei e permaneçam afastados dos estádios", afirmou a entidade.

Se em 2021 o Palmeiras usou apenas reservas e jovens oriundos da base em boa parte do Campeonato Paulista porque estava envolvido em outras competições, neste ano, ao menos nos primeiros confrontos, o time jogará com força máxima, como estratégia para deixar os atletas com ritmo de jogo antes da disputa do Mundial de Clubes. O primeiro desafio no Estadual é o Novorizontino, neste domingo, às 16h, em Novo Horizonte. A partida inaugura a competição de 2022.

O atual campeão da Copa Libertadores embarca para Abu Dabi no dia 2 de fevereiro e estreia no torneio da Fifa no dia 8. Antes disso, tem quatro compromissos pelo Paulistão. Depois de enfrentar o Novorizontino fora de casa, pega Ponte Preta, São Bernardo e Água Santa.

##RECOMENDA##

Quase todo o elenco teve todo o mês de dezembro de descanso antes de se reapresentar, o que ocorreu no dia 5 de janeiro. Portanto, o grupo teve pouco mais de duas semanas dedicadas a treinos e pôde fazer uma pré-temporada, algo que não fez ano passado em razão do calendário embolado graças às consequências da pandemia.

Na preparação, os atletas fizeram duas atividades por dia e disputaram quatro jogos-treino. No último deles, o elenco se dividiu em duas equipes - verde e branco - que se enfrentaram. Parte da pré-temporada foi desfalcada porque o time registrou 11 jogadores com covid-19. Todos passaram o período de isolamento sem sintomas.

Houve mudanças importantes no elenco. Saíram atletas veteranos, como Jailson, Felipe Melo e Willian, e chegaram cinco contratações, mas não o camisa 9 que Abel Ferreira tanto deseja. O português recebeu como reforços o goleiro Marcelo Lomba, o zagueiro Murilo, os meio-campistas Jailson e Atuesta e o atacante Rafael Navarro. Todos estão reintegrados ao grupo e foram inscritos no Paulistão. Dos cinco, Murilo, Atuesta e Navarro são os que têm boas chances de aparecer entre os titulares - no primeiro jogo ou posteriormente.

Segundo maior campeão estadual, o Palmeiras busca sua 24ª taça. A última foi conquistada em 2020. No ano passado, ficou perto de erguer o troféu depois de perder para o São Paulo na decisão. O Novorizontino é o atual campeão do Troféu do Interior e um dos times mais estruturados fora da capital. Curiosamente, a equipe irá enfrentar o Palmeiras pela primeira vez na fase de grupos. Nos últimos seis anos, isso não aconteceu porque os dois caíram na mesma chave.

O Novorizontino sai na frente de boa parte dos seus adversários por ter conseguido manter a base do ano passado, quando conquistou o acesso inédito à Série B do Campeonato Brasileiro. Seis reforços chegaram: os zagueiros Walber e Isaque, o lateral-direito Lucas Ramon, o meia Marcinho e os atacantes Bruno Silva e Chrigor.

O comando técnico também não foi mexido. Apesar de ter recebido sondagens de alguns clubes, Léo Condé decidiu dar continuidade no trabalho realizado no Novorizontino.

Durante a pré-temporada, o Novorizontino realizou apenas dois jogos-treino e conseguiu duas vitórias por 2 a 1, sobre Ferroviária e Votuporanguense.

O Novorizontino tem ganhado força até mesmo no cenário nacional. Em 2021, fez boa campanha na Série C e neste ano vai disputar a segunda divisão do Campeonato Brasileiro pela primeira vez. O técnico Leo Condé tem tranquilidade para colocar suas ideias em prática e completa neste mês um ano à frente do "Tigre", como é conhecido o clube da pequena Novo Horizonte, cidade do noroeste paulista com 40 mil habitantes.

"Estamos com aquela ansiedade boa. É um jogo grande, muito visado, que é contra o Palmeiras. Temos que estar concentrados e dar o nosso máximo", afirmou o atacante Douglas Baggio.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior ainda não chegou ao fim, mas certamente o nome mais comentado da competição é o de Endrick, atacante de apenas 15 anos do Palmeiras. Os golaços e atuações de destaque já despertam inclusive o interesse de clubes do exterior. Segundo a imprensa espanhola, o Real Madrid e o Barcelona já monitoram a situação da joia alviverde.

De acordo com o Marca, um dos principais diários esportivos da Espanha, Endrick está na lista de jovens que o Real Madrid acompanha de perto e pode investir nas próximas janelas. Segundo a publicação, analistas do clube estão observando o desempenho do atacante na Copinha e uma eventual contratação do jogador seria mais um capítulo na histórica disputa com o Barcelona por valiosas promessas.

##RECOMENDA##

"O talento emergente do Brasil se chama Endrick, um atacante de 15 anos que pode estrear no time titular do Palmeiras no Mundial. Até julho não pode assinar nenhum contrato profissional e até os 18 anos não pode vir à Europa jogar. Apesar de todos esses problemas, Real Madrid e Barcelona já estão totalmente envolvidos em mais uma briga pela contratação de um jogador", diz o Marca.

O jornal As, outro diário esportivo de destaque na Espanha, afirmou na quinta-feira que o Barcelona estaria disposto a pagar 45 milhões de euros (R$ 277 milhões na cotação atual) em três parcelas. A equipe catalã estaria se movimentando para não perder mais uma disputa no mercado brasileiro para o maior rival, que nos últimos anos acertou com os atacantes Vinicius Jr. e Rodrygo.

Natural de Brasília, Endrick começou a encantar os torcedores do Palmeiras logo nos primeiros jogos da Copinha e rapidamente foi chamado pelo técnico Abel Ferreira para completar um treino do time principal na pré-temporada. O lance da joia que mais chamou atenção no torneio foi um gol de bicicleta de fora da área, na vitória por 5 a 2 contra o Oeste, nas quartas de final.

Endrick deve ir a campo neste sábado, quando o Palmeiras enfrenta o São Paulo pela semifinal da Copinha, às 19h, em Barueri. O clube alviverde busca seu primeiro título na competição. O vencedor do confronto vai enfrentar na final o Santos, dia 25.

A segunda vaga da final da Copa São Paulo de Futebol Júnior sairá do clássico entre São Paulo e Palmeiras, marcado para este sábado, às 19 horas, na Arena Barueri. O time alviverde está em busca do título inédito, enquanto a equipe tricolor tenta a sua quinta conquista. Quem avançar enfrenta o Santos, na decisão do dia 25, aniversário da cidade.

O São Paulo foi campeão em 1993, 2000, 2010 e 2019, sendo o último paulista a conquistar a taça. Além disso, ficou em sete oportunidades com o vice-campeonato. O Palmeiras, por outro lado, chegou à final apenas duas vezes, em 1970 e em 2003. Um possível título, acabaria com a conhecida provocação entre os rivais.

##RECOMENDA##

Com 100% de aproveitamento, o São Paulo tem melhor campanha que o Palmeiras. O time, comandado por Alex, ídolo da equipe alviverde, venceu todos os seus jogos na primeira fase e ainda passou no mata-mata por São Bernardo (3 a 0), São Caetano (3 a 0), Vasco (4 a 2) e Cruzeiro (2 a 1).

Por ter a melhor campanha, o São Paulo ganhou o direito de jogar com a torcida do seu lado. Apenas torcedores do tricolor poderão acompanhar o jogo na Arena Barueri. Terá também cobrança de ingressos, disponibilizado no site da Federação Paulista de Futebol (FPF).

O Palmeiras, por outro lado, tropeçou na última rodada da fase de grupos, quando empatou com o Água Santa por 1 a 1, com gol sofrido no último minuto. No entanto, passou com certa facilidade, na sequência, por Mauá (4 a 0), Atlético-GO (3 a 0), Internacional (2 a 1) e Oeste (5 a 2).

Diferentemente do São Paulo, que prezou pelo coletivo, sob o comando de Alex, o Palmeiras tem mais destaques individuais, a exemplo do atacante Endrick, de apenas 15 anos, artilheiro do time na Copa São Paulo. Na última rodada, o jovem fez um gol de bicicleta. O time alviverde ainda conta com nomes como Jhonatan, Gabriel Silva e Giovani.

Apresentado oficialmente pelo Palmeiras nesta sexta-feira, o atacante Rafael Navarro disse estar pronto para estrear. O reforço se colocou à disposição para enfrentar o Novorizontino, no domingo, fora de casa, na partida que vai abrir o Campeonato Paulista.

"Estou pronto (para jogar), mas não depende apenas de mim, depende do professor também. Ele sabe o melhor para o time. Encaro com muita responsabilidade e estou pronto para este objetivo", afirmou, em referência ao técnico Abel Ferreira.

##RECOMENDA##

Navarro chega ao Palmeiras em alta após ajudar o Botafogo a retornar à Série A do Campeonato Brasileiro, no fim do ano passado. Com 15 gols e nove assistências, ele foi o jogador com o maior número de participações em gols na última edição da Série B.

As boas performances atraíram os olhares do Palmeiras, que passou a maior parte da temporada passada sem um centroavante de ofício. Luiz Adriano, principal opção do time para o setor, não faz parte dos planos do clube para a nova temporada.

"Isso me motiva a trabalhar mais forte para poder corresponder à altura. A diretoria me deu confiança, isso me motiva muito. Tenho de trabalhar forte para poder corresponder", projetou Navarro.

O atacante se colocou à disposição para atuar em diferentes posições no ataque. "A adaptação está sendo muito boa, estou pegando o esquema tático dele (Abel). Sou centroavante, mas gosto de sair também e aí acaba abrindo espaço para os companheiros. Estou sempre na área para poder participar de gols", declarou.

Em sua apresentação, Navarro também elogiou a grande fase vivida pelo Palmeiras nos últimos anos. O time é o atual bicampeão da Copa Libertadores. "O que me fez escolher o Palmeiras foi por ser o Maior Campeão do Brasil, é uma responsabilidade muito grande. Sou movido a desafios, foi isso que me fez escolher a Família Palmeiras."

A Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS, na sigla em inglês) divulgou nesta quinta-feira a lista dos melhores clubes do mundo de 2021 com o Palmeiras no topo. O clube brasileiro, que conquistou duas vezes a Copa Libertadores em 2021 - a primeira foi pela edição de 2020 -, ficou na primeira colocação com 322 pontos, superando Atlético-MG e Manchester City, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

O ranking leva em consideração todas as competições disputadas entre os dias 1.º de janeiro e 31 de dezembro de 2021. Neste período, o Palmeiras conquistou uma Copa do Brasil - bateu o Grêmio na decisão - e duas Libertadores - a primeira contra o Santos, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e a segunda contra o Flamengo, no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

##RECOMENDA##

Em 2020, o Palmeiras havia terminado na segunda colocação, atrás do Bayern de Munique, da Alemanha, campeão mundial e da Liga dos Campeões da Europa, mas em 2021 foi a equipe que somou mais pontos no mundo no sistema de contagem do órgão: 322. O Atlético-MG (campeão mineiro, do Brasileirão e da Copa do Brasil) ficou em segundo lugar com 313 - em 2020 estava no 147.º lugar -, seguido pelo Manchester City, da Inglaterra, com 300. Chelsea e Flamengo fecharam o Top 5.

Os outros clubes brasileiros no Top 100 são: Athletico-PR (10.º colocado), Red Bull Bragantino (19.º), Santos (23.º), Fluminense (26.º), Grêmio (36.º), São Paulo (49.º), Internacional (51.º), Atlético Goianiense (70.º), Corinthians (86.º) e Ceará (91.º).

O Palmeiras se tornou o 16.º time diferente a vencer este ranking. O Barcelona, com cinco títulos, é o líder da IFFHS, seguido por Real Madrid (quatro) e Liverpool (três). Bayern de Munique, Manchester United, Milan, Internazionale, Juventus e Sevilla venceram duas vezes cada, enquanto que o clube brasileiro se junta a Roma, Ajax, Paris Saint-Germain, Valencia, Atlético de Madrid e Atlético Nacional (ColÔmbia) com um cada.

De 1991 até 2014, a lista da IFFHS era mensal. Durante esse período, o Palmeiras também foi o único time brasileiro a liderá-lo. Isso em quatro oportunidades em 1999, após a conquista do primeiro título da Libertadores.

Confira o Top 10 do ranking da IFFHS em 2021:

1.º - Palmeiras (Brasil) - 322 pontos

2.º - Atlético-MG (Brasil) - 313

3.º - Manchester City (Inglaterra) - 300

4.º - Chelsea (Inglaterra) - 289

4.º - Flamengo (Brasil) - 289

6.º - Dínamo Zagreb (Croácia) - 282

7.º - Bayern de Munique (Alemanha) - 271

8.º - Real Madrid (Espanha) - 262

9.º - Ajax (Holanda) - 261

10.º - Atlhetico-PR (Brasil) - 252

O Palmeiras reduziu o preço dos ingressos de suas partidas como mandante no Campeonato Paulista. A presidente Leila Pereira havia prometido baixar os valores dos bilhetes ainda quando era candidata na última eleição e cumpriu a promessa, atendendo a uma antiga reivindicação da torcida, que reclamava da elitização do Allianz Parque.

O primeiro compromisso do Palmeiras na temporada em casa será contra a Ponte Preta, na próxima quarta-feira, dia 26, às 21h35, pela segunda rodada do Paulistão. Os ingresso mais barato para esta partida custa R$ 60, no setor Gol Norte, e o mais caro, R$ 130, na Central Oeste. Eles estarão à venda exclusivamente para os sócios-torcedores Avanti a partir desta sexta, às 10h, no site www.ingressospalmeiras.com.br.

##RECOMENDA##

Os sócios-torcedores palmeirenses terão os descontos previstos em cada plano e exclusividade na compra dos ingressos via internet até segunda, dia 24, às 10h, quando tem início a venda para o público em geral. A comercialização para os sócios Avanti será dividida conforme a pontuação do rating de cada associado, classificados de zero a cinco estrelas.

No ano passado, assim que as autoridades do Estado de São Paulo aprovaram o retorno do público às arquibancadas, o Palmeiras vinha cobrando R$ 90 pelo bilhete mais barato para seus confrontos do Brasileirão no Allianz Parque. Depois, baixou para R$ 80 após reclamações da torcida. O mais caro custava R$ 250. Em 2018, o palmeirense chegou a pagar R$ 180 pela entrada mais econômica para assistir ao time na Copa Libertadores, o que gerou duras críticas dos torcedores.

Até o fim de 2019, ano da última temporada com público, antes de os portões dos estádios fecharem por causa da pandemia de covid-19, o Palmeiras tinha o tíquete médio mais caro do futebol brasileiro, em torno de R$ 57, à época. A diretoria faturava alto com a renda proveniente da bilheteria, já que a torcida lotava o estádio.

Mas, sobretudo em 2019, ano em que time não conquistou títulos, o torcedor passou a ir menos à arena e o clube, sem reduzir os valores dos ingressos, deixou de arrecadar uma quantia considerável e amargou buracos nas arquibancadas.

Antes e depois de eleita, Leila Pereira prometeu que iria aproximar o torcedor do Palmeiras e daria atenção para "a multidão fora do muro". Reduzir o preço dos ingressos seria, na sua visão, uma iniciativa importante nesse processo. "Não posso oferecer ao torcedor um produto que ele não pode adquirir. Não é inteligente. Não é possível que o Allianz Parque, aquela arena maravilhosa, tenha 15 ou 20 mil pessoas sendo que cabem mais de 40 mil. Isso não entra na minha cabeça", disse a mandatária ao Estadão no dia seguinte à sua posse.

O time alviverde estreia no torneio estadual domingo, às 16h, diante do Novorizontino, fora de casa, em Novo Horizonte.

Com vitórias sobre Oeste (5 a 2) e Cruzeiro (2 a 1 ), respectivamente, Palmeiras e São Paulo avançaram às semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior na noite de quarta-feira (19). Por meio de seu site oficial, a Federação Paulista de Futebol (FPF), organizadora do torneio, já confirmou a tabela completa da próxima fase da competição.

Às 20 horas desta sexta-feira, o Santos entra em campo para enfrentar o América-MG, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP). Já o clássico entre São Paulo e Palmeiras, com o time tricolor como mandante por ter melhor campanha - isso deverá determinar torcida única -, está previsto para as 19 horas deste sábado, na Arena Barueri, em Barueri (SP).

##RECOMENDA##

A decisão da Copa São Paulo será disputada no próximo dia 25, terça-feira, data do aniversário da cidade, como de costume. A final ainda não tem palco definido pela FPF, já que o estádio do Pacaembu, tradicional sede da disputa do título, está indisponível por conta de reformas.

Pela primeira vez, a competição contará com o VAR, o árbitro assistente de vídeo, que será implantado a partir das semifinais. Ele será utilizado nos mesmos moldes do Campeonato Paulista, com a equipe e monitores presentes na sala especial localizada na sede da FPF.

Desde 2021, o VAR está presente em todos os jogos do Paulistão. A tecnologia também já foi utilizada em jogos de mata-mata da Série A2 paulista e no Paulistão Feminino.

Nesta quarta-feira (19), Palmeiras e Oeste se enfrentam pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. O confronto é válido pelas quartas de final da competição e ocorre na Arena Barueri, em São Paulo, a partir das 19h (horário de Brasília).

##RECOMENDA##

Nesta segunda-feira (17), Palmeiras e Internacional se enfrentaram pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. O confronto era válido pelas oitavas de final da competição. Com isso, o Verdão venceu o Colorado por 2 a 1 e avançou para as quartas de final.

##RECOMENDA##

O principal destaque do Palmeiras foi Endrick, que entrou em jogo apenas aos 22 minutos da segunda etapa. O comandante da equipe está optando por dar mais minutos ao trio de ataque titular (Gabriel Silva, Vitinho e Giovani).

Autor do gol do título da Copa Libertadores do Palmeiras, o atacante Deyverson ainda não esqueceu o lance que o transformou em herói e resolveu pegar no pé do Flamengo mais uma vez. A provocação ocorreu após a eliminação do time rubro-negro da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O Flamengo perdia o jogo diante do Oeste por 1 a 0, quando, aos 45 minutos da etapa complementar, Igor Jesus, camisa 5 do time rubro-negro, estava como último homem da linha defensiva, acabou errando um domínio de bola e a entregou para Reifit, que avançou em liberdade e tocou na saída do goleiro para carimbar a classificação do time de Barueri.

##RECOMENDA##

O lance chamou a atenção pela similaridade com o erro de Andreas Pereira até acabar em gol de Deyverson, pela final da Libertadores. O atacante do Palmeiras, que assistia o jogo da Copa São Paulo, não perdeu a oportunidade para provocar o rival.

Em suas redes sociais, Deyverson postou o vídeo do gol do Oeste, com a seguinte legenda: "Alguém lembra de alguma coisa parecida?". Após a publicação, muitos torcedores do Palmeiras compartilharam a provocação e elogiaram o palmeirense.

E Deyverson vai estar na torcida para o Palmeiras seguir vivo na briga pelo título inédito da Copa São Paulo. O próximo desafio do time alviverde é diante do Internacional, em jogo marcado para esta segunda-feira, às 11 horas, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema.

A terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior terminará neste sábado com oito jogos, sendo seis deles com times grandes envolvidos, incluindo Palmeiras e São Paulo. Outro candidato ao título que entrará em campo é o Flamengo.

Em busca do primeiro título da Copinha, o Palmeiras desafia o Atlético Goianiense, após derrotar o Mauá, por 4 a 0. O time do Centro-Oeste despachou o Água Santa, com triunfo por 2 a 1. O jogo será em Diadema (SP).

##RECOMENDA##

O vencedor do jogo entre Palmeiras e Atlético-GO pegará quem passar de Internacional e Portuguesa. O atual campeão vem de vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo-SP e encara um adversário que tem surpreendido. Na última rodada, bateu o Avaí por 2 a 1.

Já o São Paulo reencontrará o São Caetano no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Ambos estiveram no mesmo grupo na fase inicial, com vitória do time tricolor por 2 a 1, de virada. A equipe da capital eliminou o EC São Bernardo para chegar à terceira fase, enquanto o time do ABC superou o Londrina.

Um dos favoritos ao título devido ao sucesso de suas categorias de base, o Flamengo encara o Oeste, após ter sido econômico na vitória sobre o Náutico por 1 a 0. O time paulista avançou nos pênaltis, diante do Ibrachina.

Outros dois grandes que estarão em campo neste sábado são: Cruzeiro, que desafiará o Retrô-PE, uma das surpresas da competição; e Vasco, que pegará o Audax-SP. O time carioca vem protagonizando diversas goleadas na competição.

Por fim, a rodada terminará com Desportivo Brasil-SP e Iape-MA, além de Canaã-BA e Juventus.

Confira os jogos deste sábado:

11h

Atlético-GO x Palmeiras-SP

Canaã-BA x Juventus-SP

15h

Desportivo Brasil-SP x Iape-MA

Internacional-RS x Portuguesa-SP

17h15

Audax-SP x Vasco-RJ

19h

Retrô-PE x Cruzeiro-MG

19h30

Flamengo-RJ x Oeste-SP

21h45

São Paulo-SP x São Caetano-SPP

A pré-temporada das equipes do Brasil se iniciou com a virada do ano. Os times se preparam para temporada 2022 e todos os campeonatos que estão por vir. Com isso, o LeiaJá preparou um material sobre a pré-temporada dos principais clubes paulistas:

##RECOMENDA##

O atual campeão da Libertadores faz a pré-temporada focada no Mundial de Clubes. O Verdão se reapresentou no início do mês e trouxe novidades para o técnico Abel Ferreira. O Palmeiras foi ao mercado e trouxe: Rafael Navarro, Atuesta, Jailson, Murillo e Marcelo Lomba. A diretoria tem conversas avançadas com o atacante Lucas Alario, do Bayer Leverkusen e pode ser uma novidade na Academia nos próximos dias.

Além das chegadas, o Verdão dispensou Felipe Melo, Jaílson e Willian. O atacante Borja foi negociado com o futebol colombiano e não vestirá mais a camisa do Palmeiras. Victor Luís e Lucas Lima foram emprestados por mais uma temporada e Danilo Barbosa retornou ao Nice, da França, após não renovar seu empréstimo. Luiz Adriano e Matheus Fernandes também serão negociados.

O verdão entra em campo em 23 de fevereiro pelo Campeonato Paulista contra o Novorizontino.

A temporada do Corinthians também se iniciou. Apesar de contestado e de não ter caído nas graças da torcida, o treinador Sylvinho segue no comando do Timão. A principal contratação da temporada foi o retorno de Paulinho. Além do volante, o Corinthians monitora o atacante Cavani, mas parece ser um sonho distante. Diego Costa é o nome da vez na diretoria do Timão e sua chegada é cabível.

O Corinthians monitora o jovem goleiro Ivan, da Ponte Preta. E contratou o lateral Bruno Melo. O zagueiro Robson Bambu, do Nice, da França, também está no radar do Timão e pode ser oficializado a qualquer momento.

As saídas do Timão foram: Araos, Caíque França, Léo Santos, Caetano, Janderson, Sornoza, Richard, André Luis, Marquinhos e Thiaguinho. Danilo Avelar e Jonathan Cafu também podem ser negociados. O Corinthians estreia em 25 de janeiro pelo Campeonato Paulista, contra a Ferroviária.

O São Paulo é um dos paulistas mais ativo no mercado. A última contratação do Tricolor foi Nikão, o atacante chega como um dos principais reforço da equipe para a temporada. Além disso, Patrik também foi anunciado.

O Tricolor segue monitorando a situação de Soteldo, que teve seu contrato rescindido com o Toronto, da MLS. A diretoria desistiu da contratação de Douglas Costa, que já anunciou que continuará no Grêmio.

O São Paulo tenta negociar  Pablo e Vitor Bueno por empréstimo. O goleiro Lucas Perri, Orejuela e Bruno Alves já deixaram o Tricolor por empréstimo. Além deles, Benítez, Liziero, Shaylon, Rojas, Galeano, Jean, Denis Junior e Rodrigo já deixaram o CT da Barra Funda. O primeiro confronto do Soberano é pelo Campeonato Paulista, contra o Guarani, em 27 de janeiro.

O Santos segue na reformulação de seu elenco para 2022. Pará, Jean Mota, Moraes, Diego Tardelli e Raniel já deixaram o peixe. Além de Anderson Ceará, que foi emprestado ao Maringá. Por outro lado, o clube renovou com João Paulo e anunciou Eduardo Bauermann, Bruno Oliveira e Ricardo Goulart.

O Peixe sondou a situação do atacante Pablo, do São Paulo, mas a negociação esfriou nos últimos dias e o Santos retirou seu interesse no atleta. O Santos segue em busca de um atacante e despertou interesse em Luiz Phelippe, que atua na Suíça, porém, a negociação parece estar distante. A diretoria do clube busca negociar Danilo Boza, Lucas Lourenço e Bruno Marques.

O primeiro confronto do Santos no ano é contra a Inter de Limeira, em 26 de janeiro, pelo Campeonato Paulista.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando