Tópicos | filhos

Ben Affleck deu uma entrevista recentemente ao Podcast Awards Chatter onde comentou que o seus três filhos com Jennifer Garner: Violet de 15 anos de idade, Seraphina de 12 anos de idade e Samuel de oito anos de idade, acabaram fazendo um pedido para o papai.

Isso mesmo, as crianças acabaram se unindo para pedir ao ator que ele aceitasse o convite para interpretar o Batman, nos cinemas. E como um grande pai coruja, Affleck acabou aceitando em nome das crianças.

##RECOMENDA##

Eu fiz o Batman por causa dos meus filhos. Queria fazer algo que meu filho adoraria. Digo, meus filhos não viram Argo.

Apesar das crianças terem gostado, as críticas do público não foram tão tranquilas para o papel do ator não. Ben ainda relembrou de um episódio que vestiu o traje para alegrar seu filho.

Usei o uniforme [do Batman] na festa de aniversário do meu filho, o que fez valer a pena cada momento de sofrimento em Liga da Justiça.

E para quem não sabe, o ator se separou de Garner desde 2017 e acabou descobrindo depois que era alcoólatra, e durante o bate papo no podcast ele acabou comentando um pouco mais sobre o assunto.

Comecei a beber muito na época de Liga da Justiça, e é uma coisa difícil de confrontar, enfrentar e lidar. Já estou sóbrio há algum tempo e sinto-me muito bem, mais saudável e melhor do que nunca. O processo de recuperação do alcoolismo foi muito instrutivo. Acho ótimo para as pessoas que não são alcoólatras, sabe? Tipo: 'seja honesto. Tenha integridade. Assuma a responsabilidade. Ajude outras pessoas'. É um bom conjunto de coisas que eles ensinam a você. Demorei um pouco para entender. Tive alguns deslizes, como a maioria das pessoas, mas me sinto muito bem.

Já em outro podcast, no do The Hollywood Reporter, Ben Affleck contou abertamente sobre o término de noivado que teve com Jennifer Lopez e quanto a mídia os perturbava enquanto eles estavam juntos, principalmente em relação a própria cantora.

As pessoas eram tão maldosas sobre ela! Eram sexistas, racistas. Essas me***s foram escritas sobre ela de uma forma que, se você escrevesse agora, seria literalmente demitido por dizer o que disse. Agora ela é renomada e respeitada pelo trabalho que fez, de onde veio e pelo conquistou, como deveria ser. Eu diria que você tem uma chance melhor, vindo do Bronx, de terminar como a Sotomayor [ministra], na Suprema Corte, do que ter a carreira de Jennifer Lopez e ser quem ela é hoje aos 51 anos de idade.

Para quem não lembra, o relacionamento dos dois era alvo de muitas críticas da imprensa na época e o ator até chegou a abrir o coração sobre isso durante a conversa. Eles namoraram em 2002 e chegaram a noivar no mesmo ano, mas o casamento acabou não acontecendo e a dupla se separou em janeiro de 2004.

Você sabe, sempre há uma história do mês e meu namoro com Jennifer Lopez era aquela história de tabloide na época em que o negócio cresceu exponencialmente.

Luana Piovani não gostou nada de ver as especulações de seus seguidores e fãs em torno de seu namoro, assumido em novembro do ano passado. A atriz, que segue fazendo mistério sobre a identidade do rapaz, alegando que ele é discreto, rebateu comentários de perfis que sugeriram que ele era fake ou casado.

"Ele não aparece por que é casado?", questionou uma seguidora. "Não aparece porque é seu pai, demônio", rebateu a atriz.

##RECOMENDA##

"Eu acho que este homem não existe, é fruto da sua imaginação", disse outro. "Eu também achei que não existi homem assim, menina", respondeu a loira.

"Poxa, gosto da Luana, mas não tô entendendo essa biscoitagem dela em falar que tá namorando e ficar fazendo mistério do namorado. Que infantilidade! Quer discrição, não fala que tá namorando e segue sua vida... Mas falar e não mostrar fica chato para quem te admira. Você tá namorando um fodão, porque não pode ser visto?", opinou outro.

Irritada, Luana disparou: "Porque não quero, p***a, nem ele, biscoitagem eu nem sei o que é".

Filhos

Mas além de precisar lidar com os perfis no Instagram, Luana ainda mostrou-se incomodada com um outro assunto. No Stories, a atriz desabafou sobre a volta dos filhos para casa após período com o pai, Pedro Scooby.

"A cara de quem passou por um furacão pela manhã. Miúdos voltaram. Liz ontem fez a aula de ioga, e inacreditavelmente dois segundos depois passou a ter cólica. Eu falei: Não é possível, acabou de chegar na casa da mãe e já está chorando e gritando. Foi isso, tendo cólica. Depois melhorou, teve cólica de novo, gritou e chorou, mas passou a noite bem. Quem não passou obviamente fui eu, preocupada", começou ela.

Em seguida, falou sobre o mais velho, Dom, que não fez as tarefas da escola e, para completar, revelou que o trio está com piolhos novamente: "O Dom não fez a lição das férias. Olha que notícia boa? Deve perder o recreio hoje. E os miúdos ainda estão com piolho, então agora definitivamente não tem mais jeito. Vou marcar a clínica de piolhos na semana que vem e levar um por um. Não dá para mim, não consigo conviver com isso. Para mim, isso é coisa séria. Mas é isso, segue o barco. Bem-vinda à realidade de volta, mamita. A mãe tá on".

O Ministério Público Federal denunciou, na noite desse sábado (2), a desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia Lígia Maria Ramos Cunha, seus filhos Arthur e Rui Barata, e os advogados Diego Freitas Ribeiro, Sérgio Celso Nunes Santos e Júlio César Cavalcanti Ferreira por organização criminosa. Trata-se da sexta acusação apresentada ao Superior Tribunal de Justiça no âmbito da Operação Faroeste, que mira um suposto esquema de venda de sentenças instalado na corte baiana.

A Procuradoria acusa o grupo de receber R$ 950 mil em propinas em um esquema que incluiu decisões da desembargadora Lígia Cunha em quatro processos. Em três deles, a magistrada, que está presa preventivamente desde o dia 14 de dezembro, era a relatora.

##RECOMENDA##

Na peça enviada ao ministro Og Fernandes, relator da Faroeste no STJ, a subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo detalha a participação de cada um dos investigados, sendo que parte das provas apresentadas partiram da delação do advogado Júlio César Cavalcanti Ferreira.

O delator revelou que o esquema denunciado teve início em agosto de 2015, com a promoção de Lígia Ramos para o cargo de desembargadora, sendo que as atividades criminosas teriam persistido até dezembro de 2020, mesmo com as sucessivas fases da Operação Faroeste.

A denúncia aponta ainda que a magistrada atuou para obstruir as investigações, determinando, por exemplo, que uma assessora destruísse provas dos crimes.

Ainda segundo a peça de acusação, quando atuava como assessor no TJ, Júlio César foi procurado por Diego para que fizesse a prospecção de casos que poderiam ser negociados pelo grupo. Pelo trabalho, o então servidor recebia, em 2016, entre R$ 5 mil e R$10 mil, diz a PGR.

"Posteriormente, percebendo a lucratividade da missão, sua extensa rede de contatos no segundo grau de jurisdição e anseio de ficar rico, como seus comparsas, Júlio César coloca, no ano de 2018, sua própria banca de advocacia, ganhando, a partir de então, percentual sobre o valor da propina pactuada", destaca um dos trechos do documento.

De acordo com a Procuradoria, dados da Unidade de Inteligência Financeira relevaram movimentação de R$ 24.526.558,00 por Júlio César no período investigado.

"Em apenas um dos episódios casos relatados pelo colaborador, teria sido acertado o pagamento de R$ 400 mil em propina. Nesse caso, Júlio César ficou com R$ 100 mil e os outros R$ 300 mil foram repassados aos filhos da desembargadora que, em contrapartida deveria 'acompanhar o referido julgamento e traficar influência junto aos respectivos julgadores', garantindo o provimento de um recurso de interesse dos integrantes do grupo", explicou o Ministério Público Federal em nota.

No documento enviado ao STJ, a Procuradoria cita ainda 'intensa troca de ligações telefônicas' entre os investigados, sobretudo em datas próximas ou posteriores às decisões tomadas pela desembargadora e relacionadas aos dias em que foram feitas transferências ou repasse de dinheiro em espécie.

Segundo os procuradores, no telefone de Rui Barata, filho da desembargadora denunciada, foram identificadas 106 ligações para os demais investigados entre outubro e dezembro de 2018. Para o MPF, as 'constatações deixam claro a estabilidade da atuação criminosa'.

Na noite do último domingo (20), o Fantástico exibiu uma entrevista com os filhos de Nicette Bruno, que morreu aos 87 anos de idade no mesmo dia, vítima de complicações em decorrência da Covid-19.

Lado a lado, Beth Goulart, Paulo Goulart Filho e Bárbara Bruno apareceram usando máscaras para falar sobre a perda da mãe.

##RECOMENDA##

"Nós sabemos que em um momento como esse, que é extremamente doloroso para nós - estamos vivendo uma perda difícil, dolorida... Mas sabemos que todo o Brasil está junto conosco também, sentindo essa dor. Irmanados conosco nesse momento. E isso nos fortalece", disse Beth, com os olhos marejados.

A atriz, que vinha pedindo diariamente orações pela recuperação de Nicette, também falou que ela e os irmãos têm sentindo o acolhimento do público: "Na passagem do meu pai, sentimos o abraço do Brasil inteiro. E agora sentimos novamente, um colo, para ser mais maternal. É como se todos estivessem dando um um colo imenso. Estamos recebendo isso pelo mérito deles".

Beth e Paulo ainda afirmaram que aprenderam a dividir Nicete e o pai, Paulo Goulart, com o resto do país: "Ela era o que as pessoas achavam do lado de fora, ela era do lado de dentro. Por isso ela fazia tanto sucesso. Ela colocava o coração dela nas coisas que ela fazia. Era o símbolo da mãe, da avó. Nós aprendemos a dividir mamãe e papai com o Brasil inteiro".

Por fim, Bárbara Bruno relembrou uma frase que a mãe dizia e afirmou que tem certeza que os pais estão juntos neste momento: "Eu sou um centro de emissão e recepção de tudo que era alegre, próspero e feliz. Temos certeza que eles estão juntos".

De acordo com o jornal Extra, o corpo de Nicette Bruno será velado nesta segunda-feira, dia 21, às 11h, em cerimônia fechada para familiares e amigos próximos. Em seguida, será feita a cremação, no cemitério da Penitência, no Caju, na Zona Portuária do Rio. Depois as cinzas serão levadas para o jazigo da família no cemitério da Consolação, onde o marido da atriz, o ator Paulo Goulart, está enterrado, em São Paulo.

Nas redes sociais, as homenagens do trio continuaram. Enquanto Beth publicou um vídeo para agradecer o carinho recebido, Paulo e Bárbara relembraram fotos antigas da mãe.

Amigos e diversos famosos também usaram as redes sociais para falar sobre a morte de Nicette. Ary Fontoura, por exemplo, publicou uma foto ao lado da colega de trabalho e lamentou. Em entrevista à Globo News, o ator também comentou sobre a perda: "Eu realmente tinha acabado de ler uma notícia de que ela estava melhor e aí vocês me ligaram. Estou muito abalado, estava torcendo demais por ela. Uma mulher maravilhosa que conheço há 60 anos. Uma amizade tão sincera e tão cultivada que dificilmente será comparada. Infelizmente foi além da nossa vontade. Era uma pessoa que fará falta extraordinário para tv, teatro, amigos e família. Nicette permanecerá sempre nos nossos corações, sempre colocava perdão em primeiro lugar. Nicette, você foi pra mim um dos maiores prazeres da minha vida. Eu não quero acreditar que as coisas acabem, quero acreditar que nossa vida segue. Apesar de tudo isso, de termos essa certeza que as memórias serão cultivadas, é uma notícia que não queríamos ouvir. Saudades imensas, profundas, que permanecerão sem dúvidas. Não foi falta de cuidado, foi destino", disse ele.

Já Claudia Rodrigues mostrou revolta por perder pessoas tão queridas em sua vida por causa do coronavírus: "Pimeiro o Galva, agora a querida Nicette, que vírus maldito. Eu não acredito!!!!!! Pqp, por que você está levando meus amigos??? CHEGAAAAAAA!!!! Hoje não perdemos só uma grande artista, o mundo perdeu um ser humano inefável, aquele tipo em extinção, sabe? Muito triste, eu não aceito isso!!! Mas agora ela estará junto do Paulo, o amor da sua vida. Obrigada, Claudifans, pelas orações e peço que orem mais uma vez para que Deus a receba de braços abertos e que sua passagem seja serena e tranquila! Vai em paz, Nicette...você vai fazer falta, um dia estaremos juntas de novo!"

O DJ Alok reencontrou os filhos, na última quarta-feira (9), após receber o resultado de um exame que mostra que ele não transmite mais o novo coronavírus.

No Instagram, o DJ fez questão de exibir o resultado do exame, não deixando dúvidas aos fãs e seguidores que segue se recuperado da doença após momentos delicado na família. Ele ainda mostrou como foi reencontrar o primogênito, Ravi, que estava na casa dos avós, e a filha caçula, Raika, que está internada na UTI do Hospital São Luis, em São Paulo, após nascer prematuramente no dia 3 de dezembro.

##RECOMENDA##

"Hoje foi um dos dias mais felizes da minha vida! Eu amo vocês infinito, meus filhos! Minha guerreira Raika está ótima e em breve estaremos todos juntos em casa. Obrigado Deus e a todos vocês que emanaram energias positivas para minha família. Agradeço a toda a equipe do São Luís por cuidar tão bem da minha princesa! (Ontem testei negativo)", escreveu.

Alok ainda afirmou que só agora está podendo assimilar tudo o que aconteceu na vida da família nas últimas semanas.

"Cheguei em casa do hospital e ainda está caindo a ficha de tudo que aconteceu nas nossas vidas", escreveu ele, mostrado o relógio às duas da manhã desta quinta-feira, dia 10.

Ele ainda revelou que a esposa, Romana Novais, está empenhada em tirar leite para amamentar a filha e, por isso, resolveu preparar um lanchinho para a companheira.

Romana, por sua vez, compartilhou no Instagram fotos do pós parto de Raika, mostrando que está com alguns hematomas no braço. "Oito dias hoje do nascimento da minha bonequinha e as marcas do amor ainda estão por aqui", escreveu na legenda.

O cantor Michel Teló e os seus fãs foram surpreendidos, na última quinta-feira (3), com o vazamento da nova música do artista, antes da data de lançamento, que aconteceu nesta sexta (4). Isso porque os filhos dele, Melinda e Teodoro, de 4 e 3 anos respectivamente, apareceram nos stories de Michel cantando sua nova música. O álbum novo de Teló ficou disponível em todas as plataformas na manhã de hoje.

O sertanejo aproveitou o momento e compartilhou o vídeo dos filhos no seu IGTV, deixando os fãs ainda mais apaixonados com a fofura das crianças. O cantor também revelou na publicação como tudo aconteceu e comentou que os filhos brincam com os filtros do Instagram no seu celular, por isso ele não se preocupou.

##RECOMENDA##

"É, turma...Ter filhos é sempre uma surpresa garantida! Eu e toda minha equipe estamos trabalhando no lançamento do meu EP desde abril desse ano. Muito planejamento, muitas reuniões, muito trabalho. Tudo programado, tudo planejado para lançar amanhã a nova música", disse Michel iniciando a explicação. 

"Hoje [ontem] de manhã, pegamos para assistir os clipes e eles pegaram meu celular. Como eles sempre brincam com os filtros, nem me importei... um tempinho depois fui olhar meu celular. Tinha ligação do meu irmão, da minha equipe, de gente de tudo quanto é lugar falando do vídeo da gurizada. Eu, sem entender nada, fui conferir e vi essas duas pecinhas lançando minha música antes do tempo!", disse ele e continuou.

O artista finalizou dizendo que esse foi o lançamento mais inusitado da sua carreira. "Já vi e já fiz diversos tipos de lançamentos, mas acho que esse foi um dos inusitados... juntei tudo e coloquei aqui pra vocês verem também. Pelo menos eles vão ter muita história para contar! Vou ligar pro Guiness Book aqui. Certamente esse foi o lançamento criado pelos 'marketeiros' mais novos de todo mundo! Papai ama vocês demais da conta!"

[@#video#@]

 

Desde que se aposentou das quadras, em 2008, Gustavo Kuerten vem se dedicando à formação de talentos no tênis brasileiro. O tricampeão de Roland Garros dá sua contribuição para o desenvolvimento de novos atletas por meio da Escola Guga, do Time Guga e do Instituto Guga Kuerten, atendendo a milhares de crianças e adolescentes. Mas o futuro do tênis brasileiro pode estar em sua própria casa, se depender do ex-número 1 do mundo.

Os dois filhos do ex-atleta catarinense, Luiz Felipe, de sete anos, e Maria Augusta, de oito, já estão se acostumando com as raquetes e as bolinhas. E o pai orgulhoso não nega que incentiva as práticas. Até leva a dupla para torneios de iniciantes.

##RECOMENDA##

"Eles estão se encantando com o tênis, gostam bastante. O menino brinca um pouquinho e fui nos campeonatinhos para já iniciar esse lado de viajar, de estar com os amigos. Um pouquinho da competição. A menina é mais dedicada ao piano. Mas também curte bastante o tênis. É uma alegria poder ver isso", diz Guga, em entrevista coletiva para relembrar o título da Masters Cup, em Lisboa, em 2000 - o troféu garantiu ao brasileiro o topo do ranking.

Duas décadas após este feito, que envolveu vitórias sobre Pete Sampras e Andre Agassi, Guga vive novo papel no tênis. Ele tenta equilibrar seu trabalho de ex-atleta, com sua escola e o instituto, com as funções de pai.

"No começo, tinha aquela dúvida: como é que eu me relaciono com eles? Eu sou o Guga da Escola, do tênis, da carreira, ou o Guga pai? Meu Deus do céu!", comenta, entre risos. "Aos pouquinhos, fui aprendendo a lidar com esta dinâmica. E a convivência com os filhos é bem isso, um aprendizado diário e sempre tentando fazer o melhor possível."

Curiosamente, as crianças costumam jogar no Lagoa Iate Clube (LIC), local onde o próprio Guga treinou na infância, em Florianópolis. "Eu vim do LIC agora, deixei o meu pequeno lá. Eu, com aquela idade, e o Larri (Passos) íamos várias vezes ao LIC. Iniciei naquelas quadras do clube, arrastando a raquete para lá e para cá", recorda.

Guga diz que, por enquanto, o tênis é uma mistura de diversão com aprendizado para Luiz Felipe e Maria Augusta. "No fim de semana, fui com a minha filha num campeonatinho. A bola da outra menina pegou na linha e ela ficou ali torcendo para ir para fora... poxa, mas a bola foi boa. E foi difícil para ela aceitar na hora algo que não é o que a gente quer. E isso o esporte também traz para você", afirma o tricampeão de Roland Garros.

O catarinense evita pensar no futuro, mas admite que ficaria feliz se um deles tentasse seguir carreira no esporte. "Tomara que eles continuem gostando, competindo ou não. Estando perto das quadras, para mim é sempre um privilégio e uma satisfação enorme. Com os meus filhos, se eles quiserem, eu vou incentivar."

A Fundação Lemann, Itaú Social e Imaginable Futures divulgaram, nesta sexta-feira (27), uma pesquisa encomendada ao Datafolha na qual aponta que no Nordeste, 47% das famílias estão participando mais da educação dos estudantes durante a pandemia de Covid-19. Conforme o levantamento, a relação da família com a escola é priorizada no combate ao abandono escolar, que é temido por 35% dos responsáveis pelos estudantes desta região.

“Famílias estão acompanhando mais de perto o ensino para seus filhos e valorizando o papel central do professor. São transformações que vêm para dar mais força a iniciativas de valorização da profissão docente, assim como da parceria família-escola”, explica, em nota, a gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Itaú Social, Patricia Mota Guedes.

##RECOMENDA##

A pesquisa aponta que, no Brasil, 71% dos responsáveis pelos estudantes estão valorizando mais o trabalho desenvolvido pelos professores e 94% consideram muito importante que os docentes estejam disponíveis para correção de atividades e esclarecimento de dúvidas durante as aulas não presenciais. Para as famílias do Nordeste, 68% consideram que as aulas remotas foram eficientes no aprendizado dos estudantes. A média nacional foi de 64%.

Em relação ao acesso aos conteúdos escolares, 89% receberam atividades, sendo 28 pontos a mais do que na primeira onda da pesquisa, realizada em março. A média nacional é de 92%. Por outro lado, o mapeamento mostrou os principais desafios que devem ser enfrentados de agora em diante.

Os estudantes do Nordeste estão menos motivados para realizar as atividades em casa. Em maio, 43% se sentiam desmotivados, agora, são 47%. A percepção das dificuldades de estabelecer uma rotina de aprendizagem em casa passou de 58% para 63%. Também para 28%, o relacionamento em casa piorou após o início das atividades remotas.

O diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne, pontua que a preocupação dos pais com uma possível desistência da escola pelos estudantes é um alerta para toda a sociedade. “A evasão e o abandono escolar não são um evento pontual, mas algo que terá reflexo sobre o estudante, sobre sua família e sobre a sociedade como um todo, aumentando ainda mais a desigualdade. Toda a sociedade deve estar engajada para evitar que o estudante desista da escola”, diz, por meio de nota.

Ainda segundo a pesquisa Datafolha, há outro retrato mais abrangente da pandemia, para além de aspectos diretamente relacionados à educação, como, por exemplo, a perda das refeições importantes que os alunos em situação vulnerável faziam nas escolas. Para 52% das famílias do Nordeste, a falta de refeição que os estudantes faziam na escola está pesando no orçamento, indicando o maior índice no País. A média nacional é de 42%.

No último domingo (22), Rose Miriam di Matteo, viúva de Gugu Liberato, foi entrevistada no Fantástico e falou abertamente sobre a disputa judicial que hoje acontece entre ela e a família do apresentador. A médica tenta provar na Justiça que mantinha uma união estável com Gugu e que, apesar de ter ficado de fora do testamento dele, ela merece ter acesso à herança que contemplou apenas os três filhos do casal, João Augusto, Marina e Sofia, e cinco sobrinhos do apresentador.

Primeiro, Rose falou sobre como foi esse último ano sem Gugu - a morte do apresentador completou um ano no dia 21 de novembro: "Eu estou aqui para deixar bem claro uma coisa. Gugu foi um homem maravilhoso, um profissional maravilhoso, um pai zeloso, um filho querido, um irmão querido. Foi [um ano] bem complicado porque a gente está em luto ainda. Eu não acredito ainda que o Gugu se foi. A gente sempre acha que ele vai chegar: papai tá chegando. Eu tenho essa sensação".

##RECOMENDA##

Sobre os filhos sentirem a falta do pai, ela disse: "A gente não conversa muito sobre a morte. A morte do Gugu foi um momento muito trágico pra nós. Não deu meia hora que o Gugu chegou em casa e faleceu na queda. Foi horrível".

Rose ainda relembrou o fatídico dia em que Gugu sofreu o acidente em casa: "Ele abriu a porta, veio com aquele sorriso, aquele abraço gostoso: cadê as crianças? E estava cada um em seu cantinho. Aí ele foi lá, brincou com a Marina primeiro, depois a Sofia e aí o João já apareceu e ele deu um abraço em cada um. E a casa estava muito quente e ele subiu no ar-condicionado. Era só um revestimento de espuma e gesso. Ele pisou e um peso não suportou, o gesso não suportou e ele caiu".

Gugu caiu de uma altura de quatro metros e bateu a cabeça. Rose, que é médica, tentou socorrer, mas a ambulância chegou em cinco minutos. Já no hospital, ela recorda: "Apareceu a médica, estarrecida. Pelo olhar dela eu já sabia que era uma notícia muito ruim e ela dizia: morte cerebral".

Após a morte de Gugu, a família se reuniu para a leitura do testamento e foi aí que Rose descobriu que não estava incluída: "Eu não fui contemplada no testamento, mas eu quero ser amparada, eu não quero ficar à deriva. Em 2011, eu e o Gugu tivemos um atrito, um atrito de casal. Um motivo entre eu e ele, como infelizmente acontece com outros casais também. É natural. Durou alguns meses, mas pouquíssimo tempo, por volta de uns três meses, talvez. Ele fez o testamento exatamente nessa época. Então eu não sei o que ele sentiu de mim. Será que ele sentiu raiva de mim? Pode ser. Eu não sei. Mas o que a gente vai fazer? A gente não sabe o que passa na mente, no coração das pessoas".

Depois desses meses, eles reataram: "Acho que depois o Gugu até esqueceu que fez esse testamento".

Por conta dessa disputa, a médica explicou como está a convivência com os filhos: "É estranho porque eu não estou em guerra com os meus filhos, eu não estou em guerra com ninguém. Eu não sei como aparece essa situação de os meus filhos terem advogados contratados, prestarem a oposição comigo, mas nós não estamos em oposição. Meus filhos me amam, eu amo os meus filhos, desejo o melhor pra eles, mas eu tenho os meus desejos também, eu tenho a minha posição como mãe, como companheira que fui durante todos esses 20 anos da minha vida que nós estivemos como família".

Ela ainda diz que entrou em depressão: "Houve realmente um momento, eu tive que inclusive sair de lá por duas vezes, pegar o avião e vir pra cá, ficar junto da minha mãe e dos meus irmãos. Porque eu estava em depressão. Fiquei muito mal, sabe, com todo esse contexto judicial. Eu falei: eu vou acabar desistindo, porque eu não tô suportando a barra lá em casa. Ao ponto dos meus filhos dizerem coisas que nenhuma mãe quer ouvir. mas coitado, não é culpa deles. não é culpa de ninguém. Eu não tô querendo tirar nada que é dos meus filhos, porque tudo será preservado, tudo será dos meus filhos. Eu quero ter um reconhecimento porque eu não quero viver às custas de ninguém, sabe?"

Dona Maria do Céu, a mãe de Gugu, já falou abertamente algumas vezes que ela tem certeza que Rose Miriam e Gugu não eram um casal. Sobre isso, Rose disse: "No fundo ela sabe que nós éramos um casal. Quantas vezes nós fomos na casa dela, na sala de jantar da casa dela e eu estava inclusa ali como nora. Mas quando existe um processo judicial as coisas ficam mais complicadas. Quando envolve dinheiro tudo fica mais difícil".

Já em relação a Thiago Salvático, que afirma ter sido companheiro de Gugu por oito anos, a médica opinou: "Eu nunca soube do Thiago. Devia ser um amigo dele? A vida íntima do Gugu não cabe a mim saber. Qual era a preferência dele, se dentro dele ele tinha uma preferência sexual diferente, disse, acrescentando que isso nunca foi um assunto entre eles".

"Nós éramos companheiros. Eu me considerava mulher do Gugu, nós tínhamos uma vida íntima que só eu ele nós sabemos, entre quatro paredes. Se o Gugu tinha algum relacionamento fora, essa era a vida dele. Não cabe a nós questionar a vida íntima das pessoas. Eu não me senti traída. O que importa era o que ele era pra mim e pros meus filhos. Ele era o meu companheiro", concluiu.

Eliana completou 47 anos de idade recebendo uma enxurrada de homenagens. No último domingo, dia 22 de novembro, a apresentadora foi surpreendida pelas amigas Xuxa e Angélica, que compartilharam seus desejos de felicidades à Eliana nas redes sociais. Mas foram os filhos da apresentadora, Arthur e Manuela, que emocionaram mesmo os fãs nas redes sociais. Em um vídeo, exibido no programa de Eliana, também divulgado no Instagram nesta segunda-feira (23), os pequenos apareceram falando sobre o amor que sentem pela mãe.

[@#video#@]

##RECOMENDA##

Já Xuxa, Angélica e até Mara Maravilha relembraram momentos especiais ao lado da artista. "Como é linda, como eu quero te ver feliz hoje, amanhã e sempre. Que deus te abençoe e sua família também", disse a Rainha dos Baixinhos.

"Viva! Que seja leve sempre! Saúde, amor, sucesso, amigos! Parabéns, Eliana!", escreveu Angélica.

Mara Maravilha também deixou sua homenagem e escreveu: "Eliana meu amorzinho, esse abraço que compartilhamos desde que nos conhecemos. Amizade, com uma linda história, respeito, admiração, ética e amor... Amiga, colega que todo mundo do bem merece... E como ensina o nosso paitrão Silvio Santos, amigo não é estar é ser!!! Parabéns e tudo de Deus pra você e os seus".

Neste sábado (21), completa um ano da morte de Gugu Liberato, que deixou esse mundo após sofrer um acidente doméstico em sua casa nos Estados Unidos. Em homenagem ao pai, os filhos do apresentador deram uma entrevista exclusiva que vai ao ar no Domingo Espetacular, na Record TV, no próximo dia 22.

João Augusto, Sofia e Marina relembraram a emoção da despedida do pai. O velório, com a presença da família, amigos famosos e muitos fãs, surpreenderam os filhos do apresentador.

##RECOMENDA##

"Todo mundo chorando junto, achei isso muito bonito", disse Sofia. Marina, por sua vez, revelou que não esperava tanta comoção do público: "A gente não sabia de tudo isso, de ver essa força tão grande".

Já o primogênito falou sobre um dos momentos mais marcantes do funeral: "Eu fiz questão de entrar no carro e trazer o caixão, queria ver as pessoas na rua e de frente, porque de um jeito ou de outro eles estavam sentindo o que a gente estava sentindo".

Investigações da polícia de Stafford, no Reino Unido, concluíram que quatro crianças, de oito, seis, quatro e três anos, morreram em um incêndio causado pelos pais, que dormiram enquanto fumavam, em fevereiro do ano passado. O pai Christofer Moulton e a mãe Natalie Unitt chegaram a ser presos por negligência e homicídio culposo, mas foram liberados por falta de provas.

As camas de Siblings Riley Holt, de oito anos; Keegan Unitt, de seis; Tilly Rose Unitt, de quatro, e Olly Unitt, de três, pegaram fogo em contato com os cigarros acesos. O investigador Leigh Richards conta que um cinzeiro foi encontrado derretido entre as molas do colchão. Muitas bitucas e outro cinzeiro cheio estavam espalhados pela casa e ao lado da cama, complementa.

##RECOMENDA##

De acordo com o Metro, o pai das crianças disse em depoimento que uma caldeira foi responsável pelo início das chamas e que ainda tentou chegar ao local onde estavam os filhos. Assim como o Chistofer, Natalie conta que acordou com o fogo. O inquérito também destaca que o serviço social já havia orientado aos pais para não fumar dentro da residência.

A youtuber norte-americana Alyssa Anne Dayvault, popular nas redes sociais por seus tutoriais de maquiagem, foi condenada a 40 anos de prisão por assassinar seus filhos recém-nascidos e jogar os corpos em uma lixeira. As informações são do jornal Myrtle Beach Sun News. 

Segundo o jornal, Alyssa foi julgada por um tribunal da Carolina do Sul por duas acusações de homicídio por abuso infantil, depois de jogar dois bebês em lixeiras após o parto. O primeiro parto aconteceu em 2017, e o segundo em 2018.

##RECOMENDA##

O julgamento do crime aconteceu na última semana, quando a sentença foi definida por um júri, no entanto, a acusada não estava presente. A youtuber se entregou um dia após o julgamento e segundo o jornal, ela demonstrou pouca emoção ao saber da pena à qual foi condenada, mas chorou bastante ao falar com o juiz responsável pelo caso e pediu que reconsiderasse o tempo de sua pena.

Apesar de os advogados de defesa alegarem problemas na saúde mental, o juiz responsável não aceitou a justificativa. Alyssa também se desculpou com a filhas mais velhas e com o ex-namorado Chris Matechen, afirmando ter cometido um erro terrível.

Segundo as investigações policiais que tiveram início em 2018, após a youtuber dar entrada em um hospital com infecção devido ao parto realizado em casa, foram encontrados exames comprovando que o bebê estava em boa saúde. Ao ser interrogada pelas autoridades, Alyssa confirmou à polícia não ter oferecido assistência médica para preservação da vida da criança e admitiu que ambos os bebês estavam vivos e que ela os jogou em uma lixeira após a realização dos partos.

A jornalista Andréia Sadi, de 33 anos, está grávida de gêmeos. Casada com André Rizek, ela confirmou a notícia enquanto participava ao vivo do programa Estúdio i, na GloboNews. A revelação da gravidez ficou a cargo da apresentadora Maria Beltrão. "A minha amiga Andréia Sadi está grávida de gêmeos que eu irei esmagar depois da pandemia, quando o distanciamento deixar", disse.

Envergonhada, Sadi declarou brincando: "Quando a gente vira notícia é ruim, a gente gosta é de contar a vida dos outros". De acordo com informações do colunista Maurício Stycer, do Uol, a jornalista contou hoje a novidade para os colegas de trabalho. Ela está no quarto mês de gestação.

##RECOMENDA##

Assim como Andréia Sadi, André Rizek ficou sem jeito durante sua participação no SporTV. O comentarista esportivo Lédio Carmona anunciou aos telespectadores que o amigo será pai de gêmeos. "Desde já me intitulo tio-avô dos 'Rizekinhos'", disse Lédio. O locutor Galvão Bueno, que também estava na atração, puxou aplausos para celebrar a notícia.

Inúmeros desafios são enfrentados pelos estudantes, em especial os que irão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), diante de um cenário de incertezas e mudanças no setor da educação. No entanto, os pais e responsáveis pelos alunos também afirmam passar por momentos de angústia, boa parte deles preocupada com o aproveitamento dos filhos no ensino remoto.

No início da pandemia de Covid-19, Andréa de Aquino, mãe de Maria Eduarda, de 17 anos de idade, pensou que o ensino remoto não daria certo. “Em um primeiro momento, eu achei que não iria dar muito certo, mas minha filha está dando conta do recado. Mesmo assim sinto que não dá para aproveitar ao máximo, pois além de ser algo novo, também tem a questão do interesse, e por ser em casa acredito que não chega a ser um bom aproveitamento nos estudos, como seria no modo presencial, sem contar na dedicação que tem que ser dada aos assuntos do Enem”, diz. 

##RECOMENDA##

Maria Eduarda está no último ano do ensino médio, fará Enem na modalidade impressa, tem aulas de 8h às 12h, e no turno da tarde participa de um curso para reforçar os estudos. “Muitas vezes tenho que ficar alertando ‘olha a aula’, ‘vai começar a aula’, coisa de mãe. Eu pensei que as aulas on-line não iriam durar tanto tempo e ela iria desistir”, acrescenta Andréa.

Andréa Aquino e sua filha, Maria Eduarda. Foto: Cortesia

“Eu não gosto muito do ensino on-line, porque fico muito dispersa, acho que não dá para entender, não dá pra tirar dúvidas da mesma forma que tirava antes. Vejo a situação como uma forma que as autoridades quiseram ajudar, mas em alguns pontos acabou atrapalhando”, comenta a estudante.

A educadora Cristiane Pantoja explica que a educação é um processo cheio de etapas. Muitos conceitos que são apresentados aos alunos tal ano, só serão entendidos plenamente no decorrer dos anos escolares. “Aprender também requer experiências e está ligado ao desenvolvimento da maturidade cognitiva do aluno. Vejo que a Covid-19 ressalta as problemáticas na educação, mas também oportuniza as reinvenções pedagógicas. A tecnologia é importante e necessária, mas a postura do aluno diante o empenho em estudar é algo particular”, opina a professora.

O LeiaJá também entrevistou a mãe Viviane Roberto, mãe de Mariane Marinho, 17 anos, que está cursando o segundo ano do ensino médio e vai realizar o Enem como treineira. As aulas de Mariane são das 7h30 às 17h. 

De acordo com Viviane, a estudante sempre se mostrou esforçada para aprender, mas ela acredita que há estresses e desafios enfrentados. “Não acompanho muito a rotina de estudos da minha filha por trabalhar praticamente o dia inteiro, o que me preocupa, mas já cheguei a vivenciar momentos em que ela estava estressada e chegando até a chorar por não entender algum assunto ou pensar que não iria conseguir passar por tudo isso”, revela Viviane. “Isso acaba refletindo em mim também, pois sei e imagino o quanto está sendo difícil passar por tudo isso”, acrescenta a mãe.

Para a professora Cristiane Pantoja, quando se estuda há sempre ganhos, independente do formato. “Não acredito em um ano perdido para a educação, mas reconheço que o desenvolvimento do aluno tende a melhorar numa situação de aulas presenciais. A palavra é tender mesmo, pois o processo de aprendizagem requer compromisso. Tem aluno que desenvolve esse compromisso, outros não. Independente se em casa ou em sala de aula”, analisa Pantoja.

Mariane relata que é difícil não haver um professor presencialmente e ter que aprender por meio de aparelhos eletrônicos. “Os professores fazem de tudo para aprendermos, mas o assunto parece que não entra, sabe? Fica muito complicado, por exemplo, as chamadas por vídeo, às vezes, ficam difícieis de entender”, comenta a aluna.

“Após as aulas da escola, sempre busco estudar um pouco para o Enem. Mesmo realizando a prova como treineira, tenho em mente que o meu esforço irá me ajudar em algum momento”, relata Mariane.

“Acreditei que as aulas remotas iriam durar apenas uns três meses e voltar tudo ao normal, no início também achei que não iria dar certo o ensino nesta modalidade, mas com o empenho dela as coisas foram se alinhando”, acrescenta. Viviane.

Cristiane Pantoja ressalta que, apesar das dificuldades, o ensino remoto oferece meios de aprendizado. Ela destaca: “A relação entre a postura do aluno diante do próprio compromisso de estudar e o respeito familiar quanto ao momento de estudos, me ocupam mais o pensamento. Se aulas em casa não funcionassem, não haveria diplomados e profissionais competentes em países que têm, em sua tradição, a possibilidade de escolha por esse modo de ensino”.

A mãe de Maria Eduarda, Andréa, diz que o ambiente também influencia no momento dos estudos e que enxerga a situação como um obstáculo. “Em casa, ela se distrai,  então sempre acaba fazendo algo que não é para fazer, ambiente propício para dar uma escapulida; de repente está dormindo”, conta.

Andréa ainda opina que, "infelizmente", não foram tomadas atitudes concretas e certeiras no setor da educação. ”Acredito que o ensino não está sendo priorizado, se um nível escolar for autorizado para voltar às atividades presenciais, todos têm que ser autorizados também, apesar de que eu acho muito cedo para todos os estudantes voltarem”, comenta.

Por fim, a professora Cristiane Pantoja deixa um recado para os pais e estudantes: “Quanto mais diálogo, equilíbrio e empenho, melhor. Relembrando que educação é um processo. Se foi mais dificultoso em um ano, há sempre como buscar equilíbrio e ganhos nos outros que virão”.

A prova impressa do Enem será realizada nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Já a versão digital está marcada para 13 de janeiro e 7 de fevereiro.

O ator John Travolta emocionou seus seguidores nas redes sociais, na noite da última quinta-feira (22), ao compartilhar uma foto antiga de seus filhos Ella e Benjamim ainda criança. 

A imagem causou comoção nos fãs pela recente perda da esposa do ator e mãe das crianças, a também atriz Kelly Prescot. Kelly faleceu a cerca de dois meses em decorrência de um câncer de mama, diagnosticado em 2018. Os dois eram casados há 19 anos. 

##RECOMENDA##

Em 2009, o casal havia perdido seu filho Jett, vítima da síndrome de Kawasaki. Atualmente Ella está com 20 anos e o irmão Benjamim com 9, mas ainda são considerados "bebês" pelo pai, segundo a legenda da foto compartilhada nas redes sociais. Nos comentários, os fãs deixaram mensagens de apoio e carinho para a família.

[@#video#@]

Nesta quarta-feira (21), a apresentadora Fátima Bernardes se emocionou ao falar dos filhos. Durante o programa Encontro, ela comemorou os 23 anos dos trigêmeos, Laura, Beatriz e Vinícius. Ao vivo, Fátima lamentou por não festejar a data ao lado dos jovens.

"Quero mandar um beijo para os meus filhos que estão de aniversário hoje. E, pela primeira vez, não estaremos todos juntos. As meninas estão no Brasil, e o menino estudando fora. Está muito diferente. Mas de qualquer forma é um dia de muita alegria, de muita felicidade, vê-los grandes. Estou muito feliz!", disse.

##RECOMENDA##

Ainda na atração, Fátima contou, em conversa com a cantora Naiara Azevedo, como fazia para administrar as festinhas deles. "Antes cada um tinha uma cota de pessoas para chamar, depois cada um passou a reunir o seu grupo de a amigos individualmente, e agora não pode reunir mais ninguém por causa da pandemia. Mas já fiz festas muito grandes para eles, sempre com muita alegria, e o principal, um bolo para cada um para não ter confusão na hora de apagar as velas".

No final de agosto, Fátima Bernardes usou as redes sociais para se despedir de Vinícius. O rapaz foi passar um tempo na França. Dizendo que sentiria saudade, a jornalista declarou que Vinícius foi em busca dos seus sonhos. Os trigêmeos são filhos de Fátima com William Bonner, frutos do antigo casamento dos jornalistas da Globo.

O governo Jair Bolsonaro opera "uma série de mecanismos de censura indireta", que dificultam o livre exercício do jornalismo no Brasil, denunciou nesta terça-feira (20) em seu informe trimestral a ONG francesa Repórteres sem Fronteiras (RSF).

A ONG afirma, ainda, que entre julho e setembro o presidente e seus "aliados mais próximos", entre eles seus três filhos políticos, proferiram mais de cem ataques a jornalistas e meios de comunicação e que "a postura abertamente hostil à imprensa se tornou marca registrada do governo Bolsonaro".

"Fora as agressões, que criam um clima de desconfiança em relação à mídia; estão a desinformação e as restrições no fluxo de dados oficiais, com o objetivo de controlar o debate público; e a própria politização de órgãos oficiais de comunicação", detalha o informe.

"Instrumentos que tornam o ambiente de trabalho dos jornalistas cada vez mais adverso e complexo", acrescenta.

Como exemplos, a RSF menciona os casos crescentes de "jornalistas bloqueados nas redes sociais por agentes do Estado", as "13 medidas para reduzir o acesso à informação no país", adotadas pelo governo desde que assumiu o cargo, em janeiro de 2019, ou a "opacidade" com a qual o governo e seus aliados administram a crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus.

A RSF também denunciou um aumento do assédio judicial como mecanismo de censura, à base de processos abusivos contra jornalistas e meios de comunicação, a maioria movidos por representantes do Estado ou pessoas próximas à Presidência.

Neste trecho, a ONG lembrou uma decisão judicial que proíbe a rede Globo de divulgar documentos do processo contra o senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente, por considerar que corre em sigilo.

"Vontade de encher de porrada"

Bolsonaro venceu as eleições de 2018 com um discurso muito crítico aos meios de comunicação e desde então não deixou de proferir insultos e dirigir comentários desrespeitosos a jornalistas, chegando a abandonar entrevistas e coletivas de imprensa.

O caso mais chocante de ataque no terceiro trimestre, segundo a ONG, ocorreu em 23 de agosto, quando o presidente ameaçou um repórter do jornal O Globo que lhe perguntava sobre a suposta participação da primeira-dama, Michelle, em um esquema de corrupção.

"Vontade de encher sua boca de porrada!", ameaçou o presidente na ocasião. No dia seguinte, chamou os jornalistas de fracos, disse que se pegassem o novo coronavírus teriam menos chances de sobreviver e os acusou de "usar a caneta com maldade".

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, lembrou a ONG, Bolsonaro acusou a imprensa de politizar o vírus para espalhar o pânico entre a população e causar o caos social no país.

O Brasil ocupa o 107º lugar no ranking mundial da Liberdade de Imprensa de 2020, elaborado pela RSF.

Luana Piovani está recuperada do coronavírus. Na manhã desta terça-feira (13), a atriz usou o Instagram Stories para mostrar que reencontrou os filhos, Dom, de oito anos de idade, e os gêmeos Bem e Liz, de cinco anos.

"Olha aqui, a mamãe negativou, mamãe negativou", disse ela enquanto abraçava e beijava as crianças. Os pequenos também comemoraram o reencontro após cerca de duas semanas afastados da atriz, que ficou isolada em sua casa em Cascais, em Portugal.

##RECOMENDA##

Além de celebrar o reencontro com os filhos, Luana também contou que está voltando a trabalhar. Ela falou sobre o assunto depois de pontuar que estava pegando sua bolsa pela primeira vez desde que voltou de viagem e testou positivo para a doença.

"Sabe o que é maravilhoso? Eu estou pegando a minha bolsa agora, depois de 25 dias na jaula. E ela está tipo de chegada de viagem. Eu tinha chegado de Paris, de Ibiza... estava meio bagunçada. E aí agora eu fui mexer, tem um monte de papéis de recibo de pagamento, um monte de cartão de embarque, batom, maquiagem, preservativo. A bolsa ainda está no mood férias e eu começando a trabalhar hoje", disse.

Piovani foi diagnosticada com a doença no dia 18 de setembro. Ela realizou dois testes para saber se estava recuperada. O primeiro, no entanto, deu resultado inconclusivo e ela precisou estender o período de quarentena, refazendo o exame apenas no último final de semana.

No feed do Instagram, ela ainda publicou uma foto em que comemora o fim da quarentena: "Mamãe saiu da jaula. Asas outra vez!", disse ela.

Ofek Malka, ex-namorado da beldade, a surpreendeu com um comentário na postagem: "Linda! Você pode voar para Israel com essas belas asas?", questionou ele, que ainda não obteve resposta da amada.

Fernanda Lima simplesmente encantou a timeline, nesta segunda (12), ao compartilhar uma foto ao lado dos seus três filhos: João e Francisco de 12 anos de idade e Maria Manoela de apenas 1 aninho de idade, todos eles fruto de sua relação com Rodrigo Hilbert.

A intenção da atriz era homenagear as crianças que é comemorado nesta segunda, mas os internautas repararam que Fê Lima está com algo diferente.

##RECOMENDA##

"Um viva à pureza das crianças! Que eles consigam construir um mundo mais justo e mais amoroso", disse a artista na legenda da publicação.

Fernanda Lima deu uma mudada no visual e está com os fios mais curtinhos. Os internautas que perceberam a mudança comentaram na publicação elogiando a artista.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando