Tópicos | compra

A tão esperada hora de independência chegou e se você decide morar sozinho seja para ter mais liberdade ou por uma localização mais próxima da sua faculdade, ou emprego, tome alguns cuidados antes de procurar por locação de apartamento em São Paulo.

O bom de se morar sozinho é que você não precisa se preocupar em procurar apartamentos à venda logo de cara, no ínicio o aluguel de casa ou apartamento é mais indicado.

##RECOMENDA##

Escolha por um lugar pequeno, como uma kit net, ou com no máximo dois quartos. Com a rotina de trabalho e estudos é mais difícil de manter a organização e a limpeza do local e se o local for pequeno os serviços domésticos são menores, ocupando menos o seu tempo.

Procure por um imóvel que seja próximo da sua rotina, assim não irá perder tempo em transportes, podendo otimizar melhor seu tempo com outras tarefas, como os estudos ou momentos de lazer.

A locação de apartamentos em São Paulo dependendo do bairro que você escolher pode ser cara, por isso, se organize financeiramente para conseguir pagar o aluguel sem ficar muito apertado no final do mês.

Comece a comprar seus eletrodomésticos alguns meses antes de mudar, montar uma casa do zero requer muito investimento, então, compre aos poucos para não pesar nas contas.

Escolha morar em um Studio ou em uma Kit net

Se você está procurando um apartamento à venda em São Paulo ou para alugar que seja aconchegante para só uma pessoa, uma ótima opção são os studios que tem a metragem variada entre 25 e 50 m² e não possui a parede, sendo um espaço todo aberto.

Geralmente esse tipo de apartamento para locação fica perto de metrôs e possui uma ótima área de lazer com piscina, academias e até lavanderias. É a união de praticidade e conforto de quem mora sozinho precisa.

Com a kit net o investimento é menor e possui em várias regiões de São Paulo, a metragem é um pouco menor varia de 20 m² a 40 m², alguns possuem a opção de sala e outros somente quarto e cozinha, o que torna o imóvel mais barato. Você não vai precisar gastar muito com a mobília, já que os espaços são menores.

Chegou a hora da mudança

Morar sozinho nem sempre é uma tarefa fácil, as responsabilidades são enormes e às vezes vai bater uma saudade do conforto da casa da nossa mãe, mas saiba algumas das atitudes que podemos tomar para não ficar perdido com essa mudança.

Saiba que a decoração faz toda a diferença, e um apartamento alugado pode ter seu estilo, pense em utensílios que você possa levar caso precise se mudar ou quando decidir comprar apartamento.

Crie a rotina de manter seu apartamento limpo e organizado, reserve um dia da semana para cuidar do seu cantinho e não acumule serviços domésticos, faça um pouco por dia para não ficar pesado.

Não gaste seu dinheiro com coisas supérfluas, quem mora sozinho pode ter imprevistos, como, um gás que acaba, uma pia que entope ou um chuveiro que queima e são coisas que não conseguimos viver sem e precisam ser arrumados na hora.

Por mais que no começo você sinta muita dificuldade, essa fase vai ser um aprendizado para quando decidir buscar por apartamentos à venda em São Paulo, e você vai se sentir muito mais preparado para uma rotina familiar.

Bruna Marquezine entrou para o time dos brasileiros que agora possuem casa em Orlando, na Flórida. A beldade, segundo informações da colunista Fábia Oliveira, adquiriu um imóvel no valor de 850 mil dólares, algo em torno de R$ 3,3 milhões.

A ideia da atriz é alugar a casa para os turistas que quiserem visitar a cidade e, de quebra, se divertir nos parques da Disney. Ainda de acordo com a colunista, a casa possui nove quartos e possui uma decoração cafona. Por isso, os corretores acham que pode ser difícil alugar o local por temporada.

##RECOMENDA##

Quem também entrou para o negócio de imóveis foi Larissa Manoela. A atriz está prestes a adquirir o seu quarto imóvel na cidade.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu trocar a chefia da área de segurança e lançou um edital de R$ 664,8 mil para a compra de equipamentos de raio X e detector de metais portáteis. Os movimentos na segurança interna do Tribunal ocorrem em meio ao recrudescimento das manifestações contra o Supremo na Praça dos Três Poderes e à repercussão das bombásticas declarações do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Na semana passada, Janot afirmou ter planejado assassinar a tiros o ministro Gilmar Mendes dentro do próprio STF, em 2017.

A troca na chefia da segurança do tribunal - responsável por proteger tanto os ministros quanto a sede do STF e dos dois edifícios anexos - era esperada havia meses. A gestão do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, escolheu o delegado Paulo Gustavo Maiurino, ex-secretário dos governos Geraldo Alckmin e Wilson Witzel.

##RECOMENDA##

No mês passado, antes das declarações de Janot virem à tona, o Supremo decidiu abrir uma licitação para a compra de equipamentos de raio X e detector de metais portáteis. Integrantes da Corte vêm discutindo reservadamente se as autoridades que ingressam no tribunal por uma entrada restrita no salão branco também deverão passar por raio X.

O Supremo proíbe a entrada de pessoas portando qualquer tipo de arma, mas autoridades que ingressam nas instalações do Tribunal - como parlamentares, governadores e procuradores-gerais da República - não passam por detectores de metais, já que utilizam um acesso restrito, diferente daquele usado pelo público comum.

Uma instrução normativa do tribunal, de 2013, estabelece que é proibida a entrada de "pessoas portando qualquer tipo de arma", exceto inspetores, agentes de segurança do próprio tribunal, policiais civis, militares, federais e rodoviários federais, os servidores da área de segurança do Poder Judiciário, das polícias da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e da Câmara Legislativa e os militares das forças armadas em atividade de serviço.

Procurado pela reportagem, o STF informou que não poderia comentar a compra porque a licitação "faz parte da estratégia de segurança". No ano passado, para aumentar a segurança dos magistrados, o STF acertou a compra de 14 carros blindados por R$ 2,8 milhões.

Contato: rafael.moura@estadao.com

Facebook anunciou nesta segunda-feira a compra de uma empresa que pesquisa como controlar computadores e outros dispositivos com a mente.

Através desta aquisição, a startup CTRL-labs passará a formar parte do "laboratório de realidade" do Facebook com o objetivo de aperfeiçoar a tecnologia e convertê-la rapidamente em um produto de massa, disse Andrew Bosworth, vice-presidente da divisão de realidade virtual e aumentada da rede social, com sede na Califórnia.

##RECOMENDA##

"Sabemos que há maneiras mais naturais e intuitivas de interagir com dispositivos e tecnologia e queremos desenvolvê-las", disse Bosworth ao anunciar o acordo.

Diferentemente de outros sistemas que buscam a comunicação entre o cérebro e as máquinas mediante implantes cerebrais, este sistema de controle funciona simplesmente com uma pulseira.

Segundo Bosworth, a pulseira decodifica impulsos elétricos como os que o cérebro envia aos músculos da mão para realizar determinados movimentos, como 'clicar' um mouse ou apertar um botão.

A pulseira traduz então estes impulsos em sinais que um dispositivo é capaz de compreender, permitindo assim o controle mental do aparelho, segundo o Facebook.

Facebook não revelou o valor da aquisição, mas a imprensa especializada fala em um negócio de 500 milhões de dólares.

Mayra Cardi se envolveu em uma nova polêmica recentemente. Em seus Stories do Instagram, a life coach mostrou a compra de uma pessoa que estava na sua frente em um supermercado. No caixa, a pessoa em questão, que parecia ser uma mulher, estava passando produtos como pão e bolo, o que deixou a influenciadora digital indignada. No vídeo, ela ainda diz o seguinte:

- Isso aí mata uma família só no café da manhã, sem muito esforço. Fico chateada quando vejo uma pessoa fazendo uma compra dessa, juro por Deus.

##RECOMENDA##

Nas redes sociais, muita gente criticou a atitude de Mayra. Veja alguns comentários feitos no Twitter:

Mas aquilo não é só um pacote de pão e um bolo? O que ela viu ali que justifica esse comentário?

Deve estar saindo do bolso dela para estar reclamando.

Já pensou se ela chegasse a cuidar da própria vida?

Na última quarta-feira, dia 28, Mayra falou sobre as críticas que costuma receber nas redes sociais. Novamente em seus Stories, a life coach fez um desabafo sobre a morte de seu pai e da importância da alimentação em muitas doenças. Confira:

- A cada dez mil pedras que eu recebo na minha cara, dez pessoas permanecem vivas. E são exatamente por essas pessoas que eu permaneço aqui. Sangrando, recebendo pedrada, mas eu permaneço aqui. É o meu propósito de vida. Eu perdi o meu pai de câncer, e antes dele morrer, eu estudei bastante sobre alimentação, porque eu queria entender da onde vinha essa doença e como fazia para parar. Quem já teve essa doença, ou já teve alguém de perto com essa doença, sabe o quanto a alimentação interfere, potencializa, e o quanto é necessário cuidar da alimentação para você cuidar dessa doença. A partir desse momento, eu não podia mais ignorar. Eu decidi não fazer só por mim, pelo meu pai, pela minha família, mas decidi jogar essa informação para frente.

E aí, o que você achou?

A cineasta Paula Braun compartilhou no twitter a surpresa ao receber a confirmação da compra de uma bolsa de grife de quase R$ 7 mil. Em um momento de descuido de Paula com o celular, Benjamin, de 4 anos, aproveitou o momento e finalizou a compra da bolsa da grife Jacquemus. A bolsa tem cerca de 1 metro.

Paula é casada com o ator Mateus solano desde de 2012. Os dois são pais de Benjamim, 4 anos, e Flora, de 8. Confira a postagem:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

 

[@#galeria#@]

Um suspeito, de 24 anos, foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por receptação de um carro locado em São Paulo. O veículo, apreendido no km 57, da BR 104, em Caruaru, no Agreste pernambucano, deveria ter sido entregue dois dias após o aluguel, realizado no dia 10 de outubro de 2018.

##RECOMENDA##

Durante a abordagem, na noite dessa segunda-feira (12), agentes rodoviários descobriram uma queixa de apropriação indébita do automóvel, pois o motorista não o devolveu no prazo estipulado. O suspeito informou que comprou o carro em janeiro, por R$ 44 mil, através de um conhecido site de comércio. Ele foi encaminhado à delegacia do município, que ficará responsável pelo caso.

 

A fundação familiar dinamarquesa Kirkbi, acionista majoritária da marca de brinquedos Lego, anunciou nessa sexta-feira (28) que vai adquirir por US$ 7,5 bilhões a companhia britânica Merlin Entertainment, responsável por atrações turísticas como os museus de cera Madame Tussaud's, a roda gigante London Eye e os parques de diversões Legoland.

Participarão também do negócio os fundos Blackstone, dos EUA, e o CCPIB, do Canadá, que terão juntas 50% da Merlin. A outra metade ficará com a Kirkbi, que já detinha participação de 30% na britânica, resultantes do acordo referente à marca Legoland, em 2005. A Kirkbi é a fundação da família de Kirk Kristiansen, neto do criador da Lego e responsável por sua expansão global.

##RECOMENDA##

Hoje, a Merlin recebe anualmente 67 milhões de pessoas em suas 120 atrações, espalhadas por 25 países - é a segunda maior empresa de parques turísticos do mundo, ficando atrás da Disney.

Na alta temporada, emprega cerca de 28 mil pessoas no mundo e teve receita anual equivalente a US$ 2,1 bilhões. Com a compra, a Merlin será retirada do mercado de capitais - hoje, a empresa negocia suas ações na bolsa de valores de Londres.

"Acreditamos que este grupo de investidores tem os recursos necessários para levar a Merlin ao próximo passo de crescimento", disse Soren Thorup Sorensen, presidente executivo da Kirkbi, em comunicado.

Na mesma nota, a britânica Merlin informou que o acordo lhe dará novo escopo e "investimento de longo prazo", num momento no qual a fabricante dinamarquesa de brinquedos busca sua expansão na China.

Conhecida por seus bloquinhos de plásticos coloridos, a Lego planeja dobrar o número de lojas no país asiático, para 140 estabelecimentos.

"Lojas físicas são importantes para dar às crianças a experiência mágica de brincar", disse, em março, o presidente executivo da Lego, Niels B. Christiansen, ao anunciar o plano de expansão. Além disso, segundo ele, são espaços importantes para reforçar a marca da empresa.

Ásia

Hoje, a China tem menos de 10% das vendas da fabricante dinamarquesa. Já a Merlin, com três museus do Madame Tussaud's no país, disse, em janeiro, que estava em conversas avançadas para construir diversos parques Legoland chineses, em parceria com empresas locais.

O investimento no mercado chinês é apenas uma das estratégias da Lego para estabilizar seus negócios depois de ter visto, em 2017, suas receitas caírem pela primeira vez em uma década. O revés é atribuído à competição com brinquedos digitais.

Novos mercados

Em março, ao anunciar seus resultados globais, a empresa disse ter planos para começar a se expandir no Oriente Médio, na África do Norte e também na Índia. "Em três anos, estaremos investindo pesado no mercado indiano", disse Christiansen.

Hoje, além de vender bloquinhos, a Lego também realiza jogos e filmes com sua identidade visual, em parceria com a americana Warner. No ano passado, a Lego faturou US$ 5,5 bilhões, impulsionada por brinquedos de marcas como Star Wars e Harry Potter.

Outro investimento realizado pela dinamarquesa para se tornar uma empresa mais digital é a criação de aplicativos de realidade aumentada - a tecnologia, popularizada pelo jogo Pokémon Go, adiciona uma camada virtual ao mundo real, por meio de dispositivos como celulares e óculos especiais. No caso da Lego, a intenção é criar aplicativos nos quais seja possível brincar com os bloquinhos a partir da tela dos smartphones. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.L

Com reviravoltas comparáveis a final de novela, acabou nesta sexta-feira, 14, a disputa entre Magazine Luiza e Centauro pela compra da Netshoes. Quem levou a empresa foi o Magazine, cuja proposta de compra foi aprovada por 90,32% dos acionistas da Netshoes em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada nesta data na capital paulista.

A Magalu adquirirá a integralidade das ações de emissão da Netshoes pelo preço de US$ 3,70 por ação, totalizando aproximadamente US$ 115 milhões. A operação será concluída até o dia 19 de junho. O valor é 85% maior que o oferecido inicialmente pela varejista.

##RECOMENDA##

O Magazine Luiza foi quem primeiro demonstrou interesse em comprar a Netshoes e fez uma oferta no final de abril de US$ 2,00 por ação da companhia, perfazendo um total de US$ 62 milhões. Durante um mês, essa foi a única proposta formal recebida pela Netshoes, até que, no dia 23 de maio, a Centauro resolveu entrar no páreo, oferecendo US$ 2,80 por ação, ou US$ 87 milhões pelo negócio.

A partir daí, a briga pelas operações da varejista de material esportivo apenas se acirrou. No mesmo dia em que a Centauro apresentou sua oferta, o Cade publicou despacho aprovando a operação entre o Magazine e a Netshoes sem restrições. Com a Netshoes com pressa para fechar negócio, devido ao seu prejuízo operacional, caixa negativo e capital de giro deficiente, o despacho foi ponto a favor do Magalu, que, em seguida, aumentou a oferta para US$ 3,00 por ação, ou US$ 93 milhões.

Porém, dois dias antes da Assembleia Geral Extraordinária, a Centauro elevou sua oferta para US$ 3,50 por ação (US$ 108,7 milhões). A Netshoes decidiu, então, adiar a Assembleia.

Na primeira semana de junho, a Netshoes marcou nova data para a AGE e, em comunicado, a empresa avaliou que a proposta da Centauro não dava garantias suficientes em relação à condição financeira da empresa ou tratava adequadamente "as preocupações de liquidez de curto prazo". O conselho de administração da Netshoes recomendou, portanto, que os acionistas votassem a favor do acordo com o Magazine Luiza.

A Centauro não se deu por satisfeita e, na quarta-feira, aumentou novamente a oferta, para US$ 3,80 por ação, e, dessa vez, enumerou uma série de medidas de apoio para que a Netshoes pudesse suportar a pressão sobre seu fluxo de caixa operacional até que a transação se consumasse. Elas incluíam o empréstimo de até R$ 120 milhões à Netshoes para reforçar o capital de giro e um financiamento adicional com o Banco Votorantim, elevando de R$ 325 milhões para R$ 375 milhões os recursos a serem tomados por empréstimo para subsidiar a consumação da fusão.

Além disso, um edital publicado pelo Cade na quinta-feira, 13, considerou que eventual operação entre Netshoes e Centauro seria analisada pelo rito sumário, o que significa que a análise da transação seria realizada no prazo máximo de 30 dias, a contar de 12 de junho. Porém, por ser parte interessada, o Magazine Luiza tinha a prerrogativa de apelar ao Cade em até duas semanas. Fontes informaram ao Broadcast que a empresa faria uso dessa ferramenta, caso necessário.

Faltando pouco mais de 12 horas para a assembleia desta sexta, a Centauro fez uma última tentativa de levar a Netshoes e, na quinta à noite, elevou a oferta para US$ 4,10 por ação (US$ 127,3 milhões). O conselho de administração da Netshoes considerou que não teria tempo para avaliar adequadamente a nova proposta e reiterou sua recomendação para que os acionistas aprovassem o acordo fechado com o Magazine Luiza - opção apoiada por mais de 90% dos acionistas nesta sexta-feira.

A partir deste mês de junho, clientes do banco Itaú poderão comprar dólares e euros pelo aplicativo da empresa. O serviço está disponível 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana.

Quem precisar comprar as moedas estrangeiras consegue garantir a taxa de câmbio do momento e pode retirar as notas em até cinco dias úteis, de acordo com o horário de funcionamento da agência escolhida.

##RECOMENDA##

O serviço não cobra tarifas e o cliente do banco também terá condições melhores na taxa de câmbio para comprar pelo celular. O usuário também será avisado com alertas no aplicativo ou via SMS para lembrá-lo do prazo de retirada da moeda na agência.

Os suíços votam, neste domingo (19), en um referendo para decidir se respaldam a lei do governo destinada a endurecer a compra e posse de armas, para se adaptar à legislação europeia, ou dão razão aos praticantes de tiro esportivo, que se opõem por sentir que ameaça sua atividade.

O alerta do governo é claro: uma rejeição à lei excluiria a Suíça - que não é membro da União Europeia (UE) - dos acordos europeus de Schengen e de Dublin, "a não ser que todos os Estados da UE e a Comissão Europeia aceitem olhar para o outro lado".

Se ocorrer, essa exclusão teria consequências no âmbito da segurança e do asilo, mas também no setor turístico, e custaria "bilhões de francos suíços ao ano", segundo as autoridades federais.

Considerando as ameaças "exageradas", o mundo do tiro esportivo lançou um referendo, garantindo que a lei será "totalmente inútil contra o terrorismo" e que "eliminará o direito de ter uma arma", além de "enterrar" sua disciplina.

Mesmo assim, consideram que poderia ser encontrada uma "solução pragmática" com a UE. O bloco não tem "nenhum interesse" em excluir a Suíça do SIS, uma rede europeia de informação comum em matéria de criminalidade e terrorismo, explicou à AFP Olivia de Weck, capitã do Exército e vice-presidente do grupo de armas suíço ProTell.

A UDC, partido de direita populista mais bem votado no país, é a única formação a apoiá-los.

- 'Arma proibida' -

Sem um registro federal, é difícil saber quantas armas estão em circulação na Suíça. Além disso, uma mesma pessoa pode pedir várias permissões, e cada uma permite adquirir três armas.

Segundo o centro de pesquisa Ginebra Small Arms Survey, em 2017, havia mais de 2,3 milhões de armas nas mãos de civis na Suíça, ou seja, quase três por cada 10 habitantes, o que colocaria a Suíça no 16º lugar da escala mundial de países segundo o número de armas por habitante.

A nova legislação não prevê um registro central, mas obriga a marcar todos os elementos essenciais de uma arma. Ela também classifica as armas semiautomáticas com carregador de grande capacidade na categoria de armas "proibidas" - embora colecionadores e atiradores esportivos possam continuar a adquiri-las com um "autorização excepcional".

Colecionadores e museus devem indicar como preveem garantir a conservação dessas armas "proibidas", que estão que ser listadas. Atiradores terão que demonstrar, após cinco anos e depois de dez anos, que praticam o esporte com regularidade.

- Rifle do ejército -

Na Suíça, onde quase não há ataques a tiros, o apego pelas armas bebe na tradição de um exército de milicianos que mantêm seus rifles em casa.

Há muitas ocasiões em que você pode praticar o tiro, como a festa federal de tiro ou competições populares, e o interesse por calibres de todos os tipos cresceu nos últimos anos.

Com a nova lei, o rifle do exército não será incluído na categoria de calibres "proibidos" se o seu proprietário o mantiver ao final de seu serviço militar. No entanto, será se a arma passar para um herdeiro ou for vendida.

A última pesquisa do instituto gfs.bern, publicada em 8 de maio, indicou que sim (65%) vencerá o não (34%).

O Sistema Hapvida assinou a carta de intenções para a aquisição integral da operação do Grupo São Francisco, orçada em R$ 5 bilhões. Para o negócio se concretizar, falta a aprovação da Agência Nacional de Saúde (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), que são os órgãos reguladores. Se confirmado, o Sistema Hapvida deve se tornar a maior operadora de saúde do Brasil.

Essa liderança se dá em número de beneficiários, exceto quando comparado com as operadoras que trabalham exclusivamente com a venda de planos odontológicos. O Hapvida, com a aquisição de cerca de 1 milhão e 800 mil clientes do Grupo São Francisco, formará a maior operadora do país, servindo mais de 5,8 milhões de beneficiários em todas as regiões do País.

##RECOMENDA##

O Grupo São Francisco é muito presente na região sul do Brasil, sendo assim, o Hapvida deve ampliar sua presença nessa localidade. "O Sistema Hapvida tem sua expertise para crescer fora das Regiões Norte e Nordeste do País. As duas empresas têm culturas semelhantes e faremos um trabalho de regionalização muito forte a partir de agora", declara Jorge Pinheiro, presidente do Hapvida.

O Supremo Tribunal Federal (STF), inconformado com a proibição de comer lagostas e tomar vinhos importados e premiados, conseguiu derrubar uma decisão liminar que havia suspendido sua licitação para contratar as refeições oficiais.

O vice-presidente da 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal (TRF-1), desembargador Kassio Marques, cassou a decisão liminar que havia suspendido a licitação do STF. A decisão assinada nesta segunda-feira (6) derruba o entendimento da juíza federal Solange Salgado, do Distrito Federal.

##RECOMENDA##

Ela havia cancelado o pedido do STF com o argumento de que o edital da lagosta e do vinho não se insere como "necessário para a manutenção do bom e relevante funcionamento do Supremo Tribunal Federal" e os itens exigidos na licitação "destoam sobremaneira da realidade socioeconômico brasileira, configurando um desprestígio ao cidadão brasileiro que arduamente recolhe seus impostos para manter a máquina pública funcionando a seu benefício".

A União Nacional dos Juízes Federais (Unajuf) enalteceu a juíza Solange, da 1.ª Vara Federal do Distrito Federal, que suspendeu a compra pelo Supremo de medalhões de lagosta e vinhos, e pediu à Advocacia-Geral da União que não recorresse da decisão. Mas não teve jeito.

Em sua decisão, o desembargador federal Kassio Marques, vice-presidente em regime de plantão, decidiu que "o detalhamento do menu, constante do edital, para além de ser meramente exemplificativo, foi utilizado como parâmetro adotado pelas empresas licitantes para a composição de preços, expediente que reduziu a margem de subjetividade quanto à qualidade dos produtos licitados".

Segundo Marques, o pregão realizado em 26 de abril teve lance mínimo de R$ 463.319.30, abaixo do valor original de R$ 1,134 milhão. Disse ainda que sua decisão "não se trata de mera liberação do prosseguimento da licitação", mas de alerta, por que a "tese acolhida no Juízo de primeiro grau referenda a preocupante ideia de que, no âmbito do Supremo Tribunal Federal, que abriga nada menos do que a Chefia de um dos Poderes da República, o Poder Judiciário, são concebidos atos com desvio de finalidade".

"O restabelecimento da verdade e o afastamento de tão preocupante nódoa demanda a imediata entrega da prestação jurisdicional requerida a teor do que já foi exposto nos fundamentos de mérito e diante do quadro fático de simples compreensão dos fatos", declarou.

Na avaliação e Marques, licitude e a prudência com que se desenvolveu o processo licitatório desautorizam tal ideia, que reflete uma visão distorcida dos fatos, nutrida por interpretações superficiais e açodadas, daí se justificando o acionamento da excepcional jurisdição plantonista para que, imediatamente, se afaste a pecha indevidamente atribuída ao STF".

Iguarias

O fato é que a decisão libera refeições que contenham, obrigatoriamente, pratos como bobó de camarão, camarão à baiana e "medalhões de lagosta". As lagostas devem ser servidas "com molho de manteiga queimada".

A Suprema Corte exigiu no edital que sejam colocados à mesa pratos como bacalhau à Gomes de Sá, frigideira de siri, moqueca (capixaba e baiana) e arroz de pato. O cardápio ainda traz vitela assada, codornas assadas, carré de cordeiro, medalhões de filé e "tournedos de filé".

Premiações internacionais

Quanto aos vinhos, os critérios são rígidos. Se for tinto, tem de ser Tannat ou Assemblage, contendo esse tipo de uva, de safra igual ou posterior a 2010 e que "tenha ganhado pelo menos 4 (quatro) premiações internacionais". "O vinho, em sua totalidade, deve ter sido envelhecido em barril de carvalho francês, americano ou ambos, de primeiro uso, por período mínimo de 12 (doze) meses."

Para os vinhos brancos, "uva tipo Chardonnay, de safra igual ou posterior a 2013", com no mínimo quatro premiações internacionais.

A caipirinha deve ser feita com "cachaça de alta qualidade", leia-se: "cachaças envelhecidas em barris de madeira nobre por 1 (um) ou 3 (três) anos."

Destilados, como uísques de malte, de grão ou sua mistura, têm que ser envelhecidos por 12, 15 ou 18 anos. "As bebidas deverão ser perfeitamente harmonizadas com os alimentos", descreve o edital.

Segundo o STF, a licitação foi realizada "observando todas as normas sobre o tema e tendo por base contrato com especificações e características iguais ao firmado pelo Ministério das Relações Exteriores e validado pelo TCU".

A Polícia Militar de São Paulo anunciou a compra de 40 mil pistolas calibre .40 para sua tropa, em uma licitação internacional com audiência pública prevista para esta quinta-feira, 2. Com a segurança pública no centro de suas promessas de campanha, o governador João Doria (PSDB) chamou a imprensa nesta terça-feira, 30, para divulgar o investimento e anunciar exigências técnicas do novo armamento.

São previstos investimentos de R$ 80 milhões na aquisição das pistolas, cujo calibre é de uso exclusivo das polícias. A qualidade das armas compradas pelo governo de São Paulo foi, durante as gestões de Geraldo Alckmin (PSDB) e Márcio França (PSB), tema frequente de queixas por parte dos policiais, que encheram as redes sociais com vídeos mostrando falhas durante o uso das pistolas atuais. Na Assembleia Legislativa paulista, o tema foi alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na gestão passada.

##RECOMENDA##

A PM informou que exigirá três certificados de qualidade diferente das empresas interessadas na disputa, seguindo critérios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otam), grupo de cooperação militar dos Estados Unidos e nações do oeste europeu. Um dos testes exigidos é que a pistola seja capaz de efetuar 10 mil disparos sem necessidade de manutenção.

O Estado tem cerca de 98 mil pistolas e, segundo a PM, parte delas é de modelos que não têm mais peças de reposição e serão aposentadas. Há proposta de comprar mais 40 mil pistolas no ano que vem. Na licitação atual, o cronograma prevê que as primeiras 8 mil armas cheguem à tropa nas ruas em dezembro, e o restante ao longo dos próximos três anos.

A rede Magazine Luiza anunciou na noite desse segunda-feira (29), a compra da Netshoes por US$ 62 milhões, equivalente a R$ 244 milhões. Com a junção, a empresa de comércio eletrônico será uma subsidiária da companhia, e seus acionistas receberão o valor das ações em dinheiro.

O comunicado enviado à imprensa informa que os acionistas donos de aproximadamente 47,9% do capital social da Netshoes se comprometeram a votar, em assembleia, a favor da operação. "A conclusão da operação está condicionada à satisfação de determinadas condições precedentes estabelecidas no 'Agreement and Plan of Merger', incluindo, entre outras, sua aprovação pelos acionistas da Netshoes em assembleia geral, de acordo com as leis das Ilhas Cayman, e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE", diz o comunicado.

##RECOMENDA##

De acordo com a Magazine Luiza, a Netshoes será incorporada por uma subsidiária da companhia, constituída nas Ilhas Cayman. Dessa forma, não está sujeita ao disposto no artigo 256 da Lei das Sociedades por Ações.

O empresário Fábio Carvalho, especializado em assumir empresas em dificuldades, assinou contrato nesta quarta-feira, 17, para a compra do Grupo Abril. Dentro do acordo, ele assume também a presidência da companhia, que publica títulos como Veja, Exame e Cláudia.

O grupo soma dívidas de R$ 1,6 bilhão e está em recuperação judicial. A assembleia para discussão do plano de recuperação da companhia está prevista para 25 de maio. Carvalho é sócio da Legion Holdings e já assumiu outras empresas em dificuldades no passado, como as varejistas Leader e Casa & Vídeo.

##RECOMENDA##

A Ser Educacional anuncia a compra da UniNorte, em Manaus. O valor base (Enterprise value) é de R$ 194,814 milhões, do qual será deduzido endividamento líquido de R$ 9,814 milhões.

A transação se deu pela subsidiária Centro Nacional de Ensino Superior, por 100% do capital social da Sociedade de Desenvolvimento Cultural do Amazonas Ltda., mantenedora do Centro Universitário do Norte (UniNorte).

##RECOMENDA##

Em nota, a Ser informa que a empresa é líder de mercado na região e que no final de 2018 contava com 25,172 mil alunos com matrícula ativa, dos quais 23,233 mil na graduação. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da UniNorte é de R$ 18,7 milhões.

Na região, a Ser Educacional já atua com a Uninassau.

"Em linha com sua estratégia de buscar ser relevante nessas regiões e presente nas demais regiões do Brasil, o grupo Ser Educacional fortalece sua presença na região Norte do Brasil, assumindo número significativo de alunos de graduação presencial na cidade de Manaus, por meio de uma marca reconhecida na cidade, vencedora da pesquisa top of mind nos últimos 8 anos consecutivos e passa a ser referência de mercado nas duas maiores cidades da região Norte do Brasil, uma vez que já é líder de mercado em Belém, no estado do Pará", diz em nota

Tradicionalmente servido nos almoços do feriado de Sexta-Feira Santa, o peixe é uma ótima opção na troca da carne vermelha ou de frango por ser rico em proteínas e demais nutrientes, mas o consumidor deve estar atento para não ser contaminado por doenças transmitidas por bactérias, vírus, parasitas, biotoxinas e resíduos de metais pesados, que residem no alimento.

A diretora do Grupo de Alimentos do Centro de Vigilância do Estado de São Paulo, Claudia Maria Ruggiero Amaral, alerta que no momento da compra o consumidor deve escolher peixes frescos e conservados no gelo.

##RECOMENDA##

"A higiene e o armazenamento são itens importantes. No supermercado devem estar em balcão frigorífico, e na feira, é necessário ter gelo picado por cima, estar exposto em balcão de aço inox inclinado e protegido do sol e de insetos, além de ser obrigatório que o feirante use luvas descartáveis", explica. "No caso dos peixes congelados que são vendidos em embalagens, o balcão onde estiver armazenado não pode estar superlotado. Isso impede a circulação do ar frio e compromete a qualidade", acrescenta.

Já quanto ao bacalhau, que é o peixe mais servido na data, Claudia recomenda o conhecimento da procedência do alimento. "Uma boa pesquisa de preços e tipos de qualidades pode levar a uma compra mais acertada. Não adquira se ele estiver com manchas avermelhadas ou pintas pretas no dorso, sinais que indicam a presença de bolor ou deterioração", ensina

A especialista afirma ainda que o armazenamento em casa também requer cuidados. "Os alimentos devem ser refrigerados e congelados na geladeira ou freezer e consumidos até a data de validade indicada no rótulo dos produtos. Na ausência dessas informações, os pescados podem ser mantidos na geladeira durante três dias na temperatura de 2º C, e no freezer durante três meses na temperatura de -18ºC", orienta.

Com o cartão de crédito da mãe, um menino de 7 anos comprou um brinquedo raro no eBay por R$ 38 mil. Sem condições de arcar com a compra, agora, a mãe implora pelo reembolso. O caso aconteceu em Sydney, capital da Austrália.

Donna Jacob, de 47 anos, tomou um susto ao receber o e-mail informando sobre a compra do brinquedo Coles Stikeez Golden Billy Banana, que teve apenas 100 exemplares. Seu filho, um colecionador da Coles, conseguiu adquirir o item online com três cliques, já que os dados cadastrais estavam preenchidos automaticamente.

##RECOMENDA##

"Certamente não é nada para o que oramos e nada podemos pagar", contou em entrevista ao canal Seven. Preocupada, a australiana contatou a PayPal. Em resposta, a empresa afirmou que a compra foi uma espécie de "fraude amigável" e é improvável que o dinheiro seja devolvido.

A Walt Disney concluiu nesta quarta-feira (20) a aquisição da Fox, por 71,3 bilhões de dólares, cerca de 270 bilhões de reais, depois de ter recebido o aval de reguladores de vários países. Assumindo a propriedade do estúdio de TV e filmes da 20th Century Fox, das redes a cabo FX, FXX e National Geographic, além de outros ativos internacionais da televisão. A disney também adquiriu os 30% de participação da Fox no Hulu, dando a empresa do Mickey Mouse controle Majoritário.

Aqui no Brasil a compra havia sido aprovada em Fevereiro pelo Conselho de Administrativo de Defesa Econômica (Cade), após a Disney apresentar uma proposta para venda da Fox Sport para obter a aprovação do negócio. A fusão prevê uma enorme transformação na indústria do entretenimento, o que também deve resultar em demissões em massa.

##RECOMENDA##

A aquisição de uma parte significativa do negócio da 'rival', assim como conteúdos envolvidos, como 'Os Simpsons', 'Star Wars', Marvel, Pixar, 'Avatar' e 'Alien' abre caminho para o lançamento ainda este ano do serviço de assinatura Disney+, plataforma com qual a Disney pretende competir com a Netflix, líder do setor.

Por Waleska Andrade

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando