Tópicos | grávida

A Polícia Civil de Minas Gerais abriu inquérito, nesta quarta-feira (20), para investigar o estupro de uma menina de 10 anos que está grávida de gêmeos em Governador Valadares-MG. O suspeito dos abusos é o padrasto da criança, de 26 anos. 

As investigações começaram após a mãe estranhar o atraso na menstruação da criança e a levar ao hospital, que constatou a gravidez. A menina está com três meses e meio de gestação, segundo o jornal O Tempo.

##RECOMENDA##

De acordo com a Polícia Civil, a mulher, que também está grávida, foi agredida na noite noite da terça-feira (19) ao confrontar o marido. Ela procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), que fez buscas, mas não localizou o homem.

A criança relatou que os abusos começaram quando tinha seis anos. A polícia continua realizando diligências para encontrar o suspeito. 

Nesta segunda-feira (11), a atriz Milena Toscano recebeu uma linda declaração de aniversário do marido, o empresário Pedro Ozores.

Em uma publicação do Instagram, Pedro escreveu: "Hoje é o dia desse mulherão que escolhi para passar o resto da vida! Mãe dos meus filhos, minha esposa carinhosa, batalhadora, porto-seguro do João Pedro, meu e do próximo. A pessoa mais generosa que conheci na vida. Feliz aniversário, Milena! Você merece as melhores coisas que o mundo pode te oferecer! Te amamos meu amor!"

##RECOMENDA##

A atriz, que é mãe de João Pedro, de dois anos de idade, anunciou no Instagram em dezembro de 2020 que está grávida pela segunda vez. No post do amado, ela respondeu: "Você é e me deu os melhores presentes da minha vida! Minha família! Amo vocês três!"

Hugo Moura está dando o que falar nas redes sociais depois de uma postagem se declarando à família. No Instagram, fãs e seguidores do ator passaram a especular que Deborah Secco, esposa dele, estaria grávida do segundo filho do casal. Eles já são pais de Maria Flor.

Na última terça-feira (5), Hugo publicou uma foto, em que Deborah e Maria aparecem agarradinhas durante um passeio de barco em meio ao pôr do sol de Fernando de Noronha.

##RECOMENDA##

"Dois irmãos e três amores", legendou ele, citando o morro Dois Irmãos que aparece na paisagem.

[@#video#@]

Os fãs então passaram a especular quem seria o terceiro amor de Hugo, ficando na dúvida se ele de referia a Noronha ou estaria falando de mais um membro na família.

"Três? Tem bebê por aí?", questionou uma internauta. "Mais um anjinho? Maria vai amar!", disse outro. "Para bom entendedor, meia palavra basta. Vem bebê por aí", especulou outra seguidora.

Outros, no entanto, entenderam que ele falava sobre Noronha: "Em Fernando de Noronha quem não conhece a pedra se chama dois irmãos... E os três amores são a família"; "Morro Dois irmãos (Fernando de Noronha) e 3 amores: esposa, filha e a ilha. Simples assim", explicou outra.

A assessoria de imprensa dos atores não retornou o contato para comentar a especulação. No Instagram, Deborah também publicou fotos em Noronha e falou sobre a viagem em família.

Faltando pouquíssimos dias para a chegada do seu bebê, Kyra Gracie usou suas redes sociais, no último domingo (20), para compartilhar com os fãs um pouco do seu treino de Jiu-Jitsu.

A atleta e campeã mundial já está com 38 semanas de gestação e está com o parto previsto para 31 de dezembro, aguardando a chegada de Ryan, seu terceiro filho com o ator Malvino Salvador.

##RECOMENDA##

Na publicação, Kyra escreveu: "Pode treinar Jiu-Jitsu na gestação? #38semanas". Nos comentários os fãs e seguidores responderam com emojis de aplausos e parabenizaram a atleta pela disposição. Uma das seguidoras chegou a comentar: "Eu com 38 semanas, mal conseguia respirar". 

[@#video#@]

Entre 2000 e 2019, o número de nascidos no estado de São Paulo diminuiu de 699,4 mil para 580,2 mil, com importante mudança no perfil etário das mulheres que tiveram filho. Pesquisa da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) mostra que a proporção de mães com menos de 20 anos caiu pela metade, de 19,5% para 10,4%, de 2000 para 2019. Por outro lado, aumentou a parcela das mães com mais de 30 anos. Aquelas com idade de 30 a 39 anos passaram de 26% para 39,1%, no mesmo intervalo de tempo.

A entidade avalia que o resultado é consequência de mudanças na estrutura etária populacional e no comportamento reprodutivo. A mudança na distribuição dos nascimentos segundo grupos de idade resultou no aumento de quase três anos na média de idade das mães paulistas, que passou de 25,9 a 28,7 entre 2000 e 2019.

##RECOMENDA##

Na capital, a média é ligeiramente mais elevada, ou seja, há maior proporção de mães em grupos com mais idade: em 2019, essa média foi de 29,1 anos, 2,5 anos a mais do que em 2000. Para o conjunto dos demais municípios paulistas, o aumento na média foi de três anos, passando de 25,7 para 28,5 anos no mesmo período. Considerando os municípios paulistas separadamente, a idade média das mães variou de 24 a 33 anos, em 2019.

Cerca de 25 mil adolescentes com menos de 18 anos foram mães em 2019. Embora essa parcela represente 4,3% do total de nascimentos e tenha caído pela metade entre 2000 e 2019, a Seade avalia que a gravidez na adolescência permanece como importante tema de estudo, já que pode trazer diversos riscos à saúde materna e do recém-nascido, bem como consequências relacionadas à educação e a questões socioeconômicas e familiares. As regiões de Itapeva e Registro apresentaram as proporções mais elevadas de mães com menos de 18 anos.

A pedagoga Cíntia Garcia teve o filho Gael no fim do mês passado, aos 32 anos. Apesar de sua primeira filha ter nascido quando ainda não tinha completado os 30 anos, ela conta que decidiu esperar um pouco mais pelo segundo filho por causa do cuidado que uma criança exige e para que alcançasse uma estabilidade financeira.

Ela e o marido planejavam ter o segundo quando sua filha completasse três anos, mas a faculdade e a busca por um novo emprego adiaram os planos. “Era o último ano da faculdade e eu queria entrar em uma escola [para trabalhar], então decidimos esperar mais um pouco por causa disso. Até os três, era por conta da diferença deles. Quando ela fez três, foi por causa da faculdade e no intuito de arrumar um emprego primeiro”, contou.

Para a pedagoga, o benefício de ter filhos na faixa entre 30 e 39, e não mais jovem, é que ela conseguiu maior estabilidade financeira. “No nosso caso, [o benefício] é estar com tudo arrumado, casa, emprego, a santa estabilidade - que nunca é estável, mas é mais estável do que mais jovem, porque antes dos dois [filhos] estávamos na casa dos nossos pais.”

Após realizar uma live ao lado do cadáver de uma mulher grávida, o influenciador digital russo Stas Reshetnikov, de 30 anos, foi preso preventivamente em Ivanovka, nos arredores de Moscou. Identificada como Valentina Grigoryeva, a jovem de 28 anos estava com quatro semanas de gestação e é apontada como a namorada do youtuber.

Durante a transmissão dessa quinta-feira (3), o corpo de Valentina aparece no sofá, coberto apenas por roupas íntimas. "Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que há com você? Valya, Valya, droga, você parece que está morta! Coelhinha, por favor, diga alguma coisa!", disse Stas, que nega ser companheiro da vítima.

##RECOMENDA##

Em seguida, ele checou os batimentos da jovem e confirmou a morte, "companheiros, sem pulsação... ela está pálida. Não está respirando". Seguidores que acompanhavam a live acionaram a emergência médica.

As autoridades confirmaram a relação entre os dois e acreditam que Stas forçou Valentina a ficar apenas de calcinha e sutiã na varanda do apartamento, em meio ao outono russo, por mais de uma hora. Ainda não foi confirmada a causa da morte, mas o The Sun indica que tenha sido por hipotermia. O youtuber rebate e afirma que ela foi vítima de overdose.

Ele foi estimulado pelos seguidores, que ofereceram mil dólares para que atacasse a namorada com spray de pimenta e a colocasse para fora do apartamento. A polícia solicitou exame de paternidade.

Segundo o portal russo RT, Stas pode ser condenado a, pelo menos, dois anos de prisão, caso não tenha tido intenção de matá-la. No entanto, se ele for pai do bebê e o dolo seja confirmado, ele pode ser preso por, no mínimo, 10 anos.

A médica e influenciadora digital Romana Novais usou suas redes sociais, na quarta-feira (25), para compartilhar uma foto do seu ensaio gestacional. Grávida de 7 meses, Romana aparece nua exibindo o barrigão.

"Te carregar é uma dádiva minha filha", escreveu ela na legenda da publicação. 

##RECOMENDA##

Romana está esperando uma menina que se chamará Raika. A médica também é mãe de Ravi, de 10 meses, fruto do casamento com o Dj Alok.

[@#video#@]

A cantora Simone, da dupla com Simaria, está aproveitando bastante os momentos em família e os últimos meses de sua segunda gestação. Na última sexta-feira (6), Simone, o marido Kaká Diniz e o filho Henry, de 6 anos, aproveitaram o dia em uma praia e o marido da cantora dividiu algumas imagens com os fãs nas redes sociais. 

"Entendam... Esse é meu mundo... Sem vocês o meu universo fica sem chão! Não vivo sem vocês três... Amo vocês, Simone, Henry e Zaya", escreveu o empresário na publicação.

##RECOMENDA##

Simone está grávida de uma menina e o casal, além de já ter escolhido o nome, Zaya, também criou uma conta no Instagram para a bebê. A conta já chegou a mais de 90 mil seguidores.

[@#video#@]

O cantor Zé Felipe pediu Virgínia Fonseca em casamento na última quinta-feira (5). O pedido, revelado pelo colunista Leo Dias, teria sido feito em Londrina e, pelo que parece, será postado no canal do YouTube de Virgínia nesta sexta-feira (6), ao 12h.

Grávida do primeiro filho, Virgínia já havia brincado anteriormente durante uma entrevista com Leo Dias que o pedido de casamento de Zé Felipe estava demorando demais para acontecer

##RECOMENDA##

"Eu que vou ter que pedir o Zé Felipe em casamento", disse.

Nas redes sociais, a influenciadora digital já anunciou que um novo vídeo irá sair em seu canal, porém, fez mistério sobre o assunto. 

A 2ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo negou recurso e manteve, em julgamento no último dia 21, a condenação imposta por um júri popular a um homem que atirou ácido no rosto da ex-companheira grávida em Guarulhos, na região metropolitana paulista. Pela tentativa de homicídio qualificada por motivo torpe, com emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e contra a mulher, por razões da condição de sexo feminino, a pena foi fixada em 20 anos de reclusão, em regime inicial fechado.

Segundo informações do processo, no dia do crime, 8 de outubro de 2016, o homem queria impedir a ex-companheira de ir a uma festa. Após discutirem, ele foi em busca de um balde com ácido no lava-jato em que trabalhava. A substância era utilizada para tirar ferrugem de rodas de veículos. Quando retornou, arremessou o ácido no rosto da mulher, que estava ao lado do pai na calçada esperando a polícia - isso porque o homem já havia feito ameaças antes de deixar a casa dela.

##RECOMENDA##

A mulher precisou ficar internada por dois meses, período em que passou por nove procedimentos cirúrgicos. Ela teve quase 18% do seu corpo queimado, sofreu corrosões em múltiplas regiões, queimaduras de segundo grau profundas no rosto, dorso, tórax e em membros superiores, perdeu parte do couro cabeludo e a visão em um olho.

De acordo com o desembargador Luiz Fernando Vaggione, relator da apelação, ficou claro que o réu sabia tratar-se de produto altamente tóxico e com intenso potencial destrutivo em contato com a pele. E, aproximando-se de maneira ardilosa da ofendida, jogou grande quantidade (conteúdo em um balde) contra seu rosto.

O magistrado afirmou que a decisão dos jurados se coaduna com a versão acusatória existente nos autos, na qual a intenção homicida resultou amparada, em especial, pelos relatos da vítima, de seu genitor, que presenciou o ocorrido, do Delegado de Polícia, que conversou com a ofendida logo após os fatos, bem como em razão do restante da prova oral colhida. Os desembargadores Francisco Orlando e Alex Zilenovski acompanharam o voto do relator.

A cantora Joss Stone está grávida pela primeira vez! Segundo informações do site norte-americano People, a artista espera pelo primeiro filho ao lado do namorado Cody DaLuz. A informação foi confirmada pela própria Joss em entrevista à influenciadora Ella Mills, que também está grávida:

- Então, adivinha? Eu vou ter um bebezinho também! Estou tão animada em falar com você, porque não conheço muitas mulheres grávidas. Estou na semana 17 e acabei de não ficar mais enjoada o tempo inteiro. Estou me sentindo bem. Não é loucura ter alguém crescendo dentro de você?

##RECOMENDA##

 

Grávida, Lorena Carvalho resolveu responder algumas curiosidades dos seguidores sobre sua gestação. A influenciadora digital entregou que ainda não sabe o sexo do bebê e que só uma amiga sabe se será menino ou menina.

"Não vimos na ultra. Na última, pedi para não investigar muito as partes baixas porque queria fazer o chá revelação. Fizemos o exame de sexagem fetal e só uma amiga sabe do resultado", disse ela.

##RECOMENDA##

Lorena, que está no primeiro trimestre da gestação, ainda falou sobre os enjoos que teve no início: "Meus enjoos eram mais fortes na parte da tarde e noite. Tinha dias que por mais que eu tentasse, não conseguia jantar. Mas daí eu comia pelo menos uma maçã ou outra fruta para não ficar com o estômago vazio".

Sobre o nome para o bebê, Lorena revelou que já tem até uma lista com Lucas Lucco, pai da criança e seu companheiro: "Nós fizemos uma lista com algumas opções, mas toda hora mudamos de ideia", contou.

Ela ainda relembrou a primeira gravidez, que foi interrompida após sofrer um aborto espontâneo. Um seguidor questionou se ela sabia o sexo do bebê e ela disse que não: "Não soube! Para sempre meu anjinho (a)", finalizou.

 

A Polícia Civil está investigando um caso de uma adolescente de 13 anos que engravidou após ser estuprada no Recife. A corporação informou que houve a instauração de inquérito policial e depoimentos estão sendo colhidos.

Segundo a polícia, a família denunciou o ocorrido na segunda-feira (21) de manhã. A jovem foi encaminhada ao Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-PE), na capital. A unidade de saúde informou que não vai comentar o caso por questões jurídicas e de sigilo médico.

##RECOMENDA##

O crime está sendo investigado pela Delegacia do Vasco da Gama, na Zona Norte do Recife. Não houve prisões até a manhã desta terça-feira (22).

O Cisam-PE foi a unidade responsável por fazer o aborto legal de uma menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada pelo tio em São Mateus-ES. O procedimento ocorreu nos dias 16 e 17 de agosto. O suspeito do crime foi preso na casa de parentes em Betim-MG.

 

Frases como "toda mulher nasceu para ser mãe" reforçam o estereótipo de que todo indivíduo do sexo feminino tem a ‘obrigação social de procriar’. Porém, algumas pessoas têm medo e até uma certa fobia em relação à gravidez e ao parto.

Imaginar-se gerando uma vida pode provocar crises sérias de ansiedade e depressão. E a Psicologia estuda um diagnóstico específico para esses casos: a tocofobia.

##RECOMENDA##

Os principais sintomas relatados por mulheres que passam por isso são: descontrole emocional ao falar do assunto, crises de pânico, oscilação intensa de humor, vômitos excessivos, pesadelos e depressão.

A tocofobia se caracteriza por um medo excessivo de engravidar e do parto.

"Para algumas mulheres, o fato de se imaginar grávida ou parindo, já é suficiente para desencadear uma crise de ansiedade e uma verdadeira aversão", afirma a psicóloga Daniela Silvares, terapeuta da criança interior e consteladora familiar.

O que é tocofobia?

Nem todas as mulheres que são acometidas pela tocofobia não gostariam de ser mães. Porém, elas acabam desistindo da maternidade por acessarem um medo profundo semelhante à fobia, como explica a psicóloga Daniela Silvares: "Ou se elas engravidam, têm verdadeiro pavor de pensar no parto, que é sentido como uma experiência de muito sofrimento e de ameaça a vida, da mãe e do bebê. Por esse motivo, se engravidam, muitas recorrem a cesariana", acrescenta.

A consteladora familiar esclarece que algumas mulheres também podem desenvolver a tocofobia após passarem por processos traumáticos em sua primeira gestação e experiência de parto.

 

Quais os sintomas e como identificar a tocofobia?

É comum que mulheres tenham medos e ansiedade diante de uma gravidez e não há nada de errado nisso.

"Mulheres com tocofobia apresentam sintomas mais acentuados, como um descontrole emocional ao falar do assunto, crises de pânico, oscilação intensa de humor, vômitos excessivos, pesadelos e depressão. É um verdadeiro sofrimento para elas, desde a possibilidade de engravidar até a forma como vivenciam a gestação, caso ela aconteça", afirma Daniela Silvares.

 

Há algum tipo de tratamento?

Para vencer o medo da gestação e realizar o sonho de ser mãe, muitas mulheres procuram ajuda. Mas será que tem cura?

A psicóloga Daniela Silvares afirma que existem diversos tratamentos. "Em alguns casos talvez seja preciso uma intervenção multidisciplinar e até uso de medicação. É muito importante que essa mulher investigue seus medos e que, com ajuda profissional adequada, consiga olhar para o que esses sintomas revelam sobre sua história. Sobre a sua experiência de nascimento, sobre o que sua mãe viveu e sentiu em sua gestação", diz a consteladora familiar.

Muitas vezes, a paciente tem, no histórico familiar, relatos de outras mulheres, mãe, avós, bisavós, que já passaram por sofrimentos profundos, traumas que foram passados de forma transgeracional. "Todas essas experiências nos acompanham, mesmo que não tenhamos consciência delas. Aquilo que foi dito e mesmo o que foi silenciado. Com um tratamento adequado, essa mulher poderá vivenciar uma gestação e parto sem que precise passar por tanto sofrimento emocional", pondera.

 

Há algum teste a ser feito para identificar a doença?

Não existe nenhum tipo de teste ou exame que possa identificar a tocofobia. Porém, um especialista pode dar o diagnóstico clínico para que a paciente consiga encontrar a melhor forma de tratar os sintomas.

 

Tocofobia em homens existe?

Se a tocofobia é o medo da gravidez, gerar um bebê, e do parto, será que os homens que acompanham a gestação da companheira também podem sofrer com os mesmos sintomas? "Embora o índice seja bem menor, também pode acontecer de o homem desenvolver a tocofobia e, da mesma forma, é preciso buscar ajuda profissional para compreender o que está por trás desses sintomas e conseguir vivenciar uma paternidade com mais leveza", conclui a psicóloga.

Um casal foi preso, na sexta-feira (28), por assassinato de gestante em Canelinha-SC. A vítima, que era professora, foi morta a tijolada e teve a barriga cortada por estilete para retirada da criança. O bebê está hospitalizado.

O corpo da gestante de 24 anos foi encontrado em um forno de cerâmica desativado na cidade. A principal suspeita é que uma conhecida tenha armado uma emboscada para cometer o homicídio e ficar com o bebê.

##RECOMENDA##

A vítima desapareceu na tarde da quinta-feira (27). No dia seguinte, uma mulher que conhecia a vítima e o companheiro dela foram presos pelo crime. O corpo da gestante também foi encontrado na sexta-feira (28), mas o bebê não estava com ela.

A mulher presa havia comparecido ao hospital ainda na noite da quinta-feira com o bebê dizendo ser a mãe. A recém-nascida estava ferida e foi encaminhada ao Hospital Infantil Joana de Gusmão, na Florianópolis. 

De acordo com a polícia, a suspeita confessou o crime. Ela relatou ter perdido um bebê em janeiro, mas não comunicado aos familiares nem ao marido. A mulher teria passado a cogitar o homicídio em razão das coincidências de prazos de gestação com a vítima. A identificação do casal não foi divulgada por causa da Lei de Abuso de Autoridade.

A gestante Daiany Franco, de 31 anos, perdeu o bebê após o motorista de aplicativo interromper a corrida a caminho do hospital. A mulher, que estava com 13 semanas de gestação, apresentava sangramento quando o motorista pediu que ela descesse do carro para não manchar o banco do veículo de sangue. As informações são da Record TV.

O caso aconteceu na última segunda-feira (24) em São Paulo e, de acordo com a mãe da jovem, Rita de Cássia, o motorista não gostou de saber que ela estava com sangramento e disse: “Se o banco manchasse, elas teriam que pagar”. O homem parou o veículo no meio do trajeto a caminho do hospital Ipiranga e as deixou em um posto de gasolina. “Ficamos uns 20 minutos no posto e na chuva. Eu abri um guarda-chuva porque tava caindo água na minha filha. O resgate demorou a chegar, liguei para o 190 e a PM foi quem socorreu minha filha”, explicou Rita.

##RECOMENDA##

As câmeras de segurança do posto gravaram todo o ocorrido, desde o momento em que desceram do carro, o desespero da mãe de Dayane pedindo ajuda aos frentistas e outros veículos no local, até o momento em que finalmente elas recebem ajuda. O 190 foi acionado pela mãe da jovem e, segundo ela, ambas passaram cerca de 20 minutos esperando o resgate. “Ela chegou ao hospital desacordada, não respondia mais. Os médicos foram muito rápidos. Se demorasse mais 5 minutos não teria salvado nem minha filha”, disse a mãe da jovem.

Em entrevista para a Record TV, Daiane disse que acredita que se tivesse ido diretamente para o hospital poderia ter tido chance de salvar o bebê. Na unidade de saúde, ela precisou passar por uma cirurgia. A família já registrou um boletim de ocorrência e o caso será investigado pelo 26° DP em Sacomã, São Paulo. O aplicativo que o motorista faz parte informou a emissora que ele já foi bloqueado da plataforma e que estão prestando assistência à vítima.

Reprodução/Record TV

O tio, de 33 anos, acusado de estuprar e engravidar a criança de 10, que interrompeu a gravidez no último dia 16, no Recife, tornou-se réu por estupro de vulnerável. A Justiça do Espírito Santo aceitou a denúncia do Ministério Público e pode condená-lo a até 15 anos de reclusão.

Ele foi capturado em Betim, Minas Gerais, na última terça (18) e, desde então, está preso no Complexo do Xuri, em Vila Velha, onde aguarda a audiência de custódia. Enquanto ainda estava foragido, a polícia já havia o indiciado por estupro de vulnerável e ameaça.

##RECOMENDA##

LeiaJá também:

--> Tio acusado de engravidar menina de 10 anos é capturado

--> Após aborto, Polícia Científica de PE faz perícia em feto

--> Após aborto autorizado, menina recebe alta e deixa o CISAM

--> Evangélicos protestam contra aborto de menina estuprada

O tio acusado engravidar a sobrinha, de 10 anos, que abortou o feto no Recife, foi preso na madrugada desta terça-feira (18), no município de Betim, em Minas Gerais. O homem, de 33 anos, estava foragido, mas foi capturado após denúncias indicando seu esconderijo. De acordo com a Polícia Civil do Espírito Santo, antes de fugir para Minas, ele estava na Bahia.

O homem morava com familiares em São Mateus, no Norte do Espírito Santo, e é acusado de estuprar a criança durante 4 anos, antes de engravidá-la. Sem ter a identidade revelada, o tio será transferido para seu estado de origem e deve seguir para o Complexo do Xuri, onde será preso preventivamente após o interrogatório.

##RECOMENDA##

Relembre o caso:

--> Evangélicos protestam contra aborto de menina estuprada

--> Religiosos pressionaram família de criança grávida

--> Sara Winter fere o ECA e expõe criança estuprada

No Twitter, o governador Renato Casagrande (PSB) confirmou a captura. "A nossa polícia efetuou nesta madrugada a prisão do estuprador da menina violentada no interior do ES. Que sirva de lição para quem insiste em praticar um crime brutal, cruel e inaceitável dessa natureza. Detalhes da operação serão repassada pela equipe segurança ainda hoje", publicou na manhã desta terça.

[@#video#@]

Nesta segunda-feira (17), o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, condenou o aborto feito na criança, de 10 anos, que estava grávida de 22 semanas após ser estuprada pelo tio. O líder religioso se solidarizou com os grupos que tentaram evitar a intervenção.

"Se grave foi a violência do tio, que vinha abusando de uma criança indefesa, culminando com o violento estupro, gravíssimo foi o aborto realizado em Recife, quando todo o esforço deveria ser voltado para a defesa de duas crianças", afirma Dom Fernando.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Ele destaca que a cidade "está criando a fama de capital do aborto" e pretende lutar para mudar tal reconhecimento.

 O arcebispo ainda criticou a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (CISAM), que realizou o procedimento garantido pela Justiça. "Este ato, mesmo com autorização judicial, não deve ser feito por uma pessoa de fé ou até incrédula consciente", apontou.

A família da menina de 10 anos grávida após ter sido estuprada pelo tio foi pressionada por um grupo de religiosos para que não fizesse o aborto. O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) investiga o ocorrido. As conversas foram gravadas.

Uma das pessoas que foi até a casa da família da garota diz que "Deus permitiu" a gravidez, portanto o procedimento não deveria ser feito. Na conversa, as pessoas afirmam que o aborto seria doloroso e haveria risco para a menina. Eles dizem que colocariam uma equipe médica à disposição para levar a gravidez em frente.

##RECOMENDA##

“A gente está aqui para oferecer essa ajuda. Só que essa voz, quem tem, quem pode ter peso é só a senhora. Então, se a senhora permitir, eu gostaria de colocar um áudio de uma médica para a senhora ouvir o risco que tem. Por exemplo, o procedimento que eles querem fazer é o quê? Induzir um parto normal. Tem que aplicar uma medicação na vagina dela, como se fosse um parto normal, sentir contrações, sentir dor”, diz uma das pessoas na gravação.

Um dos homens que visitou a avó da menina defende que o feto não tem culpa. A avó diz: "Mas ela vai gerar uma criança. Ela tem dez anos, é uma criança gerando outra criança". O homem responde: "Mas, se tem uma alma ali, foi Deus que colocou". Em seguida a avó questiona: "Deus permitiu uma barbaridade dessa?". "Permitiu", responde o visitante.

O grupo chega a citar a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, como se ela os apoiasse. “Inclusive eu conversei ontem com a assessora da ministra Damares, só para você saber o nível de informação que eu tenho. Olha onde chegou, à ministra Damares! Então a gente quer que a senhora use a voz que a senhora tem para defender esse bisneto da senhora”, pede um rapaz.

A Vara da Infância e Juventude de São Mateus vai abrir uma investigação sobre o caso. Os diálogos gravados já estão em posse do promotor Fagner Cristian Andrade Rodrigues. Foi ele quem solicitou à Justiça a autorização do aborto.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando