Tópicos | 99

O aplicativo de transporte 99 firmou uma parceria com os postos Shell que vai beneficiar os condutores integrados à plataforma com o desconto de 5% no abastecimento. Para conquistar o abatimento, os 600 mil motoristas da startup brasileira devem baixar o app de pagamento desenvolvido pela rede de postos de combustível, disponível para iOS e Android.

Os condutores interessados no desconto devem possuir o Cartão99 da bandeira MasterCard e vinculá-lo como forma de pagamento ao aplicativo Shell Box. Após o cadastro, a redução no valor do abastecimento de etanol e gasolina será permitida, segundo a 99. A promoção não se estende ao abastecimento de gás natural. 

##RECOMENDA##

 O objetivo é difundir a plataforma para proporcionar mais agilidade e segurança às viagens dos 18 milhões de clientes no país. Outros benefícios como o acúmulo de milhas também são prometidos na plataforma.

 

Motoristas do aplicativo de transporte urbano 99 poderão receber o pagamento da corrida em até 1 segundo. De acordo com a empresa, esse recebimento está sendo disponibilizado graças a parceria feita com a BePay, que foi criada para intermediar pagamentos de produtos e serviços ambientais online e offline.

Sendo assim, as transações do cartão de débito Visa, distribuído gratuitamente aos condutores do 99 para que possam receber os pagamentos - passam de até 24 horas para segundos. A parceria entre o aplicativo de transportes e a BePay também está possibilitando novos Cartões 99 contactless, permitindo que os pagamentos sejam feitos ao encostar o cartão na maquininha, sem a necessidade de inserção ou digitação de senha. 

##RECOMENDA##

A novidade já está disponível e deve ser expandida nos próximos meses. Além disso, os condutores contarão com uma conta digital que possibilitará o pagamento de contas de luz e água pelo dispositivo. Segundo Davi Miyake, Diretor de Operações da 99, essas ações do grupo são importantes. “Com essas funcionalidades nós oferecemos soluções inovadoras para facilitar a vida dos motoristas no Brasil, onde 30% da população, ou 60 milhões de pessoas, não possuem conta no banco.” Para utilizar o recurso o motorista deve solicitar o Cartão 99 pelo app ou na Central de Atendimento ao usuário pelo telefone 0300 3132 421.

Motoristas de transporte por aplicativo organizam uma carreata na manhã desta quinta-feira (14) no Recife. O ato ocorre após o homicídio de mais um motorista de aplicativo, na quarta-feira (13), no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife.

 A vítima, Eronides Albuquerque da Silva, de 39 anos, foi encontrada sem vida dentro do carro na Rua General Polidoro na madrugada da quarta. De acordo com a Polícia Civil, ele sofreu disparos de arma de fogo. Um inquérito foi instaurado para identificar os autores do crime.

##RECOMENDA##

 Nesta manhã, motoristas de aplicativo se concentram em frente ao Classic Hall, na divisa entre Recife e Olinda. Eles cobram medidas de segurança às empresas e ao governo do estado. Segundo o representante da categoria Thiago Silva, ocorreu uma reunião com o governo no início do ano, mas a situação não melhorou.

“Hoje a gente vai fazer barulho”, prometeu Thiago Silva. O percurso do ato não foi divulgado. Segundo Silva, foram seis homicídios de motoristas de aplicativo em Pernambuco em 2019.

Os motorista do aplicativo 99 agora poderão ter como 'guia' do Waze, aplicativo de direção no trânsito, as vozes dos personagens Scooby-Doo e Salsicha. Esses personagens clássicos famosos na televisão e no cinema agora integram a campanha "Dupla Imbatível", disponível para os smartphones iOS e Android por 30 dias. De acordo com a 99, essa será a primeira voz em português no Waze que é gravada por duas pessoas. 

Além da voz dos personagens, os usuários poderão optar entre os ícones para ser o seu carro no mapa do aplicativo. Para ativar a voz do Scooby-Doo, basta acessar o Menu, ir à aba Configurações e, na seção Instruções de Voz, escolher a opção “Português (BR) – Scooby-Doo. Para mudar o carro, na mesma aba de Configurações, o usuário deve ir na seção Configuração de exibição, na aba de Carro no mapa, e escolher entre os ícones.

##RECOMENDA##

“Customizar os comandos de voz do Waze torna experiência de dirigir mais divertida e permite um nível de engajamento único para as marcas - ainda mais com a novidade de ter dois personagens dividindo o papel de nos guiar pela cidade. A nossa parceria com a 99 nessa ação, além de inovar, também reforça o posicionamento do Waze como o 'dupla imbatível' do motorista brasileiro", diz Leandro Esposito, diretor geral do Waze para o Brasil.

Usuários do aplicativo 99 já podem contar com uma nova atualização da ferramenta, que permite adicionar paradas na mesma viagem. A funcionalidade permite colocar até dois outros locais de chegada em uma única corrida e também possibilita alterar os locais durante o trajeto. O recurso já deve soar familiar para quem costuma usar a concorrente Uber, mas não deixa de ser uma mão na roda para quem sentia falta dessa comodidade no app.

A empresa também tratou de permitir o compartilhamento do trajeto com amigos e familiares, aumentando a segurança de quem usa o serviço. Mas não foram apenas os passageiros que ganharam atualizações. Há algum tempo a 99 vem, cada vez mais, buscando formas de proteger também seus prestadores de serviço.

##RECOMENDA##

Para manter essa proposta, o aplicativo feito para motoristas agora notifica o condutor sobre usuários frequentes. Assim como é possível ver o perfil de quem dirige, agora também será possível ver alguns dados do passageiro, como o histórico de frequência e nota.

LeiaJá também

--> Pesquisa: brasileiros não planejam gastos com transporte

--> Motoristas da 99 passam a fazer reconhecimento facial

--> Detran explica transporte de bebês em veículos de aluguel

Na última segunda-feira (13), a 99, aplicativo de transporte urbano, anunciou que toda a sua frota de motoristas passou a utilizar uma ferramenta de reconhecimento facial. Desenvolvido por engenheiros e programadores de três países distintos o sistema identifica automaticamente o rosto dos condutores antes deles se conectarem ao app. A iniciativa vem para aumentar a segurança das corridas da plataforma.

Periodicamente aos motoristas cadastrados no aplicativo deverão confirmar suas identidades através do reconhecimento facial. A imagem coletada é comparada com a do banco de dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). De acordo com a empresa, atualmente, todos os condutores já passaram pela confirmação de identidade.

##RECOMENDA##

Além das checagens periódicas a ferramenta pode identificar padrões de uso dos motoristas e solicitar checagens adicionais. Verificações randômicas também são realizadas.

Recentemente, quem também passou a fazer o procedimento de reconhecimento facial foi a Amazon. A gigante passou a exigir de seus motoristas entregadores que tirem uma selfie antes de continuar o serviço, para evitar fraude nas entregas.

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu hoje (9) que os municípios não podem contrariar a lei federal que regulamentou os serviços de motoristas particulares dos aplicativos Uber, Cabify e 99. A Corte também estabeleceu que qualquer proibição ou restrição aos aplicativos é inconstitucional.

As decisões foram tomadas a partir do encerramento do julgamento sobre a legalidade dos serviços de aplicativos. Ontem (8), por unanimidade, o STF decidiu que os municípios podem fiscalizar o serviço, mas não podem proibir a circulação dos motoristas.

##RECOMENDA##

O Supremo julgou ações contra leis de Fortaleza e de São Paulo proibindo a atuação dos motoristas. O caso foi julgado a partir de ações protocoladas pelo PSL e pela Confederação Nacional de Serviços (CNS).

"No exercício de sua competência para regulamentação e fiscalização do transporte privado individual de passageiros, os municípios e o Distrito Federal não podem contrariar os parâmetros fixados pelo legislador federal e Constituição Federal", decidiu o STF.

Em março de 2018, a Lei nº 13.640 regulamentou a atividade e definiu que o motorista desses aplicativos deve possuir uma versão da Carteira Nacional de Habilitação na categoria B ou superior, que informe que exerce atividade remunerada. O motorista também deve estar inscrito como contribuinte individual no Instituto Nacional do Seguro Social.

Outros pré-requisitos para obter a permissão são manter em dia o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo e apresentar certidão negativa de antecedentes criminais. Também é exigida do profissional a contratação de um seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros e do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

Motoristas de aplicativo da Região Metropolitana do Recife (RMR) realizam um ato cobrando reajustes de tarifas e melhores condições de trabalho nesta quarta-feira (8). A paralisação não parece ter grande adesão, mas os motoristas pretendem entregar uma pauta de reivindicações nas sedes da Uber e da 99.

Integrantes da categoria se reuniram no Aeroporto Internacional do Recife, na Zona Sul da capital, e também no Hemope, nas Graças, Zona Norte, onde pretendem doar sangue em um ato simbólico. O objetivo do grupo é manter os aplicativos de transporte desligados por 24 horas, começando da 0h da quarta-feira (8) até a 0h da quinta (9).

##RECOMENDA##

Confira os tópicos da pauta de reivindicações:

1 – Aumento no valor cobrado por quilômetro rodado e minuto de viagem;

2 – aumento na taxa mínima cobrada ao passageiro;

3 – ver o destino das viagens e nota do passageiro;

4 – preço adicional no quilômetro por passageiro adicional;

5 – recadastro com foto e verificação de documento;

6 – parcerias com desconto para motoristas;

7 – em caso de banimento da plataforma, o motorista deverá ter o direito e resposta e saber o motivo da punição;

8 – em relação à Uber, diminuir o tempo de espera do passageiro, que hoje é de cinco minutos, para três minutos durante o dia e para um minuto e 30 segundos da 0h às 5h;

9 – taxa adicional de 25% para corridas originadas da 0h às 5h;

10 – quando o passageiro cancelar a corrida após o motorista ter se deslocado até ele, gerar uma taxa de cancelamento automática para custear tempo e combustível gastos;

11 – rever método de avaliação sobre motoristas;

12 – acabar com a taxa reduzida;

13 – implementar função ‘Adicionar Parada’ no 99Pop;

14 – caso o passageiro não pague a viagem em dinheiro, ou seja, dê calote, deve ter cadastro bloqueado até quitar essa dívida via boleto ou cartão e então o aplicativo repassará o valor ao motorista e descontará a taxa.

Cerca de cinco meses após ser sancionado, foi publicado no Diário Oficial de Recife, neste sábado (13), o decreto referente à regulamentação dos transportes de passageiros por aplicativo. A lei municipal nº 18.528, assinada pelo prefeito Geraldo Júlio, vem após recentes protestos organizados por taxistas.

Com a regulamentação, as empresas de transporte privado só realizarão o credenciamento junto à Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) caso tenham domicílio fiscal e cadastro mercantil no município. Além disso, será cobrado um percentual pelo uso intensivo da infraestrutura das vias, aos veículos que realizem no mínimo uma viagem por mês.

##RECOMENDA##

O recolhimento do valor pelo uso das vias será realizado através do Documento de Arrecadação Municipal (DAM), até 10 dias após o mês seguinte ao da apuração. O decreto também indica que as empresas tenham até 10 dias para relatar ao órgão informações sobre um possível afastamento ou descredenciamento dos condutores que tenham cometido infrações administrativas ou penal.

Dentre as regras previstas também estão a apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais e curso específico de capacitação para os motoristas de transporte remunerado privado. Além disso, os veículos devem ter no máximo oito anos.

Talvez poucas pessoas saibam dizer quem são David Velez, Fabrício Bloise e André Street. Mas certamente boa parte do País já ouviu falar das marcas criadas por eles, como Nubank, iFood, Playkids e Stone. Essa geração de empresários é a nova cara do capitalismo brasileiro, que tem como base tecnologia, inovação e criatividade.

Ao contrário de empresas tradicionais, que ainda sofrem para superar a grave crise que assolou o País, seus negócios crescem a dois dígitos por mês, empregam como nunca e valem bilhões de reais - só as cinco maiores companhias dessa nova economia (Nubank, 99, Stone, PagSeguro e Movile) valem cerca de R$ 89 bilhões. No jargão do mercado, elas são chamadas de unicórnio, startups que alcançaram a marca de US$ 1 bilhão em valor de mercado.

##RECOMENDA##

Criada em 2012 por André Street e Eduardo Pontes, a Stone está bem acima desse patamar. A empresa de meios de pagamentos, mercado conhecido pelas "maquininhas", captou US$ 1,5 bilhão na bolsa americana Nasdaq em outubro e hoje está avaliada em R$ 31 bilhões. A valorização traduz o potencial de crescimento da empresa, que elevou em 104% a carteira de clientes em 2018 e, até setembro, já havia faturado R$ 1,04 bilhão, com crescimento de 102% em relação a igual período de 2017.

Os números, avalia o presidente da companhia, Augusto Lins, são reflexo da cultura da empresa, voltada para inovação. "Isso é resultado de anos de trabalho, que só agora aparece para o público." Outro diferencial, diz ele, está nos profissionais que trabalham na companhia: "Nossos funcionários são desafiados a criar soluções. Aqui não temos tempo para mimimi." Atualmente, a Stone tem 5% de participação no mercado, 3,5 mil funcionários e 200 vagas em aberto.

O banco digital Nubank ainda não abriu capital na bolsa, mas é a aposta do mercado para este ano. Fundado em 2013, a instituição teve aporte de US$ 90 milhões da chinesa Tencent e vendeu US$ 90 milhões em ações para outros investidores no ano passado. No total, a empresa do colombiano David Velez já captou US$ 420 milhões e está avaliada em US$ 4 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões).

A líder em valor entre essas empresas bilionárias é a Pagseguro, que captou US$ 2,3 bilhões na bolsa americana em 2018 e hoje vale R$ 34 bilhões. Ao contrário das demais, no entanto, a empresa nasceu dentro de um grupo já estruturado no mercado, o Uol.

Lacunas

Na avaliação do presidente da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), Amure Pinho, uma das estratégias de sucesso dessas empresas é atuar em lacunas deixadas pela velha economia, como as falhas de mobilidade urbana, baixa oferta de crédito e custos elevados dos serviços financeiros. No geral, a ideia é resolver problemas que atormentam a vida do brasileiro.

É o caso da Movile, com seu iFood - plataforma de entrega de comida - que virou uma facilidade para moradores de grandes cidades. Última a entrar para o grupo das empresas bilionárias, a companhia tem participação em outros 9 negócios, que vão de serviços financeiro, entrega e localização geográfica.

A companhia, liderada por Fabrício Bloisi, já recebeu aportes de US$ 854 milhões de grandes investidores como os fundos Naspers Ventures e o brasileiro Innova Capital - este último mantido por Jorge Paulo Lemann.

Para dar conta do crescimento, contratou 800 pessoas em 2018 e abriu 600 vagas neste ano. "A palavra de ordem para 2019 é hiper crescimento, vamos acelerar ainda mais o ritmo da empresa", diz Helisson Lemos, diretor de operações da Movile, que em oito anos cresceu a uma taxa de 60% ao ano.

"O Brasil demorou para entender o poder da indústria de tecnologia", diz Paulo Veras, fundador da 99, vendida em 2018 para a chinesa Didi Chuxing. Na avaliação dele, esse ecossistema evoluiu de 2008 para cá e veio para ficar. "Não é uma nova bolha da internet; nunca tivemos tantas empresas de qualidade como agora."

Para Veras, essa leva de startups (bilionárias) vai reposicionar o Brasil no novo capitalismo mundial. "No passado, os jovens queriam trabalhar num banco ou numa grande empresa. Hoje querem empreender e estão mais preparados (parte deles fez curso ou passou temporadas no Vale do Silício)."

De empreendedor a investidor

Eles ajudaram a fundar algumas das mais importantes startups do País, venderam suas participações e agora estão de volta ao mercado no papel de investidor. Paulo Veras decidiu ser sócio de startups em estágio inicial depois que a chinesa Didi Chuxing comprou o controle de sua 99 no começo de 2018. "Estou mais na linha de investidor anjo", disse ele.

Só no ano passado Veras aportou recursos em três negócios: na CargoX, empresa de tecnologia e transporte; na Digibee, plataforma digital para integração de sistemas e serviços; e na Looqbox, companhia de inteligência empresarial. "Empreendedor não se aposenta nunca, mas estou tentando evitar (abrir um novo negócio) por um tempo", diz ele, que fundou seis empresas desde 1995.

Fábio Póvoa é outro exemplo do ciclo virtuoso criado no mercado de startups. Ele esteve na linha de frente da criação da Movile, dona das marcas iFood e Playkids. Ficou 12 anos na companhia até aproveitar uma rodada de investimento e vender sua participação. A exemplo de Veras, Póvoa também preferiu ficar na retaguarda dos negócios.

Ele aplicou todo o dinheiro recebido com a venda de sua participação na Movile em fundos multimercados e de renda fixa. O patrimônio está garantido, uma vez que Póvoa só destina a novos negócios o que recebe de juros pelas aplicações. Desde a saída na Movile, ele já investiu em oito startups e saiu de três. No total, aplicou R$ 10 milhões nas empresas.

Visão de Fora

Sergio Furio nunca tinha pisado no Brasil quando decidiu abrir uma startup de crédito no País. Formado em administração de empresas, o espanhol trabalhava numa consultoria nos Estados Unidos quando resolveu empreender. O primeiro passo foi pesquisar áreas e mercados com potencial de crescimento. Nessa busca, ele conheceu sua atual esposa, uma brasileira que abriu os horizontes de Furio para o mercado nacional. Foi ela quem mostrou as carências do setor de crédito no Brasil, com falta de recursos e juros altos.

Ao desembarcar no Brasil em 2012, contratou um grupo de seis pessoas para ajudar a desenvolver o projeto, que nasceu como BankFacil. Investiu R$ 200 mil no primeiro ano e criou uma plataforma que comparava as melhores taxas e condições de crédito no mercado. Dois anos depois já tinha 20 funcionários e, no ano seguinte, conseguiu um aporte de R$ 25 milhões de investidores estrangeiros.

Em 2016, então com 100 funcionários, Furio decidiu ir além e transformar o negócio numa fintech de crédito com garantia. O BankFacil virou, então, Creditas e fez mais duas grandes captações, de R$ 60 milhões e R$ 190 milhões. Desde o início, a empresa teve R$ 600 milhões de aportes - recursos que ajudaram a startup crescer. Hoje a fintech tem 570 funcionários e uma receita 5 vezes maior que a registrada em 2017. A carteira de empréstimos alcançou R$ 500 milhões no ano passado. "Em três anos, queremos ser 30 vezes maiores do que somos hoje; e em 10 anos, 100 vezes maiores." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O aplicativo de transporte por aplicativo 99 lançou nesta quarta-feira (6) um rastreador de comentários que identifica automaticamente denúncias de assédio na plataforma. A tecnologia consegue ler os comentários deixados por usuários após o término das corridas para agilizar a identificação dos casos e aumentar a segurança das viagens.

O sistema consegue identificar uma série de palavras e contextos que podem estar relacionados a situações de assédio. A partir daí, uma equipe da 99 faz uma segunda checagem para avaliar os detalhes da ocorrência e tomar as devidas providências.  

##RECOMENDA##

O mapeamento de expressões relacionadas a casos de assédio foi desenvolvido em parceria com a consultoria Think Eva, um braço da organização Think Olga. Graças à tecnologia de inteligência artificial, o recurso será melhorado automaticamente com o tempo, aprendendo novos contextos.

Além do próprio aplicativo, as denúncias também podem ser feitas pelo canal exclusivo para incidentes de segurança no telefone 0800-888-8999 — que pode indicar centros de acolhimento em diversas cidades, que provêm assistência jurídica e psicológica. Em caso de assédio a uma mulher, o atendimento é exclusivamente feminino.

LeiaJá também

--> 99 inaugura espaço de descanso para motoristas no Recife

[@#galeria#@]

Os motoristas do aplicativo 99 que circulam pela Região Metropolitana do Recife (RMR) ganharam um espaço para carregar o celular, descansar ou até ir ao banheiro entre as corridas. É que a empresa inaugura nesta quarta-feira (6) a Casa99, um ambiente de acesso gratuito a qualquer condutor registrado na plataforma. Para a 99, é uma maneira de estreitar o relacionamento com quem está atrás do volante.

##RECOMENDA##

A Casa99 fica localizada na Rua dos Arcos, número 160, no bairro do Poço da Panela, Zona Norte do Recife. A empresa disponibiliza dois andares com 150 metros quadrados como ponto de apoio aos condutores, com área de descanso, banheiros, Wi-Fi livre, música ambiente, estações para carregar o celular e TVs com informações e dicas. O ambiente também conta com estacionamento gratuito.

No local, os condutores também terão acesso a informações sobre parcerias do aplicativo que permitem aluguel de carro mais barato e desconto em cadeias de lanchonete, entre outros benefícios. Na semana da inauguração, estão previstas diversas atividades, como massagem e treinamentos especiais, além de cuidados com a saúde, com a realização de check-ups preventivos.

Segundo a empresa, a Casa99 também será um ponto de oferta de brindes exclusivos para os condutores, como carregadores portáteis, adesivos informativos e lixinhos e para distribuírem aos passageiros garrafas de água e balas, por exemplo.

"Essa inauguração mostra que a gente construiu uma conquista de aproximar os laços entre os motoristas. Mostra que a gente pensa nos motoristas e quer oferecer uma experiência muito boa nessa interação com a companhia. Esse é só um pequeno passo do que está por vir em 2019", explica o gerente da regional Rio e Nordeste da 99, Ademar Proença, em entrevista ao LeiaJá.

A ideia também é melhorar o atendimento do cliente. "Nossa estratégia é ter uma proximidade muito grande com o motorista para que ele possa prestar um serviço de qualidade para o passageiro. Esse investimento também é para o passageiro, que vai lidar com um motorista mais preparado e satisfeito", complementa o executivo.

O espaço no Recife é o 6º da empresa, sendo que São Paulo foi a primeira cidade a receber uma Casa99. O lançamento das próximas unidades está previsto para acontecer em Belo Horizonte, Belém e Manaus. Atualmente, a 99 possui 300 mil motoristas cadastrados no Brasil.

LeiaJá também

--> 99 abre cadastro de motoristas em 11 cidades de Pernambuco

A empresa de mobilidade urbana 99 está com cadastro aberto para motoristas na modalidade 99Pop em 11 cidades de Pernambuco. A expectativa é gerar oportunidade de ampliação de renda para os condutores em Garanhuns, Vitória de Santo Antão, Santa Cruz do Capibaribe, Surubim, Toritama, Taquaritinga do Norte, Vertentes, Frei Miguelinho, Casinhas, Santa Maria do Cambucá e Vertente do Lério.

O aplicativo de mobilidade, que já opera no Recife há mais de um ano e está presente em mais de 1 mil cidades brasileiras, chega ao interior de Pernambuco para ampliar a oferta de transporte. Para atrair mais motoristas neste início de operações, a empresa está oferecendo diferenciais como a taxa de 0,99% e o pagamento do valor da corrida em até 48 horas.

##RECOMENDA##

Para realizar o cadastro, é necessário que o motorista inclua em sua CNH que exerce atividade remunerada e tenha um carro com quatro portas e data de fabricação a partir de 2010. A 99 também oferece cursos online de preparação, com orientações sobre como aumentar os ganhos, dicas de segurança e de como tratar os passageiros.

Os interessados podem iniciar o cadastro no site da 99 em http://99app.com/ ou no aplicativo da 99 para motoristas, disponível na Google Play, para smartphones com sistema Android, ou na App Store, para aparelhos iOS.

LeiaJá também

--> Uber vai vender passagens para transporte público no aplicativo

O aplicativo de transporte urbano 99 passou a disponibilizar para seus motoristas parceiros o treinamento de segurança em realidade virtual. O recurso será implementado em todo o Brasil em 24 unidades do espaço destinado ao acolhimento e desenvolvimento dos condutores da empresa.

A nova tecnologia fará uso de recursos audiovisuais para apresentar as funcionalidades de proteção disponíveis no aplicativo da 99, entre elas a central de segurança, o alerta de áreas de risco, o uso de inteligência artificial no monitoramento das chamadas, além do seguro pessoal contra incidentes.

##RECOMENDA##

Para o treinamento, os motoristas receberão um óculos de realidade virtual 360° para vivenciar as etapas de uma corrida e ver todos os recursos que buscam a proteção e segurança de todos. Os motoristas poderão utilizar o recurso sem agendamento prévio, enquanto aguardam atendimento nas unidades de treinamento.

A novidade estará disponível nas principais capitais brasileiras além das cidades paulistas de São José dos Campos, Campinas, Santos e Uberlândia.

LeiaJá também

--> Uber lança serviço de ônibus com assento reservado

O aplicativo de transporte urbano 99 implementa nesta sexta-feira (30), para toda a sua base de motoristas, a opção de receber os pagamentos das corridas via transferência bancária.

Com isso, os motoristas da 99 agora têm mais opções para escolher como receber. Para o usuário, nada muda. Os pagamentos no carro continuam podendo ser feitos em dinheiro, débito e crédito na maquininha.

##RECOMENDA##

Para receber por transferência bancária, basta ao motorista cadastrar os dados da sua conta corrente ou poupança no aplicativo. Os pagamentos são feitos semanalmente, sempre às sexta-feiras. A nova opção não tem custo para o condutor, e é feita de forma automática.

"No carro, no cartão ou direto na conta, a 99 quer oferecer ao motorista mais escolhas de como receber", diz o gerente de produto da 99, Pedro Aquino. "Aumentando a facilidade do dia a dia do condutor, também ampliamos a oferta de carros disponíveis na plataforma para os passageiros", finaliza.

LeiaJá também

--> YouTube vai oferecer sua programação original de graça

O aplicativo de viagens 99 agora dispõe de um de um dispositivo que visa aumentar a proteção dos usuários. O botão de emergência está em funcionamento desde ontem quarta-feira (7) e facilita o acionamento da polícia em casa de emergência, além de permitir ligar para contatos de confiança e compartilhar corridas.

A 99 integra a chinesa DiDi Chuxing, que lançou o botão no Brasil depois de ter sido implantado na China em setembro. A versão estrangeira foi aperfeiçoada com novas funções. Ao clicar no botão, o passageiro vai encontrar a opção de ligar automaticamente para a polícia, fazendo isso irá aparecer no aplicativo do usuário informações como a placa do carro, o modelo e a localização para facilitar o repasse das informações em caso de emergência. As informações também serão compartilhadas imediatamente com os contatos de confiança.

##RECOMENDA##

 A função incorporada em algumas bases vai ser expandida gradativamente nos próximos dias. Recentemente, a empresa já havia lançado ferramentas de checagem adicional a motoristas e está testando câmeras de segurança nos carros.

Por Jéssika Tenório

O aplicativo de transportes brasileiro 99 anunciou nesta quinta-feira (25) que dará 50% de desconto para todos os passageiros das capitais brasileiras no segundo turno das eleições majoritárias, que ocorre neste domingo (28). O desconto é limitado a duas corridas por pessoa, feitas entre às 7h e 17h, na categoria POP. O pagamento da viagem deve ser feito em cartão ou Pay-Pal.

Para desfrutar do benefício, o eleitor deve inserir o código "99democracia" no aplicativo. O desconto é inicialmente válido para os primeiros 10 mil usuários e limitado a valores de até R$ 20 por corrida. A iniciativa, que também aconteceu no primeiro turno, tem como objetivo incentivar o eleitor a comparecer às urnas.

##RECOMENDA##

"Em mais um turno, a redução contribuindo com o eleitor facilitando a sua locomoção no primeiro turno das eleições, notadamente um dia de movimentação intensa. Com essa promoção, estamos tornando o aplicativo mais barato para o passageiro e convidando todos os usuários a conferir nossos diferenciais", afirma o presidente da 99, Matheus Moraes.

LeiaJá também

--> E-mail falso convoca eleitor para ser mesário no 2º turno

O aplicativo de transportes brasileiro 99, que pertence a gigante chinesa DiDi Chuxing, está lançando em todo o Brasil uma função que possibilita aos passageiros darem gorjetas de R$ 1, R$ 2 e R$ 5 aos motoristas. Com a medida, a empresa visa permitir que usuários possam recompensar os condutores caso se sintam satisfeitos com o serviço.

As gorjetas são dadas ao final de cada corrida. Caso o passageiro queira oferecer o dinheiro extra, basta escolher um dos três valores após a avaliação da chamada. A funcionalidade vale para tanto para a categoria de carros particulares POP, quanto para táxis.

##RECOMENDA##

A ferramenta estará disponível para todos os usuários que realizarem pagamento através do aplicativo, por cartão de crédito, de débito ou PayPal. O valor vai integralmente para os motoristas, sem qualquer taxa de operação. A Uber oferece a funcionalidade desde junho deste ano.

LeiaJá também

--> Novidade do WhatsApp vai tornar mais fácil esconder chats

A 99, empresa de mobilidade urbana que integra a gigante chinesa DiDi Chuxing, anunciou que dará 50% de desconto para todos os passageiros das capitais brasileiras no primeiro turno das eleições, no próximo domingo (7). A promoção é limitada a duas corridas por pessoa, feitas entre às 7h e 17h, na categoria POP com pagamento em cartão ou via Pay-Pal.

A iniciativa tem como objetivo incentivar o eleitor a comparecer às urnas, além de ser uma oportunidade de divulgar a modalidade POP. "Com a redução, estamos contribuindo com o eleitor facilitando a sua locomoção no primeiro turno das eleições, notadamente um dia de movimentação intensa", afirma o presidente da 99, Matheus Moraes, em nota.

##RECOMENDA##

Para desfrutar do benefício o eleitor deve inserir o código "99democracia" no aplicativo. O desconto é inicialmente válido para os primeiros 10 mil usuários e limitado a valores de até R$ 20 por corrida. A empresa afirma ter mais de 300 mil motoristas e 14 mil passageiros em mais de 500 cidades no Brasil.

O aplicativo de transporte urbano por aplicativo 99 vai instalar câmeras de monitoramento em veículos do serviço em São Paulo. O teste teve início nesta terça-feira (18) e tem como objetivo inibir eventuais incidentes de segurança, identificando situações que possam pôr em risco motoristas e passageiros.

"A tecnologia vai operar aliada à inteligência artificial da 99, que monitora o perfil de todas as chamadas. Assim, o aplicativo pode identificar situações de risco e tomar as medidas cabíveis", disse a 99 em comunicado enviado à Reuters.

##RECOMENDA##

As câmeras serão instaladas inicialmente em alguns carros do serviço de viagens compartilhadas e táxis que atendem pelo aplicativo. Os veículos serão identificados para que os passageiros saibam que estão sendo filmados. Em alguns meses, a 99 quer ampliar o monitoramento para outras cidades do país e instalar equipamentos de visão noturna.

As imagens, que podem ser acessadas em tempo real pela empresa, serão armazenadas na central de segurança da 99 e monitoradas por uma equipe incluindo ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos. Segundo a empresa, o grupo trabalhará 24 horas por dia.

LeiaJá também

--> Empresa dona da 99 lança recurso inédito para passageiros

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando