Tópicos | Rio de Janeiro

A Polícia Civil prendeu uma mulher acusada de ter golpeado e ateado fogo no ex-marido. Edilaine Sabino Alcântara foi detida na sexta-feira (13) em um shopping do Rio de Janeiro.

 De acordo com a Polícia Civil, Edilaine não aceitava o fim do relacionamento com Bruno Soares Lima Santos. Havia um mandado de prisão em aberto contra a mulher por tentativa de homicídio duplamente qualificado.

##RECOMENDA##

 Edilaine não resistiu à prisão. A tentativa de homicídio ocorreu em 2013.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RJ) determinou nesta quinta-feira (12) o bloqueio de R$ 300 milhões das contas do Município do Rio de Janeiro para o pagamento dos profissionais terceirizados da Saúde que estão com os salários atrasados. Os empregados devem voltar ao trabalho assim que forem pagos.

A decisão foi do desembargador Cesar Marques Carvalho, na audiência de conciliação realizada no dissídio coletivo de greve. A prefeitura ainda pode recorrer da decisão.

##RECOMENDA##

O desembargador determinou que o bloqueio deve ser feito nas contas que contém recursos próprios da Prefeitura, ou seja, não vinculados à União Federal. Eles devem ser usados para o pagamento dos salários de outubro, novembro, décimo terceiro salário e verbas rescisórias, nessa ordem.

Ficou decidido também que, com a entrada dos recursos, as Organizações Sociais (OSs), que empregam estes trabalhadores, façam a transferência imediatamente, priorizando aqueles que recebem até R$ 3 mil. Caso os recursos sejam destinados a outros fins, as OSs deverão pagar multa de 30% do valor. Uma nova audiência foi marcada para a próxima terça-feira (17), para prestações de contas pela OSs.

Paralisação

Hoje é o terceiro dia de paralisação dos empregados terceirizados. São agentes comunitários de saúde, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais, que estão sem salário desde outubro. De acordo com os trabalhadores, mais de 20 mil profissionais estão nessa situação.

Os afetados pela falta de pagamento são aqueles contratados por OSs e organizações não governamentais (ONGs), que recebem recursos da prefeitura para administrar unidades de saúde. Nas unidades administradas por essas organizações, o atendimento ficou restrito a 30% do contingente dos profissionais. A paralisação afeta principalmente clínicas da família e centros municipais de saúde.

Embate judicial

O embate judicial dura mais de uma semana. No último dia 4, o desembargador do TRT, Cesar Marques Carvalho, determinou o bloqueio de R$ 325 milhões de uma conta da prefeitura. 

Os recursos seriam usados para quitar os salários atrasados de outubro, assim como o pagamento da folha de novembro, do 13º salário e das rescisões contratuais dos terceirizados da área da saúde. No dia 5, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) suspendeu o bloqueio.

A decisão do presidente do TST, ministro João Batista Brito Pereira, acatou o pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU) para suspender a liminar. O dinheiro tinha sido depositado pela União na conta da prefeitura para cumprir compromissos do legado olímpico e do programa Minha Casa, Minha Vida, entre outros.

No dia 9, o TRT-RJ intimou novamente o município do Rio de Janeiro, a indicar, em 24 horas, outras contas da prefeitura que não estejam vinculadas à União para que fosse possível o repasse às OSs e, com isso, fosse feito o pagamento dos terceirizados. O município disse que aguardava possível liberação dos recursos da União em decorrência de reunião do prefeito Marcelo Crivella com o presidente Jair Bolsonaro e com representantes da Advocacia Geral da União e do Ministério da Saúde, em Brasília.

 

Agentes da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol) estão nas ruas para realizar, na manhã desta quarta-feira (11), a operação Imperium de combate à pedofilia.

De acordo com a Sepol, a operação é para cumprir 80 mandados de busca e apreensão em diversos pontos do estado. A secretaria informou ainda que as investigações começaram há cerca de quatro meses e identificaram um núcleo de pedófilos que compartilhavam grande quantidade de imagens e vídeos contendo pornografia infantil.

##RECOMENDA##

A Sepol não informou os locais do estado onde o grupo atuava. Cerca de 200 policiais civis de diversas delegacias participam da operação.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) aceitou a denúncia do Ministério Público contra o policial militar Rodrigo José de Matos Soares, acusado de matar a menina Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, no Complexo do Alemão, zona norte da capital fluminense, em setembro. Assim, o agente se tornou réu no processo. O policial também foi afastado das ruas e teve o porte de arma suspenso.

Na decisão da última quinta-feira, 5, a juíza Viviane Ramos de Faria ressaltou que o policial efetuou disparos contra "pessoas que, a princípio, não representavam perigo aos agentes da segurança pública ou a terceiros, acabando por ceifar a vida de uma criança de apenas 8 (oito) anos de idade, deixando, inclusive, de prestar socorro a ela".

##RECOMENDA##

"Com efeito, a gravidade concreta do delito e a imperiosa necessidade de se impedir a reiteração de condutas desta natureza consubstanciam requisitos autorizadores das medidas cautelares pleiteadas", escreveu a magistrada.

A juíza determinou as seguintes medidas cautelares contra o policial:

Comparecimento mensal em juízo, entre os dias 1º e 5º de cada mês, para informar, justificar suas atividades e ter ciência do andamento do feito, bem como informar eventual mudança de endereço;

Proibição de manter contato com qualquer testemunha;

Proibição de se ausentar da Comarca sem prévia autorização judicial;

Suspensão parcial do exercício da função de policial militar, devendo ser afastado de qualquer atividade que envolva o policiamento ostensivo de ruas;

Suspensão da autorização de porte de arma de fogo.

A Justiça informou que poderá decretar a prisão preventiva do réu caso ele descumpra alguma das medidas acima.

Para os promotores de Justiça, o crime foi cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, em um momento pacífico na localidade, com movimentação normal de pessoas e veículos.

A denúncia ressaltou que a investigação conduzida pela Polícia Civil rechaçou a tese de legítima defesa apresentada por Soares, já que não houve nenhuma agressão aos policiais, ficando assim, segundo o MP, demonstrado "que a ação violenta foi imoderada e desnecessária".

Crime

A morte de Ágatha aconteceu no dia 20 de setembro, por volta de 21h30, na comunidade da Fazendinha. De acordo com a denúncia, o PM estava em serviço quando atirou de fuzil contra duas pessoas não identificadas que trafegavam em uma motocicleta, por acreditar que fossem traficantes.

Ágatha estava dentro de uma Kombi, acompanhada da mãe, quando foi atingida pelo fragmento de um projétil. Ela chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão e transferida para o Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos. Na ocasião, os parentes da menina e outras testemunhas já apontavam a PM como responsável pela morte.

Segundo as investigações da Polícia Civil, o policial tentou atingir duas pessoas que passaram em uma moto em alta velocidade, mas o projétil ricocheteou em um poste e um fragmento atingiu Ágatha nas costas. De acordo com o inquérito, o PM teria confundido uma esquadria de alumínio que um dos homens levava na moto com uma arma.

Procurada neste domingo, 8, a Polícia Militar não se manifestou sobre a decisão judicial. A defesa do policial não foi localizada.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou neste sábado (7) da cerimônia de formatura de guardas-marinhas na Escola Naval, no Rio de Janeiro. Durante o discurso, ele exaltou os militares e disse que o Brasil está mudando para melhor.

"Hoje temos um governo que valoriza a família, honra os militares, respeita o povo e adora a Deus", disse o presidente.

##RECOMENDA##

Hoje se formaram 205 novos oficiais da Marinha brasileira, que servirão nos Corpos da Armada, Fuzileiros Navais e Intendência. Dez são mulheres.

Veja a cerimônia na TV Brasil:

[@#video#@]

 

Acompanhado do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, o presidente Jair Bolsonaro participou na manhã deste sábado da formatura de oficiais da Marinha, onde destacou que o atual governo valoriza a família e honra os militares.

Em discurso de menos de três minutos, Bolsonaro elogiou o empenho dos estudantes e voltou a dizer que o Brasil está mudando para melhor.

##RECOMENDA##

"Todos hoje podem sentir que temos um governo que valoriza a família, respeita o povo e, agora, Deus. A mensagens aos irmãos militares é que nós brasileiros não descansaremos enquanto vocês não gozarem também de democracia e liberdade", afirmou. "O Brasil está mudando, mudando pra melhor, juntos nós poderemos mudar o destino do Brasil", finalizou. Bolsonaro pernoitou no Rio cidade para participar do evento e agora retorna para Brasília.

Que o cantor norte-americano Ben Harper havia confirmado um show na cidade de Curitiba (PR), durante o Festival Coolritiba em maio de 2020, os fãs já sabiam. No entanto, a boa notícia aos admiradores da voz e do balanço do músico não se resume apenas à apresentação no Sul do país. A assessoria do artista garante pelo menos outras duas performances de Harper no Brasil. Ainda sem definição de datas, São Paulo e Rio de Janeiro foram escolhidas para sediar a curta turnê de apresentações por aqui.

Dono de uma carreira repleta de grandes sucessos e álbuns consagrados pelo público, como "Welcome to the Cruel World" (1994), "Diamonds on the Inside" (2003) e "Call it What it is" (2016), Ben Harper estourou nas paradas musicais do Brasil após parceria com a cantora mato-grossense Vanessa da Mata, no hit "Boa Sorte/Good Luck". A canção, uma das mais executadas no Brasil após seu lançamento no ano de 2007, ainda é parte da programação musical em algumas rádios brasileiras.

##RECOMENDA##

Durante o Festival Coolritiba, programado para acontecer no dia 16 de maio de 2020, Ben Harper é atração junto com grandes nomes da música brasileira, como Elza Soares e Lulu Santos. Em sua passagem pelo Brasil, o artista californiano deve apresentar os destaques dos mais de 25 anos de vivência na música, além das canções mais recentes. A faixa "Uneven Days", lançada ainda este ano, estará no repertório.

Será inaugurada nesta sexta-feira (6) a roda-gigante Rio Star, a maior da América Latina, com 88 metros de altura. A volta completa vai durar 18 minutos. O público se acomodará em 54 gôndolas [cabines] com capacidade para até oito passageiros.

A roda-gigante está localizada no Porto Maravilha e ficará aberta todos os dias, inclusive nos feriados, das 10h às 18h. A atração oferece vista privilegiada para o Cristo Redentor, Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara.

##RECOMENDA##

Quem estiver no Rio de Janeiro, poderá adquirir o ingresso a um preço promocional de R$ 49 que vale para os bilhetes comprados pela internet até o dia 19 de dezembro. Após essa data, os ingressos passarão a custar R$ 59.

Os moradores do Rio poderão adquirir os ingressos pelo valor promocional de R$ 49 por tempo indeterminado. Os bilhetes e outras informações podem ser obtidos pelo site.

O projeto nasceu de uma licitação da Prefeitura do Rio de Janeiro para a construção de um parque temático na região, próxima do Aquário do Rio de Janeiro. O diretor executivo da FW Investimentos, holding que administra a Rio Star, Fábio Bordin, disse que a obra começou em dezembro do ano passado, e o maior desafio foi "tropicalizar" a roda-gigante, 100% encomendada na China.

"Fomos para a China com nossos engenheiros e especificamos como deveria ser a estruturação toda, para que ela viesse para o Brasil preparada para a questão da maresia, situação do mar, tipo de aço. Tudo isso foi feito anteriormente", disse o executivo à imprensa em outubro.

A Rio Star deve gerar 60 empregos diretos e mais 60 indiretos, e parte dessas vagas foi reservada para moradores da região, especialmente do Morro da Providência, que é vizinho da atração turística.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu em flagrante, nessa quarta (4), Alexandre Ageu Barbosa, de 21 anos, pelos crimes de estelionato tentado e falsa comunicação de crime. O homem, que é professor de matemática, procurou a delegacia para noticiar o roubo de seu celular com o objetivo de receber fraudulentamente o seguro de seu cartão de crédito.

Após a investigação, os agentes policiais perceberam que tudo falado pelo homem se tratava de um golpe, e o mesmo, em seguida, acabou confessando o crime. Ele receberia R$ 3 mil caso a trama se completasse.

##RECOMENDA##

Além de causarem prejuízos a seguradoras e a instituições financeiras, as falsas comunicações de crimes geram o desperdício de dinheiro público, uma vez que a Polícia Civil perde tempo com investigações de crimes que não ocorreram.

Da Polícia Civil do RJ

A festa de Réveillon do Rio de Janeiro, este ano, vai incluir a música gospel entre suas atrações. O Réveillon da Cidade Maravilhosa contará com quatro palcos, espalhados pela praia de Copacabana, que receberão artistas de diversos gêneros, incluindo o evangélico. Uma das artistas do gênero  já anunciadas para a festa é a cantora Anayle Sullivan. 

O modelo de Réveillon para receber 2020 foi anunciado pelo prefeito do Rio, Marcelo Crivella, em coletiva de imprensa, na última terça (3). O prefeito, que também é cantor e pastor evangélico, explicou a novidade: "Essa ideia de mais três palcos em Copacabana não só privilegia o trânsito mas também dá espaço à canção gospel, que é na nossa cidade o primeiro lugar disparado nas rádios. Essa música, pela primeira vez, terá palco (espaço) especial para ela". 

##RECOMENDA##

Uma das atrações já confirmadas é a cantora gospel Anayle Sullivan, que vai abrir o palco em frente ao hotel Copacabana Palace. Em seguida, quem comanda a festa é o violinista Allyrio Mello, seguido pelos sambistas Diogo Nogueira e Ferrugem que fará a contagem regressiva para a tradicional queima de fogos. Nos demais palcos, haverá apresentação de DJs e cantores do gênero gospel. 



 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), está sendo investigado pelo Ministério Público, após denúncia de criação de um balcão de negócios na sua gestão. Segundo a reportagem do jornal O Globo, o balcão era destinado a liberação de de verbas à empresas com pagamento de propina.

 A apuração, que estava paralisada desde junho, depois da suspensão feita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, em mais de 900 investigações. No caso de Marcelo Crivella, a investigação do uso de propina tem como base a colaboração premiada do doleiro Sérgio Mizhay, preso pela operação Câmbio, Desligo em 2018.

##RECOMENDA##

A delação aponta o empresário Rafael Alves, irmão do presidente Riotur, Marcelo Alves, como operador do suposto esquema na cidade. 

Sobre a divulgação da denúncia, noite desse domingo (1º), Crivella se pronunciou via Twitter, em que ele diz não irá responder mais ao grupo Globo, o qual ele chama de "panfleto político" que faz militância através de ameaças e chantagens. "Todos os demais jornais terão de nós o prestígio, a resposta, menos o grupo Globo", afirmou. 

O Rio de Janeiro tem uma nova imagem que define como é 'sextar' na Cidade Maravilhosa, segundo seus próprios moradores. Um homem que havia sido refém durante um assalto a um bar, na última sexta (29), deixou o local do crime com uma garrafa de cerveja na mão e a imagem logo viralizou nas redes sociais. Apesar da tensão do momento, o homem não ficou isento de virar meme. 

O senhor que ilustra o novo meme da internet foi feito refém durante um sequestro que aconteceu em um bar na Lapa, no Rio. Liberado pela polícia, ele deixou a cena do crime segurando uma garrafa de cerveja e com um nítido sorriso de alívio. 

##RECOMENDA##

A imagem viralizou nas redes sociais e, claro, virou meme. Os cariocas logo a elegeram como definição de 'sextar' na capitalc arioca. "Essa é uma das imagens mais sensacionais que eu vi na vida"; "Vi essa cena na tv e fiquei rindo meia hora. Meu país Rio de Janeiro em uma foto"; "Só faltava estar com a camisa do Flamengo com Zico 81 escrito. Sextou"; "Sexta na Lapa".

[@#video#@]

 

O sequestrador que está em um bar na Lapa, no centro do Rio de Janeiro, liberou nesta sexta-feira (29), por volta das 20h, o quinto refém, uma mulher. Após cinco horas dois homens permanecem retidos pelo criminoso no interior do estabelecimento. A informação é do porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess.

Uma hora antes Fliess afirmou que a situação estava se aproximando de um desfecho. “A maior dificuldade em situações desse tipo é a imprevisibilidade do tomador de reféns, que tende a alternar momentos de proximidade de se entregar com momentos de agressividade”, disse. “Ele tem melhorado bastante o comportamento. Com o passar do tempo, ele tem se mostrado mais perto de se entregar”.

##RECOMENDA##

O sequestro começou por volta das 15h de hoje quando um homem entrou no bar armado com uma faca. A hipótese dos agentes de segurança é que além do facão o sequestrador tenha uma arma de fogo e esteja com material inflamável.

A polícia fechou o perímetro em volta, para facilitar as negociações, e nem os helicópteros das emissoras de televisão puderam ficar sobrevoando o local.

Não se sabe os motivos que levaram o sequestrador a cometer o ato. De acordo com informações de pessoas que trabalham e moram próximo ao bar, o homem seria conhecido das vítimas e mantém um ponto de venda de caipirinha na região. Entre os reféns, estão funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em nota, a empresa informa que a direção e os gestores da Regional Rio de Janeiro da empresa estão monitorando a situação de perto e prestando todo o apoio necessário, inclusive jurídico, aos empregados e seus familiares.

 

Mais uma pessoa foi liberada pelo sequestrador que está em um bar na Lapa, no centro do Rio de Janeiro. Três pessoas foram liberadas e outras quatro permanecem retidas pelo criminoso no interior do estabelecimento. A informação é do  porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess. Os agentes de segurança trabalham com a possibilidade do sequestrador possuir uma arma de fogo e de material inflamável.

O sequestro começou por volta das 15h desta sexta-feira (29), quando um homem entrou no bar armado com uma faca. A polícia fechou o perímetro em volta, para facilitar as negociações, e nem os helicópteros das emissoras de televisão puderam ficar sobrevoando o local.

##RECOMENDA##

Não se sabe os motivos que levaram o sequestrador a cometer o ato. De acordo com informações de pessoas que trabalham e moram próximo ao bar, o homem seria conhecido das vítimas e mantém um ponto de venda de caipirinha na região.

Entre os reféns, estão funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em nota, a empresa informa que a direção e os gestores da Regional Rio de Janeiro da empresa estão monitorando a situação de perto e prestando todo o apoio necessário, inclusive jurídico, aos empregados e seus familiares.

 

Um homem mantém pelo menos 5 pessoas reféns dentro de um bar na região da Lapa, centro do Rio de Janeiro. A polícia está no local e não há informações de feridos.

O homem armado com uma faca e inicialmente fez 6 reféns mas um deles foi liberado, conforme publicou o portal G1. Agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) estão no local e negociam a liberação dos demais reféns.

##RECOMENDA##

Além da faca, o homem estaria com uma garrafa com gasolina no bar localizado na Rua do Rezende. Segundo testemunhas ouvidas pelo jornal Extra, a motivação do sequestro seria uma briga entre o suspeito e o dono do bar.

Tanto a rua do estabelecimento quanto a um trecho da Avenida Mem de Sá foram interditados devido à operação.

Da Sputnik Brasil

Um homem foi preso, na quinta-feira (28), por estuprar a própria filha, de 14 anos, em São João do Meriti-RJ. Segundo a Polícia Civil, o homem usava uma faca para ameaçar a adolescente.

 O crime investigado ocorreu em 2017. A vítima, entretanto, relatou que o fato ocorreu diversas vezes. 

##RECOMENDA##

 Os estupros eram praticados quando o pai da jovem ficava a sós com ela na residência. O crime só foi descoberto após ela contar para a família.

 No momento da prisão, o suspeito se escondeu ao lado da cama e não atendeu aos chamados dos policiais. Mesmo assim, ele foi preso e encaminhado ao sistema penitenciário.

Com o estado do Rio de Janeiro cumprindo um regime de recuperação fiscal, em vigor desde 2017, um grupo de 40 empresários fluminenses esteve em Brasília, nesta quinta-feira (28), para pedir ao presidente Jair Bolsonaro prioridade na alocação de recursos federais no estado.

"O estado do Rio de Janeiro, que é o segundo estado em PIB [Produto Interno Bruto, soma dos bens e serviços produzidos no país] do Brasil, está entre os seis mais desiguais do Brasil. Como o Rio está em recuperação fiscal, ele tem um limite de investimento", disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugênio Gouveia Vieira.

##RECOMENDA##

Segundo ele, a Baixada Fluminense, que concentra 13 milhões de habitantes, que são 70% da população do estado, sofre com problemas sociais graves, como falta de saneamento básico em 60% das residências e déficit habitacional de 113 mil moradias.

"Estamos recordando ao presidente da República esse drama que a população está passando e advogando que, entre 2020 e 2026, nesse período, nós vamos precisar, nessa região, perto de R$ 40 bilhões de investimento, e o estado do Rio, no máximo, vai poder investir em torno R$ 18 bilhões", alertou.

O empresário lembrou que o Rio de Janeiro foi a capital do Brasil desde o período imperial até 1960, mas nunca recebeu uma compensação após a transferência na sede de governo para Brasília. "O que nós viemos ponderar é que nos investimentos globais do Brasil, nessas matérias, que se olhe o Rio, não com privilégio, mas com uma alocação de recursos equivalente não apenas a esse desassistimento social, mas também um pouco pelo período histórico", argumentou.

Além do saneamento básico e o déficit habitacional, o presidente da Firjan citou outros problemas da Baixada Fluminense, como o fato de apenas 10% das crianças estarem matriculadas em creche e as dificuldades de mobilidade urbana, que faz com que o morador da região gaste, em média, 2 horas e 30 minutos por dia em deslocamento na região metropolitana.

As estatísticas fazem parte de um levantamento encomendado pela própria federação e apresentadas ao presidente Jair Bolsonaro. Ainda de acordo Gouveia Vieira, o presidente iria conversar com a equipe de governo para ver como apoiar a demanda dos líderes empresariais.

 

Nesta quinta-feira (28), a Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro (RioSaúde) anunciou a realização de concurso público com um grande quantitativo de oportunidades. São oferecidas, ao todo, 2.717 vagas para profissionais de níveis médio e superior.

Os salários para os aprovados podem variar de R$ 1.427,91 a R$ 7.791, conforme a função desempenhada. No total, 38 cargos constam no certame, entre eles médicos de várias especialidades, enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêuticos, fonoaudiólogos e psicólogos.

##RECOMENDA##

O processo seletivo terá prova objetiva no dia 12 de janeiro do próximo ano. De acordo com a RioSaúde, os selecionados deverão ser convocados em fevereiro para iniciar jornadas de dez a 40 horas por semana.

Os interessados deverão se inscrever do dia 2 a 10 de dezembro por meio do site de concursos da Prefeitura do Rio de Janeiro. A taxa de participação custa R$ 100 para candidatos de nível médio, enquanto os profissionais de nível superior deverão pagar R$ 120. 

A validade do concurso é de um ano, podendo ocorrer prorrogação pelo mesmo período. Outros detalhes informativos podem ser obtidos no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Policiais civis cumprem nesta quinta-feira (28) 35 mandados de prisão preventiva contra suspeitos de integrar milícia que atua na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. A operação coordenada pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense ainda inclui 93 mandados de busca e apreensão.

O grupo é suspeito da prática de dezenas de homicídios nos últimos anos, além da ocultação de cadáveres em cemitérios clandestinos.

##RECOMENDA##

A milícia também é conhecida por explorar serviços como TV a cabo clandestina, venda de cigarros e exploração de transporte alternativo, como o serviço de mototáxi.

Cerca de 300 policiais cumprem mandados em Belford Roxo, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, além das cidades de São Pedro da Aldeia (Região dos Lagos) e do Rio de Janeiro.

Uma recepção calorosa no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, marcou a chegada nessa terça-feira (26) de um grupo de 18 estudantes do Colégio Pedro II, dos quais 11 conquistaram medalhas na principal olimpíada de matemática da China, a World Mathematics Team Championship. 

Familiares e também representantes da instituição os aguardavam com adereços chineses, faixas e muita animação. A escola pública federal obteve o melhor desempenho entre todas as 22 instituições brasileiras participantes da competição. Além disso, uma de suas estudantes trazia no pescoço a única medalha de ouro da categoria avançada conquistada pelo Brasil.

##RECOMENDA##

A participação no evento já era considerada uma vitória. Os alunos estavam convidados a competir na China devido ao desempenho na Olimpíada Matemática Sem Fronteiras, mas precisavam de verba. Eles chegaram a lançar campanhas de financiamento coletivo na internet, vender doces nas ruas do Rio de Janeiro, fazer rifas e organizarem aulas coletivas de reforço para outros colegas ao custo de R$10 reais por pessoa. Ao fim, a direção do Colégio Pedro II obteve R$150 mil junto ao Ministério da Educação (MEC) para enviar a delegação. A verba extra arrecadada pelos estudantes, superior a R$ 14 mil, também teve importância: com esse valor foram incluídos mais estudantes, e inclusive professores, no grupo que viajou.

"A história deles começou há quatro anos. Juntos, esses alunos têm mais de 100 medalhas em mais de 10 olimpíadas no Brasil. Esta história de preparação, de engajamento, de talento e, principalmente, da visão de futuro desses garotos mostra que a educação pública pode ser boa. É só ela ser apoiada e financiada", diz Ivail Muniz Junior, professor de nove alunos do Campus Centro do Colégio Pedro II, onde ocorrem aulas do ensino fundamental. Os outros nove viajantes são estudantes de ensino médio do Campus São Cristóvão.

De acordo com Ivail, um dos principais desafios da competição é a rapidez exigida pela prova. A única brasileira medalhista de ouro na categoria avançada, Adrieny Monteiro dos Santos Teixeira, concorda. "Foi bem difícil, pelo tempo e pelo nível de dificuldade. Você tem apenas 10 minutos para resolver oito questões, depois mais 10 pra fazer mais quatro, e assim vai. A ficha está caindo agora", disse.

O seu feito ganhou ainda mais destaque tendo em vista que ela é estudante do 9º ano do ensino fundamental, mas, devido à faixa etária, seus concorrentes eram majoritariamente do ensino médio. A categoria avançada, em que ela foi incluída, é voltada para alunos de 15 a 18 anos. Já na categoria intermediária, disputam alunos entre 12 e 15 anos. "Eu não gostava de matemática. O Colégio Pedro II me estimulou, me levou para diversas olimpíadas no Brasil e eu fui gostando. Então também tenho que agradecer aos meus professores, além dos colegas e da família que sempre me apoiou", acrescenta Adrieny que hoje pensa em se tornar engenheira.

Conquistaram medalha de prata os alunos João Victor Diniz de Andrade, Rafaela Luiz Costa Franco e João Matheus Nascimento Gonçalves. O bronze foi conquistado por Ana Catarina dos Santos, Ana Júlia Victal dos Reis, Arthur Rampazio Siqueira, Isabel dos Santos Fernandes, Luiz Carlos Machado Ferreira, Gustavo Michaloski e Bruna Melloni Romero. Os outros sete estudantes tiveram menção honrosa: Gabriela Maia da Silva, Samuel Fraga Soares, Beatriz Ferreira, Deisianny Santos, Gabriel Henrique, Gabriel Lopes e Tauat Lara.

O discurso de agradecimento à escola estava na ponta da língua dos pais que estiveram lá para recepcionar os premiados. "Estou sem acreditar até agora. A prova era de alto nível. Só uma escola pública, gratuita e de qualidade poderia proporcionar isso para a minha filha", disse Janaína Monteiro dos Santos, mãe de Adrieny. Tatiane Garcia, mãe da medalhista de bronze Isabel Fernandes, destacou que não apenas a matemática, mas outras disciplinas também contribuíram para o feito. "A Isabel nunca fez curso de inglês. O que ela sabe, aprendeu na escola", conta. As provas foram aplicadas em inglês e uma professora do idioma também acompanhou a delegação.

Emoção

"Quando começaram a sair as notícias das medalhas, deu uma tremedeira. Nós tínhamos consciência de que a dificuldade era grande. A gente falava para nossas filhas para não se importar tanto com o resultado, que o importante era estar lá e viver essa experiência. Então agora é só orgulho", acrescenta Tatiane. Mas além do resultado, houve ainda outros motivos para que a experiência emocionasse pais e alunos. Irina Michaloski, mãe do medalhista de bronze Gustavo Michaloski, listou uma delas. "Foi a vez que eu fiquei mais tempo longe dele", se emociona.

Quase todos os estudantes viveram também a emoção de sua primeira viagem internacional. Alguns deles relataram ainda terem entrado em um avião pela primeira vez. Foi o caso da medalhista de prata, Rafaela Luiz Costa Franco, do 2º ano do ensino médio. "Foi incrível. Pessoas de vários países no mesmo hotel, conversando e dividindo informações", conta.

A professora Isabel Campos Barroso destacou a programação para além das provas. "Além de terem competido com pessoas de diferentes países, da China, da Coreia, da Tailândia, da Austrália, eles puderam visitar monumentos que são patrimônios da humanidade. Nós fomos à Muralha da China, à Cidade Proibida. Conhecer essa realidade que é tão diversa da nossa nos enriquece culturalmente e nenhum deles vai esquecer".

Andreia Bandeira Ribeiro, diretora-geral do Campus Centro do Colégio Pedro II, também marcou presença na recepção aos alunos e lembrou da importância do investimento nas escolas públicas. Ela afirma que alguns desses alunos são beneficiários das políticas de assistência estudantil, que os ajudam a se manterem na escola. "A educação nesse país é uma questão de oportunidade", concluiu.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando