Tópicos | Covid-19

Após o encerramento da votação do segundo turno, às 17h deste domingo (29), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), o desembargador Frederico Neves, afirmou que esta foi a eleição mais tranquila da história de Pernambuco. Mesmo com denúncias de crimes eleitorais no Recife e em Paulista, além da detenção de uma mesária e 46 votantes, o representante parabenizou o eleitorado.

Em coletiva, Neves garantiu que "nunca ninguém viu em Pernambuco eleições mais tranquilas do que essa". Ele também indicou que houve "problemas absolutamente normais" durante o pleito, ao informar que apenas duas urnas apresentaram problemas técnicos.

##RECOMENDA##

Neves espera comemoração após o resultado definitivo, mas pede apoio da população para dar continuidade às medidas restritivas contra a Covid-19. “Sabemos que na hora que divulgarmos o resultado definitivo da eleição, muita gente vai querer comemorar [...] mas espero que as pessoas tomem o cuidado necessário para evitar a Covid-19”, sugeriu.

O presidente conta com a conscientização dos recifenses e paulistanos, pois entende que a força pública do Estado não tem capacidade de coibir integralmente as celebrações. “Vocês podem comemorar, podem festejar, mas com respeito a sua própria saúde e respeito à vida dos outros. A sociedade precisa ajudar o TRE-PE nesse sentido”, concluiu.

--> MPPE solicita prisão de mesária em Paulista

--> Paulista: 46 eleitores são detidos por boca de urna

--> PE: grupos são acusados de irregularidades no 2º turno

O desembargador lembrou das dificuldades enfrentadas pelos servidores para que o segundo turno fosse garantido, mesmo em um contexto de pandemia. "A Justiça Eleitoral empenhou um trabalho digno de todos os elogios [...] a principal preocupação do TRE-PE foi com a vida das pessoas”", indicou.

Neste ano, além do lançamento do e-título, o uso de máscara de proteção foi obrigatório e os funcionários do órgão foram instruídos para evitar aglomerações nas zonas eleitorais dos municípios.

O Estado do Rio registrou mais 22 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas e 556 novos casos de contaminação. Assim, o número total de óbitos subiu para 22.561 e o de contaminados, para 353.316. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, 392 mortes ainda estão em investigação e 2.302 foram descartadas. Entre os casos confirmados, 323.309 pacientes recuperaram-se da doença, disse a secretaria, em nota.

A capital fluminense concentra o maior número de mortos (13.267), seguida de São Gonçalo (859), Duque de Caxias (839), Nova Iguaçu (749), Niterói (592), São João de Meriti (531), Campos dos Goytacazes (469), Belford Roxo (349), Petrópolis (292) e Magé (270).

##RECOMENDA##

O maior número de contaminações continua na capital (137.643), depois Niterói (18.231), São Gonçalo (16.068), Duque de Caxias (11.770), Belford Roxo (11.459), Macaé (10.952) Teresópolis (9.640), Campos dos Goytacazes (9.589), Volta Redonda (8.616) e Nova Iguaçu (8.556).

O imunologista Anthony Fauci, uma personalidade científica muito respeitada nos Estados Unidos, alertou neste domingo (29) para um forte aumento na curva de contágios por Covid-19 depois do feriado de Ação de Graças, que motivou o deslocamento de milhões de pessoas pelo país.

"Em duas ou três semanas, poderemos ver um novo surto além do surto atual" de novas infecções pelo novo coronavírus, alertou Fauci ao canal ABC.

O cientista é diretor governamental do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas.

Na quinta-feira passada, as famílias dos Estados Unidos comemoraram o Dia de Ação de Graças, levando ao menos 1,1 milhão de pessoas a viajar de avião no dia anterior, um recorde desde o começo da pandemia no país, em março, segundo dados da agência TSA, responsável pelos controles de segurança nos aeroportos.

"Este fim de semana, com todas essas viagens, é realmente preocupante para nós", disse o vice-secretário de saúde, Brett Giroir, à rede CNN.

"As hospitalizações alcançaram atualmente um pico de quase 95 mil. Aproximadamente 20% dos pacientes dos hospitais têm covid, portanto este é um momento muito perigoso", garantiu o funcionário.

As internações hospitalares por Covid-19 aumentaram em 46 estados dos EUA, incluindo Nevada, Ohio e Pensilvânia, de acordo com dados do jornal The Washington Post.

Os Estados Unidos, o país mais castigado do mundo pelo coronavírus com mais de 266 mil mortes, superaram na sexta-feira os 13 milhões de casos, segundo contagem feita pela Universidade Johns Hopkins, referência no acompanhamento da pandemia.

Fauci explicou que não estava previsto flexibilizar as recomendações de não viajar ou as restrições antes do Natal.

Na Califórnia foram implementadas novas restrições diante do aumento de casos: foi decretado um toque de recolher em San Francisco e Los Angeles proibiu a maioria das reuniões públicas e privadas desde a segunda-feira.

"Fechem os bares e mantenham abertas as escolas", aconselhou Fauci.

O imunologista tentou, porém, tranquilizar os cidadãos, recordando que em dezembro estaria disponível uma vacina para as pessoas com maior vulnerabilidade de desenvolver uma forma grave da doença.

É necessário que a gente saiba que "o processo de desenvolvimento desta vacina se fez com rigor científico. A segurança não foi comprometida", insistiu.

As primeiras doses da vacina contra a Covid-19 das empresas Pfizer e BioNTech chegaram aos Estados Unidos vindas da Bélgica, noticiaram neste domingo vários meios de comunicação dos Estados Unidos.

A vacina da Pfizer/BioNTech afirma ter uma eficácia de 95% contra o vírus.

"É uma vacina capaz de salvar vidas", disse Giroir. "É assim que venceremos a pandemia. É a luz no fim do túnel", garantiu.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste domingo (29), 449 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 26 (6%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 423 (94%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 181.841 casos confirmados da doença, sendo 27.999 graves e 153.842 leves.

Também foram confirmados 11 óbitos, ocorridos entre os dias 04 de agosto e 28 de novembro. Com isso, o Estado totaliza 9.030 mortes pela Covid-19. Segundo a SES, os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia.

Na tarde deste sábado (28), a Secretaria de Saúde de Pernambuco divulgou o último informe Covid-19 do Estado, com o registro de 2.084 novos casos. O número, no entanto, se refere ao acumulado dos últimos três dias causado por problemas no sistema do Ministério da Saúde (e-SUS Notifica), no qual são notificados os casos leves. 

Do total de casos acumulados e registrados neste sábado, 4,7% foram notificados em setembro, 75% em outubro e 16% no mês de novembro. No que diz respeito à gravidade da doença, 44 foram quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.038 são considerados casos leves, o que corresponde a 98% das ocorrências.

##RECOMENDA##

Com a atualização, Pernambuco totaliza 181.392 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo 27.973 graves e 153.392 leves. Também foram registradas 20 mortes ocorridas entre os dias 12/07 e 26/11. Com isso, o Estado totaliza 9.019 mortes pela Covid-19. Com isso, o Estado totaliza 9.019 mortes pela Covid-19. Mais informações serão fornecidas no boletim epidemiológico completo. 

LeiaJá também

--> Ministro da Infraestrutura anuncia que está com covid-19

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou neste sábado (28) que testou positivo para a covid-19. Por meio das redes sociais, o ministro informou que está assintomático e manterá as atividades da pasta por meio de teletrabalho.

Freitas é o 14º ministro do governo infectado pela doença. O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro também tiveram covid-19, em julho. Todos eles estão recuperados da infecção.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

A senadora Kátia Abreu (PP-TO) recebeu alta neste sábado (28) após ficar sete dias internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratar a Covid-19.

"Estou respirando bem. Continuarei ainda tomando corticoide e fazendo exercícios de respiração para fortalecer os pulmões abatidos pelo vírus", diz a senadora, em mensagem publicada em suas redes sociais. "Ainda não sinto cheiro nem sabor, mas faz parte da atuação do vírus", completa.

##RECOMENDA##

Kátia Abreu comunicou que estava com o novo coronavírus em 1º de novembro. Ela fez o teste após três pessoas de sua equipe contraírem a doença.

[@#video#@]

O ator Eduardo Galvão está internado após testar positivo para o coronavírus. Segundo informações do ator Stepan Nercessian ao portal G1, o amigo está com cerca de 50% de comprometimento dos pulmões.

"Os médicos estão fazendo o possível para que ele não seja intubado", declarou. Eduardo tem 58 anos e está na UTI do hospital Unimed-Rio, que afirmou não poder passar detalhes sobre o estado de saúde dele sem autorização da família.

##RECOMENDA##

Eduardo recentemente esteve no ar na TV Globo com a novela Bom Sucesso, protagonizada por Grazi Massafera e Antônio Fagundes. Galvão ainda fez parte de sucessos como A Viagem, Paraíso Tropical e o Clone.

No Instagram, sua última postagem foi para celebrar o aniversário de um ano da neta Lara. "Hoje minha neta está completando um aninho! Que Deus abençoe sempre sua vida! O vô te ama muito", escreveu ele no dia 25 de novembro.

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (27) que não prevê vacinar toda a população brasileira contra a covid-19 em 2021. A pasta cita a dificuldade mundial de produção dos imunizantes e o fato de os testes não incluírem todos os públicos, como crianças e gestantes, o que impossibilitaria uma parte da aplicação. Para a pasta, a limitação não representará riscos para os brasileiros.

"O fato de determinados grupos da população não serem imunizados não significa que não estarão seguros porque outros grupos que convivem com aqueles estarão imunizados e dessa forma não vão ter a possibilidade de se contaminar com a doença. É por esse motivo que não vacinamos toda a população, por exemplo, contra a influenza", explicou Elcio Franco, secretário-executivo do Ministério da Saúde.

##RECOMENDA##

Ele citou ainda as limitações mundiais de produção. "Quando a gente fala em imunização, o mundo não entende que terá que ter vacina para todos. A própria Covax Facility, iniciativa que junta uma série de laboratórios, ela almeja acesso a 2 bilhões de doses para a vacinar todo o mundo, e por aí verificamos que é uma meta bastante ambiciosa porque não se imagina que haverá vacina para vacinar todos os cidadãos do planeta Terra."

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Francieli Fontana, disse que "não temos uma vacina para vacinar toda a população brasileira". E ressaltou os públicos ainda não testados pelos estudos vigentes. "Não podemos priorizar determinados públicos tendo em vista que essa vacina não está sendo utilizada durante os testes nessa população, a exemplo de crianças e gestantes", destacou.

O País possui um acordo com o laboratório AstraZeneca, que desenvolve uma vacina em parceria com a Universidade de Oxford. Em 2021, o imunizante será produzido em parceria com a Fiocruz para distribuição em território brasileiro. A fundação prevê vacinar 130 milhões de brasileiros ao longo do próximo ano, sendo 65 milhões no primeiro semestre e outros 65 milhões no segundo semestre.

Além dessa vacina, outra iniciativa em estudo é a coronavac, do laboratório chinês Sinovac, que produzirá o imunizante em parceria com o Instituto Butantã, em São Paulo. O Brasil também aderiu à Covax Facility mediante pagamento de R$ 2,5 bilhões para poder acessar vacinas produzidas por um conjunto de nove laboratórios. A primeira parcela desse pagamento, no valor de R$ 830 milhões, já foi efetuada. As previsões, contudo, estão sujeitas ao andamento dos estudos que avaliam a segurança e a eficácia dos imunizantes.

Notícia boa na família Nagle. A jornalista Leda Nagle teve alta do hospital após ficar internada por conta do coronavírus. No Instagram, Duda Nagle, filho dela, e Sabrina Sato compartilharam momentos da família reunida e da filha, Zoe, brincando com a vovó.

"Juntando novamente os meus amores!!! Força vovó", escreveu o ator na legenda da publicação.

##RECOMENDA##

Pela carinha de Zoe já deu para perceber que o clima era de celebração. Leda ainda apareceu na foto sorridente e usando aparelho para auxiliar na respiração.

"Olha quem tá acordada até agora porque veio visitar a vovó Leda e está fazendo bagunça na casa dela", disse Sabrina ao filmar Zoe brincando.

Em seguida, a apresentadora escreveu: "Sorriso de Zozo de ver que a vovó Leda voltou para casa. Muito amor".

[@#video#@]

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, testou positivo para Covid-19 nesta sexta-feira (27). Ele é o 14° integrante do primeiro escalão diagnosticado com a doença. Na prática, 61% da equipe de Bolsonaro, que tem 23 ministros, foi contaminada pelo novo coronavírus. O próprio presidente também contraiu Covid-19.

Tarcísio recebeu o resultado do exame RT-PCR, que retira a amostra por meio do swab (cotonete) no fim da tarde desta sexta. Ao Estadão, ele disse que está bem e sem sintomas. Na quinta-feira, o ministro havia feito um exame de sangue, mas deu falso negativo. O ministro continuará em isolamento e despachará de casa.

##RECOMENDA##

Nesta sexta-feira, Tarcísio cumpriu agenda em Minas Gerais. Sem máscara de proteção, discursou na inauguração da pavimentação de trecho da BR-154/MG, entre Ituiutaba e Cruscilândia.

À tarde, visitou as obras de implantação da Trincheira do Taiaman, na BR-365/MG, na travessia urbana de Uberlândia. Em vídeo nos Twitter, ele aparece com a máscara ao se aproximar das pessoas.

Na última terça, 24, o ministro da Justiça, André Mendonça, também testou positivo e segue despachando de casa.

Veja os ministros que já se infectaram com a Covid-19:

Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno;

Minas e Energia, Bento Albuquerque;

da Cidadania, Onyx Lorenzoni;

da Educação, Milton Ribeiro;

da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes;

da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

Da Casa Civil, Walter Braga Neto

Da Secretaria-geral da Presidência, Jorge Oliveira

Marcelo Álvaro Antônio , turismo

Luiz Eduardo Ramos - secretaria de governo

Fábio Faria - comunicações

Eduardo Pazuello - Saúde

Andre Mendonça - Justiça

Tarcísio de Freitas- Infraestrutura

A campeã do Big Brother Brasil 2020, Thelma Assis, utilizou o seu perfil no Instagram para anunciar que testou positivo para a Covid-19 nessa sexta-feira (27). O marido da ex-bbb, Denis, também testou positivo para o vírus.

“Gente, eu e Denis infelizmente testamos positivo para Covid-19, estamos bem e isolados os dois em casa”, publicou Thelma. 

##RECOMENDA##

A campeã do BBB ainda destaca a importância de que todos devem continuar atentos e se cuidando. Na publicação, os fãs desejam melhoras e forças para o casal.

A Europa, segunda região do mundo mais afetada pela pandemia, superou neste sábado (28) a marca de 400.000 mortes provocadas pelo novo coronavírus, no momento em vários países flexibilizam as restrições, com o desejo de recuperar parte da normalidade até o Natal.

Segundo um balanço atualizado pela AFP na manhã deste sábado, com base em dados oficiais dos países, a Europa registra desde o início da pandemia 400.649 vítimas fatais (e 17.606.370 contágios), atrás da América Latina e Caribe (444.026 mortes e 12.825.500 casos).

Nos últimos sete dias, o continente registrou mais de 36.000 mortes, o balanço mais grave em uma semana desde o início da pandemia.

Dois terços dos óbitos na região aconteceram no Reino Unido (57.551), Itália (53.677), França (51.914), Espanha (44.668) e Rússia (39.068).

Apesar dos números, preocupantes em seu conjunto, a situação melhorou na maioria dos países, que parecem ter superado o pico da segunda onda.

Neste sábado, os estabelecimentos comerciais reabriram as portas na França e Polônia, com protocolos rígidos de saúde, que incluem a limitação do número de clientes nas lojas, por exemplo.

Nas famosas Galeries Lafayette de Paris, um grande centro comercial da cidade, as portas abriram às 10H00 e os vendedores receberam os primeiros clientes com aplausos.

Irlandeses e belgas terão que esperar até terça-feira, 1 de dezembro, para retornar às lojas.

"Os esforços e os sacrifícios de todos funcionaram e salvamos vidas", afirmou o primeiro-ministro irlandês Micheal Martin.

A partir de domingo, o governo italiano flexibilizará as restrições em vigor em três regiões: Lombardia (norte), Piemonte (noroeste) e Calábria (sul), que passarão de "zonas vermelhas" (alto risco) para "zonas laranja" (risco médio).

- Longos meses de inverno -

Na Alemanha as restrições talvez prossigam até a primavera (hemisfério norte, outono no Brasil), advertiu neste sábado o ministro da Economia, Peter Altmaier.

"Temos três ou quatro longos meses de inverno pela frente. Tudo dependerá da chegada das vacinas, mas é possível que as restrições sejam prolongadas durante os primeiros meses de 2021", disse o ministro ao jornal Die Welt.

A Alemanha, considerada durante a primeira onda um exemplo de gestão, foi atingida com força pela segunda e registra mais de 15.500 mortes por Covid-19.

No Reino Unido, Gales vai reforçar as restrições nos pubs e restaurantes antes do Natal. Na Inglaterra, incluindo Londres, os 56 milhões de habitantes continuarão vivendo sob importantes restrições quando o segundo confinamento terminar ao final da próxima semana.

Em uma tentativa de contornar as restrições impostas pelo governo, alguns comerciantes britânicos utilizam a Carta Magna, texto fundador da democracia moderna, como justificativa para permanecerem abertos, apesar da discordância da polícia.

Por exemplo, Sinead Quinn, cabeleireira de Bradford, norte do país, que invocou a Carta Magna para se opor ao fechamento de seu negócio durante o confinamento e já recebeu multas no valor de 17.000 libras (22.000 dólares).

"Não estou violando nenhuma lei. Administro meu negócio com base no direito comum", afirma em um vídeo publicado nas redes sociais.

- Recorde de contágios no México -

Em todo o mundo foram registrados oficialmente mais de 60 milhões de casos de Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 1,4 milhão de mortes.

Na América Latina, o México registrou na sexta-feira 12.081 novos casos de Covid-19, um recorde, que eleva o total de contágios a 1.090.675.

Nas últimas 24 horas o país contabilizou 631 mortes e agora o balanço total é de 104.873 vítimas fatais.

O Peru prorrogou por 90 dias, até o início de março de 2021, o estado de emergência sanitário pela pandemia, mas o governo flexibilizou algumas restrições após a redução, lenta mas constante, de contágios e mortes.

Com 33 milhões de habitantes, o Peru registra 35.780 óbitos por Covid-19, a segunda maior taxa de mortalidade do mundo na proporção à população.

Nos Estados Unidos, país com o maior número de mortes (264.823), a situação de saúde fez com que a 'Black Friday', dia das grandes ofertas no comércio, não registrasse multidões nas lojas.

Mas as vendas pela internet explodiram e atingiram 6,2 milhões de dólares por minuto na sexta-feira, para o total de 4,5 bilhões de dólares no dia.

Em Los Angeles, as autoridades decidiram proibir a partir de segunda-feira e por pelo menos três semanas as reuniões públicas e privadas, exceto as motivadas por fins religiosos ou de protesto, para frear o avanço da Covid-19.

Los Angeles registra a média de 4.500 novos casos diários de Covid-19.

O papa Francisco publicou nesta quinta-feira (26) um artigo no jornal americano New York Times no qual fez uma extensa reflexão sobre o período de pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), que já matou mais de 1,4 milhão de pessoas e deixou 61 milhões infectados em todo o mundo, e comparou todos os profissionais da saúde que lutam para salvar vidas a "santos".

Segundo o Pontífice, neste último ano, ele pensa e reza, e às vezes chora, ao lembrar de tantas "pessoas que morreram sem se despedir daqueles que amavam, famílias em dificuldade, até mesmo passando fome, porque não há trabalho".

##RECOMENDA##

O argentino recordou que existem diversos lugares de conflito no mundo, sofrimento e necessidade, mas são momentos na vida que podem servir para "mudança e conversão".

"Cada um de nós teve sua própria 'paralisação' ou, se ainda não o tivemos, algum dia teremos: doença, o fracasso de um casamento ou de um negócio, alguma grande decepção ou traição. Como no bloqueio da Covid-19, esses momentos geram uma tensão, uma crise que revela o que está em nossos corações", explicou ele, classificando cada frustração como uma "Covid pessoal".

No artigo, o Santo Padre lembrou de sua experiência de "limite, de dor e solidão", quando a maneira como via a vida mudou: ao ficar doente, aos 21 anos, em 13 de agosto de 1957. Na época, ele estava no segundo ano de preparação para o sacerdócio no seminário diocesano de Buenos Aires.

Jorge Bergoglio contou que não sabia quem era, se viveria ou morreria, e os médicos também não sabiam. Na época, ele fez uma cirurgia para retirar o lobo superior direito de um dos pulmões e só sobreviveu pela ajuda de duas enfermeiras que dobraram a dosagem de seus remédios e receitaram analgésicos extras: Irmã Cornelia Caraglio e Micaela.

"Tenho uma ideia de como as pessoas com Covid-19 se sentem enquanto lutam para respirar em um respirador", disse o religioso, lembrando que as profissionais lutaram por ele até o fim, até sua recuperação.

"Elas me ensinaram o que é usar a ciência, mas também a saber quando ir além dela para atender a necessidades específicas. E a doença grave que vivi me ensinou a depender da bondade e da sabedoria dos outros", acrescentou.

Francisco ressaltou que essa atitude de ajudar os outros permaneceu contigo principalmente nos últimos meses, durante o lockdown, quando muitas vezes rezou por aqueles que buscam todos os meios para salvar a vida de outras pessoas.

De acordo com o Papa, muitas enfermeiras, médicos e cuidadores estão pagando o "preço do amor", junto com padres, religiosos e pessoas comuns cujas vocações são o serviço. "É melhor viver uma vida mais curta servindo aos outros do que uma vida mais longa resistindo a esse chamado".

Em sua longa reflexão, o líder da Igreja Católica comparou os profissionais da saúde a "santos", pois despertaram algo importante nos corações das pessoas. Ele citou como exemplo o fato de diversos cidadãos, em muitos países, aplaudirem de suas janelas os médicos e enfermeiros "com gratidão e admiração".

"Eles são os anticorpos do vírus da indiferença. Eles nos lembram que nossa vida é uma dádiva e que crescemos dando de nós mesmos, não nos preservando, mas nos perdendo no serviço".

Apesar de exaltar os profissionais da saúde, o líder religioso criticou o negacionismo de alguns governos, que "ignoraram as dolorosas evidências de mortes crescentes, com consequências inevitáveis", e de parte da população mundial, que protestou contra as regras de proteção contra a Covid-19, "como se as medidas constituíssem algum tipo de ataque político à autonomia ou à liberdade pessoal".

Francisco, no entanto, enfatizou os líderes que têm feito grandes esforços para colocar o bem-estar de seu povo em primeiro lugar, agindo de forma decisiva para proteger a saúde e salvar vidas. "A maioria dos governos agiu com responsabilidade, impondo medidas rígidas para conter o surto", afirmou.

Para o Pontífice, "olhar para o bem comum é muito mais do que a soma do que é bom para os indivíduos. Significa ter consideração por todos os cidadãos e procurar responder eficazmente às necessidades dos mais desfavorecidos".

"A crise do coronavírus pode parecer especial porque afeta a maior parte da humanidade. Mas é especial apenas na forma como é visível. Existem milhares de outras crises que são igualmente terríveis, mas estão longe o suficiente de alguns de nós para que possamos agir como se elas não existissem", explicou.

Como exemplo, ele citou as guerras espalhadas por diferentes partes do mundo, da produção e comércio de armas; das centenas de milhares de refugiados que fogem da pobreza, fome e falta de oportunidades; das mudanças climáticas.

"Essas tragédias podem parecer distantes de nós, como parte do noticiário diário que, infelizmente, não nos leva a mudar nossas agendas e prioridades. Mas, como a crise da Covid-19, eles afetam toda a humanidade", lembrou.

Francisco também fez uma analogia com o uso das máscaras e questionou que atualmente a usamos para proteger a nós mesmos e aos outros de um vírus que não é possível ver, mas e os outros vírus invisíveis, de pandemias ocultas, como as de fome e violência e mudanças climáticas? "Como vamos lidar?".

"Se quisermos sair desta crise menos egoístas do que quando entramos, temos que nos deixar ser tocados pela dor dos outros", alertou.

De acordo com o argentino, "este é um momento de sonhar alto, de repensar prioridades - o que valorizamos, o que queremos, o que buscamos - e de se comprometer a atuar no dia a dia sobre tudo aquilo que sonhamos".

Além disso, ele fez um apelo sobre a necessidade de ter um sistema político e econômico decente depois da crise sanitária, porque não se pode voltar ao que tinha antes. "Precisamos de uma política que possa integrar e dialogar com os pobres, excluídos e vulneráveis, que dê voz às pessoas nas decisões que afetam suas vidas. Precisamos diminuir o ritmo, fazer um balanço e projetar melhores maneiras de vivermos juntos nesta terra".

Por fim, o papa Francisco lembrou que "a pandemia expôs o paradoxo de que, embora estejamos mais conectados, também estamos mais divididos". Conforme seu texto, "o consumismo febril quebra os laços de pertencimento. Faz com que nos concentremos em nossa autopreservação e nos deixa ansiosos. Nossos medos são exacerbados e explorados por um certo tipo de política populista que busca o poder sobre a sociedade".

"Para sair melhor desta crise, temos que recuperar o conhecimento de que, como povo, temos um destino comum. A pandemia nos lembrou que ninguém é salvo sozinho. O que nos liga uns aos outros é o que comumente chamamos de solidariedade", explicou, ressaltando que somente "sobre esta base sólida podemos construir um futuro humano melhor e diferente".

Da Ansa

A Caixa Econômica Federal abre neste sábado (28) 771 agências para o pagamento do auxílio emergencial a 7,3 milhões de beneficiários dos ciclos 3 e 4 nascidos em agosto e setembro. O atendimento será das 8h ao meio-dia.

Ao todo, foram creditados R$ 6,1 bilhões para esse público. Desse total, R$ 2,58 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial, de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). O restante, R$ 3,52 bilhões, corresponde às parcelas do auxílio emergencial extensão, de R$ 300 (R$ 600 para mães solteiras).

##RECOMENDA##

A lista das agências está disponível no endereço www.caixa.gov.br/agenciasabado. Não é preciso chegar antes do horário de abertura. Em comunicado, a Caixa esclareceu que todas as pessoas que procurarem as agências dentro do período de funcionamento serão atendidas.

Além do saque, será possível transferir de forma gratuita os valores, por meio do aplicativo Caixa Tem, para outra conta, seja da Caixa ou de outras instituições financeiras.

Do total de beneficiários, 3,6 milhões de beneficiários nasceram em agosto e 3,7 milhões, em setembro. Entre os beneficiários do ciclo 3, o dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 21 de outubro, para os nascidos em agosto, e em 25 de outubro, para os nascidos em setembro.

No ciclo 4, os depósitos na poupança digital haviam sido feitos em 13 de novembro, para os nascidos em agosto, e em 15 de novembro, para os nascidos em setembro.

Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do Caixa Tem, que permite compras por cartão de débito virtual, compras por QR Code (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros e o pagamento de boletos e de contas residenciais.

Desde o início do programa, em abril, o auxílio emergencial alcançou 67,8 milhões de brasileiros, num montante de R$ 264,8 bilhões creditados em cinco parcelas regulares e até três parcelas do auxílio extensão.

Los Angeles restringirá a partir de segunda-feira (30) reuniões, exceto aquelas organizadas para fins religiosos ou de protesto, para impedir o avanço da Covid-19, anunciaram as autoridades na cidade nesta sexta-feira (27).

A medida imposta na segunda maior cidade dos Estados Unidos entrará em vigor a partir de segunda-feira e durará pelo menos três semanas, até 20 de dezembro, informou o Departamento de Saúde Pública do Condado de Los Angeles.

Durante este período, "os residentes são aconselhados a ficar em casa o máximo possível", disse a agência em nota.

“São proibidos encontros públicos e privados com pessoas fora de suas casas, exceto por motivos de fé, com base em serviços religiosos e protestos, que são direitos protegidos constitucionalmente”, acrescenta.

A medida será imposta porque a média de novos casos diários em Los Angeles ultrapassava 4.500 na semana.

Los Angeles registrou mais de 7.600 mortes por coronavírus - mais de um terço de todo o estado da Califórnia - embora o vírus seja cada vez mais prevalente em áreas rurais remotas do estado.

Na semana passada, a Califórnia impôs um toque de recolher noturno em grande parte de seu território e Los Angeles proibiu jantares em restaurantes.

A medida anunciada nesta sexta-feira reduz o limite de público de vários negócios, que poderão continuar em funcionamento, incluindo lojas, academias e bibliotecas.

As escolas permanecerão abertas, a menos que haja surtos do vírus.

"Essas medidas são para as próximas três semanas e ainda permitem muitas atividades essenciais e não essenciais nas quais os residentes devem usar uma máscara e se distanciar", explicou Barbara Ferrer, diretora de saúde pública.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (27), mais 12 óbitos e 669 casos de Covid-19 em Pernambuco. O estado tem 8.999 mortes pela Covid-19.

Entre os casos confirmados nesta sexta-feira, 44 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Os demais 625 são leves.

##RECOMENDA##

Pernambuco totaliza 179.308 registros da doença, sendo 27.927 graves e 151.381 leves. Os 12 óbitos ocorreram entre 3 de agosto e 26 de novembro.

A Prefeitura de Salvador anunciou, na manhã desta sexta-feira (27), está oficializado o cancelamento da festa de Carnaval no mês de fevereiro, em 2021. O comunicado foi publicado no Twitter e compartilhado pelo prefeito da cidade, ACM Neto (DEM).

A decisão veio em decorrência da pandemia do novo coronavírus e a falta de uma vacina no combate ao vírus. No anúncio a prefeitura deixou claro que nenhuma nova data será definida caso a vacina não seja disponibilizada.

##RECOMENDA##

"É OFICIAL: Em função da pandemia do coronavírus, NÃO HAVERÁ CARNAVAL DE SALVADOR EM FEVEREIRO. A nova data vai depender da ampla disponibilização da vacina. O calendário da festa será discutido no momento certo", diz o comunicado.

[@#video#@]

Uma coletiva para tratar não só do Carnaval, mas de outros eventos tradicionais da cidade acontece neste momento.

O sambista Neguinho da Beija-flor foi internado em um hospital da zona sul do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (26). Neguinho foi diagnosticado com Covid-19. 

Através dos stories em seu Instagram o filho do sambista, Jr. Beija-flor, informou aos seguidores que a internação foi necessária devido a desidratação apresentada por Neguinho.

##RECOMENDA##

“Não é nada grave. É mais pelo quadro de desidratação. Vai ficar dois dias internados no máximo. Daqui a pouco ele está aí", explicou Jr.

De acordo com informações da TV Globo, a expectativa da família é que o sambista tem alta neste sábado (28).

Neguinho havia usado suas redes sociais para compartilhar que estava fazendo um teste de detecção da Covid em 19 de novembro, devido a sintomas gripais que estava sentindo. Mas não havia publicado nada sobre o resultado do teste.

[@#galeria#@]

No Centro do Recife, filas e aglomeração foram registradas em comércios locais, nesta sexta-feira (27). A data atrai consumidores pela promessa de bons descontos da campanha Black Friday. Contudo, a movimentação contrasta com o crescimento da Covid-19 em Pernambuco.

##RECOMENDA##

Com a objetivo de levar um 'pequeno estoque' de fraldas descartáveis e lenços umedecidos, a auxiliar de serviços gerais, Fabiana Maria, revela que não pesquisou valores com antecedência, mas levou o filho, de um ano e dois meses, com a certeza de que vai encontrar preços atrativos. "Espero encontrar preço bom aqui. Cheguei há 20 minutos, mas vou ficar por que vão ter preços bons para comprar as coisas dele", relatou na fila de espera.

Mascarado e munido de álcool gel, o auxiliar de Administração, Wilson Araújo, se precaveu para buscar os mesmos produtos de Fabiana. Ele deixou a mulher e o filho em casa para evitar serem contaminados pela Covid-19, mas destaca que falta compromisso dos próprios clientes e das lojas com a mitigação da pandemia.

"Isso aqui deveria estar mais organizado, com distanciamento, mas infelizmente essa é nossa cultura", criticou Wilson.

A fila cresce aos poucos e todos os olhos ficam atentos à entrada do local, que só é liberada a cada 20 clientes. Essa foi a forma encontrada pelas Lojas Americanas, que também disponibiliza álcool 70% aos clientes, para garantir uma Black Friday lucrativa.

[@#video#@]

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando