Tópicos | homicídio

Na manhã desta sexta-feira (28), o homem de 60 anos que esfaqueou a ex-companheira e seu atual namorado no estacionamento de uma academia em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, foi preso pela Polícia Civil (PC). Ele é acusado de feminicídio e homicídio tentados e por tentar incendiar um imóvel.

O caso ocorreu na noite dessa quarta (26), quando a vítima, uma professora de ginástica, foi surpreendida pelo ex com golpes de faca nos braços ao chegar no trabalho. Ela e o atual namorado ficaram feridos e correram para dentro da academia, onde foram amparados pelos alunos.

##RECOMENDA##

O agressor tentou alcançá-los, mas foi impedido por testemunhas e deixou o local. A Polícia Militar chegou a ser acionada, mas não o encontrou. 

Após a tentativa de feminicídio, ele foi à casa da mulher e ainda tentou incendiar o imóvel, confirmou a PC. 

Com os pedidos de medida protetiva e prisão em aberto pela advogada da vítima, a Justiça determinou a captura do suspeito, que foi localizado e apreendido no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da capital. 

Um homem de 45 anos foi morto por golpes de faca em uma residência em Candeias, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. A autora confessa do crime foi a companheira da vítima, uma mulher de 35 anos. O caso aconteceu na manhã deste sábado (15), após uma discussão do casal.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita se apresentou espontaneamente à delegacia e comunicou o ocorrido. A polícia científica esteve presente no local para inspeção da cena do crime. Um inquérito foi aberto para apurar as circunstâncias do caso.

##RECOMENDA##

A vítima possuía passagem na polícia desde o fim do ano passado, por apresentação de laudos médicos ilegítimos, após denúncias de pacientes que foram lesados pelo homem. Não foi feita relação entre esses registros e o assassinato. 

Na manhã desta quarta-feira (12), o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire, reuniu a imprensa na sede da Secretaria de Defesa Social (SDS) para dar mais informações sobre a elucidação do caso Beatriz. Ao lado do Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão, e representantes do Ministério Público de Pernambuco, o secretário explicou como a investigação chegou ao nome de Marcelo da Silva, indiciado como autor do assassinato da menina

Segundo a SDS, a identificação do suspeito se deu por meio de análises do banco de perfis genéticos do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos a partir do DNA recolhido na faca utilizada no crime. Em confrontação dos perfis genéticos, chegou-se ao DNA de Marcelo da Silva, de 40 anos, que se encontrava preso pelo crime de estupro de vulnerável em uma unidade prisional do Estado, em Salgueiro. Ao ser ouvido pelos delegados da Força Tarefa, criada em 2019 para investigar o caso, o homem confessou o assassinato e foi indiciado. 

##RECOMENDA##

De acordo com o secretário Humberto, não foram poupados esforços na investigação do crime por parte das equipes envolvidas, Polícia Civil e Polícia Científica de Pernambuco, um trabalho que ele classificou como "extenuante". "Todo esse trabalho permitiu que nós pudéssemos, ao longo desses anos, explorar inúmeras linhas de investigação para que, ao cabo disso, após um longo trabalho de busca incessante dos elementos necessários para que nós pudéssemos ter a comprovação técnico científica do autor desse crime". 

O secretário disse, ainda, que em depoimento o acusado confessou o crime dando detalhes do que aconteceu no dia da morte de Beatriz, o que teria batido com os indícios com os quais a polícia já vinha trabalhando. "Temos a motivação alegada se coadunando com a dinâmica dos fatos de que havendo contato do assassino com a vítima, ela teria se desesperado e por isso foi silenciada a golpes de faca. Essa motivação alegada se coaduna com a dinâmica minuto a minuto que foi feito no trabalho investigativo". 

O secretário também explicou que o acusado teria entrado na escola portando uma arma branca, no dia do crime, na tentativa de conseguir dinheiro para deixar a cidade de Petrolina. A escolha da vítima teria sido "ao acaso" e, de acordo com a investigação, não há outros envolvidos na morte da menina. Humberto afirmou não ter havido abuso sexual da vítima e que ela foi morta com 10 perfurações à faca. 

Já para explicar a demora na análise do material genético encontrado na arma do crime, Humberto disse se tratar de um processo demorado, embora a coleta tenha sido feita logo após o crime, e que o perfil do acusado foi inserido no banco de dados apenas em 2019. "Foi preciso uma melhoria na qualidade da amostra que num primeiro momento se mostrava misturada, uma espécie de 'refino'". O laudo foi assinado por quatro peritos geneticistas. 

Humberto também falou que recebeu os pais de Beatriz, Lucinha Mota e Sandro Ramilton, momentos antes da coletiva - após pequena confusão em frente à sede da SDS quando a entrada deles foi barrada -, e lhes passou os novos detalhes da investigação. "Apresentamos as informações possíveis nesse momento e nos colocamos à disposição bem como nos colocamos à disposição do Ministério Público". 

Lucinha e Sandro não estiveram presentes durante a coletiva. Insatisfeita com a condução do caso, a mãe de Beatriz busca uma maior transparência por parte da Força Tarefa. "O DNA não é suficiente, a gente quer mais. Quantas vezes a gente fica implorando por uma resposta? Isso é desumano. Nós não conhecemos essa pessoa (o indiciado) nós não temos nenhuma informação em relação a ele. Eu vim atrás de respostas, eles têm obrigação de nos dar respostas", disse horas antes ao tentar entrar no prédio da SDS.

 Na primeira semana do ano, sete pessoas foram baleadas dentro de casa na Região Metropolitana do Recife (RMR). O levantamento do Instituto Fogo Cruzado aponta que quatro vítimas morreram.

Jaboatão dos Guararapes foi o município mais perigoso conforme o recorte. Quatro dos sete baleados estavam na cidade, dentre eles uma mãe e um adolescente de 13 anos, computado como o primeiro menor baleado na região em 2021.

No 1º domingo do ano (2), Italo Rodrigo Maximiliano de Sousa, de 27 anos, foi assassinado após a casa na Rua Augusto Reinaldo, no Curado II, em Jaboatão dos Guararapes, ser invadida. No mesmo dia, Rômulo José Maranhão Xavier de Queiroz, de 37, foi baleado dentro de casa na Rua da Linha, em Águas Compridas, Olinda, e socorrido com vida ao Hospital Getúlio Vargas.

No dia seguinte (3), o corretor de imóveis Breno da Silva Ferreira, 43, foi morto dentro de uma casa de veraneio em Carne de Vaca, cidade de Goiana. Na quarta (5), uma mulher de 31 anos foi baleada no rosto e o filho, de 13, atingido de raspão no braço após ter a casa invadida em Jaboatão. As vítimas não foram identificadas.

Ainda na quarta, Esdras Brito Marques, de 20, foi morto a tiros na própria residência na Rua Itinga, no Engenho Maranguape, em Paulista.

Na quinta (6), um motoboy de 20 anos foi surpreendido com tiros durante uma entrega na Rua Jaqueira, em Marcos Freire, em Jaboatão. Ele fugiu para tentar se proteger na casa do cliente, mas foi perseguido e executado.

A Polícia Civil informou que deu início às investigações do homicídio de Andreyvson Richard Silva, conhecido como Japa, na Rua Mamede Simões, uma das mais movimentadas do bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife.

Ativista do movimento Hip-Hop, o multiartista de 25 anos estava em um dos bares da rua quando se envolveu em uma discussãona noite da quinta-feira (6). Durante a briga, ele acabou assassinado a facadas.

##RECOMENDA##

Segundo relatos, o suspeito também estava no bar e fugiu após desferir os golpes que causaram a morte de Andreyvson.

A Polícia registrou a ocorrência nessa sexta (7) e atua na identificação do autor para elucidar o crime.

Um homem de 37 anos foi espancado até a morte na madrugada do domingo (19), em Araripina, Sertão de Pernambuco. O homicídio ocorreu no bairro Alto da Boa Vista. De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava na companhia de um conhecido, com quem iniciou uma discussão que desenvolveu para as agressões. Relatos de moradores apontam que Jackson Gomes da Silva foi atingido no tórax por golpes de uma muleta que ele mesmo carregava.

A vítima chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a polícia, o suspeito foi agredido por populares e posteriormente, preso em sua residência e conduzido para a delegacia para os procedimentos cabíveis.

##RECOMENDA##

O caso foi registrado pela Delegacia de Polícia Civil de Araripina, através da 200ª Circunscrição municipal. Um inquérito policial foi instaurado para apurar mais informações sobre o caso, bem como a motivação do crime e o que dizem as testemunhas.

Um crime hediondo chocou os moradores do município de Marituba, na região metropolitana de Belém (PA), na madrugada do último sábado (18). Segundo informações da Polícia Civil do Estado do Pará, uma mulher não identificada assassinou uma jovem grávida e retirou o bebê da barriga da vítima. A autora do crime foi presa em flagrante. 

Segundo informações da Polícia Civil do Pará, após ser acionada por populares, uma diligência foi enviada ao local do crime, uma residência localizada na passagem da Paz, no bairro Decoville, em Marituba. Lá, o corpo da vítima, uma mulher de 22 anos que estava gestante, foi encontrado embaixo de uma cama.

##RECOMENDA##

Ainda de acordo com a polícia, a autora do crime havia sido vista com uma criança recém-nascida nos braços e teria pedido a ajuda de um vizinho para ir até à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. No hospital, ela teria solicitado atendimento apenas para o bebê e não permitiu ser examinada, o que despertou a desconfiança dos funcionários. Ela foi presa em flagrante e o caso prossegue em investigação na Divisão de Homicídios. 

A barbaridade do crime chocou os moradores da localidade e até a prefeitura municipal se manifestou a respeito. Através de suas redes sociais, a gestão afirmou não tolerar violência e repudiou o homicídio. Confira a nota na íntegra. 

Reprodução/Instagram

 

A Região Metropolitana do Recife (RMR) atingiu a marca de 100 adolescentes baleados, segundo levantamento do Instituto Fogo Cruzado. O número supera o registrado em todo o ano de 2020, quando houve 93 baleados.

O centésimo baleado foi Vitor Kauã Souza da Silva, de 17 anos, morto a tiros no sábado (11) durante abordagem policial no Sítio dos Pintos, Zona Norte do Recife. Com ele, são 63 mortos e 37 feridos por arma de fogo no Grande Recife, uma média de um adolescente baleado a cada três dias.

##RECOMENDA##

Dos jovens baleados, 14% estavam dentro de casa. Desses, 11 foram mortos e três ficaram feridos. Homicídios e execuções continuam sendo os principais motivos de morte de adolescentes na RMR: com 60 registros.

Recife, com 37 baleados (24 mortos e 13 feridos), teve o maior número de casos computados. Em seguida, viram Jaboatão dos Guararapes (21 baleados), Cabo de Santo Agostinho (12), Paulista (11), Olinda (8), Abreu e Lima, Igarassu, Moreno e Ipojuca, com dois baleados cada. Camaragibe, Itapissuma e São Lourenço da Mata tiveram um jovem baleado cada.

Um suspeito de 47 anos foi preso acusado de matar um homem de 51 anos após uma discussão por causa de um cigarro. O crime aconteceu no mês de abril deste ano, na praça pública da cidade de Colombo, no Paraná. A prisão aconteceu na última terça-feira (30)

Segundo a polícia, no mês de abril deste ano, o suspeito teria pedido um cigarro e, após ter o pedido negado, começou uma briga com a vítima, que foi empurrada. O homem caiu e bateu com a cabeça no chão. Ele chegou a ser socorrido e ficou um mês hospitalizado. No entanto, a vítima não resistiu aos ferimentos.

##RECOMENDA##

Por unanimidade, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) prorrogou a suspensão do registro do médico e ex-vereador Jairo Souza Santos Junior, conhecido por Dr. Jairinho, por possível infração ao Código de Ética Médica. O médico está preso acusado de homicídio pela morte de Henry Borel, de 4 anos de idade. 

A medida, segundo o conselho, é um recurso para proteger a população e assegurar a boa prática médica no Rio de Janeiro. A primeira vez em que o Cremerj aplicou a interdição cautelar em Dr. Jairinho foi em 10 de junho.

##RECOMENDA##

O processo do médico está em andamento e corre em sigilo, seguindo as normas do Código de Processo Ético-Profissional. As punições previstas em lei vão de advertência até cassação definitiva do registro. 

Dr. Jairinho está preso desde o dia 8 de abril acusado de homicídio triplamente qualificado. Além da morte de Henry Borel, de 4 anos de idade, o ex-vereador foi denunciado pelo Ministério Público Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) em dois casos de torturas em filhos de ex-namoradas e ainda por violência doméstica.  No dia 30 de junho, Dr. Jarinho perdeu o mandato de vereador por quebra de decoro parlamentar, em decisão unânime da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. 

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, também está presa desde o dia 8 de abril, com a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Por volta das 13h desta quinta-feira (10), dois moradores de rua iniciaram uma briga que acabou na morte de um deles. O crime aconteceu próximo à praça do Diário, no Centro do Recife.

[@#galeria#@]

##RECOMENDA##

Os homens não foram identificados e motivo da briga não foi esclarecido. Eles estavam dentro do antigo prédio do Diário de Pernambuco. Lá iniciaram uma briga e um deles acabou desferindo 16 golpes de faca contra o outro, que faleceu no local. 

Segundo a polícia, outros moradores de rua tiraram o homem morto de dentro do prédio e o trouxeram para a via pública. A arma branca usada no crime estava no local. No momento, a Polícia Militar e a Polícia Civil estão no local, assim como o IML.

Um homem foi condenado a 19 anos de prisão em regime fechado por homicídio em um campo de futebol por causa de um gol irregular. A decisão foi proferida na última quarta-feira (3) pela 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus.

O crime ocorreu em 4 de abril de 2018. Segundo o inquérito policial, Arão Alves da Silva matou Romário de Albuquerque Faria com tiros pelas costas em um campo de futebol de Manaus. O crime teria sido motivado por uma discussão entre os irmãos de Arão e de Romário depois de uma partida de futebol realizada no dia anterior. Conforme os autos, o time de Romário teria se beneficiado com um gol irregular.

##RECOMENDA##

Arão negou a acusação feita contra ele. Os jurados, entretanto, consideraram que o réu praticou o crime por motivo fútil, perigo comum e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Ele respondia ao processo em liberdade, mas foi encaminhado à prisão após a leitura da sentença.

O Governo de Pernambuco anunciou nesta quarta-feira (3), que houve uma redução de 20% nos homicídios no mês de outubro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020. O governo estadual garante que, na série histórica, esse foi o outubro com menos registros dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) desde 2013.

O governador Paulo Câmara (PSB) conduziu a reunião do Pacto pela Vida avaliando as estatísticas criminais do Estado, que também apontam para uma retração de 13% dos homicídios nos primeiros dez meses de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados completos dessa queda nos CVLIs devem ser divulgados no próximo dia 15.

##RECOMENDA##

“Temos todo um planejamento para redução da violência em Pernambuco e vamos continuar fazendo isso, dentro do Pacto Pela Vida, acompanhando os resultados mês a mês e continuar avançando nessa política, que é fundamental para salvar vidas no nosso Estado”, afirmou o governador.

O secretário estadual de Defesa Social, Humberto Freire, destacou os resultados obtidos pela da Área Integrada de Segurança, com sede em Salgueiro, que há 185 dias não registra homicídios.

Segundo Freire, no território, que é formado pelas cidades de Cedro, Mirandiba, Parnamirim, Salgueiro, Serrita, Terra Nova e Verdejante, o último homicídio foi registrado no dia 16 de maio deste ano.

"Atualmente essa região tem um índice abaixo do preconizado pela ONU, que é de 10 homicídios por 100 mil. Queremos irradiar essa experiência exitosa de prevenção e repressão aos crimes contra a vida para todo o Estado”, disse.

Um ex-enfermeiro foi condenado à pena de morte nos Estados Unidos por matar quatro pacientes com injeções de ar nas artérias. A sentença de William George Davis, de 37 anos, foi determinada nessa quarta-feira (27) por um júri popular após 2h de audiência.

Em 19 de outubro deste ano, o júri do condado de Smith, no Texas, já havia considerado o ex-enfermeiro culpado pelos homicídios de pacientes que sofriam de problemas neurológicos e se recuperavam de cirurgias cardíacas no Hospital Christus Mother Frances, entre 2017 e 2018.

##RECOMENDA##

Uma das provas usadas na argumentação dos promotores foi uma ligação de Davis para a ex-esposa na qual afirmou que encontraria maneiras de prolongar a permanência dos pacientes na UTI para que pudesse ganhar dinheiro com as horas extras.

A perícia da acusação verificou que as vítimas John Lafferty, Ronald Clark, Christopher Greenway e Joseph Kalina apresentaram sinais de ar em seus cérebros, o que lhes causou danos irreversíveis.

Vídeos de monitoramento do hospital também mostram que o enfermeiro foi a última pessoa a ver a última vítima antes do quadro clínico se agravar, apontou a NBC News.

Um jovem atleta de 23 anos de idade, formado nas categorias de base do Paysandu, foi assassinado a tiros, na manhã desta quinta-feira (21). Segundo informações do GE, o jogador Bruninho foi morto dentro de casa, no bairro do Curió Utinga, em Belém, no Pará.

Com passagens pelo Crato do Ceará e o Picos do Piauí, Bruninho chegou ao Papão em 2016 e era tido como uma promessa que poderia render bons frutos no futuro. Conhecido como Bruninho “Metralha” nos tempos de futsal, o jogador também disputava campeonatos amadores.

##RECOMENDA##

Segundo o GE, a Polícia Militar do Pará ainda não se posicionou sobre o crime e a motivação ainda é um mistério. Bruno chegou a ser socorrido pelo Samu e encaminhado para uma UPA, mas não resistiu.

O relator da CPI da Covid, Renan  Calheiros, sugeriu o indiciamento de 70 pessoas, além de duas empresas, por um total de 24 crimes, em novo relatório entregue na noite da última segunda (18). Na lista, há médicos, empresários, políticos e ministros que defendem tratamentos ineficazes, citados como culpados por crimes de homicídio e infração de medidas sanitárias, entre outros. 

Segundo o relatório, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), quatro ministros, três ex-ministros, duas empresas, empresários e dois médicos teriam cometido crimes durante a pandemia. Ao presidente do país, o senador atribuiu 11 crimes, entre eles homicídio qualificado, emprego irregular de verbas públicas e infração de medida sanitária preventiva. 

##RECOMENDA##

O ex-ministro da saúde Eduardo Pazuello, Marcelo Queiroga, atual responsável pela pasta, Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência), Braga Netto (Defesa), Wagner Rosário (CGU), e os três filhos mais velhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador do Rio, Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), também são citados no relatório, além do pastor SIlas Malafaia, oito médicos, um diretor e dois dos donos da Prevent Senior. 

O relatório recomenda ainda que o Ministério Público Federal peça condenação e reparos por dano moral coletivo à sociedade brasileira de quem promoveu o uso de medicamentos sem eficácia e a imunidade de rebanho. A previsão de leitura do documento, na CPI da Covid, é nesta quarta (20), com votação prevista para a próxima terça (26). 

O papa Francisco voltou a afirmar nesta quinta-feira (14) que o aborto voluntário é "homicídio" e defendeu que profissionais da saúde se recusem a participar desse tipo de procedimento, mesmo onde seja permitido por lei.

"Vocês sempre estão a serviço da vida humana, e isso pode comportar, em certos casos, a objeção de consciência, que não é infidelidade, mas sim fidelidade à sua profissão. E também é uma denúncia das injustiças contra vidas inocentes e indefesas", declarou o líder católico em discurso para farmacêuticos de hospitais italianos.

##RECOMENDA##

"Sobre o aborto, sou muito claro: trata-se de um homicídio, e não é lícito tornar-se cúmplice. Nosso dever é estarmos próximos das mulheres para que não se chegue a pensar na solução abortiva, que, na realidade, não é uma solução", acrescentou.

O aborto é permitido por lei na Itália desde a década de 1970, mas médicos e enfermeiros podem alegar "objeção de consciência" para não participar desse tipo de procedimento.

Um mapeamento realizado recentemente pela Associação Luca Coscioni, uma das principais entidades de defesa dos direitos civis no país, mostra que em pelo menos 15 hospitais italianos todos os ginecologistas são "objetores".

"Hoje está um pouco na moda pensar que seria uma boa ideia remover a objeção de consciência, mas essa é a intimidade ética de cada profissional da saúde e jamais pode ser negociada", declarou o Papa nesta quinta.

Da Ansa

Nesta terça-feira (12), um homem de 34 anos foi preso por matar o pai, de 55, em Remanso, na Bahia. Após cometer o crime com uma arma branca, ele se apresentou à delegacia e disse que estava arrependido.

A vítima, Vandelin de Souza Santos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital de Traumas, no município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

##RECOMENDA##

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito contou que se entregou à Polícia por medo de represálias. O homicídio foi informado às autoridades por um familiar no domingo (10), quando começaram as investigações.

A prisão temporária foi solicitada nesta terça e os policiais cumpriram o mandado contra o suspeito, que foi encaminhado ao Conjunto Penal de Juazeiro, onde ficou à disposição da Justiça.

Nesta quarta-feira (6), a reunião do Pacto pela Vida avaliou que, entre janeiro e setembro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020, Pernambuco registrou uma queda de 12% no número de homicídios. O programa estadual também revela que os crimes patrimoniais também apresentaram uma retração de aproximadamente 4%. 

Os números oficiais serão divulgados no próximo dia 15 de outubro. “Os resultados são importantes. Mas a reunião também buscou planejar os próximos três meses e pactuar ações necessárias, porque nossa meta é continuar reduzindo a violência em Pernambuco, mostrando cada vez mais que o caminho conduzido pelo Pacto Pela Vida é um caminho da paz e de salvar vidas”, diz o governador Paulo Câmara.

##RECOMENDA##

Para auxiliar o Pacto Pela Vida, o governador assinou uma autorização de orçamento, no valor de R$ 9 milhões, para a aquisição de quatro mil novas pistolas Beretta 9mm, com o objetivo de renovar o armamento da polícia pernambucana. 

“São equipamentos mais leves e modernos, dentro do que há de melhor sendo utilizado pelas forças de segurança no mundo. Mas é preciso esclarecer que a repressão e o enfrentamento são o último recurso. A prioridade da segurança, e de todos os que fazem o Pacto pela Vida, é a prevenção e preservação de vidas”, afirmou o secretário de Defesa Social do Estado, Humberto Freire.

Uma média de três idosos foram baleados por mês na Região Metropolitana do Recife (RMR) em 2021, segundo levantamento do Instituto Fogo Cruzado. O levantamento também mostra que 74 idosos, ou seja, pessoas com 60 anos ou mais, foram alvejadas desde o início do monitoramento em Pernambuco, em 2018.

Em 2021, foram 24 pessoas da terceira idade vítimas de arma de fogo. A quantidade já é quase a mesma registrada em todo o ano de 2020, quando o levantamento identificou 25 idosos baleados. O número de mortos desse perfil já é pior neste ano, com 14 óbitos contra 13 no ano anterior.

##RECOMENDA##

Execuções e homicídios lideram os motivos de tiros e mortes, que deixaram 11 vítimas no total, além de oito feridos em tentativas de homicídio. Roubos e tentativas contabilizaram cinco baleados, com três mortes.

Segundo o Fogo Cruzado, seis pessoas da terceira idade foram baleadas dentro de casa. Os homens foram os mais afetados pela violência armada nessa faixa etária, totalizando 75% das vítimas.

 Mais da metade dos idosos baleados na RMR foram atingidos na capital. Houve 14 vítimas no Recife, e em seguida Cabo de Santo Agostinho (3) e Jaboatão dos Guararapes (3), Goiana (2), Olinda (1) e Paulista (1).   

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando