Tópicos | Torrent

Você sabe o que Alex Bledel, Sofie Turner, Jimmy Fallon e Lupita Nyong’o tem em comum? Eles estão na lista das 10 celebridades mais perigosas para dispositivos eletrônicos feita pela McAfee - empresa especializada em segurança digital. Pelo 13º ano seguido, a companhia pesquisa quais indivíduos famosos podem expor seus fãs a websites maliciosos e vírus.

O topo da lista foi ocupado pela eterna Rory, da série televisiva Gilmore Girls, Alex Bledel. Seu trabalho mais recente foi como Emily, em “The Handmaid’s Tale”, que já teve a quarta temporada confirmada. Ela é seguida pelo apresentador do talk show “Late Night”, James Corden, a atriz Sophie Turner (Game of Thrones e X-Men), Anna Kendrick e muitos outros. 

##RECOMENDA##

De acordo com a empresa, os nomes das celebridades vêm - geralmente - ligados à procura de arquivos torrent, em que os usuários podem assistir por conteúdos “pirateados” de diferentes plataformas, gratuitamente. A companhia aconselha que, para evitar ser surpreendido por malware e vírus, os usuários aguardem os lançamentos oficiais de suas séries e filmes favoritos, e só façam downloads de conteúdos em sites confiáveis. 

Confira a lista completa das Celebridades Mais Perigosas de 2019:

1 - Alexis Bledel (Gilmore Girls e The Handmade’s Tale)

2 - James Corden (Late Night)

3 - Sophie Turner (Game of Thrones e X-Men)

4 - Anna Kendrick (Pitch Perfect)

5 - Lupita Nyong’o ((Nós, Pantera Negra)

6 - Jimmy Fallon (The Tonight Show com Jimmy Fallon)

7 - Jackie Chan (Karate Kid)

8 - Lil Wayne 

9 - Nicki Minaj

10 - Tessa Thompson (Cara Gente Branca, Thor)

Sete semanas após ter seus servidores invadidos pela polícia sueca, o site de torrents The Pirate Bay voltou à ativa neste sábado (31).

A página retorna em seu domínio original e a perda do acervo de links para arquivos parece ser mínima. Em uma rápida pesquisa é possível notar que muitas séries e filmes ainda continuam disponíveis.

##RECOMENDA##

O The Pirate Bay voltou ao ar antes do período previsto. Na página inicial do site, uma contagem regressiva marcava o dia 1º de fevereiro como a data de retorno.

O The Pirate Bay saiu do ar no dia 9 de dezembro de 2014, após uma operação da polícia da Suécia ter apreendido servidores, computadores e outros equipamentos em Estocolmo, capital do país. 

Apesar de a polícia não ter divulgado quais foram os alvos da investigação, sabe-se que a operação está ligada a violação de direitos autorais. Sites como o The Pirate Bay permitem que internautas de qualquer lugar do mundo baixem, de maneira simplificada, conteúdo protegido por propriedade intelectual.

Após ter sido fechado em dezembro do ano passado, o site de downloads The Pirate Bay deu fortes indícios de que voltará ao ar em breve. Em sua página inicial, o serviço exibe uma contagem regressiva que vai se encerrar em 1º de fevereiro. Além disso, uma fênix aparece no centro da tela para simbolizar o possível ressurgimento da página.

A imagem da ave mitológica, inclusive, faz parte da história do site. Em 2006, policiais suecos invadiram os servidores do The Pirate Bay para tirá-lo do ar. Na ocasião, um dos fundadores do serviço trouxe todo o conteúdo à ativa em apenas três dias. Pouco tempo depois, o logo da página foi substituído por uma fênix, símbolo do renascimento na mitologia grega. 

##RECOMENDA##

O The Pirate Bay saiu do ar no dia 9 de dezembro de 2014, após uma operação da polícia da Suécia ter apreendido servidores, computadores e outros equipamentos em Estocolmo, capital do país. Apesar de a polícia não ter divulgado quais foram os alvos da investigação, sabe-se que a operação está ligada a violação de direitos autorais.

Sites como o The Pirate Bay permitem que internautas de qualquer lugar do mundo baixem, de maneira simplificada, conteúdo protegido por propriedade intelectual.

O bloqueio dos servidores do Pirate Bay, na Suécia, não parece ter diminuído a atividade de pirataria online global. Um relatório da empresa antipirataria Excipio revela que em 8 de dezembro, 101,5 milhões de endereços IP estavam ativos em torrents. Depois que o site foi retirado do ar, esse número caiu. No entanto, quatro dias depois, ele chegou em 100,2 milhões.

Isso significa que, apesar de o The Pirate Bay ter saído do ar, a pirataria não foi embora com ele. Quando sites dedicados ao download ilegal de conteúdos são bloqueados, outros surgem no seu lugar.

##RECOMENDA##

Este é o exemplo do IsoHunt, que há alguns anos era um dos grandes nomes no compartilhamento de arquivos. A página criou o domínio oldpiratebay.org, onde os usuários podem encontrar torrents que estavam alojados no site do Pirate Bay.

Esse mesmo fenômeno foi constatado após o fechamento do Megaupload. De início, diversos usuários deixaram de baixar conteúdo ilegal. Com o tempo, eles migraram para serviços similares e o tráfego de material protegido por direitos autorais não foi afetado.

O vocalista do Radiohead, Thom Yorke, lançou um álbum na web e, cerca de 6 dias depois, já contava com 1,3 milhão de downloads. O cantor disponibilizou o novo disco em formato de torrent pago.

Essa foi a primeira vez em que o sistema de transferência de arquivos on-line foi usado para vender música. Outros artistas como Madonna já utilizar o sistema torrent para disponibilizar músicas na web, mas não de forma paga.

##RECOMENDA##

Tomorrow's Modern Boxes, que contém oito canções e foi produzido por Nigel Godrich, é o primeiro disco solo de Yorke em 8 anos. O internauta que deseja baixar o disco deve pagar 6 dólares. Além do novo álbum, o artista disponibilizou o single e vídeo homônimo do CD de graça. O número de downloads é referente a estes dois tipos de acessos. O download pode ser feito acesando o site do BitTorrent.

Faixas de Tomorrow’s Modern Boxes 

1. A Brain In A Bottle

2. Guess Again!

3. Interference

4. The Mother Lode

5. Truth Ray

6. There Is No Ice (For My Drink)

7. Pink Section

8. Nose Grows Some

A Electronic Arts (EA) encontrou uma maneira inusitada de punir quem baixou uma cópia ilegal do The Sims 4, que já está circulando em sites de Torrent desde a última quarta-feira (3).

Durante a jogatina, os gamers que rodam a versão pirata do The Sims 4 percebem que quase tudo dentro do jogo aparece pixelado, como se estivesse censurado.

##RECOMENDA##

Diversos jogadores recorreram a fóruns queixando-se deste erro que arruína o game. Mas aos poucos as pessoas foram descobrindo que isso vinha acontecendo apenas com quem tinha baixado o jogo ilegalmente, principalmente via Torrent.

The Sims 4 foi lançado nesta semana, exclusivamente para PC. O jogo custa R$ 99,90 e pode ser adquirido na Origin.

A pornografia abrange mais de um terço do conteúdo hospedado no site The Pirate Bay, segundo informações do Torrenfreak. Os pornôs, que representam 35% da porcentagem de material, perdem somente para vídeos relacionados a programas de TV e filmes, que detém 44% da parcela total. A medalha de bronze fica com os uploads de música, que contabilizam 9% dos arquivos.

E a tendência é que a quantidade de conteúdo pornô cresça ainda mais. Nos últimos dois anos, a quantidade de arquivos dobrou para 75 mil postados no site por mês. Este rápido crescimento pode em parte ser explicado pelo fato de que a página tenha criado a categoria “porn” pública em 2012. Antes, ela era menos visível, já que apenas usuários logados eram capazes de ver o conteúdo.

##RECOMENDA##

Não é nenhum segredo que Game of Thrones é uma das séries mais visadas pela pirataria e um novo dado mostra que este índice não diminuiu ao longo deste ano. De acordo com o site TorrentFreak, a 3ª temporada do seriado foi baixada 5,9 milhões de vezes através do BitTorrent, o que o “eleva” o show a categoria de mais pirateado de 2013.

Este é o segundo ano em que Game of Thrones alcança a duvidosa medalha de ouro. Em 2012, o TorrentFreak divulgou que cada episódio da 2ª temporada foi baixado cerca de 3,9 milhões de vezes. Outro dado interessante é que a maioria dos fãs da série assistiram o show através de download ilegais, batendo a marca da audiência televisiva da HBO, onde o seriado é exibido. 

##RECOMENDA##

Confira outras séries que estão no "top pirataria" 2013:

Breaking Bad: 4,2 milhões de downloads - 10,28 milhões de telespectadores

The Walking Dead: 3,6 milhões de downloads -16,11 milhões de telespectadores

The Big Bang Theory: 3,4 milhões de downloads - 20,44 milhões de telespectadores

Dexter: 3,1 milhões de downloads - 2,8 milhões de telespectadores

How I Met Your Mother: 3 milhões de downloads - 9,4 milhões de telespectadores

Suits: 2,6 milhões de downloads - 3,52 milhões de telespectadores

Homeland: 2,4 milhões de downloads - 2,38 milhões de telespectadores

Vikings: 2,3 milhões de downloads - 6 milhões de telespectadores

Arrow: 2,2 milhões de downloads - 3,24 milhões de telespectadores

Pela sexta vez neste ano, o site de compartilhamento de torrents Pirate Bay precisou mudar de domínio. Após aportar no Peru, a página precisou levantar suas âncoras piratas e partir para a Guiana, país localizado no norte da América do Sul, entre a Venezuela, o Brasil, o Suriname e o Oceano Atlântico. E, apesar das trocas constantes, a equipe da página afirma que já possui outros domínios engatilhados.

Segundo informações do site Torrent Freak, o tráfego do site caiu aproximadamente 15% nos últimos dias, mas isso não apresenta um grande problema para a equipe do Pirate Bay, já que o site pode ser encontrado no Google e alguns dos seus antigos domínios redirecionam os usuários para o novo endereço do momento.

##RECOMENDA##

Solução - A expectativa é que logo o Pirate Bay comece a operar através de um navegador próprio, assim a página não poderá ser confiscada ou retirada do ar, segundo seus desenvolvedores. Através desta ferramenta, os sites serão acessados em um esquema ponto a ponto, sendo o próprio sistema BitTorrent a base de comunicação do programa.

Após ser obrigado a encerrar suas atividades, o site de compartilhamento de torrents isoHunt voltou a funcionar na manhã desta quarta-feira (30). O “renascimento” trata-se de um novo projeto que conseguiu restaurar 75% do banco de dados da antiga página. Apesar da maioria dos conteúdos infligirem direitos autorais, agora a ideia possui um novo domínio, que é hospedado em Tonga, na Polinésia.

Em entrevista ao site TorrentFreak, os novos donos da ferramenta afirmam que não houve substituição do serviço oferecido, mas sim uma restauração. “O isoHunt é uma referência para o mundo dos torrents há mais de uma década”, complementou na ocasião.

##RECOMENDA##

Disputa judicial - Criado há mais de dez anos, o isoHunt teve seu fechamento decretado após perder uma luta judicial contra a Motion Picture Association of America (MPAA), associação da indústria do entretenimento que engloba empresas como a Disney e Paramount. A decisão, que ainda incluiu uma multa de US$ 110 milhões aos responsáveis pela ferramenta, foi proferida pela Corte do distrito central da Califórnia.

A partir da próxima quarta-feira (23), muitos internautas vão ficar órfãos de mais uma ferramenta de busca de torrents. Isso porque o isoHunt, criado há mais de dez anos, será encerrado oficialmente após perder uma luta judicial contra a Motion Picture Association of America (MPAA), associação da indústria do entretenimento que engloba empresas como a Disney e Paramount. A decisão, que ainda inclui uma multa de US$ 110 milhões aos responsáveis pela ferramenta, foi proferida pela Corte do distrito central da Califórnia nesta semana. 

O criador do serviço, Gary Fung, deixou uma nota de despedida no seu site pessoal e na página oficial do isoHunt no Facebook: "Fiz o melhor que pude em prol dos benefícios sociais do BitTorrent e da partilha de arquivos, da própria cultura de pesquisa e compartilhamento, mas chegou a hora de seguir em frente e trabalhar em novos programas e projetos”, lamenta Fung.

##RECOMENDA##

Ao lado do Pirate Bay, o isoHunt é um dos maiores sites de torrents do mundo. Segundo Fung, a página possui cerca de 44,2 milhões de usuários. Em defesa da sua ferramenta, Fung alegava que a ferramenta era apenas um serviço de buscas neutras, como o Google, mas o argumento não foi aceito pela Justiça americana.

O indexador de Torrent, condenado a pagar multas por promover a pirataria ganhou um documentário que pode ser comprado ou simplesmente baixado pelos internautas. No filme é possível conhecer mais sobre o site e seus fundadores.

Foram dois anos de produção do documentário batizado de TPB AFK. O filme conta a formulação da ideia do serviço, fundado por Fredrik Neij, Gottfrid Svartholm e Peter Sunde, além da defesa que fizeram do Pirate Bay para os processos que acusavam o site de disponibilizar arquivos protegidos por direitos autorais. 

##RECOMENDA##

O diretor do documentário, Simon Klose, explica que TPB AFK é o primeiro filme a ser vendido e distribuído gratuitamente na rede, além disso o Pirate Bay pretende assumir o desafio de provar a indústria cinematográfica é capaz de fazer parte de um modelo sustentável com o compartilhamento de arquivos. 

Confira o trailer do filme:

O UTorrent, um dos clientes mais utilizados para download de torrents em PC, está disponível em versão beta para Android. 

Com ele o usuário pode encontrar e baixar arquivos em torrent direto de um smartphone ou tablet com Android. O applicativo é gratuito e não limita tamanho nem velocidade para download. Porém é importante ficar de olho no download em pacote de dados para não passar do limite do seu plano, caso o smartphone não esteja utilizando uma rede Wi-Fi. 

##RECOMENDA##

O UTorrent já possui um aplicativo para Android que verifica o status do torrent que está sendo baixado para o seu computador.

O aplicativo funciona à partir da versão 2.1 e está disponível na Google Play.

Uma pesquisa da Universidade de Birmingham (Inglaterra) revela que usuários que utilizam a internet para fazer download de conteúdo por torrent, principalmente utilizando o BitTorrent, podem estar sendo monitorados enquanto utilizam o serviço. Segundo a pesquisa, as empresas monitoram os usuários sem diferenciar se os mesmo baixam conteúdo legal ou protegido por direito autoral.

De acordo com Tom Chothia, líder do estudo, qualquer pessoa que utiliza serviços de torrent pode estar sendo monitorada. “Você não precisa baixar uma quantidade grande de arquivos. Caso você comece o download de um arquivo que esteja entre os 100 mais baixados, certamente você será identificado”, afirmou o pesquisador ao jornal britânico Daily Telegraph.

##RECOMENDA##

Ainda segundo a pesquisa, existem mais de dez empresas que monitoram o tráfego de conteúdo, algumas financiadas por associações de gravadoras e estúdios de cinema. Porém o estudo é claro em afirmar que é impossível dizer se as informações obtidas estão sendo utilizadas contra os usuários. Responsáveis pela pesquisa levantam a hipótese de que esses dados podem ser usados como evidências em processos futuros.

A pesquisa identificou dois tipos de monitoramento. O primeiro, chamado de monitoramento indireto, faz uso de algumas evidências, como o endereço de IP, para descobrir um computador que fez download ou upload de um arquivo. Já no método direto, a agência faz o acompanhamento de dentro da rede e participa do tráfego. A opção levanta resultados mais precisos, porém dificilmente consegue comprovar piratria.

Um total de dez organizações foram encontradas monitorando usuários na pesquisa, algumas tentaram disfarçar suas intenções, enquanto outras alegaram serem empresas de segurança. 

O depósito de material em domínio público, Internet Archive, incorporou ao acervo do site mais de 1 milhão de torrents. São mais de um milhão de filmes, livros, shows completos, programas de rádio antigos, entre outros.

Há clássicos como a ficção científica "A Fundação", do escritor Isaac Asimov, em áudio. "A noite dos mortos vivos" (em alta resolução), "His girl friday" e curtas de Charlie Chaplin. O visitante pode baixar o arquivo torrent na própria página, além da opção de assistir por streaming ou fazer o download em outro formato de arquivo.

##RECOMENDA##

Para os responsáveis pelo site, os torrents são a maneira mais rápida de acessar o conteúdo hospedado no endereço. O BitTorrent faz download em dois servidores do Archive simultaneamente, e também dos outros usuários que já baixaram o mesmo arquivo, o que acelera o processo.

O Demonoid.com, um dos mais antigos sites privados de torrent da web, foi fechado de forma definitiva. Primeiro o site sofreu um ataque DDoS que o deixou fora do ar durante algumas semanas, após isso teve seus servidores apreendidos por agentes do governo da Ucrânia.

Segundo o TorrentFreak, uma fonte da empresa que hospedava o site passou as informações sobre o que aconteceu com os servidores do site.

##RECOMENDA##

É comum sites de torrent sofrerem ataques hackers e passarem algum tempo fora do ar. O próprio Demonoid já ficou fora do ar diversas vezes, porém dessa vez a queda parece ser definitiva com a apreensão dos servidores.

Segundo uma fonte anônima do site local Kommersant, a ColoCall, empresa que hospedava o Demonoid na Ucrânia, teve seus servidores apreendidos na semana passada. A mesma fonte afirma ainda que o único administrador do site está em liberdade e ainda há uma mínima chance do site voltar.

O Google perdeu uma ação judicial para o grupo SNEP que é ligado à indústria da música e foi obrigado, por um juiz francês, a promover ação de combate à pirataria. Duas atitudes impostas é que, em seu mecanismo de busca, termos como ‘torrent’, ‘RapidShare’ e ‘Megaupload’ sejam bloqueados e, também, não façam parte das opções na função autocompletar.

Essa condição foi imposta pois, para a corte, o fato desses termos estarem disponíveis na ferramenta de busca tem significado de ajuda à pirataria nos diversos segmentos como músicas, filmes e obras em geral. 

##RECOMENDA##

O processo do SNAP contra o Google foi movido em 2010 e desde lá o grupo perdeu em duas instâncias inferiores, mas na semana passada conseguiu uma vitória, afinal, a justiça afirmou que o Google não é responsável pelo acontecimento de piratarias na rede, mas o buscador facilita o caminho para a realização do crime. 

O Google perdeu para a SNAP nessa instância, mas pode recorrer à Suprema Corte francesa que será o último nível para apelar. 

O site de compartilhamento de arquivos por torrent, Pirate Bay, homenageou o escritor Paulo Coelho, neste final de semana, após Coelho ter criticado o projeto anti-pirataria do governo norte-americano, SOPA (Stop Online Piracy Act) em seu blog. "O projeto anti-pirataria SOPA pode quebrar a Internet. Se aprovada [a lei], vai afetar todo o planeta", diz o texto.

Na página inicial do site, era possível encontrar uma imagem do escritor acompanhada da frase "O Pirate Bay orgulhosamente promove Paulo Coelho". Em abril de 2009, o escritor defendeu o Pirate Bay contra "lobistas anti-pirataria", que tentavam fechar o site e levar seus fundadores à cadeia, se oferecendo para ir à Suécia testemunhar em favor dos acusados. Ele argumentou que a pirataria ajuda na divulgação de um artista, oferecendo seus livros para download gratuito.

O popular site de compartilhamento de arquivos The Pirate Bay anunciou que, dentro de um mês, deixará de oferecer arquivos do tipo torrent por tempo indeterminado. Em vez disso, serão disponibilizados links magnéticos, que eliminam a necessidade de um servidor entre o usuário que compartilha o que recebe o arquivo, de acordo com informações do site TorrentFreak.

Com os links magnéticos, que contém todas as informações necessárias no endereço, o site sueco resolveria três problemas: o rastreio de quem compartilha o conteúdo, já que a conexão seria direta entre usuários — como no início das conexões P2P —, os rastros de compartilhamento através dos servidores do TPB — dados que podem ser usados como provas, em processos anti-pirataria —, e o excesso de tráfego em seus servidores.

Ainda não está claro o quanto a mudança impactará o futuro do site. Grande parte dos aplicativos, como o uTorrent, o Transmission e o Vuze, aceita links magnéticos, portanto, as coisas não mudarão tanto para os usuários. Para aqueles que sofrem com traffic shapping — prática em que os provedores de internet manipulam o volume de dados transferido por tipo de protocolo, como streaming e P2P — é possível que fique ainda melhor, pois a identificação do tipo de compartilhamento fica mais complicada.

A migração, no entanto, dificilmente reduzirá as ações da justiça contra o Pirate Bay. Só nesta semana, uma corte holandesa ordenou que dois provedores impedissem o acesso de usuários ao site, em mais uma tentativa de reduzir sua popularidade. Caso eles não bloqueiem a visita, terão de pagar 12 mil dólares diariamente como multa.

*Com informações do IDG Now

Quem costuma acompanhar séries antigas pela Internet, fazendo download arquivo por arquivo, já deve conhecer serviços como PirateBay, Torrentz e IsoHunt. Porém, muitos usuários de fóruns que compartilham os episódios costumam hospedá-los em sites como Megaupload, o que dificulta bastante, na hora de encontrar o que precisa.

Se você quer poupar o seu tempo procurando suas séries e filmes favoritos no Google, tente o FilesHut.com, um site que suporta buscas simultâneas em serviços de hospedagem de arquivos como o RapidShare, MegaUpload, Hotfile, MediaFire, Netload, Filesonic e Wupload.

##RECOMENDA##

A interface é muito simples e intuitiva. Logo na página inicial, você dá de cara um uma busca por tipo de arquivo e com os "trends" do dia, com filmes e mods para jogos e sistemas operacionais como Windows, Mac, Linux e até Google Android.

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando