Tópicos | mãe

O Carnaval de Sabrina Sato está agitado, mas a apresentadora está vivendo a folia muito bem acompanhada. No ultimo sábado (22) ela desfilou como Rainha de Bateria da Gaviões da Fiel, em São Paulo, e foi prestigiada pela mãe, Kika Sato, que observou tudo do camarote. Durante a ocasião, a vovó de Zoe conversou com a imprensa e, de acordo com o IstoÉ Gente, deu alguns detalhes sobre a vida profissional e pessoal de Sabrina.

No dia 8 de março vai ao ar na Record TV o novo Domingo Show, atração que será comandada pela apresentadora. Sobre o programa, Dona Kika contou alguns detalhes. "Ai, gente, vocês não podem perder que vai estar demais. Nas gravações eu dei tanta, tanta risada, vai ter muitos famosos participando do programa. A Sabrina está trabalhando muito", contou.

##RECOMENDA##

Questionada sobre a ausência de Zoe no desfile de Carnaval, a vovó afirmou que este ano ela ficou com o pai, Duda Nagle. "Não dá para a Zoe vir para o Carnaval, ela está com o Duda em casa".

E, falando em filho, Dona Kika também deu sua opinião sobre a possibilidade de vir mais um netinho em breve: "Mais pra frente. Ela está focada no trabalho. Este ano, eu acho que não".

Uma menina, de dois anos, foi entregue por engano a uma desconhecida pela creche municipal Armilinda Locatelli de Macedo, em São José dos Campos, no Interior de São Paulo. De acordo com a mãe da criança, a babá que levou sua filha não percebeu o erro e ficou com a criança por cerca de 1h15, nessa quarta-feira (19).

Ao ir buscar a filha, Rosângela Oliveira foi informada que ela já havia sido levada. "Somente eu e minha mãe temos autorização para buscar minha filha, mas quando cheguei lá, me disseram que alguém já tinha levado ela. Eu entrei em desespero, comecei a procurar ela em todos os lugares e só então eles perceberam que tinham cometido um erro e entregue a minha filha para uma desconhecida", relatou ao G1.

##RECOMENDA##

Após tomar conhecimento da confusão, a creche ligou para a babá, que demorou cerca de 40 minutos para devolver a menina. "Eu fiquei sem saber o que fazer e só chorava. Fiquei tão atordoada que não consegui nem pensar em chamar a polícia. Enquanto aguardava minha filha ser devolvida, outras mães viram meu desespero, mas quando ia contar o que aconteceu, a diretora tentava minimizar o ocorrido, falando que ela já estava chegando", completou.

Rosângela registrou um boletim de ocorrência e levou a filha ao pediatra. “Eles entregaram minha filha para uma completa desconhecida, ela foi negligenciada e isso não tem justificativa. Eu preciso de uma reposta real, que as pessoas sejam responsabilizadas e punidas, algo tem que ser feito”, afirmou. Ela pretende processar a instituição e vai transferir as duas filhas.

Ao entregar a aluna, a babá alegou que foi a primeira vez que foi buscar uma criança no local e acabou não notando o engano. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) comunicou que o caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São José dos Campos.

Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa, é uma das participantes do BBB20 e, nos últimos tempos, vem dando o que falar após se envolver em algumas polêmicas na casa. A influencer chegou a gerar algumas controvérsias e criou uma tensão, dentro e fora da casa, ao ser acusada de traição após querer ficar com Guilherme em uma das festas. Isso, claro, pegou mal, e coube a mãe da Bianca se pronunciar.

Em entrevista à Patrícia Kogut, Monica Andrade comentou sobre o comportando dela dentro da casa, opinando sobre a suposta traição dela com o namorado Diogo Melim. "Sobre essas especulações em torno do relacionamento deles, somente a Bianca e o Diogo podem responder", esclareceu.

##RECOMENDA##

Para ela, o motivo para a filha ter se aproximado de Guilherme foi consequência de um momento de vulnerabilidade dentro do jogo.

"Eles são amigos e a Bianca estava passando por algumas dificuldades. Acho que foi muito mais um momento de carência, por estar privada dos amigos, da família e da vida dela, acrescentou ela", que confessa estar assistindo ao reality quase integralmente.

"Envio toda minha energia positiva para ela. Minha filha está sendo uma pessoa verdadeira, mesmo com todas as turbulências que ocorreram".

Monica também comentou sobre o cancelamento da filha na web após apoiar os meninos na briga envolvendo o plano de Hadson de prejudicar algumas mulheres. "Ela quis escutar todos os lados e, a princípio, como é amiga dos meninos, não quis acreditar que eles pudessem estar tramando algo contra as sisters e ela própria. Depois de conversar com todos e escutar, conseguiu ver a verdade".

As atitudes de Boca Rosa também foram comentadas por Suzana Pires, que concedeu uma entrevista ao colunista Leo Dias. A atriz afirmou ter carinho por Boca Rosa e manifestou seu desejo de encontrar a influencer pessoalmente quando ela sair do reality show para discutir sobre empoderamento feminino.

"Meu conselho para Boca Rosa é: quando ela sair da casa, precisa me ligar. A Bianca tem meu telefone. Eu a conheço. Ela é um amor de pessoa, só que precisa aprender algumas coisas para não ser taxada de vazia, de marqueteira. Ela está perdendo seguidor".

E continua:

"Vou levá-la no meu instituto para ela ver a importância do girl power. A gente tem que conversar. No instituto, fazemos a aceleração do talento feminino. O que a gente quer é realmente trazer essa consciência do poder que as mulheres têm para elas", explica a atriz, que é Idealizadora do Instituto Dona de Si, responsável por capacitar e inserir mulheres no mercado de trabalho.

Suzana também comentou sobre a postura de Manu Gavassi, afirmando que a admira. "Acho a Manu muito bacana. É muito legal essas meninas terem consciência. Inclusive, a minha afilhada tem 15 anos e já fala coisas incríveis de posicionamento feminino, coisas sobre as quais a minha geração não pensava quando tinha a idade dela", contou.

Uma mãe, de 39 anos, foi presa em flagrante ao confessar que queimou a mão da filha com uma colher quente para lhe 'dar uma lição'. A mulher disse que a menina, de 10 anos, teria furtado R$ 50 de um primo para comprar pulseiras, no último sábado (15), em Rio Verde, município de Goiás. 

Em depoimento, ela relatou ao delegado Caio Martines que essa não era a primeira vez que a garota cometia furtos, e que a atitude foi uma tentativa de "discipliná-la". A mãe foi detida após a filha fugir para buscar ajuda na casa de uma vizinha. A mulher informou que a menina disse ter sido agredida e temia voltar para casa.

##RECOMENDA##

"Ela me contou a história que a mãe dela esquentou uma colher de ferro e queimou a mão dela, bateu muito nela a mão estava cheia de bolhas. [Ela disse]: 'Não quero mais ficar na minha casa'. Eu disse: 'Minha filha não posso ficar com você, não é assim, quem decide isso é a Justiça. Aí foi onde eu decidi chamar o Conselho Tutelar, eles prontamente vieram aqui e falaram que ia tomar todas as medidas", contou ao G1.

"Ela admitiu ter extrapolado e passado dos limites, mas disse que na hora não sabia o que fazer e fez isso no intuito de corrigir a filha", explicou Martines. A criança recebeu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município e foi encaminhada para um abrigo. A mãe vai responder por lesão corporal.

Uma mulher pediu ajuda a uma equipe da Polícia Militar da Bahia para tomar conta do seu filho de dois meses para que ela pudesse ir ao posto médico em Salvador-BA na manhã desta quinta-feira (13). Segundo a PM, a mãe não tinha com quem deixar a criança.

 "Estávamos na patrulha em frente a unidade médica e ela perguntou se a gente poderia segurar o bebê dela enquanto tomava vacinas. Ela disse que não confiava em ninguém que não fosse a gente para ficar com a criança", relatou o soldado Tiago Souza da Cruz, do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 40ª CIPM.

##RECOMENDA##

 De pronto, o policial pegou o bebê no colo.  "Fiquei bastante emocionado, pois também sou pai e sei que é necessário ter muita confiança para deixar um bem tão precioso com um desconhecido", disse o soldado.

*Com informações da assessoria

Um missionário peruano da Igreja Adventista do Sétimo Dia foi preso após estuprar uma menina, de quatro anos, dentro de um templo em Itanhaém, no Litoral de São Paulo. A mãe da criança flagrou o abuso do religioso, de 31 anos, e o denunciou.

Enquanto participava de uma reunião na igreja, a mãe deixou a garota ir à Sala Primária, onde são oferecidos brinquedos. O suspeito, que mora na igreja, estava na sala quando a vítima entrou. Segundo o boletim de ocorrência, ele pegou a mão da criança, colocou em seu órgão genital e começou a movimentar.

##RECOMENDA##

Quando foi buscar a menina, a mãe flagrou a cena. Longe do peruano, ela perguntou a filha o que havia ocorrido e a criança confirmou o abuso. Em depoimento, ela disse que o missionário estava de costas, mas percebeu que ele pôs algo dentro das calças quando a porta abriu.

Líderes da igreja se reuniram e questionaram o missionário, que confessou o crime. O missionário relatou que colocou a mão da criança em seu pênis e falou 'besteiras' com conotações sexuais.

A Polícia Militar foi acionada e o encaminhou para a delegacia seccional do município. Ele foi preso em flagrante por estupro de vulnerável. 

Pouco tempo depois da morte de Gugu Liberato, em novembro de 2019, familiares do apresentador estamparam diversos noticiários por conta da herança, avaliada em quase R$ 1 bilhão. Recentemente, Maria do Céu, mãe de Gugu, resolveu falar sobre a disputa do dinheiro do filho.

Em entrevista à revista Veja, ela declarou que está decepcionada com a nora, a médica Rose Miriam di Matteo, que teve três filhos com Gugu Liberato. "A gente era uma família muito feliz. Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido para mim, dizendo que iria fazer um retiro religioso enquanto largou meus netos sozinhos nos Estados Unidos para vir ao Brasil armar essa briga na Justiça", disse.

##RECOMENDA##

E continuou: "Quando o Gugu estava aqui, a família almoçava inteira na casa dele aos domingos". Abalada com a ausência de Gugu Liberato, Maria do Céu, de 90 anos, contou que a saudade bate à sua porta. "Eu não passo um dia sem receber visitas. Conforta ouvir histórias de pessoas que sofreram por problemas parecidos. Mas a verdade é: enterrar um filho é a pior coisa do mundo. Nada fica como antes", explicou.

LeiaJá também

--> Gugu Liberato pode virar nome de ponte em São Paulo

Uma noiva foi traída durante a lua de mel e descobriu que a amante era sua própria mãe. Após se relacionar com o genro e pôr fim ao casamento da filha, Julie Wall engravidou e casou-se com ele.

Namorados por dois anos, Paul White e Lauren Wall, na época com 20 e 19 anos respectivamente, tiveram uma filha e em seguida decidiram se casar. A mãe da noiva, que tinha 35, ajudou com as despesas da celebração e, como forma de gratidão, o casal a convidou para viajar na lua de mel. A traição ocorreu em 2004, mas só agora ela desabafou sobre o caso.

##RECOMENDA##

"Paul sempre se deu muito bem com a minha mãe, mas eu nunca achei isso estranho, já que ela era sogra dele e ele só estava sendo simpático. Eles riam muito juntos. Eu nem pensei em me preocupar. Quem se preocuparia?", questionou Lauren em entrevista ao Daily Mirror.

Após a viagem, ela percebeu que o marido se comportava de modo estranho, escondia o celular e passava pouco tempo em casa. Sua cunhada, irmã de Lauren, também desconfiou da postura de Paul e flagrou uma troca de mensagens entre ele e a própria mãe. Questionada, Julie negou que estivesse traindo a filha.

Lauren pressionou o marido, que se recusou a entregar o celular, o que comprovou a suspeita. Eles se separaram e o ex-marido a deixou sozinha com a filha de apenas sete meses. Poucos dias se passaram e Paul foi morar com a ex-sogra.

"Eu não conseguia acreditar que as duas pessoas que eu mais amava e em quem eu mais confiava no mundo podiam me trair desse jeito. Era nojento. Uma das piores coisas que uma mãe poderia fazer a uma filha. Paul poderia ser um péssimo noivo, mas ela é minha mãe. Ela deveria me amar e me proteger, acima de tudo. Em vez disso, ela roubou meu marido, destruiu minha família e meus sonhos. Por isso, eu nunca conseguirei perdoá-la de verdade", declarou.

Após algumas semanas, a filha viu a mãe na rua e percebeu uma protuberância na barriga. Julie afirmou que tratava-se de um cisto, contudo, pouco depois ela teve um bebê, irmão de Lauren, com o ex-genro.

Cerca de cinco anos após o casamento da filha, Julie a convidou para participar do casamento com Paul. "Era muito para aguentar, mas fui por causa da minha filha. Fui ver minha mãe se casar com o mesmo homem com que eu me casei cinco anos antes", relatou.

Mesmo criando forças para ir à celebração, ela afirma que a relação entre as duas jamais será a mesma. "O tempo é o melhor remédio e minha mãe e eu temos tentado ter um relacionamento normal, mas nunca seremos tão próximas como éramos - e eu nunca conseguirei confiar nela de novo", complementou.

Uma mulher foi morta pelo próprio filho, de 23 anos, e teve o corpo jogado em um poço, em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Sandra Nicolau, estava desaparecida desde a sexta-feira (24) e comemoraria os 45 anos na próxima quinta (30). As irmãs do suspeito reforçam a agressividade e acreditam que ele queria a casa onde moravam.

Eduardo Jonathan confessou o homicídio e, para ocultar o corpo, o jogou no poço da residência, cobriu com britas e pôs um vaso de plantas na tampa. "Os vizinhos escutaram tudo e acionaram a polícia, mas eles só chegaram na tarde do sábado. Minha mãe ficou lá apodrecendo por horas. Ele não estava sozinho. Tenho testemunhas de que ele não agiu sozinho", contou a filha da vítima, Natasha Nicolau, ao Extra.

##RECOMENDA##

Natasha reforça o comportamento agressivo do irmão e relembra que já viu Eduardo agredindo a mãe. "Ele queria a casa da minha mãe e sempre foi agressivo com ela", acredita.

Para a outra filha de Sandra, Jenifer Nicolau, o crime ocorreu porque a mãe pediu para que o filho saísse de casa com a namorada. O jovem não queria ajudar nas despesas e era pressionado pela mãe. "Minha mãe não queria que ele morasse na casa porque ele não trabalhava, era violento, usuário [de drogas] e já havia agredido ela", contou ao R7.

Natasha conta que, após assassinar a mãe, Eduardo jogou partes dos pertences no lixo e ocupou o quarto que era de Sandra. Após confessar o crime, ele foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, onde ficou à disposição da Justiça.

Uma mulher identificada como Rachel Henry, 22 anos, foi presa acusada de ter matado os três filhos sufocados. Enquanto cantava canção de ninar, a jovem foi matando um por um. O caso aconteceu nesta última terça-feira (21), em Arizona, nos Estados Unidos. Os filhos tinham 7 meses, 1 ano e 3 anos de vida cada um.

Os corpos das crianças foram encontrados apoiados no sofá de Rachel como se estivessem dormindo. Segundo a polícia, Henry admitiu ter sufocado as crianças, começando com a filha de um ano, colocando as mãos sobre a boca e o nariz da garota até ela parar de se mexer. 

##RECOMENDA##

A acusada disse aos policiais que enquanto corria atrás do filho mais velho, dois parentes chegaram na residência. Com os familiares sentados na sala, a criminosa levou o filho de 3 anos para o andar de cima com o pretexto de que iria colocá-lo para dormir. Na cama, ele foi morto sufocado pela própria mãe. Antes de matar a bebê de sete meses, Henry deu mamadeira a filha até ela dormir - foi nesse momento que a mãe sufocou a pequena.

Os policiais confirmaram ao DailyMail que foram chamados pelos parentes da suspeita que estavam na casa no momento que os crimes aconteceram. Os oficiais não sabem o que motivou a mãe para matar os próprios filhos, mas os registros do tribunal mostram que a acusada tinha vício em metanfetamina. 

Rosalba Nable, mãe de Isis Valverde, lamentou a morte de Rubens Valverde, pai da atriz, em publicações feitas em seu Instagram na noite da última segunda-feira (13). O pai da atriz morreu no domingo (12) após sofrer um infarto enquanto fazia uma trilha de moto em Minas Gerais.

No Stories, Rosalba publicou uma foto de Rubens acompanhado de um coração partido. Já em seu feed, ela divulgou o mesmo clique e escreveu: "Que Deus esteja com você".

##RECOMENDA##

O perfil da mãe de Isis agora é fechado ao público, no entanto, a publicação conta com mais de mil likes, além de 270 comentários de seguidores que desejaram força à família neste momento difícil. Por enquanto, Isis, que atualmente está no ar na novela Amor de Mãe, não se pronunciou sobre a morte do pai.
 

Uma dieta pobre em proteína torna mulheres mais vulneráveis a infecções e teria contribuído para o nascimento de bebês com microcefalia na epidemia de zika no Brasil, em 2016. A correlação é feita por um grupo internacional de cientistas que assina novo estudo na revista Science Advance.

A hipótese foi testada originalmente em camundongos. O trabalho, feito na Universidade Federal do Rio (UFRJ), revelou que entre as roedoras infectadas por zika só as que tinham déficit proteico significativo na alimentação tiveram filhotes com microcefalia. Dados epidemiológicos confirmaram a tendência também em humanos.

##RECOMENDA##

"Eles se tornaram muito mais suscetíveis à infecção, apresentavam carga viral maior e, além disso, vimos que o vírus causava alteração placentária muito maior do que a do animal controle. Essa barreira (a placenta) foi totalmente destruída", diz Patrícia Garcez, da UFRJ, uma das principais autoras.

Os cientistas entrevistaram mulheres que tiveram bebês com microcefalia para determinar seus hábitos alimentares. Dados epidemiológicos revelaram que uma taxa alta (40%) de mães que tiveram filhos com a síndrome congênita da zika também apresentavam desnutrição proteica. Foram ouvidas 83 mulheres no Ceará.

Em países desenvolvidos como os Estados Unidos, a transmissão vertical do vírus (mãe para filho) é de menos de 1%. No Brasil, na epidemia de zika, essa taxa chegou a 43%, com a maioria dos casos no Nordeste.

A alimentação rica em carboidratos e pobre em proteínas é comum nas áreas mais pobres do País. Em número de calorias, a dieta pode estar no padrão recomendado. O indivíduo pode até não ser magro; pelo contrário, tende ao sobrepeso. Mas a carência de alimentos ricos em proteínas (mais caras que os carboidratos) leva a uma deficiência do sistema imunológico, facilitando a infecção e a transmissão do vírus ao feto.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que um adulto coma 60 gramas diárias de proteína - um bife médio tem 30 gramas e um ovo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Dona das canções Garganta, Pra Rua Me Levar, Uma Louca Tempestade e Rosas, Ana Carolina reuniu a família para celebrar os 83 anos da mãe, dona Aparecida. No registro publicado no seu perfil do Instagram, a artista legendou: "83 anos! Ela merece! Salve fofó!".

Ao lado da mãe, Ana Carolina publicou a imagem também na companhia da namorada, a cantora italiana Chiara Civello. Em 2009, Chiara participou do disco de Ana, Nove + Um. As duas dividiram os vocais na canção Resta.

##RECOMENDA##

Confira:

[@#video#@]

Uma mãe registrou um boletim de ocorrência contra a atual esposa do seu ex-marido. Segundo ela, a madrasta da filha teria agredido a criança, que tem 9 anos - a violência foi tamanha que a garota teve um dos braços quebrado. O caso aconteceu na cidade de Cáceres, no Mato Grosso. A criança teria ido visitar o pai na última sexta-feira (3), e deveria passar a semana lá. 

Segundo consta no boletim, a madrasta teria ligado para a mãe da criança pedindo que ela fosse buscar a filha com urgência. Como estava ocupada, a mãe pediu para que uma vizinha fosse buscar a criança. Depois que pegou a menor a vizinha ligou para a amiga e revelou que a menina estava com o braço quebrado e precisava de socorro.

##RECOMENDA##

A mãe alega que a criança detalhou tudo o que aconteceu. Segundo o Correio Braziliense, o caso foi registrado como lesão corporal e um exame de corpo de delito foi pedido pela polícia para dar início às investigações.

A Polícia Militar (PM) prendeu, na terça-feira (7), um homem de 29 anos acusado de ameaçar e agredir a própria mãe, de 60 anos, em São João, no Agreste de Pernambuco. Essa não seria a primeira vez que o suspeito teria cometido o crime, mas a mãe tinha medo de denunciá-lo.

A vítima contou à polícia que o filho teria chegado em casa com sinais de embriaguez. Ele feriu a idosa nos braços e ameaçou matá-la. 

##RECOMENDA##

A mulher pediu socorro aos vizinhos. O suspeito foi encaminhado à delegacia para autuação.

Laura Neiva e Chay Suede tiveram uma quinta-feira para lá de especial neste dia 26 de dezembro. Isso porque Maria, primeira filha do casal, chegou ao mundo.

Depois da notícia ser divulgada, a mãe de Chay, Herica Godoy, se derreteu pela família ao falar sobre o nascimento da neta. Ao publicar uma foto do ator segurando um bebê, ela disse:

##RECOMENDA##

"Último #tbt do ano. Chay com Pedro em 2016. Neste momento ele foi promovido a papai do ano e está com Maria em seus braços".

Felipe Titto deu um presente e tanto para sua mãe no Natal: um apartamento. Por meio de seu Instagram, o ator publicou um vídeo bem divertido em que mostra Suely abrindo uma caixa atrás da outra. O pacote vai diminuindo, até que aparece, enfim, uma carta. Nessa hora, Titto lê o conteúdo e indica que ela estava indo morar em um condomínio! Na hora, a revelação faz com que ela comece a chorar.

Além de publicar o momento emocionante, o astro ainda escreveu o seguinte na legenda: "Feliz natal! Quando eu disse que tava correndo pra te dar um castelo, muita gente achou que era força da expressão.... Mas tá aí, você merece isso e muito mais. Por tudo que a gente passou, e você sempre firme sem nunca demonstrar fraqueza nenhuma, se mantendo sempre forte e servindo como inspiração (pra mim, e pra muitos) esse presente é o mínimo q eu podia fazer fazer por você!!"

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Nos comentários, alguns famosos aprovaram: "Que lindo, mano", escreveu Francisco Vitti. Já Guilherme Leicam disse: "Parabéns, irmão, você nos inspira!!! Feliz natal!!!"

Lucas Lucco também se emocionou: "Coisa linda irmão! Que Deus abençoe muito."

No dia de Natal (25), um avô, de 59 anos, foi preso em flagrante sob acusação de abusar sexualmente a própria neta, de 12 anos, no Povoado Brasília, no município de Lagarto, em Sergipe. A filha do acusado - mãe da vítima - chegou a entrar em luta corporal com o pai para evitar o estupro.

A mãe da jovem conta que flagrou os abusos cometidos pelo pai e lutou com ele para conseguir livrar a garota. Já na delegacia, a adolescente revelou que não era a primeira vez que o avô a estuprava.

##RECOMENDA##

"Ela relatou que sempre que era abusada pelo avô, o mesmo amarrava suas mãos e se a mesma falasse ou contasse a alguém, ele ia tirar a vida dela", explicou o subtenente da Polícia Militar Heliomarto Rezende. Ela foi encaminhada para o hospital municipal e realizará o exame de corpo de delito. A Polícia Civil vai assumir o caso.

 

[@#galeria#@]

Na manhã da véspera de Natal (24), uma mãe perseguiu um carro dos Correios por cerca de 7 km e entrou em um conjunto residencial para conseguir pegar o presente do filho, de nove anos. Através das redes sociais, a biomédica Andrezza Holanda descreveu a saga desesperadora para alcançar o carteiro, em Rio Branco, no Acre.

##RECOMENDA##

Cansada após um dia exaustivo de trabalho, ela conta que não acordou quando o carteiro, identificado como Anael Silva, passou para entregar a encomenda. Ao despertar, deparou-se com uma notificação deixada em seu portão e deu início à aventura.

O pacote continha um mini drone e havia sido enviado pelo pai da criança, que mora no Amazonas. Para não deixar Mayc Júnior sem o presente natalino, Andrezza pegou o carro e seguiu o veículo dos Correios pelas ruas da cidade.

À princípio foi necessário achar o carteiro. Depois, foi dado início à perseguição entre lágrimas, quebra-molas, buzinadas e trânsito. "Meu Pai amado! Ele vai levar o presente do meu filho lá pro depósito", relatou.

O condutor não conseguia ouvir os gritos da mãe, nem percebeu que ela tentava chamar sua atenção; quando entrou em um conjunto residencial. Já na guarita, diante do porteiro, Andrezza explicou a situação e fez um pedido: "Moço preciso ir atrás dele, ele está com o presente de Natal do meu filho, por favor deixa eu entrar por favor, estou seguindo ele desde o Conjunto Universitário, e caí no choro", publicou.

Com a liberação de acesso, ela conseguiu alcançar Anael e, ainda em lágrimas, esclareceu a situação. "Estou te seguindo desde o Conjunto Universitário dando luz alta, buzinando e gritando, me diz por favor que foi você que foi lá entregar o presente de Natal para o meu filho?! Eu tenho esse papel que você deixou lá como comprovante", relembra.

O carteiro acalmou a mãe e surpreendeu-se com a atitude da biomédica. "A senhora veio fazendo tudo isso?! Ahhhh era a senhora que queria ultrapassar de mim na rua do ipê né? Eu ainda disse: Eita que essa tá com pressa", afirmou Anael, segundo a publicação.

Ela pegou o drone do pequeno Mayc e fez uma foto com o profissional para registrar o final feliz da aventura. A saga em busca do presente repercutiu nas redes sociais.

Confira a publicação

[@#video#@]

Isis Valverde, que está com a agenda lotadíssima de trabalhos, parou um tempo para dar uma entrevista para a Fábia Oliveira, do jornal O Dia, e contou sobre o livro que está lançando, as mudanças em sua rotina depois da vinda de Rael e também qual outra profissão teria se não fosse atriz.

Para quem ainda não sabe, a atriz lançou recentemente o livro de poesia, Camélias em Mim, e foi questionada se já pensa em escrever outra obra e se seria também apenas com poesias. "Eu continuo escrevendo. Esse é um processo meu e importante para mim. Se virará outro livro, ainda não sei. Por enquanto, o que me move a escrever é o dia a dia", disse.

##RECOMENDA##

Com a chegada de seu primeiro filho, Rael, Isis Valverde comentou algumas coisas que acabaram mudando com a chegada do pequeno em sua vida. "Quando nasce um filho, nasce uma mãe e a transformação é tão intensa, que nasce também uma nova mulher. A maternidade acordou outras coisas em mim. Mas percebo que elas vieram somar à pessoa que eu sou. É engraçado porque ao mesmo tempo que me vejo diferente, sei que ainda mantenho muito de quem eu era", declarou.

Em outras entrevistas, a artista, que é filha única, já havia comentado que não gostaria de ter irmãos, e assume que por estar tão focada em trabalhos ainda não pensou em ter um segundo filho. "Por enquanto, estou focada no trabalho novo. Ainda não pensei sobre ter um segundo filho. Além disso, o Rael acabou de completar um ano e é muito gostoso curtir essa fase junto dele. Acho que quando você cresce filha única é natural pedir irmãos, querer mais gente para brincar... eu não tive irmãos, mas tenho primos e primas que são como irmãos para mim e preencheram minha infância de brincadeiras, de parceria e somos unidos até hoje", contou a atriz.

Isis Valverde chegou até a contar para a publicação que se não fosse atriz, trabalharia diretamente com os animais. "Acho que se eu não fosse atriz, seria veterinária. Adoraria trabalhar com animais selvagens".

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando