Tópicos | viatura

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abriu processo administrativo para a expulsão de dois policiais acusados de estuprar uma jovem de 19 anos no interior de uma viatura da corporação. O fato aconteceu no dia 12 de junho deste ano, em Praia Grande, litoral sul de São Paulo. O comando da PM deu sinal verde para o processo após analisar o Inquérito Policial Militar (IPM) aberto pela Corregedoria para apurar a denúncia. A conclusão do inquérito é de que a jovem foi vítima de estupro praticado pelos agentes. Os dois negam o crime, mas estão presos.

O ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Benedito Mariano, disse que o processo administrativo já era esperado. Segundo ele, o IPM é a peça preparatória para a Justiça processar os agentes e aplicar a sanção cabível à conduta deles com base no Código Penal Militar. A conclusão, no entanto, também serve para o processo administrativo que pode resultar na expulsão dos acusados. "Normalmente, em casos assim, tanto a corporação quando a Justiça Militar costumam ser muito rigorosas", disse.

##RECOMENDA##

Os dois suspeitos também são investigados pela Polícia Civil. O inquérito, na Delegacia da Mulher de Praia Grande, corre em sigilo. Conforme a apuração da corregedoria, a jovem retornava de uma festa, à noite e, ao avistar uma viatura da PM, pediu informações aos policiais para chegar a um ponto de ônibus. Eles teriam oferecido carona e um deles entrou com a garota no banco de trás. No percurso, ele a estuprou, com a conivência do colega. Após ser deixada no terminal, a jovem procurou ajuda e fez a denúncia à Polícia Civil.

Os policiais negaram o crime, alegando que, durante o trajeto, tinham permanecido no banco da frente. Imagens de uma câmera mostraram o policial entrando com ela na parte traseira da viatura. Um celular perdido pela jovem foi encontrado no veículo. O exame de corpo de delito apontou lesões nas partes íntimas e outros indícios de estupro. A Justiça decretou a prisão preventiva dos suspeitos, os PMs Anderson Silva da Conceição e Danilo de Freitas Silva. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, os dois estão no Presídio Militar Romão Gomes, na capital paulista.

A advogada Flávia Artilheiro, que atua na defesa dos policiais, disse que os agentes ainda não foram cientificados formalmente do processo administrativo. Ela acompanha o processo criminal na Justiça Militar, que tramita em segredo de justiça. "Trata-se de crime praticado por militares no exercício da função e a competência é a Justiça Militar. Não vejo razão para o inquérito na Polícia Civil. Os dois sustentam sua inocência e, no processo, vamos produzir as provas necessárias", disse.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) passa a usar como viatura, a partir da próxima semana, o carro Dodge Challenger RT apreendido em uma operação contra o tráfico internacional de drogas, realizada em abril de 2017 no Paraná. Cedido à PRF pela Justiça Federal de Umuarama (PR), o carro, que foi caracterizado em Curitiba, será utilizado em Foz do Iguaçu, na região da fronteira com o Paraguai.

Como se trata de uma destinação provisória –ainda não existe trânsito em julgado da sentença que decretou o perdimento do bem–, a nova viatura será utilizada prioritariamente em ações educativas da PRF, palestras e eventos institucionais.

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

A nova viatura será utilizada pela PRF já a partir da próxima semana, durante um encontro entre ministros de Justiça e Segurança dos países do Mercosul, que acontece em Foz do Iguaçu.

Com 372 cavalos-vapor de potência, o carro foi fabricado em 2010, nos Estados Unidos. O valor de um veículo com características similares ultrapassa R$ 245 mil.

O confisco de bens apreendidos em decorrência do tráfico drogas afins é estabelecido no artigo 243 da Constituição Federal.

O carro estava guardado há mais de dois anos em um pátio de Cascavel. “A utilização do veículo pela autoridade policial certamente será promovida de modo a manter sua conservação, evitando-se a precoce deterioração em virtude da ociosidade e da sujeição dos bens às intempéries e outros desgastes derivados de sua estagnação em depósito”, diz trecho da decisão do juiz José Carlos Fabri, da 1ª Vara Federal de Umuarama.

“A utilização pela Polícia Rodoviária Federal preserva melhor o interesse tanto da Justiça quanto do próprio réu, na medida em que promove uma melhor conservação do bem e permite sua utilização em prol das atividades policiais.”

[@#video#@]

Da Agência PRF

Policiais prenderam em flagrante, nesta terça-feira (29), um homem acusado de embriaguez ao volante e direção perigosa. Ele foi preso depois de realizar uma manobra brusca em marcha a ré e colidir na traseira da viatura que estava parada no Centro de Craíbas, no interior de Alagoas.

Nivaldo José de Oliveira estava dirigindo o veículo Gol, cor branca e placa MUX9404, sob o efeito de álcool e sem possuir habilitação.

##RECOMENDA##

Ao realizar a abordagem, os policiais civis constataram que Nivaldo estava totalmente embriagado que não conseguia sequer ficar em pé, “exalando forte odor etílico”. No interior de seu veículo foi encontrada uma lata de cachaça.

Nivaldo foi autuado por dois crimes de trânsito: embriaguez ao volante e direção perigosa, e como não conseguiu pagar os R$ 3 mil da fiança arbitrada pela delegada, ele permanece preso.

Uma jovem que dançava funk em frente a uma viatura foi agredida um policial militar de São Paulo. A guarnição havia sido acionada para atender uma ocorrência de perturbação do sossego público na área Central da capital paulista no último fim de semana, apontou o comando. As imagens serão analisadas e o caso investigado.

Mesmo sem música, a mulher aparece dançando em frente à viatura e impede o deslocamento dos policiais no veículo. Um dos militares dá um chute, grita e depois cabeceia a jovem.

##RECOMENDA##

 Ele aparece segurando uma caixa de som, o que levanta a hipótese de que uma festa na rua Peixoto Gomide foi encerrada e trouxe insatisfação aos participantes. Populares chegam a jogar um copo plástico com líquido próximo ao efetivo.

Em nota enviada ao BHAZ, a Polícia Militar afirmou que órgão tem a intenção de “minimizar os transtornos que implicam no interesse comum das pessoas que transitam, trabalham, residem ou estudam em sua área circunscrita”, e completou ao declarar que as ações são realizadas “de acordo com as necessidades que despontam naturalmente da sociedade na qual estamos inseridos”.

Confira

[@#video#@]

Cerca de 100 detentos estão algemados a 18 viaturas, alojadas em um terreno na Rua Salvador França, em Porto Alegre, capital gaúcha. Eles estão sob os cuidados de 33 policiais militares, que foram submetidos à condições insalubres para vigiá-los. Devido à falta de vagas no sistema prisional, anteriormente, os presos amontoavam-se no entorno do Palácio da Polícia.

"Estou implorando para ir para a cadeia. O Presídio Central é shopping center perto disso daqui", suplicou um detento. Até as próprias viaturas improvisadas como celas estão lotadas. Por isso, parte dos reclusos foi algemada nas portas dos veículos. 

##RECOMENDA##

Limitados em sua condição, garrafas de plástico são compartilhadas como urinol, segundo a RBS."A gente usa uma garrafa comunitária para urinar. Quando enche, o soldado escolta e a gente vira no mictório. Fazer o número dois é uma vez por dia. Estou há 20 dias aqui", explicou um dos presos em um porta-malas.

O aperto também os impede de dormir com dignidade, a maioria descansa apoiada nos próprios joelhos. "Todo mundo fez um crime e todo mundo tem de pagar, mas isso aqui está desumano demais", declarou um preso há 31 dias.

“Todo mundo aqui põe o órgão genital no mesmo lugar. Muitos são soropositivo, outros têm hepatite, infecção. Colocaram um cara ali com tuberculose. Pode proliferar. É diferente estar em um presídio e estar aqui amarrado”, denunciou outro algemado.

“Foi um retrocesso ter presos em viaturas”- Nessa terça-feira (24), a juíza Sonáli Zluhan da 1ª Vara de Execuções Criminais da capital visitou o terreno que dá acesso ao Centro de Triagem de Presos de Porto Alegre. Ela deparou-se com 95 presos -número variável devido às detenções e liberações diárias- e pretende solucionar, ao menos, casos que envolvam graves problemas de saúde.

“Foi um retrocesso ter presos em viaturas. A gente conversa com os policiais, são obrigados a fazer um rodízio, e estão em situação precária, vocês viram, sentados nas pedras, comendo como podem. Esse preso em viatura não recupera de jeito nenhum. E está um clima tenso entre preso e brigadiano. É complicado. E no Centro de Triagem não são atendidos os requisitos mínimos da prisão”, pontuou a juíza.

[@#galeria#@]

Insalubridade policial - Cerca de 33 militares de diversos batalhões são submetidos à falta de percepção do poder público. Alternados em turnos de 12 horas, têm como posto uma edificação inacabada com o teto infiltrado. O descaso prossegue diante da estrutura: cadeiras plásticas e mesas de madeira, são a ‘sala’ e o ‘refeitório’. No local, se alimentam enquanto evitam uma possível fuga.

Para espantar o frio, a opção é improvisar uma fogueira com pedaços de madeira.

“A gente poderia estar na rua, mas está aqui. Acabar com isso é bom para todo mundo. E o problema é que acaba sempre a culpa em cima da Brigada”, explicou um policial. Outro militar se queixa, “às vezes, em quatro brigadianos de um batalhão para quase 20 presos. Os presos ainda colaboram. A gente não "solta" muito eles, mas também não "aperta".

O que diz o Poder Público

Uma nota da Secretaria de Administração Penitenciária foi enviada a equipe de reportagem do GaúchaZH. Confira na íntegra:

“A Secretaria da Administração Penitenciária (SEAPEN) informa que continua envidando todos os esforços para resolver de forma definitiva a situação dos presos que são custodiados em viaturas e delegacias. Como já é de conhecimento da maior parte da sociedade gaúcha, trata-se de questão complexa, que não depende de vontade política, mas de uma série de fatores que estão sendo objeto da dedicação total da secretaria, criada exclusivamente para tratar da questão prisional. Para se ter uma ideia, até o momento, já foram encaminhados ao sistema mais de 12 mil pessoas presas, desde o início do ano, através do sistema Desep Vagas 24h. Mas a solução para o caso específico passa pela implementação do Nugesp (Núcleo de Gestão Estratégica do Sistema Prisional), cuja minuta se encontra em fase de análise dos diversos entes do sistema de Justiça para sua implantação ainda em 2019. Também a entrega do Presídio de Sapucaia, com suas 600 vagas vai contribuir para amenizar o problema. Com isso, teremos possibilidade de absorver a demanda de presos que hoje se encontram em DPs e viaturas. A ideia é que o novo núcleo seja instalado exatamente na mesma área onde hoje estão estes presos, no terreno junto ao IPF.”

Uma recém-habilitada bateu em uma viatura da Polícia Militar de Franca, no interior de São Paulo. Com a colisão, o veículo tombou. A jovem, de 18 anos, informou que se confundiu com os pedais e acabou acelerando. Dois policiais estavam no veículo, mas nenhum ficou ferido.

Conforme o tenente Luciano Pereira, dois policiais iniciavam o patrulhamento e seguiam pela Rua Alfredo Tosi, no bairro Núcleo Alha, quando o carro foi atingido, nessa terça-feira (27). “Ela estava no sentido universidade e imaginou que a viatura fosse parar. A princípio, ela disse que teria se confundido com os pedais e, ao invés de pisar no freio, acelerou”, relatou ao G1.

##RECOMENDA##

A perícia técnica foi acionada para investigar as causas do acidente. Após a apuração, medidas cabíveis serão tomadas, visto que, o automóvel é patrimônio do estado. Nas redes sociais, ela brincou com o ocorrido. 

Confira

[@#video#@]

O Corpo de Bombeiros combateu incêndio em comunidade no bairro do Cabanga, na área central do Recife, na madrugada desta quinta-feira (8). Foram atingidos cinco barracos da comunidade, que fica localizada ao lado da Avenida Sul.

Seguiram para a ocorrência cinco viaturas dos bombeiros, sendo três de combate a incêndio, uma de resgate e outra de comando operacional. As chamas foram extinguidas antes de se espalharem para outros barracos.

##RECOMENDA##

Ninguém precisou ser socorrido. A ocorrência foi finalizada por volta das 5h. Não há informações sobre a causa do fogo.

A Polícia Militar do Distrito Federal precisou acionar o Corpo de Bombeiros para tirar um homem de dentro de viatura. Preso por violência doméstica, Rosival Batista da Silva, de 24 anos, deu chutes na tampa traseira do automóvel, que emperrou. Os bombeiros precisaram usar um equipamento hidráulico para abrir o veículo.

Uma denúncia recebida pela polícia indicava que Rosival estava agredindo a esposa. No local, a PM encontrou a mulher com ferimentos nos braços.

##RECOMENDA##

O suspeito foi preso a poucos metros de casa, bebendo em um bar. Ao ser abordado, ele teria dito que não seria preso. Além do crime de injúria e ameaça na Lei Maria da Penha, ele agora responderá também por dano ao bem público, desacato e desobediência.

Devido às fortes chuvas que atingem parte de Pernambuco desde a última quinta-feira (13), uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) derrapou no km 45 da BR-232, no município de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Norte do Estado, sentido interior. O acidente foi registrado por volta das 7h40 dessa segunda-feira (17).

A viatura derrapou na rodovia molhada e colidiu com o canteiro central. Mesmo com a gravidade do acidente, não houve feridos. O condutor do veículo passou por teste de bafômetro, que negativou a ingestão de bebidas alcoólicas.

##RECOMENDA##

Um Chevrolet Camaro -avaliado em R$ 130 mil- começou a integrar a frota da Polícia Civil (PC) de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, nesta terça-feira (4). O carro de luxo já está devidamente identificado e pronto para as operações da Delegacia de Repressão à Ações Criminosas Organizadas (Draco).

O veículo foi apreendido durante a Operação Pólis contra o estelionato, através do golpe do bilhete premiado, em junho do ano passado. O antigo proprietário teria adquirido o Camaro após atividades ilícitas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Em 2018, a operação apreendeu 71 carros, 18 motocicletas, dois barcos, um jet ski, além de dinheiro e joias, e identificou cerca de 140 envolvidos, de acordo com o portal Gaúchazh.

##RECOMENDA##

 

Após uma colisão com uma motocicleta, uma viatura do 1º Batalhão Integrado Especializado (Biesp) capotou na madrugada deste sábado (23), na Avenida Agamenon Magalhães, em Caruaru, situado no agreste pernambucano.

Segundo a Polícia Militar, um motociclista avançou o sinal vermelho e bateu na lateral da viatura, que capotou. Os quatro policiais que estavam no veículo não tiveram ferimentos.

##RECOMENDA##

De acordo com informações publicadas pelo NE10, recai a suspeita que o motociclista estava embriagado. Com o acidente, ele perdeu uma das pernas e foi levado ao Hospital Regional do Agreste (HRA).

 

Para auxiliar no combate ao crime no Agreste de Pernambuco, o 1° Batalhão Integrado Especializado (Biespe), sediado em Caruaru, recebeu na manhã desta terça-feira (29) um veículo Blindado, apelidado de “Caveirão”. Esse tipo de viatura suporta projéteis de vários calibres e será utilizado, prioritariamente, contra os roubos a instituições bancárias da região.

O diretor adjunto da Diretoria Integrada Especializada (DIRESP), coronel Ely Jobson, foi quem recebeu as chaves do representante da Brinks, Alexandro Rocha, empresa que doou o veículo para a Polícia Militar de Pernambuco.

##RECOMENDA##

Várias autoridades do Estado estiveram presente no ato. Segundo informações da assessoria da PM, uma simulação de emprego do veículo em uma situação de assalto a bancos com reféns, frustrado pelo efetivo, foi realizado na “inauguração” do “caveirão”.

A Delegacia de Toritama, no Agreste de Pernambuco, foi alvejada na madrugada desta segunda-feira (7). O ataque também resultou em três veículos atingidos. Não houve feridos.

Informações preliminares colhidas pela polícia apontam que os tiros são uma possível retaliação pela exclusão de um policial investigado em uma operação da Polícia Civil. Até o momento ninguém foi preso.

##RECOMENDA##

 As investigações estão sendo lideradas pela delegada Erica Fonseca, titular da delegacia, que já solicitou perícias no local. Entre os veículos atingidos está uma viatura da Polícia Civil. Também foi alvejado um carro que havia sido apreendido e o carro particular de um dos policiais que trabalha no local.

 

 

Uma viatura da Polícia Militar de Pernambuco (PM) colidiu de frente com um poste em Igarassu, Região Metropolitana do Recife (RMR). Os policiais militares que estavam no automóvel sofreram apenas escoriações e passam bem.

A colisão ocorreu nas proximidades do Hotel Lamour, no centro de Igarassu. Segundo a PM, uma viatura do 26º Batalhão tentou desviar de um caminhão na via, momento em que colidiu com o poste de iluminação.

##RECOMENDA##

 

O Batalhão da Polícia Militar de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, conta agora com um Camaro como viatura policial. O carro de luxo havia sido apreendido com uma organização criminosa em 2013. As informações são do G1.

O veículo começou a ser utilizado pela corporação na última sexta-feira (30). De acordo com a PM da cidade, o automóvel será usado em eventos e operações e não terá uso diário.

##RECOMENDA##

A apreensão do veículo ocorreu em fevereiro de 2013, após policiais desconfiarem de outro carro de luxo parado em um terreno usado como estacionamento. A PM verificou que o chassi do automóvel estava adulterado.

Através de investigações, a polícia descobriu uma quadrilha envolvida com roubo de carro. O Camaro estava na posse da organização criminosa.

Depois da apreensão, a PM entrou na Justiça com um pedido para usar o veículo na frota. Enquanto a PM aguardava a decisão, o Camaro ficou apreendido no pátio do 12º Batalhão, em Balneário Camboriú.

A autorização foi concedida em fevereiro deste ano. O veículo só foi utilizado agora porque foi preciso aguardar o inquérito policial e o processo de condenação dos réus.

  Na noite do último sábado (11), uma mulher não identificada foi filmada por populares enquanto estava dançando de forma sensual na frente de uma viatura da Polícia Militar. A cena inusitada aconteceu no bairro do Itaigara, em Salvador, e ganhou repercussão nas redes sociais.

No vídeo é possível ver a dançarina com um copo de cerveja na mão. Para realizar a coreografia, a mulher chegou a se apoiar no veículo. Os policiais não reagiram à brincadeira. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-Ba) informou que “os policiais militares agiram com inteligência diante de uma situação em que, a mulher responsável por impedir a passagem da viatura, na via, estava com indícios de uso abusivo de bebidas alcoólicas. Esclarece ainda que logo após a ação inusitada, os PMs passaram e seguiram com o patrulhamento de rotina”, disse.

##RECOMENDA##

 

 

A Secretaria de Defesa Social (SDS) decidiu excluir da Polícia Militar (PM) o subtenente Janio Paulo de Lucena. Ele é acusado de se masturbar dentro de uma viatura policial no dia 8 de fevereiro de 2017.

A denúncia foi feita por uma policial, a quem o subtenente ordenou que trajasse o uniforme de educação física e o conduzisse até sua residência, no bairro do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Outros dois policiais estavam na viatura. 

##RECOMENDA##

De acordo com a portaria da SDS, a mulher foi obrigada a sentar no banco da frente, local destinado ao Comandante da Guarnição, enquanto que o subtenente sentou no banco traseiro. No trajeto, a mulher verificou que Janio havia se masturbado. 

Após o oficial desembarcar, foram encontrados vestígios de sêmen no tapete da viatura. O laudo pericial de DNA constatou que o material biológico masculino era do denunciado. Para a secretaria, o subtenente "violou os deveres éticos dos policiais militares, malferindo o pundonor policial militar, o decoro de classe e o sentimento do dever".

A Corregedoria da Polícia Militar de Goiás abriu investigação interna para descobrir como um homem que estava algemado conseguiu roubar uma viatura e atropelar um motociclista. O episódio aconteceu na noite de sábado (21), em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Os policiais havia deixado o veículo e se preparavam para registrar uma ocorrência no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

Segundo o site Mais Goiás, Mateus Aloísio Cardoso, o suspeito, quebrou o plástico da porta que fecha o porta-malas, abriu o compartimento puxando um cabo de aço que ficou exposto e, em seguida, com as algemas presas, saltou do carro e ocupou o lugar do condutor. Durante a fuga, o suspeito ainda teria atingido um motociclista, que supostamente fraturou uma das pernas.

##RECOMENDA##

Após a repercussão negativa, a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) recuou da determinação de permitir o uso de ar-condicionado nas viaturas apenas das 7h às 17h. A corporação emitiu uma nova lista de determinações em substituição à anterior.

De acordo com o texto, a lista anterior havia saído com incorreção. Ao invés de 16 recomendações, agora são 12. Permanecem medidas como desligar a viatura se for ficar parada em uma ocorrência por mais de dois minutos e desligar o ar-condicionado quando a guarnição estiver resolvendo uma ocorrência.

##RECOMENDA##

Confira os pontos da nova lista:

1 - o abastecimento deve levar em conta a localização do posto, pois dependendo da distância, o de menor preço pode se tornar mais caro, uma vez que, se a guarnição tiver que se deslocar 15 km para economizar R$ 0,10 por litro, provavelmente terá gasto toda a economia no percurso; 

2 - o motorista deve acionar o acelerador de forma suave. Quanto mais for acionado o acelerador maior será a quantidade de combustível que se envia para o motor; 

3 - evitar pisar desnecessariamente no freio, pois, além de gastar a pastilha de forma prematura, todo o esforço para atingir a velocidade pretendida é perdida; 

4 - observar o conta-giros, uma vez que a troca de marchas antes ou depois da hora, gasta mais combustível, sendo ideal entre 2500 e 3000 rpm (rotações por minuto); 

5 - não acelerar a viatura antes de desligá-la. Danifica o catalisador, o que aumenta a emissão de poluentes e prejudica o desempenho; 

6 - desligar a viatura se for ficar parada em uma ocorrência por mais do que dois minutos, exceto quando a segurança ficar comprometida; 

7 - o motorista deve evitar trafegar com a viatura na reserva. Além de correr o risco de falta de combustível no meio do serviço, o pouco combustível força a bomba de combustível (que irá queimar com o tempo) e a bomba forçada puxa mais combustível, o que aumenta o consumo; 

8 - manter os pneus sempre calibrados, pois ajuda no desempenho da viatura. Já pneus descalibrados aumentam o consumo de combustível; 

09 - desligar o condicionador de ar, quando a viatura estiver no Ponto de Estacionamento ou quando a guarnição estiver resolvendo uma ocorrência, exceto quando a segurança ficar comprometida; 

10 - evitar descansar o pé nos pedais, tendo em vista que o pé sobre o pedal do freio irá reduzir a velocidade do carro e no, da embreagem, provocará desgaste prematuro do Sistema;

 11 - não acelerar a viatura quando o sinal estiver perto de abrir; 

12 - ligar a viatura com todos os equipamentos e luzes desligados.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando