Tópicos | morte

Nessa quarta-feira (20), a atriz Patrícia Pillar lamentou a morte do cineasta Fábio Barreto. Patrícia de despediu de Fábio em uma postagem emocionante no seu perfil do Instagram. Os dois trabalharam juntos em O Quatrilho, de 1995, que foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

"Fábio Barreto sempre estará na minha lembrança. Era um diretor talentoso, delicado e muito querido. Juntos fizemos 'O Quatrilho'. Foram belos momentos, desde as gravações no Rio Grande do Sul até a honra de recebermos a indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Sua partida me deixa triste, e deixo aqui meu abraço carinhoso à sua família!", escreveu ela.

##RECOMENDA##

Na mesma rede social, Gloria Pires, que atualmente está no remake da novela Éramos Seis, homenageou o amigo. "Finalmente, o repouso merecido. Querido guerreiro, descanse em paz!", legendou a atriz, publicando uma foto com Fábio nos bastidores da gravação do longa-metragem Lula, o Filho do Brasil. O cineasta, que tinha 62 anos, estava em coma após sofrer um acidente de carro em dezembro de 2009. 

[@#video#@]

Autoridades de Burkina Faso anunciaram, nesta quinta-feira, que 18 "terroristas" foram mortos quando tentaram atacar uma base policial na região norte do país, onde as forças de segurança tentam sufocar uma revolta jihadista.

"Os criminosos foram impedidos graças a uma resposta rápida", afirmou a polícia em um comunicado. A tentativa de ataque aconteceu na quarta-feira em Arbinda, província de Soum.

Um policial morreu e sete ficaram feridos, informa o comunicado. Armas, motocicletas e equipamentos de GPS pertencentes aos jihadistas foram apreendidos no local.

O confronto aconteceu depois que o exército de Burkina Faso anunciou a morte de 32 "terroristas" na semana passada em duas operações na região norte do país.

As forças de segurança - mal equipadas, com treinamento deficiente e recursos insuficientes - não conseguem deter a violência jihadista, que aumentou em 2019.

Os ataques no país foram reivindicados por vários, incluindo Al-Qaeda e Estado Islâmico.

A região do Sahel, que também inclui Mali e Níger, é cenário de muita violência, apesar da presença da força regional G5 Sahel e de tropas dos Estados Unidos e França.

O cineasta Fábio Barreto morreu na noite dessa quarta-feira (20), aos 62 anos, no Hospital Samaritano, na zona sul do Rio de Janeiro, onde ele estava internado. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a família não autorizou a divulgação de detalhes sobre a morte.

Ele estava em coma desde que sofreu um acidente de carro em dezembro de 2009. Filho do cineasta Luiz Carlos Barreto e da produtora Lucy Barreto, Fábio dirigiu seu primeiro longa-metragem, Índia, a Filha do Sol, em 1984.

##RECOMENDA##

Ele foi também diretor de O Quatrilho (1995), indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1996. Também dirigiu Lula, O Filho do Brasil, em 2010.

A Polícia Civil informou nesta terça-feira (19) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, no dia 20 de setembro.

Segundo a polícia, houve um erro por parte do policial lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Fazendinha. O inquérito teve como base depoimentos de testemunhas, de policiais militares em serviço que estavam no local do crime, de perícias e o laudo da reprodução simulada feita no dia 1º de outubro.

##RECOMENDA##

De acordo com as investigações, o policial teria tentado atingir dois criminosos que passavam em uma moto, mas o projétil ricocheteou e atingiu Ágatha dentro da Kombi na qual estava. Essa versão inclusive que havia sido relatada por familiares de Ágatha e pelo próprio motorista da kombi na qual a criança estava. Inicialmente os policiais afirmaram que houve troca de tiros, versão contestada desde o início pelas testemunhas.

A polícia pediu o afastamento do cabo da UPP e a proibição de contato com quaisquer testemunhas que não sejam policiais militares. A polícia disse que o relatório com a conclusão foi encaminhado ao Ministério Público do Estado do Rio.

Ágatha Félix estava em uma kombi com a mãe, na Fazendinha, quando foi atingida. Ela chegou a ser operada no hospital estadual Getúlio Vargas, mas não resistiu. Ágatha foi uma das seis crianças mortas por tiros no Rio de Janeiro neste ano.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que “lamenta o triste episódio da pequena Ágatha e reforça solidariedade à família”. A PM disse ainda que está dando apoio à investigação da Polícia Civil e que apura a ocorrência por meio de um Inquérito Policial Militar (IPM).

Ainda segundo a PM, o cabo está afastado de suas atividades nas ruas.

Um caminhão-tanque, que transportava 40 mil litros de combustível, tombou e explodiu na Rodovia dos Tamoios, na altura do km 80, em Caraguatatuba, litoral paulista, no fim da manhã desta segunda-feira, 18. O motorista do veículo morreu carbonizado, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Outras duas pessoas ficaram com ferimentos leves.

Câmeras de segurança da via mostraram o momento em que o veículo tombou e pegou fogo. Aparentemente, o caminhoneiro perdeu o controle em uma curva, no momento em que descia o trecho de serra. O Corpo de Bombeiros divulgou vídeo já com as chamas se alastrando pela via. O combustível vazou na pista quando o caminhão pegou fogo.

##RECOMENDA##

O acidente aconteceu por volta das 11 horas da manhã. O trânsito na região ainda funciona parcialmente, de acordo com informações da Concessionária Tamoios, que administra a via.

As causas do acidente estão sendo investigadas.

Marina Ruy Barbosa perdeu dois amigos após a queda de avião que aconteceu na Bahia, na quinta (14), - e que está nas notícias desde então. Ela lamentou a morte de Maysa Mussi, de quem foi madrinha de casamento. "Dói. É inacreditável. É injusto ficar sem você".

O ex-piloto de stock car Tuka Rocha foi outra vítima que não resistiu após a queda, e era amigo de Marina e do marido dela, Alexandre Negrão, que também é piloto.

##RECOMENDA##

Ana Paula Siebert, Elaine Mickely, esposa de César Filho, e Carol Celico, ex de Kaká, também lamentaram a perda da amiga Maysa. O marido dela, Eduardo, está no hospital.

Sete sobreviventes do acidente, que aconteceu enquanto o avião tentava pousar na pista de um resort em Barra Grande, continuam internados segundo a Globo News. A irmã de Mussi, Marcela, também morreu.

Uma mulher morreu no sábado (16) na cidade de Formosa, que fica nos arredores de Brasília, após sofrer um corte no pescoço. O ferimento foi causado por uma armadilha de arame posta na rua supostamente com a intenção de derrubar motociclistas para praticar assaltos. 

A vítima, Rosimeire Brito do Nascimento, tinha 36 anos e trabalhava em um bufê. Ela voltava para casa quando foi atingida pela armadilha de arame amarrada entre um poste e uma árvore. Ao ser atingida, Rosimeire se feriu e morreu no local. 

##RECOMENDA##

Segundo a polícia, pertences da vítima, como sua bolsa e o celular, foram levados por ladrões. Equipes de busca estão tentando identificar os autores do crime e o enterro será realizado neste domingo (17), no cemitério Cruz das Almas, em Formosa.

LeiaJá também

--> Morre mais um morador de rua por suposto envenenamento

--> Uma pessoa morre e nove ficam feridas em queda de avião

O ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, de 36 anos, morreu na manhã deste domingo (17), após complicações de um acidente de avião em Maraú, no sul da Bahia. A profissional de relações públicas e assessoria de imprensa Maysa Marques Mussi, que também estava no avião, morreu na noite do último sábado (16). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Maysa e Tuka estavam no avião bimotor com outras oito pessoas, entre familiares e amigos. A irmã de Maysa, Marcela Brandão, morreu no local do acidente. Os demais feridos, como o empresário Eduardo Mussi, marido de Maysa e irmão do deputado federal Guilherme Mussi (PP-SP), além do marido e do filho de Marcela Brandão, seguem internados em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (BA).

##RECOMENDA##

O acidente de avião ocorreu na última quinta-feira (14), nas proximidades do distrito de Barra Grande.

A Secretaria de Saúde da Bahia não confirma oficialmente as identidades das vítimas do acidente.De acordo com a secretaria, seguem internados no HGE cinco adultos do sexo masculino, entre 26 e 38 anos, um adulto do sexto feminino, de 27 anos, e uma criança do sexo masculino, de 6 anos.

Neste sábado (16), quatro moradores de rua do sexo masculino foram encontrados mortos no Centro de Barueri, na Grande São Paulo. Segundo relatos, o grupo estava com mais quatro moradores nas imediações de uma padaria.

As vítimas tomaram uma bebida após um dos moradores ter ofererecido assim que ganhou o produto durante sua passagem pela Cracolândia, na área central da capital paulista. Em nota, a Prefeitura de Barueri informou que as pessoas passaram mal depois de ingerir o líquido, que supostamente estaria envenenado.

##RECOMENDA##

De acordo com o G1, os sobreviventes, três homens e uma mulher, foram socorridos. O quadro mais preocupante é de um morador de rua que encontra-se internado no Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran.

Os quatro homens que morreram foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Osasco; o caso foi registrado pela Delegacia Central de Barueri. A garrafa foi apreendida pela Polícia Civil para a realização de uma perícia técnica. 

Na última terça-feira (12), o surfista Pedro Scooby levou um susto enquanto pegava uma onda em Nazaré, em Portugal. O atleta, que é ex de Luana Piovani e Anitta, ficou cerca de um minuto debaixo d'água até ser salvo por um estrangeiro chamado Sebastian Steudtner. Em entrevista à Vogue, Pedro comentou sobre a experiência e, quando questionado sobre seus medos, afirmou não temer à morte.

"Continuo não tendo medo da morte. Acho que se tiver que ser a minha hora, vai ser. Mas é muito bom chegar perto dela e saber que não morreu. Aconteceu e acho que passo a dar mais valor ainda pra vida. Já cheguei perto da morte outras vezes em ondas gigantes, mas acho que não tanto quanto hoje", contou.

##RECOMENDA##

Bastante assustado, o surfista também deu detalhes de como se sentiu quando estava embaixo d'água.

"Engraçado, da outra vez que fiquei muito tempo embaixo d'água, quando passei por um problema muito sério também na Califórnia, pensei em muitas coisas, na minha família e em tudo mais. Hoje não. Dessa vez eu só pensava assim: Caraca, eu tô muito fundo. Não vou conseguir sair daqui. Tô muito, muito fundo. E aí quando passou a segunda onda, que não consegui levantar, pensei 'nossa...' Dessa vez não pensei muito nas coisas, da outra vez, sim, pensei muito sério sobre família no tempo em que fiquei embaixo d'água. Hoje eu estava de olho aberto e estava tudo escuro, foi bem terror", revelou.

Logo em seguida, o atleta afirmou que tem muita fé e que não tem planos de desistir de sua carreira.

"Acredito muito em Deus e penso que quando chegar minha hora ele vai falar. Não sei se vou morrer surfando. Tanta gente morre atravessando a rua, com bala perdida, em acidente de carro, doença, sei lá... Tem tantas formas de você morrer na vida. Obviamente faço um esporte com risco de morte, e tenho plena consciência disso. Mas penso que quando chegar minha hora vai ser, e não tem essa. Então vou pro mar como sempre fui, confiante. Se tiver que ser, vai ser", disse.

No final, ainda afirmou que depois de sua recuperação certamente voltará para o mar.

"Obviamente não posso voltar pra água agora, porque preciso dar uma descansada e me recompor. Estou com umas dores nos braços, nas costas. Estou com muita dor no pulmão também. Mas assim que ficar bem, vou voltar pra água", contou.

Na última terça-feira, dia 13, Pedro também usou seu Stories do Instagram para postar vídeos diante de uma igreja, enquanto agradecia pela vida.

"Vim aqui agradecer, porque acho que era o mínimo que eu podia fazer hoje, depois de tudo que passei, de estar com saúde e estar vivo. E ficar pronto para a próxima. Lembro do primeiro dia que eu peguei uma onda gigante na minha vida: eu moleque ainda, correndo na areia e conversando com Deus, pedindo para me proteger e que acontecesse o que fosse a vontade dele. Acabei pegando a melhor onda do dia", salinetou.

Também comentou sobre seu relacionamento com Deus: "Tenho esta relação com Deus de sentar e conversar, tenho certeza que está sempre me protegendo. Vou voltar sempre confiante pro mar porque, do fundo do meu coração, acho que cada um tem a sua hora e Deus sabe a minha hora, independente do que eu esteja fazendo. É meu trabalho, me dedico pra isso, me preparo e não vou deixar nunca de fazer isso. Vou sempre voltar com o maior amor do mundo para aquele mar incrível de Nazaré, que é maravilhoso, é a melhor sensação do mundo! Sou viciado em adrenalina e Deus vai estar sempre comigo. E quando chegar minha hora, chegou. É isso. Vim agradecer o dia de hoje, porque é bom estar vivo. Não tenho medo de morrer, mas estar vivo é bem bom".

Pedro Scooby, ex de Anitta e de Luana Piovani, com quem tem três filhos, é um dos participantes de um campeonato de ondas gigantes em Nazaré, uma vila em Portugal, e sofreu um acidente grave na terça-feira, dia 12. Um amigo dele falou sobre os momentos de tensão no Instagram, e, depois, na quarta, dia 13, foi a vez de Scooby se pronunciar nos Stories:

"Bom, tô vivo, tão vendo! Galera, vou começar falando que foi o pior perrengue que já passei na minha vida, disparado. Foi o mais perto da morte que já cheguei, fiquei várias ondas embaixo d'água, todo mundo me procurando, galera no rádio, conseguiram me achar depois de um tempo. Graças a Deus eu tô bem, queria avisar meus amigos, familiares que começaram a mandar mensagem, que estou bem, que está tudo certo".

##RECOMENDA##

Ele contou ainda que passou mal, mas foi ajudado por outro surfista, Sebastian Steudtner, que faz par com Maya Gabeira na competição:

"Passei mal depois que eu saí da água. Quero agradecer muito ao Sebastian, meu anjo, foi muito especial pra mim, ele é alemão, parceiro da Maya, quando levantei ele estava mais próximo de mim. Ele que me resgatou ali, me levou pra areia, me ajudou a vomitar, me carregou até o carro e tinha um p**a equipamento no carro dele, ele me entubou ali, ele me cobriu, fiquei respirando no oxigênio uns 30 minutos, pra poder respirar bem, voltar ao normal".

Felizmente, ele já está bem melhor:

"To com o corpitcho doendo, meio quebradinho, mas tô vivo, peguei uma onda foda, depois mostro imagens. Fui perto da morte? Fui. Mas tô vivo? Tô! Vamô comemorá! Brincadeira, mas acho que é isso, problemas acontecem e a vida continua, isso me faz dar mais valor à vida".

Ele ainda deu conselho:

"Galera, aproveite ao máximo a vida de vocês. A gente nunca sabe, de uma hora pra outra tudo pode acabar. Curta cada momento, ame muito, crie amigos, não inimigos. Aproveite cada momento como se fosse o último".

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), chamou de "traidor" e "mentiroso" o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Os xingamentos do senador foram feitos pelo Twitter, em uma resposta ao governador, que disse ser atribuição do governo federal impedir a entrada de armas e de drogas no Brasil.

"Além de traidor, não seja também um mentiroso contumaz. Em 2019 a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal bateram recorde na apreensão de drogas. Não jogue nos ombros alheios a responsabilidade por sua incompetência. Tenha ao menos honestidade intelectual", tuitou Flávio Bolsonaro.

##RECOMENDA##

Antes, também pelo Twitter, Witzel havia dito que há "falta de combatividade, em nível federal, do tráfico de drogas e armas", o que "acaba alimentando essa guerra insana que existe nos estados". "É preciso que o Governo Federal tenha uma visão estratégica e não continue sucateando a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal. Isso sem falar da imediata necessidade de mudança do conceito de Segurança Nacional e do uso das Forças Armadas nas fronteiras", escreveu Witzel.

O governador estava se referindo à morte da menina Ketellen Umbelino de Olivera Gomes, de 5 anos, baleada na tarde de ontem, 12, quando ia para a escola em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Duas pessoas morreram, incluindo uma menina de apenas 5 anos, após serem baleadas em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro. O crime aconteceu no início da tarde desta terça-feira (12), na Praça da Cohab, um dos pontos mais movimentados do bairro. Até a manhã desta quarta-feira (13) ninguém foi preso.

Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes ia à escola com a mãe quando foi atingida pelo disparo. Um outro homem, ainda não identificado, também foi atingido e morreu na hora. Ketellen chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Albert Schweitzer, onde passou por cirurgia, mas não resistiu.

##RECOMENDA##

A Polícia Militar informou que testemunhas disseram que homens passavam em um carro pelo local quando efetuaram disparos. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Em nota enviada ao LeiaJá na noite desta terça-feira (12), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio do seu presidente, Alexandre Lopes, lamentou a morte da estudante Beatriz Gomes Borges, de 18 anos. A jovem morreu após passar mal enquanto fazia a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no último domingo (10). O Inep informou que pais de participantes do processo seletivo retiraram a menina do prédio de aplicação da prova, na cidade de Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR).

“O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lamenta profundamente o falecimento da participante do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 Beatriz Gomes Borges. A estudante realizava as provas do exame no último domingo, 10 de novembro, na Escola de Referência em Ensino Médio Santa Ana, situada em Olinda (PE), quando se sentiu mal e foi retirada da unidade de ensino pelos pais. A equipe aplicadora das provas prestou todo o suporte para pronto atendimento da participante”, informou o presidente do Inep.

##RECOMENDA##

Apesar de o Inep informar que a candidata realizou o Exame na Escola de Referência em Ensino Médio Santa Ana, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco comunicou que ela teria feito a prova em uma instituição de ensino privada localizada em Olinda. A escola estadual é o local onde a garota estudava.

Lopes ainda expressou mensagem de conforto à família da candidata: “Neste momento de imensa dor, o Inep se solidariza com todos os familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda”.

O primeiro dia do Enem 2019 foi em 3 de novembro, quando os candidatos responderam questões de Ciências Humanas, Linguagens e redação. No último domingo, foram cobrados quesitos nas áreas de Ciências da Natureza e matemática. Mais de 5 milhões de estudantes se inscreveram no Exame.

O presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, divulgou uma nota de pesar em que lamenta a morte da estudante Beatriz Gomes Borges durante o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A jovem, de 18 anos, passou mal após iniciar o Enem e foi socorrida pelos pais, segundo a nota do Inep. Segundo a Secretaria de Educação de Pernambuco, a candidata realizava a prova em uma instituição de ensino privada localizada no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Beatriz era aluna da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Santa Ana, no mesmo bairro.

##RECOMENDA##

De acordo com o Inep, o órgão garantiu que a equipe aplicadora das provas prestou todo suporte para pronto atendimento da participante. "Neste momento de imensa dor, o Inep se solidariza com todos os familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda", consta na nota disponibilizada pelo Instituto.

No Facebook, uma postagem atribuída à escola onde Beatriz estudava traz um texto em homenagem à aluna. “É com muita tristeza que nós que fazemos a EREM Santa Ana comunicamos o falecimento da nossa aluna Beatriz Gomes, (Bia 3D). Pra nós ela sempre terá um lugar especial em nossos corações! Um exemplo de superação, pela sua garra, empenho e dedicação! Foi uma honra tê-la conosco esses três anos! Faltam palavras! Descanse em paz Bia! Que Deus conforte todos os familiares e amigos!”, diz o post.

Uma jovem de 18 anos, identificada como Beatriz Gomes Borges, morreu após passar mal durante o segundo e último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no último domingo (10). A informação foi confirmada ao LeiaJá pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco.

A candidata era aluna da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Santa Ana, da rede estadual de ensino, localizada no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. A jovem fez a prova do Enem em uma instituição de ensino privada, também localizada no bairro de Jardim Atlântico. A Secretaria de Educação informou que ela chegou a ser socorrida, mas não detalhou quem realizou o socorro e nem para qual unidade de saúde Beatriz foi conduzida.

##RECOMENDA##

“A Secretaria de Educação e Esportes do Estado lamenta e se solidariza com os amigos e familiares da estudante da Escola de Referência Santa Ana, Beatriz Gomes, que faleceu no último domingo (10), enquanto realizava as provas do ENEM”, consta na nota divulgada ao LeiaJá pela pasta.

No Facebook, uma postagem atribuída à escola onde Beatriz estudava traz um texto em homenagem à aluna. “É com muita tristeza que nós que fazemos a EREM Santa Ana comunicamos o falecimento da nossa aluna Beatriz Gomes, (Bia 3D). Pra nós ela sempre terá um lugar especial em nossos corações! Um exemplo de superação, pela sua garra, empenho e dedicação! Foi uma honra tê-la conosco esses três anos! Faltam palavras! Descanse em paz Bia! Que Deus conforte todos os familiares e amigos!”, diz o post.

O LeiaJá questionou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Exame, se fiscais ou outros colaboradores do órgão prestaram socorro. Confira a nota do órgão, por meio do presidente Alexandre Lopes:

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lamenta profundamente o falecimento da participante do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 Beatriz Gomes Borges. A estudante realizava as provas do exame no último domingo, 10 de novembro, na Escola de Referência em Ensino Médio Santa Ana, situada em Olinda (PE), quando se sentiu mal e foi retirada da unidade de ensino pelos pais. A equipe aplicadora das provas prestou todo o suporte para pronto atendimento da participante. Neste momento de imensa dor, o Inep se solidariza com todos os familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda.

A causa da morte ainda não foi revelada pela organização da prova. A Secretaria de Educação também não divulgou informação sobre a causa do falecimento.

A primeira etapa do Enem foi realizada no dia 3 de novembro, com questões de Ciências Humanas, Linguagens e redação. Já no último domingo, o Exame trouxe quesitos de Ciências da Natureza e matemática.

O jornalista e colunista político Inaldo Sampaio morreu na madrugada desta segunda-feira (11), após sofrer uma parada cardíaca. O falecimento do comunicador causou comoção no meio político e diversos parlamentares e prefeitos emitiram nota lamentando o fato.

Inaldo Sampaio era atualmente colunista da rádio CBN e do jornal Diário de Pernambuco. Além disso, integrava a equipe de comunicação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), desde 1995. Sampaio também já assinou por anos uma coluna no jornal Folha de Pernambuco. O enterro será às 17h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista.

##RECOMENDA##

Ao falar sobre o jornalista, o governador Paulo Câmara (PSB) disse, em nota, que ele foi um "defensor intransigente da democracia". "Com profundo pesar recebi a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Inaldo era um profundo conhecedor da política pernambucana e defensor intransigente da democracia. Do litoral ao sertão, nada escapava ao seu olhar preciso e marcante. Emprestou seu talento aos três principais jornais da capital, além de várias rádios e páginas da internet. Expresso minha solidariedade à família e aos amigos", afirmou.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB, também emitiu seu pesar e solidariedade aos parentes: "Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Ele cumpriu por muitos anos a missão de informar a população com correção e grande competência. Era um profundo conhecedor da política de Pernambuco e vai fazer muita falta. Aos tantos parentes e amigos, quero deixar meu abraço e sinceros pêsames".

O senador Fernando Bezerra Coelho pontuou que Sampaio foi um dos principais articulistas do Estado: "Recebi com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Inaldo Sampaio, com quem convivi nos meus 37 anos de vida pública. O jornalismo pernambucano perde um de seus principais articulistas, um profissional dedicado que tanto contribuiu para levar informação de qualidade, sempre com muita isenção. Expresso minhas condolências a seus familiares e amigos nesta hora tão difícil."

O deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) enalteceu a capacidade de Inaldo Sampaio: “Jornalista competente, de muita experiência, Inaldo atuava de maneira independente, além de ser um profundo conhecedor da política local e nacional. Seu desaparecimento deixa uma grande lacuna no jornalismo pernambucano. Solidarizamo-nos com a família por esta perda irreparável”.

O deputado federal Silvio Costa Filho (PRB) também prestou sua solidariedade. “O jornalismo pernambucano e brasileiro perdeu uma das suas principais vozes, o colunista e comentarista político Inaldo Sampaio. Ele sempre será admirado pela disposição em suas análises. Suas colunas diárias sempre trouxeram informações importantes para Pernambuco e para o Brasil. Com ele, morre não apenas um grande ser humano, mas um estilo de jornalismo. Não tenho dúvida que ele fará muita falta a todos nós. Neste momento de dor, nossa solidariedade à esposa Teresa Cristina e filhos, além dos amigos que ele reuniu ao longo da vida”, disse, em nota.

A prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz, disse que recebia com “tristeza a notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, uma referência do nosso Jornalismo Político, com passagens, entre outros, pelos três principais jornais do Estado. Inaldo fazia Jornalismo com decência, ouvindo todos os lados; tinha elevada consciência social. Fica a lacuna. Peço que Deus nosso senhor o receba em sua infinita misericórdia e que conforte sua família neste momento tão difícil”.

Um homem suspeito de envolvimento na morte de um adolescente venezuelano, de 15 anos, em Igarassu, Região Metropolitana do Recife (RMR), foi preso na noite desse domingo (10). Jonnas Jefferson de Menezes Lima, 25, é apontado pela polícia como o condutor do veículo onde estava o autor dos disparos.

O crime ocorreu ontem. Além da morte do jovem, outros dois venezuelanos também foram atingidos. Daniel José López Romero, 25, e Johan Manuel Sanchez Vizcaino, 32, foram socorridos para uma unidade de saúde de nome não divulgado.

##RECOMENDA##

A polícia não esclareceu a motivação do crime, mas conforme informações preliminares o suspeito chegou ao local procurando outra pessoa. Como não encontrou, efetuou diversos disparos, atingindo os venezuelanos. Em seguida, ele embarcou no carro conduzido por Jonnas e fugiu.

Jonnas Jefferson será encaminhado à audiência de custódia nesta segunda-feira (11), onde ficará à disposição do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). As investigações seguem sob sigilo até a completa elucidação do crime.

Nesta sexta-feira (8), em Salvador, aconteceu o velório de Jesus Sangalo, irmão da cantora Ivete Sangalo. O ex-empresário da artista morreu nessa quinta-feira (7), no Hospital Santa Izabel, na capital baiana, em consequência de uma sepse (infecção generalizada).

Após a cremação do corpo, Ivete Sangalo agradeceu o carinho dos fãs pelas mensagens que foram enviadas através das redes sociais. "Obrigada a todos pelas orações, carinho e respeito que nos conforta nesse momento", escreveu a artista. Apesar do distanciamento que havia entre os dois, Ivete falou sobre o estado de saúde de Jesus quando ele foi internado em agosto deste ano.

##RECOMENDA##

"Queria agradecer às orações de vocês. Meu irmão já está bem, já está evoluindo bastante e a gente está muito feliz com isso. Então, agradeço a vocês pelo carinho e pela oração", disse ela. Jesus Sangalo foi empresário de Ivete até 2011, quando eles se desentenderam. Rumores da época deram conta que a briga dos dois envolvia assuntos financeiros.

A morte de um estudante em Hong Kong, que sofreu uma queda no fim de semana passado durante confrontos com a polícia, provocou nesta sexta-feira (8) uma onda de protestos do movimento pró-democracia.

O falecimento de Alex Chow pode aumentar ainda mais a tensão na ex-colônia britânica, cenário há cinco meses de uma onda de protestos - que terminam em violência com frequência - para denunciar a interferência de Pequim e exigir reformas democráticas.

Chow, um estudante de Ciências da Computação de 22 anos, foi declarado morto na manhã desta sexta-feira, informou o hospital Queen Elizabeth.

O estudante deu entrada na emergência já inconsciente, na madrugada de segunda-feira, após violentos incidentes entre policiais e manifestantes no distrito de Tseung Kwan O.

O jovem foi encontrado em uma poça de sangue em um estacionamento onde pouco antes havia ocorrido um confronto, depois que a polícia usou gás lacrimogêneo para responder aos manifestantes que lançavam objetos.

Porém, as circunstâncias da queda do estudante, que participava nos protestos, não foram determinadas e provocam uma grande controvérsia.

Alex Chow estudava na Universidade de Ciências e Tecnologia de Hong Kong, onde nesta sexta-feira acontecia uma cerimônia de formatura.

O reitor da universidade, Wei Shyy, interrompeu o evento para anunciar a morte do jovem e pediu um minuto de silêncio.

Horas mais tarde, diversos fóruns on-line que coordenam o movimento de protesto, que não tem líderes designados, convidaram a população a participar em vigílias em homenagem ao estudante.

De acordo com os manifestantes, Chow caiu depois de subir no parapeito de um dos andares do estacionamento para escapar do gás lacrimogêneo lançado pela polícia.

Os comandantes da polícia admitiram o uso de gás lacrimogêneo perto do estacionamento, mas afirmaram que quando Chow foi encontrado havia pouco gás na atmosfera.

Também negam ter dificultado a ação dos serviços de emergência ou o bloqueio da passagem da ambulância que levou o estudante ao hospital.

Na última semana os atos violentos aumentaram em Hong Kong.

No sábado passado, policiais e manifestantes protagonizaram uma batalha campal durante várias horas após um protestos não autorizado.

Um dia depois, um confronto violento deixou cinco feridos, incluindo um ativista pró-democracia que teve parte de uma orelha cortada.

Na quarta-feira, um político pró-Pequim sofreu um ataque com faca.

Xu Luying, porta-voz do Escritório de Assuntos de Hong Kong e Macau, chamou os manifestantes radicais de "gângsteres", de acordo com agência oficial Xinhua.

Ele acusou os manifestantes de recorrer à violência para tentar influenciar as eleições locais previstas para 24 de novembro.

A divisão não parece ter solução política.

Hong Kong, um território autônomo do sul da China devolvido a Pequim em 1997, é administrado pelo princípio "um país, dois sistemas" e até 2047 desfruta, em tese, de liberdades desconhecidas no resto da China.

O movimento pró-democracia acusa Pequim de não respeitar as promessas e de aumentar sua influência política na ex-colônia britânica, em particular desde a chegada ao poder do presidente Xi Jinping.

Os manifestantes pedem, entre outras coisas, a instauração de um verdadeiro sufrágio universal e uma investigação sobre a ação da polícia.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando